Karin H. K. Wondracek e Matthew Rehbein Entre o ego e o espírito:  Os dois mundos da criança e do adolescente no âmbito da...
James Edwin Loder (1931-2001)
<ul><li>Professor de Filosofia da Educação Cristã da Universidade de Princeton nos Estados Unidos da América. Bacharel em ...
<ul><li>Religion in the Public Schools  (1965) [Religião na escola pública] </li></ul><ul><li>Religious Pathology and Chri...
 
Por que a vivemos? O que é a vida?
<ul><li>Como perceber a si em relação com a realidade fundamental que está em jogo? </li></ul>
<ul><li>Como o educador percebe a si mesmo(a) em relação com a realidade fundamental por detrás da tarefa educacional? </l...
<ul><li>A resposta, tanto para a disciplina como para o educador, tem a ver com a  lógica do espírito , que trata da relaç...
<ul><li>A “lógica do espírito” é o processo padronizado que descreve a fonte interior geradora de conhecimento em todos os...
 
<ul><li>1. Conflito  </li></ul><ul><li>2. Mapeamento </li></ul><ul><li>3. Insight </li></ul><ul><li>4. Liberação de energi...
 
<ul><li>lógica na qual a própria personalidade humana se    desenvolve </li></ul><ul><li>compreensão inteligível deste uni...
Exocentrismo Ser humano Sagrado Força Centrípeta Centro do ser humano <ul><li>O centro do Ser humano está  na relação . </...
SER HUMANO SAGRADO busca descobre a si mesmo Relacionalidade Relação entre duas polaridades  com vida por si só .
<ul><li>Desenvolvimento do ego, nascido como defesa frente à angústia do desamparo, não é palavra final – o espírito, psiq...
<ul><li>Competências do ego (linguagem, inteligência, julgamento moral, personalidade) originariamente adaptativas, não sã...
“ A natureza humana é equipada tanto para o insight espiritual  quanto para a matemática”.  <ul><li>O eixo espiritual “não...
<ul><li>Esta relação une a pessoa com todos os outros que também fazem esta experiência, com a criação e o cosmos. </li></...
<ul><li>Débora? </li></ul>
Psicologia: espiritualidade e saúde - Karin Wondracek IDENTIDADE Eu  - afirmado na base da graça, n o eterno “sim” de Deus...
 
<ul><li>“ Desenvolvimento” = renúncia </li></ul><ul><li>Bebê encontra na face dos pais alimento e identidade </li></ul><ul...
<ul><li>o espírito humano esquadrinha a vida em busca de coerência e significado </li></ul><ul><li>para Loder o anseio pel...
<ul><li>“ LÓGICA” tem a ver com os processos básicos que o ser humano usa para tomar conhecimento de si mesmo e do seu mun...
<ul><li>“ ESPÍRITO” - a dinâmica inata no ser humano que silenciosamente dirige e molda o seu conhecimento nos bastidores ...
<ul><li>“ LÓGICA DO ESPÍRITO” é o processo padronizado que descreve a fonte interior generativa de conhecimento no ser hum...
<ul><li>LITERAL - controlado socialmente, mostra um ego pensante que tende a ser “racional, escolado e linear”. </li></ul>...
<ul><li>“ Nesta época, as crianças podem começar a participar na história ( story ) como preparação para sua participação ...
<ul><li>LÓGICA DO ESPÍRITO - trabalha para incorporar as questões de socialização no seu novo conhecimento.  </li></ul><ul...
<ul><li>Erikson: operosidade x inferioridade </li></ul><ul><li>Loder aponta que o modo de legitimar o valor pessoal pela t...
<ul><li>Como promover o aprendizado vivencial do amor e da aceitação incondicional de Deus numa idade na qual psicologicam...
 
<ul><li>Estimulou a capacidade mítica da criança: com o intuito de que o encontro com o sagrado traz em si um convite para...
<ul><li>Contava a primeira parte da narrativa </li></ul><ul><li>Perguntava às crianças o que Jesus faria nessa situação </...
<ul><li>No estudo de Krych, o encontro com o sagrado criou a possibilidade de um encontro transformador a partir da aceita...
<ul><li>A transformação envolve a “lógica do espirito,” </li></ul><ul><li>o trabalho do mítico e do imaginativo para recom...
<ul><li>No trabalho de Krych, as crianças não apenas “melhoraram” sua performance no ensino religioso ou adquiriram novas ...
<ul><li>A ênfase de James Loder convida para que a tônica migre do trabalho com o ego e suas funções para o trabalho com a...
matthewrehbein@gmail.com  [email_address]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ministério Educacional na Lógica do Espírito

622 visualizações

Publicada em

Co-presented with Dr. Karin H.K. Wondracek at IX Seminar for Teachers of Religious Education - Cachoeirinha/RS, Brazil, November 2010

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
622
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ministério Educacional na Lógica do Espírito

  1. 1. Karin H. K. Wondracek e Matthew Rehbein Entre o ego e o espírito: Os dois mundos da criança e do adolescente no âmbito da Educação Religiosa
  2. 2. James Edwin Loder (1931-2001)
  3. 3. <ul><li>Professor de Filosofia da Educação Cristã da Universidade de Princeton nos Estados Unidos da América. Bacharel em Teologia nesta universidade, Mestre e Doutor na Universidade de Harvard. Estudou Teologia e Psiquiatria na Fundação Menninger, fez pós-doutorado nas universidades de Genebra e Oxford. </li></ul><ul><li>No Seminário Teológico de Princeton, foi professor titular da cátedra Mary D. Synnott de Filosofia da Educação Cristã, e membro da International Academy of Practical Theology. Também foi professor visitante na Drew University Theological School, Harvard University Divinity School, e no Fuller Theological Seminary. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Religion in the Public Schools (1965) [Religião na escola pública] </li></ul><ul><li>Religious Pathology and Christian Faith (1966), [Patologia religiosa e fé cristã] </li></ul><ul><li>The Transforming Moment: Understanding Convictional Experiences (1982) [O momento transformativo: compreendendo experiências conviccionais] </li></ul><ul><li>The Knight’s Move : The Relational Logic of the Spirit in Theology and Science, com o físico W.J.Neidhardt (1992), [O movimento do cavalo: A lógica relacional do espírito em teologia e ciência] </li></ul><ul><li>The Holy Spirit and Human Transformation (em coreano, 1993) [O Espírito Santo e a transformação humana], </li></ul><ul><li>The Logic of the Spirit : Human Development in Theological Perspective (1998) [A lógica do espírito: desenvolvimento humano em perspectiva teológica] </li></ul><ul><li>Educational Ministry in the Logic of the Spirit , (2002) [Ministério educacional na lógica do espírito] </li></ul><ul><li>Dana Wright e John Kuenzel organizaram Redemptive Transformation in Practical Theology : Festschrift for James E. Loder (2003). [Transformação redemptiva na teologia prática] </li></ul>
  5. 6. Por que a vivemos? O que é a vida?
  6. 7. <ul><li>Como perceber a si em relação com a realidade fundamental que está em jogo? </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Como o educador percebe a si mesmo(a) em relação com a realidade fundamental por detrás da tarefa educacional? </li></ul>
  8. 9. <ul><li>A resposta, tanto para a disciplina como para o educador, tem a ver com a lógica do espírito , que trata da relação entre a humanidade e a divindade. </li></ul><ul><li>“ Lógica” tem a ver com os processos básicos que o ser humano usa para tomar conhecimento de si mesmo e do seu mundo. </li></ul><ul><li>“ Espírito” tem a ver com a dinâmica inata no ser humano que silenciosamente dirige e molda o seu conhecimento. </li></ul>
  9. 10. <ul><li>A “lógica do espírito” é o processo padronizado que descreve a fonte interior geradora de conhecimento em todos os níveis de experiência humana. </li></ul><ul><li>A “lógica do espírito” envolve a transformação do conhecimento do ser humano. </li></ul><ul><li>Isso ocorre quando ordens ocultas de coerência e significado emergem dentro de tal padrão de referência ou experiência, repondo ou alterando os padrões vigentes e reordenando seus elementos. </li></ul>
  10. 12. <ul><li>1. Conflito </li></ul><ul><li>2. Mapeamento </li></ul><ul><li>3. Insight </li></ul><ul><li>4. Liberação de energia </li></ul><ul><li>5. Verificação do novo conhecimento </li></ul>
  11. 14. <ul><li>lógica na qual a própria personalidade humana se desenvolve </li></ul><ul><li>compreensão inteligível deste universo inerentemente relacional </li></ul><ul><li>no qual há um fundamento decisivo para o espírito humano. </li></ul>LÓGICA DO ESPÍRITO: estrutura, padrão e poder que se manifesta no ser humano e cujo fundamento está além de si .
  12. 15. Exocentrismo Ser humano Sagrado Força Centrípeta Centro do ser humano <ul><li>O centro do Ser humano está na relação . </li></ul><ul><li>Ser humano é a imagem de Alguém fora dele mesmo. </li></ul>
  13. 16. SER HUMANO SAGRADO busca descobre a si mesmo Relacionalidade Relação entre duas polaridades com vida por si só .
  14. 17. <ul><li>Desenvolvimento do ego, nascido como defesa frente à angústia do desamparo, não é palavra final – o espírito, psiquê e corpo humano são abertos à ação do transcendente. </li></ul><ul><li>O espírito humano é esta força que busca seu ponto de apoio fora de si – “O fundamento que o pôs”. (Kierkegaard) </li></ul>Desenvolvimento na lógica do Espírito O Desenvolvimento Humano deve ser compreendido em dois eixos, complementares entre si: o do ego e o do espírito
  15. 18. <ul><li>Competências do ego (linguagem, inteligência, julgamento moral, personalidade) originariamente adaptativas, não são o que define o ser humano e são reconfiguradas no encontro com o eixo do espírito. </li></ul><ul><li>Piaget e Erikson na lógica do espírito: em cada estágio, há uma busca para o crescimento que envolve o ego e ao mesmo tempo vai além dele. </li></ul><ul><li>“ Biografia não é destino” (Loder) </li></ul>Ego e espírito O eixo do espírito revela que a natureza humana pertence a uma ordem mais elevada, mas escondida
  16. 19. “ A natureza humana é equipada tanto para o insight espiritual quanto para a matemática”. <ul><li>O eixo espiritual “não é do outro mundo”. </li></ul><ul><li>Há uma base psiconeurológica para experiências de natureza espiritual. (Penfield, Raul Marino) </li></ul><ul><li>A concordância entre o espírito humano e o Espírito Divino, como ocorre nas visões e nas descobertas geniais, pode ser vista pelo modelo de intensificação de certas capacidades mentais. </li></ul><ul><li>Experiências convicionais religiosas e místicas – são mapeadas neurologicamente e também deveriam ser conteúdo da ER. </li></ul>Bases neuropsíquicas do desenvolvimento do espírito
  17. 20. <ul><li>Esta relação une a pessoa com todos os outros que também fazem esta experiência, com a criação e o cosmos. </li></ul><ul><li>Somos “pó de estrelas” e tal como estas nascemos e morremos, temos berçários e explosões, mas sobretudo buscamos encontrar Aquele que cria e sustenta todas as coisas. </li></ul><ul><li>Passado, presente e futuro são reconfigurados na relação com o Sagrado. </li></ul>Eu e o Sagrado
  18. 21. <ul><li>Débora? </li></ul>
  19. 22. Psicologia: espiritualidade e saúde - Karin Wondracek IDENTIDADE Eu - afirmado na base da graça, n o eterno “sim” de Deus, que traz uma ordenação cósmica , uma presença amorosa que sustenta a natureza humana confirma o self num nível que é mais profundo que culpa ou vergonha, mais profundo que bem ou mal.” The logic of the spirit, 1998, p. 148
  20. 24. <ul><li>“ Desenvolvimento” = renúncia </li></ul><ul><li>Bebê encontra na face dos pais alimento e identidade </li></ul><ul><li>Sepulta gradativamente seu anseio pela presença dessa face - “NÃO” </li></ul><ul><li>O ego autônomo e suas capacidades se constitui sobre a amnésia deste anseio fundamental por um rosto que nos diga quem somos. </li></ul>
  21. 25. <ul><li>o espírito humano esquadrinha a vida em busca de coerência e significado </li></ul><ul><li>para Loder o anseio pelo sentido do viver e pela inserção numa realidade maior estão relacionadas com este “sepultamento” da dependência; </li></ul>
  22. 26. <ul><li>“ LÓGICA” tem a ver com os processos básicos que o ser humano usa para tomar conhecimento de si mesmo e do seu mundo. </li></ul><ul><li>São processos racionais, porque exigem o uso do cérebro, do intelecto e todas as suas faculdades. </li></ul><ul><li>Mas estes processos não são apenas racionais; eles também são relacionais. </li></ul>
  23. 27. <ul><li>“ ESPÍRITO” - a dinâmica inata no ser humano que silenciosamente dirige e molda o seu conhecimento nos bastidores da psique. </li></ul><ul><li>Dinâmica - padrão coerente que une num todo as mais variadas maneiras de pensar sobre tal assunto ou tal situação. </li></ul><ul><li>Busca integridade de conhecimento </li></ul>
  24. 28. <ul><li>“ LÓGICA DO ESPÍRITO” é o processo padronizado que descreve a fonte interior generativa de conhecimento no ser humano. </li></ul><ul><li>A lógica do espírito transforma o conhecimento. </li></ul><ul><li>formas ocultas de coerência e significado emergem para repôr ou alterar os padrões vigentes e reordenar seus elementos. </li></ul>
  25. 29. <ul><li>LITERAL - controlado socialmente, mostra um ego pensante que tende a ser “racional, escolado e linear”. </li></ul><ul><li>Tende à socialização, satisfação e a sobrevivência do “eu” da criança com o seu “mundo” que está sendo construído </li></ul><ul><li>MÍTICO - mundo privado de imaginação e jogo. </li></ul><ul><li>No mundo mítico - está sendo munido com fantasias, através do qual a criança se engaja no comportamento imaginativo e treina pensar analogicamente. </li></ul>
  26. 30. <ul><li>“ Nesta época, as crianças podem começar a participar na história ( story ) como preparação para sua participação na história ( history ) e na história do universo”. </li></ul><ul><li>Loder, 1998, p. 176. </li></ul>
  27. 31. <ul><li>LÓGICA DO ESPÍRITO - trabalha para incorporar as questões de socialização no seu novo conhecimento. </li></ul><ul><li>Tanbém vai além destas questões, e trabalha na criança os sentidos últimos: a ameaça de sua não-existência e a superação desta ameaça através do relacionamento com o Sagrado. </li></ul><ul><li>Nesse encontro com o Sagrado (EDUCAÇÃO NA RELACIONALIDADE) a criança é transformada, </li></ul><ul><li>é levada para uma ordem de maior complexidade de ser em todos os aspectos. </li></ul>
  28. 32. <ul><li>Erikson: operosidade x inferioridade </li></ul><ul><li>Loder aponta que o modo de legitimar o valor pessoal pela tarefa promove afastamento ainda maior do anseio de ser amado apenas por existir. </li></ul><ul><li>A operosidade contagia o modo pelo qual a criança percebe o valor da vida, impedindo que a educação religiosa reconecte a criança com os anseios de maior intimidade com o sagrado, </li></ul><ul><li>ali onde possa construir sua identidade sobre seu valor intrínseco, independente da sua produção. </li></ul>
  29. 33. <ul><li>Como promover o aprendizado vivencial do amor e da aceitação incondicional de Deus numa idade na qual psicologicamente o valor próprio é dado pelo conceito de operosidade, ou seja, vem pelo que a criança faz? </li></ul>
  30. 35. <ul><li>Estimulou a capacidade mítica da criança: com o intuito de que o encontro com o sagrado traz em si um convite para transformação: </li></ul><ul><li>um convite que ultrapasse a lógica do ego e suas defesas, </li></ul><ul><li>e promova nela a lógica do espírito, que diz respeito aos anseios mais profundos da condição humana. </li></ul>
  31. 36. <ul><li>Contava a primeira parte da narrativa </li></ul><ul><li>Perguntava às crianças o que Jesus faria nessa situação </li></ul><ul><li>Só então contava o final da história </li></ul><ul><li>Depois de 6 semanas, pediu às crianças criarem sua própria narrativa transformadora, no que foi correspondida </li></ul>
  32. 37. <ul><li>No estudo de Krych, o encontro com o sagrado criou a possibilidade de um encontro transformador a partir da aceitação da condição de cada um (conceito teológico de justificação pela fé) , </li></ul><ul><li>justamente na idade na qual seu ego está às voltas com ter valor através de realizações </li></ul><ul><li>(conceito teológico de obras) . </li></ul>
  33. 38. <ul><li>A transformação envolve a “lógica do espirito,” </li></ul><ul><li>o trabalho do mítico e do imaginativo para recompor o “eu” e seu “mundo” perante a ameaça do vazio (a não-existência) e perante a solução para o vazio, </li></ul><ul><li>o relacionamento com o Sagrado (a existência em eternidade). </li></ul><ul><li>Assim, a transformação leva a pessoa para uma ordem de maior complexidade de ser, de melhor compreensão de si mesmo, do seu mundo, e das questões últimas existenciais. </li></ul>
  34. 39. <ul><li>No trabalho de Krych, as crianças não apenas “melhoraram” sua performance no ensino religioso ou adquiriram novas competências em interpretar textos bíblicos. </li></ul><ul><li>Seu conhecimento, e portanto seu modo de ser, foram transformados através de sua participação na narrativa de Jesus, mediada por Krych; </li></ul><ul><li>Novas ordens de coerência e significado emergiram para alterar seus padrões vigentes. </li></ul><ul><li>Neste processo, o resultado final (narrativas transformadoras próprias) demonstram que elas incorporarm o novo conhecimento para seu amadurecimento de maneira impressionante. </li></ul>
  35. 40. <ul><li>A ênfase de James Loder convida para que a tônica migre do trabalho com o ego e suas funções para o trabalho com a dinâmica do espírito humano, aquela que sempre está em busca de coerência e ordem, de significado para além das competências. </li></ul><ul><li>O educador encontra nas idéias de Loder um escopo amplo para trabalhar, em cada idade, sobre as perguntas básicas que norteiam a vida humana e sua busca incessante de saber seu sentido e seu destino, </li></ul><ul><li>é alertado para estimular as competências adequadas para o objetivo que traz: </li></ul><ul><li>de auxiliar a criança a desenvolver seu espírito humano, este que anseia por se inserir em ordens de coerência e significado que ultrapassam a biografia e o tempo, a realidade contingente e visível. </li></ul>
  36. 41. matthewrehbein@gmail.com [email_address]

×