Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Aplica¸oes Criativas em Economia
c˜
Aula 1 - Introdu¸˜o
ca...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Organiza¸˜o
ca

Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclu...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Objetivos
Motivar alunos no estudo e utiliza¸˜o do ferrame...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Motiva¸˜o
ca

”Oikos” + ”Nomos” = Economia.
Economia ´ a R...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Motiva¸˜o
ca
Algumas perguntas que gostar´
ıamos de respon...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Por que a Avenida Paulista ´ t˜o movimentada?...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Poss´
ıveis Raz˜es:
o
Pessoas s˜o atra´
a
ıda...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
O que fazer para ganhar um reality show?

Fon...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Poss´
ıveis Raz˜es:
o
No in´
ıcio, todos os p...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Quais foram as raz˜es que fizeram com que a Es...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Poss´
ıveis Raz˜es:
o
Campeonato Espanhol mov...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Como combater o crime e a corrup¸˜o no Brasil...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Poss´
ıveis Raz˜es:
o
Corrup¸˜o e Criminalida...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Qual ´ o valor (monet´rio) de uma vida?
e
a

...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Poss´
ıveis Raz˜es:
o
Cientistas sociais apli...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Conclus˜es
o
Economia moderna vem tentando explicar distin...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Referˆncias
e

ASHENFELTER, O.C.; GREENSTONE, M. Using man...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Referˆncias
e

LEVITT, S.D.; DUBNER, S.J. Freakonomics: o ...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Obrigado!
Matheus Albergaria de Magalh˜es
a
matheus.alberg...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Curso Aplicações Criativas em Economia (Aula 1 - "Introdução")

347 visualizações

Publicada em

Matheus Albergaria de Magalhães - Curso Aplicações Criativas em Economia. Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FACESP/FECAP), Campus Liberdade, São Paulo, 28 de Janeiro a 1º de Fevereiro de 2013.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
347
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso Aplicações Criativas em Economia (Aula 1 - "Introdução")

  1. 1. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Aplica¸oes Criativas em Economia c˜ Aula 1 - Introdu¸˜o ca Matheus Albergaria de Magalh˜es a 28 de Janeiro de 2013 Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  2. 2. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Organiza¸˜o ca Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  3. 3. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Objetivos Motivar alunos no estudo e utiliza¸˜o do ferramental ca econˆmico (dentro e fora da faculdade). o Ilustrar potenciais aplica¸˜es do instrumental econˆmico a co o problemas reais. Desenvolver senso cr´ ıtico em rela¸˜o a resultados derivados de ca estudos socioeconˆmicos. o Fomentar id´ias de pesquisa, com ˆnfase sobre poss´ e e ıveis temas para trabalhos de conclus˜o de curso. a Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  4. 4. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Motiva¸˜o ca ”Oikos” + ”Nomos” = Economia. Economia ´ a Rainha das Ciˆncias Sociais (Paul Samuelson). e e Economia est´ em todo lugar! (Hamermesh 2004). a Imperialismo Econˆmico (Lazear 2000). o Sucesso dos livros Freakonomics e Superfreakonomics nos ultimos anos (Levitt e Dubner 2005, 2009). ´ Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  5. 5. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Motiva¸˜o ca Algumas perguntas que gostar´ ıamos de responder: Por que a Avenida Paulista ´ t˜o movimentada? e a O que fazer para ganhar um reality show ? Quais foram as raz˜es que fizeram com que a Espanha o vencesse a Copa do Mundo de 2010? Como combater crime e corrup¸˜o no Brasil? ca Qual ´ o valor (monet´rio) de uma vida? e a Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  6. 6. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Por que a Avenida Paulista ´ t˜o movimentada? e a Fonte: Veja S˜o Paulo (http://vejasp.abril.com.br/). a Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  7. 7. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Poss´ ıveis Raz˜es: o Pessoas s˜o atra´ a ıdas pelos bens e servi¸os dispon´ c ıveis na Paulista. Empresas s˜o atra´ a ıdas pelos potenciais clientes e fornecedores dispon´ ıveis na Paulista. C´ ırculo Virtuoso: mais empresas atraem mais pessoas; mais pessoas atraem mais empresas. Implica¸˜o: h´ n´ ca a ıtidas vantagens econˆmicas na Avenida o Paulista. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  8. 8. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e O que fazer para ganhar um reality show? Fonte: Google Imagens . Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  9. 9. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Poss´ ıveis Raz˜es: o No in´ ıcio, todos os participantes s˜o amistosos. a Com o tempo, alian¸as e grupos s˜o formados dentro da casa. c a Chega ao final do jogo, quem consegue: (i) cativar o p´blico; u (ii) passar desapercebido. Implica¸˜o: estrat´gias e intera¸˜es entre participantes s˜o ca e co a fundamentais neste contexto. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  10. 10. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Quais foram as raz˜es que fizeram com que a Espanha vencesse a o Copa do Mundo de 2010? Fonte: Globoesporte (globoesporte.globo.com/). Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  11. 11. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Poss´ ıveis Raz˜es: o Campeonato Espanhol movimenta largas somas de dinheiro. Com mais recursos, times espanh´is conseguem contratar os o melhores jogadores do mundo. Em 2012, de 24 jogadores do Real Madrid, apenas 10 eram espanh´is. o Implica¸˜o: ao ter os melhores jogadores, Espanha acaba ca sofrendo efeitos colaterais positivos em termos de futebol. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  12. 12. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Como combater o crime e a corrup¸˜o no Brasil? ca Fonte: The Corruption Blog (http://thecorruptionblog.blogspot.com.br/). Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  13. 13. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Poss´ ıveis Raz˜es: o Corrup¸˜o e Criminalidade parecem afetar desenvolvimento ca econˆmico... o ...mas, ´ dif´ mensurar conceitos abstratos desta natureza. e ıcil Ainda assim, corrup¸˜o e crime podem comprometer ca possibilidades econˆmicas de uma localidade ao longo do o tempo. Implica¸˜o: necessidade de pensarmos em maneiras de ca identificar e prevenir atos corruptos e/ou criminosos. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  14. 14. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Qual ´ o valor (monet´rio) de uma vida? e a Fonte: Google Imagens . Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  15. 15. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Poss´ ıveis Raz˜es: o Cientistas sociais aplicados querem responder esta quest˜o a fundamental h´ d´cadas. a e Tendo esta resposta, poderemos tratar de outras quest˜es o relevantes (e.g., custos da criminalidade, previdˆncia social, e limites de velocidade, etc.). Dois economistas estimaram o valor de uma vida em US$ 1,5 milh˜es, aproximadamente (Ashenfelter e Greenstone 2002). o Implica¸˜o: necessidade de pensarmos em maneiras ca alternativas de quantificar conceitos abstratos. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  16. 16. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Conclus˜es o Economia moderna vem tentando explicar distintos fenˆmenos o nas ultimas d´cadas. ´ e H´ muitas perguntas sem resposta no mundo. a Vantagem 1: cientistas sociais aplicados podem ajudar a responder algumas destas perguntas. Vantagem 2: no final, estamos limitados apenas pela nossa imagina¸˜o. ca Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  17. 17. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Referˆncias e ASHENFELTER, O.C.; GREENSTONE, M. Using mandated speed limits to measure the value of a statistical life. Institute for the Study of Labor, IZA Discussion Paper n.571, Sept.2002, 42p. HAMERMESH, D. Economics is Everywhere. McGraw-Hill Irwin, 2004. LAZEAR, E.P. Economic imperialism Quarterly Journal of Economics, v.115, n.1, p.99-146, Feb.2000. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  18. 18. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Referˆncias e LEVITT, S.D.; DUBNER, S.J. Freakonomics: o lado oculto e inesperado de tudo que nos afeta. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005. LEVITT, S.D.; DUBNER, S.J. Superfreakonomics: o lado oculto do dia a dia. Rio de Janeiro: Campus Elsevier, 2009. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  19. 19. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Obrigado! Matheus Albergaria de Magalh˜es a matheus.albergaria.magalhaes@gmail.com http://www.sites.google.com/site/malbergariademagalhaes Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co

×