Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Economia Experimental
Um Recurso Did´tico
a
Matheus Albergaria de Mag...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Objetivos

Apresentar breve introdu¸˜o da ´rea de Econ...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Motiva¸˜o
ca

Iniciamos esta palestra com a realiza¸˜o...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Motiva¸˜o
ca
Minha Meta: demonstrar que experimentos p...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Economistas vˆm desenvolvendo experimento...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Evidˆncias
e
Pioneiro na Utiliza¸˜o de Experimentos
ca

Edward Chambe...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Evidˆncias
e
Prˆmio Nobel de Economia de 2002
e
Daniel Kahneman

Pale...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Evidˆncias
e
Prˆmio Nobel de Economia de 2012
e
Alvin Roth

Palestran...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Evidˆncias
e

O experimento que realizamos hoje testa ...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Bens P´blicos Puros: n˜o rivais e n˜o-exc...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Evidˆncias
e

Problema: provis˜o de bens p´blicos exige que sociedade...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Insight: podemos testar a ocorrˆncia dest...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Evidˆncias
e
´
Indice Free Rider (IFR) (Leuthold 1993):
IFR = (Invest...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Evidˆncias
e

Resultados do Experimento:
1. IFR M´dio:...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Estat´
ısticas Descritivas
Estat´
ıstica
...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Evidˆncias
e

Estat´
ısticas Descritivas
Estat´
ıstica
M´dia
e
Median...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Evidˆncias
e
Resultados: Idade

Notas: Idade (Eixo Horizontal); IFR (Eixo Vertical)...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e
Resultados: Sexo

Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es
a
Economia Experiment...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e
Resultados: Educa¸˜o
ca

Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es
a
Economia Exp...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Evidˆncias
e
Resultados: Orienta¸˜o Pol´
ca
ıtica

Palestrante: Matheus Albergaria ...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Conclus˜es
o

Nosso experimento de hoje disse muito so...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Conclus˜es
o
Possibilidades Futuras:
1. Refazer experi...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Conclus˜es
o

Experimentos possuem clara fun¸˜o did´tica.
ca
a
Alunos...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Referˆncias
e

ANDREONI, J. Why free ride? Strategies ...
Objetivos

Motiva¸˜o
ca

Evidˆncias
e

Conclus˜es
o

Referˆncias
e

Obrigado!
Matheus Albergaria de Magalh˜es
a
matheus.al...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Economia Experimental: um recurso didático.

334 visualizações

Publicada em

Apresentação para a Disciplina “Formação Econômica do Brasil” (Professor Vladimir Camillo). Curso de Graduação em Economia. Universidade São Judas Tadeu (USJT), Unidade Mooca, São Paulo, 11 de Abril de 2013.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
334
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Economia Experimental: um recurso didático.

  1. 1. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Economia Experimental Um Recurso Did´tico a Matheus Albergaria de Magalh˜es a 11 de Abril de 2013 Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Referˆncias e
  2. 2. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Objetivos Apresentar breve introdu¸˜o da ´rea de Economia ca a Experimental. Enfatizar importˆncia did´tica de experimentos em sala de a a aula. Destacar potencial car´ter diferenciado da universidade para a a realiza¸˜o de experimentos. ca Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  3. 3. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Motiva¸˜o ca Iniciamos esta palestra com a realiza¸˜o de um experimento. ca Experimentos podem revelar importantes informa¸˜es sobre co comportamento humano. Adicionalmente, experimentos podem ter fun¸˜o did´tica. ca a Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  4. 4. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Motiva¸˜o ca Minha Meta: demonstrar que experimentos podem representar importante recurso did´tico nos dias de hoje. a Vantagens: 1. H´ mais facilidade para aprendermos novos conceitos quando a vivenciamos determinadas experiˆncias. e 2. Utiliza¸˜o de experimentos em sala de aula pode ser um ca diferencial da universidade no futuro. 3. Por incr´ que pare¸a, aprender Economia pode ser divertido! ıvel c Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  5. 5. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Economistas vˆm desenvolvendo experimentos h´ pelo menos e a 60 anos (Edward Chamberlin na d´cada de 1940). e ´ Areas de Economia Experimental e Economia Comportamental vˆm ganhando crescente destaque nas ultimas d´cadas e ´ e Prˆmios Nobel de Economia foram concedidos a economistas e trabalhando nestas ´reas (em 2002 e 2012). a Atualmente, experimentos s˜o utilizados tanto com fins a did´ticos quanto acadˆmicos. a e Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  6. 6. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Evidˆncias e Pioneiro na Utiliza¸˜o de Experimentos ca Edward Chamberlin (1899-1967) Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Referˆncias e
  7. 7. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Evidˆncias e Prˆmio Nobel de Economia de 2002 e Daniel Kahneman Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Vernon Smith Referˆncias e
  8. 8. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Evidˆncias e Prˆmio Nobel de Economia de 2012 e Alvin Roth Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Lloyd Shapley Referˆncias e
  9. 9. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e O experimento que realizamos hoje testa um comportamento espec´ ıfico. Experimento voltado para comportamentos oportunistas. H´ situa¸˜es onde indiv´ a co ıduos querem usufruir dos benef´ ıcios conjuntos de um bem sem ter de arcar com custos individuais associados. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  10. 10. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Bens P´blicos Puros: n˜o rivais e n˜o-excludentes. u a a Exemplos Cl´ssicos: farol mar´ a ıtimo, seguran¸a nacional c (Stiglitz 2000, cap.6). Outros Exemplos: metrˆ, vias urbanas, Parque do Ibirapuera, o etc. Como, em muitos casos, iniciativa privada n˜o tem incentivos a para prover bens p´blicos, esta acaba sendo uma justificativa u para interven¸˜o governamental na economia. ca Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  11. 11. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Evidˆncias e Problema: provis˜o de bens p´blicos exige que sociedade a u contribua para seu financiamento. Questionamento em n´ individual: ”por que eu deveria ıvel contribuir se o bem ser´ ofertado de qualquer maneira?”. a Em situa¸˜es assim, pessoas tˆm incentivos a agir como co e free-riders (”caronas”). Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Referˆncias e
  12. 12. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Insight: podemos testar a ocorrˆncia deste tipo de e comportamento em um ambiente controlado. No caso, vamos simular uma situa¸˜o onde indiv´ ca ıduos tenham a oportunidade de contribuir voluntariamente para a provis˜o a de um bem p´blico. u Como fazer isto? Acabamos de fazˆ-lo a partir de nosso experimento inicial. e Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  13. 13. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Evidˆncias e ´ Indice Free Rider (IFR) (Leuthold 1993): IFR = (Investimento no Ativo A)/R$100 Detalhe: IFR varia entre 0 e 1. Quanto mais pr´ximo de 1, maior a ocorrˆncia de o e comportamentos do tipo free rider (”carona”). Vamos analisar resultados do mesmo experimento, embora aplicado a outra turma de gradua¸˜o (curso de Economia). ca Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Referˆncias e
  14. 14. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Resultados do Experimento: 1. IFR M´dio: 0,57. e 2. IFR Mediano: 0,60. 3. Moda (IFR): 1,00. Conclus˜o: maior parte da turma exibiu comportamento free a rider. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  15. 15. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Estat´ ısticas Descritivas Estat´ ıstica M´dia e Mediana Moda M´ximo a M´ ınimo Idade 20,00 20,00 20,00 21,00 19,00 Sexo 0,60 1,00 1,00 1,00 0,00 Educa¸˜o ca 0,70 1,00 1,00 1,00 0,00 Pol´ ıtica 1,38 1,50 2,00 2,00 0,00 Notas: foram utilizadas vari´veis categ´ricas para as seguintes caracter´ a o ısticas: Sexo (F = 0; M = 1); Educa¸˜o (Escola P´blica = 0; Escola Privada = 1); ca u Pol´ ıtica (Esquerda = 0; Centro = 1; Direita = 2). Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  16. 16. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Evidˆncias e Estat´ ısticas Descritivas Estat´ ıstica M´dia e Mediana Moda M´ximo a M´ ınimo Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Ativo A 56,50 60,00 100,00 100,00 0,00 Ativo B 43,50 40,00 0,00 100,00 0,00 Referˆncias e
  17. 17. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Evidˆncias e Resultados: Idade Notas: Idade (Eixo Horizontal); IFR (Eixo Vertical). Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Conclus˜es o Referˆncias e
  18. 18. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Resultados: Sexo Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e
  19. 19. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Resultados: Educa¸˜o ca Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e
  20. 20. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Evidˆncias e Resultados: Orienta¸˜o Pol´ ca ıtica Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Conclus˜es o Referˆncias e
  21. 21. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Conclus˜es o Nosso experimento de hoje disse muito sobre comportamento humano. Adicionalmente, nos permitiu aprender conceitos econˆmicos o espec´ ıficos em um dado intervalo de tempo. Mas, ainda h´ diversas possibilidades relacionadas ` utiliza¸˜o a a ca de experimentos na universidade. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  22. 22. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Conclus˜es o Possibilidades Futuras: 1. Refazer experimento atual com turmas maiores. 2. Realizar experimentos relacionados a outros conceitos econˆmicos (e.g., mercados, leil˜es, vota¸˜o, etc.). o o ca 3. Fazer experimentos de campo (field experiments), aproveitando vantagens estrat´gicas da universidade (e.g., e biblioteca, cantina, etc.). 4. Chamar profissionais (e.g., ex-alunos, CEOs, etc.) de distintas ´reas para participar de experimentos. a Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  23. 23. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Conclus˜es o Experimentos possuem clara fun¸˜o did´tica. ca a Alunos: aulas podem ser mais dinˆmicas e divertidas, com a aprendizado passando a ter car´ter ativo. a Professores: tendˆncia crescente a realizar experimentos e dentro e fora de sala de aula no futuro. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental Referˆncias e
  24. 24. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Referˆncias e ANDREONI, J. Why free ride? Strategies and learning in public goods experiments. Journal of Public Economics, v.37, n.3, p.291-304, Dec.1988. LEUTHOLD, J.H. A free rider experiment for the large class. Journal of Economic Education, v.24, n.3, p.353-363, 1993. STIGLITZ, J.E. Economics of the public sector. 3 ed. New York: W. W. Norton & Company, 2000. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental
  25. 25. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Obrigado! Matheus Albergaria de Magalh˜es a matheus.albergaria.magalhaes@gmail.com http://www.sites.google.com/site/malbergariademagalhaes Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Economia Experimental

×