Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Aplica¸oes Criativas em Economia
c˜
Aula 6 - Cidades
Mathe...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Organiza¸˜o
ca

Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclu...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Objetivos

Introduzir temas de estudo da ´rea de Economia ...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Motiva¸˜o
ca
Cidade de S˜o Paulo
a

Fonte: Google Imagens ...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Motiva¸˜o
ca
Trˆnsito em S˜o Paulo
a
a

Fonte: Google Imag...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Motiva¸˜o
ca
Pessoas em S˜o Paulo (Avenida Paulista)
a

Fo...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
S˜o Paulo: maior cidade da Am´rica do Sul.
a
...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Afinal, o que faz com que tantas pessoas do Br...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Ou seja, notamos que h´ vantagens e desvantag...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
O que ´ uma cidade?
e

Fonte: Google Imagens ...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Cidades nada mais s˜o que densas aglomera¸˜es...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Na verdade, parece haver uma rela¸˜o de compl...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e

Nos ultimos anos, economistas vˆm tentando e...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Lei de Zipf: h´ uma rela¸˜o inversa de propor...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Lei de Zipf - Estados Unidos, Ano de 1991

Fo...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Teste Emp´
ırico da Lei de Zipf - Cidades do ...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e
Teste Emp´
ırico da Lei de Zipf - Esp´
ırito ...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Evidˆncias
e

Mas, uma cidade como S˜o Paulo apresenta esp...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Conclus˜es
o
Problemas urbanos s˜o cada vez mais constante...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Referˆncias
e

GABAIX, X. Zipf’s Law for cities: an explan...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Referˆncias
e

˜
MAGALHAES, M.A.; TOSCANO, V.N. Hierarquia...
Objetivos
Motiva¸˜o
ca
Evidˆncias
e
Conclus˜es
o
Referˆncias
e

Obrigado!
Matheus Albergaria de Magalh˜es
a
matheus.alberg...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Curso Aplicações Criativas em Economia (Aula 6 - "Cidades")

222 visualizações

Publicada em

Matheus Albergaria de Magalhães - Curso Aplicações Criativas em Economia. Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FACESP/FECAP), Campus Liberdade, São Paulo, 28 de Janeiro a 1º de Fevereiro de 2013.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
222
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso Aplicações Criativas em Economia (Aula 6 - "Cidades")

  1. 1. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Aplica¸oes Criativas em Economia c˜ Aula 6 - Cidades Matheus Albergaria de Magalh˜es a 31 de Janeiro de 2013 Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  2. 2. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Organiza¸˜o ca Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  3. 3. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Objetivos Introduzir temas de estudo da ´rea de Economia Urbana. a ˆ Enfase sobre cidades, com destaque para S˜o Paulo. a Chamar aten¸˜o para a importˆncia de problemas urbanos no ca a caso da capital paulistana. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  4. 4. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Motiva¸˜o ca Cidade de S˜o Paulo a Fonte: Google Imagens . Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  5. 5. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Motiva¸˜o ca Trˆnsito em S˜o Paulo a a Fonte: Google Imagens . Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  6. 6. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Motiva¸˜o ca Pessoas em S˜o Paulo (Avenida Paulista) a Fonte: Google Imagens . Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  7. 7. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e S˜o Paulo: maior cidade da Am´rica do Sul. a e Constantes reclama¸˜es dos habitantes: co 1. Congestionamentos de Trˆnsito. a 2. Filas e Tempo de Espera. 3. Seguran¸a P´blica. c u 4. Alto Custo de Vida. Ainda assim, chama aten¸˜o o fato de que S˜o Paulo ca a continua sendo uma cidade extremamente populosa. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  8. 8. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Afinal, o que faz com que tantas pessoas do Brasil (e mundo) inteiro queiram viver na cidade de S˜o Paulo? a Alguns benef´ ıcios esperados: 1. Oportunidades de emprego e investimento. 2. Oportunidades educacionais e de forma¸˜o profissional. ca 3. Diversidade Cultural e Interpessoal. 4. Gastronomia de n´ internacional. ıvel Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  9. 9. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Ou seja, notamos que h´ vantagens e desvantagens em morar a na capital paulistana. Na verdade, este ´ um fato comum a grandes cidades do e mundo (Nova Iorque, Los Angeles, T´quio, Madrid, Cidade do o M´xico, etc.). e Observamos, ao mesmo tempo, a opera¸˜o de for¸as de ca c atra¸˜o (centr´ ca ıpetas) e repuls˜o (centr´ a ıfugas) de pessoas e empresas das grandes cidades. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  10. 10. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e O que ´ uma cidade? e Fonte: Google Imagens . Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  11. 11. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Cidades nada mais s˜o que densas aglomera¸˜es de pessoas e a co firmas (Glaeser 1998). Ao contr´rio do que alguns autores previram nas d´cadas de a e 1980 e 1990, novas formas de tecnologia de informa¸˜o (e.g., ca Internet) n˜o acabaram com as cidades. a Ainda assim, por que tantas pessoas continuam convivendo em cidades como S˜o Paulo? a Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  12. 12. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Na verdade, parece haver uma rela¸˜o de complementariedade ca (e n˜o substitui¸˜o) entre cidades e tecnologia. a ca Por que isto ocorre? Porque cidades correspondem a sofisticadas centrais de gera¸˜o e difus˜o de informa¸˜es e id´ias. ca a co e Conclus˜o: gente precisa de gente. a Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  13. 13. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Nos ultimos anos, economistas vˆm tentando entender ´ e processos diferenciados de crescimento entre cidades (Glaeser 1998; Quigley 1998). Afinal, por que algumas cidades crescem mais que outras? Quais s˜o os fatores subjacentes `s diferen¸as observadas? a a c Primeiro passo: identifica¸˜o de regularidades emp´ ca ıricas. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  14. 14. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Lei de Zipf: h´ uma rela¸˜o inversa de proporcionalidade entre a ca tamanho e posi¸˜o em um ranking decrescente de cidades. ca Implica¸˜o: se esta lei for v´lida, observaremos um ca a ordenamento das cidades, onde a segunda colocada no ranking tem metade do tamanho da primeira; a terceira tem um ter¸o do tamanho da primeira, e assim por diante. c Quando esta lei n˜o for v´lida, podemos ter padr˜es a a o diferenciados de crescimento e, em alguns casos, distribui¸˜o ca desigual dos habitantes de um estado em suas cidades. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  15. 15. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Lei de Zipf - Estados Unidos, Ano de 1991 Fonte: Gabaix (1999, Fig.1, p.740). Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  16. 16. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Teste Emp´ ırico da Lei de Zipf - Cidades do Mundo Fonte: Google Imagens . Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  17. 17. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Teste Emp´ ırico da Lei de Zipf - Esp´ ırito Santo, 1999 e 2007 Fonte: Magalh˜es e Toscano (2011, Gr´f.8, p.137). a a Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  18. 18. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Evidˆncias e Mas, uma cidade como S˜o Paulo apresenta especificidades a que a tornam diferenciada no contexto global (Glaeser 2011). Desafio: pensarmos em maneiras de melhorar o funcionamento e a convivˆncia na cidade. e Detalhe: a¸˜es individuais podem ter consequˆncias em n´ co e ıvel agregado. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  19. 19. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Conclus˜es o Problemas urbanos s˜o cada vez mais constantes em nossa a vida. Cidades como S˜o Paulo apresentam, ao mesmo tempo, a amplas vantagens e desvantagens. Desafio: pensarmos em maneiras de gerar mais vantagens que desvantagens ao longo do tempo. Oportunidade: quanto mais problemas observarmos no cotidiano das cidades, mais id´ias poderemos ter. e Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  20. 20. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Referˆncias e GABAIX, X. Zipf’s Law for cities: an explanation. Quarterly Journal of Economics, v.114, n.3, p.739-767, Aug.1999. GLAESER, E.L. Are cities dying? Journal of Economic Perspectives, v.12, n.2, p.139-160, Spring 1998. GLAESER, E.L. Os centros urbanos: a maior inven¸˜o da humanidade. ca Rio de Janeiro: Campus/Elsevier, 2011. 333p. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  21. 21. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Referˆncias e ˜ MAGALHAES, M.A.; TOSCANO, V.N. Hierarquia Urbana e Polariza¸˜o ca Populacional: um estudo a partir de cidades do Esp´ ırito Santo. In: FERRARI, M.A.R.; ARTHMAR, R. (Orgs.). Novas Leituras sobre a Economia do Esp´ ırito Santo. Vit´ria: PPGEco/CORECON-ES, 2011, o p.121-146. QUIGLEY, J.M. Urban diversity and economic growth. Journal of Economic Perspectives, v.12, n.2, p.127-138, Spring 1998. Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co
  22. 22. Objetivos Motiva¸˜o ca Evidˆncias e Conclus˜es o Referˆncias e Obrigado! Matheus Albergaria de Magalh˜es a matheus.albergaria.magalhaes@gmail.com http://www.sites.google.com/site/malbergariademagalhaes Palestrante: Matheus Albergaria de Magalh˜es a Aplica¸˜es Criativas em Economia co

×