Crise de sucessão

1.547 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.547
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crise de sucessão

  1. 1. A CRISE DESUCESSÃO E AUNIÃO DINÁSTICA
  2. 2. ÍndiceIntrodução;Circunstâncias que levaram a crise deSucessão em 1580;Candidatos ao trono português em 1580 e osseus apoios;Promessas do rei Filipe I , em 1581;Conclusão;
  3. 3. IntroduçãoEste trabalho consiste em ficarmos a perceber melhor o que se passou para Portugal , em 1580 , passar por uma crise de sucessão.
  4. 4. Circunstâncias que levaram a crise de sucessão em 1580A morte do jovem rei de Portugal D.Sebastião na Batalha de Alcácer-Quibir levou auma crise de sucessão já que o primeiro não teriadeixado descendência pela sua tenra idade.Nas vésperas da perda da união dinástica o paísdebatia-se com enormes problemasfinanceiros…Portugal perdera grandes lucros com aperda do monopólio do comercio dasespeciarias, ataques de pirataria, e os naufrágios quediminuíam muito os lucros que a Coroa Portuguesacolhia destes negócios.
  5. 5. Candidatos ao trono português e os seus apoios• Pelas leis da época, sucederia ao Rei o seu parente mais próximo, na tentativa de preservar o Sangue Real na administração do Reino; Em caso de parentes de igual proximidade, a preferência seria dada aos de sexo masculino. A verificar-se a concorrência de vários homens em igual grau de parentesco, seria escolhido o que fosse mais velho. Assim, os candidatos ao Trono de Portugal eram: - O Cardeal- Rei D. Henrique I ; - Rainúncio Farnese, Duque de Parma; - Catarina, Duquesa de Bragança; Catarina- duquesa de Bragança
  6. 6. - Filipe II de Espanha; - Emanuel Filiberto, Duque de Sabóia; - João I, Duque de Bragança; - D.António ;João I -duque de Ranuccio I Farnésio - Filipe II- de Espanha D.António Bragança duque de Parma
  7. 7. Promessas do rei Filipe II, nas Cortes de 1581Filipe II é aclamado rei de Portugal nas cortes de Tomar de 1581.Inicia-se então o período em que Portugal esteve unido politicamente a Espanha, durante 60 anos, e que ficou conhecido como "domínio filipino" (reinados de Filipe II, III e IV).Nessas cortes, Filipe II fez várias promessas:
  8. 8. Respeitar as liberdades, privilégios, usos e costumes da monarquia portuguesa;Reunir sempre Cortes em Portugal e manter todas as leis portuguesas e a moeda;
  9. 9. Os cargos de governo deveriam ser mantidos por portugueses;O comércio da Índia e da Guiné apenas poderia ser feito por portugueses;A língua nos documentos e actos oficiais continuaria a ser o português.
  10. 10. • Trabalho realizado por : Beatriz Couto nº3 Maria Silva nº16 Raquel Cordeiro nº18

×