União ibérica

14.636 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

União ibérica

  1. 1. União Ibérica
  2. 2. O que foi a União Ibérica? Foi a união entre os Estados de Portugal e Espanha durante o período que se estendeu de 1580 a 1640. O rei D. Sebastião,cheio de espírito cruzadista, tentou conquistar o Marrocos no ano de 1578. Foi a famosa batalha de Alcácer-Quibir, entre os Portugueses liderados por D. Sebastião, e os mouros de Marrocos. Dela resultou a derrota dos portugueses e o desaparecimento do próprio D. Sebastião, precipitando a crise dinástica de 1580, e o nascimento do mito do Sebastianismo. Com a derrota das tropas portuguesas e o desaparecimento do rei, a Espanha se aproveitou e invadiu Portugal. Os lusitanostentaram resistir, mas sua luta foi em vão. Assim, no ano de 1580 começou a União Ibérica e o reinado dos reis felipes (II, III e IV) sobre Portugal e Brasil. No que se refere ao Brasil, tal união não fez muita diferença, já que os administradores portugueses continuaram em seus cargos. Para Portugal tal união causou grandes prejuízos.
  3. 3. Período em que Portugal e suas colônias foi controlado pelaEspanha.A União Ibérica foi a união da Coroa Portuguesa com a CoroaEspanhola, dominação esta que durou de 1580 a 1640.A nomeação de um espanhol como Rei de Portugal fez com quetodos os portugueses passassem a ser suditos da CoroaEspanhola.A União Ibérica teve como uma das principais consequências, odescumprimento do Tratado de Tordesilhas.Com a morte do Rei Português Dom Sebastião I, o Cardeal DomHenrique assumiu o governo de forma provisória. De idade jáavançada Dom Henriquetambém morreria logo em seguidadeixando Portugal numa crise sucessória.
  4. 4. O parente mais próximo do falecido monarca lusitano era o também monarcaFelipe II da Espanha. D. Catarina, duquesa de Bragança, e Dom Antônio, Prior do Crato tambêm se candidataram ao cargo de regente mas nada puderam fazer quando as tropas espanholas invadiram Lisboa afim de intimidar aqueles que eram contrários a nomeação de Felipe II como novo governante português.Felipe II foi considerado legítimo herdeiro de Dom Sebastião, conquistando o direito desentar no trono lusitano. Em Portugal o Rei Espanhol passou a ser chamado de Felipe I. Em 1580 Felipe II assumiu a Coroa Portuguesa tornando-se senhor de um vastoterritório que passou a englobar também o recém descoberto Continente Americano.
  5. 5. Como consequência desta união, os colonos portugueses daAmérica passaram a transpor a Linha imaginária de Tordesilhas. Outro fator mais grave foi a quebra do acordo açucareiro entre Portugal e Holanda. A Espanha que estava em guerracontra Holanda, fez com que os portugueses cortassem relaçõescomerciais com os Holandeses. Esse episódio acarretou a invasão do território brasileiro por parte da Companhia das Índias Ocidentais dando inicio a Guerra Luso-holandesa. As Invasões Holandesas visavam a conquista das áreas produtoras de açúcar do Brasil e dos portos africanos fornecedores de mão-de-obra escrava. Queriam com isso continuar com o lucrativo comércio de açúcar antes feito em parceria com Portugal.
  6. 6. Depois de serem repelidos na Capitania de Salvador, os Holandeses conseguiram com sucesso se instalar em Pernambuco.A Espanha não estava em guerra somente com a Holanda mas sim com quase todos os países europeus que adotaram religiões protestantes. Toda a riqueza ouriunda das Américas foi gasta para a criação de um exército que tinha como principal arma uma Esquadra Naval que ficou conhecida como Invencível Armada Espanhola. Assim como a Espanha, Portugal foi arrastado a uma crise econômica originada dos altos gastos que os espanhóis faziam para o esforço de guerra.Cansados dessa situação os portugueses se rebelaram contra o dominação espanhola. Em 1640 a União Ibérica chegaria ao fim com ascensão da Dinastia de Bragança ao poder português, tendo D. João IV como o primeiro Rei desta Dinastia. Anos depois os Holandeses seriam expulsos do Brasil com ajuda de nativos e colonos brasileiros já descontentes com a administração holandesa.
  7. 7. O fim da União IbéricaAo abraçar o mundo, a Espanha incorporou-se aos problemas do mundo. Felipe II, que morreu em 1598, estabelecera uma luta de vida e morte em três frentes externas. Na frente Mediterrânea enfrentou o Império turco otomano, o infiel muçulmano. Na frente Atlântica, o Reino da Inglaterra e a República Holandesa, refúgioda heresia protestante. Na frente do Novo Mundo, o paganismo e o fetichismo das civilizações e das nações indígenas. O soldado espanhol do Tércio foi transformado em apóstolo, em defensor evingador da fé, e em agente da conversão religiosa. Um fronte de lutas deste, espalhado por três continentes, distante milhares de quilômetros de Madri, em terras onde a paz nunca se punha, exauriu os recursos do tesouro real. Não havia metal precioso nem gente suficiente para dar conta daquilo tudo. O resultado foi a depauperação do reino. Corolário da decadênciafoi até a fraqueza pessoal dos outros dois Felipes, o III e o IV, reisde fancaria, cuja atuação pífia possivelmente inspirou o Monólogo de Segismundo, de Calderón de la Barca, que dizia:
  8. 8. Consequências da União Ibérica* A ruptura prática da linha de Tordesilhas;* O Brasil começou a sofrer investidas dos maioresadversários da Espanha: Inglaterra, França e Holanda;* A aplicação das Ordenações Filipinas;* Em 1621, o Brasil foi dividido em dois Estados: Estado doMaranhão, com capital em São Luís e depois Belém;* Estado do Brasil (do Rio Grande do Norte ao Rio Grande doSul), tendo como capital, Salvador;* As invasões holandesas no Nordeste brasileiro, devido àguerra entre Espanha e Holanda;
  9. 9. * Criação do Conselho das Índias (1604), para fortalecer asfiscalização das colônias;* A decadência econômica e política do reino lusitano, quepassa a depender, cada vez mais, da Inglaterra.O povo português ficou revoltado, nada podendo fazer paraevitar que Felipe II subornasse as autoridades do Reino, até omomento em que as Cortes o aclamaram Rei de Portugal, como nome de Felipe I.

×