Adriano Francis Dorigan Adrielle Rodrigues PratesAna Beatriz Dilena Spadoni     Kassia Karoline Vieira      Luis Aurelio S...
 Intemperismo, também   conhecido como meteorização, é o conjunto de fenômenos físicos e químicos que levam à degradação ...
O intemperismo consiste datransformação das rochas em materiaismais estáveis em condições físico-químicas diferentes daqu...
A  natureza e efetividade dos processos  de intemperismo dependem  principalmente de três grupos de  variáveis: Condiçõe...
O intemperismo pode ser causado por processos: Físico. Químico. Biológico.
 CLIMA RELEVO ROCHA   PARENTAL TEMPO   DE EXPOSIÇÃO FAUNA   e FLORA
 As rochas ígneas são formadas pela consolidação do magma. O magma consiste de uma fusão predominantemente silicatada, mó...
 Asrochas sedimentares são formadas através da deposição e consolidação de sedimentos. Sedimentos são materiais originado...
 Pedogênese  é o processo no qual determinado solo é formado, assim como suas características e sua evolução na paisagem.
 Clima Organismos Relevo Material   de origem Tempo
   Pode se salientar sobre os horizontes do solo,    onde um corte recente de estrada ou    escavação expõe perfis vertic...
 1-Químico    (água)- De acordo com as condições  do local, a água provoca grandes sulcos que  podem atingir centenas de ...
 produz os solos mais férteis do mundo.  Caracterizado por rochas que perdem alguns de seus nutrientes  essenciais para ...
•   Variação de temperatura;•   Congelamento da água;•   Cristalização de sais; e•   Atividades de seres vivos.
• Variações de temperatura ao longo dos dias enoites e ao longo das diferentes estações do ano;Fragmentação dos grãos mine...
•O congelamento da água nas fissurasdas rochas, exerce pressão nas paredes.
•A cristalização de sais dissolvidos nas águas;•Os sais mais comuns que se precipitam nasfissuras das rochas são cloretos,...
• Outro efeito do deste intemperismo sãoas juntas de alívio;• O intemperismo físico abre caminho efacilita o intemperismo ...
O  porque da ocorrência do  intemperismo químico. (Principais  Agentes) A importância do intemperismo  químico. Causado...
ÁGUA DA CHUVA - PRESENÇA DE CO2 (Gás Carbônico)DISSOLVIDO NA ÁGUA ORIGINA O ÁCIDO CARBONICO (H2CO3)
 Principal          agente do intemperismo Químico: Água da chuva. (H+) e (OH-).          REAÇÃO CLÁSSICA:              ...
 AlteraçõesQuímicas nas rochas: Reações em solução de pH entre 5 e 9. Hidratação/Desidratação Dissolução Oxidação e R...
1.Na Superfície dos Grãos2.Na estruturaCaSO4+ 2 H2O → CaSO4.2H2O
Exemplo de uma hidratação:Fe2O3 + 3 H2O → 2 Fe(OH)3Hematita → limoniteExemplo de desidratação:CaSO4.2H2O → CaSO4 + 2 H2OGe...
2FeSiO3 + 5H2O + 1/2O2 → 2FeOOH + 2H4SiO4 (piroxênio)            (goethita)
 Reação  Fundamental de Intemperismo dos Silicatos:→ Ácido + Base → Sal + Água    ↓    ↓     ↓  Fraco Forte Silicato
HIDRÓLISE TOTAL-Altilização       Ferralitização                                    laterizaçãoKAlSi3O8+ 8 H2O → Al(OH) 3↘...
 Formação  de ácidos orgânicos pela decomposição incompleta da matéria orgânica e diminuindo muito o pH (pH < 5).Em condi...
 Solubilizaçãocompleta do mineral. Minerais com uma alta solubilidade.DISSOLUÇÃO DO CALCÁRIO:H20 + CO2 → H2CO3H2CO3 + Ca...
Minera Minerais da rocha      Meteorização       Produtosis     mãe                    QuímicaMinerai Quartzo             ...
A característica do ambiente influenciam noprocesso do intemperismo, diante de suanatureza, velocidade e intensidade. Pois...
Material parentalClimaTopografiaBiosfera
Esse item se refere basicamente sobre anatureza dos minerais formadores das rochas,em relação a sua resistência diante da ...
Representa a sequencia normal deestabilidade dos principais minerais frenteao intemperismo tantos os mineraissilicatos qua...
É o fator que, isoladamente, mais influencia nointemperismo. Os dois mais importantes fatoresclimáticos, precipitação e te...
O tipo e a intensidade do intemperismopodem ser relacionados com atemperatura, pluviosidade e vegetação. Ointemperismo quí...
A topografia regula a velocidade noescoamento superficial das aguas dachuva importante componente deintemperismo químico.A...
 A: Boa infiltração e boa drenagem  favorecem o intemperismo químico. B: Boa infiltração e má drenagem  desfavorecem o i...
A biosfera e o importante fator que altera a agua, poisa matéria orgânica no solo decompõe-se, liberandoCO2, diminuindo o ...
O tempo é um fator necessário para o processo deintemperismo, mas ela não anda sozinha, ela sempretem que esta acompanhada...
   Para o Agrônomo ou para o Agricultor, o solo é o meio necessário    para o desenvolvimento das plantas, enquanto para ...
   Os solos podem ser argilosos ou arenosos (variações texturais),    podem ser vermelhos, amarelos ou cinza esbranquiçad...
   Na porção mais superficial do perfil de alteração, o saprófito, sob    a ação dos fatores que controlam a alteração in...
   A classificação dos solos pode ser feita segundo diferentes    critérios. A ênfase na utilização de critérios genético...
   Os solos tropicais são geralmente empobrecidos quimicamente,    como reflexo de uma composição dominada por minerais  ...
   No Brasil, os latossolos são, de longe, os solos mais importantes do    ponto de vista da representação geográfica.  ...
   Por ser um recurso finito e não renovável, podendo levar milhares    de anos para tornar-se terra produtiva, o solo, u...
ÓTIMO FERIADO A TODOS!!!!!!
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Intemperismo apresentação

20.755 visualizações

Publicada em

apresentação de Geologia, sobre intemperismo.. imtemperismo fisico, quimico e biologico..

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20.755
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
483
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Intemperismo apresentação

  1. 1. Adriano Francis Dorigan Adrielle Rodrigues PratesAna Beatriz Dilena Spadoni Kassia Karoline Vieira Luis Aurelio Sanches Maira Caroline Terçariol
  2. 2.  Intemperismo, também conhecido como meteorização, é o conjunto de fenômenos físicos e químicos que levam à degradação e enfraquecimento das rochas Ocorrein situ, ou seja, sem deslocamento do material.
  3. 3. O intemperismo consiste datransformação das rochas em materiaismais estáveis em condições físico-químicas diferentes daquelas em queelas se originaram.
  4. 4. A natureza e efetividade dos processos de intemperismo dependem principalmente de três grupos de variáveis: Condições climáticas. Propriedades dos materiais. Variáveis locais.
  5. 5. O intemperismo pode ser causado por processos: Físico. Químico. Biológico.
  6. 6.  CLIMA RELEVO ROCHA PARENTAL TEMPO DE EXPOSIÇÃO FAUNA e FLORA
  7. 7.  As rochas ígneas são formadas pela consolidação do magma. O magma consiste de uma fusão predominantemente silicatada, móvel, de alta temperatura, proveniente do interior do globo terrestre. As lavas são magmas que atingem a superfície através de cavidades vulcânicas.
  8. 8.  Asrochas sedimentares são formadas através da deposição e consolidação de sedimentos. Sedimentos são materiais originados da destruição e alteração de rochas pré-existentes. Assim, a formação de uma rocha sedimentar decorre de uma sucessão de eventos, que constituem o chamado ciclo sedimentar.
  9. 9.  Pedogênese é o processo no qual determinado solo é formado, assim como suas características e sua evolução na paisagem.
  10. 10.  Clima Organismos Relevo Material de origem Tempo
  11. 11.  Pode se salientar sobre os horizontes do solo, onde um corte recente de estrada ou escavação expõe perfis verticais do solo, frequentemente notam-se camadas denominadas horizontes. Um perfil de solo generalizado, e um tanto simplificado, tem quatro divisões principais, além do R (Rocha Consolidada) e do E , são eles: Horizontes O, A, B e C, o horizonte A tem duas subdivisões (A1 e A2). Alinhados em ordem descendente a partir da superfície do solo.
  12. 12.  1-Químico (água)- De acordo com as condições do local, a água provoca grandes sulcos que podem atingir centenas de metros de profundidade . Exemplo: Cânion Yarlung Tsangpo,Tibete 2-Físico (temperatura)-É o processo de fragmentação das rochas a partir de agentes físicos como as variações da temperatura (dilatação e contração), a ação do gelo e dos ventos. 3- Biológico (vegetação)- Produzido pelas bactérias, produzindo a decomposição biótica de materiais orgânicos.
  13. 13.  produz os solos mais férteis do mundo. Caracterizado por rochas que perdem alguns de seus nutrientes essenciais para organismos vivos e plantas que crescem em sua superfície. Os rizoides das plantas mantém um campo carregado de íons H+ ao redor de seus pelos absorventes. Principais agentes do intemperismo biológico: Enterramento de dejetos animais mais importantes dos agentes são as raízes das árvores.
  14. 14. • Variação de temperatura;• Congelamento da água;• Cristalização de sais; e• Atividades de seres vivos.
  15. 15. • Variações de temperatura ao longo dos dias enoites e ao longo das diferentes estações do ano;Fragmentação dos grãos minerais.•Mudança cíclica de umidade;Enfraquecimento e fragmentação das rochas.
  16. 16. •O congelamento da água nas fissurasdas rochas, exerce pressão nas paredes.
  17. 17. •A cristalização de sais dissolvidos nas águas;•Os sais mais comuns que se precipitam nasfissuras das rochas são cloretos, sulfatos ecarbonatos.
  18. 18. • Outro efeito do deste intemperismo sãoas juntas de alívio;• O intemperismo físico abre caminho efacilita o intemperismo químico.
  19. 19. O porque da ocorrência do intemperismo químico. (Principais Agentes) A importância do intemperismo químico. Causado pela transformação Químicas: Água, Ácidos, Gases. Importância da temperatura. Minerais se dissolvem, deixando de ser rocha.
  20. 20. ÁGUA DA CHUVA - PRESENÇA DE CO2 (Gás Carbônico)DISSOLVIDO NA ÁGUA ORIGINA O ÁCIDO CARBONICO (H2CO3)
  21. 21.  Principal agente do intemperismo Químico: Água da chuva. (H+) e (OH-).  REAÇÃO CLÁSSICA: Condições do meioMineral I+ Sol. Ataque Mineral II + S. Percolada chuva,temp.,pH ,topog.,fluxo
  22. 22.  AlteraçõesQuímicas nas rochas: Reações em solução de pH entre 5 e 9. Hidratação/Desidratação Dissolução Oxidação e Redução Hidrólise pH menor do que 5, é considerado: Acidólise
  23. 23. 1.Na Superfície dos Grãos2.Na estruturaCaSO4+ 2 H2O → CaSO4.2H2O
  24. 24. Exemplo de uma hidratação:Fe2O3 + 3 H2O → 2 Fe(OH)3Hematita → limoniteExemplo de desidratação:CaSO4.2H2O → CaSO4 + 2 H2OGesso → Anidrite
  25. 25. 2FeSiO3 + 5H2O + 1/2O2 → 2FeOOH + 2H4SiO4 (piroxênio) (goethita)
  26. 26.  Reação Fundamental de Intemperismo dos Silicatos:→ Ácido + Base → Sal + Água ↓ ↓ ↓ Fraco Forte Silicato
  27. 27. HIDRÓLISE TOTAL-Altilização Ferralitização laterizaçãoKAlSi3O8+ 8 H2O → Al(OH) 3↘+ 3 H4SiO4+ K+ + OH- gibbsitaHIDRÓLISE PARCIAL-Sialitização Lateritização
  28. 28.  Formação de ácidos orgânicos pela decomposição incompleta da matéria orgânica e diminuindo muito o pH (pH < 5).Em condições de pH < 3, a acidólise é total:KAlSi3O8(K Feldspato) + 4H + + 4 H2O →3 H4SiO4 + Al3 + + K +
  29. 29.  Solubilizaçãocompleta do mineral. Minerais com uma alta solubilidade.DISSOLUÇÃO DO CALCÁRIO:H20 + CO2 → H2CO3H2CO3 + CaCO3 → Ca(HCO3)2
  30. 30. Minera Minerais da rocha Meteorização Produtosis mãe QuímicaMinerai Quartzo Não se alteram Resíduos doss Moscovita minerais estáveisEstáveis Minerais de ArgilaMinerai Feldspatos Comp. Solúveis Removidos ems Piroxenas soluções.Instávei Anfibólios Comp. Insolúveis Resíduos des Biotita novos minerais: Carbonatos minerais de argila, óxido de ferro
  31. 31. A característica do ambiente influenciam noprocesso do intemperismo, diante de suanatureza, velocidade e intensidade. Pois ointemperismo não ocorre de forma homogeniapor toda a terra.
  32. 32. Material parentalClimaTopografiaBiosfera
  33. 33. Esse item se refere basicamente sobre anatureza dos minerais formadores das rochas,em relação a sua resistência diante da açãodo intemperismo. Rochas silicaticas como ogranito é mais resistente a alteração que umarocha carbonática, como o mármore.Outro fator que possamos relacionar com omaterial parental é a textura das rochas, poispode permitir mais ou menos infiltração,onde as rochas com arranjo mais compactoalteram menos que as menos compactas.
  34. 34. Representa a sequencia normal deestabilidade dos principais minerais frenteao intemperismo tantos os mineraissilicatos quanto os não silicatos. Portantoentra os minerais formadores de rochasalguns são mais suscetíveis a alteraçõesque outros.
  35. 35. É o fator que, isoladamente, mais influencia nointemperismo. Os dois mais importantes fatoresclimáticos, precipitação e temperatura, onderegulam a natureza e a velocidade das reações.O clima é preponderante na determinação dotipo e eficácia do intemperismo. Quanto mais adisponibilidade de agua e a sua renovaçãomais completas serão as reações químicasalém do que a tambem temperatura condicionaa ação da agua que acelera as reações eaumenta a evaporação diminuindo aquantidade de agua para a lixiviação dosprodutos solúveis
  36. 36. O tipo e a intensidade do intemperismopodem ser relacionados com atemperatura, pluviosidade e vegetação. Ointemperismo químico é mais pronunciadonos trópicos. Nas regiões polares e nosdesertos, o intemperismo é mínimo
  37. 37. A topografia regula a velocidade noescoamento superficial das aguas dachuva importante componente deintemperismo químico.As reações químicas do intemperismoocorrem mais intensamente noscomportamentos do relevo onde épossível boa infiltração da água,percolação por tempo de drenagempara lixiviação dos produtos solúveis.
  38. 38.  A: Boa infiltração e boa drenagem favorecem o intemperismo químico. B: Boa infiltração e má drenagem desfavorecem o intemperismo químico. C: Má infiltração e má drenagem desfavorecem o intemperismo químico e favorecem a erosão
  39. 39. A biosfera e o importante fator que altera a agua, poisa matéria orgânica no solo decompõe-se, liberandoCO2, diminuindo o pH das águas que infiltram no solo.Lembrando que a agua promove o intemperismoquímico. Com o PH baixo se torna o alumínio maissolúvel. Também através da Biosfera os microrganismo produzácidos orgânicos que são capazes de extrair muitoferro e alumínio dos silicatos, pois as moléculasorgânicas são capazes de complexar cátions dosminerais colocando em solução. Portanto FAUNA eFLORA fornecem matéria orgânica para reaçõesquímicas e remobilizam materiais
  40. 40. O tempo é um fator necessário para o processo deintemperismo, mas ela não anda sozinha, ela sempretem que esta acompanhada com outro fator decontrole. Pois em condições de intemperismo poucoalteráveis é necessário uma tempo maior que oprocesso do intemperismo seja mais visível.Pode se avaliar o tempo em que as rochas foramexpostas ao intemperismo pela datação dassuperfícies de aplainamento, mas considerando asdiferenças de velocidade do processo intempericopelo clima por exemplo. Os estudos da decomposiçãodas rochas em monumentos e edifícios também é útilna compreensão do fator tempo no fenômeno daalteração intempérica.
  41. 41.  Para o Agrônomo ou para o Agricultor, o solo é o meio necessário para o desenvolvimento das plantas, enquanto para o engenheiro é o material que serve para base ou fundação de obras civis; para o geólogo, o solo é visto como produto da alteração das rochas na superfície e assim por diante. O solo desempenha um papel fundamental por se tratar de um meio intermediário entre a fase sólida (rocha) e a líquida (água).
  42. 42.  Os solos podem ser argilosos ou arenosos (variações texturais), podem ser vermelhos, amarelos ou cinza esbranquiçados. Podem ser espessos (algumas dezenas de metros) ou rasos ( alguns poucos centímetros), podem apresentar-se homogêneos ou nitidamente diferenciados em horizontes.
  43. 43.  Na porção mais superficial do perfil de alteração, o saprófito, sob a ação dos fatores que controlam a alteração intempérica, sofre profundas e importantes modificações, o saprófito evolui através de reorganizações estruturais efetuadas por processos pedogenéticos, dando origem aos solos. Numa escala global, os principais agentes de remobilização dos materiais do solo (bioturbação) são os animais.
  44. 44.  A classificação dos solos pode ser feita segundo diferentes critérios. A ênfase na utilização de critérios genéticos, morfológicos ou morfogenéticos varia de país para país, o que da origem a diferentes classificações pedológicas.
  45. 45.  Os solos tropicais são geralmente empobrecidos quimicamente, como reflexo de uma composição dominada por minerais desprovidos dos elementos mais solúveis. Os solos tropicais representam ecossistemas frágeis, extremamente vulneráveis às ações antrópicas, e que sofrem de forma acentuada os efeitos de uma utilização que se dá por técnicas de manejo não adequadas.
  46. 46.  No Brasil, os latossolos são, de longe, os solos mais importantes do ponto de vista da representação geográfica. Outros tipos de solo ocorrem em função de peculiaridades das condições de formação e evolução pedológica, como o clima semiárido do Nordeste brasileiro, que condiciona a formação, de vertissolos e entissolos, segundo a “Soil Taxonomy” , já mencionada.
  47. 47.  Por ser um recurso finito e não renovável, podendo levar milhares de anos para tornar-se terra produtiva, o solo, uma vez destruídos na escala de tempo de algumas gerações, desaparece para sempre. Portanto, o solo é, sem dúvida, o recurso natural mais importante de um país, pois é dele que derivam os produtos para alimentar sua população.
  48. 48. ÓTIMO FERIADO A TODOS!!!!!!

×