Campanha Ler é Abraçar

578 visualizações

Publicada em

http://www.lereabracar.blogspot.com

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
578
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Campanha Ler é Abraçar

  1. 1. CAMPANHA LER É ABRAÇAR
  2. 2. Em 12 de janeiro de 2011 abateu sobre a região serrana do Rio de Janeiro a maior tragédia que o país já viu. Depois de fortes chuvas, muito deslizamento, enchentes assustadoras e grandes estragos, a população sofreu inúmeras perdas.O Instituto Ler é Abraçar, oficializado há 1 ano, a partir do Projeto Crianças de Lá e de Cá, apoiado pelo Instituto Oi Futuro, decidiu ampliar o seu espectro de atuação social subindo a serra fluminense e atendendo à população infantil, foco do seu trabalho, nos abrigos improvisados por toda a cidade de Teresópolis.
  3. 3. Entendíamos que apesar detantas necessidades básicas (água, comida, roupa e moradia), a população também precisava de escuta, apoio, atendimento afetivo e, sobretudo, ajuda para transformar o horrorvivido e seguir a vida adiante. As crianças precisavam de apoio estruturante para reinventarem a própria existência eacreditamos poder contribuir com as histórias, com a arte e com o vínculo afetivo que fomos construindo semanalmente com elas. Era o nosso jeito de investir na esperança.
  4. 4. Instituto Ler é Abraçar fez uma campanha para doação de livros e kits escolares.Com a força das redes sociais, conseguimos arrecadar aproximadamente 15 mil livros de literatura e 500 kits escolares.
  5. 5. Iniciamos o atendimento em cinco abrigos da regiãocentral de Teresópolis, além de outros em São José do Vale do Rio Preto e Vale do Cuiabá, regiões bastante destruídas.Assim que as famílias foram removidas dos abrigos, direcionamos o trabalhopara a região rural deTeresópolis, que tinha sido a mais afetada neste município. Chegamos emProvidência, Fazenda Alpina, Caleme, Santa Rita.
  6. 6. Acreditando no lema do Instituto de que a Arte é para chegar,entendemos ser necessárioamparar a todos, alunos e professores, nessa reconstrução da vida.
  7. 7. A força da ilustraçãoe de uma boa história Os livros chegaram de vários estados brasileiros Construção de uma Gibiteca na escola
  8. 8. Escolas destruídas Na Zona Rural Difícil acesso parachegar nas escolas. Equipe do InstitutoAtravessando a ponte: única maneira de chegar e andar 3kmaté a Escola Municipal Alice Suassuna
  9. 9. Escola adotada naRegião de Fazenda Alpina: apenas 53alunos retornaram Equipe do InstitutoLer é Abraçar com os educadores daE.M. Maria Mendes E.M. Alice Suassuna, escola isolada da região que atende as crianças que não conseguem atravessar a pontepara chegar à cidade.
  10. 10. Livros chegando nos abrigos da cidade Kits escolares completos para todos os alunos da escola Professorasrecebendo o acervo de livros que farão parte da nova biblioteca
  11. 11. Cinema para as crianças da escola da Zona Rural Crianças de um abrigo usando a rede para ler as notícias locaisCriança fotografando o seu dia no abrigo.
  12. 12. Participação do Instituto em eventos: Campanha na redeFacebook.com/institutolereabracar Twitter.com/lereabracar lereabracar.blogspot.com

×