AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE                                   EBI DA QUINTA DO CONDE                        ...
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE                                   EBI DA QUINTA DO CONDE                        ...
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE                                  EBI DA QUINTA DO CONDE                         ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arte digital clc.judite

371 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
371
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte digital clc.judite

  1. 1. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE EBI DA QUINTA DO CONDE CURSO EFA – NÍVEL SECUNDÁRIOFORMADORA: Rute Gomes FORMANDO/A: Judite Salgueiro DATA: 09/03/2012 ARTE DIGITAL 1. Numa visita virtual a um museu, temos a vantagem de poder observar o monumento exterior e interiormente, sem sair do conforto do nosso lar. Ficamos a saber alguns aspetos da sua história, temos oportunidade de ver a sua construção e obras presentes no seu interior. Uma visita virtual dá-nos as imagens gerais do monumento. A desvantagem consiste em não haver a possibilidade de ver tudo “ao vivo e a cores”. Não nos é possível verificar ao pormenor a sua construção, as suas obras, quem foram os artistas que as conceberam; não nos é possível, nomeadamente, ouvir as explicações de um guia, que ajudam bastante na compreensão daquilo que nos é dado observar, e, principalmente, penso que, ao entrarmos num museu, conseguimos, através de todo o cenário que nos envolve, transportarmo- nos por momentos para a época nele retratada, facto que não ocorre numa visita virtual. 2.Monumento: Cristo Rei de LisboaEsta foto foi alterada através da técnica do Photoshop.Esta técnica consiste num programa informático que permite editar a imagem original, recriá-la,pintando-a através de pintura digital, sobrepondo outras imagens, recortando-a, colocando-a numaposição diferente da original, aperfeiçoando-a, enfim dá a possibilidade de alterar e transformar umafoto num trabalho artístico.
  2. 2. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE EBI DA QUINTA DO CONDE CURSO EFA – NÍVEL SECUNDÁRIO3. TelemóveisHoje em dia praticamente já ninguém vive sem um telemóvel. Podemos comunicarmo-nosprincipalmente fora de casa, pois dentro dela há quem possua um telefone fixo; tem a utilidade deservir num caso de urgência em que há a necessidade de chamarmos uma ambulância se nossentirmos mal, pedirmos, por exemplo, a assistência em viagem, em caso de avaria da viatura queestamos a conduzir, comunicarmos atrasos ou informações úteis a outras pessoas que aguardempor nós, temos a possibilidade de, em qualquer momento, sabermos notícias dos nossos familiarese amigos, trocarmos mensagens escritas, e ainda, através dos telemóveis que possuem essafuncionalidade, fazermos uma vídeo chamada que nos permite ver o interlocutor e, assim, “matarsaudades” de alguém que há muito não víamos.São algumas das vantagens que este equipamento possui.O telemóvel veio, por outro lado, revolucionar o comportamento humano, na medida em que aspessoas deixaram, em parte, de se encontrar, de ter o prazer de falar pessoalmente, de conviver.Falam por telemóvel, trocam a toda a hora mensagens por telemóvel, especialmente no caso dosjovens que chegam ao ponto de prejudicar o aproveitamento escolar por estarem permanentementedistraídos com o telemóvel e, também, no caso dos adultos, onde a produtividade no seu local detrabalho é prejudicada pelo mesmo motivo.Temos ainda a considerar o facto de que, a exposição prolongada ao telemóvel, ou seja, o fato deeste equipamento estar em contato prolongado com o nosso ouvido, é danosa para a saúde devidoàs ondas eletromagnéticas que ele emite, sendo que existem já estudos que comprovam que podeocorrer perda auditiva e tumores cerebrais.4. “Uma nação vale aquilo que vale a sua opinião pública”Se menosprezarmos as nossas raízes, se tivermos uma má opinião sobre o nosso País e, se essaopinião se generalizar, o País vai sem dúvida corresponder àquilo que pensamos dele.Apesar da conjuntura atual, da falta de emprego, da miséria que muitas famílias já confrontam, dadívida nacional, temos que continuar a cumprir a nossa parte como cidadãos integrantes deste País,segundo os bons valores que nos foram transmitidos e sempre com esperança na mudança paramelhor.
  3. 3. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE EBI DA QUINTA DO CONDE CURSO EFA – NÍVEL SECUNDÁRIOSe nos deixarmos arrastar pelos fatos e acontecimentos atuais, se cruzarmos os braços epensarmos: “este País está perdido, já não há nada a fazer, isto está um caos, é só corrupção, apobreza não para de aumentar, onde iremos parar…”, estamos a ser destrutivos e acabamos pornos comportar da forma como pensamos. Se todos, ou a maioria, se comportarem segundo a máopinião e as crenças nefastas que têm sobre a nação, esta nação “vai valer” exatamente o que asociedade pensa dela.Os meios de comunicação social exercem influência na opinião pública, sendo que alguns deles,fazendo prevalecer os interesses dos grupos económico-políticos, manipulam a informação,transmitindo a opinião desse mesmo grupo.Todas as informações que são passadas pelos media, desde notícias nacionais e internacionais,publicidade e propaganda, cinema, documentários, após a interpretação que cada um faz delas, deacordo com as suas crenças, com a sua ética e com a sua opinião pré-formada, geramcomportamentos individuais que contribuem positiva ou negativamente para o bem estar de cada ume para o bem estar da sociedade de que faz parte.Na minha opinião, Fernando Pessoa, refere-se ao conjunto de comportamentos dos cidadãos deuma nação, segundo as suas opiniões, crenças e ética. A nação é o que as pessoas fazem dela,uma vez que é composta por grupos de cidadãos que, segundo os seus comportamentos, a edificamou a destroem.

×