Demandagregada

13.788 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.788
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
174
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Demandagregada

  1. 1. Demanda Agregada A demanda agregada é o somatório das despesas da sociedade com bens e serviços, na forma de consumo privado (C); investimento (I); despesas governamentais (G) e exportações (X). Para obter-se a renda nacional será necessário subtrair das exportações as importações do país. Assim a demanda agregada é: DA = C + I + G + (X – M) A demanda agregada representa o gasto total (PIB real) da economia à nível de preços.
  2. 2. Oferta Agregada <ul><li>A oferta constitui-se na relação entre o nível geral de preços e o PIB real. </li></ul><ul><li>Oferta Agregada Clássica </li></ul><ul><li>Condições no longo prazo: </li></ul><ul><ul><ul><li>– Pleno emprego </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>– Capital e tecnologia </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>– Nível de produção independe do nível de preços </li></ul></ul></ul>
  3. 3. <ul><li>Fatores que modificam as curvas de demanda e oferta agregadas </li></ul><ul><ul><ul><li>- impostos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- gastos do governo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- oferta de moeda </li></ul></ul></ul>
  4. 4. Hipóteses do Modelo Básico 1. Economia com desemprego de recursos (subemprego ): supõe a existência de desemprego, ou seja, a economia em equilíbrio abaixo do pleno emprego. 2. Nível geral de preços constantes : estímulo à demanda, eleva a produção e não os preços (capacidade ociosa). 3. Curto prazo (pelo menos um fator de produção permanece constante): supõe que o estoque de fatores de produção não se altera no curto prazo apenas o grau de utilização.
  5. 5. Hipóteses do Modelo Básico 4. Oferta agregada potencial fixa Oferta agregada: é o valor total da produção de bens e serviços finais colocados à disposição da coletividade num dado período. É o próprio produto real ou PIB. Oferta agregada potencial refere-se à produção máxima da economia, quando os fatores de produção estão plenamente empregados. Oferta agregada efetiva: refere-se a produção que está efetivamente colocada no mercado.
  6. 6. Hipóteses do Modelo Básico <ul><li>5. Princípio da demanda efetiva </li></ul><ul><li>Demanda ou procura agregada é a soma dos gastos planejados dos quatro agentes macroeconômicos: despesas das famílias com bens de consumo (C), gastos das empresas com investimentos (I), gastos do governo (G) e despesas líquidas do setor externo (X-M). </li></ul><ul><li>DA = C + I + G + (X-M) </li></ul><ul><ul><ul><li> as alterações no nível de renda e produto devem-se à demanda agregada. (Princípio da demanda efetiva) </li></ul></ul></ul>
  7. 7. Oferta Agregada Keynesiana (Curto Prazo) <ul><li>Condições: </li></ul><ul><ul><ul><li>- preços no curto prazo são considerados quase fixos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- produção determinada pela demanda </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- as empresas ofertam toda a produção demandada com mudanças pequenas nos preços </li></ul></ul></ul>
  8. 8. Equilíbrio Macroeconômico A renda de pleno emprego ocorre quando todos os recursos produtivos disponíveis estão empregados e a economia está produzindo com plena capacidade. Renda de equilíbrio ou renda efetiva : é determinada quando a oferta agregada iguala a demanda agregada de bens e serviços.
  9. 9. Objetivo da política econômica ou modelo keynesiano é encontrar o equilíbrio a pleno emprego, fazer o equilíbrio entre oferta e demanda agregada coincidir com a renda ou produto de pleno emprego. Fatores que afetam o consumo agregado : .renda nacional .estoque de riqueza ou patrimônio .taxa de juros de mercado .disponibilidade de crédito .expectativas sobre a renda futura .rentabilidade das aplicações financeiras C = f (RND)
  10. 10. Propensão Marginal a Consumir Variação esperada no consumo decorrente de uma variação na renda disponível. PMgC = variaçãoC/variaçãoRND

×