Hidrografia

4.908 visualizações

Publicada em

1 comentário
16 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.908
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
345
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
16
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hidrografia

  1. 1. Conceitos ImportantesHIDROGRAFIA
  2. 2. CONCEITOS REDE HIDROGRÁFICA: São todos os rios eafluentes contidos num determinado território. BACIA HIDROGRÁFICA: Área drenada por umrio e seus afluentes. HIDROGRAFIA: Ciência que estuda todos osrecursos hídricos que compõem o planeta Terra(lagos, rios, oceanos e mares).
  3. 3. ESTRUTURA DE UM RIONASCENTE OU CABECEIRA – Onde o rio nasce.AFLUENTE – rios que desemboca no rio principal.MEANDRO – curva acentuada de um rio.CASCATA – ou queda d’ água ocorre em virtude de declives no relevo.FOZ OU DESEMBOCADURA – Onde o rio deságua, podendo ser um delta, um estuário ou mista.DELTA – Foz de um rio formada por vários braços ou canais do leito do rio.ESTUÁRIO – Parte do rio que se encontra com o mar.LEITO – Superfície coberta pela água (“caminho percorrido pela água”.BACIA HIDROGRÁFICA – Formada por um rio principal e seus afluentes.VAZÃO – Volume de águas.
  4. 4. ESTRUTURA DE UM RIO
  5. 5. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AOCURSO RIOS DE PLANALTO: caracterizados porapresentarem desníveis em seu curso e altopotencial para a geração de energia elétrica.Exemplos: São Francisco e Paraná RIOS DE PLANÍCIE: apresentam poucosdesníveis e são largamente utilizados paranavegaçãoExemplos: Amazonas e Paraguai
  6. 6. RIO DE PLANALTO
  7. 7. RIO DE PLANÍCIE
  8. 8. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AOREGIME NIVAL: Proveniente do derretimento das geleiras. PLUVIAL: Proveniente da água das chuvas. MISTO: Pluvial e Nival (Exemplo: Amazonas)
  9. 9. CLASSIFICAÇÃO QUANTO ADRENAGEM EXORREICA: Deságua no mar. ENDORREIRA: Deságua em outro rio.
  10. 10. CLASSIFICAÇÃO QUANTO ÀPERIODICIDADE PERENE OU PERMANENTE: Rios queapresentam volume de água o ano todo TEMPORÁRIOS OU INTERMITENTES: Cujosleitos secam durante certo período do ano (Riosdo sertão nordestino – Clima Semiárido). EFÊMEROS OU TORRENTES: Só ocorrem emperíodos de fortes chuvas.
  11. 11. PRINCIPAIS CARACTERÍSTICASRIO SÃO FRANCISCO O São Francisco é o único rio de grande porte que não secadurante as estiagens prolongadas do Sertão Nordestino. Por causadisso, está sendo cada vez mais utilizado para projetos deirrigação, fornecimento de energia e água para os habitantes. O São Francisco é conhecido como o "Nilo Brasileiro", devido asimilaridades entre os dois: ambos passam por regiõesde clima árido e beneficiam as regiões onde passam com suascheias, sendo importantes economicamente para as localidadesque atravessam. Questão da transposição geográfica.
  12. 12. BACIA DO SÃO FRANCISCO
  13. 13. GLOSSÁRIO ASSOREAMENTO: refere-se a um fenômeno de acumulação desedimentos em face dos processos erosivos causados pelas águas,ventos e processos químicos, antrópicos e físicos, que desagregam ossolos e rochas formando sedimentos que serão transportados. Emoutras palavras, é um termo equivalente a “obstrução”, só quecomumente aplicado a cursos d’água, sendo um produto direto daerosão dos solos. DECAPEAMENTO: retirada da camada de terra depositada sobrea rocha propriamente dita. MATA CILIAR: é a formação vegetal localizada nas margens dos nos,córregos, lagos, represas e nascentes. GARIMPO DE ALUVIÃO: método que usa mercúrio para descoberta eretirada do ouro e outros minérios.

×