Prevenção Cancro Colo Útero

773 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
773
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prevenção Cancro Colo Útero

  1. 1. DST s Papilomavírus Humano Maria Inês Brito- Farmacêutica* Nuno Cabido Mateus- Farmacêutico** Farmácia Pinto Leal- Massamá
  2. 2. O que é uma DST?Doença que se transmite frequentemente, senão em todos os casos, de pessoa a pessoa através do contacto sexual Grande variedade de microrganismos infecciosos podem transmitir-se deste modo. O contágio em algumas doenças venéreas não exige penetração genital. Apesar destas doenças serem o resultado das relações sexuais vaginais, orais ou anais com uma pessoa infectada, ocasionalmente podem ser transmitidas ao beijar ou manter um contacto corporal íntimo.
  3. 3. Colo do ÚteroFaz parte do aparelho reprodutor femininoParte inferior e mais estreita do útero ( ventre )Órgão oco, em forma de pêra, situado no abdómeninferiorO colo do útero liga o útero à vagina que, por sua vez,conduz ao exterior do corpo
  4. 4. PAPILOMAVÍRUS HUMANO HPV
  5. 5. O que é o HPV? Vírus muito comum Sem invólucro Genoma DNA circular Família Papovaviridade 120 tipos de HPV identificados Responsável por muitas doenças diferentes (verrugas) 30 milhões de infecções na Europa 40 tipos de HPV infectam a região genitalHPV 6, 11, 16 e 18 4 tipos mais comuns (doenças genitais) HPV 16 e 18 Tipos Alto risco Podem causar doença maligna HPV 6 e 11 Tipos Baixo risco Podem causar doença benigna
  6. 6. Quais as patologias associadas ao HPV?HPV 16 e 18 75% dos casos de cancro do colo do úteroHPV 6 e 11 90% dos casos de condilomas genitais
  7. 7. Como é transmitido o HPV? Via sexual (incluindo o contacto íntimo) Afecta tanto as mulheres como os homens Cerca de 70% da população sexualmente activa tem contacto com o HPVpelo menos uma vez na vida Infecção normalmente assintomática Maioria regride espontaneamente 10% tornam-se persistentes O uso do preservativo confere uma protecção limitada. Basta um parceiro para existir risco de infecção Principais HOMENS transmissores
  8. 8. Factores de risco para infecção por HPVInício precoce da actividade sexual (pico de infecção ocorre entre os15 e os 24 anos)Múltiplos parceiros sexuaisNão uso do preservativoParceiro não circuncisadoHistória de doenças sexualmente transmissíveisParceiro não monogâmico
  9. 9. Qual a etiologia e o impacto do CCU? HPV é identificado em 99,7% dos casos de CCU Infecção persistente por um tipo de alto risco de HPV Cancro do Colo do Útero~1 Ano Infecção transitóriaInfecção 4-5 2-5 9-15por HPV Anos Anos Anos Lesão Lesão Infecção potencialmente pré-cancerosa Cancro do persistente pré-cancerosa Colo doMais de Útero2 anos
  10. 10. Qual a etiologia e o impacto do CCU? É o 2º cancro mais fatal em mulheres jovens (15-44 anos) naEuropa Alta mortalidade apesar do rastreio para detecção precoce Morre 1 mulher por dia em Portugal com CCU!
  11. 11. Porque é importante a prevenção das doenças associadas ao HPV?Mulheres sexualmente activas estão continuamente em risco deinfecção por HPV ao longo da vida Ao longo da vida 8 em cada 10 mulheres Risco de infecção de HPV 1 em cada 10 mulheres Condilomas genitais
  12. 12. Como posso proteger -me do CCU?
  13. 13. Como posso prevenir o CCU?Vacinação contra o HPV Protecção contra as doenças genitais causadas pelos tipos de Papilomavírus mais frequentes (Tipo 6, 11, 16 e 18). Recomendada a todas as mulheres dos 11 aos 26 anos Com visitas regulares ao médico Ginecologista Rastreios (Teste de Papanicolaou) Permite a detecção precoce das lesões pré- cancerosas
  14. 14. Como posso prevenir o CCU?Mulheres com 17 anos ou menos, devem dirigir-se ao Centrode Saúde para obter informação sobre a vacinação, no âmbitodo Programa Nacional de Vacinação (PNV)Mulheres com idade igual ou superior aos 18 anos, devempedir conselho ao seu médico sobre a vacinação contra o HPVe idade recomendada para início do rastreio regular
  15. 15. Quais os tipos de vacina contra o CCU?Vacina quadrivalente HPV 6 HPV 11 HPV 16 HPV 18Vacina bivalente HPV 16 HPV 18
  16. 16. Como é constituída a vacina? Vacina quadrivalente recombinante não infecciosa Com adjuvante Preparada a partir de partículas tipo-vírus (VLPs) altamentepurificadas da proteína principal da cápside L1
  17. 17. Quais as indicações aprovadas da vacina ?Prevenção do cancro do Colo do ÚteroPrevenção de Lesões Genitais Pré-cancerosas Colo do útero Vulva VaginaPrevenção do aparecimento de condilomas Genitais Associados aos tipos de HPV 6, 11, 16 e 18 Indicação Sexo feminino 16-26 anos Ambos os sexos 9-15 anos
  18. 18. Qual a eficácia da vacina?Demonstrou até 100% de eficácia em mulheres sexualmente activas (16-26 anos) 98% 100% 100% 99%
  19. 19. Quem pode beneficiar da vacinação ?Mulheres dos 11 aos 26 anosMulheres não infectadas pelos tipos de HPV da vacinaMulheres previamente infectadas por 1, 2 ou 3 tipos de HPVda vacinaApenas as mulheres com co-infecção pelos 4 tipos de HPV da vacina não beneficiam da vacinação
  20. 20. Quais os Efeitos Adversos?
  21. 21. Qual o esquema posológico? Três injecções IM aos 0, 2 e 6 meses2ª dose deve ser administrada pelo menos 1 mês após a 1ª dose3ª dose deve ser administrada pelo menos 3 mês após a 2ª doseAs 3 doses devem ser administradas no período de 1 ano
  22. 22. Vacine-se !!!
  23. 23. RecomendaçõesNão pratique sexo não seguro!Use sempre o preservativo!Vá ao médico ginecologista /urologista regularmente !
  24. 24. OBRIGADO!

×