Revista                                                                Escola do Mar                                      ...
S   obre a revista ...                                                                            A Revista “Escola do Mar...
E o melhor de tudo...                                                                                                     ...
Navegando com         a Escola do Mar                                             Um pouco de História...                 ...
Área de Proteção Ambiental Ilha de Anhatomirim                                                                            ...
É o ambiente bentônico formado por ROCHAS, situado no                                                         Oceanos ou M...
Eubalaena australis                 Sotalia guianensis                                                                    ...
Visitando a Ilha de Anhatomirim é                                                                           Physeter catod...
Crustáceos                              Você sabia que...                  Maricultura                                    ...
Moluscos                                                                                 Equinodermos       São animais de...
Peixes                                                                                        São animais vertebrados (que...
Peixes Cartilaginosos ou ELASMOBRÂNQUIOS                                     Chamado                       São peixes com ...
Répteis                                                                            Florianópolis está no                  ...
Diversidade de Vegetação Visitantes marinhos                                                             Costeira Local   ...
CONHEÇA ALGUNS PROJETOS E ONGS        DE SANTA CATARINA                                        HICKMAN, C.P.JR.;ROBERTS, L...
CONFIRA AQUI SUAS RESPOSTAS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revista Escola do Mar - A Caminho de Anhatomirim

1.307 visualizações

Publicada em

Baixe aqui a sua revistinha Escola do Mar - A Caminho de Anhatomirim em .PDF

Divirta-se com as informações e passatempos que preparamos para você!

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.307
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
198
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Escola do Mar - A Caminho de Anhatomirim

  1. 1. Revista Escola do Mar de Florianópolis A Caminho de Anhatomirim….Parceria: SECRETARIA MUNICIPAL DE PREFEITURA MUNICIPAL EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS DE FLORIANÓPOLIS
  2. 2. S obre a revista ... A Revista “Escola do Mar - A caminho de Anhatomi- rim” nasceu como um Projeto de Extensão de alunas do curso de Oceanografia da Universidade Federal de Santa Catarina e foi construída com a ajuda da Escola do Mar de Florianópolis e de professores e alunos de escolas públicas do município. Para elaborarmos a revistinha e deixarmos o seu conte- údo o mais próximo possível do que é observado, fize- mos saídas de escuna juntamente com as escolas e com integrantes da Escola do Mar. Esperamos que vocês aprendam e se divirtam com as curiosida-Todos os direitos reservados. É proibida a duplicação ou reprodução destevolume, no todo ou em parte, sob quaisquer formas ou por quaisquer meios(eletrônicos, gravação, fotocópia ou outros), sem permissão das autoras.LEHMKUHL, Sullen Lourenço Autoras:SERAFIM, Mirela Barros Mirela B. Serafim, Nadine Zvinokievicz e Sullen L. LehmkuhlZVINOKIEVICZ, Nadine Projeto de Extensão do Curso de Bacharelado em Oceanografia, UFSCFlorianópolis; 2012
  3. 3. E o melhor de tudo... As atividades são fora e be o quVocê sa das salas de aula, em ? ografia contato direto com a na-é Ocean tureza! É a ciência que estuda a biodiversidade A Escola do Mar de Flo- marinha e as características físicas, químicas e rianópolis é um projeto da Secretaria geológicas dos oceanos e de regiões próximas à costa que Municipal de Educação que trabalha com estejam de alguma forma, relacionadas ao meio marinho. educação marinha e costeira em nossa cidade. Estuda os processos e interações que ocorrem nesses am- Está localizada na praia do Forte, no norte da Ilha de bientes e entre esses ambientes. Santa Catarina. Atende a crianças, adolescentes, jo- vens e adultos da rede municipal de ensino. Realiza uma série de atividades relacionadas ao mar e a áreas litorâneas, contribuindo para a sus- Oceanografia na UFSC tentabilidade da Ilha. O papel da Escola do Mar é de O curso de bacharelado em Ocea- extrema importância, pois faz com que tenhamos co- nografia da Universidade Fedeal de Santa nhecimento sobre a nossa região, o que é essencial pa- Catarina teve sua primeira turma ingressa ra que possamos a valorizar. no ano de 2008. Tem como objetivo a formação de oceanógrafos com visão crítica e criativa para a identificação e resolução de pro- blemas, com atuação empreendedora e abrangente no atendimento às demandas da sociedade brasileira.
  4. 4. Navegando com a Escola do Mar Um pouco de História... Fortalezas da Ilha de Santa Catarina As fortalezas foram projetadas e construídas pelo militar José da Silva Paes, primei- ro governador da Capitania de Santa Catarina (nos anos de 1739 a 1743 e, depois, de 1746 a 1749), a mando de Portugal. Juntas, deveriam proteger a Ilha, atuando como base estratégica de apoio para a manutenção do domínio português sobre a Colônia do Sacramento, tendo em O roteiro de navegação da Escola do Mar, com a vista as disputas entre as coroas portuguesa e espanhola.Escuna Capitão Noronha e desembarque na Ilha de Anha- O sistema defensivo da Ilha de Santa Catarina era composto pelas fortalezas de A- nhatomirim, São José da Ponta Grossa, Santo Antônio de Ratones e Nossa Senhoratomirim, inclui passagem próxima a uma fazenda de ma- da Conceição de Araçatuba. Fortaleza de Santo Antônio de Ratonesricultura (criação de organismos aquáticos no mar), à For-taleza de São José da Ponta Grossa (na Praia do Forte) e A Ilha de Ratones Grande abriga a fortalezaà Ilha do Francês. A Ilha de Ratones Grande e a Baía desde 1740. Entre o século XIX e início do XX, algu- mas construções foram utilizadas para abrigar pesso-dos Golfinhos também podem ser avistadas. as com doenças contagiosas e mais tarde viraram depósitos de carvão da Marinha do Brasil. Hoje suas construções estão todas restauradas para visitação, onde é possível fazer trilhas ecológicas, ver exposições fotográficas e sistemas de geração de energia pelo sol. Os visitantes podem conhecer os principais edifícios históricos da fortaleza através de passeios de escuna. Fortaleza de São José da Ponta Grossa Foi construída em 1740, na Praia do Forte. Guarda exposições de fotografias, oficinas de rendas de bilro, exposição arqueológica, além das construções como a fonte de água, baterias, casa do comandante e paiol da pólvora. Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição de Araçatuba Quarta e última das fortalezas projetadas por José da Silva Paes. Foi a única defesa da baía sul da Ilha. Para conhecer mais: http://www.fortalezas.ufsc.br
  5. 5. Área de Proteção Ambiental Ilha de Anhatomirim de Anhatomirim (APAA) Muito conhecida devido à A APA de Anhatomi- presença da Fortaleza de Santa rim, criada em 20 de maio Você sabe o que é uma APA? Cruz de Anhatomirim. Esta foi a de 1992, situa-se no Área de Proteção Ambiental (APA) é principal fortificação do antigo sis- tema de defesa da Ilha de Santa município de Gover- uma região geralmente extensa em nador Celso Ramos. que ocorre uma significativa ocupação Catarina, construída a partir de humana e possui elementos vivos, não 1739. A Fortaleza de Anhatomi- Em especial, vivos, culturais e belos, importantes rim foi sede do primeiro governo da objetiva para o bem estar dos homens. Capitania de Santa Catarina. proteger o Também foi a primeira a ficar sob os cuidados da UFSC (1979) e a boto-cinza e preservar as primeira a ser restaurada, após fontes de água e a mata atlânti- anos de abandono. ca da região. Baía dos Golfinhos Famoso habitat de quase uma centena de botos-cinza. Muito brinca- lhões, oferecem um belo espetáculo para os visitantes que passeiam de barco pela região. A Baía dos Golfinhos fica na praia A linha amarela de Armação da Piedade, no município de elimita a área da APA de Anhatomirim. Governador Celso Ramos.O que podemos ver? Além das construções militares de altovalor histórico como a casa do comandante, oquartel de tropa - onde ficavam os quartosdos soldados e as prisões - e o paiol da pólvo-ra, também podem ser visualizados: Exposições culturais e artísticas na Casa do Comandante, Quartel da Tropa e no Paiol da Pólvora. Exposição de fotos "Fortaleza de Santa Cruz - Retrospectiva" e maquetes das demais fortale- zas, na Casa do Comandante. Aquário Marinho, localizado no Novo Paiol da Pólvora (temporariamente inativo).
  6. 6. É o ambiente bentônico formado por ROCHAS, situado no Oceanos ou Mares? limite entre o OCEANO e o continente. Pode ser considerado um Os oceanos cobrem aproximadamente Oceanos são grandes ECOSSITEMA, do qual faz parte uma grande diversidade de seres 72% da superfície terrestre, abrigando 98% de reservatórios de água marinhos, como ESPONJAS, crustáceos, ANÊMONAS, mexilhões toda a água do planeta. A água da qual são e possuem pouca in- e MACROALGAS. formados possui características próprias, com fluência do continen- Esse ambiente sofre influência das MARÉS, que sobem e uma grande quantidade de sais dissolvidos. te. Já os mares são águas com caracterís- descem todos os dias, uma a duas vezes ao dia, deixando os orga- É habitado por quase todos os grupos ticas parecidas com nismos que estão ali expostos ao sol e à ação das ondas. Assim, as animais conhecidos, e por alguns vegetais, co- ESPÉCIES precisam se adaptar a essas diferentes condições e, por as dos oceanos, mas mo as algas. são rodeados e influ- isso, distribuem-se “em camadas”, ou seja, os organismos Seus vários ambientes com diferentes enciados pelo conti- mais resistentes, que aguentam mais tempo fora da água, características servem de abrigo para toda a nente. ocupam a área mais alta do COSTÃO (ex.: CRACAS). Ou- biodiversidade que há neles. Os habitats mais tros organismos não suportam ficar fora da água por muito comuns são os BENTÔNICOS (junto ao fundo) tempo (ex.: anêmonas, pepinos-do-mar); então, habitam as regiões e os PELÁGICOS mais baixas. (coluna d’água). é o qu e sabe ade? ?Você iv ersid Biod “Bio” significa “vida” e “diversidade” é o mesmo que “variedade”. A biodiversida- de reúne toda a varieda- de de vida, tanto animal quanto vegetal. Divisão dos oceanos.
  7. 7. Eubalaena australis Sotalia guianensis Baleia Franca Boto-cinzaMamíferos Marinhos Pretas “manchas” com En- contrado desde a América Cen- brancas e a- Ordem dos Cetáceos mareladas tral até o Sul do Brasil, princi- palmente em baías costeiras e que, na verda- em estuários (encontro entre rio São os golfinhos, botos, toninhas e baleias. de, são peque- e mar). Costumam passar a vida Como todos os mamíferos, os cetáceos possuem sangue nos crustáceos ciamídeos, conheci- inteira no mesmo local! quente, amamentam seus filhotes e respiram ar periodicamente dos como “piolhos-de-baleia”. Vivem em grupos e são por pulmões. Passam a vida inteira na água! muito sociáveis. A maioria se ali- As baleias francas se diferenciam dos golfinhos por possuí- São dóceis e nadam lenta- menta de peixes, lulas e, ocasio- rem dois orifícios nasais e não terem dentes. mente. As fêmeas, quando acom- nalmente, de crustáceos. Chegam Os golfinhos podem estimar distâncias e detectar o tama- panhadas de filhotes, adoram apa- a nadar a 60 km/h e dão saltos de nho e forma de objetos através da ecolocalização. recer próximo à praia. Produzem até 5 metros. Pescam em grupos e se comunicam por toques e Desde 1986, é proibida a pesca, a caça, perseguição ou cap- um “jato de água” de sons. tura de cetáceos nas águas brasileiras. até 8 metros, que A fêmea dá luz a apenas nada mais é do que um filhote, após um ano ar quente que sai Qual é a diferença entre boto, rapidamente do pul- de gestação. O filhote é rosado e o adulto é cinza. golfinho e toninha? mão. A presen- ça da espécie foi A resposta é... Durante o inverno, as balei- um dos motivos as escolhem as águas mais quen- para a criação da Nenhuma! Todos os termos se referem a ma- tes para se reproduzirem, nadan- APA de Anhato- míferos que passam toda a sua vida na água do muitas vezes até Santa Catari- mirim. e que possuem dentes. na. Para conhecer mais: Para conhecer mais: www.institutobotocinza.org www.baleiafranca.org.br
  8. 8. Visitando a Ilha de Anhatomirim é Physeter catodon possível ver o esqueleto de um Cachalote no Cachalote Quartel da Tropa! Eles são mais parecidos com os golfinhos do que com as baleias! Isso porque são cetáceos e possuem dentes. Medem até 18 metros. Alimentam-se de muitos animais, como: lulas gigantes, raias, peixes e crustáceos. Lontra longicaudis - Lontra Pontoporia blainvillei -Essa atividade foi retirada do site www.baleiafranca.org.br e foi elabo- rada pela equipe de educação ambiental do Projeto Baleia Franca. Toninha Encontradas desde o México até o Brasil. Podem viver em terra, Muito discretas, não gos- rios ou mares. Em seu cardápio tam de se exibir saltando como a Descubra estão inclusos crustáceos e peixes. maioria dos Nadam muito rápido e são golfinhos. quem não ativas do anoitecer ao amanhecer. Formam pequenos faz parte do Durante o dia cos- grupos, ge- tumam dormir en- conjunto tre pedras ou raízes ralmente de de árvores, onde uma mesma família. também fazem suas Sua cor pode variar entre tocas. tons de marrom, cinza e amarelo. Formam grupos ge- Possuem mais de 200 den- ralmente com uma tes e se alimentam de peixes pe- fêmea adulta e filhotes jovens. O quenos, lulas e camarão. macho só se junta à fêmea em épo- cas de reprodução. Para conhecer mais: Essa atividade foi retirada do site www.projetotoninhas.org.br www.smartkids.com.br
  9. 9. Crustáceos Você sabia que... Maricultura Redes de arrasto de fundo são Cultivo de organismos marinhos em seus habitats na- artefatos de pesca que podemXiphopenaeus kroyeri turais. Os cultivos mais importantes são os de mexi- causar sérios danos aos orga- lhões (mitilicultura), ostras (ostreicultura) e cama-Camarão sete barbas nismos que vivem no fundo dos rão (carcinicultura). mares? Possuem forma de saco e são arrastadas no fundo do Vem se desenvolvendo muito rápi- mar. Quando puxadas para a mexilhão do no Brasil e é no Estado de superfície, capturam a maioria Santa Catarina que se concen- dos animais que atingem. tra grande parte do cultivo Crustáceo encontrado desde oEstados Unidos até o sul do Brasil São utilizadas na pesca do ca- de moluscos bivalves (ostrasem profundidades de até 30 metros. marão na região da APAA, mas e mexilhões), devido às boas condições oceano-Os jovens vivem em estuários muitos outros organismos tam- gráficas. Somos o 2º maior produtor da América(encontro de rios com mares). O má- bém acabam sendo retidos aci- Latina!ximo de sua reprodução é de feverei- dentalmente. Já foram encon-ro a março. trados: peixes de fundo, tarta- As sete barbas facilitam a sua rugas verdes, algas e até o nos- ostra Pesca Artesanal so mascotinho... o boto-cinza.alimentação. Esse tipo de pesca é proibido A pesca artesanal do camarão sete barbas e branco é muito Possuem grande importância forte na região da APA de Anhatomirim. na região da APAA entre 1º deeconômica, assim como o camarão- As comunidades Costeira e Caieira vi- março a 31 de maio, para evi-branco (Litopenaeus shmitti) e o rosa vem dessa atividade e 70% da população tar que camarões jovens sejam(Farfantepenaeus paulensis). de Governador Celso Ramos depende da capturados. Caceio pesca. O principal método utilizado é o caceio (rede suspensa na coluna d’água, recolhendo camarões). Muitos pescadores artesanais na região da APA que utilizam o caceio acabam sendo prejudicados pela pesca de arrasto motorizada.
  10. 10. Moluscos Equinodermos São animais de corpo mole, geral- São animais marinhos quemente protegidos por conchas. Podem viver em ambientes aquáticos, de possuem um corpo com simetriaágua doce ou marinha, ou terrestres, como os ca- radial (vários eixos de simetriaracóis que encontramos em nossos jardins. corporal - pedaços iguais). Classificamos eles como Gastrópodas As estrelas-do-mar e os ou-(quando uma concha protege o seu corpo, como riços são bons exemplos. nos caramujos), Bivalves (duas conchasque se encaixam, como ostras e mariscos) e Ce-falópodes (sem conchas, mas possuem uma ca-beça bem desenvolvida, como as lulas e os polvos). Estrelas do Mar São equinodermos carnívoros (que Mexilhão ou Marisco (Bivalve) - Perna perna se alimentam de outros animais) que são Astropecten marginatus (estrela-do-mar) Muitos pescadores da região da APA de Anhatomirim vi- predadores ativos em cultivos de molus- vem da criação intensiva desse animal. cos. Possuem uma estrutura no interior do pé, chamada bisso, São animais bentônicos, ou seja, passam a maior parte do tempo de que serve para fixação do organismo nas rochas. É por essa mes- ma estrutura que se prendem às cordas em que são criados. sua vida junto ao fundo e, por isso, são muitas vezes capturados de forma São filtradores de água e podem indicar se o ambiente está contaminado, pois acidental pela pesca de arrasto. muitos poluentes ficam retidos nesses animais. Lula (Cefalópode) - Lolliguncula brevis Ouriços-do-mar Muito visadas pela pesca local. A espécie é encontrada geral- Equinodermos muito presentes nos mente próximo à costa onde as temperaturas variam entre 15 e 32° C. Imita a forma de algas para evitar predadores e a forma, cor e o jeito de nadar de costões rochosos. Alimentam-se de algas. pequenos peixes, camuflando-se no cardume para obter alimento. Echinometra lucunter Seu alimento predileto são os crustáceos, mas de vez em quando também comem peixes, lulas e poliquetas (vermes com o corpo em forma de anéis). Servem de alimentos para os golfinhos.
  11. 11. Peixes São animais vertebrados (que possuem vér- tebras), com corpo alongado, barbatanas ou nadadeiras, guelras ou brânquias (órgãos que servem como pulmões, aju-1) Tipo de simetria dando a pegar o oxigênio que está na á-do corpo dos Equi- gua), e que são cobertos por escamas.nodermos. Peixes Ósseos – TELEÓSTEOS2) Ambiente bentô- São os peixes que possuemnico formado por suas espinhas mais rígidas com cál- cio, como os nossos ossos.rochas, onde vivem Palombeta (Chloroscombrusmuitos organismos chrysurus), Anchoveta Anchoveta (Centengrauliscomo cracas, ouri- edentulus) (Centengraulis edentulus) e Espada *Não utilize acentosços e anêmonas. (Trichiurus lepturus) são as espé- cies mais pescadas na Baía Norte.3) O organismo que vive associado ao fundo é um organismo______. Dica: Ver onde fala sobre estrela-do-mar. Palombeta (Chloroscombrus chrysurus) Você sabia…4) Tipo de rede utilizada na pesca do camarão e que captura, O Cavalo-marinho é uma espécieacidentalmente, muitos outros organismos. de peixe! Para se movimentar ele balança as nadadeiras que tem nas costas e conse-5) Vermes marinhos com o corpo em forma de anéis e que ser- Espada (Trichiurus lepturus) gue mexer seus olhos um de cada vez!vem de alimento para lulas. Vivem em locais mais quentes e se alimentam de pequenos vermes,6) Parte do corpo que permite que os mexilhões se fixem às ro- moluscos e crustáceos.chas e às cordas em que são criados. O macho é quem car- rega o filhote em uma bolsinha até o momento de seu nasci- mento.
  12. 12. Peixes Cartilaginosos ou ELASMOBRÂNQUIOS Chamado São peixes com espinhas feitas de cartilagem, um tecido s de cação esses anim pelos pes ais são ca cadores lo elástico e flexível como as nossas orelhas, e englobam as raias e pturados cais, pelas red principalm tubarões. es de pes ente uma espé ca. O tub cie ameaç arão-ma Cação, Raia ou Tubarão? ca é proib ad a d e e x tinção, s rtelo é tipos ida, mas ua pes- Raia e tubarão são dois nas redes ainda con tinuam ca Raias vivem, preferencialmente, tilaginoso. acidentalm indo diferenciados de peixe car ente. lo pescador junto ao fundo do mar. A raia Cação é o nome dado pe tubarão pa- viola está amea- para facilitar a venda de çada de extin- ra a comunidade. ção e sua pesca é proibida, con- tudo ain-Raia Viola (Rhinobatos percellens) da conti- Tubarões vivem no ambiente nua sendo pescada através das pelágico (coluna d’água), em sua pescas de arrasto e de anzol. maioria, tendo também algumas espécies que vivem próximas ao Testando seus conhecimentos: fundo, onde encontram alimen- Rhizopriondon porosus tos. Você Sabia? Vivíparos X Ovovivípa- Os ovos de tubarões ros X Ovíparos e raias são muito pareci- Ovíparos são aqueles que colo- dos, e podem ser encontra- cam ovos para gerar um filhote dos nas praias depois que o e este se desenvolve fora do cor- jovem já deixou a estrutu- po da mãe. Já os vivíparos têm ra. Você já viu um desses? seu filhote desenvolvido na bar- riga, como ocorre com os mamí- feros. No entanto, a maioria dos tubarões é ovovivíparo, o que significa que os filhotes se de- senvolvem em ovos dentro da barriga da mãe.
  13. 13. Répteis Florianópolis está no corredor de passagem desses animais, ou seja, no meio do trajeto que elas fazem entre o lugar que costumam ficar e oTartarugas Marinhas local que usam para se reprodu- Isso mesmo! Tartarugas são répteis, você sabia? zirem. Aqui na Ilha e nos arre- dores elas param para se ali- Sua carapaça é formada por escamas originadas da pele, mentar e descansar. Apesar de possuem membros pares geralmente com cinco dedos, são oví- ser raro, já foi visto um caso de paros e possuem pulmões, por isso é necessário que subam à desova na Praia do Campeche, superfície para respirar! É herbívora, alimenta-se de algas e aqui na Ilha de Santa Catari- vai aos costões para se alimentar. Representação do ciclo de vida das tartarugas. na. No Brasil podemos encon- O Projeto Tamar em Santa Catarina auxilia na reabilitação, no Cen- trar 5 espécies de tartarugas mari- tro de Tratamento, das tartarugas machucadas pelas redes de pesca e também nhas. A espécie Chelonia mydas, daquelas que estão doentes por ingerir lixo marinho. Quando estão saudáveis são ou tartaruga verde é a espécie mais pesadas, marcadas com uma marcação de metal (para identificá-las mais tarde, encontrada no litoral de SC, porém caso sejam capturadas novamente) e é coletado um pedacinho de seu tecido para encontra-se ameaçada de extinção. estudo. Depois são liberadas ao mar. Esta espécie pode atingir até 1,20m de comprimento e pesar até 350 kg. Quando se prendem às redes elas podem não morrer na hora, es- tando “desmaiadas por afogamento”. Assim, podem ser reanima- das.
  14. 14. Diversidade de Vegetação Visitantes marinhos Costeira Local Restinga Plantas adaptadas ao solo arenoso, como a areia da praia, e estão acostumadas com a grande quantidade de sal que tem a água do mar, uma vez que serão atingidas com a O Pinguim-de-Magalhães (Spheniscus variação de marés. Geralmente são plantas rasteiras com longos caules e, quanto mais longe do mar ou do corpo de água presente, maiores vão ficando as árvores. magellanicus) é uma espécie de ave marinha Muitos animais utilizam essa vegetação, como os caranguejos, lagartos, aves e, inclusive, as tartarugas mari- classificada como Quase Ameaçada. Repro- nhas. Ajuda a manter as dunas no seu lugar, evitando que a areia não seja levada pela ação das ondas. Também ajuda duz-se em colônias numerosas distribuídas pela na absorção da água da chuva, reduzindo o risco de enchen- Pinguins de Magalhães tes. Argentina, Ilhas Falkland (Malvinas) e Chile, encontrados na Lagoa da Conceição, 2009. Manguezal vindo em algumas épocas do ano para o Brasil. Encontra-se em regiões de encontro entre águas de rio e mar e em lagunas, desenvolvendo-se em áreas planas que são inundadas na maré alta. Esse ecossistema é considerado um grande “berçário” natu- ral, pelo fato de ser o lar de muitas espécies vegetais e ani- mais. Um Elefante-marinho já foi encontrado no Mata Atlântica Encontra-se na região costeira do Brasil. Esta é a floresta mais rica do mundo em diver- sidade de árvores e possuem por volta de 1,6 milhões de espécies de animais, incluindo os insetos.manguezal de Ratones em Florianópolis. O No entanto, é o segundo ambiente mais ameaçado de extinção do mundo.animal ficou preso quando a maré baixou, O nosso Estado é o terceiro com maior percentual de Mata Atlântica no país. Na Ilha de Santa Catarina, a Mata Atlântica distribui-se principalmente nas encostas dos morros.mas conseguiu sair da Reserva Ecológica de Por lei é um bem de todos os cidadãos brasileiros, sendo a sua preservação um dever de todos.Carijós quando a maré subiu. Ele deve tervindo da colônia (grupo de animais da mesmaespécie) que está localizada no estado do Rio Grande do Sul.
  15. 15. CONHEÇA ALGUNS PROJETOS E ONGS DE SANTA CATARINA HICKMAN, C.P.JR.;ROBERTS, L.S.;LARSON, L. Princípios inte- grados de Zoologia. 11ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 2004. Projeto Tamar Desde 1980 desenvolvendo pesquisas de conservação RIBEIRO-COSTA, C.S.; ROCHA, R.M. Invertebrados: Manual de e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas Aulas Práticas. Ribeirão Preto: Holos, 2006. que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção. Coral Sol PEREIRA, R.C.; SOARES-GOMES, A. Biologia marinha. 2ª. ed. Uma iniciativa de por fim à proliferação do Coral-Sol, Rio de Janeiro: Interciência, 2009. espécie que invadiu os costões rochosos do litoral bra- sileiro e agora está ameaçando a vida de muitos orga- nismos que vivem nos mesmos locais. Baleia Franca O projeto busca garantir a sobrevivência e a recupe- ração populacional da baleia franca em águas brasi- leiras, agindo principalmente na região entre a Ilha de Santa Catarina e o Cabo de Santa Marta. Projeto Ilhas do Sul Nasceu dentro da Universidade Federal de Santa Ca- tarina e tem como objetivos principais: estudar os ani- mais marinhos dessas Ilhas, analisar como eles se distri- buem e analisar o funcionamento das Unidades de Conservação (Ucs). Projeto Vizinhos do Arvoredo Trabalha na conscientização das pessoas em relação às áreas marinhas protegidas e à conservação do am- biente marinho através da divulgação de dados cien- tíficos sobre a Reserva Biológica Marinha do Arvoredo.
  16. 16. CONFIRA AQUI SUAS RESPOSTAS

×