Revista Propagação

270 visualizações

Publicada em

Esta revista foi uma produção quase que 100% de Bruna Silvestre Innocenti Giorgi e foi financiada pela agência de pesquisa FAPESP. A intenção desta revista é divulgar por um outro canal os projetos da Unesp Bauru propalados pela Agência Propagação por meio do Minuto Consciente.
*** O Minuto Consciente são programetes de 1 minutos veiculados pela Rádio Unesp FM (105,7) com a intenção de promover uma ponte entre universidade e comunidade.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
270
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Propagação

  1. 1. e Bruna Giorgi
  2. 2. RoteirosPara ouvir os roteiros, acesse: www.agenciapropagacao.com
  3. 3. Idosomídia
  4. 4. As diferenças entre as gerações, existe? Baby boomers compreende os nascidos de1946 a 1964 e caracteriza aqueles nascidos após a 2ªGuerra Mundial quando houve uma explosão nos ín-dices de nascimentos. Hoje o mais velho deles tem65 anos, a idade para ser considerado idoso no Bra-sil. Como eles interagem com as gerações X e Y? A televisão é um eletrônico marcante na vida dosbaby boomers, ao contrário dos seus pais que ouvirammuito rádio. Foi na década de 1930 que houve uma regu-laridade nas transmissoes televisivas na Europa e nos EUA.Mas tudo era preto e branco. Somente em 1954 que o sis-tema eletrônico de TV em cores entra em funcionamento. Entre 1965 a 1979 houve uma queda brusca nanatalidade, o que originou a Geração X. Diante de tan-tos acontecimentos, como: a crise mundial do petróleo,fim da Guerra do Vietnã, Golpe Militar no Chile; a Ge-ração X busca respostas para inúmeras indagações. En-quanto há a Guerra Fria o mundo das tecnologias ex-plode e esta geração visualiza a transição tecnológica.Foi a Geração X a primeira a jogar vídeo game, já quea tecnologia de jogos se aprimorou na década de 1970. O primeiro bebê de proveta do Brasil nasceu na Ge-ração X, em 1984. Além disso, a década de 1980 é marca-da por outros eventos: Michael Jackson explode nos hitspop; há a massificação dos vídeos cassetes, surgem ossites da internet, e em 1991 surge o WWW (World WideWeb) e a popularização da internet. É neste contexto quenasce a Geração Y, as pessoas nascidas entre 1980 a 1994. Diante desta diferença de mais de 48 anos é pro-vável que exista diferenças e conflitos entre gerações.Mas essa diferença deve, acima de tudo ser respei-tada, e propagar a interação entre elas. Os baby boo-mers têm a História para contar, a Geração X a vida paracompartilhar e a Geração Y a tecnologia para ensinar.
  5. 5. RoteirosPara ouvir os roteiros, acesse: www.agenciapropagacao.com
  6. 6. Taquara Bambu: beleza, natureza e solidariedade Não adianta os planos ficarem apenas no papel, o grupo Taquara projeta no bambu muita criatividade e sustentabilidade.A palavra da moda é sustentabilidade. Cadavez mais ouvimos falar em reciclagem, meioambiente e consumo consciente Para quealgo seja considerado sustentável é precisoser ecologicamente correto, economicamenteviável, socialmente justo e culturalmentediverso, visando benefícios para as geraçõesfuturas. Materiais renováveis são usadospara a fabricação de artesanatos, bijuterias,utensílios domésticos, roupas e até casas.Sabia que existem construções civis feitas debambu? Na Unesp de Bauru há um projetochamado Taquara que existe há mais de 2anos e desenvolve a tecnologia do BambuColado Laminado, ou BCL. Esta tecnologiapossibilita a construção de revestimentospara casas e galpões. O projeto da Faculdadede Engenharia de Bauru coordenado peloProf. Dr. Marco Pereira envolve alunos dearquitetura e design, e surgiu em busca
  7. 7. de um complemento ao projeto Bambu, que com bambu. Antes a principal fonte doexiste há 15 anos. A aluna de Design Sabrina Horto de Aymorés era o cultivo de produtosAntunes argumenta que “este projeto já orgânicos e, agora, o comércio das peçashavia comprovado a qualidade do bambu, a produzidas manualmente também é fonteresistência, todas as características químicas de renda. O Viverde participa de feiras ee físicas, então já era conhecido o potencial trabalham com encomendas de artesanatos.do material, faltava aplicar”. Foi em 2009,pela iniciativa de um estudante que surgiu o Dá para sobreviver com bambu?Taquara. Segundo José “há uma perspectiva bemSustentabilidade + Solidariedade grande com o bambu. Dá para fazer alimentação com o broto, estufas para O projeto ainda tem uma extensão que plantio no campo, cerca, dá para fazerenvolve a solidariedade e a sustentabilidade. muita coisa com o bambu, principalmenteO Viverde é um grupo de assentados do no trabalho de artesanato que a gente vemHorto de Aymorés, uma comunidade agrícola desenvolvendo com o projeto Taquara”.localizada entre os municípios de Pederneiras Além de artesanatos, o grupo fabrica móveise Bauru, que participa das oficinas todas as com belo visual e ecologicamente corretos.sextas-feiras no Taquara. O valor varia de R$ 3,00 a R$1.500,00O líder do grupo, José Maria Rodrigues, dependendo do móvel. Conforme Sabrinaexplica que eles aprendem todas as etapas “cada peça depende do material utilizado, dopara a confecção de móveis e artesanatos tamanho e da estética”.
  8. 8. O Futuro...José argumenta: “o bambu será Bambu ou madeira?a madeira do futuro”. E o Taquara - O bambu é mais barato do que a madeiraajuda a expandir este ideal. O - O eucalipto demora até 16 anos para poder serpróximo passo para o projeto e utilizado como madeira, já o bambu em 5 anos estáo grupo Viverde é a construção pronto para transformá-lo em BCLdo barracão com estruturas de - o bambu é leve e fortebambu no assentamento Horto - resistente, enquanto a madeira de eucalipto tem ade Aymorés. A concretização validade de 15 anos, o bambu , sem estar em conta-do galpão com os maquinários to com o solo, dura mais de 25.para a produção do BCL “será - o bambu é um rápido seqüestrador de carbonoa consolidação do projeto em atmosféricorelação ao grupo Viverde”.Até porque, a dificuldade delocomoção e de conciliação dos Dicas para se tornar sustentáveltrabalhos agrícola e artesanalsão as maiores dificuldadesdo Viverde. Segundo José “noperíodo da manhã quando o - Substitua a sacolinha plástica pela retornáveltempo é mais tranqüilo eles - Separe o lixo orgânico do recicláveltrabalham no campo, no período - Não jogue lixo na ruada tarde que o calor está mais - Evite o desperdício de água: tome banhos rápidos,intenso, eles vão para dentro não lave a calçada com o esguichodo galpão fazer o trabalho de - Faça exercício: prefira os automóveis coletivos ouartesanato em bambu”. ande a pé e de bicicletaConheça melhor o Taquara pelo - Plante árvorestelefone: (14) 3103-6121 - Diminua o consumo de energia elétrica
  9. 9. Roteiros Rádio Unesp Uma novidade LOC1: Oi, você! Você mesmo!! Temos uma novidade para te contar. LOC2: A Agência Propagação agora trabalha em parceria com a Rádio Unesp FM e ganhou uma sede na emissora. LOC1: Além de produzir o Minuto Consciente, a Agência Propagação fará todo o material de propaganda para a Rádio Unesp, inclusive para os outros campus da Unesp. LOC2: E mais...A parceria trouxe benefícios para todos, até para você sabia? LOC1: Os alunos e a rádio UNESP juntos passarão a ganhar experiência e aprender novidades. LOC2: E você, é claro, poderá participar ainda mais dos projetos da universidade! LOC1: Todo mundo ganha, não é? LOC2: Gostou e quer saber mais? Acesse: www.faac.unesp.br/ agenciapropagacao. LOC3: Agência Propagação e Rádio Unesp FM: juntas propagando A Rádio Unesp sai na frente... LOC1: Atenção, já! TEC: Disparo de arma LOC 2: A Agência Propagação sai na frente e passa o bastão rapidamente para a Rádio Unesp FM. LOC3: Que emocionante é esta parceria! LOC2: Em alguns segundos a Agência Propagação e a Rádio Unesp conseguem propagar idéias sociais! LOC3: E agora, essa corrida de revezamento cresceu! Além do Minuto Consciente, a Agência Propagação fará todas as propagandas da Rádio Unesp FM. LOC2: É Inéditoooo! LOC3: E a medalha de ouro vai para: a parceria da Agência Propagação com a Rádio Unesp FM. LOC4:Agência Propagação e Rádio Unesp FM: juntas propagando ações sociais. ações sociais.Para ouvir os roteiros, acesse: www.agenciapropagacao.com
  10. 10. Rádio Unesp
  11. 11. O Sol nasce, o galo canta O ritmo muda. De explicada pelo caráter Cultural ou o relógio desperta e é a hora manhã, o sertanejo acompanha e Educativo da emissora. de acordar. Esteja no sítio ou na o cafezinho. Às 8h começa o Segundo a diretora da Rádio cidade, o trabalhador levanta Manhã Popular Brasileira, a Unesp FM, Cleide Portes: “temos cedo, liga o rádio e ouve a MPB contagia os afazeres dos uma programação segmentada música caipira e as notícias do ouvintes; e na hora do almoço, com programas que você não dia. São seis horas da manhã para complementar a refeição, encontra em outras rádios e o som “Moreninha linda do inicia o Conjunto e Orquestras. comerciais, como jazz, blues, meu bem querer...” de Tonico O Cardápio musical musica clássica, erudita, enfim, e Tinoco. O programa é o Vida é vasto, há diversos estilos a Rádio tem uma diversidade Caipira e a emissora sintonizada para os mais variados gostos. grande e a preocupação de na 105,7 FM é a Rádio Unesp. Esta pluralidade de gêneros é levar a cultura aos ouvintes”. Bruna GiorgiArquivo da Rádio Unesp FM guarda diferentes tipos de gêneros musicais Sou caipira pira pora... No tupi, a palavra uma cultura diferenciada e música raíz. De acordo com caipira significa “cortador do que ainda encontra espaço Sérgio Magson, responsável mato” e foi usada pelos índios em suas tradições, como pelo programa Vida Caipira, do estado de São Paulo para é a música sertaneja raíz. “disponibilizamos músicas denominar os colonizadores O sertanejo que as emissoras comerciais brancos, os caboclos, os universitário ou o pop não tocam mais ou tocam mulatos e os negros. A palavra internacional se popularizou muito pouco. Damos também é usada para designar entre os brasileiros e, de certa preferências às músicas que moradores dos municípios forma, restringiu o repertório não têm espaço, de um modo que não são as capitais dos musical. Mas na Rádio Unesp geral, na mídia de hoje”. estados. O caipira originou há esta manutenção da
  12. 12. Brasileiríssimos Cerca de 50% da grade da década de 1960, com a heterogênea e, muitas vezes, musical da Radio Unesp é popularização da TV no Brasil, recebe sugestões dos ouvintes. composta pela Música Popular houve uma maior difusão “Alguns têm pedidos mais Brasileira. A MPB tem a deste estilo. Sérgio, também sentimentais, de memória. origem na época Colonial com responsável pela seleção Então muitos sugerem as a mistura da cultura africana, musical do Manhã Popular, músicas MPB dos anos 50, religiosa, erudita européia, comenta que a escolha é feita da época dos Festivais ou até militar e indígena. Em meados para que a programação seja da época da Bossa Nova.” Música Instrumental A hora do almoço fica mais agradável quando a rádio está sintonizada na Rádio Unesp A Rádio Unesp apresenta diversos FM. Isso porque as músicas instrumentais gêneros de músicas - muitos que as têm este caráter: se ajustar ao que você está outras emissoras não inserem na grande fazendo. Conforme João Lima “os conjuntos de programação; conversa com o vão desde um duo de violão, ou piano e violão seu público, integra os universitário e como Sergio Camargo e Romero Lubambo até as não é só na área musical. A seção de grandes orquestras com formações sinfônicas”. jornalismo segue essa mesma linha. O gênero instrumental é uma música sem Cleide enfatiza que levar a notícia é letra e, segundo João, “tem uma importância muito importante, “mas não a notícia muito significativa no aspecto criativo do pela notícia. Se nós debatermos o ser humano. Ela instiga você a fazer sua assunto, aprofundarmos, isso acaba própria canção”. Em relação aos sentimentos de alguma forma fazendo com que despertados pela música: “você pode imprimir o ouvinte pense sobre aquilo”. Por a temática que estiver sentindo naquele isso ela tem 3Ds: diferenciada, momento, ela pode ter sentidos múltiplos de diversificada e democrática. acordo com as suas energias e vibrações”. Bruna GiorgiOs produtores Sérgio e João conversando sobre a seleção musical da programação
  13. 13. RoteirosPara ouvir os roteiros, acesse: www.agenciapropagacao.com
  14. 14. Aikido Bruna GiorgiAikido: físico e mente em uma só arte Saiba como sair do estresse do dia- dia e do sedentarismo pela disciplina de uma arte marcial Logo cedo a correria do dia-dia começa.Arrumar as crianças para a escola, seguirpara o trabalho, fazer o almoço, realizar astarefas domésticas, sempre, é a mesma coisa.Essa rotina leva as pessoas ao estresse e aosedentarismo. Uma maneira de manter umavida saudável é a prática de algum esporte. O Aikido pode ser uma alternativa. Apalavra Aikido em japonês significa caminho Ensinamento para a vidada harmonia através da energia. Essaharmonia é simbolizada pela não violência, O seu Edson Tech acompanhou suatanto que não há competição. Na Unesp de esposa e o seu filho Pedro de 13 anos em umBauru, a Faculdade de Ciências oferece treinos treino. Hoje, o exercício lhe trouxe benefíciosdesta arte marcial para toda a família e comsupervisão de profissionais e mestres na área. e acredita que o Aikido ensina a “enfrentarEm 2010, passaram mais de 100 alunos pelo melhor as situações do dia, pensar nosprojeto e hoje totalizam 25. Os praticantes outros e ter mais clareza”. Já Pedro, queaprendem técnicas de imobilização, torção luta Takendô também, gosta da interaçãoe projeção. “As técnicas são um meio para com os pais que os treinos proporcionam.nos conhecer e nos relacionar com asoutras pessoas”, explica Paulo Leal, mestre O contador Dalton Tanaue tem umade Aikido e um dos fundadores do projeto. rotina agitada e sob pressão, são prazos e Desde 2004, quando o projeto nasceu, mudanças a todos os momentos e “umao objetivo principal é disseminar a prática de hora aqui é muito importante para mim”.Aikido como uma arte marcial e como uma forma Helena de 12 anos e Vinícius de 3 anosde interação social. Segundo Paulo Leal: “nãoaprendemos apenas os movimentos do Aikido, acompanham o pai Dalton no Aikido.mas aprendizados que a gente leva para a vida”.
  15. 15. Aikido: pra criança e pro vovô! aspecto que fez Helena se interessar. Já Pedro, “não gosto de competição”. O estudante É domingo pela manhã, famílias se Carlos Russo de 19 anos prestatransportam até a praça de esportes da vestibular para Educação Física, não seUnesp para aprender as técnicas de uma interessa muito por futebol e se atrai pelas artesarte marcial. Há crianças e adultos, o projeto marciais, principalmente, pela filosofia delas.agrega a comunidade bauruense sem restrição O país do futebol abre espaço para esportesde idade. Esta interação é benéfica para o de todos os tipos. O principal é praticar umrelacionamento, pois os alunos aprendem exercício físico, seja ele qual for. Mas melhora lidar com os diversos tipos de pessoas. ainda é quando podemos praticar algo que nosConforme Paulo, “todos sabem o seu limite”. atribui muitos benefícios e nos faz sentir bem.Futebol? Não, Aikido. Interessou-se? Compareça na praça de Esportes da O futebol é o esporte mais popular do Unesp com roupa apropriada para aBrasil e leva multidões para as competições. E prática de exercícios físicos, às quartas eo Aikido? O Aikido é uma arte marcial japonesa sextas-feiras das 17h30 às 18h45 e aosque além dos benefícios para a saúde, também domingos das 10h às 11h da manhã.garante o bem-estar mental e a disciplina. Para mais informações, ligue no DepartamentoA prática em grupo, por exemplo, foi um de Educação Física: (14) 3103 6082. Bruna GiorgiDisciplina e concentração são características de um mestre em Artes Marciais
  16. 16. Entrevista Artes Marciais: vale tentar praticar!A origem das Artes Marciais é a da guerra. E a organização na prática surge comgente se preparando para a Guerra. O Karatê, por exemplo, surgiu em uma Ilhano Japão quando era proibido o uso de armas. Sobre este assunto, o ProfessorDoutor Sergio Tosi da Faculdade de Ciências da Unesp responde algumas questões: mesmo. Se você matasse Quem pode praticar sempre o seu oponente, artes marciais? você iria lutar com quem? S: O que é interessante nas artes marciais é que Quais são as vantagens adaptável a todas as da prática de uma arte pessoas, gêneros e idades. marcial? Na Europa, tem um professor S: O espectro da saúde faixa preta de karatê que e da educação é muito ficou doente e de cadeira grande. Quando pensamos de rodas, então ele adaptou em saúde, nos benefícios os movimentos para serArtes Marciais: prática corpóreos biológicos realizado por cadeirantes, são muitos, o praticante nada o impediu.ou luta? consegue melhorar a força,S: Prática. No caso das Artes a flexibilidade, a parte Podemos dizer que asMarciais, a prática é algo cardiorrespiratória. Nas artes marciais combatemreflexivo e introspectivo. artes marciais há uma coisa o stress?Quando alguém pratica, a mais, podemos ganhar S: Sim. A busca pelobusca superar as próprias aspectos de outras culturas, autoconhecimento talvezlimitações e melhorar o eu. o que na pelada, no voleibol seja o princípio. Porque descontraído não temos. E de uma maneira geral,Como as artes marciais percebemos que os desafios quando fazemos umencaram um adversário? de dentro do jogo são os treino extenuante nosS: A luta no olhar ocidental mesmos que os de fora. Não força a acalmar, inclusiveé para matar o outro, só fisicamente, o praticante a mente fica mais calma.acabar com o outro. Mas busca melhorar, mas na Assim, temos maisna verdade, você e o outro relação com o outro, na chances de refletir. Comosão uma coisa só. A ideia cordialidade. As crianças nossa sociedade é muitode conjunto que parece mais tímidas, por exemplo, rápida e nos faz pensarantagônico, não é de fato. conseguem mais confiança, de maneira superficial,O objetivo não é ganhar do se relacionar melhor, aqueles quando entramos no dojo*,outro é ganhar de si mesmo. que são mais agitados, temos um momento deO adversário ou oponente hiperativos as artes marciais tranquilidade.é um “obstáculo” que me acaba disciplinado. *é o lugar onde se treinam as artesajuda a ganhar de mim marciais japonesas.
  17. 17. Para ouvir os roteiros, acesse: www.agenciapropagacao.com
  18. 18. Direito4 passos para ser um cidadão Bruna Giorgi Com certeza o vocábulo cidadania fez parte de alguma conversa ou de alguma leitura!Os discursos de políticos, educadores e sociólogos estão repletos desta palavra. Mas e oconceito, o que significa? A cidadania muito tem a ver com direitos humanos, nasceram praticamente juntos.Para o jurista Dalmo Dallarin “a cidadania expressa um conjunto de direitos que dá à pessoaa possibilidade de participar ativamente da vida e do governo de seu povo”. O professor daUnesp Carlo Napolitano resume “Cidadania é direito a ter direito”. É fato, quem não fortalece o ser cidadão fica excluído da vida social e da participaçãonas decisões. Por isso aqui estão quatro passos para ser um verdadeiro cidadão:1- Se Informar 2-Buscar os o órgão ou instituição direitos correto e com atitudesA informação seja na condizentes a um cidadão.televisão, rádio, revista ou Após se informar sobre osbate-papo com os amigos, fatos de interesse comum 3- Ter educaçãogera conhecimentos e e, principalmente, próximotrocas de experiências. à rotina, é necessário É estar consciente dasUm cidadão precisa estar efetuar a ação: reclamar! suas atitudes, mesmobem informado com o que Reclamar significa exigir quando ninguém está teacontece a sua volta para ou reivindicar. Ou seja, é observando. Além disso,visualizar os seus direitos. preciso reclamar os direitos é importante cobrar da melhor maneira: para educação das outras
  19. 19. pessoas. Jogar lixo nochão, estacionar emvaga de deficientes epromover queimadas Bruna Giorgiem terrenos baldiosdevem ser denunciadospor nós, cidadãos.4- Conheceros direitos eos deveresNão adianta apenascobrar, cada umtambém tem quefazer a sua parte. Sãomuitos os direitos,mas também sãomuitos os deveres.Para uma sociedadecrescer é indispensávelo conhecimento e a Henrique, Daniele, Juliana e Paula discutem o tema das novas campanhasprática das obrigações.Cidadão também temdever.O Minuto Cidadania“Para ser cidadão o direito precisa ser aplicado na prática” e é este o objetivo do projeto MinutoCidadania coordenado pelo professor Carlo Napolitano. Por meio de propagandas radiofônicasde 60 segundos, o projeto visa levar informação sobre Direito e Cidadania para os ouvintesda Rádio Unesp aplicá-los na prática. “A ideia do Minuto Cidadania é prestar informação paraa sociedade, focando no direito e primando para que as pessoas possam efetivar os seusdireitos”. O grupo é formado por um aluno bolsista e a Agência PropagAção é parceira. Todosos meses os assuntos modificam como forma de resgatar vários assuntos do Direito de umaforma leve e descontraída. Segundo o aluno do projeto Henrique Zurechete “o Direito é umassunto complicado, que exige estudo”, mas é um assunto indispensável para o conhecimentoda sociedade.
  20. 20. É bom saberFica a dica: O que o Deputado, o Senador e o Presidente fazem? Sabe aquela obra da esquina da suacasa que demorou meses para ficar pronta? Deputados: são eles quem fazem as leis,Você tem o direito de saber o quanto ela como a lei anti-fumo e os impostos sob acustou e qual foi o dinheiro utilizado para gasolina. Os Deputados estaduais propõemfinalizar a construção. Vá à prefeitura da sua leis no âmbito estadual, e os Deputadoscidade e pergunte à Secretaria de Obras, Federais no âmbito nacional. Quando votamoseste órgão é obrigado a informar você, bem para os representantes do município, oscomo sobre os processos que estão em deputados equivalem aos vereadores.andamentos de vereadores e políticos doseu município. Senadores: Este quase ninguém sabe o que faz! Os senadores são responsáveis por fiscalizar as contas e as ações do governo do país. Eles também avaliam e propõem novosDireitos Trabalhistas: projetos de lei nacionais. Sabe como eles são escolhidos? Cada Estado, mais o Distrito Federal, elegem três- Exija a carteira assinada desde o 1º dia de senadores que têm o mandato de 8 anos eserviço; sem limite para reeleição.- Você tem o direito a um dia de folga porsemana; Presidente: Você já deve ter ouvido falar- As férias de 30 dias fazem parte do seu em Poder Executivo. Pois bem, o Presidente, assim como os governadores e os prefeitos,trabalho; compõem este Poder e tem a função de- Licença maternidade está na lei; aprovar as leis. Além disso, o Presidente- As horas extras devem ser pagas com 50% escolhe os Ministros e forma a imagem doadicional. Brasil no exterior. +Informações: Acesse o site www.senado.gov.br para mais informações sobre o Senado Brasileiro. O site www.fichalimpa.org.br disponibiliza dados de todos os políticos do Brasil. Verifique se o seu candidato está com a ficha suja!
  21. 21. Coluna Propagandas sociais: informação, atitude, cidadania adoção do menor, desidratação, tóxicos, dengue, respeito aos idosos, buscam a adesão de determinado público sobre uma ideia ou prática social. A propaganda social, como ferramenta de comunicação do marketing social, propaga ideias, crenças, doutrinas visando à informação - sua função primeira. Em um país carente de informações, como o Brasil, a propaganda cumpre esse papel ao alcançar as mais diferentes classes sociais, inclusive as menos favorecidas. E para que a informação seja notada, assimilada pelo público, as propagandas com cunho social investem na criatividade e originalidade para pôr em pauta temas relevantes, mas poucos abordados pela mídia tradicional. Diferente dos comerciais, esses anúncios não almejam fins lucrativos; o foco está nas pessoas, na melhoria do bem-estar social. E com isso, as propagandas sociaisLucilene Gonzales* cumprem sua segunda função: levar o público a refletir e repensar seus conceitos e tomar Os meios de comunicação de massa atitudes mais construtivas para ele próprio ecumprem sua responsabilidade social para a sociedade como um todo.transmitindo informações, formando opiniões, Além de informar e buscar ações,para que a sociedade entenda o mundo em que a propaganda social promove um círculovive e se mobilize. E dentre as muitas formas virtuoso em que agência, anunciantes,de contato com o público, estão as campanhas mídia e público entram em contato comde propaganda social que objetivam sensibilizar informações, conscientização e possibilidadeas pessoas dos assuntos e problemas de sua de posicionamentos positivos perante acomunidade para a superação ou minimização sociedade. É nessa busca do bem coletivoda violência, pobreza, doenças. que as campanhas de propaganda social A divulgação de ideias e valores para efetivamente praticam a sua terceira e maisinduzir a atitudes que beneficiem a população importante função: o exercício da cidadania.constituem-se em ações de marketingsocial cujos anunciantes são organizações *Doutora em Lingüística, professora titular dagovernamentais, privadas ou do terceiro setor. FAAC da Unesp - Universidade Estadual PaulistaEssas campanhas de propaganda, voltadas Júlio de Mesquita Filho - de Bauru, no curso depara as causas sociais, tais como desemprego, Jornalismo.

×