Ab cdo radio

335 visualizações

Publicada em

radio

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
335
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ab cdo radio

  1. 1. História do Rádio História da 98FM Durante o Iluminismo, um dos períodos mais importantes da história para as descobertas científicas e filosóficas, consequentemente também de mudanças sociais, o fato de que o som se propaga pelos mais diversos meios intrigou alguns cientistas. Isso levou a uma série de pesquisas nos séculos XIX e XX que resultaram no que é o Rádio hoje. Os principais nomes dessa história são de James Maxwell e Heinrich Hertz. O primeiro estudou as formas pelas quais o som se propagava, chegando até as ondas eletromagnéticas. Já Hertz foi o responsável pelo primeiro aparelho que viria ser chamado de rádio. No Brasil os primeiros equipamentos chegaram em 1922, sendo inaugurados pelo discurso do presidente da República na época, Dr. Epitácio da Silva Pessoa. O pronunciamento foi ouvido no Rio de Janeiro, Niterói, Petrópolis e São Paulo. No ano seguinte, a primeira emissora do país foi fundada por Edgard Roquete Pinto, a “Rádio Sociedade do Rio de Janeiro”. Mais tarde, como intuito de ser uma rádio diferente, sem propagandas políticas ou comerciais, voltada para a educação e cultura, ela mudou de nome: “Rádio do Ministério da Educação”, hoje, mais conhecida como Rádio MEC. Parte integrante do Grupo GRPCOM a rádio que é “Tudo de Bom” tem 23 anos de vida. A 98FM conquistou o carisma dos ouvintes através de sua programação descolada com muito humor e variedade. Está presente nos principais fatos do dia, assim como nas músicas que viram trilha sonora da vida. O melhor do sertanejo e do pop está diariamente nos ouvidos e bocas da galera. Tudo isso sob o comando da melhor equipe de locutores que fazem questão de cultivar uma relação próxima com seu publico: você! São 23 anos de entretenimento, diversão e pura alegria. Com audiência de 730 mil ouvintes na Grande Curitiba, a 98FM é líder de audiência jovem, sendo campeã também no ramo das promoções e interatividade. Uma jovenzinha de sucesso absoluto. Heinrich Hertz James Maxwell O ABC do rádio nas Escolas é um guia para você viajar pelas ondas do Rádio. Eu sou o Robsom e vou ser seu acompanhante nessa jornada. Com informações sobre o que está por trás de tudo que você escuta todos os dias em sua casa. Essa Cartilha vai ajudar você a entrar nesse universo e entender um pouco mais sobre como funciona uma rádio. Está pronto para viver essa aventura?
  2. 2. Educação O rádio sempre foi extremamente importante e presente no cotidiano dos brasileiros e até hoje é usado como recurso educativo para a população. Mesmo com a presença de outras mídias, que também fazem parte do mundo escolar, ele continua sendo dinâmico e atraente, ajudando no aprendizado, aproximando da cultura, despertando a criatividade e contribuindo para a promoção da cidadania. Se todos esses argumentos despertam em você a vontade de ser responsável por algo assim em sua escola, esse material está aqui para te ajudar. Aqui você vai aprender sobre como fazer uma rádio, operá-la e o mais importante: como enriquecer seu dia a dia através do trabalho de equipe e programações dinâmicas do rádio. Preste atenção nessa lista e alguns dos pontos que devem ser considerados antes de qualquer coisa. Mas atenção! Antes de tudo é preciso estar informado sobre o compromisso com a ética. Respeito, solidariedade, responsabilidade, justiça e dizer não à violência são pontos essenciais. Começamos a lição por aqui. O som é uma forma de energia, e sendo assim possui algumas propriedades: intensidade (amplitude), altura (frequência), timbre e duração. 1. O rádio na escola é programado para divertir e educar, nunca para agredir ou deseducar. Por isso, trate de esquecer palavrões, preconceitos e ridicularizações. 2. Seja democrático, debatendo ideias e compartilhando informações. 3. Estimule e respeite as diversas opiniões. 4. Organize programações que valorizem a cultura, atendam gostos e interesses variados, sem discriminação. 5. Compartilhando somente informações verdadeiras e que não sejam agressivas nem do interesse de ninguém a não ser da sociedade em geral. 6. Use a rádio para transmitir alegria, jamais para ofender colegas, professores ou funcionários da escola. 7. Averigue a fonte e a credibilidade das informações divulgadas na programação. 8. Solte a voz com consciência e “aperte o play”. Quando falamos de rádio a primeira coisa que vem em nossa cabeça é: som. Ondas sonoras que se propagam em meios gasosos, sólidos, líquidos e em velocidades diferentes, com exceção apenas do vácuo. Mas o que é exatamente? Guardou? Agora lembra daquele cientista que apareceu lá no começo da história, o Hertz? James Hertz? Pois então, tão importantes foram os estudos dele que seu nome virou a definição de unidade de frequência do rádio, as medidas das ondas eletromagnéticas, o Hz. Suas variações são em função do número de cliclos: Hz (hertz): 1 ciclo por segundo KHz (Kilo hertz): 1000 ciclos por segundo MHz (Mega Hertz): 1.000.000 ciclos por segundo Capítulo I Elementos de Rádio Heinrich Hertz
  3. 3. Depois de conhecer um pouco sobre o som e os demais conceitos importantes para trabalhar com rádio, vamos nos dedicar a aprender o que são e como funcionam alguns dos principais equipamentos usados para operar uma rádio e também os cuidados que precisamos ter com eles. Além disso, existem algumas técnicas, como mixagem de som, sonoplastia, redução de ruídos, que precisam ser aprendidas para fazer boas programações. Ficou confuso com todas essas nomenclaturas?! Acalme-se, vamos ver imagens para entender melhor: Capítulo II Aparelhos e técnicas Rádio Microfone Responsável por transformar estímulo acústico em impulso elétrico, existem dois tipos de microfones: Dinâmico e Condensador. Apesar de o segundo garantir mais qualidade nas transmissões por causa de seu pré-amplificador que reduzem o risco de ruídos e captação de frequências erradas, o mais usado ainda é o microfone dinâmico. Mesa de som Todas as mesas de som, mixers ou consoles têm a mesma função: fazer com que várias fontes sonoras sejam misturadas, equalizadas e encaminhadas para um sistema de sonorização, transmissor ou gravador. Mas as mesas de operação em estúdios de rádio (no ar) têm funções simplificadas em relação às produtoras de áudio, por exemplo. Não existem tantas chaves, botões e controles, entradas e saídas. No módulo de comando máster, os controles são: Seletores push button para escuta, servem para você poder ouvir o sinal de saída da mesa, com fone de ouvido. Para isso, o cue ou o som de receiver deve estar ligado para monitorar quando a rádio sai do ar. Indicadores (leds), botões de controle de volume de estúdio (locutor), técnica (operador), cue, fone de ouvido e talk back (microfone embutido para conversa com locutor em off, fora do ar), estão vinculados à chave liga desliga do talk back. Em linhas balanceadas são usados conectores do tipo XLR (Cannon) ou TRS (P10 estéreo); Em linhas desbalanceadas utilizam conectores TS (P10 mono) ou RCA. Como se atende uma ligação telefônica ao vivo? As ligações telefônicas levadas ao ar são controladas por um aparelho chamado híbrida, que faz o meio de campo entre a linha telefônica e mesa de som, para que não haja retorno (eco) para o ouvinte. Lembre-se! Para manusear um conector sem danificá-lo, não podemos puxar pelos fios. XLR RCA Equalizadores O equalizador pode ser encontrado em praticamente todos os sistemas de som, mesmo que seja um simples controle de grave e agudo. O equalizador nada mais é do que um controle de volume das frequências. Atenção! Sempre que for instalar os materiais de som em tomadas e manusear os cabos de eletricidade tome muito cuidado para não levar um choque. O que é Sonoplastia? Sonoplastia é a técnica ou arte de produzir ruídos artificiais, efeitos acústicos e musicais que são usados em espetáculos teatrais, novelas, programas de rádio e televisão. No rádio, contamos com os efeitos sonoros para criar imagens na cabeça das pessoas. O que é Mixagem? É a arte de colocar música, voz e efeitos especiais, quando houver, numa só gravação. Depois de encontrar a trilha, é hora de mixar com a voz. Para saber se a mixagem ficou boa, ouça em uma caixa referência bem baixinho. Se você ouvir voz e trilha balanceadas num volume baixo nessas caixas, significa que conseguirá ouvir em qualquer falante, desde um radinho de pilhas até um grande teatro. Conectores Para operar a mesa de áudio é preciso aprender a conectar cabos. Por isso, precisamos saber que existem diversos tipos de sinais de áudio, com seus respectivos tipos de cabos e conectores. Os mais comuns são sinais de microfone, de linha e de instrumentos. Normalmente, microfones são conectados através de cabos específicos:
  4. 4. Como é produzida? A nossa voz é produzida a partir do ar que sai dos pulmões, passa pela laringe, onde estão as pregas vocais que se aproximam e vibram para produzir o som. Depois de gerado o som, ele é amplificado pela faringe, boca e nariz. O produto final deste som é articulado com os lábios, bochechas, língua e mandíbula. Assim, está pronta uma voz. Cuidados Os cuidados com a voz são importantes para todo mundo, mas quem faz uso mais intenso ou profissional, precisa se dedicar e ter alguns cuidados específicos. Dica 1: Primeiramente, é necessário manter a garganta hidratada e buscar repouso para a voz com pausas durante o dia. Dica 2: Faça exercícios de aquecimento antes de usar a voz. Dica 3: Para ter uma voz bonita, evite gritar, pigarrear e falar muito alto por um longo período. Além disso, evite falar muito em ambientes ruidosos e não faça mais esforço que o necessário para falar com as pessoas. • Girar a língua na boca e empurrá-la contra a bochecha; • Vibrar a língua; • Vibrar os lábios; • Bocejar; • Fazer bico como se fosse dar um beijo; • Retrair os lábios; • Rodar o pescoço em todas as direções; • Falar com um lápis entre os dentes (horizontal na boca). Capítulo III Como usar a Voz O rádio é feito das vozes dos profissionais, por isso, todo cuidado com ela é pouco. É necessário conhecer alguns cuidados básicos, para que a voz seja usada de forma adequada sem prejuízos e se mantenha saudável por muito tempo. Dica 4: A voz pode ficar cansada quando usada em excesso, da mesma forma que outros músculos do corpo após uma atividade física. É importante descansar a voz após seu uso prolongado, ficando quieto por algum tempo. Dica 5: Em caso de problemas de voz, procure um médico otorrinolaringologista e o fonoaudiólogo. Dica 6: Cigarros e bebidas alcoólicas, além de não ajudarem em nada na saúde, ainda prejudicam muito a voz. Evite-os! Mito ou Verdade? Usar pastilhas, chás, spray e balas refrescantes preservam a voz? Não! Elas apenas deixam a garganta anestesiada e acabam mascarando um problema que pode evoluir futuramente. Consumir leite ou derivados antes de usar a voz é bom? Não! Eles ajudam a aumentar a secreção na garganta, o que produz sussurros, pigarro, e pouca articulação. Isso tudo deve ser evitado. O melhor é fazer exercícios de aquecimento. Respiração A respiração também é essencial para projetar a voz de forma correta e falar as palavras e frases até o fim, sem perder a intensidade. Quando respiramos, oxigenamos os pulmões, contribuímos para a circulação sanguínea e as demais funções do nosso corpo. Há dois exercícios especiais para as pessoas com dificuldades respiratórias, acompanhe. Exercício 1: Experimente relaxar o pescoço e os músculos dos ombros e depois inspirar pelo nariz e expirar pela boca. Exercício 2: Outro modo de preparar os músculos da respiração para o exercício é deitar com as costas no chão, flexionar as pernas, colocar uma mão na barriga e outra em cima da caixa torácica e depois inspirar profundamente. Para o exercício fazer efeito, a barriga deve se levantar, mas o peitoral deve continuar parado. Esses exercícios devem ser executados em cinco a dez minutos.

×