Slides webquest

1.009 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.009
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides webquest

  1. 1. O RÁDIO COMO INSTRUMENTO DE CIDADANIA “ É o mundo das imagens que penetra no universo mental das pessoas, até mesmo em seus tempos/espaços mais ocultos. Nem mesmo o ambiente dos sonhos escapa à influência das imagens e dos sons eletrônicos que nos rodeiam e nos perseguem. São os dispositivos audiovisuais remodelando o consciente e o inconsciente dos indivíduos. As imagens mentais passam a ser constituídas não apenas em função dos sentimentos e daquilo que se vê, ao vivo, mas pelo que se assiste nas telas vivas da vida.” (NOVA, 1999, p. 32).
  2. 2. INTRODUÇÃO <ul><li>A revolução nas tecnologias da informação e comunicação acelerada pela internet, tem implicado mudanças radicais nas formas como os seres humanos dialogam, constrói conhecimento e transmitem experiências e valores. Logo, para se exercer de fato cidadania, é necessário então, aprender a lidar com as diversas mídias. </li></ul><ul><li>Experiências relatam que a melhor maneira para ensinar as linguagens midiáticas que nos cercam, é envolver os alunos na produção de comunicação, ou seja, na criação de programas para rádio, entre outras atividades. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Em São Paulo, uma grande rede, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Francisco, o Negro, é uma das 121 instituições públicas integradas ao projeto Educom.rádio, que selou parceria entre a Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP) e a Secretaria Municipal de Educação (ao lado, aluno-repórter entrevista colega para programa de rádio na Sebastião Francisco, o Negro: espaço  comunicativo). </li></ul>
  4. 4. <ul><li>O proprietário de um mercadinho recém-inaugurado na Cidade Líder, na zona leste da cidade de São Paulo, resolveu cobrar apenas 8 centavos pelo pãozinho. A estratégia deu certo e o comerciante ganhou a freguesia. O que ele nunca soube é que a notícia do pão barato havia sido veiculada na Rádio Negro, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Francisco, o Negro, localizada no mesmo bairro (foto ao lado). </li></ul>
  5. 5. TAREFA <ul><li>Nossa proposta é o uso didático dessa mídia com a criação de um programa de rádio a ser veiculado em rádio comunitária, no qual a comunidade escolar fará suas publicações, com vistas a potencializar situações que promovam a comunicação inter e transdisciplinar para a construção do conhecimento. </li></ul><ul><li>Os objetivos da atividade serão, desenvolver o gênero discursivo por meio da expressão oral; a integração dos contexto escola e comunidade com o uso das tecnologias; despertar para a curiosidade na busca de informações e desenvolver a capacidade de avaliação das informações obtidas, com uma visão crítica. </li></ul>
  6. 6. PROCESSO <ul><li>Apresentação da proposta de trabalho à turma, e seleção dos temas a serem pesquisados (as escolhas dos assuntos serão sempre coletivas); </li></ul><ul><li>Apropriação dos materiais necessários para a pesquisa e produção do assunto a ser tratado (livros, revistas, sítios da internet e gravador de mão); </li></ul><ul><li>Após seleção dos materiais, ajudar a turma na elaboração e produção do texto em formato de gênero discursivo reportagem; </li></ul><ul><li>Esclarecer aos estudantes que os textos que serão gravados devem informar, explicar ou orientar sobre um determinado tema; </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Treinar a leitura antes da gravação, pois a linguagem radiofônica exige uma apresentação oral espontânea, e marcar o tempo que deverá ser de 2 a 3 minutos cada vinheta; </li></ul><ul><li>Na gravação final todos os grupos devem ler suas produções na sala antes da gravação de forma colaborativa. </li></ul>
  8. 8. AVALIAÇÃO <ul><li>A avaliação deverá ser durante todo o processo de produção, por meio da observação do professor em relação à participação dos alunos. Será feito também um trabalho que valorize e incentive atitudes colaborativas. O professor precisará estar atento aos objetivos da atividade, observando se estão sendo desenvolvidos em cada etapa. A produção final deve ser avaliada por todos os envolvidos. </li></ul>
  9. 9. CONCLUSÃO <ul><li>Essa atividade tem como finalidade ajudar a conhecer um pouco mais sobre a importância desse meio de comunicação na sociedade atual. Portanto, por meio das pesquisas e das investigações esse conhecimento será descoberto e reconstruído. </li></ul><ul><li>Em resumo disponibilizamos no tópico seguinte, sugestões bibliográficas para leitura e diversos endereços eletrônicos com relatos de experiências vivenciadas no cotidiano de muitas escolas em diferentes localidades do Brasil. Há lugar em que uma lei municipal avançou no uso da radiodifusão comunitária ao atribuir ao poder público local à criação de emissoras comunitárias de caráter educativo. </li></ul>
  10. 10. CRÉDITO <ul><li>Quer saber mais? V erifiquem a tividades, projetos, notícias, fotos, produções nas escolas, bem como textos sobre o assunto. </li></ul><ul><li>http://www.redecep.org.br/publicacoes/midia_escola_web.pdf </li></ul><ul><li>http://revistaescola.abril.com.br/edicoes/0165/aberto/mt_189459.shtml </li></ul><ul><li>http://www.eproinfo.mec.gov.br/webfolio/Mod83687/experiencias.htm </li></ul><ul><li>http://www.usp.br/educomradio/noticias/noticia2.asp ? cod_not =120 </li></ul><ul><li>www.iep.uminho.pt/encontro . webquest / workshops.htm </li></ul><ul><li>www.livre.escolabr.com/ferramentas/wq/ </li></ul><ul><li>http://www.midiativa.tv/blog/ </li></ul><ul><li>www.usp.br/educomradio </li></ul><ul><li>http://www.usp.br/nce </li></ul>
  11. 11. <ul><li>www.vivenciapedagogica.com.br </li></ul><ul><li>www.escolabr.com </li></ul><ul><li>www.edukbr.com.br </li></ul><ul><li>www.escolanet.com.br </li></ul><ul><li>BARBOSA FILHO, André. Gêneros Radiofônicos: os formatos e os programas em áudio . São Paulo: Paulinas, 2003. </li></ul><ul><li>Ferreira, Léslie Piccolotto; COSTA, Henrique Olival, Voz ativa: falando sobre o profissional da voz . Editora(s) Roca, 1.ed, 2000. </li></ul><ul><li>MCLEISH, Robert (1999), Produção de Rádio . São Paulo: Summus Editorial. </li></ul><ul><li>SCHAFER, R. Murray. A Afinação do Mundo. São Paulo: Unesp, 1997. </li></ul><ul><li>(______). O ouvido pensante . São Paulo: Unesp, 1991. </li></ul><ul><li>NOVA, C. Uma viagem pela construção da história e pelos discursos áudio-imagéticos. Dissertação de Mestrado. UFBA. Bahia.1999. </li></ul><ul><li>Livro: ROSSETTI, Fernando. Mídia e Escola : Perspectivas para políticas públicas. São Paulo: UNICEF/Jogos de Amarelinha, 2005 . </li></ul>

×