Neurociência do consumo: Entendendo o que é Neuromarketing. Aula 4 - Memória e Hábito

1.715 visualizações

Publicada em

Neurociência do consumo: Entendendo o que é Neuromarketing. Aula 4 - Memória e Hábito

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.715
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Neurociência do consumo: Entendendo o que é Neuromarketing. Aula 4 - Memória e Hábito

  1. 1. NEUROCIÊNCIA DO CONSUMO:ENTENDENDO O QUE É NEUROMARKETINGAula 4: Memória e HábitoBilly E. M. Nascimento, BSc, MSc, DScbnascimento@forebrain.com.br
  2. 2.  Plasticidade: capacidade do cérebro em desenvolver novas conexões sinápticas entre os neurônios a partir da experiência e do comportamento do indivíduo. Aprendizado: aquisição de novas informações ou novos conhecimentos. Memória: retenção da informação aprendida.
  3. 3. Memórias Memórias Não-Declarativas Declarativas Memória de Fatos e eventos comportamentos Consciente Não-consciente Memória Memória explícita implícita
  4. 4. Memórias declarativas Memórias não-declarativasVelocidade deFormaçãoVelocidade deEsquecimentoNecessidade derepetição paraconsolidação
  5. 5. Declarativa:VerbalExplícita:Verbal e nãoverbal
  6. 6. Dias Longo • Número do CPF meses anos prazo • Endereço Horas Curto • O que comi no almoço dias prazo • Que roupa vesti ontem Memória • Número de telefone Segundos minutosde trabalho • Códigos de entrada
  7. 7. Marcas Sinestésicas
  8. 8.  Experiência > memória > marca forte
  9. 9.  Retrógrada Anterógrada Global Transitória
  10. 10.  “Sinto-me com se tivesse no banheiro da escola” “South Bend, Indiana, esquina da Jacob com Washington” “Pareço olhar pra mim mesmo mais jovem”
  11. 11. Memória de procedimento >> Hábitos comportamentais
  12. 12. Automaticidade
  13. 13.  Como consolidar memória de trabalho?  Hábito  Condicionamento
  14. 14.  Estímulo condicionado Estímulo não-condicionado * Tempo
  15. 15. Figura 20.7. Neste experimento, um rato primeiro ouve um som inócuo (A), depois o som vem associado a um choque naspatas (B), e finalmente o som é apresentado sozinho outra vez ( C). Em todas as condições, o animal tem a sua pressãosangüínea e mobilidade medidas automaticamente (gráficos). Observa-se que o choque provoca um sobressalto comelevação da pressão sangüínea e depois longa imobilidade (gráficos em B), manifestações que a seguir ocorrem também paraa simples exposição ao som (gráficos em C). Modificado de J.E. LeDoux (1994) Scientific American 270: 50-57.
  16. 16.  Ato motor >> estímulo compensador
  17. 17. Clássico InstrumentalEstímulo neutro Comportamento Estímulo Estímulo relevante relevante

×