Mulher.judaismo

764 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
764
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mulher.judaismo

  1. 1. O Papel da Mulher no Judaísmo antigo • Papeis bem definidos: cada pessoa com suas responsabilidades: pai, mãe, primogênito, virgens, antes e depois da puberdade. • Sociedade agrícola e baseada na cultura do clã: preservação, fortalecimento, identidade • Ambiente familiar: mais importante • Mulher: Mãe: dar a vida (futuro do clã) e transmissão dos costumes.
  2. 2. • 1. Impureza (tum'ah, ) algo semelhante ao tabu. Ritual, não moral. Ritos para recolocar no cotidiano: deixar a sacralidade. • Niddah ( ) significa “movido” • Rito: tevilah ( ) ou mikvah ( ) imergir em água. • Participa do mistério da criação: dar à luz, garantia do futuro. • Parto = separação da coisas, separação entre os seis dias e o Dia sagrado. Sabedoria = ordem do cosmo.
  3. 3. • 2. Sábado e Páscoa: momentos mais importantes da religião: • Oração: Bendito sejas tu Adonay, nosso Deus, rei do universo, que nos santificastes por teus mandamentos, e nos ordenastes benignamente esta festa das luzes. • Bendito sejas tu Adonay, nosso Deus, rei do universo, que nos conservastes a vida até o dia de hoje. • Que esta casa seja abençoada, Ó Deus, e que a luz da tua benevolência venha sobre todos nós trazendo-nos a paz.
  4. 4. • 3. Direitos assegurados pela Torah: • a) Herança: filhas de Tslofhad (Zelofeade, Nm 27:1-11). • b) Casamento: recusar o noivo: Gn 24:39. 58 • - impor condições (tenaim, ) no contrato • - kanah( ) : parte do dote no divórcio • - guett ( ) para não ser descartada (Dt 24:1) • - ordálio: águas amargas (Nm 5:14-31) • - levirato:(yibum, , Dt 25:5-6) ou halitsah (liberação, ) Dt 25:7-10, Rt 4:7-8
  5. 5. • 4. Poligamia e adultério (Na'af, ): era permitida a poligamia para o homem • - era proibido o adultério para homens e mulheres • - a penalidade era o apedrejamento (Lv 20:10; Jo 8:5), após julgamento (cf. narrativa extracanônica de Dn 13) • Era adultério a infidelidade entre as duas fases do casamento (Mt 1:19) : 1ª.) O envolvimento (erusin, ): pagar o dote e fazer o contrato; 2ª.) A coabitação (kidushin, ): santificar
  6. 6. • não exclusivamente uma relação sexual, mas atitude de deslealdade (no coração, Jo 8:3-4). • “Eu, porém, vos digo: todo aquele que olhar para uma mulher com intenção libidinosa, já adulterou com ela no coração” (Mt 5:28) • Muito mais rigor para a mulher que para o homem . Jesus nivela o rigor para ambos. • BIBLIOGRAIA: • Bíblia de Jerusalém • Talmud da Babilônia: tratados Ketubôt e kidushin, da ordem Nashim.

×