14-05-22_Rituais-Midiáticos

429 visualizações

Publicada em

Teoria da Mídia, Catástrofes da Humanidade, Sociedade da Imagem e Rituais Midiáticos.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
429
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

14-05-22_Rituais-Midiáticos

  1. 1. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 1
  2. 2. Semiótica da Cultura aplicada à Comunicação 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 2
  3. 3.  Mídia Primária -> Hominização  Mídia Secundária -> Civilização  MídiaTerciária -> Neo-nomadismo ▪ Tecno-imagens ▪ Ilusão ▪ Coisas perdem valor e não-coisas ganham valor ▪ “A nulodimensão passa a ser o mundo para o qual somos impelidos com crescente veemência. Um mundo no qual somente há espaço para seres fluidos como o vento, evanescentes como a luz, efêmeros como o tempo.” (BAITELLO, p. 5, 2013). 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 3
  4. 4. 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 4
  5. 5.  Conceito  “Padrão mental em qualquer modalidade sensorial, como, por exemplo, uma imagem sonora, uma imagem tátil, uma imagem de um bem-estar”. (DAMASIO, p. 24, 2000).  Imagem = representação Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 5
  6. 6.  Imagem  Endógena ▪ Geradas pelo universo interior, que alimentam e movimentam, trazidas à consciência e partilhadas pelos diferentes sistemas de tradução  Exógena ▪ Criadas para transitar pelo universo exterior, sobre suportes materiais fixos ou móveis Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 6
  7. 7.  Imagem  Predomínio avassalador dos sistemas comunicativos sensório- visuais em detrimento das outras modalidades perceptivas ▪ Mídia impressa,TV, Cinema, Internet... 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 7
  8. 8.  Exacerbação das imagens exógenas  Menos atenção às imagens endógenas ▪ “Não se extinguem, ficam menos acessadas e, ao invés de cumprirem o papel de alimentar o âmbito externo, passam a espelhá-lo indiscriminadamente e acriticamente.” (BAITELLO e CONTRERA, p. 121) Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 8
  9. 9. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 9
  10. 10. A vida na superfície das imagens 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 10
  11. 11.  “O homem contemporâneo encontra-se na intersecção de dois mundos: o mundo do corpo e o mundo da imagem, padecendo dos males próprios daqueles que não reconhecem nem seu lugar, nem seu tempo.”  SILVA, Mauricio Ribeiro, p. 1 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 11
  12. 12.  Séc. XX p/. XXI  Máquinas de comunicação à distância ▪ Espaço especializado e linear passa a ser a-direcional e a-dimensional ▪ Multifuncionalidade virtual Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 12
  13. 13.  Séc. XXI  Tempo “real” passa a ser o preferencial ▪ Mas que real é esse? ▪ “Revolução dos transportes de massa do século XIX, revolução das transmissões no século XX, uma mutação e uma comutação que afetam ao mesmo tempo o espaço público e o espaço doméstico, ao ponto de nos deixar na incerteza quanto à sua própria realidade”.  Virilio, Paul. P. 31, 2003 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 13
  14. 14.  Séc. XXI  Tempo “real” ▪ Real, do latim, realis = COISA ▪ Vira espaço de troca simbólica ▪ Tecnoimagens ▪ Sem acesso ao corpo físico ▪ Vida sem corpo num espaço concreto e imaginário  Paradoxo Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 14
  15. 15. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 15
  16. 16. 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 16
  17. 17.  “Conduta que tem por efeito estimular a biologia dos indivíduos e sincronizar os grupos.” (Cyrulnik, 1995, p. 106) 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 17
  18. 18.  Relação com as práticas miméticas  “Com ajuda da mimese é desenvolvido um conhecimento prático intimamente ligado ao corpo e de grande importante para a capacidade de ação social do homem” (Gauber|Wulf, 2004, p. 11). 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 18
  19. 19.  A linguagem, o símbolo, os mitos e os rituais compõem o diferencial humano.  Fortalecem o caráter grégário Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 19
  20. 20.  Pensamento simbólico  Resultado de um processo de sociabilização  Estabelece-se e valida por meio de rituais  Estabelece o imaginário Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 20
  21. 21.  Sem os rituais, não haveria e nem se fortaleceriam os vínculos  Rituais alimentam os vínculos  Fundamentais nas relações  Especialmente nos momentos de estranhamento e transição Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 21
  22. 22.  3ª catástrofe  Sem comunidade  Exceto em alguns situações específicas Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 22
  23. 23.  Fim do encanto de ir às ruas em prol dos paraísos artificiais tecnologicamente criados  “(os centros urbanos são) lugares em que estamos fadados a vaguear numa grande multidão de estranhos diversos em contínua mudança”. (Bauman, 2003, p. 131).  O centro do mundo é transportado para a mídia terciária e seu não-espaço 26/05/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 23
  24. 24. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 24
  25. 25.  Rituais apaziguam a ansiedade humana  Previsibilidade  Confirmam o esperado  Ritmos pontuadores  Mídia simula  Pautam a vida social contemporânea  Possibilitam a sincronização do grupo  Temporal  Intelectual Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 25
  26. 26.  Ritual tem hierarquia, organização, valores  Mídia simula  Sessões de cinema, cadernos especiais, tv a cabo... Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 26
  27. 27.  Ritual é a rememoração dos conteúdos míticos fundantes de uma cultura  Legítimo e legitimador  Mídia simula  Audiência  Metalinguagem  Transformação Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 27
  28. 28.  Líder, portador do objeto mágico  Mídia idem Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 28
  29. 29.  Ritual  Espetáculo Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica26/05/2014 29

×