Aula 7 fotografia digital

3.520 visualizações

Publicada em

Aula para o curso de Fotografia Digital da UFS

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.520
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
340
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 7 fotografia digital

  1. 1. Composição fotográfica<br />
  2. 2. Cronograma<br />Definições<br />Escolha dos assuntos<br />Dicas<br />Regras de composição<br />
  3. 3. <ul><li>“A composição deve ser uma de nossas preocupações constantes, até nos encontrarmos prestes a tirar uma fotografia; e então, devemos ceder lugar à sensibilidade...” (Henri Cartier-Bresson)
  4. 4. Seleção e o arranjo agradáveis dos assuntos dentro da área a ser fotografada</li></ul>Definições<br />
  5. 5. <ul><li>Arranjos são feitos colocando-se figuras ou objetos em determinadas posições
  6. 6. Às vezes, na mudança do ângulo de tomada você pode deslocar sua câmera suavemente, acarretando uma mudança considerável na composição
  7. 7. Uma foto bem composta exige planejamento e paciência</li></li></ul><li>Primeiro plano como realce da cena<br />Decisão do que incluir e do que excluir<br />Sensação de profundidade<br />Escolha dos assuntos<br />
  8. 8.
  9. 9.
  10. 10. <ul><li>Primeiro plano como moldura</li></ul>Consiste em usar elementos secundários para emoldurar o elemento principal<br />
  11. 11.
  12. 12. Plano detalhe<br />Objetivas Macro<br />
  13. 13. Ecolha do que estará em foco ou não<br />
  14. 14.
  15. 15. Dicas<br />Considerar a direção do movimento dos assuntos e, geralmente, deixar espaço à frente, dentro do qual possam se movimentar<br />Usar diagonais como linhas de condução a fim de proporcionar um direcionamento na foto. Um caminho para os olhos seguirem em direção ao assunto principal<br />
  16. 16. Usar linhas repetidas para chamar a atenção do observador para o centro de interesse<br />Conseguir bom equilíbrio também faz parte das recomendações para uma boa composição. Requer enquadramento e disposição dos assuntos a fim de poderem criar uma foto bem equilibrada<br />
  17. 17. Manter o equilíbrio de formas, cores, áreas de luz e sombra que se complementam mutuamente para dar uma aparência bem equilibrada<br />
  18. 18. Enquadrar o centro de interesse harmoniosamente com os objetos que se encontram em primeiro plano. Isto dá à fotografia uma sensação de profundidade<br />
  19. 19. Na composição, prestar atenção no fundo, que pode se enquadrar nas seguintes situações<br />Conceitos de composição<br />
  20. 20. <ul><li>Fundo simples, para destacar o tema fotografado</li></li></ul><li>
  21. 21. <ul><li>Fundo conflitante: tons, cores, formas parecidas, faltando destaque para o tema</li></li></ul><li>
  22. 22. <ul><li>Luzes e cores: áreas muito coloridas ou muito iluminadas podem desviar atenção do tema fotografado</li></li></ul><li>Criar harmonia entre linhas, formas, superfícies, tons, texturas<br />Perspectiva: dá informações sobre forma e tamanho dos objetos<br />Acentua tridimensionalidade<br />Linhas convergentes como indicador de distância, profundidade<br />
  23. 23. <ul><li>Regra dos terços
  24. 24. Área da fotografia dividida simultaneamente em 3 terços verticais e horizontais
  25. 25. Três linhas paralelas imaginárias no sentido horizontal e no sentido vertical da fotografia
  26. 26. As interseções destas linhas imaginárias sugerem 4 opções para a colocação do centro de interesse para uma boa composição
  27. 27. Geralmente, fotos com assuntos centralizados tendem a ter uma característica mais estática (e menos interessante) do que fotos com o assunto fora do centro</li></ul>REGRAS DE COMPOSIÇÃO<br />
  28. 28. <ul><li>Pode-se também aplicar a orientação da regra dos terços na colocação da linha do horizonte em sua foto
  29. 29. Pois a linha do horizonte dividindo a foto ao meio, dá uma sensação de estática.
  30. 30. Estes pontos em que se cruzam estas linhas chamam-se “Pontos de Ouro”</li></li></ul><li>
  31. 31.
  32. 32. <ul><li>Deve-se considerar a direção do movimento dos assuntos, e deixar um espaço na frente, dentro do qual possam se “movimentar”
  33. 33. Ainda, a fotografia estará bem enquadrada sob essa regra se o elemento principal situar no encontro das partes</li></li></ul><li>Leitura da imagem: olhar ocidental<br />Nosso olhar é condicionado pelo modo de escrita e leitura, ou seja, da esquerda para a direita<br />Quando observamos uma foto, a tendência é fazer uma leitura desta imagem no sentido horizontal, da esquerda para a direita<br />Este fato deve ser levado em conta na hora que vamos fazer a composição de uma fotografia<br />Usando este conhecimento, podemos construir imagens que tenham dinâmica e movimento<br />
  34. 34.
  35. 35. <ul><li>Se colocamos alguém no extremo direito da imagem, o olhar do expectador irá passear por toda a imagem, começando no lado esquerdo e terminado no lado direito, exatamente onde está colocado nosso assunto principal</li></li></ul><li><ul><li>Esta técnica também pode ser usada para fotos de paisagens
  36. 36. Se fizermos o enquadramento da imagem de modo que a estrada comece no lado inferior esquerdo e termine no lado superior direito da foto, iremos dar ao expectador uma idéia de movimento, ou seja, o olhar de quem está observando a foto irá passear pela estrada, que esta propositalmente colocada no mesmo sentido que nosso olhar caminha pela foto</li></li></ul><li>Composição de Monoton e de Contraste<br />Monoton: a fotografia por inteiro tem o mesmo tom<br />
  37. 37.
  38. 38. <ul><li>De contraste: a diferença das cores é bem marcada ou tem uma dura diferença</li></li></ul><li>Composição por formas<br />Como fazer a variação de tudo que se tem o mesmo padrão?<br />Fotos de formas iguais usa-se cores diferentes, já nas formas diferentes, usa-se cores iguais<br />
  39. 39.
  40. 40.
  41. 41. Escolha de linhas<br />
  42. 42.
  43. 43.
  44. 44. Linhas e formas podem ser usadas para criar imagens abstratas, subjetivas, ou para desviar a atenção do assunto principal de uma fotografia<br />
  45. 45. Uso de perspectivas<br />
  46. 46.
  47. 47. A perspectiva auxilia a indicação da profundidade e da forma, uma vez que cria a ilusão de espaço tridimensional<br />
  48. 48. Perspectiva e proporção<br />Saber trabalhar com o elemento humano<br />
  49. 49.
  50. 50.
  51. 51. Proporção<br />
  52. 52.
  53. 53. Uso de padrões<br />
  54. 54. <ul><li>O que determina uma boa foto, antes de tudo, é o desenvolvimento do “olho do fotógrafo”
  55. 55. Olhar treinado: capaz de subverter a lógica</li></ul>Sobre o ato de fotografar...<br />
  56. 56. <ul><li>O visor é o elo de ligação com o mundo à frente de sua câmera e os dois elementos fundamentais para a formação de imagens são a luz e a composição
  57. 57. Necessário conhecer a luz que incide sobre o assunto
  58. 58. Melhor maneira de conhecê-la é através de instrumentos de medição, como o Fotômetro</li></li></ul><li>Composição fotográfica. Disponível em: http://www.girafamania.com.br/montagem/fotografia-composi.htm. Acesso em maio de 2011.<br />Composição Fotográfica (Guia Kodak). Disponível em: http://www.kodak.com/BR/pt/consumer/fotografia_digital_classica/para_uma_boa_foto/curso_fotografia/fotografia_tradicional/regras/composicao_fotografica.shtml?primeiro=1. Acesso em maio de 2011.<br />ZUANETTI, Rose et al. Fotógrafo:o olhar, a técnica e o trabalho. Rio de Janeiro: Senac Nacional, 2002.<br />Referências<br />

×