Fatos Sociais Durkheim, Mtdo C So, 2010 2

8.645 visualizações

Publicada em

Apresentação exibida, no dia 26/08/2010, na disciplina "Metodologia das Ciências Sociais" do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).

Publicada em: Educação
1 comentário
11 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.645
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fatos Sociais Durkheim, Mtdo C So, 2010 2

  1. 1. FATOS SOCIAIS - Émile Durkheim. Regras do Método Sociológico. <ul><li>Bianca Cellani, Miriam Stefanuto, Paulo Vitor de Oliveira, Simone Braghin. </li></ul>
  2. 2. “ Se existe uma ciência das sociedades, cabe esperar que ela não consista numa simples paráfrase dos preconceitos tradicionais, mas nos mostre as causas diferentemente de como as vê o vulgo; pois o objetivo de toda ciência é fazer descobertas, e toda descoberta desconcerta mais ou menos as opiniões aceitas .”
  3. 3. SOCIOLOGIA SENSO COMUM
  4. 4. Objeto de Estudo da Sociologia FATO SOCIAL
  5. 5. A mentalidade dos grupos não é a dos particulares; tem suas leis próprias.
  6. 6. Os fatos sociais ''consistem em maneiras de agir, pensar e de sentir , exteriores ao indivíduo , e que são dotadas de um poder de coerção em virtude do qual esses fatos se impõem a ele .''
  7. 7. FATOS SOCIAIS EXTERNOS AO INDIVÍDUO COERCITIVOS GERALIDADE
  8. 8. '' Se esta força de coerção externa se afirma com tal nitidez nos casos de resistência, é porque ela existe, ainda que inconsciênte, nos casos contrários. Somos então vítimas de uma ilusão que nos faz crer que elaboramos, nós mesmos, o que se impôs a nós de fora. '' EXTERNO AO INDIVÍDUO
  9. 9. ''Quando me conformo voluntariamente a ela, essa coerção não se faz ou pouco se faz sentir, sendo inútil. Nem por isso ela deixa de ser um caráter intrínseco aos fatos , e a prova disto é que ela se afirma tão logo tento resistir.'' COERÇÃO
  10. 10. ''Se é geral, é porque é coletivo (…) o que é bem diferente de ser coletivo por ser geral'' GENERALIDADE
  11. 11. ''Os fatos sociais devem ser tratados como coisas''
  12. 12. Devem ser (os fatos sociais) estudados com o princípio de que se desconhece por completo o que são
  13. 13. FENÔMENOS INDIVIDUAIS FENÔMENOS ORGÂNICOS (BIOLOGIA) FENÔMENOS PSÍQUICOS (PSICOLOGIA) FENÔMENOS SOCIAIS (SOCIOLOGIA) FENÔMENO COLETIVO
  14. 14. Chegam a cada um de nós do exterior e não tem sua origem em nenhuma consciência particular. correntes sociais
  15. 15. elas nos coagem, mas gostamos e achamos necessário Dualidade das regras morais
  16. 16. FIM - Obrigad@!

×