Mealheiro

678 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
678
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mealheiro

  1. 1. MEALHEIRO José Bezerra Gomes José Bezerra Gomes MEALHEIRO José Bezerra Gomes Inês Vieira Automático
  2. 2. <ul><li>José Bezerra Gomes (1911-1982) </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>- Nasceu em Currais Novos-RN </li></ul><ul><li>Bacharelou-se, em 1963, em Ciências Jurídicas e Sociais </li></ul><ul><li>pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. </li></ul><ul><li>- Estilo espontâneo, parecido com o de José Lins do Rego. </li></ul><ul><li>- Adepto do regionalismo de 30 (seca, retirante, injustiça social). </li></ul><ul><li>Evocação da memória - poema Mealheiro , possível chave para seus </li></ul><ul><li>romances                                                          </li></ul><ul><li>Obras publicadas: </li></ul><ul><li>                 - Os brutos (1938) - romance; </li></ul><ul><li>                 - Por que não se casa, doutor? (1944)-romance; </li></ul><ul><li>                 - Retrato de Ferreira Itajubá (1944) - ensaio; </li></ul><ul><li>        - A porta e o vento (1974) - romance; </li></ul><ul><li>        - Antologia poética (1975) - poemas; </li></ul><ul><li>        - Teatro de João Redondo (1975) - ensaio; </li></ul><ul><li>        - Sinopse da história de Currais Novos - estudo monográfico. </li></ul>
  3. 3. Contando os bezerros novos das vacas paridas Meu avô a camisa por cima da celoura no mourão da porteira do curral de pau a pique cheirando a estrume
  4. 4. Minha avó no santuário da capela o rosário de contas de capim santo nas mãos devotas
  5. 5. As espigas de milho verde bonecando nos roçados
  6. 6. Os algodoeiros casulando
  7. 7. As ovelhas malhando na sombra das quixabeiras O rio a cheia
  8. 8. Os sapos os cururus cantando dentro das noites empoçadas
  9. 9. As tanajuras esvoaçando na luz das lamparinas
  10. 10. As veredas trilhadas pelos preás
  11. 11. Os ninhos dos concrizes balançando na copa das braúnas
  12. 12. As asas dos urubus pairando paradas no céu encandeando
  13. 13. A barra das madrugadas O aboio dos tangerinos
  14. 14. As alpregatas do meu avô arrastando nas lajes do alpendre do mundo de minha infância.
  15. 15. Felicidade -Yamandu-violão Dominguinhos-Sanfona Imagens: Internet [email_address] www.mensagensvirtuais.com.br

×