A chegada de um bebê

906 visualizações

Publicada em

Palestra sobre como lidar com crianças quando um bebezinho irá surgir.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
906
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A chegada de um bebê

  1. 1. A CHEGADADE UM BEBÊMaciel Ferreira de ResendePsicólogo formado pela UESPIcom especialização em SaúdeMental pela Faculdade TécnicaInternacional
  2. 2.  Preparando o caminho O temor do desconhecido pode diminuir aopermitir que a criança saiba o que vai mudar navida. Precisamos respeitar suas necessidades esentimentos – mesmo os negativos.  Timing O momento de conversar sobre isso depende daidade dele e do nível de compreensão, do que aspessoas conversam e se ele já sentiu que algumacoisa importante está acontecendo. Explicar que o bebê não chegará antes de umdeterminado período festivo pode ajudar aentender o período de tempo.
  3. 3.  Um tempo juntos Contar histórias podem ajudar a criança aexplorar seus sentimentos e de possibilita que elesperguntem e também compreender melhor suasemoções confusas.  Conversando sobre o bebê Ajudá-las a entender que o irmão/irmã é uma“pessoinha” com fragilidades, necessidades e acapacidade de sentir prazer. Fique atenta aos sinais transmitido pelas criançasquando ela está interessada e quando ela está fartado assunto.
  4. 4.  Conversando sobre amor Precisamos dizer aos nossos filhos que semprevamos amá-los, que o amor cresce a cada dia eque nada poderá destrui-lo. Contar ao filho mais velho como ele era quandobebê é uma maneira de introduzir um ponto de vistapositivo sobre o recém-nascido. Quanto menos mudanças, melhor Mantenha, o mais que puder, a rotina e evitegrandes mudanças na vida afim de diminuir adificuldade em lidar com a chegada do bebê.
  5. 5.  Observando o mundo da criança Observar o mundo da perspectiva dacriança ajuda a identificar os problemasque a preocupam e que foramdespercebidos.
  6. 6. Algumas abordagens quepodem funcionar: Dar um presente ao filho mais velho, em seu nome ou “em nome do bebê”. Evitar colocar o bebê no colo ou amamentá-lo quando a criança chega para conhecer o irmão ou irmã, pois assim você poderá abraçá-lo sem ter que pedir pra tomar cuidado para não sufocar o irmão. Pedir as visitas antecipadamente que cumprimentem a criança antes de se dirigirem ao bebê. Levar um brinquedo para que o filho mais velho possa brincar e não se sentir entediado.
  7. 7. Estimulando a afeição Enfatizar o interesse do bebê pela criança mais velha. Mostrar a criança como fazer o bebê sorrir. Estimular as brincadeiras em conjunto, como imitar os barulhos e expressões do bebê. Discutir as necessidades ou sentimentos do bebê. Criar oportunidades para que a criança ajude a cuidar do bebê sem sobrecarregá-lo inadequadamente. Mostrar à criança que o bebê começa a manifestar amor por ela. Conversar sobre as coisas que uma criança pode fazer e que o bebê não pode.
  8. 8.  Admitindo sentimentos Nossos filhos precisam saber que às vezesvão ficar bravos, chateados e enciumados.Tentar sugerir que a criança deveria estar sesentindo de outra maneira vai apenas alimentaro rancor. Uma criança que diz que odeia o irmãozinhopode estar dizendo a verdade naquelemomento, mas isto não é sinal de um longocaso de rejeição.
  9. 9. E se a criança machucar obebê? Mantenha-se calmo e seja claro: “Bater não pode.” Retire o bebê, não a criança do ambiente. Assim, a criança não receberá atenção imediata pelo mal comportamento. Se a criança estiver apertando muito o bebê no colo, diga-lhe e encontre outra coisa para ele fazer. Se a criança estiver entediada, sentindo falta da sua atenção ou se sentindo menos amada tente passar mais tempo com ela. Se perceber que a criança realmente está tentando machucar o bebê, separe-os e não os deixe sozinhos.
  10. 10. Obrigado!

×