História do Brasil - Segundo Reinado

1.596 visualizações

Publicada em

Grupo nº 7:
Isabela C., Ana Flávia e Amanda

8º ano - História - 3º trimestre
Prof. Elton
Colégio Prudente de Moraes - Salto/SP

Trabalho de produção de um slidecast a partir do conteúdo abordado no cap. 11 do livro didático.

Publicada em: Educação, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.596
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História do Brasil - Segundo Reinado

  1. 1. Brasil: Consolidação do Império
  2. 2. Organização Política Partidos políticos: -Conservador -Liberal D. Pedro II – Partido Conservador ou Liberal: Dependendo dos interesses Durante o segundo reinado: governo central – estratégias para controlar o poder 1847: criação do cargo de presidente do Conselho de Ministros Eleições de 1840: truculentas - “ Eleições do cacete” Partidos políticos e eleições: Mesmas bases da organização política do Primeiro Reinado
  3. 4. Resistência e revolta: Centralização do poder nas mãos do imperador: revoltas Principal revolta: Pernambuco 1842: Partido Nacional de Pernambuco - Partido da Praia - praieiros 1845: praieiros conseguem a indicação De um aliado para governar Pernambuco Rebelião Praieira: manter o controle de Pernambuco, voto universal, exclusividade do comércio aos brasileiros e garantia de trabalho a todos
  4. 6. Organização Econômica e Social A vida nas fazendas de café Época da independência: economia – produção destinada a exportação e o uso trabalho escravo Principal produto: açúcar, porém os lucros diminuíram 1820: café – inicialmente no litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro 1830: deslocou-se para o interior das duas províncias Proximidade da capital do Império: facilitou as exportações Fazendas cafeeiras: Casa-grande e senzala Cultivo do café feito nas encostas dos morros para facilitar a colheita – Ruas do cafezal Em poucos anos: café principal produto de exportação Ricos cafeicultores: comandavam a política local
  5. 8. A vida na Corte Rio de Janeiro: sede do governo central – Abrigava a família imperial e os membros da Corte, além de diferentes grupos sociais Corte: altos funcionários e comerciantes enriquecidos que haviam recebido títulos de nobreza Nobres: viviam em casarões luxuosos e se deslocavam pela cidade em cadeiras de arruar Escravos de ganho: alugados por seus donos Homens livres pobres: alguns eram ex-escravos, outros eram brancos pobres ou mestiços que não tinham dinheiro para abrir um negócio próprio
  6. 10. Alunas: Ana Luísa; 5 Isabella Ariadne; 18 Lara Barcellos; 25 Professor: Elton Disciplina: História 8º ano

×