Teníase-Verme adulto está presente no intestino delgado de um indivíduo-As proglotes da tênia se copulam e geram ovos-Os ó...
Cisticercose-O ciclo começa com a tênia adulta no intestino delgado, a qual irá se reproduzir atravésda copulação de suas ...
-As cercarias serão liberadas nas águas e, se houver algum indivíduo no local, essaslarvas poderão penetrar na pele do mes...
Ancilostomose - amarelão-O ciclo começa com vermes adultos do Ancylostoma duodenale ou Necatoramericanus (diferem-se pelos...
Ascaridíase - lombriga-Início: Vermes adultos (macho e fêmea) de Ascaris lumbricoides no intestino delgadodo indivíduo (ho...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resumo de esquemas

661 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
661
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo de esquemas

  1. 1. Teníase-Verme adulto está presente no intestino delgado de um indivíduo-As proglotes da tênia se copulam e geram ovos-Os órgãos internos das proglótides se degeneram, formando “sacos” cheios de ovos: asproglótides grávidas-Essas proglótides grávidas se destacam da tênia, indo para o meio ambiente junto comas fezes se a pessoa defecar ao ar livre-As mesmas proglótides serão rompidas pela erosão do solo, fazendo com que seus ovosse dirijam para as águas, frutas, verduras e pasto de bovinos-O gado (hospedeiro intermediária), proveniente da pecuária extensiva, ingere os ovosjunto com a água ou com o pasto-Após atravessar o tubo digestor do animal, os ovos chegarão ao intestino delgado eeclodirão, libertando a oncosfera, uma larva que perfurará o intestino do animal,chegando aos seus vasos sanguíneos-Como está no sangue, a larva pode ir a qualquer local do corpo do animal. Para havercontágio humano, a larva deverá se alojar em algum músculo do boi, formando um cistochamado cisticerco-No interior desse cisticerco, há uma tênia jovem-Se ocorrer a ingestão dessa carne (crua ou malcozida) com cisticercos, os mesmosserão digeridos e chegarão ao intestino delgado do indivíduo-No intestino, a tênia jovem sairá do cisticerco e se prenderá à parede do mesmo,através de sua cabeça. Crescerá formando novas proglótides, as quais, ao atingirem amaturidade sexual, compularão entre si, gerando novos ovos, reiniciando o ciclo
  2. 2. Cisticercose-O ciclo começa com a tênia adulta no intestino delgado, a qual irá se reproduzir atravésda copulação de suas proglótides, as quais formarão os “sacos” cheios de ovos, ou seja,as proglótides grávidas, destacando-se da tênia e saindo, através das fezes, para o meioambiente se forem eliminadas ao ar livre-As proglótides serão rompidas pela erosão do solo, liberando seus ovos, os quaispoderão se misturar à água ou alimentos de porcos(hospedeiro intermediário) depecuária extensiva-Após atravessar o tubo digestor do porco, os ovos irão eclodir e liberar a oncosfera, aqual perfurará o intestino delgado e atingirá os vasos sanguíneos. Para haver o contágio,essa larva terá que atingir os músculos do animal, desenvolvendo um cisto denominadocisticerco-Se essa carne crua ou malcozida for ingerida por um indivíduo (hospedeiro definitivo),haverá o desenvolvimento do cisticerco no, intestino delgado, em tênia, a qual sereproduzirá, reiniciando o cicloEsquistossomose-O ciclo se inicia com os vermes adultos nas veias do fígado ou das veias entre o fígadoe o intestino, causando várias lesões no indivíduo (hospedeiro definitivo), comodistúrbios circulatórios, já que os vermes dificultam o fluxo sanguíneo do intestino aofígado, provocando perda de líquido do sangue para a cavidade abdominal, causando abarriga d’água (ascite)-Os vermes se deslocam no interior de vasos até a parede do intestino. A fêmea depositacentenas de ovos na cavidade intestinal, que são liberados juntamente com as fezes. Se oindivíduo defecar ao ar livre e, principalmente, perto de rios/lagos, poderá havercontágio-Os ovos eclodirão no rio/lago, liberando uma larva denominada miracídio, o qualinvadirá o caramujo planorbídeo (hospedeiro intermediário), sofrendo metarmofosedentro do intestino do mesmo
  3. 3. -As cercarias serão liberadas nas águas e, se houver algum indivíduo no local, essaslarvas poderão penetrar na pele do mesmo, indo para o sangue e, posteriormente, aofígado, desenvolvendo-se e formando os esquistossomos jovens
  4. 4. Ancilostomose - amarelão-O ciclo começa com vermes adultos do Ancylostoma duodenale ou Necatoramericanus (diferem-se pelos tipos de dentes) no intestino delgado de um indivíduo. Osmesmos irão copular e a fêmea inicia a postura dos ovos-Os ovos atingem o meio ambiente junto com as fezes, quando o doente defeca ao arlivre-As larvas serão liberadas por causa da quebra dos ovos devido à erosão do solo-Essas larvas livres no solo poderão penetrar em outro indivíduo (atravessando sua pele)se o mesmo estiver descalço no meio ambiente-Dos capilares da pele, seguem junto com o sangue e atingem a veia cava-Da veia cava chegam ao coração e, deste, até as artérias pulmonares e depois noscapilares pulmonares, os quais são perfurados pelas larvas, as quais invadem ospulmões-As larvas escalam os pulmões, bronquíolos, brônquios, traquéia, laringe até a faringe-Da faringe, as larvas serão engolidas e passam para o tubo digestor (esôfago,estômago) até atingir o intestino delgado, anexando-se no mesmo através de seus dentes(Ancylostoma duodenale) ou placas cortantes (Necator americanus), com o intuito deretirar o sangue do indivíduo, promovendo, se em grande quantidade, uma anemia,caussada pela deficiência de hemácias (glóbulos vermelhos) na circulação, o queprejudica o transporte de gás oxigênio. O aspecto empalidecido de doentes é a razão dadenominação de amarelão
  5. 5. Ascaridíase - lombriga-Início: Vermes adultos (macho e fêmea) de Ascaris lumbricoides no intestino delgadodo indivíduo (hospedeiro definitivo), os quais irão copular, gerando 15.000 ovos pordia. Em alguns casos, há a migração desses parasitas para o ceco intestinal (provocandoapendicite) e para o canal pancreático (fazendo com que o suco pancreático não saiapara o intestino delgado, provocando pancreatite)-Se o indivíduo defecar ao ar livre, haverá a libertação dos ovos para o meio ambiente-Dentro de cada ovo, o zigoto se transforma em uma larva-Cada ovo será conduzido a rios/lagos, frutas e verduras, através de ventos-Se esses alimentos forem ingeridos, os ovos irão passar pelo tubo digestor e atingir ointestino delgado, onde cada ovo eclodirá e libertará uma larva-As larvas perfurarão o intestino, dirigindo-se aos capilares intestinais-Misturadas ao sangue, alcançarão a veia porta-hepática e, posteriormente, a veia cava,o coração, as artérias pulmonares, até chegarem aos capilares pulmonares-Perfuram os capilares pulmonares e migram para o interior dos pulmões (alvéolospulmonares), podendo provocar bronquite ou pneumonia e muita tosse-Escalam os bronquíolos, brônquios, traquéia, laringe, até atingir a faringe (garganta)->3mm de comprimento-Da faringe, voltam para o esôfago, estômago e chegam ao intestino delgado, onde seinstalam até atingir a fase adulta, reproduzindo-se e reiniciando o ciclo

×