Neoliberalismo, 
globalização e a crise 
socialista
Neoliberalismo 
 Para justificar essa nova fase da economia mundial, que se tornou 
mais forte nos anos 80 após o colapso...
 Duas personalidades políticas de países desenvolvidos foram 
essenciais para a expansão do neoliberalismo: Ronald Reagan...
 Entre as principais características do neoliberalismo da época, 
destacam-se a retração do Estado de Bem-Estar Social, 
...
Globalização 
 Durante os anos 70 teve início um fenômeno chamado pelos 
especialistas de Terceira Revolução Industrial. ...
 Não somente o setor da comunicação progrediu, assim como os 
transportes. Com isso, empresas multinacionais expandiram-s...
A Crise Socialista 
 Quando a Segunda Guerra Mundial chegou ao fim, o mundo viu 
nascer um novo conflito. Este seria trav...
 A União Soviética, por sua vez, era a grande representante do 
sistema socialista. Possuía uma estrutura poderosa e uma ...
 A década de 1970 demonstrou ao mundo que a União Soviética já 
não era mais a grande rival dos Estados Unidos, sua capac...
 O acúmulo de problemas ao longo da década de 1970 estourou 
como uma bomba na década de 1980. A situação ficou ainda pio...
 A Crise Soviética se expandiu pelos países que integravam o bloco 
socialista. A União Soviética estava saturada de prob...
 A Crise Soviética levou à dissolução da União Soviética e, por 
consequência, ao término da Guerra Fria. Neste conflito,...
Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar

1.538 visualizações

Publicada em

História

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.538
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Neoliberalismo, globalização e a Crise Socialista - Prof. Altair Aguilar

  1. 1. Neoliberalismo, globalização e a crise socialista
  2. 2. Neoliberalismo  Para justificar essa nova fase da economia mundial, que se tornou mais forte nos anos 80 após o colapso da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) e a abertura dos países comunistas, vem à tona o conceito de neoliberalismo, um discurso econômico e político que indica uma economia com liberdade absoluta de mercado e restrições a intervenções do Estado na economia, sendo que este só poderia se manifestar quando fosse imprescindível.
  3. 3.  Duas personalidades políticas de países desenvolvidos foram essenciais para a expansão do neoliberalismo: Ronald Reagan (EUA) e Margaret Thatcher (Inglaterra). Após um primeiro momento de prática neoliberalista nestes países, seus fundamentos começam a ser transferidos para a América Latina e a região oriental da Europa. Um órgão importante neste processo foi o FMI - Fundo Monetário Internacional -, levando o neoliberalismo a um nível de hegemonia em escala global com suas pressões econômicas.
  4. 4.  Entre as principais características do neoliberalismo da época, destacam-se a retração do Estado de Bem-Estar Social, readaptação de direitos trabalhistas aos interesses empresariais, privatização de inúmeras empresas geridas pelo Estado e desregulamentação de mercados. Até mesmo governos historicamente reconhecidos por características de esquerda e trabalhista, acabaram optando por receitas de cunho neoliberal. Apesar da redução da inflação e dos gastos sociais, o desemprego e a desigualdade social continuaram a crescer.
  5. 5. Globalização  Durante os anos 70 teve início um fenômeno chamado pelos especialistas de Terceira Revolução Industrial. Nesse processo, a informática tornou-se mais popular, além do impulso no que se refere ao desenvolvimento das comunicações e da microeletrônica. Dentro deste panorama, as informações começaram a ser difundidas de forma cada vez mais rápida por meio de redes de computadores, fibra óptica e satélites ao redor do planeta.
  6. 6.  Não somente o setor da comunicação progrediu, assim como os transportes. Com isso, empresas multinacionais expandiram-se por vários lugares. Aproveitando-se das condições econômicas que outros países ofereciam, tais como impostos menores e grande quantidade de mão de obra, essas empresas desenvolveram-se. Desta forma, foi criado o conceito de globalização, que, segundo o Dicionário Arlete, significa “processo que conduz a uma integração cada vez mais estreita das economias e das sociedades, especialmente no que diz respeito à produção e troca de mercadorias e de informação”. Exemplos claros deste fenômenos são as redes de fast-food norte-americanas espalhadas em países subdesenvolvidos da América Latina, a presença de companhias de aviação de vários países ao redor do mundo e a inclusão de palavras estrangeiras em idiomas regionais.
  7. 7. A Crise Socialista  Quando a Segunda Guerra Mundial chegou ao fim, o mundo viu nascer um novo conflito. Este seria travada entre os dois principais vencedores da guerra, Estados Unidos e União Soviética. A diferença é que, a partir de então, a disputa seria baseada em ideologia. Os Estados Unidos eram o país mais poderoso como representante do sistema capitalista, enquanto a União Soviética era a grande representante do socialismo. Ambos desfrutavam de grande poderio militar e de prestígio por esmagar e derrotar as tropas nazistas. É justamente por essa capacidade tão similar de poderio militar que os dois países sabiam que não poderiam entrar em conflito direto, sob o risco de destruição mútua. Essa nova fase da história mundial marcada por um conflito declarado, porém impossibilitado de se tornar concreto em batalhas passou a ser chamada de Guerra Fria.
  8. 8.  A União Soviética, por sua vez, era a grande representante do sistema socialista. Possuía uma estrutura poderosa e uma grande capacidade militar que rivalizava equitativamente com os Estados Unidos. A disputa ideológica constituía-se em grandes investimentos para tentar angariar mais seguidores do sistema soviético no mundo. Um dos grandes projetos que sofreram investimento financeiro foi a corrida espacial, que rendeu muito prestígio aos soviéticos. Foram eles que enviaram o primeiro ser vivo ao espaço – a cadela Laika – e também os primeiros a fazer a primeira viagem espacial tripulada por um homem. Durante as décadas de 1950 e 1960, a União Soviética conseguiu se equiparar aos Estados Unidos e, inclusive, apresentar momentos de superioridade, como os exemplos da corrida espacial. Mas, a partir da década de 1970, a União Soviética apresentaria traços de crise que se tornariam cava vez mais agudos até culminar em sua fragmentação.
  9. 9.  A década de 1970 demonstrou ao mundo que a União Soviética já não era mais a grande rival dos Estados Unidos, sua capacidade já havia sido reduzida consideravelmente. Os sinais de esgotamento econômico começaram a aparecer e isso se tornou evidente com a divulgação de problemas graves, como a falta de alimentos. A partir daí, seguiram-se uma série de estratégias erradas que só piorariam sua situação. Logo depois, a União Soviética invadiria o Afeganistão, aumentando a crise. Esta se consolidava, pois a maior parte dos recursos estava sendo consumida pelo setor militar, a capacidade industrial – especialmente no que se refere aos bens de consumo – não dava conta de atender à população, população esta que não era consultada em momento algum e, por isso, perdia a atração pelo sistema. A falta de liberdade para expressão do povo refletia-se diretamente na produtividade do país, pois os indivíduos sentiam-se desmotivados com a realidade que viviam.
  10. 10.  O acúmulo de problemas ao longo da década de 1970 estourou como uma bomba na década de 1980. A situação ficou ainda pior quando a população passou a ter extremas dificuldades para adquirir produtos básicos como pão ou vestimentas. Já estava muito claro que a capacidade da União Soviética de se contrapor aos Estados Unidos na Guerra Fria não era a mesma do final da Segunda Guerra Mundial. Em 1985, Mikhail Gorbatchev assume o poder na União Soviética e dedica-se a uma possível solução dos problemas. Para conseguir algum resultado, o líder soviético tenta conquistar sua população e lança dois projetos: a Perestroika e a Glasnost. O primeiro deles tratava-se de uma tentativa de restruturação econômica. Já o segundo, propunha a transparência política. A população, contudo, já estava saturada dos problemas e parte dela queria o fim por completo do regime socialista soviético. Essa falta de apoio de uma população desconfiada serviu para impossibilitar mais ainda a tentativa de reorganização.
  11. 11.  A Crise Soviética se expandiu pelos países que integravam o bloco socialista. A União Soviética estava saturada de problemas militares e políticos. A população se rebelava em vários países pedindo democracia e o fim do sistema socialista. Assim foi que, progressivamente, os países deixaram de integrar a União Soviética. Sua completa fragmentação já não deixava dúvidas ou qualquer esperança sobre seu futuro, a definitiva dissolução da mesma. No auge da crise, vários países abandonaram a União Soviética. Na Rússia, Boris Yeltsin assumiria o cargo de presidente, em 1991, e decretaria o final da União Soviética, permitindo a criação de novos países.
  12. 12.  A Crise Soviética levou à dissolução da União Soviética e, por consequência, ao término da Guerra Fria. Neste conflito, os Estados Unidos consagraram-se como vencedores e o sistema capitalista tomou seu posto de liderança incontestada no mundo.
  13. 13. Prof. Altair Aguilar

×