Receitas da regiao norte Brasil

4.410 visualizações

Publicada em

A Região Norte: Geografia, população e economia.
Influências: Origem da povoação, costumes e comida.
Pratos típicos da região.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Receitas da regiao norte Brasil

  1. 1. Aula de Português Alunos Nível 1 José Robles Tópico: Alimentação Tibisay Cotua Género: Receitas culinárias Maria Elena Fraga
  2. 2. Sumário 1. Introdução a. A Região Norte: Geografia, população e economia. b. Influências: Origem da povoação, costumes e comida. c. Pratos típicos da região. 2. Desenvolvimento: Preparação e degustação. 3. Conclusão: Você gosto deste novo prato?
  3. 3. Primeiro: Qual é a Região Norte ? A Região Norte é uma das cinco regiões brasileiras, e a mais extensa. Representa aproximadamente o 42% do território brasileiro, e compreende o ecossistema da Amazônia: Mais do 90% da área da Região é ocupada pela Floresta Amazônica. Contudo é uma das regiões menos povoadas do Brasil, com uma população de aproximadamente 15 milhões de habitantes. Região Norte Estados de Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Área de 3.869.637 km²
  4. 4. Principais cidades Os estados Amazonas e Pará são o maior e o segundo maior estados do Brasil. As cidades mais populosas são Belém, com 2,3 milhões de habitantes e Manaus, com 1,8. Boa Vista Rio Branco Porto Velho Belem  Manaus  Cidade Estado Pop. Belém Pará 2 335 000 Manaus Amazonas 1 802 525 Porto Velho Rondônia 435 732 Rio Branco Acre 342 298 Boa Vista Roraima 290 741
  5. 5. Geografia Além das riquezas da floresta Amazônica, a região apresenta a maior bacia hidrográfica do mundo, a bacia amazônica, formada pelo rio Amazonas e seus milhares de afluentes, como o rio Uamutã e o rio Jamari. A foz do rio Amazonas apresenta um dos fenômenos naturais mais impressionantes, a pororoca, uma onda contínua de 5m de altura, que é costumeiramente é explorada por surfistas. Na foz do rio Amazonas encontra-se a ilha de Marajó, a maior ilha de água fluviomarinha do mundo, frente a cidade de Belém, além da maior ilha fluvial do mundo, a ilha do Bananal, no estado de Tocantins.
  6. 6. A população Brasileira é o resultado de contribuições - Europeu - Africano - Indígena (caboclos, ribeirinhos e seringueiros) - Outros grupos étnicos (Zambo, Mulato, Pardo) ... com uma maior contribuição europeia em quase todas as regiões do Brasil.
  7. 7. Na Region Norte do Brasil: Parda (mestiço) 69.2% Branca 23.9% Preta 6.2% Amarella e indígena 0.7%
  8. 8. Economia y produção E uma região agrícola y extrativista de pouco peso no total do PIB nacional: em 2007 representava solo um 5%. A madeira é o principal produto extrativo da região, concentrando-se nos estados do Pará, Amazonas e Rondônia. A atividade pecuária, nos estados de Pará, Rondônia e Tocantins, é de tipo extensivo e quase exclusivamente de bovinos. Rondônia e o estado mais sobressalente em agricultura: • 6º maior produtor de café do Brasil, • 3º na produção de cacau, e também tem uma importante produção de feijão, milho, soja, arroz e mandioca. Também conta a extração de minerais como ouro, diamantes e alumínio, é o estado de Amazonas é o terceiro maior produtor de petróleo do Brasil. Esta caraterística e mais a riqueza dos seus rios e planícies faz desta uma região muito peculiar em suas costumes e comidas.
  9. 9. A riqueza da Floresta Amazónica A Amazônia tem a flora mais variada do planeta e uma fauna muito rica em pássaros e peixes, além da pecuária de bovino. É assim que as comidas típicas da região norte do Brasil são dominados por pratos a base de peixes e produtos próprios como: • Jambu - que é uma erva do Pará, • Jacaré – carne abundante da região • Pirarucu de casaca - peixe preparado com ovos, azeitonas e muito cheiro verde, • Tacacá – preparado com o tucupi, jambu e camarão, • Tucupi –que é um líquido amarelado tirado da raiz da mandioca brava, • Açaí – usado muito em sobremesas.
  10. 10. A comida típica do Acre As comidas típicas do Acre são a mistura de sabores da cozinha Nordestina, Paraense, Síria e Libaneza. Na rua, praças aonde tem as barraquinhas tem uma infinidade de lanches típicos. Além do delicioso café da manhã recheado de sobremesas à base de frutos regionais, os licores amazônicos são irresistíveis. Pato no Tucupi Panelada
  11. 11. A comida típica do Rondônia Os costumes e uma culinária muito particular que identifica o povo habitante e atrai turistas que além de conhecer pontos turísticos ainda querem experimentar o gosto das comidas típicas. Pirarucu a casaca
  12. 12. A comida típica do Tocantins A gastronomia leva uma forte mistura das influências das culturas indígena, paulista, portuguesa e mineira. Muitos receitas a base de peixe estão presentes para saborear, como o Peixe no leite, a Peixada, o Peixe na folha de bananeira, e a Carne de sol. Caldeirada Receita: A base de peixe, rascasso (galinha- do-mar), safio, pata-roxa (caneja), raia, tremelga, tamboril, peixe-aranha, ruivo, xarroco e corvina e temperos feitos com tomate maduro, cebola, alho, pimenta, vinho branco, salsa, louro, batatas e sal a gosto.
  13. 13. A comida típica do Amazonas As comidas típicas da região são bem variadas e muitas foram e ainda são levadas por fazendeiros que migram de outros estados do Brasil e também pela influência indígena. Um prato tradicional e típico da Amazônia é o Tacacá (veja o vídeo) e tem mais: Pato no tucupi, peixe moqueado, Caldeirada de Tambaqui e o matrinxã na brasa. Matrinxã na brasa Tacacá
  14. 14. A comida típica do Roraima As comidas típicas de Roraima são definidas conforme os costumes do seu povo. Vamos conhecer um pouco do gosto e o que é mais consumido em Roraima. A maioria das comidas típicas é uma mistura de pratos de muitas regiões do Brasil e que foram levados por pessoas que foram morar na região. Caldeirada de peixe Torta de carne de sol
  15. 15. A comida típica do Pará Por ser um estado pertencente a região amazônica, as comidas típicas do Estado do Pará meio que se misturam com os Estados vizinhos, mas o mais tradicional na culinária são o Pato no tucupi. Tucupi temperado Receita: Tucupi é um caldo amarelo tirado da mandioca que é cozido por uma semana e depois de assar o pato, ainda é cozido dentro do tucupi e servido com arroz branco, farinha de mandioca e jambu.
  16. 16. A comida típica do Amapá No Amapá predominam os produtos da Amazônia, e por exemplo tem um prato típico a base de tacacá, uma iguaria da região amazônica. Outros pratos típicos são Gurijuba (um peixe de cabeça grande e achatada e côr acinzentada), filhote com molho de tucupi, tucunaré na brasa, e camarão ao bafo. Comidas típicas do Amapá Receita de Tacacá De origem indígena, é a base de caldo de Tucupi ou carne com goma de tapioca, jambu que é uma espécie de agrião do Pará, camarão, sal, alho e pimenta. Servido sempre muito quente e em cumbucas ou cuias.
  17. 17. Aspectos Culturais da Região Norte • As duas maiores festas populares do Norte são o Círio de Nazaré e o Festival de Parintins, a mais conhecida festa do boi- bumbá do país, que ocorre em junho, no Amazonas. • Realizado em Belém do Pará há mais de dois séculos, o Círio de Nazaré é uma das maiores e mais belas procissões católicas do Brasil e do mundo. Reúne, anualmente, cerca de dois milhões de romeiros numa caminhada de fé pelas ruas da capital do estado, num espetáculo grandioso em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré, a mãe de Jesus.
  18. 18. Aspectos Culturais da Região Norte • O Festival de Parintins é um dos maiores responsáveis pela divulgação cultural do boi- bumbá. No Bumbódromo apresentam-se as agremiações Boi Garantido (vermelho) e Boi Caprichoso (azul). São três noites de apresentação nas quais são abordados, através das alegorias e encenações, aspectos regionais como lendas, rituais indígenas e costumes dos ribeirinhos. • O boi-bumbá é uma das variações do bumba meu boi, largamente praticado no Brasil. É uma das mais antigas formas de distração popular. Foi introduzido pelos colonizadores europeus, sendo a primeira expressão de teatro popular brasileiro.
  19. 19. Aspectos Culturais da Região Norte • O artesanato no Norte é bem diversificado e os trabalhos são produzidos com fibras, coquinhos, cerâmica, pedra-sabão, barro, couro, madeira, látex, entre outros. São feitos bichos, colares, pulseiras, brincos, cestarias, potes, etc. • O artesanato indígena é utilizado como enfeites, para compor a indumentária usada nos rituais e também para a produção de utensílios domésticos e na comercialização. Os Karajá são excelentes artesãos da arte plumária e cerâmica. Os Akwe (Xerente) são considerados o povo do trançado (cestaria) e os Timbiras (Apinajé e Krahô), são especialistas na arte dos trançados e artefatos de sementes nativas do cerrado.
  20. 20. As festas juninas: a Festa de São João • É a festa pagã do solstício de verão, celebrada no dia 24 de junho. • O uso de balões e fogos de artifício está relacionado com o tradicional uso da fogueira junina. Este costume foi trazido pelos portugueses para o Brasil. • Os fogos de artifício servem para despertar São João Batista. • Durante todo o mês é comum, principalmente entre as crianças, soltar bombas, conhecidas por nomes como traque, chilene, cordão, cabeção-de-negro, cartucho, treme-terra, rojão, buscapé, cobrinha, espadas-de-fogo. • A quadrilha brasileira tem o seu nome de uma dança de salão francesa, mas hoje é uma expressão de um ideal folclórico, nacionalista.
  21. 21. Sabe fazer ? Já pode casar ! O tradicional bolo de mandioca para as festas juninas
  22. 22. Sabe fazer ? Já pode casar ! O tradicional bolo de mandioca para as festas juninas Um dos ingredientes mais utilizados nos tradicionais pratos servidos nas festas juninas é a tapioca. Aproveite esse período para aprender uma receita simples e prática de bolo de tapioca. Ingredientes: 2 xícaras de açucar refinado 1 xícara de farinha de trigo 1 xícara de margarina 1 pitada de sal 3 xícaras de tapioca 5 ovos 200 ml de leite de coco 1/2 xícara de leite 1 xícara de coco ralado 1 colher de sobremesa de fermento em pó
  23. 23. Sabe fazer ? Já pode casar ! O tradicional bolo de mandioca para as festas juninas Modo de fazer:  Bata na batedeira o açúcar e a manteiga até formar um creme homogêneo.  Separe as gemas das claras, coloque as gemas no creme e mexa.  Se a massa não cair é porque está no ponto.
  24. 24. Sabe fazer ? Já pode casar ! O tradicional bolo de mandioca para as festas juninas  Acrescente a tapioca, a farinha de trigo, o sal, o leite de coco, o leite, o coco ralado, as claras em neve e, por último, o fermento em pó.  Coloque tudo numa forma untada e leve ao forno.
  25. 25. Conclusão  As comidas da região norte do Brasil são muito variadas e elaboradas.  Incorpora muitos produtos próprios da região, e por tanto não é fácil consegui-los pra fazer.  Estas levam uma forte mistura das influências das culturas indígena, paulista, portuguesa e mineira.

×