SlideShare uma empresa Scribd logo
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Percepção de RiscosPercepção de Riscos
““O sucesso de toda equipeO sucesso de toda equipe
também depende de você”também depende de você”
COORDENAÇÃO DE SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE
CUIDADO !
AFASTE-SE
NÃO
ULTRAPASSE
BLOQUEIO
DO RISCO
LEÃO
Entender o que é risco e o fator de riscoEntender o que é risco e o fator de risco
Os motivos que nos levam a ignorar os riscosOs motivos que nos levam a ignorar os riscos
Descobrir onde estamos errandoDescobrir onde estamos errando
O que cada colaborador deve fazer para melhorar a percepção de riscoO que cada colaborador deve fazer para melhorar a percepção de risco
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Objetivos do Treinamento
Trabalhar com segurança é:
• Saber perceber os riscos
• Querer gerenciar os riscos
• Ser exemplo
Temos na empresa pessoas que diferenciam:
•Trabalhar
•Trabalhar com Segurança
...porém ignoram o termo segurança
POR QUE NÃO CONSEGUIMOSPOR QUE NÃO CONSEGUIMOS
EVITAR OS INCIDENTES?EVITAR OS INCIDENTES?
A percepção dos riscos de uma atividade está diretamente
ligada ao comportamento, atitude e cultura de cada um.
Diversos são os motivos que levam as pessoas a
trabalharem expostas a riscos. Podemos citar:
Desconhecimento
Executar tarefas ou permitir a
realização da mesma com
dúvidas sobre o padrão.
Por que ficamos expostos aos Riscos?Por que ficamos expostos aos Riscos?
VamosVamos
entender...entender...
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Lesões
pessoais ou
perdas
materiais
Tarefa a ser
executada
Atividade Fator de risco
Risco Consequência
O que pode
causar um
evento
gerador de
perda
Possibilidade
da
ocorrência
de um evento
Corte de chapa
com maçarico
Superfície
quente
Contato Queimadura
Perigo: Uma fonte ou situação com potencial para provocar danos em termos de lesão,
doença dano a propriedade, dano ao meio ambiente ou uma combinação destes.
Risco é a combinação da probabilidade de ocorrência e da conseqüência de um
determinado evento perigoso.
O grande desafio hoje é que para se ter um desempenhoO grande desafio hoje é que para se ter um desempenho
satisfatório as pessoas tem que vencer a si próprias.satisfatório as pessoas tem que vencer a si próprias.
Explicando de uma maneira bastante simplificada existem trêsExplicando de uma maneira bastante simplificada existem três
tipos de programação:tipos de programação:
1 – A programação Genética ( O Instinto) / A essência.1 – A programação Genética ( O Instinto) / A essência.
Praticamente o individuo não tem nenhum controle;Praticamente o individuo não tem nenhum controle;
2 – A Programação Sócio Cultural (A família, amigos, escola,2 – A Programação Sócio Cultural (A família, amigos, escola,
trabalho, lideres, cinema, livros, tv e etc). Neste caso otrabalho, lideres, cinema, livros, tv e etc). Neste caso o
controle do individuo é parcial;controle do individuo é parcial;
3 – A Auto Programação ou a Programação feita por você em3 – A Auto Programação ou a Programação feita por você em
você mesmo. Aqui o controle do individuo é total, devidovocê mesmo. Aqui o controle do individuo é total, devido
suas atitudes.suas atitudes.
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
EVOLUÇÃO DA PERCEPÇÃOEVOLUÇÃO DA PERCEPÇÃO
VOCÊ TEM
VALOR.
PORTANTO,
A SUA
SEGURANÇA
COMEÇA EM
SUAS ATITUDES.
INTUIÇÃ
O
PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE
RISCOS
TREINAMENTO EFICAZ DO FATOR
HUMANO COM AVALIAÇÃO
ASSIMILAÇÃO
ACIDENTE ZERO ATITUDE
A
C
I
D
E
N
T
E
Exemplos:
• Operação de lixadeira sem Protetor Facial
• Não respeitando a velocidade máxima permitida para o trecho
• Passando em área delimitada sem a devida permissão
• Elaborar serviço a quente sem manter extintor de incêndio no local
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Por que ficamos expostos aos Riscos?
Ignoramos Procedimentos / PadrõesIgnoramos Procedimentos / Padrões:
Assumindo riscos sem propor medida de controle para eliminar, neutralizar,
minimizar ou sinalizar
Ex. Transportando pessoas sem o uso do cinto de segurança
Empilhar peças de forma desordenada
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Por que ficamos expostos aos Riscos?
Tolerar os RiscosTolerar os Riscos:
O risco é do conhecimento de todos, mas não há iniciativa para
corrigi-lo ou buscar a solução.
Exemplo:
Permitir o inicio de manutenção sem a devida neutralização da linha.
Liberar operação de máquina sem freio de mão
Obs.: O desempenho de uma área é o reflexo do seu Gerente, Chefe de
Departamento e Supervisão.
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Por que ficamos expostos aos Riscos?
Ignorar o riscoIgnorar o risco:
Hábitos e RotinaHábitos e Rotina:
 O risco persiste porque o convívio freqüente com ele, ao longo do tempo, o
incorporou à normalidade das tarefas. Este fato leva o trabalhador a se
acostumar com a situação inadequada, fazendo parte do ambiente de
trabalho.
Exemplo: Usar talabarte do cinto de segurança abaixo da linha da cintura
Pular de cima da carroçaria do caminhão
Utilizar talhadeira deformada
Transportar material em carrinho com pneu vazio
Deixar peças espalhadas no local das tarefas
Passar em baixo de carga suspensa
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Por que ficamos expostos aos Riscos?
“Somente há reação ao que é percebido, traduzido e avaliado.”
 O risco é mantido porque ninguém toma qualquer providência
para sua correção, considerando ser a outra pessoa ou setor
o responsável em corrigir.
 Exemplo: Designar responsável pelo isolamento.
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Por que ficamos expostos aos Riscos?
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
Principais Fatores de Risco a observar
Aprisionamento em, sob ou entre (materiais objetos, equipamentos).
Perfuração, corte por manusear objetos.
Atrito, abrasão, perfuração, corpo estranho nos olhos.
Colisão, atropelamento, abalroamento por veículo/equipamento.
Contato com energia elétrica.
Contato com combustível líquidos e gases combustíveis e
inflamáveis.
Desabamento ou desmoronamento.
Deslizamento de talude
Colisão de materiais (queda de material).
Fogo/explosão.
Exposição a objetos/substâncias à alta temperatura
Exposição a produtos químicos corrosivos.
Queda de pessoa com diferença de nível.
O que vai sustentar o programa e garantir aO que vai sustentar o programa e garantir a
nossa performance para atingirmos nossanossa performance para atingirmos nossa
META?META?
RQARQA
ARTART
PPSPPS
ATITUDEATITUDE
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DOS RISCOSDOS RISCOS
IMPORTANTÍSSIMO
Análise de Risco da Tarefa - Faça o reconhecimento daAnálise de Risco da Tarefa - Faça o reconhecimento da
área e avalie os fatores de risco e os riscos,área e avalie os fatores de risco e os riscos,
especificando as medidas preventivas.especificando as medidas preventivas.
A PERCEPÇÃO DE RISCOSA PERCEPÇÃO DE RISCOS
Como avaliar o risco?
Observar todos os ângulos é fundamental.Observar todos os ângulos é fundamental.
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DOS RISCOSDOS RISCOS
Como perceber o risco?
Percebeu todos os riscos existentes?
A identificação individual traz menos resultados que em conjunto.
Conheça o local onde irá trabalhar eConheça o local onde irá trabalhar e
pergunte:pergunte:
O que pode acontecer de errado?O que pode acontecer de errado?
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DOS RISCOSDOS RISCOS
Como perceber o risco?
Identifique todos os riscos.
Atenção é fundamental.
Pergunte: O que devo fazer para eliminar,Pergunte: O que devo fazer para eliminar,
neutralizar, minimizar ou tratar cada um dosneutralizar, minimizar ou tratar cada um dos
riscos identificados?riscos identificados?
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DOS RISCOSDOS RISCOS
Gerencie os riscos
 Comprometimento;
 Atitude;
 Cultura.
“A ação de correção depende de você. Após uma boa identificação dos
riscos, corrigir mostra o diferencial de cada colaborador, pois corrigir é
QUERER FAZER, para isto depende de:
Avalie as medidas corretivas para cadaAvalie as medidas corretivas para cada
risco levantado.risco levantado.
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DOS RISCOSDOS RISCOS
Gerencie os riscos
surgindo dúvidas sobre as medidas adotadas sobressaindo
palavras como:
 Eu acho que é assim;
 Eu penso que é assim;
 Será que é assim?
Não execute a tarefa. Chame o chefe imediato ou
SESMT para auxiliar nas medidas corretivas.
Siga os procedimentos corretos e faça o trabalho comSiga os procedimentos corretos e faça o trabalho com
segurança.segurança.
Se você não pode fazer tudo que estava ao seuSe você não pode fazer tudo que estava ao seu
alcance para eliminar ou reduzir os riscos daalcance para eliminar ou reduzir os riscos da
tarefa,tarefa, NÃO EXECUTE!NÃO EXECUTE!
Se algo deu errado na tarefa que você programouSe algo deu errado na tarefa que você programou
ocorreu um desvio –ocorreu um desvio – PARE IMEDIATAMENTE EPARE IMEDIATAMENTE E
REFAÇA A ARTREFAÇA A ART
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DOS RISCOSDOS RISCOS
Gerencie os riscos
““Segurança é parte integrante de toda atividade, nãoSegurança é parte integrante de toda atividade, não
uma atividade à parte”.uma atividade à parte”.
““O comprometimento em S.S.M.A. de uma pessoaO comprometimento em S.S.M.A. de uma pessoa
pode ser medido quando você, mesmo sozinho epode ser medido quando você, mesmo sozinho e
atrasado, segue todos os procedimentos”.atrasado, segue todos os procedimentos”.
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DOS RISCOSDOS RISCOS
Lembre-se:
Faça seu exame de consciênciaFaça seu exame de consciência
e dê a sua nota.e dê a sua nota.
• Venha ao trabalho em condições de trabalhar
• Tenha certeza que pode executar as tarefas de forma segura
antes de iniciá-las
• Siga todos os procedimentos e regras de segurança
• Interrompa a atividade se ela for insegura.
• Zele pela sua segurança e de seus companheiros de trabalho.
• Relate imediatamente qualquer incidente.
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
O QUE A ........ ESPERA DE CADA UM
CORRENTE COM ELOCORRENTE COM ELO
COMPLETO.COMPLETO.
““Não seja o “Elo maisNão seja o “Elo mais
fraco da corrente.”fraco da corrente.”
GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO
DE RISCOSDE RISCOS
SAIBA PERCEBER AS DIFERENÇAS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento de epi novo reparado mecnil
Treinamento de epi novo reparado  mecnilTreinamento de epi novo reparado  mecnil
Treinamento de epi novo reparado mecnil
Ythia Karla
 
-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho
Karol Oliveira
 
Treinamento de Mascaras Autônomas - 2016
Treinamento de Mascaras Autônomas - 2016Treinamento de Mascaras Autônomas - 2016
Treinamento de Mascaras Autônomas - 2016
IZAIAS DE SOUZA AGUIAR
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
HP Safety Engenharia
 
Percepção de Risco.ppt
Percepção de Risco.pptPercepção de Risco.ppt
Percepção de Risco.ppt
KnowHowGestodoConhec
 
Apr
AprApr
Treinamento PPR - Proteção respiratória
Treinamento PPR - Proteção respiratóriaTreinamento PPR - Proteção respiratória
Treinamento PPR - Proteção respiratória
Claudio Cesar Pontes ن
 
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptxTreinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
AdelmaSiles
 
treienamento de proteção das maos
treienamento de proteção das maostreienamento de proteção das maos
treienamento de proteção das maos
Ane Costa
 
Percepção de riscos final
Percepção de riscos finalPercepção de riscos final
Percepção de riscos final
Edison Carlos Ferreira
 
Treinamento em Altura NR - 35.ppt
Treinamento em Altura NR - 35.pptTreinamento em Altura NR - 35.ppt
Treinamento em Altura NR - 35.ppt
EmersonluizNeves1
 
Treinamento nr34 trabalho a quente novo
Treinamento nr34 trabalho a quente novoTreinamento nr34 trabalho a quente novo
Treinamento nr34 trabalho a quente novo
Marciel Bernardes
 
treinamento nr 18
treinamento nr 18treinamento nr 18
treinamento nr 18
pwolter
 
Treinamento para operador de motosserra.
Treinamento para operador de motosserra.Treinamento para operador de motosserra.
Treinamento para operador de motosserra.
JOCÁSSIA SOARES
 
Movimentação e içamento de cargas
 Movimentação e içamento de cargas Movimentação e içamento de cargas
Movimentação e içamento de cargas
Karol Oliveira
 
Transporte manual de cargas(2)
Transporte manual de cargas(2)Transporte manual de cargas(2)
Transporte manual de cargas(2)
Jupira Silva
 
NR05 - Cipa 20h -2023.pptx
NR05 - Cipa 20h -2023.pptxNR05 - Cipa 20h -2023.pptx
NR05 - Cipa 20h -2023.pptx
AndreLuis202744
 
Apresentação investigação e análise de acidentes
Apresentação investigação e análise de acidentesApresentação investigação e análise de acidentes
Apresentação investigação e análise de acidentes
wagnernpinto
 
TREINAMENTO INTRODUTÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO
TREINAMENTO INTRODUTÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHOTREINAMENTO INTRODUTÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO
TREINAMENTO INTRODUTÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO
Rodrigo Camilo Araujo
 
Treinamento formação de CIPA - 2022 - ATUALIZADO.pptx
Treinamento formação de CIPA - 2022 - ATUALIZADO.pptxTreinamento formação de CIPA - 2022 - ATUALIZADO.pptx
Treinamento formação de CIPA - 2022 - ATUALIZADO.pptx
STARTSEGURANADOTRABA
 

Mais procurados (20)

Treinamento de epi novo reparado mecnil
Treinamento de epi novo reparado  mecnilTreinamento de epi novo reparado  mecnil
Treinamento de epi novo reparado mecnil
 
-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho
 
Treinamento de Mascaras Autônomas - 2016
Treinamento de Mascaras Autônomas - 2016Treinamento de Mascaras Autônomas - 2016
Treinamento de Mascaras Autônomas - 2016
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
 
Percepção de Risco.ppt
Percepção de Risco.pptPercepção de Risco.ppt
Percepção de Risco.ppt
 
Apr
AprApr
Apr
 
Treinamento PPR - Proteção respiratória
Treinamento PPR - Proteção respiratóriaTreinamento PPR - Proteção respiratória
Treinamento PPR - Proteção respiratória
 
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptxTreinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
Treinamento NR 33 Completa - 21 de Julho 2022.pptx
 
treienamento de proteção das maos
treienamento de proteção das maostreienamento de proteção das maos
treienamento de proteção das maos
 
Percepção de riscos final
Percepção de riscos finalPercepção de riscos final
Percepção de riscos final
 
Treinamento em Altura NR - 35.ppt
Treinamento em Altura NR - 35.pptTreinamento em Altura NR - 35.ppt
Treinamento em Altura NR - 35.ppt
 
Treinamento nr34 trabalho a quente novo
Treinamento nr34 trabalho a quente novoTreinamento nr34 trabalho a quente novo
Treinamento nr34 trabalho a quente novo
 
treinamento nr 18
treinamento nr 18treinamento nr 18
treinamento nr 18
 
Treinamento para operador de motosserra.
Treinamento para operador de motosserra.Treinamento para operador de motosserra.
Treinamento para operador de motosserra.
 
Movimentação e içamento de cargas
 Movimentação e içamento de cargas Movimentação e içamento de cargas
Movimentação e içamento de cargas
 
Transporte manual de cargas(2)
Transporte manual de cargas(2)Transporte manual de cargas(2)
Transporte manual de cargas(2)
 
NR05 - Cipa 20h -2023.pptx
NR05 - Cipa 20h -2023.pptxNR05 - Cipa 20h -2023.pptx
NR05 - Cipa 20h -2023.pptx
 
Apresentação investigação e análise de acidentes
Apresentação investigação e análise de acidentesApresentação investigação e análise de acidentes
Apresentação investigação e análise de acidentes
 
TREINAMENTO INTRODUTÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO
TREINAMENTO INTRODUTÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHOTREINAMENTO INTRODUTÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO
TREINAMENTO INTRODUTÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO
 
Treinamento formação de CIPA - 2022 - ATUALIZADO.pptx
Treinamento formação de CIPA - 2022 - ATUALIZADO.pptxTreinamento formação de CIPA - 2022 - ATUALIZADO.pptx
Treinamento formação de CIPA - 2022 - ATUALIZADO.pptx
 

Destaque

Orlando Startup Community Guide
Orlando Startup Community GuideOrlando Startup Community Guide
Orlando Startup Community Guide
Orrett Davis
 
Forelesing om lytting og overvåking i sosiale medier, BI Trondheim
Forelesing om lytting og overvåking i sosiale medier, BI TrondheimForelesing om lytting og overvåking i sosiale medier, BI Trondheim
Forelesing om lytting og overvåking i sosiale medier, BI Trondheim
Jannicke Husevåg
 
100persone
100persone 100persone
100persone De Vito
 
2011 05 22 sainte rose de lima
2011 05 22   sainte rose de lima2011 05 22   sainte rose de lima
2011 05 22 sainte rose de lima
jmj92
 
Nigeria pp for blog
Nigeria pp for blogNigeria pp for blog
Nigeria pp for blog
springwoodheath
 
Npt 008 11 - resistencia ao fogo dos elementos de construcao
Npt 008 11 - resistencia ao fogo dos elementos de construcaoNpt 008 11 - resistencia ao fogo dos elementos de construcao
Npt 008 11 - resistencia ao fogo dos elementos de construcao
Fabio Prado
 
02 manual andaime-tubular
02 manual andaime-tubular02 manual andaime-tubular
02 manual andaime-tubular
Mônica Nobrega
 
Epi palestra 2
Epi palestra 2Epi palestra 2
Epi palestra 2
Arnaud Le Carré
 
Android - Data Storage
Android - Data StorageAndroid - Data Storage
Android - Data Storage
MingHo Chang
 
Seguranca com-escadas-rampas-passarelas-construcao-civil
Seguranca com-escadas-rampas-passarelas-construcao-civilSeguranca com-escadas-rampas-passarelas-construcao-civil
Seguranca com-escadas-rampas-passarelas-construcao-civil
Mônica Nobrega
 

Destaque (11)

Orlando Startup Community Guide
Orlando Startup Community GuideOrlando Startup Community Guide
Orlando Startup Community Guide
 
Forelesing om lytting og overvåking i sosiale medier, BI Trondheim
Forelesing om lytting og overvåking i sosiale medier, BI TrondheimForelesing om lytting og overvåking i sosiale medier, BI Trondheim
Forelesing om lytting og overvåking i sosiale medier, BI Trondheim
 
100persone
100persone 100persone
100persone
 
2011 05 22 sainte rose de lima
2011 05 22   sainte rose de lima2011 05 22   sainte rose de lima
2011 05 22 sainte rose de lima
 
Nigeria pp for blog
Nigeria pp for blogNigeria pp for blog
Nigeria pp for blog
 
урок Xxi века
урок Xxi векаурок Xxi века
урок Xxi века
 
Npt 008 11 - resistencia ao fogo dos elementos de construcao
Npt 008 11 - resistencia ao fogo dos elementos de construcaoNpt 008 11 - resistencia ao fogo dos elementos de construcao
Npt 008 11 - resistencia ao fogo dos elementos de construcao
 
02 manual andaime-tubular
02 manual andaime-tubular02 manual andaime-tubular
02 manual andaime-tubular
 
Epi palestra 2
Epi palestra 2Epi palestra 2
Epi palestra 2
 
Android - Data Storage
Android - Data StorageAndroid - Data Storage
Android - Data Storage
 
Seguranca com-escadas-rampas-passarelas-construcao-civil
Seguranca com-escadas-rampas-passarelas-construcao-civilSeguranca com-escadas-rampas-passarelas-construcao-civil
Seguranca com-escadas-rampas-passarelas-construcao-civil
 

Semelhante a Treinamento+sobre+gerenciamento+e+percepção+de+riscos 1

Treinamento_Percep_o_de_Riscos_ppt_1680578721.pdf
Treinamento_Percep_o_de_Riscos_ppt_1680578721.pdfTreinamento_Percep_o_de_Riscos_ppt_1680578721.pdf
Treinamento_Percep_o_de_Riscos_ppt_1680578721.pdf
MarcoAurlioTrindade2
 
Treinamento Percepção de Riscos.ppt
Treinamento Percepção de Riscos.pptTreinamento Percepção de Riscos.ppt
Treinamento Percepção de Riscos.ppt
Eliane Damião Alves
 
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Peter Mello
 
Apostila do Aluno - Elaboração de ART-ATUALIZ (1).pptx
Apostila do Aluno - Elaboração de ART-ATUALIZ (1).pptxApostila do Aluno - Elaboração de ART-ATUALIZ (1).pptx
Apostila do Aluno - Elaboração de ART-ATUALIZ (1).pptx
EdmarGouveia1
 
CAMPANHA_RISCO MANOBRA MARCHA RÉ_03 06 2016.pptx
CAMPANHA_RISCO MANOBRA MARCHA RÉ_03 06 2016.pptxCAMPANHA_RISCO MANOBRA MARCHA RÉ_03 06 2016.pptx
CAMPANHA_RISCO MANOBRA MARCHA RÉ_03 06 2016.pptx
ssuser801e90
 
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptxTREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
LeandroRomeiroDeSouz
 
APR SEGURANÇA TRABA..pptx
APR SEGURANÇA TRABA..pptxAPR SEGURANÇA TRABA..pptx
APR SEGURANÇA TRABA..pptx
ContadoraRaquelFerre
 
Controlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionaisControlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionais
Filipa Andrade
 
Aula 08 Gestão de riscos
Aula 08   Gestão de riscosAula 08   Gestão de riscos
Aula 08 Gestão de riscos
Auryelle Correia
 
ENCARREGADO DE LIDERANÇA.pdf
ENCARREGADO DE LIDERANÇA.pdfENCARREGADO DE LIDERANÇA.pdf
ENCARREGADO DE LIDERANÇA.pdf
COORDENAOPEDAGGICASA1
 
Processo de manter pessoas
Processo de manter pessoasProcesso de manter pessoas
Processo de manter pessoas
Augusto Canuto
 
Comportamento Seguro.pptx
Comportamento Seguro.pptxComportamento Seguro.pptx
Comportamento Seguro.pptx
EdicarlosPereira5
 
Erro Humano e o Stress
Erro Humano e o StressErro Humano e o Stress
Erro Humano e o Stress
Fábio Simões
 
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptxSlides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
AliaCristiano
 
Comportamento Seguro.pdf
Comportamento Seguro.pdfComportamento Seguro.pdf
Comportamento Seguro.pdf
ssuser1298d9
 
Comportamento Seguro.pdf
Comportamento Seguro.pdfComportamento Seguro.pdf
Comportamento Seguro.pdf
SabrinaSilva256022
 
Psicologia do Trabalho - Parte III
Psicologia do Trabalho - Parte IIIPsicologia do Trabalho - Parte III
Psicologia do Trabalho - Parte III
Masterss Web
 
Controle de acidentes
Controle de acidentesControle de acidentes
Controle de acidentes
Luiz Carlos de Almeida
 
Gerenciando os riscos_no_local_de_trabalho
Gerenciando os riscos_no_local_de_trabalhoGerenciando os riscos_no_local_de_trabalho
Gerenciando os riscos_no_local_de_trabalho
badeco1
 
TREINAMENTO DIALOGO COMPORTAMENTAL CSN.pptx
TREINAMENTO DIALOGO COMPORTAMENTAL CSN.pptxTREINAMENTO DIALOGO COMPORTAMENTAL CSN.pptx
TREINAMENTO DIALOGO COMPORTAMENTAL CSN.pptx
DamaziaFernanda
 

Semelhante a Treinamento+sobre+gerenciamento+e+percepção+de+riscos 1 (20)

Treinamento_Percep_o_de_Riscos_ppt_1680578721.pdf
Treinamento_Percep_o_de_Riscos_ppt_1680578721.pdfTreinamento_Percep_o_de_Riscos_ppt_1680578721.pdf
Treinamento_Percep_o_de_Riscos_ppt_1680578721.pdf
 
Treinamento Percepção de Riscos.ppt
Treinamento Percepção de Riscos.pptTreinamento Percepção de Riscos.ppt
Treinamento Percepção de Riscos.ppt
 
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
Curso Ger. Riscos - Dia 02 / Parte 2
 
Apostila do Aluno - Elaboração de ART-ATUALIZ (1).pptx
Apostila do Aluno - Elaboração de ART-ATUALIZ (1).pptxApostila do Aluno - Elaboração de ART-ATUALIZ (1).pptx
Apostila do Aluno - Elaboração de ART-ATUALIZ (1).pptx
 
CAMPANHA_RISCO MANOBRA MARCHA RÉ_03 06 2016.pptx
CAMPANHA_RISCO MANOBRA MARCHA RÉ_03 06 2016.pptxCAMPANHA_RISCO MANOBRA MARCHA RÉ_03 06 2016.pptx
CAMPANHA_RISCO MANOBRA MARCHA RÉ_03 06 2016.pptx
 
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptxTREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
TREINAMENTO INTEGRAÇÃO 2012.pptx
 
APR SEGURANÇA TRABA..pptx
APR SEGURANÇA TRABA..pptxAPR SEGURANÇA TRABA..pptx
APR SEGURANÇA TRABA..pptx
 
Controlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionaisControlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionais
 
Aula 08 Gestão de riscos
Aula 08   Gestão de riscosAula 08   Gestão de riscos
Aula 08 Gestão de riscos
 
ENCARREGADO DE LIDERANÇA.pdf
ENCARREGADO DE LIDERANÇA.pdfENCARREGADO DE LIDERANÇA.pdf
ENCARREGADO DE LIDERANÇA.pdf
 
Processo de manter pessoas
Processo de manter pessoasProcesso de manter pessoas
Processo de manter pessoas
 
Comportamento Seguro.pptx
Comportamento Seguro.pptxComportamento Seguro.pptx
Comportamento Seguro.pptx
 
Erro Humano e o Stress
Erro Humano e o StressErro Humano e o Stress
Erro Humano e o Stress
 
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptxSlides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
Slides. Avaliação de Risco Profissional.pptx
 
Comportamento Seguro.pdf
Comportamento Seguro.pdfComportamento Seguro.pdf
Comportamento Seguro.pdf
 
Comportamento Seguro.pdf
Comportamento Seguro.pdfComportamento Seguro.pdf
Comportamento Seguro.pdf
 
Psicologia do Trabalho - Parte III
Psicologia do Trabalho - Parte IIIPsicologia do Trabalho - Parte III
Psicologia do Trabalho - Parte III
 
Controle de acidentes
Controle de acidentesControle de acidentes
Controle de acidentes
 
Gerenciando os riscos_no_local_de_trabalho
Gerenciando os riscos_no_local_de_trabalhoGerenciando os riscos_no_local_de_trabalho
Gerenciando os riscos_no_local_de_trabalho
 
TREINAMENTO DIALOGO COMPORTAMENTAL CSN.pptx
TREINAMENTO DIALOGO COMPORTAMENTAL CSN.pptxTREINAMENTO DIALOGO COMPORTAMENTAL CSN.pptx
TREINAMENTO DIALOGO COMPORTAMENTAL CSN.pptx
 

Treinamento+sobre+gerenciamento+e+percepção+de+riscos 1

  • 1. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Percepção de RiscosPercepção de Riscos ““O sucesso de toda equipeO sucesso de toda equipe também depende de você”também depende de você” COORDENAÇÃO DE SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE
  • 3. Entender o que é risco e o fator de riscoEntender o que é risco e o fator de risco Os motivos que nos levam a ignorar os riscosOs motivos que nos levam a ignorar os riscos Descobrir onde estamos errandoDescobrir onde estamos errando O que cada colaborador deve fazer para melhorar a percepção de riscoO que cada colaborador deve fazer para melhorar a percepção de risco GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Objetivos do Treinamento
  • 4. Trabalhar com segurança é: • Saber perceber os riscos • Querer gerenciar os riscos • Ser exemplo Temos na empresa pessoas que diferenciam: •Trabalhar •Trabalhar com Segurança ...porém ignoram o termo segurança POR QUE NÃO CONSEGUIMOSPOR QUE NÃO CONSEGUIMOS EVITAR OS INCIDENTES?EVITAR OS INCIDENTES?
  • 5. A percepção dos riscos de uma atividade está diretamente ligada ao comportamento, atitude e cultura de cada um. Diversos são os motivos que levam as pessoas a trabalharem expostas a riscos. Podemos citar: Desconhecimento Executar tarefas ou permitir a realização da mesma com dúvidas sobre o padrão. Por que ficamos expostos aos Riscos?Por que ficamos expostos aos Riscos?
  • 6. VamosVamos entender...entender... GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Lesões pessoais ou perdas materiais Tarefa a ser executada Atividade Fator de risco Risco Consequência O que pode causar um evento gerador de perda Possibilidade da ocorrência de um evento Corte de chapa com maçarico Superfície quente Contato Queimadura Perigo: Uma fonte ou situação com potencial para provocar danos em termos de lesão, doença dano a propriedade, dano ao meio ambiente ou uma combinação destes. Risco é a combinação da probabilidade de ocorrência e da conseqüência de um determinado evento perigoso.
  • 7. O grande desafio hoje é que para se ter um desempenhoO grande desafio hoje é que para se ter um desempenho satisfatório as pessoas tem que vencer a si próprias.satisfatório as pessoas tem que vencer a si próprias. Explicando de uma maneira bastante simplificada existem trêsExplicando de uma maneira bastante simplificada existem três tipos de programação:tipos de programação: 1 – A programação Genética ( O Instinto) / A essência.1 – A programação Genética ( O Instinto) / A essência. Praticamente o individuo não tem nenhum controle;Praticamente o individuo não tem nenhum controle; 2 – A Programação Sócio Cultural (A família, amigos, escola,2 – A Programação Sócio Cultural (A família, amigos, escola, trabalho, lideres, cinema, livros, tv e etc). Neste caso otrabalho, lideres, cinema, livros, tv e etc). Neste caso o controle do individuo é parcial;controle do individuo é parcial; 3 – A Auto Programação ou a Programação feita por você em3 – A Auto Programação ou a Programação feita por você em você mesmo. Aqui o controle do individuo é total, devidovocê mesmo. Aqui o controle do individuo é total, devido suas atitudes.suas atitudes. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS
  • 8. EVOLUÇÃO DA PERCEPÇÃOEVOLUÇÃO DA PERCEPÇÃO VOCÊ TEM VALOR. PORTANTO, A SUA SEGURANÇA COMEÇA EM SUAS ATITUDES. INTUIÇÃ O PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS TREINAMENTO EFICAZ DO FATOR HUMANO COM AVALIAÇÃO ASSIMILAÇÃO ACIDENTE ZERO ATITUDE A C I D E N T E
  • 9. Exemplos: • Operação de lixadeira sem Protetor Facial • Não respeitando a velocidade máxima permitida para o trecho • Passando em área delimitada sem a devida permissão • Elaborar serviço a quente sem manter extintor de incêndio no local GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Por que ficamos expostos aos Riscos? Ignoramos Procedimentos / PadrõesIgnoramos Procedimentos / Padrões:
  • 10. Assumindo riscos sem propor medida de controle para eliminar, neutralizar, minimizar ou sinalizar Ex. Transportando pessoas sem o uso do cinto de segurança Empilhar peças de forma desordenada GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Por que ficamos expostos aos Riscos? Tolerar os RiscosTolerar os Riscos:
  • 11. O risco é do conhecimento de todos, mas não há iniciativa para corrigi-lo ou buscar a solução. Exemplo: Permitir o inicio de manutenção sem a devida neutralização da linha. Liberar operação de máquina sem freio de mão Obs.: O desempenho de uma área é o reflexo do seu Gerente, Chefe de Departamento e Supervisão. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Por que ficamos expostos aos Riscos? Ignorar o riscoIgnorar o risco:
  • 12. Hábitos e RotinaHábitos e Rotina:  O risco persiste porque o convívio freqüente com ele, ao longo do tempo, o incorporou à normalidade das tarefas. Este fato leva o trabalhador a se acostumar com a situação inadequada, fazendo parte do ambiente de trabalho. Exemplo: Usar talabarte do cinto de segurança abaixo da linha da cintura Pular de cima da carroçaria do caminhão Utilizar talhadeira deformada Transportar material em carrinho com pneu vazio Deixar peças espalhadas no local das tarefas Passar em baixo de carga suspensa GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Por que ficamos expostos aos Riscos? “Somente há reação ao que é percebido, traduzido e avaliado.”
  • 13.  O risco é mantido porque ninguém toma qualquer providência para sua correção, considerando ser a outra pessoa ou setor o responsável em corrigir.  Exemplo: Designar responsável pelo isolamento. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Por que ficamos expostos aos Riscos?
  • 14. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS Principais Fatores de Risco a observar Aprisionamento em, sob ou entre (materiais objetos, equipamentos). Perfuração, corte por manusear objetos. Atrito, abrasão, perfuração, corpo estranho nos olhos. Colisão, atropelamento, abalroamento por veículo/equipamento. Contato com energia elétrica. Contato com combustível líquidos e gases combustíveis e inflamáveis. Desabamento ou desmoronamento. Deslizamento de talude Colisão de materiais (queda de material). Fogo/explosão. Exposição a objetos/substâncias à alta temperatura Exposição a produtos químicos corrosivos. Queda de pessoa com diferença de nível.
  • 15. O que vai sustentar o programa e garantir aO que vai sustentar o programa e garantir a nossa performance para atingirmos nossanossa performance para atingirmos nossa META?META? RQARQA ARTART PPSPPS ATITUDEATITUDE GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DOS RISCOSDOS RISCOS IMPORTANTÍSSIMO
  • 16. Análise de Risco da Tarefa - Faça o reconhecimento daAnálise de Risco da Tarefa - Faça o reconhecimento da área e avalie os fatores de risco e os riscos,área e avalie os fatores de risco e os riscos, especificando as medidas preventivas.especificando as medidas preventivas. A PERCEPÇÃO DE RISCOSA PERCEPÇÃO DE RISCOS Como avaliar o risco?
  • 17. Observar todos os ângulos é fundamental.Observar todos os ângulos é fundamental. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DOS RISCOSDOS RISCOS Como perceber o risco? Percebeu todos os riscos existentes? A identificação individual traz menos resultados que em conjunto.
  • 18. Conheça o local onde irá trabalhar eConheça o local onde irá trabalhar e pergunte:pergunte: O que pode acontecer de errado?O que pode acontecer de errado? GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DOS RISCOSDOS RISCOS Como perceber o risco? Identifique todos os riscos. Atenção é fundamental.
  • 19. Pergunte: O que devo fazer para eliminar,Pergunte: O que devo fazer para eliminar, neutralizar, minimizar ou tratar cada um dosneutralizar, minimizar ou tratar cada um dos riscos identificados?riscos identificados? GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DOS RISCOSDOS RISCOS Gerencie os riscos  Comprometimento;  Atitude;  Cultura. “A ação de correção depende de você. Após uma boa identificação dos riscos, corrigir mostra o diferencial de cada colaborador, pois corrigir é QUERER FAZER, para isto depende de:
  • 20. Avalie as medidas corretivas para cadaAvalie as medidas corretivas para cada risco levantado.risco levantado. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DOS RISCOSDOS RISCOS Gerencie os riscos surgindo dúvidas sobre as medidas adotadas sobressaindo palavras como:  Eu acho que é assim;  Eu penso que é assim;  Será que é assim? Não execute a tarefa. Chame o chefe imediato ou SESMT para auxiliar nas medidas corretivas.
  • 21. Siga os procedimentos corretos e faça o trabalho comSiga os procedimentos corretos e faça o trabalho com segurança.segurança. Se você não pode fazer tudo que estava ao seuSe você não pode fazer tudo que estava ao seu alcance para eliminar ou reduzir os riscos daalcance para eliminar ou reduzir os riscos da tarefa,tarefa, NÃO EXECUTE!NÃO EXECUTE! Se algo deu errado na tarefa que você programouSe algo deu errado na tarefa que você programou ocorreu um desvio –ocorreu um desvio – PARE IMEDIATAMENTE EPARE IMEDIATAMENTE E REFAÇA A ARTREFAÇA A ART GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DOS RISCOSDOS RISCOS Gerencie os riscos
  • 22. ““Segurança é parte integrante de toda atividade, nãoSegurança é parte integrante de toda atividade, não uma atividade à parte”.uma atividade à parte”. ““O comprometimento em S.S.M.A. de uma pessoaO comprometimento em S.S.M.A. de uma pessoa pode ser medido quando você, mesmo sozinho epode ser medido quando você, mesmo sozinho e atrasado, segue todos os procedimentos”.atrasado, segue todos os procedimentos”. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DOS RISCOSDOS RISCOS Lembre-se: Faça seu exame de consciênciaFaça seu exame de consciência e dê a sua nota.e dê a sua nota.
  • 23. • Venha ao trabalho em condições de trabalhar • Tenha certeza que pode executar as tarefas de forma segura antes de iniciá-las • Siga todos os procedimentos e regras de segurança • Interrompa a atividade se ela for insegura. • Zele pela sua segurança e de seus companheiros de trabalho. • Relate imediatamente qualquer incidente. GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS O QUE A ........ ESPERA DE CADA UM
  • 24. CORRENTE COM ELOCORRENTE COM ELO COMPLETO.COMPLETO. ““Não seja o “Elo maisNão seja o “Elo mais fraco da corrente.”fraco da corrente.” GERENCIAMENTO E PERCEPÇÃOGERENCIAMENTO E PERCEPÇÃO DE RISCOSDE RISCOS
  • 25. SAIBA PERCEBER AS DIFERENÇAS

Notas do Editor

  1. <number>
  2. <number>
  3. <number>
  4. <number>