SlideShare uma empresa Scribd logo
C.E. PROFESSOR HORACIO MACEDO C.E. PROFESSOR HORACIO MACEDO 
PROFª  JUDDY HOOLLIDAY PROFª  JUDDY HOOLLIDAY 
DISCIPLINA: INGLÊSDISCIPLINA: INGLÊS
TURMA:HM1004/2014TURMA:HM1004/2014
Students:Students:
Gabriel Vinicius Ferreira da SilvaGabriel Vinicius Ferreira da Silva
Gabriele Braga GomesGabriele Braga Gomes
Jorge Stewart DomingosJorge Stewart Domingos
Letícia CorrêaLetícia Corrêa
Lucas AraújoLucas Araújo
Rafael AraujoRafael Araujo
Raiyra da Silva de FrançaRaiyra da Silva de França
TEMA: SIMPLE PRESENT DETEMA: SIMPLE PRESENT DE
VERBOS TO BE E DOSVERBOS TO BE E DOS
OUTROS – SEMELHANÇAS EOUTROS – SEMELHANÇAS E
DIFERENÇASDIFERENÇAS
Verbo To BeVerbo To Be
 O verbo “O verbo “to beto be” pode expressar dois” pode expressar dois
significados: ser ou estar. Logo, tanto para dizersignificados: ser ou estar. Logo, tanto para dizer
que que eu sou eu sou uma professora (uma professora (I amI am a teacher a teacher),),
quanto para dizer que quanto para dizer que eu estou eu estou na escola (na escola (II
amam at school at school), deve-se utilizar o verbo “), deve-se utilizar o verbo “to beto be”.”.
Veja o slide a seguir para indicar o uso corretoVeja o slide a seguir para indicar o uso correto
do verbo no presente (afirmativa, negativa edo verbo no presente (afirmativa, negativa e
interrogativa) :interrogativa) :
 Obs: Na interrotiva, se troca o lugar do sujeitoObs: Na interrotiva, se troca o lugar do sujeito
pelo verbo.pelo verbo.
Tabela do Verbo To be naTabela do Verbo To be na
afirmativaafirmativa
Personal Pronouns Personal Pronouns (Pronomes pessoais)(Pronomes pessoais) Verbo “Verbo “to beto be” no presente” no presente
II am am (sou/estou)(sou/estou)
YouYou are are (é /está)(é /está)
HeHe is is (é/está)(é/está)
SheShe is is (é/está)(é/está)
ItIt is is (é/está)(é/está)
WeWe are are (somos/estamos)(somos/estamos)
YouYou are are (são/estão)(são/estão)
TheyThey are are (são/estão)(são/estão)
Verbo to be na negativa:Verbo to be na negativa:
II Am notAm not
YouYou Are not ou aren’tAre not ou aren’t
HeHe Is not ou isn’tIs not ou isn’t
SheShe Is not ou isn’tIs not ou isn’t
ItIt Is not ou isn’tIs not ou isn’t
WeWe Are not ou aren’tAre not ou aren’t
YouYou Are not ou aren’tAre not ou aren’t
TheyThey Are not ou aren’tAre not ou aren’t
Verbo to be na interrogativa:Verbo to be na interrogativa:
II Am I ... ?Am I ... ?
YouYou Are you ... ?Are you ... ?
HeHe Is he ... ?Is he ... ?
SheShe Is she ... ?Is she ... ?
ItIt Is it ... ?Is it ... ?
WeWe Are we ... ?Are we ... ?
YouYou Are you ... ?Are you ... ?
TheyThey Are they ... ?Are they ... ?
Simple PresentSimple Present
 O Simple Present equivale ao Presente doO Simple Present equivale ao Presente do
Indicativo, em Português. Eles têm a mesmaIndicativo, em Português. Eles têm a mesma
forma básica do infinitivo do verbo, sem aforma básica do infinitivo do verbo, sem a
partículapartícula to.to. Ele é usado para falar de Ele é usado para falar de açõesações
ou estados no presenteou estados no presente , de, de hábitoshábitos,,
de de “verdades universais”“verdades universais”  e até mesmo, em e até mesmo, em
alguns casos, do quealguns casos, do que ainda vai ocorrerainda vai ocorrer ..
 Essa forma básica é usada para todas asEssa forma básica é usada para todas as
pessoas do singular (he/she/it), caso em que,pessoas do singular (he/she/it), caso em que,
em geral, acresenta-se umem geral, acresenta-se um -- se um S (he/she/itse um S (he/she/it
lives).lives).
 No entanto, dependendo da terminação doNo entanto, dependendo da terminação do
verbo, ele pode receber, em vez do verbo, ele pode receber, em vez do -s-s, , -es-es ou  ou --
iesies..
Simple PresentSimple Present
 Para fazer frases interrogativas, vamos usar oPara fazer frases interrogativas, vamos usar o
auxiliar auxiliar DODO (ou  (ou DOESDOES, para as terceiras pessoas), para as terceiras pessoas)
antes do verbo. Exemplos:antes do verbo. Exemplos:
 Do you go to school?(Você vai para a escola ?) DoesDo you go to school?(Você vai para a escola ?) Does
she work ? (Ela trabalha?)she work ? (Ela trabalha?)
 Para tornar uma frase negativa, é só adicionar o "Para tornar uma frase negativa, é só adicionar o "NOTNOT""
depois do DO ou DOES:depois do DO ou DOES:
 - I Do not (don't) work (eu não - I Do not (don't) work (eu não trabalhotrabalho))
- She does not (doesn't) work (ela não trabalha)- She does not (doesn't) work (ela não trabalha)
Verbos RegularesVerbos Regulares
 Os verbos regulares acrescentam –d ou –ed à sua forma no Simple Past.Os verbos regulares acrescentam –d ou –ed à sua forma no Simple Past.
 Se o verbo termina em consoante +y, no passado troca-se o –y por –ied:Se o verbo termina em consoante +y, no passado troca-se o –y por –ied:
carry-carried; study-studied.carry-carried; study-studied.
 Se ele termina em vogal +y, no passado acrescenta-se –ed normalmente:Se ele termina em vogal +y, no passado acrescenta-se –ed normalmente:
play-played.play-played.
 Se o verbo termina em consoante-vogal-consoante e a sílaba tônica é aSe o verbo termina em consoante-vogal-consoante e a sílaba tônica é a
última , no passado a consoante final é duplicada ( stop-stopped; refer-última , no passado a consoante final é duplicada ( stop-stopped; refer-
referred.referred.
 Nem todas as palavras que terminam em –ed são verbos no passado ( porNem todas as palavras que terminam em –ed são verbos no passado ( por
exemplo, interested= interessado ).exemplo, interested= interessado ).
Exemplos de frases : Verbo To BeExemplos de frases : Verbo To Be
 ..
 Afirmativa : Cristo Redentor is beautifulAfirmativa : Cristo Redentor is beautiful
Frase ( Verbo To Be )Frase ( Verbo To Be )
 Negativa : Copacabana's beach is not veryNegativa : Copacabana's beach is not very
Frase ( Verbo To Be )Frase ( Verbo To Be )
 Interrogativa : Are you visiting Pão de Açucar ?Interrogativa : Are you visiting Pão de Açucar ?
Exemplos de frases :Verbo regularExemplos de frases :Verbo regular
 Afirmativa: Maracanã staies in Rio de Janeiro.Afirmativa: Maracanã staies in Rio de Janeiro.
Frase (Verbo regular )Frase (Verbo regular )
 Negativa: She doesn't like Pão de Açucar.Negativa: She doesn't like Pão de Açucar.
Frase (Verbo regular)Frase (Verbo regular)
 Interrogativa : Does he likes Marquês de Sapucaí ?Interrogativa : Does he likes Marquês de Sapucaí ?
Conclusão ( Diferenças )Conclusão ( Diferenças )
 No verbo regular colocamos o –ed continuando o verbo,No verbo regular colocamos o –ed continuando o verbo,
diferentemente do verbo To be.diferentemente do verbo To be.
 No verbo regular o “not” vem acompanhado de “did” naNo verbo regular o “not” vem acompanhado de “did” na
negativa.negativa.
 O verbo To be está no presente enquanto os verbosO verbo To be está no presente enquanto os verbos
regulares estão no passado.regulares estão no passado.
 A negativa e interrogativa das frases no passado com oA negativa e interrogativa das frases no passado com o
verbo to be são feitas com Waslwere e não com did.verbo to be são feitas com Waslwere e não com did.
Conclusão ( Semelhanças )Conclusão ( Semelhanças )
 Tanto o verbo to be, quanto os verbos regulares têmTanto o verbo to be, quanto os verbos regulares têm
forma infinitiva.forma infinitiva.
Fontes de Pesquisa:Fontes de Pesquisa:
 Fonte da gramática :http://www.inglesvip.com/grammar/verb-to-be-present-Fonte da gramática :http://www.inglesvip.com/grammar/verb-to-be-present-
tenseinterrogative-form.htmltenseinterrogative-form.html
 http://www.brasilescola.com/ingles/verbo-to-be.htmhttp://www.brasilescola.com/ingles/verbo-to-be.htm
 http://tosabendomais.com.br/portal/assuntos-quentes.php?http://tosabendomais.com.br/portal/assuntos-quentes.php?
secao=&idAssunto=395&idArea=5&acao=VerCompletosecao=&idAssunto=395&idArea=5&acao=VerCompleto
 http://www.infoescola.com/ingles/presente-simples-simple-present/http://www.infoescola.com/ingles/presente-simples-simple-present/
 Fonte de imagem:Fonte de imagem:
 http://netflu.com.br/cbf-afirma-que-tem-todos-os-laudos-para-liberacao-do-maracana/http://netflu.com.br/cbf-afirma-que-tem-todos-os-laudos-para-liberacao-do-maracana/
 http://www.fdc.org.br/hotsites/mail/conference/2012/hotsite/pao-de-acucar.htmlhttp://www.fdc.org.br/hotsites/mail/conference/2012/hotsite/pao-de-acucar.html
 http://www.bondinho.com.br/http://www.bondinho.com.br/
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Praia_de_Copacabanahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Praia_de_Copacabana
 http://www.panoramio.com/photo/3004889 - Marquês de Sapucaíhttp://www.panoramio.com/photo/3004889 - Marquês de Sapucaí
 https://www.google.com/search?https://www.google.com/search?
q=cristo+redentor&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=5B0_U4qjJMSi2QXN6oq=cristo+redentor&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=5B0_U4qjJMSi2QXN6o
G4Ag&sqi=2&ved=0CCUQsG4Ag&sqi=2&ved=0CCUQs
 referencias bibliográficas: Livro Take over 1referencias bibliográficas: Livro Take over 1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

191634109 tabela-de-correlacao-de-infravermelho (2)
191634109 tabela-de-correlacao-de-infravermelho (2)191634109 tabela-de-correlacao-de-infravermelho (2)
191634109 tabela-de-correlacao-de-infravermelho (2)
Wilson Xavier
 
Aula de português
Aula de portuguêsAula de português
Aula de português
Jefferson Sales
 
Texto dissertativo expositivo
Texto dissertativo expositivoTexto dissertativo expositivo
Texto dissertativo expositivo
Ana Lúcia Moura Neves
 
High up: inglês para o ensino médio. PNLD
High up: inglês para o ensino médio. PNLDHigh up: inglês para o ensino médio. PNLD
High up: inglês para o ensino médio. PNLD
FALE - UFMG
 
LEITURA DELEITE SEJA GIRASSOL
LEITURA DELEITE SEJA GIRASSOLLEITURA DELEITE SEJA GIRASSOL
LEITURA DELEITE SEJA GIRASSOL
Marisa Seara
 
Relatório de polarimetria
Relatório de polarimetria Relatório de polarimetria
Relatório de polarimetria
Railane Freitas
 
Ambiguidade
AmbiguidadeAmbiguidade
Ambiguidade
Marilia Teddy
 
Contos de Fadas em libras.pdf
Contos de Fadas em libras.pdfContos de Fadas em libras.pdf
Contos de Fadas em libras.pdf
CarlosPereiradaSilva16
 
Redação: Relato Pessoal
Redação: Relato PessoalRedação: Relato Pessoal
Redação: Relato Pessoal
7 de Setembro
 
Modalidades Organizativas DÉLIA LERNER. (1).pdf
Modalidades Organizativas DÉLIA LERNER. (1).pdfModalidades Organizativas DÉLIA LERNER. (1).pdf
Modalidades Organizativas DÉLIA LERNER. (1).pdf
ssuserbc0eb2
 
Determinação da densidade por picnometro experiencia 5 20091
Determinação da densidade por picnometro experiencia 5 20091Determinação da densidade por picnometro experiencia 5 20091
Determinação da densidade por picnometro experiencia 5 20091
sergioviroli
 
Lagoas de estabilização
Lagoas de estabilizaçãoLagoas de estabilização
Lagoas de estabilização
marchib
 
Aula 6 lagoas de estabilização e lagoas facultativas
Aula 6 lagoas de estabilização e lagoas facultativasAula 6 lagoas de estabilização e lagoas facultativas
Aula 6 lagoas de estabilização e lagoas facultativas
Giovanna Ortiz
 
Texto base historiaeducacaosurdos
Texto base historiaeducacaosurdosTexto base historiaeducacaosurdos
Texto base historiaeducacaosurdos
Ralph Candido
 
Plano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiaPlano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídia
japquimica
 
Plano de aula estagio iv
Plano de aula estagio ivPlano de aula estagio iv
Plano de aula estagio iv
Gabriel Reis
 
Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais ppt
pnaicdertsis
 
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Dhion Meyg Fernandes
 
Aula0803
Aula0803Aula0803
Aula0803
LaizaDias3
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
lisiane23
 

Mais procurados (20)

191634109 tabela-de-correlacao-de-infravermelho (2)
191634109 tabela-de-correlacao-de-infravermelho (2)191634109 tabela-de-correlacao-de-infravermelho (2)
191634109 tabela-de-correlacao-de-infravermelho (2)
 
Aula de português
Aula de portuguêsAula de português
Aula de português
 
Texto dissertativo expositivo
Texto dissertativo expositivoTexto dissertativo expositivo
Texto dissertativo expositivo
 
High up: inglês para o ensino médio. PNLD
High up: inglês para o ensino médio. PNLDHigh up: inglês para o ensino médio. PNLD
High up: inglês para o ensino médio. PNLD
 
LEITURA DELEITE SEJA GIRASSOL
LEITURA DELEITE SEJA GIRASSOLLEITURA DELEITE SEJA GIRASSOL
LEITURA DELEITE SEJA GIRASSOL
 
Relatório de polarimetria
Relatório de polarimetria Relatório de polarimetria
Relatório de polarimetria
 
Ambiguidade
AmbiguidadeAmbiguidade
Ambiguidade
 
Contos de Fadas em libras.pdf
Contos de Fadas em libras.pdfContos de Fadas em libras.pdf
Contos de Fadas em libras.pdf
 
Redação: Relato Pessoal
Redação: Relato PessoalRedação: Relato Pessoal
Redação: Relato Pessoal
 
Modalidades Organizativas DÉLIA LERNER. (1).pdf
Modalidades Organizativas DÉLIA LERNER. (1).pdfModalidades Organizativas DÉLIA LERNER. (1).pdf
Modalidades Organizativas DÉLIA LERNER. (1).pdf
 
Determinação da densidade por picnometro experiencia 5 20091
Determinação da densidade por picnometro experiencia 5 20091Determinação da densidade por picnometro experiencia 5 20091
Determinação da densidade por picnometro experiencia 5 20091
 
Lagoas de estabilização
Lagoas de estabilizaçãoLagoas de estabilização
Lagoas de estabilização
 
Aula 6 lagoas de estabilização e lagoas facultativas
Aula 6 lagoas de estabilização e lagoas facultativasAula 6 lagoas de estabilização e lagoas facultativas
Aula 6 lagoas de estabilização e lagoas facultativas
 
Texto base historiaeducacaosurdos
Texto base historiaeducacaosurdosTexto base historiaeducacaosurdos
Texto base historiaeducacaosurdos
 
Plano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiaPlano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídia
 
Plano de aula estagio iv
Plano de aula estagio ivPlano de aula estagio iv
Plano de aula estagio iv
 
Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais ppt
 
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
 
Aula0803
Aula0803Aula0803
Aula0803
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 

Destaque

Trabalho de inglês
Trabalho de inglêsTrabalho de inglês
Trabalho de inglês
Jorge Stewart Domingos
 
Present perfect
Present perfectPresent perfect
Present perfect
fefegoomes
 
The present perfect simple
The present perfect simpleThe present perfect simple
The present perfect simple
Claudenio Alberto
 
Verbo to be (presente e passado)
Verbo to be   (presente e passado)Verbo to be   (presente e passado)
Verbo to be (presente e passado)
BobDantas
 
Simple present
Simple presentSimple present
Simple present
Adriana Sales Zardini
 
Plano De Aula - Trabalhando a Língua Inglesa no cotidiano
Plano De Aula - Trabalhando a Língua Inglesa no cotidianoPlano De Aula - Trabalhando a Língua Inglesa no cotidiano
Plano De Aula - Trabalhando a Língua Inglesa no cotidiano
Fabio Lemes
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Biblioteca Escolar Ourique
 
3 ficha de trabalho - simple present (1)[1]
3   ficha de trabalho - simple present (1)[1]3   ficha de trabalho - simple present (1)[1]
3 ficha de trabalho - simple present (1)[1]
Teresa Oliveira
 
THE IRREGULAR VERBS
THE IRREGULAR VERBSTHE IRREGULAR VERBS
THE IRREGULAR VERBS
UMVZV
 
E N G L I S H S E M I N A R
E N G L I S H  S E M I N A RE N G L I S H  S E M I N A R
E N G L I S H S E M I N A R
georgescheller
 
7 estude-o-uso-dos-pronomes-faça-o-download-do-anexo-07
7 estude-o-uso-dos-pronomes-faça-o-download-do-anexo-077 estude-o-uso-dos-pronomes-faça-o-download-do-anexo-07
7 estude-o-uso-dos-pronomes-faça-o-download-do-anexo-07
marcelestevao
 
Oceania
Oceania Oceania
Oceania
Camila Brito
 
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso - Ciência da Computação
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso - Ciência da Computação Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso - Ciência da Computação
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso - Ciência da Computação
Thiago Marinho
 
Resumo numero
Resumo numeroResumo numero
Resumo numero
Maria José Correia
 
Trabalho De Ingles
Trabalho De InglesTrabalho De Ingles
Trabalho De Ingles
guest961c6f
 
Tempos verbais simple present - forma afirmativa
Tempos verbais simple present -  forma afirmativaTempos verbais simple present -  forma afirmativa
Tempos verbais simple present - forma afirmativa
BobDantas
 
verbo to be
verbo to beverbo to be
verbo to be
Kingston8GB
 
History of the english language
History of the english languageHistory of the english language
History of the english language
Christianspinola
 
História dos Estados Unidos
História dos Estados UnidosHistória dos Estados Unidos
História dos Estados Unidos
Andreia Regina Moura Mendes
 
Allophone presentation
Allophone presentationAllophone presentation
Allophone presentation
Mahbubul Hoque Ayan
 

Destaque (20)

Trabalho de inglês
Trabalho de inglêsTrabalho de inglês
Trabalho de inglês
 
Present perfect
Present perfectPresent perfect
Present perfect
 
The present perfect simple
The present perfect simpleThe present perfect simple
The present perfect simple
 
Verbo to be (presente e passado)
Verbo to be   (presente e passado)Verbo to be   (presente e passado)
Verbo to be (presente e passado)
 
Simple present
Simple presentSimple present
Simple present
 
Plano De Aula - Trabalhando a Língua Inglesa no cotidiano
Plano De Aula - Trabalhando a Língua Inglesa no cotidianoPlano De Aula - Trabalhando a Língua Inglesa no cotidiano
Plano De Aula - Trabalhando a Língua Inglesa no cotidiano
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
 
3 ficha de trabalho - simple present (1)[1]
3   ficha de trabalho - simple present (1)[1]3   ficha de trabalho - simple present (1)[1]
3 ficha de trabalho - simple present (1)[1]
 
THE IRREGULAR VERBS
THE IRREGULAR VERBSTHE IRREGULAR VERBS
THE IRREGULAR VERBS
 
E N G L I S H S E M I N A R
E N G L I S H  S E M I N A RE N G L I S H  S E M I N A R
E N G L I S H S E M I N A R
 
7 estude-o-uso-dos-pronomes-faça-o-download-do-anexo-07
7 estude-o-uso-dos-pronomes-faça-o-download-do-anexo-077 estude-o-uso-dos-pronomes-faça-o-download-do-anexo-07
7 estude-o-uso-dos-pronomes-faça-o-download-do-anexo-07
 
Oceania
Oceania Oceania
Oceania
 
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso - Ciência da Computação
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso - Ciência da Computação Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso - Ciência da Computação
Apresentação Trabalho de Conclusão de Curso - Ciência da Computação
 
Resumo numero
Resumo numeroResumo numero
Resumo numero
 
Trabalho De Ingles
Trabalho De InglesTrabalho De Ingles
Trabalho De Ingles
 
Tempos verbais simple present - forma afirmativa
Tempos verbais simple present -  forma afirmativaTempos verbais simple present -  forma afirmativa
Tempos verbais simple present - forma afirmativa
 
verbo to be
verbo to beverbo to be
verbo to be
 
History of the english language
History of the english languageHistory of the english language
History of the english language
 
História dos Estados Unidos
História dos Estados UnidosHistória dos Estados Unidos
História dos Estados Unidos
 
Allophone presentation
Allophone presentationAllophone presentation
Allophone presentation
 

Semelhante a Trabalho de inglês

Trabalho de Recuperação 1° Semestre
Trabalho de Recuperação 1° Semestre Trabalho de Recuperação 1° Semestre
Trabalho de Recuperação 1° Semestre
Henrique Padilha
 
Atrabalhodeingles
AtrabalhodeinglesAtrabalhodeingles
Atrabalhodeingles
Marcella Weltri
 
Simple Present - Verbo to be e regulares
Simple Present - Verbo to be e regularesSimple Present - Verbo to be e regulares
Simple Present - Verbo to be e regulares
High1003
 
Apostila basica ingles[1]
Apostila basica ingles[1]Apostila basica ingles[1]
Apostila basica ingles[1]
Edna Bezerra
 
Simple Present - Verbo To be e regulares
Simple Present - Verbo To be e regularesSimple Present - Verbo To be e regulares
Simple Present - Verbo To be e regulares
High1003
 
Trabalho de Inglês (1°Bimestre)
Trabalho de Inglês (1°Bimestre)Trabalho de Inglês (1°Bimestre)
Trabalho de Inglês (1°Bimestre)
marcusreis96
 
11Simple Present Verbo to be e regulares.pptx
11Simple Present Verbo to be  e regulares.pptx11Simple Present Verbo to be  e regulares.pptx
11Simple Present Verbo to be e regulares.pptx
MelissaHelenaLantimd
 
Review - Simple Present and Personal Pronouns
Review - Simple Present and Personal PronounsReview - Simple Present and Personal Pronouns
Review - Simple Present and Personal Pronouns
Maria Glalcy Fequetia Dalcim
 
Office startup
Office startupOffice startup
Office startup
kle157
 
Simple present
Simple presentSimple present
Simple present
Carol Gomes
 
Simple present
Simple presentSimple present
Simple present
Carol Gomes
 
Apostila básica de inglês completa
Apostila básica de inglês completaApostila básica de inglês completa
Apostila básica de inglês completa
Luciana Viter
 
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
Ricardo Borges
 
Xxx video
Xxx videoXxx video
Xxx video
Jhonatan Ribeiro
 
50862298 a-apostila-de-ingles
50862298 a-apostila-de-ingles50862298 a-apostila-de-ingles
50862298 a-apostila-de-ingles
Dimas miranda neves
 
Apostilabsicadeinglscompleta 110627095925-phpapp02
Apostilabsicadeinglscompleta 110627095925-phpapp02Apostilabsicadeinglscompleta 110627095925-phpapp02
Apostilabsicadeinglscompleta 110627095925-phpapp02
Roberta Santos
 
Personal PRONOUNS & VERB TO BE
Personal PRONOUNS & VERB TO BEPersonal PRONOUNS & VERB TO BE
Personal PRONOUNS & VERB TO BE
guestc423b92
 
Personal Pronouns & Verb to be
Personal Pronouns & Verb to bePersonal Pronouns & Verb to be
Personal Pronouns & Verb to be
Narielyn Elias
 
Subject Pronouns & Verb to be
Subject Pronouns & Verb to beSubject Pronouns & Verb to be
Subject Pronouns & Verb to be
Narielyn Elias
 
Trabalho de Inglês 1° Bimestre
Trabalho de Inglês 1° BimestreTrabalho de Inglês 1° Bimestre
Trabalho de Inglês 1° Bimestre
CarolindaMorais
 

Semelhante a Trabalho de inglês (20)

Trabalho de Recuperação 1° Semestre
Trabalho de Recuperação 1° Semestre Trabalho de Recuperação 1° Semestre
Trabalho de Recuperação 1° Semestre
 
Atrabalhodeingles
AtrabalhodeinglesAtrabalhodeingles
Atrabalhodeingles
 
Simple Present - Verbo to be e regulares
Simple Present - Verbo to be e regularesSimple Present - Verbo to be e regulares
Simple Present - Verbo to be e regulares
 
Apostila basica ingles[1]
Apostila basica ingles[1]Apostila basica ingles[1]
Apostila basica ingles[1]
 
Simple Present - Verbo To be e regulares
Simple Present - Verbo To be e regularesSimple Present - Verbo To be e regulares
Simple Present - Verbo To be e regulares
 
Trabalho de Inglês (1°Bimestre)
Trabalho de Inglês (1°Bimestre)Trabalho de Inglês (1°Bimestre)
Trabalho de Inglês (1°Bimestre)
 
11Simple Present Verbo to be e regulares.pptx
11Simple Present Verbo to be  e regulares.pptx11Simple Present Verbo to be  e regulares.pptx
11Simple Present Verbo to be e regulares.pptx
 
Review - Simple Present and Personal Pronouns
Review - Simple Present and Personal PronounsReview - Simple Present and Personal Pronouns
Review - Simple Present and Personal Pronouns
 
Office startup
Office startupOffice startup
Office startup
 
Simple present
Simple presentSimple present
Simple present
 
Simple present
Simple presentSimple present
Simple present
 
Apostila básica de inglês completa
Apostila básica de inglês completaApostila básica de inglês completa
Apostila básica de inglês completa
 
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
 
Xxx video
Xxx videoXxx video
Xxx video
 
50862298 a-apostila-de-ingles
50862298 a-apostila-de-ingles50862298 a-apostila-de-ingles
50862298 a-apostila-de-ingles
 
Apostilabsicadeinglscompleta 110627095925-phpapp02
Apostilabsicadeinglscompleta 110627095925-phpapp02Apostilabsicadeinglscompleta 110627095925-phpapp02
Apostilabsicadeinglscompleta 110627095925-phpapp02
 
Personal PRONOUNS & VERB TO BE
Personal PRONOUNS & VERB TO BEPersonal PRONOUNS & VERB TO BE
Personal PRONOUNS & VERB TO BE
 
Personal Pronouns & Verb to be
Personal Pronouns & Verb to bePersonal Pronouns & Verb to be
Personal Pronouns & Verb to be
 
Subject Pronouns & Verb to be
Subject Pronouns & Verb to beSubject Pronouns & Verb to be
Subject Pronouns & Verb to be
 
Trabalho de Inglês 1° Bimestre
Trabalho de Inglês 1° BimestreTrabalho de Inglês 1° Bimestre
Trabalho de Inglês 1° Bimestre
 

Último

Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
ALEXANDRODECASTRODOS
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdfEXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
eltinhorg
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Shakil Y. Rahim
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
 
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdfEXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 

Trabalho de inglês

  • 1. C.E. PROFESSOR HORACIO MACEDO C.E. PROFESSOR HORACIO MACEDO  PROFª  JUDDY HOOLLIDAY PROFª  JUDDY HOOLLIDAY  DISCIPLINA: INGLÊSDISCIPLINA: INGLÊS TURMA:HM1004/2014TURMA:HM1004/2014 Students:Students: Gabriel Vinicius Ferreira da SilvaGabriel Vinicius Ferreira da Silva Gabriele Braga GomesGabriele Braga Gomes Jorge Stewart DomingosJorge Stewart Domingos Letícia CorrêaLetícia Corrêa Lucas AraújoLucas Araújo Rafael AraujoRafael Araujo Raiyra da Silva de FrançaRaiyra da Silva de França TEMA: SIMPLE PRESENT DETEMA: SIMPLE PRESENT DE VERBOS TO BE E DOSVERBOS TO BE E DOS OUTROS – SEMELHANÇAS EOUTROS – SEMELHANÇAS E DIFERENÇASDIFERENÇAS
  • 2. Verbo To BeVerbo To Be  O verbo “O verbo “to beto be” pode expressar dois” pode expressar dois significados: ser ou estar. Logo, tanto para dizersignificados: ser ou estar. Logo, tanto para dizer que que eu sou eu sou uma professora (uma professora (I amI am a teacher a teacher),), quanto para dizer que quanto para dizer que eu estou eu estou na escola (na escola (II amam at school at school), deve-se utilizar o verbo “), deve-se utilizar o verbo “to beto be”.”. Veja o slide a seguir para indicar o uso corretoVeja o slide a seguir para indicar o uso correto do verbo no presente (afirmativa, negativa edo verbo no presente (afirmativa, negativa e interrogativa) :interrogativa) :  Obs: Na interrotiva, se troca o lugar do sujeitoObs: Na interrotiva, se troca o lugar do sujeito pelo verbo.pelo verbo.
  • 3. Tabela do Verbo To be naTabela do Verbo To be na afirmativaafirmativa Personal Pronouns Personal Pronouns (Pronomes pessoais)(Pronomes pessoais) Verbo “Verbo “to beto be” no presente” no presente II am am (sou/estou)(sou/estou) YouYou are are (é /está)(é /está) HeHe is is (é/está)(é/está) SheShe is is (é/está)(é/está) ItIt is is (é/está)(é/está) WeWe are are (somos/estamos)(somos/estamos) YouYou are are (são/estão)(são/estão) TheyThey are are (são/estão)(são/estão)
  • 4. Verbo to be na negativa:Verbo to be na negativa: II Am notAm not YouYou Are not ou aren’tAre not ou aren’t HeHe Is not ou isn’tIs not ou isn’t SheShe Is not ou isn’tIs not ou isn’t ItIt Is not ou isn’tIs not ou isn’t WeWe Are not ou aren’tAre not ou aren’t YouYou Are not ou aren’tAre not ou aren’t TheyThey Are not ou aren’tAre not ou aren’t
  • 5. Verbo to be na interrogativa:Verbo to be na interrogativa: II Am I ... ?Am I ... ? YouYou Are you ... ?Are you ... ? HeHe Is he ... ?Is he ... ? SheShe Is she ... ?Is she ... ? ItIt Is it ... ?Is it ... ? WeWe Are we ... ?Are we ... ? YouYou Are you ... ?Are you ... ? TheyThey Are they ... ?Are they ... ?
  • 6. Simple PresentSimple Present  O Simple Present equivale ao Presente doO Simple Present equivale ao Presente do Indicativo, em Português. Eles têm a mesmaIndicativo, em Português. Eles têm a mesma forma básica do infinitivo do verbo, sem aforma básica do infinitivo do verbo, sem a partículapartícula to.to. Ele é usado para falar de Ele é usado para falar de açõesações ou estados no presenteou estados no presente , de, de hábitoshábitos,, de de “verdades universais”“verdades universais”  e até mesmo, em e até mesmo, em alguns casos, do quealguns casos, do que ainda vai ocorrerainda vai ocorrer ..  Essa forma básica é usada para todas asEssa forma básica é usada para todas as pessoas do singular (he/she/it), caso em que,pessoas do singular (he/she/it), caso em que, em geral, acresenta-se umem geral, acresenta-se um -- se um S (he/she/itse um S (he/she/it lives).lives).  No entanto, dependendo da terminação doNo entanto, dependendo da terminação do verbo, ele pode receber, em vez do verbo, ele pode receber, em vez do -s-s, , -es-es ou  ou -- iesies..
  • 7. Simple PresentSimple Present  Para fazer frases interrogativas, vamos usar oPara fazer frases interrogativas, vamos usar o auxiliar auxiliar DODO (ou  (ou DOESDOES, para as terceiras pessoas), para as terceiras pessoas) antes do verbo. Exemplos:antes do verbo. Exemplos:  Do you go to school?(Você vai para a escola ?) DoesDo you go to school?(Você vai para a escola ?) Does she work ? (Ela trabalha?)she work ? (Ela trabalha?)  Para tornar uma frase negativa, é só adicionar o "Para tornar uma frase negativa, é só adicionar o "NOTNOT"" depois do DO ou DOES:depois do DO ou DOES:  - I Do not (don't) work (eu não - I Do not (don't) work (eu não trabalhotrabalho)) - She does not (doesn't) work (ela não trabalha)- She does not (doesn't) work (ela não trabalha)
  • 8. Verbos RegularesVerbos Regulares  Os verbos regulares acrescentam –d ou –ed à sua forma no Simple Past.Os verbos regulares acrescentam –d ou –ed à sua forma no Simple Past.  Se o verbo termina em consoante +y, no passado troca-se o –y por –ied:Se o verbo termina em consoante +y, no passado troca-se o –y por –ied: carry-carried; study-studied.carry-carried; study-studied.  Se ele termina em vogal +y, no passado acrescenta-se –ed normalmente:Se ele termina em vogal +y, no passado acrescenta-se –ed normalmente: play-played.play-played.  Se o verbo termina em consoante-vogal-consoante e a sílaba tônica é aSe o verbo termina em consoante-vogal-consoante e a sílaba tônica é a última , no passado a consoante final é duplicada ( stop-stopped; refer-última , no passado a consoante final é duplicada ( stop-stopped; refer- referred.referred.  Nem todas as palavras que terminam em –ed são verbos no passado ( porNem todas as palavras que terminam em –ed são verbos no passado ( por exemplo, interested= interessado ).exemplo, interested= interessado ).
  • 9. Exemplos de frases : Verbo To BeExemplos de frases : Verbo To Be  ..  Afirmativa : Cristo Redentor is beautifulAfirmativa : Cristo Redentor is beautiful
  • 10. Frase ( Verbo To Be )Frase ( Verbo To Be )  Negativa : Copacabana's beach is not veryNegativa : Copacabana's beach is not very
  • 11. Frase ( Verbo To Be )Frase ( Verbo To Be )  Interrogativa : Are you visiting Pão de Açucar ?Interrogativa : Are you visiting Pão de Açucar ?
  • 12. Exemplos de frases :Verbo regularExemplos de frases :Verbo regular  Afirmativa: Maracanã staies in Rio de Janeiro.Afirmativa: Maracanã staies in Rio de Janeiro.
  • 13. Frase (Verbo regular )Frase (Verbo regular )  Negativa: She doesn't like Pão de Açucar.Negativa: She doesn't like Pão de Açucar.
  • 14. Frase (Verbo regular)Frase (Verbo regular)  Interrogativa : Does he likes Marquês de Sapucaí ?Interrogativa : Does he likes Marquês de Sapucaí ?
  • 15. Conclusão ( Diferenças )Conclusão ( Diferenças )  No verbo regular colocamos o –ed continuando o verbo,No verbo regular colocamos o –ed continuando o verbo, diferentemente do verbo To be.diferentemente do verbo To be.  No verbo regular o “not” vem acompanhado de “did” naNo verbo regular o “not” vem acompanhado de “did” na negativa.negativa.  O verbo To be está no presente enquanto os verbosO verbo To be está no presente enquanto os verbos regulares estão no passado.regulares estão no passado.  A negativa e interrogativa das frases no passado com oA negativa e interrogativa das frases no passado com o verbo to be são feitas com Waslwere e não com did.verbo to be são feitas com Waslwere e não com did.
  • 16. Conclusão ( Semelhanças )Conclusão ( Semelhanças )  Tanto o verbo to be, quanto os verbos regulares têmTanto o verbo to be, quanto os verbos regulares têm forma infinitiva.forma infinitiva.
  • 17. Fontes de Pesquisa:Fontes de Pesquisa:  Fonte da gramática :http://www.inglesvip.com/grammar/verb-to-be-present-Fonte da gramática :http://www.inglesvip.com/grammar/verb-to-be-present- tenseinterrogative-form.htmltenseinterrogative-form.html  http://www.brasilescola.com/ingles/verbo-to-be.htmhttp://www.brasilescola.com/ingles/verbo-to-be.htm  http://tosabendomais.com.br/portal/assuntos-quentes.php?http://tosabendomais.com.br/portal/assuntos-quentes.php? secao=&idAssunto=395&idArea=5&acao=VerCompletosecao=&idAssunto=395&idArea=5&acao=VerCompleto  http://www.infoescola.com/ingles/presente-simples-simple-present/http://www.infoescola.com/ingles/presente-simples-simple-present/  Fonte de imagem:Fonte de imagem:  http://netflu.com.br/cbf-afirma-que-tem-todos-os-laudos-para-liberacao-do-maracana/http://netflu.com.br/cbf-afirma-que-tem-todos-os-laudos-para-liberacao-do-maracana/  http://www.fdc.org.br/hotsites/mail/conference/2012/hotsite/pao-de-acucar.htmlhttp://www.fdc.org.br/hotsites/mail/conference/2012/hotsite/pao-de-acucar.html  http://www.bondinho.com.br/http://www.bondinho.com.br/  http://pt.wikipedia.org/wiki/Praia_de_Copacabanahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Praia_de_Copacabana  http://www.panoramio.com/photo/3004889 - Marquês de Sapucaíhttp://www.panoramio.com/photo/3004889 - Marquês de Sapucaí  https://www.google.com/search?https://www.google.com/search? q=cristo+redentor&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=5B0_U4qjJMSi2QXN6oq=cristo+redentor&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=5B0_U4qjJMSi2QXN6o G4Ag&sqi=2&ved=0CCUQsG4Ag&sqi=2&ved=0CCUQs  referencias bibliográficas: Livro Take over 1referencias bibliográficas: Livro Take over 1