SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Ética no fotojornalismo
Algumas dicas importantes sobre direitos e deveres:
•   Pode fotografar pessoas em lugares públicos desde que o uso da foto seja para
    matérias de interesse público.

•   Não fotografe crianças sem que haja autorização por escrito dos pais

•   Não invadir a privacidade

•   Não usar fotos de arquivo fora do contexto de tempo/espaço: O texto pode alterar a
    realidade do contexto da foto: uma mulher grávida pode estar ilustrando uma matéria
    sobre saúde como estupro. Tem que se considerar a questão moral em relação à
    modelo fotografada.

•   Para fotografar em lugares fechados como shoppings, estação de
    trem/metrô, etc., tem que pedir autorização

•   Dar créditos ou assinaturas das imagens: nome do autor da fotografia
Manipulação da imagem:
É permitido um tratamento básico na imagem para
melhorar sua qualidade e adequação ao espaço que vai
ocupar no jornal impresso ou on-line: cortes;
brilho/contraste, nitidez, correção de cor, etc.
O processo de manipulação da
imagem existe bem antes das novas
tecnologias como o programa
Photoshop. Existem vários
exemplos na história da fotografia
com interferência na imagem
dentro de um processo analógico e
artesanal.

O comissário do partido Nikolai
Yezhov, executado pela polícia
secreta em 1940, desapareceu da
foto oficial ao lado de
Stálin, presidente da antiga União
Soviética. Yezhov foi acusado de
crimes que vão de "incompetência"
para "desvio sexual" e traição.
O Irã ludibriou o mundo em 2008 ao disponibilizar imagens dos exercícios militares. Um míssil foi
adicionado por meio de manipulação fotográfica, aparentemente para encobrir uma falha no
lançamento ou demonstrar o poderio militar.
O caso de Brian Walski é um bom exemplo de manipulação da imagem.
Quando trabalhava no jornal “Los Angeles Times”, o fotógrafo manipulou
duas imagens que fez no Iraque para formar uma só, mais impactante. A
trapaça foi descoberta, e o fotógrafo, demitido em 2003. A foto da direita é a
manipulada.
Foto-ilustração ou ilustração fotográfica

“A ilustração fotográfica é um tipo de
fotografia encontrado na imprensa que não se
configura como uma captura do
real, sendo, ao contrário, produzido em
estúdio e/ou posteriormente montado e
manipulado para acompanhar as matérias
jornalísticas”
                             Jorge Pedro Sousa
Conteúdo da imagem
A foto de Eddie Adams, que lhe rendeu o prêmio Pulitzer, foi feita no Vietnã em 1968: a execução do prisioneiro
vietcong, a sangue frio, pelo general Nguyen Ngoc Loan. A imagem chocou o mundo, a foto tornou-se um dos
símbolos da brutalidade da guerra e contribuiu para posicionar a opinião pública americana contra a Guerra do
Vietnã. A imagem levanta questões sobre a ética nas publicações de imagens apelativas com conteúdo de tragédia e
violência explicita.
Foto de Kevin Carter realizada no Sudão em 1993, ganhou o Prêmio Pulitzer . O fotógrafo se suicidou meses após o
recebimento do prêmio em 1994. Se para grande parte do público o fotojornalista foi desumano, sádico e frio, por não
intervir no sofrimento da criança, para a crítica especializada Kevin Carter merecia todos os cumprimentos pelo
profissionalismo e por levar ao conhecimento do mundo, a miséria e barbárie que o povo sudanês estava sofrendo.
Esse fato leva a questionamentos éticos: Deve o fotojornalista apenas mostrar a realidade crua através da sua lente
ou interferir nela quando a sua consciência assim o exige?
Há certo consenso ético entre os jornais mundiais de não explorarem o horror, o
bizarro de uma forma explicita. No “11 de setembro” as fotos seguiram esse padrão,
mas esta imagem do fotógrafo Richard Drew fugiu à regra e sofreu graves críticas.
No dia 11 de março de 2004, bombas explodiram simultaneamente em estações de
trem, no horário de maior movimento, em Madri. Pelo menos 192 pessoas morreram
e mais de mil ficaram feridas. Uma imagem do fotojornalista Pablo Torres Guerrero, do
jornal El País, foi publicada na primeira página dos principais jornais do Brasil e do
mundo.
O jornal “O Estado de São Paulo” publicou a fotografia original, onde aparece
um pedaço de corpo humano próximo a um dos trilhos, no lado esquerdo da
imagem.
O Jornal do Brasil e o Diário de São Paulo adulteraram a foto original. Os dois
jornais com auxílio do programa Photoshop retiraram a parte humana do
campo visual da imagem, para que não agredisse emocionalmente seus
leitores. Por outro lado não foram éticos em cometer uma fraude.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

História Crítica do Fotojornalismo Ocidental
História Crítica do Fotojornalismo OcidentalHistória Crítica do Fotojornalismo Ocidental
História Crítica do Fotojornalismo Ocidental
Fantoches de Luz
 
Fotojornalismo
FotojornalismoFotojornalismo
Fotojornalismo
gatjessy
 

Mais procurados (20)

Fotojornalismo II - Aula 7 - Elementos da composição fotográfica II
Fotojornalismo II - Aula 7 - Elementos da composição fotográfica IIFotojornalismo II - Aula 7 - Elementos da composição fotográfica II
Fotojornalismo II - Aula 7 - Elementos da composição fotográfica II
 
Linguagem Cinematográfica
Linguagem CinematográficaLinguagem Cinematográfica
Linguagem Cinematográfica
 
Fotojornalismo I - Aula 2 - História da Fotografia
Fotojornalismo I - Aula 2 - História da Fotografia Fotojornalismo I - Aula 2 - História da Fotografia
Fotojornalismo I - Aula 2 - História da Fotografia
 
2. Cinematografia
2. Cinematografia2. Cinematografia
2. Cinematografia
 
Fotojornalismo II - Aula 4 - O ensaio fotográfico e fotografia de retratos e ...
Fotojornalismo II - Aula 4 - O ensaio fotográfico e fotografia de retratos e ...Fotojornalismo II - Aula 4 - O ensaio fotográfico e fotografia de retratos e ...
Fotojornalismo II - Aula 4 - O ensaio fotográfico e fotografia de retratos e ...
 
História do fotojornalismo parte 2
História do fotojornalismo parte 2História do fotojornalismo parte 2
História do fotojornalismo parte 2
 
Planos e ângulos
Planos e ângulosPlanos e ângulos
Planos e ângulos
 
História Crítica do Fotojornalismo Ocidental
História Crítica do Fotojornalismo OcidentalHistória Crítica do Fotojornalismo Ocidental
História Crítica do Fotojornalismo Ocidental
 
Criatividade e linguagem fotográfica
Criatividade e linguagem fotográficaCriatividade e linguagem fotográfica
Criatividade e linguagem fotográfica
 
Gêneros fotográficos
Gêneros fotográficosGêneros fotográficos
Gêneros fotográficos
 
A História da Fotografia: da Modernidade a Contemporaneidade
A História da Fotografia: da Modernidade a ContemporaneidadeA História da Fotografia: da Modernidade a Contemporaneidade
A História da Fotografia: da Modernidade a Contemporaneidade
 
Telejornalismo Guia Rápido
Telejornalismo  Guia RápidoTelejornalismo  Guia Rápido
Telejornalismo Guia Rápido
 
Fotojornalismo
FotojornalismoFotojornalismo
Fotojornalismo
 
O capital da noticia
O capital da noticiaO capital da noticia
O capital da noticia
 
Luz e Composição Fotográfica
Luz e Composição FotográficaLuz e Composição Fotográfica
Luz e Composição Fotográfica
 
Perfil jornalístico
Perfil jornalísticoPerfil jornalístico
Perfil jornalístico
 
História da fotografia - Pioneiros e suas contribuições.
História da fotografia - Pioneiros e suas contribuições.História da fotografia - Pioneiros e suas contribuições.
História da fotografia - Pioneiros e suas contribuições.
 
Historia da Fotografia
Historia da FotografiaHistoria da Fotografia
Historia da Fotografia
 
História da fotografia - PIONEIROS E CONTRIBUIÇÃO HISTÓRICA
História da fotografia - PIONEIROS E CONTRIBUIÇÃO HISTÓRICAHistória da fotografia - PIONEIROS E CONTRIBUIÇÃO HISTÓRICA
História da fotografia - PIONEIROS E CONTRIBUIÇÃO HISTÓRICA
 
Técnicas fotográficas
Técnicas fotográficasTécnicas fotográficas
Técnicas fotográficas
 

Semelhante a Ética no Fotojornalismo

Fotografias Históricas
Fotografias HistóricasFotografias Históricas
Fotografias Históricas
MERCIO
 
Fotos que fizeram HistóRia
Fotos que fizeram HistóRiaFotos que fizeram HistóRia
Fotos que fizeram HistóRia
alex
 
U arq momentos memoráveis- grupo-2013-01
U arq  momentos memoráveis- grupo-2013-01U arq  momentos memoráveis- grupo-2013-01
U arq momentos memoráveis- grupo-2013-01
010174
 
Fotos Q Fizeram Hitoria
Fotos Q Fizeram HitoriaFotos Q Fizeram Hitoria
Fotos Q Fizeram Hitoria
Marcelo Paiva
 
Fotos q fizeram_hitoria
Fotos q fizeram_hitoriaFotos q fizeram_hitoria
Fotos q fizeram_hitoria
Marilia Brasil
 
"As 12 fotos que fizeram historia."
"As 12 fotos que fizeram historia.""As 12 fotos que fizeram historia."
"As 12 fotos que fizeram historia."
Marcelo Paiva
 
Fotos que-fizeram-historia
Fotos que-fizeram-historiaFotos que-fizeram-historia
Fotos que-fizeram-historia
Samuel Lima
 
U arq- momentos memoráveis- grupo-2013-01
U arq- momentos memoráveis- grupo-2013-01U arq- momentos memoráveis- grupo-2013-01
U arq- momentos memoráveis- grupo-2013-01
010174
 
C:\fakepath\imagens de guerra
C:\fakepath\imagens de guerraC:\fakepath\imagens de guerra
C:\fakepath\imagens de guerra
rosesforthedead
 
Fotos que fizeram hitória
Fotos que fizeram hitóriaFotos que fizeram hitória
Fotos que fizeram hitória
Iandra Conrado
 

Semelhante a Ética no Fotojornalismo (20)

A photo-that-had-to-be-used-1
A photo-that-had-to-be-used-1A photo-that-had-to-be-used-1
A photo-that-had-to-be-used-1
 
Fotografias Históricas
Fotografias HistóricasFotografias Históricas
Fotografias Históricas
 
Historia da imagem
Historia da imagem Historia da imagem
Historia da imagem
 
Fotos que fizeram HistóRia
Fotos que fizeram HistóRiaFotos que fizeram HistóRia
Fotos que fizeram HistóRia
 
Fotosquefizeram HistóRia
Fotosquefizeram HistóRiaFotosquefizeram HistóRia
Fotosquefizeram HistóRia
 
Fotografias Que Fizeram HistóRia
Fotografias Que Fizeram HistóRiaFotografias Que Fizeram HistóRia
Fotografias Que Fizeram HistóRia
 
U arq momentos memoráveis- grupo-2013-01
U arq  momentos memoráveis- grupo-2013-01U arq  momentos memoráveis- grupo-2013-01
U arq momentos memoráveis- grupo-2013-01
 
O fotojornalismo e a morte - Artigo
O fotojornalismo e a morte - ArtigoO fotojornalismo e a morte - Artigo
O fotojornalismo e a morte - Artigo
 
Fotos Q Fizeram Hitoria
Fotos Q Fizeram HitoriaFotos Q Fizeram Hitoria
Fotos Q Fizeram Hitoria
 
Fotos q fizeram_hitoria
Fotos q fizeram_hitoriaFotos q fizeram_hitoria
Fotos q fizeram_hitoria
 
Fotos Q Fizeram Hitoria
Fotos Q Fizeram HitoriaFotos Q Fizeram Hitoria
Fotos Q Fizeram Hitoria
 
"As 12 fotos que fizeram historia."
"As 12 fotos que fizeram historia.""As 12 fotos que fizeram historia."
"As 12 fotos que fizeram historia."
 
Fotos que-fizeram-historia
Fotos que-fizeram-historiaFotos que-fizeram-historia
Fotos que-fizeram-historia
 
U arq- momentos memoráveis- grupo-2013-01
U arq- momentos memoráveis- grupo-2013-01U arq- momentos memoráveis- grupo-2013-01
U arq- momentos memoráveis- grupo-2013-01
 
C:\fakepath\imagens de guerra
C:\fakepath\imagens de guerraC:\fakepath\imagens de guerra
C:\fakepath\imagens de guerra
 
Fotojornalismo Policial
Fotojornalismo PolicialFotojornalismo Policial
Fotojornalismo Policial
 
Fotos que fizeram hitória
Fotos que fizeram hitóriaFotos que fizeram hitória
Fotos que fizeram hitória
 
Fotojornalismo II - Aula 2 - Fotojornalismo e ideologia / Mise-en-scène no Fo...
Fotojornalismo II - Aula 2 - Fotojornalismo e ideologia / Mise-en-scène no Fo...Fotojornalismo II - Aula 2 - Fotojornalismo e ideologia / Mise-en-scène no Fo...
Fotojornalismo II - Aula 2 - Fotojornalismo e ideologia / Mise-en-scène no Fo...
 
Fotografias (Arte, Memória e História)
Fotografias  (Arte, Memória e História)Fotografias  (Arte, Memória e História)
Fotografias (Arte, Memória e História)
 
Fotografias (Arte, Memória e História)
Fotografias (Arte, Memória e História)Fotografias (Arte, Memória e História)
Fotografias (Arte, Memória e História)
 

Mais de Oswaldo Hernandez

Aula 2 - Photoshop Básico: tratamento da imagem
Aula 2 -  Photoshop Básico: tratamento da imagemAula 2 -  Photoshop Básico: tratamento da imagem
Aula 2 - Photoshop Básico: tratamento da imagem
Oswaldo Hernandez
 

Mais de Oswaldo Hernandez (12)

Steve Mccurry - Fotografias
Steve Mccurry -  Fotografias Steve Mccurry -  Fotografias
Steve Mccurry - Fotografias
 
O ato fotográfico por oswaldo hernandez
O ato fotográfico por oswaldo hernandezO ato fotográfico por oswaldo hernandez
O ato fotográfico por oswaldo hernandez
 
Fotos sequênciais em uma única imagem
Fotos sequênciais em uma única imagemFotos sequênciais em uma única imagem
Fotos sequênciais em uma única imagem
 
Fotografia elementos visuais
Fotografia   elementos visuaisFotografia   elementos visuais
Fotografia elementos visuais
 
Retrato fotográfico no século XIX
Retrato fotográfico no século XIXRetrato fotográfico no século XIX
Retrato fotográfico no século XIX
 
Photoshop básico - Aula 7: liquify
Photoshop básico - Aula 7: liquifyPhotoshop básico - Aula 7: liquify
Photoshop básico - Aula 7: liquify
 
Photoshop básico - Aula 6: clone stamp tool (carimbo)
Photoshop básico - Aula 6: clone stamp tool (carimbo)Photoshop básico - Aula 6: clone stamp tool (carimbo)
Photoshop básico - Aula 6: clone stamp tool (carimbo)
 
Photoshop básico - Aula 5 - healing brush tool (band aid)
Photoshop básico - Aula 5 - healing brush tool (band aid)Photoshop básico - Aula 5 - healing brush tool (band aid)
Photoshop básico - Aula 5 - healing brush tool (band aid)
 
Photoshop básico - Aula 4: polygonal lasso tooll
Photoshop básico - Aula 4: polygonal lasso toollPhotoshop básico - Aula 4: polygonal lasso tooll
Photoshop básico - Aula 4: polygonal lasso tooll
 
Photoshop básico - Aula 3: salvando a imagem
Photoshop básico - Aula 3: salvando a imagemPhotoshop básico - Aula 3: salvando a imagem
Photoshop básico - Aula 3: salvando a imagem
 
Aula 2 - Photoshop Básico: tratamento da imagem
Aula 2 -  Photoshop Básico: tratamento da imagemAula 2 -  Photoshop Básico: tratamento da imagem
Aula 2 - Photoshop Básico: tratamento da imagem
 
Photoshop Básico: Aula 1
Photoshop Básico: Aula 1Photoshop Básico: Aula 1
Photoshop Básico: Aula 1
 

Ética no Fotojornalismo

  • 2. Algumas dicas importantes sobre direitos e deveres: • Pode fotografar pessoas em lugares públicos desde que o uso da foto seja para matérias de interesse público. • Não fotografe crianças sem que haja autorização por escrito dos pais • Não invadir a privacidade • Não usar fotos de arquivo fora do contexto de tempo/espaço: O texto pode alterar a realidade do contexto da foto: uma mulher grávida pode estar ilustrando uma matéria sobre saúde como estupro. Tem que se considerar a questão moral em relação à modelo fotografada. • Para fotografar em lugares fechados como shoppings, estação de trem/metrô, etc., tem que pedir autorização • Dar créditos ou assinaturas das imagens: nome do autor da fotografia
  • 3. Manipulação da imagem: É permitido um tratamento básico na imagem para melhorar sua qualidade e adequação ao espaço que vai ocupar no jornal impresso ou on-line: cortes; brilho/contraste, nitidez, correção de cor, etc.
  • 4. O processo de manipulação da imagem existe bem antes das novas tecnologias como o programa Photoshop. Existem vários exemplos na história da fotografia com interferência na imagem dentro de um processo analógico e artesanal. O comissário do partido Nikolai Yezhov, executado pela polícia secreta em 1940, desapareceu da foto oficial ao lado de Stálin, presidente da antiga União Soviética. Yezhov foi acusado de crimes que vão de "incompetência" para "desvio sexual" e traição.
  • 5. O Irã ludibriou o mundo em 2008 ao disponibilizar imagens dos exercícios militares. Um míssil foi adicionado por meio de manipulação fotográfica, aparentemente para encobrir uma falha no lançamento ou demonstrar o poderio militar.
  • 6. O caso de Brian Walski é um bom exemplo de manipulação da imagem. Quando trabalhava no jornal “Los Angeles Times”, o fotógrafo manipulou duas imagens que fez no Iraque para formar uma só, mais impactante. A trapaça foi descoberta, e o fotógrafo, demitido em 2003. A foto da direita é a manipulada.
  • 7. Foto-ilustração ou ilustração fotográfica “A ilustração fotográfica é um tipo de fotografia encontrado na imprensa que não se configura como uma captura do real, sendo, ao contrário, produzido em estúdio e/ou posteriormente montado e manipulado para acompanhar as matérias jornalísticas” Jorge Pedro Sousa
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 12. A foto de Eddie Adams, que lhe rendeu o prêmio Pulitzer, foi feita no Vietnã em 1968: a execução do prisioneiro vietcong, a sangue frio, pelo general Nguyen Ngoc Loan. A imagem chocou o mundo, a foto tornou-se um dos símbolos da brutalidade da guerra e contribuiu para posicionar a opinião pública americana contra a Guerra do Vietnã. A imagem levanta questões sobre a ética nas publicações de imagens apelativas com conteúdo de tragédia e violência explicita.
  • 13. Foto de Kevin Carter realizada no Sudão em 1993, ganhou o Prêmio Pulitzer . O fotógrafo se suicidou meses após o recebimento do prêmio em 1994. Se para grande parte do público o fotojornalista foi desumano, sádico e frio, por não intervir no sofrimento da criança, para a crítica especializada Kevin Carter merecia todos os cumprimentos pelo profissionalismo e por levar ao conhecimento do mundo, a miséria e barbárie que o povo sudanês estava sofrendo. Esse fato leva a questionamentos éticos: Deve o fotojornalista apenas mostrar a realidade crua através da sua lente ou interferir nela quando a sua consciência assim o exige?
  • 14. Há certo consenso ético entre os jornais mundiais de não explorarem o horror, o bizarro de uma forma explicita. No “11 de setembro” as fotos seguiram esse padrão, mas esta imagem do fotógrafo Richard Drew fugiu à regra e sofreu graves críticas.
  • 15. No dia 11 de março de 2004, bombas explodiram simultaneamente em estações de trem, no horário de maior movimento, em Madri. Pelo menos 192 pessoas morreram e mais de mil ficaram feridas. Uma imagem do fotojornalista Pablo Torres Guerrero, do jornal El País, foi publicada na primeira página dos principais jornais do Brasil e do mundo.
  • 16. O jornal “O Estado de São Paulo” publicou a fotografia original, onde aparece um pedaço de corpo humano próximo a um dos trilhos, no lado esquerdo da imagem.
  • 17. O Jornal do Brasil e o Diário de São Paulo adulteraram a foto original. Os dois jornais com auxílio do programa Photoshop retiraram a parte humana do campo visual da imagem, para que não agredisse emocionalmente seus leitores. Por outro lado não foram éticos em cometer uma fraude.