SlideShare uma empresa Scribd logo
Tecidos

Profº. Luciane Baretta
   Ciências 8°Ano




   Organização geral do
       ser humano




                          1
Níveis de
organização do
  ser humano




                                        Célula
    No corpo humano existem diferentes níveis de
organização.   Assim,    as   células  semelhantes
“trabalham” em conjunto, exercendo a mesma função.

No estômago                     Células produtoras de
                                suco gástrico.
                                Células alongadas e
                                resistentes responsáveis
                                pelas contrações.




                                                           2
Tecidos
      Os grupos de células diferenciadas dotadas                     de
  propriedades semelhantes constituem os TECIDOS.


CÉLULAS          TECIDOS           ORGÃOS


O estômago é um ORGÃO formado de TECIDOS.

Ex. No estômago, as células que produzem o suco
gástrico formam, em conjunto, um tecido secretor,
enquanto as células alongadas e resistentes
constituem um tecido muscular.




                                                        órgãos
 Os órgãos, formam grupos denominados SISTEMAS.



    CÉLULA        TECIDOS        ORGÃOS             SISTEMAS

  O estômago faz parte do sistema digestório, com os outros órgãos
 que compõem o tubo digestivo e os órgãos a eles associados, como
 as glândulas salivares, o fígado e o pâncreas.

  O estômago participa da transformação dos alimentos ingeridos.

  Os órgãos componentes de um sistema cooperam para a realização
 de uma mesma função.




                                                                          3
Sistemas

  Digestório,
  Respiratório,
  Cardiovascular,
  Urinário,
  Nervoso,
  Esquelético,
  Articular,
  Muscular e genital e também pelas glândulas endócrinas e pelos
órgãos sensitivos.




                     Órgãos do sistema respiratório



                                                     Fossas Nasais

                                                    Faringe
                                                     Laringe

                                                     Traquéia

                                                     Brônquios

          Pulmões                                      Bronquíolos




                                                                     4
Sistema Cardiovascular




      Sistema Digestório




                           5
Sistema Urinário




Sistema Reprodutor




                       6
Os tecidos do corpo humano




                    Tecidos
            Epitelial e                   Ósseo
            conjuntivo




Sangüíneo
                          Cartilaginoso            Muscular




            Adiposo

                                             Nervoso




                                                              7
Tecidos
Organismo humano:

   tecido epitelial,
   tecido conjuntivo
   tecido muscular
   tecido nervoso

   Esses quatro tipos de tecidos não existem isoladamente,
   mas juntam-se aos outros, em proporções variáveis, para
   formar diferentes orgãos e sistemas do organismo.




                                     TECIDO EPITELIAL

      Todas as células que se agrupam sem deixar espaços entre si com
a função de revestir o corpo e orgãos, interna e externamente, constituem
o tecido epitelial.

Tecido epitelial : Simples ou Estratificado.

 Tecido epitelial simples é formado por uma só camada de células
achatadas, cúbicas ou prismáricas.

                  Presente na região interna dos vasos sanguíneos: o endotélio


  Tecido epitelial estratificado é formado por várias camadas de células.
          Presente na região da epiderme da pele.




                                                                                 8
TECIDO EPITELIAL

Tecido epitelial simples é formado por uma só camada de células
achatadas, cúbicas ou prismáricas.




Tecido epitelial estratificado é formado por várias camadas de células.




                                          TECIDO EPITELIAL

Exemplos de tecidos epiteliais

   O revestimento do tubo digestório, das vias respiratórias.

   O epitélio que reveste internamente os órgãos ocos forma,
   juntamente com o tecido conjuntivo, uma membrana denominada
   mucosa. Mucosa nasal, bucal, gástrica e intestinal.

   O tecido epitélial que recobre certos orgãos externamente forma um
   tipo de membrana denominada serosa. Pleuras (pulmões),
   miocárdio (coração) e peritônio peritônio (intestino).




                                                                          9
TECIDO EPITELIAL

   O tecido epitelial pode se diferenciar em tecido glandular
quando suas células secretam substâncias.

   Glândulas exócrinas: secreção externa, quando seus
produtos saem do corpo ou caem no tubo digestório.


            Mamárias        Sebáceas              Lacrimais            Sudoríferas



   Glândulas endócrinas: secreção interna, quando
hormônios, são lançados na circulação sanguínea e vão atuar
em outros orgãos do corpo.

                Hipófise                  Tireóide                  Paratireóide




                                              TECIDO EPITELIAL

Algumas glândulas são mistas, pois apresentam função exócrina e endócrina.

Ex. pâncreas




O suco pancreático é lançado no intestino, e os hormônios produzidos, a insulina
e o glucagon, são lançados diretamente no sangue.




                                                                                     10
TECIDO CONJUNTIVO

     É o tecido MAIS abundante no organismo. Suas células
encontram-se separadas umas das outras por material
intercelular sintetizado por elas.




                                 TECIDO CONJUNTIVO

    São vários os tipos de tecido conjuntivo: ósseo, cartilaginoso,
sangüíneo, adiposo, conjuntivo propriamente dito e conjuntivo de
propriedades especiais, como o tecido hematopoético.




                                                                      11
TECIDO CONJUNTIVO

Tecido ósseo: têm função de SUSTENTAÇÃO. O material
intracelular é sólido, impregnado de carbonato e fosfato de cálcio.
Esse tecido é atravessado por canais, por onde passam os vasos
sangüíneos, que levam nutrientes para as células e nervos.




                                  TECIDO CONJUNTIVO

Tecido cartilaginoso:           é resistente, porém flexível. As
cartilagens oferecem sustentação e forma, além de evitar o atrito e
desgaste entre os ossos que se articulam com movimentos.




                                              Ex. Narinas, orelhas, na
                                              traquéia e brônquios,
                                              extremidade das costelas,
                                              no encaixe dos ossos.




                                                                          12
TECIDO CONJUNTIVO

   O tecido sangüíneo: é o próprio sangue, que é formado por uma
   parte líquida, denominada plasma, e por células sangüíneas
   encontradas no plasma. Sua principal Função é transportar oxigênio e
   substâncias nutritivas para as células e defender o organismo contra a
   ação de micróbrios.


Funções:

 Glóbulos vermelhos – transporte de oxigênio
 Glóbulos brancos – defesa contra células
  invasoras
 Plaquetas – coagulação sanguínea




                                       TECIDO CONJUNTIVO

  Tecido Adiposo: é formado de células que armazenam gordura na
tela subcutânea ou hipoderme. É o maior deposito de energia do corpo.
Além de da função energética, exerce proteção contra o frio.


                                                  Adiposo




                                                                            13
TECIDO CONJUNTIVO

  Tecido conjuntivo propriamente dito: Encontra-se distribuído
por todo o corpo. Preenche os espaços entre as fibras e os feixes
musculares, serve de apoio para os epitélios e forma uma camada em
torno dos vasos sanguíneos. Apoiando e nutrindo células epiteliais.




É encontrado na pele, formando a
derme, nas mucosas e nas
glândulas. Quando for rico em
fibras que apresentam grande
resistência, forma os tendões,
que ligam os músculos aos ossos.




                                   TECIDO CONJUNTIVO

   Tecido hematopoético - função de produzir as células do
   sangue. Está presente na medula óssea vermelha de vários ossos do
   esqueleto e em certos órgãos. A medula óssea produz hemácias, as
   plaquetas e alguns tipos de leucócitos.




                                                                       14
TECIDO MUSCULAR

   Tecido muscular é reponsável pelos movimentos do corpo. É
   constituido por células alongadas denominadas fibras, e capazes de
   contração.




                                    TECIDO MUSCULAR
Existem três tipos de músculo com características próprias:




                                                                        15
TECIDO MUSCULAR

Músculo estriado esquelético: é formado de feixes de células
cilíndricas muito alongadas e com vários núcleos e estrias
transversais. Tem contração rápida e sujeita ao controle voluntário.
Ex: todos os músculos presos aos ossos.




                            TECIDO MUSCULAR

 Músculo liso: é formado por aglomerado de células fusiformes,
uninucleadas e sem estrias transversais. Contração lenta e não está
sujeito ao controle voluntário. Ex: as camadas musculares dos orgãos
internos, como o estômago e o intestino.




                                                                       16
TECIDO MUSCULAR

 Músculo estriado cardíaco: localizado nas paredes do
coração, é formado por células alongadas, também com estrias
transversais ramificadas e unidas umas as outras. Tem contração
involuntária e rítmica.




                                         TECIDO NERVOSO

Tecido Nervoso:      distribui-se pelo organismo, interligando-se e
formando uma rede de comunicação que constitui o sistema nervoso.
Seus principais componentes são os neurônios e as células glia ou
neuróglia, que exerce multiplas funções como a nutrição dos neurônios.




                                                                         17
TECIDO NERVOSO

    Os neurônios ou células nervosas são formados por uma corpo
celular, que contém o núcleo, do qual partem prolongamentos de dois tipos:
 Dentritos e Axônio.
    Os dentritos são especializados na função de receber estímulos do
meio ambiente.
    O axônio, prolongamento único, é especializado na condução de
impulsos que transmitem informações do neurônio a outras células.




                                             TECIDO NERVOSO

    As células nervosas, são tão especializadas que é difícil ou as vezes
impossível haver regeneração em caso de corte ou lesão.
    Cada neurônio possui apenas um axônio e muitos dendritos. O
axônio acaba numa arborização terminal denominado fibra nervosa.




                                                                             18
TECIDO NERVOSO

    Muitos axônios estão cobertos por uma bainha gordurosa de cor
branca contendo proteína. Os axônios com essa bainha transmitem os
impulsos nervosos mais rapidamente do que aqueles que não a possuem.




                                         TECIDO NERVOSO

     Para produzir os impulsos nervosos, o axônio de um neurônio
comunica-se com os dendritos de outro neurônio.
     As conexões entre um neurônio e outro são denominadas sinapses,
as quais permitem a transmissão do impulso nervoso apenas num
sentido: do corpo celular para o axônio.




                                                                       19
TECIDO NERVOSO

     Nas sinapses, o estímulo nervoso é transmitido de um neurônio a
outro graças a liberação de certas substâncias mediadores químicos ou
neurotransmissores, como a Acetilcolina, adrenalina, dopamina, a
serotonina entre outros…




                                                                        20

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecidos animais
Tecidos animais Tecidos animais
Tecidos animais
gracielabtonin
 
8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano
Sarah Lemes
 
Células e Tecidos
Células e TecidosCélulas e Tecidos
Células e Tecidos
Jhonatanmorandi
 
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVOHISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
César Milani
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
César Milani
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
letyap
 
7ª série- Histologia
7ª série- Histologia7ª série- Histologia
7ª série- Histologia
Aline Tonin
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
Roberto Bagatini
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
crisbassanimedeiros
 
Histologia Animal
Histologia AnimalHistologia Animal
Histologia Animal
Eiderson Silva Cabral
 
-efeitos_fisiol._da_endermot._combinados_a_massagem_modeladora_no_tto_de_gord...
-efeitos_fisiol._da_endermot._combinados_a_massagem_modeladora_no_tto_de_gord...-efeitos_fisiol._da_endermot._combinados_a_massagem_modeladora_no_tto_de_gord...
-efeitos_fisiol._da_endermot._combinados_a_massagem_modeladora_no_tto_de_gord...
Rafael Thamiris Calegari
 
Histologia Geral
Histologia GeralHistologia Geral
Histologia Geral
Carlos Priante
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
Lilia Nascimento
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Bio
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
César Milani
 
Histologia Animal
Histologia AnimalHistologia Animal
Histologia Animal
Jailson Lima
 
Relatório Histologia
Relatório HistologiaRelatório Histologia
Relatório Histologia
Ilana Moura
 
Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)
giovannimusetti
 
Aula tecidos simplificado
Aula tecidos   simplificadoAula tecidos   simplificado
Aula tecidos simplificado
ERACILDIA RODRIGUES
 

Mais procurados (19)

Tecidos animais
Tecidos animais Tecidos animais
Tecidos animais
 
8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano
 
Células e Tecidos
Células e TecidosCélulas e Tecidos
Células e Tecidos
 
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVOHISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
7ª série- Histologia
7ª série- Histologia7ª série- Histologia
7ª série- Histologia
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
 
Histologia Animal
Histologia AnimalHistologia Animal
Histologia Animal
 
-efeitos_fisiol._da_endermot._combinados_a_massagem_modeladora_no_tto_de_gord...
-efeitos_fisiol._da_endermot._combinados_a_massagem_modeladora_no_tto_de_gord...-efeitos_fisiol._da_endermot._combinados_a_massagem_modeladora_no_tto_de_gord...
-efeitos_fisiol._da_endermot._combinados_a_massagem_modeladora_no_tto_de_gord...
 
Histologia Geral
Histologia GeralHistologia Geral
Histologia Geral
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
 
Histologia Animal
Histologia AnimalHistologia Animal
Histologia Animal
 
Relatório Histologia
Relatório HistologiaRelatório Histologia
Relatório Histologia
 
Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)
 
Aula tecidos simplificado
Aula tecidos   simplificadoAula tecidos   simplificado
Aula tecidos simplificado
 

Destaque

1 Tecido Epitelial
1 Tecido Epitelial1 Tecido Epitelial
1 Tecido Epitelial
Ana Paula Ribeiro
 
histologia I - epitélios
histologia I - epitélioshistologia I - epitélios
histologia I - epitélios
emanuel
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
André Garrido
 
Tecido Epitelial
Tecido EpitelialTecido Epitelial
Tecido Epitelial
emanuel
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
giovannimusetti
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
Caio Maximino
 
Aula 1 de Histologia : Epitélio
Aula 1 de Histologia : Epitélio Aula 1 de Histologia : Epitélio
Aula 1 de Histologia : Epitélio
Julia Berardo
 
Tecido epitelial 2009.2 - prof kercia
Tecido epitelial   2009.2 - prof kerciaTecido epitelial   2009.2 - prof kercia
Tecido epitelial 2009.2 - prof kercia
Kercia Regina
 
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humanoAula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Leonardo Kaplan
 

Destaque (9)

1 Tecido Epitelial
1 Tecido Epitelial1 Tecido Epitelial
1 Tecido Epitelial
 
histologia I - epitélios
histologia I - epitélioshistologia I - epitélios
histologia I - epitélios
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Tecido Epitelial
Tecido EpitelialTecido Epitelial
Tecido Epitelial
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Aula 1 de Histologia : Epitélio
Aula 1 de Histologia : Epitélio Aula 1 de Histologia : Epitélio
Aula 1 de Histologia : Epitélio
 
Tecido epitelial 2009.2 - prof kercia
Tecido epitelial   2009.2 - prof kerciaTecido epitelial   2009.2 - prof kercia
Tecido epitelial 2009.2 - prof kercia
 
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humanoAula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
 

Semelhante a Tecidos

Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
Roberto Bagatini
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
TecidosTecidos
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Isabel Ribeiro
 
4,1 - TECIDOS HUMANOS (ARIVELTON)-1.pdf
4,1 - TECIDOS HUMANOS (ARIVELTON)-1.pdf4,1 - TECIDOS HUMANOS (ARIVELTON)-1.pdf
4,1 - TECIDOS HUMANOS (ARIVELTON)-1.pdf
SergioLucas24
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Marcia Moreira
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Marcia Moreira
 
célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemas
Regina E Franck
 
A2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postarA2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postar
Simone Costa
 
Biologia - Histologia Animal
Biologia - Histologia AnimalBiologia - Histologia Animal
Biologia - Histologia Animal
Carson Souza
 
Tecidos animais
Tecidos animaisTecidos animais
Tecidos animais
gracielatonin
 
AULA-3-BIOLOGIA-APLICADA-A-ESTÃ_TICA.pdf
AULA-3-BIOLOGIA-APLICADA-A-ESTÃ_TICA.pdfAULA-3-BIOLOGIA-APLICADA-A-ESTÃ_TICA.pdf
AULA-3-BIOLOGIA-APLICADA-A-ESTÃ_TICA.pdf
IsabelCristina669515
 
Histo copy
Histo copyHisto copy
Histo copy
Jhonny Marllon
 
Capítulo 01 o corpo humano
Capítulo 01   o corpo humanoCapítulo 01   o corpo humano
Capítulo 01 o corpo humano
Igor Brant
 
Esquema de Histologia animal
Esquema de Histologia animalEsquema de Histologia animal
Esquema de Histologia animal
Gustavo Pessoa
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Carlos Priante
 
Histologia humana GAP 2023.pdf
Histologia humana GAP 2023.pdfHistologia humana GAP 2023.pdf
Histologia humana GAP 2023.pdf
JULIANAALVESMIRANDA
 
Aula tecidos simplificado
Aula tecidos   simplificadoAula tecidos   simplificado
Aula tecidos simplificado
Myrian Reis
 
Aula 08 histologia
Aula 08   histologiaAula 08   histologia
Aula 08 histologia
Hamilton F Nobrega
 

Semelhante a Tecidos (20)

Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
 
4,1 - TECIDOS HUMANOS (ARIVELTON)-1.pdf
4,1 - TECIDOS HUMANOS (ARIVELTON)-1.pdf4,1 - TECIDOS HUMANOS (ARIVELTON)-1.pdf
4,1 - TECIDOS HUMANOS (ARIVELTON)-1.pdf
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
 
célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemas
 
A2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postarA2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postar
 
Biologia - Histologia Animal
Biologia - Histologia AnimalBiologia - Histologia Animal
Biologia - Histologia Animal
 
Tecidos animais
Tecidos animaisTecidos animais
Tecidos animais
 
AULA-3-BIOLOGIA-APLICADA-A-ESTÃ_TICA.pdf
AULA-3-BIOLOGIA-APLICADA-A-ESTÃ_TICA.pdfAULA-3-BIOLOGIA-APLICADA-A-ESTÃ_TICA.pdf
AULA-3-BIOLOGIA-APLICADA-A-ESTÃ_TICA.pdf
 
Histo copy
Histo copyHisto copy
Histo copy
 
Capítulo 01 o corpo humano
Capítulo 01   o corpo humanoCapítulo 01   o corpo humano
Capítulo 01 o corpo humano
 
Esquema de Histologia animal
Esquema de Histologia animalEsquema de Histologia animal
Esquema de Histologia animal
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
 
Histologia humana GAP 2023.pdf
Histologia humana GAP 2023.pdfHistologia humana GAP 2023.pdf
Histologia humana GAP 2023.pdf
 
Aula tecidos simplificado
Aula tecidos   simplificadoAula tecidos   simplificado
Aula tecidos simplificado
 
Aula 08 histologia
Aula 08   histologiaAula 08   histologia
Aula 08 histologia
 

Mais de marceloedf

Estrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicoEstrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academico
marceloedf
 
Estrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicoEstrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academico
marceloedf
 
Estrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicoEstrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academico
marceloedf
 
OrganizaçãO De Sistema De Disputa De CompetiçõEs
OrganizaçãO De Sistema De Disputa De CompetiçõEsOrganizaçãO De Sistema De Disputa De CompetiçõEs
OrganizaçãO De Sistema De Disputa De CompetiçõEs
marceloedf
 
Conteudos 1 Bimestre
Conteudos 1 BimestreConteudos 1 Bimestre
Conteudos 1 Bimestre
marceloedf
 
Esquema Tatico
Esquema TaticoEsquema Tatico
Esquema Tatico
marceloedf
 

Mais de marceloedf (6)

Estrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicoEstrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academico
 
Estrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicoEstrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academico
 
Estrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academicoEstrutura trabalho academico
Estrutura trabalho academico
 
OrganizaçãO De Sistema De Disputa De CompetiçõEs
OrganizaçãO De Sistema De Disputa De CompetiçõEsOrganizaçãO De Sistema De Disputa De CompetiçõEs
OrganizaçãO De Sistema De Disputa De CompetiçõEs
 
Conteudos 1 Bimestre
Conteudos 1 BimestreConteudos 1 Bimestre
Conteudos 1 Bimestre
 
Esquema Tatico
Esquema TaticoEsquema Tatico
Esquema Tatico
 

Último

A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 

Tecidos

  • 1. Tecidos Profº. Luciane Baretta Ciências 8°Ano Organização geral do ser humano 1
  • 2. Níveis de organização do ser humano Célula No corpo humano existem diferentes níveis de organização. Assim, as células semelhantes “trabalham” em conjunto, exercendo a mesma função. No estômago Células produtoras de suco gástrico. Células alongadas e resistentes responsáveis pelas contrações. 2
  • 3. Tecidos Os grupos de células diferenciadas dotadas de propriedades semelhantes constituem os TECIDOS. CÉLULAS TECIDOS ORGÃOS O estômago é um ORGÃO formado de TECIDOS. Ex. No estômago, as células que produzem o suco gástrico formam, em conjunto, um tecido secretor, enquanto as células alongadas e resistentes constituem um tecido muscular. órgãos Os órgãos, formam grupos denominados SISTEMAS. CÉLULA TECIDOS ORGÃOS SISTEMAS O estômago faz parte do sistema digestório, com os outros órgãos que compõem o tubo digestivo e os órgãos a eles associados, como as glândulas salivares, o fígado e o pâncreas. O estômago participa da transformação dos alimentos ingeridos. Os órgãos componentes de um sistema cooperam para a realização de uma mesma função. 3
  • 4. Sistemas Digestório, Respiratório, Cardiovascular, Urinário, Nervoso, Esquelético, Articular, Muscular e genital e também pelas glândulas endócrinas e pelos órgãos sensitivos. Órgãos do sistema respiratório Fossas Nasais Faringe Laringe Traquéia Brônquios Pulmões Bronquíolos 4
  • 5. Sistema Cardiovascular Sistema Digestório 5
  • 7. Os tecidos do corpo humano Tecidos Epitelial e Ósseo conjuntivo Sangüíneo Cartilaginoso Muscular Adiposo Nervoso 7
  • 8. Tecidos Organismo humano: tecido epitelial, tecido conjuntivo tecido muscular tecido nervoso Esses quatro tipos de tecidos não existem isoladamente, mas juntam-se aos outros, em proporções variáveis, para formar diferentes orgãos e sistemas do organismo. TECIDO EPITELIAL Todas as células que se agrupam sem deixar espaços entre si com a função de revestir o corpo e orgãos, interna e externamente, constituem o tecido epitelial. Tecido epitelial : Simples ou Estratificado. Tecido epitelial simples é formado por uma só camada de células achatadas, cúbicas ou prismáricas. Presente na região interna dos vasos sanguíneos: o endotélio Tecido epitelial estratificado é formado por várias camadas de células. Presente na região da epiderme da pele. 8
  • 9. TECIDO EPITELIAL Tecido epitelial simples é formado por uma só camada de células achatadas, cúbicas ou prismáricas. Tecido epitelial estratificado é formado por várias camadas de células. TECIDO EPITELIAL Exemplos de tecidos epiteliais O revestimento do tubo digestório, das vias respiratórias. O epitélio que reveste internamente os órgãos ocos forma, juntamente com o tecido conjuntivo, uma membrana denominada mucosa. Mucosa nasal, bucal, gástrica e intestinal. O tecido epitélial que recobre certos orgãos externamente forma um tipo de membrana denominada serosa. Pleuras (pulmões), miocárdio (coração) e peritônio peritônio (intestino). 9
  • 10. TECIDO EPITELIAL O tecido epitelial pode se diferenciar em tecido glandular quando suas células secretam substâncias. Glândulas exócrinas: secreção externa, quando seus produtos saem do corpo ou caem no tubo digestório. Mamárias Sebáceas Lacrimais Sudoríferas Glândulas endócrinas: secreção interna, quando hormônios, são lançados na circulação sanguínea e vão atuar em outros orgãos do corpo. Hipófise Tireóide Paratireóide TECIDO EPITELIAL Algumas glândulas são mistas, pois apresentam função exócrina e endócrina. Ex. pâncreas O suco pancreático é lançado no intestino, e os hormônios produzidos, a insulina e o glucagon, são lançados diretamente no sangue. 10
  • 11. TECIDO CONJUNTIVO É o tecido MAIS abundante no organismo. Suas células encontram-se separadas umas das outras por material intercelular sintetizado por elas. TECIDO CONJUNTIVO São vários os tipos de tecido conjuntivo: ósseo, cartilaginoso, sangüíneo, adiposo, conjuntivo propriamente dito e conjuntivo de propriedades especiais, como o tecido hematopoético. 11
  • 12. TECIDO CONJUNTIVO Tecido ósseo: têm função de SUSTENTAÇÃO. O material intracelular é sólido, impregnado de carbonato e fosfato de cálcio. Esse tecido é atravessado por canais, por onde passam os vasos sangüíneos, que levam nutrientes para as células e nervos. TECIDO CONJUNTIVO Tecido cartilaginoso: é resistente, porém flexível. As cartilagens oferecem sustentação e forma, além de evitar o atrito e desgaste entre os ossos que se articulam com movimentos. Ex. Narinas, orelhas, na traquéia e brônquios, extremidade das costelas, no encaixe dos ossos. 12
  • 13. TECIDO CONJUNTIVO O tecido sangüíneo: é o próprio sangue, que é formado por uma parte líquida, denominada plasma, e por células sangüíneas encontradas no plasma. Sua principal Função é transportar oxigênio e substâncias nutritivas para as células e defender o organismo contra a ação de micróbrios. Funções: Glóbulos vermelhos – transporte de oxigênio Glóbulos brancos – defesa contra células invasoras Plaquetas – coagulação sanguínea TECIDO CONJUNTIVO Tecido Adiposo: é formado de células que armazenam gordura na tela subcutânea ou hipoderme. É o maior deposito de energia do corpo. Além de da função energética, exerce proteção contra o frio. Adiposo 13
  • 14. TECIDO CONJUNTIVO Tecido conjuntivo propriamente dito: Encontra-se distribuído por todo o corpo. Preenche os espaços entre as fibras e os feixes musculares, serve de apoio para os epitélios e forma uma camada em torno dos vasos sanguíneos. Apoiando e nutrindo células epiteliais. É encontrado na pele, formando a derme, nas mucosas e nas glândulas. Quando for rico em fibras que apresentam grande resistência, forma os tendões, que ligam os músculos aos ossos. TECIDO CONJUNTIVO Tecido hematopoético - função de produzir as células do sangue. Está presente na medula óssea vermelha de vários ossos do esqueleto e em certos órgãos. A medula óssea produz hemácias, as plaquetas e alguns tipos de leucócitos. 14
  • 15. TECIDO MUSCULAR Tecido muscular é reponsável pelos movimentos do corpo. É constituido por células alongadas denominadas fibras, e capazes de contração. TECIDO MUSCULAR Existem três tipos de músculo com características próprias: 15
  • 16. TECIDO MUSCULAR Músculo estriado esquelético: é formado de feixes de células cilíndricas muito alongadas e com vários núcleos e estrias transversais. Tem contração rápida e sujeita ao controle voluntário. Ex: todos os músculos presos aos ossos. TECIDO MUSCULAR Músculo liso: é formado por aglomerado de células fusiformes, uninucleadas e sem estrias transversais. Contração lenta e não está sujeito ao controle voluntário. Ex: as camadas musculares dos orgãos internos, como o estômago e o intestino. 16
  • 17. TECIDO MUSCULAR Músculo estriado cardíaco: localizado nas paredes do coração, é formado por células alongadas, também com estrias transversais ramificadas e unidas umas as outras. Tem contração involuntária e rítmica. TECIDO NERVOSO Tecido Nervoso: distribui-se pelo organismo, interligando-se e formando uma rede de comunicação que constitui o sistema nervoso. Seus principais componentes são os neurônios e as células glia ou neuróglia, que exerce multiplas funções como a nutrição dos neurônios. 17
  • 18. TECIDO NERVOSO Os neurônios ou células nervosas são formados por uma corpo celular, que contém o núcleo, do qual partem prolongamentos de dois tipos: Dentritos e Axônio. Os dentritos são especializados na função de receber estímulos do meio ambiente. O axônio, prolongamento único, é especializado na condução de impulsos que transmitem informações do neurônio a outras células. TECIDO NERVOSO As células nervosas, são tão especializadas que é difícil ou as vezes impossível haver regeneração em caso de corte ou lesão. Cada neurônio possui apenas um axônio e muitos dendritos. O axônio acaba numa arborização terminal denominado fibra nervosa. 18
  • 19. TECIDO NERVOSO Muitos axônios estão cobertos por uma bainha gordurosa de cor branca contendo proteína. Os axônios com essa bainha transmitem os impulsos nervosos mais rapidamente do que aqueles que não a possuem. TECIDO NERVOSO Para produzir os impulsos nervosos, o axônio de um neurônio comunica-se com os dendritos de outro neurônio. As conexões entre um neurônio e outro são denominadas sinapses, as quais permitem a transmissão do impulso nervoso apenas num sentido: do corpo celular para o axônio. 19
  • 20. TECIDO NERVOSO Nas sinapses, o estímulo nervoso é transmitido de um neurônio a outro graças a liberação de certas substâncias mediadores químicos ou neurotransmissores, como a Acetilcolina, adrenalina, dopamina, a serotonina entre outros… 20