SlideShare uma empresa Scribd logo

Tipos de Tecido

Killer Max
Killer Max
Killer MaxUniversitário

Slide desenvolvido sobre o tema, Tipos de Tecido.

Tipos de Tecido

1 de 24
Baixar para ler offline
Tipos de Tecido
TECIDO EPITELIAL 
• A pele é o revestimento externo do corpo, considerado o maior órgão do 
corpo humano e o mais pesado. 
• A pele apresenta três camadas: a epiderme, a derme e o hipoderme. 
• A pele também é o principal órgão da regulação da temperatura corporal 
através de diversos mecanismos.
GLÂNDULAS SUDORIPARAS 
• Glândulas que liberam secreção externa; 
• As secreções não são despejadas na corrente 
sanguínea, mas em outros órgãos, ou para o 
exterior do corpo, através de canais. 
(Glândulas sudoríparas, suor)
GLÂNDULAS EXÓCRINAS
GLÂNDULAS ENDÓCRINAS 
• Glândulas que liberam secreção interna, diretamente 
• na corrente sanguínea; O pâncreas produz insulina, 
• lançada diretamente no sangue e suco pancreático, 
• lançado no intestino delgado, considerado como exterior 
• do organismo.
GLÂNDULAS ANFÍCRINAS 
• Glândula que apresenta as mesmas características das 
glândulas endócrina e exócrina , ou seja, secreta produtos 
para a corrente sanguínea e para o exterior, normalmente 
através de um ducto secretor. O fígado lança a bile no 
intestino e as proteínas no sangue.
Anúncio

Recomendados

II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As célulasRebeca Vale
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animalMARCIAMP
 
II - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIOII - SISTEMA CIRCULATÓRIO
II - SISTEMA CIRCULATÓRIOsandranascimento
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosFatima Comiotto
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celularsanthdalcin
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervosoRebeca Vale
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascularRebeca Vale
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Bio
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologiabradok157
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaCésar Milani
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosJuliana Mendes
 
Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano guest3519e1
 
I.2 características dos seres vivos
I.2 características dos seres vivosI.2 características dos seres vivos
I.2 características dos seres vivosRebeca Vale
 

Mais procurados (20)

Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
 
Aula sistema imunologico
Aula sistema imunologicoAula sistema imunologico
Aula sistema imunologico
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
 
Aula sobre histologia
Aula sobre   histologiaAula sobre   histologia
Aula sobre histologia
 
Aula citologia
Aula citologiaAula citologia
Aula citologia
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascular
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vida
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Tecido sanguineo
Tecido sanguineoTecido sanguineo
Tecido sanguineo
 
Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano
 
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
I.2 características dos seres vivos
I.2 características dos seres vivosI.2 características dos seres vivos
I.2 características dos seres vivos
 

Destaque

Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humanoAula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humanoLeonardo Kaplan
 
Materiais e tecnologia têxtil III
Materiais e tecnologia têxtil IIIMateriais e tecnologia têxtil III
Materiais e tecnologia têxtil IIIFernanda
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos3a2011
 
Os Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo HumanoOs Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo HumanoVanessa Lopes
 
Tecido. o que é tecido
Tecido. o que é tecidoTecido. o que é tecido
Tecido. o que é tecidotcredu
 
Sugestão de produtos para Armarinho e Aviamento
Sugestão de produtos para Armarinho e AviamentoSugestão de produtos para Armarinho e Aviamento
Sugestão de produtos para Armarinho e AviamentoArmarinho São José
 
Tecido Epitelial ;)
Tecido Epitelial ;)Tecido Epitelial ;)
Tecido Epitelial ;)Yara Ribeiro
 
Principais produtos para começar no ramo de armarinhos e aviamentos sugestao-1
Principais produtos para começar no ramo de armarinhos e aviamentos sugestao-1Principais produtos para começar no ramo de armarinhos e aviamentos sugestao-1
Principais produtos para começar no ramo de armarinhos e aviamentos sugestao-1Armarinho São José
 
Intro tecelagem pg
Intro tecelagem pgIntro tecelagem pg
Intro tecelagem pgfelins
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidoscrisbassanimedeiros
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivoletyap
 

Destaque (20)

Tipos de tecidos
Tipos de tecidosTipos de tecidos
Tipos de tecidos
 
Mostruário de tecidos
Mostruário de tecidosMostruário de tecidos
Mostruário de tecidos
 
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humanoAula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
 
Materiais e tecnologia têxtil III
Materiais e tecnologia têxtil IIIMateriais e tecnologia têxtil III
Materiais e tecnologia têxtil III
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Os Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo HumanoOs Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo Humano
 
Tecido. o que é tecido
Tecido. o que é tecidoTecido. o que é tecido
Tecido. o que é tecido
 
Sugestão de produtos para Armarinho e Aviamento
Sugestão de produtos para Armarinho e AviamentoSugestão de produtos para Armarinho e Aviamento
Sugestão de produtos para Armarinho e Aviamento
 
Tecido Epitelial ;)
Tecido Epitelial ;)Tecido Epitelial ;)
Tecido Epitelial ;)
 
Principais produtos para começar no ramo de armarinhos e aviamentos sugestao-1
Principais produtos para começar no ramo de armarinhos e aviamentos sugestao-1Principais produtos para começar no ramo de armarinhos e aviamentos sugestao-1
Principais produtos para começar no ramo de armarinhos e aviamentos sugestao-1
 
Tecelagem plana
Tecelagem planaTecelagem plana
Tecelagem plana
 
Intro tecelagem pg
Intro tecelagem pgIntro tecelagem pg
Intro tecelagem pg
 
Aviamentos
AviamentosAviamentos
Aviamentos
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Aula teórica Fibras têxteis (rm)
Aula teórica Fibras têxteis (rm)Aula teórica Fibras têxteis (rm)
Aula teórica Fibras têxteis (rm)
 
Fibras texteis
Fibras texteisFibras texteis
Fibras texteis
 
Materiais e Processos Têxteis
Materiais e Processos TêxteisMateriais e Processos Têxteis
Materiais e Processos Têxteis
 
Slide tecido conjuntivo
Slide tecido conjuntivoSlide tecido conjuntivo
Slide tecido conjuntivo
 

Semelhante a Tipos de Tecido

Capítulo 01 o corpo humano
Capítulo 01   o corpo humanoCapítulo 01   o corpo humano
Capítulo 01 o corpo humanoIgor Brant
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011Roberto Bagatini
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011Roberto Bagatini
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasCarlos Priante
 
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humanaAula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humanaRonaldo Santana
 
A2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postarA2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postarSimone Costa
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Marcia Moreira
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Marcia Moreira
 
Organização do Organismo
Organização do OrganismoOrganização do Organismo
Organização do OrganismoClécio Bubela
 

Semelhante a Tipos de Tecido (20)

Capítulo 01 o corpo humano
Capítulo 01   o corpo humanoCapítulo 01   o corpo humano
Capítulo 01 o corpo humano
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
 
Histologia animal biologia - 2011
Histologia animal   biologia - 2011Histologia animal   biologia - 2011
Histologia animal biologia - 2011
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
 
Histologia Geral
Histologia GeralHistologia Geral
Histologia Geral
 
Tst anatomia
Tst   anatomiaTst   anatomia
Tst anatomia
 
Histo copy
Histo copyHisto copy
Histo copy
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
 
Tecidos animais
Tecidos animaisTecidos animais
Tecidos animais
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
 
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humanaAula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
 
Histologia Animal
Histologia AnimalHistologia Animal
Histologia Animal
 
ufcd - 6565.pptx
 ufcd - 6565.pptx ufcd - 6565.pptx
ufcd - 6565.pptx
 
A2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postarA2 tecidos e niveis postar
A2 tecidos e niveis postar
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
 
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
Aulatecidos simplificado1-110208154726-phpapp02
 
Organização do Organismo
Organização do OrganismoOrganização do Organismo
Organização do Organismo
 

Mais de Killer Max

Canola, uma cultura promissora
Canola, uma cultura promissoraCanola, uma cultura promissora
Canola, uma cultura promissoraKiller Max
 
Introdução à técnicas experimentais
Introdução à técnicas experimentaisIntrodução à técnicas experimentais
Introdução à técnicas experimentaisKiller Max
 
Manejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinosManejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinosKiller Max
 
Vacinação aftosa e brucelose
Vacinação aftosa e bruceloseVacinação aftosa e brucelose
Vacinação aftosa e bruceloseKiller Max
 
A cultura do mamão (carica papaya L.)
A cultura do mamão (carica papaya L.)A cultura do mamão (carica papaya L.)
A cultura do mamão (carica papaya L.)Killer Max
 
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejoIrrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejoKiller Max
 
Moscas das-frutas
Moscas das-frutasMoscas das-frutas
Moscas das-frutasKiller Max
 
Defesa de Estágio
Defesa de EstágioDefesa de Estágio
Defesa de EstágioKiller Max
 
Léxico Comum e Léxico Específico dentro da Olericultura
Léxico Comum e Léxico Específico dentro da OlericulturaLéxico Comum e Léxico Específico dentro da Olericultura
Léxico Comum e Léxico Específico dentro da OlericulturaKiller Max
 
Fruticultura Do Tocantins
Fruticultura Do TocantinsFruticultura Do Tocantins
Fruticultura Do TocantinsKiller Max
 
Projeto de Irrigação no Tocantins
Projeto de Irrigação no TocantinsProjeto de Irrigação no Tocantins
Projeto de Irrigação no TocantinsKiller Max
 
Força Eletromagnética
Força EletromagnéticaForça Eletromagnética
Força EletromagnéticaKiller Max
 
Cultura do arroz
Cultura do arrozCultura do arroz
Cultura do arrozKiller Max
 
Raças de gado de leite
Raças de gado de leiteRaças de gado de leite
Raças de gado de leiteKiller Max
 
Guia de raças de bovinos
Guia de raças de bovinosGuia de raças de bovinos
Guia de raças de bovinosKiller Max
 
Manejo sanitário para caprinos e ovinos
Manejo sanitário para caprinos e ovinosManejo sanitário para caprinos e ovinos
Manejo sanitário para caprinos e ovinosKiller Max
 
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosManejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosKiller Max
 
Diferenças entre ovinos e caprinos
Diferenças entre ovinos e caprinosDiferenças entre ovinos e caprinos
Diferenças entre ovinos e caprinosKiller Max
 
Sistemas de criação para ovinos e caprinos
Sistemas de criação para ovinos e caprinosSistemas de criação para ovinos e caprinos
Sistemas de criação para ovinos e caprinosKiller Max
 

Mais de Killer Max (20)

Canola, uma cultura promissora
Canola, uma cultura promissoraCanola, uma cultura promissora
Canola, uma cultura promissora
 
Introdução à técnicas experimentais
Introdução à técnicas experimentaisIntrodução à técnicas experimentais
Introdução à técnicas experimentais
 
Manejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinosManejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinos
 
Vacinação aftosa e brucelose
Vacinação aftosa e bruceloseVacinação aftosa e brucelose
Vacinação aftosa e brucelose
 
A cultura do mamão (carica papaya L.)
A cultura do mamão (carica papaya L.)A cultura do mamão (carica papaya L.)
A cultura do mamão (carica papaya L.)
 
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejoIrrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
Irrigação de pastagem: atualidade e recomendações para uso e manejo
 
Moscas das-frutas
Moscas das-frutasMoscas das-frutas
Moscas das-frutas
 
Defesa de Estágio
Defesa de EstágioDefesa de Estágio
Defesa de Estágio
 
Léxico Comum e Léxico Específico dentro da Olericultura
Léxico Comum e Léxico Específico dentro da OlericulturaLéxico Comum e Léxico Específico dentro da Olericultura
Léxico Comum e Léxico Específico dentro da Olericultura
 
Fruticultura Do Tocantins
Fruticultura Do TocantinsFruticultura Do Tocantins
Fruticultura Do Tocantins
 
Projeto de Irrigação no Tocantins
Projeto de Irrigação no TocantinsProjeto de Irrigação no Tocantins
Projeto de Irrigação no Tocantins
 
Força Eletromagnética
Força EletromagnéticaForça Eletromagnética
Força Eletromagnética
 
Cultura do arroz
Cultura do arrozCultura do arroz
Cultura do arroz
 
Raças de gado de leite
Raças de gado de leiteRaças de gado de leite
Raças de gado de leite
 
Guia de raças de bovinos
Guia de raças de bovinosGuia de raças de bovinos
Guia de raças de bovinos
 
Manejo sanitário para caprinos e ovinos
Manejo sanitário para caprinos e ovinosManejo sanitário para caprinos e ovinos
Manejo sanitário para caprinos e ovinos
 
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosManejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
 
Diferenças entre ovinos e caprinos
Diferenças entre ovinos e caprinosDiferenças entre ovinos e caprinos
Diferenças entre ovinos e caprinos
 
Sistemas de criação para ovinos e caprinos
Sistemas de criação para ovinos e caprinosSistemas de criação para ovinos e caprinos
Sistemas de criação para ovinos e caprinos
 
Democracia
DemocraciaDemocracia
Democracia
 

Último

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...pj989014
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfPedroGual4
 
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...excellenceeducaciona
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Unicesumar
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...Colaborar Educacional
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfdaniele690933
 
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfApresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfAndreiaSilva852193
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)Adriano De Souza Sobrenome
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfssuser2af87a
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 

Último (20)

PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
 
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdf
 
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfApresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 

Tipos de Tecido

  • 2. TECIDO EPITELIAL • A pele é o revestimento externo do corpo, considerado o maior órgão do corpo humano e o mais pesado. • A pele apresenta três camadas: a epiderme, a derme e o hipoderme. • A pele também é o principal órgão da regulação da temperatura corporal através de diversos mecanismos.
  • 3. GLÂNDULAS SUDORIPARAS • Glândulas que liberam secreção externa; • As secreções não são despejadas na corrente sanguínea, mas em outros órgãos, ou para o exterior do corpo, através de canais. (Glândulas sudoríparas, suor)
  • 5. GLÂNDULAS ENDÓCRINAS • Glândulas que liberam secreção interna, diretamente • na corrente sanguínea; O pâncreas produz insulina, • lançada diretamente no sangue e suco pancreático, • lançado no intestino delgado, considerado como exterior • do organismo.
  • 6. GLÂNDULAS ANFÍCRINAS • Glândula que apresenta as mesmas características das glândulas endócrina e exócrina , ou seja, secreta produtos para a corrente sanguínea e para o exterior, normalmente através de um ducto secretor. O fígado lança a bile no intestino e as proteínas no sangue.
  • 7. TECIDO CONJUNTIVO • A principal função do tecido conectivo • é o preenchimento de espaços vazios e fazer a • ligação de órgãos e de tecidos diversos e entre • outros, como, preenchimento, sustentação, • transporte e defesa.
  • 8. TECIDO ADIPOSO • O tecido adiposo é uma variedade • do tecido conjuntivo, cujas células • armazenam energia na forma de gordura. • Este tecido está presente abaixo da Derme • formando a chamada hipoderme.
  • 9. TECIDO CARTILAGINOSO • O tecido cartilaginoso é um tecido elástico e • flexível, branco ou acinzentado, aderente às • superfícies articulares dos ossos. Também é • encontrado em outros locais como na orelha, na • ponta do nariz. É formado por condrócitos e • condroblastos (células).
  • 10. TECIDO ÓSSEO O tecido ósseo é um tecido bem rígido, encontrado nos ossos do esqueleto dos vertebrados, onde ele é muito abundante. Entre suas funções esta de sustentar o corpo, permitir a realização de movimentos e proteger certos órgãos.
  • 11. MEDULA ÓSSEA • É um tecido gelatinoso que preenche a cavidade interna de vários ossos e fabrica os elementos figurados do sangue • periférico como: hemácias, leucócitos e plaquetas.
  • 12. SISTEMA LINFÁTICO • É uma rede complexa de órgãos linfóides, • que produzem e transportam o fluido linfático dos tecidos para o sistema circulatório. É um importante componente do sistema imunológico, pois colabora com glóbulos brancos para proteção contra bactérias e vírus invasores.
  • 13. HEMÁCEAS • São unidades morfológicas da série vermelha • do sangue. São constituídas basicamente por globulina e • hemoglobina. e a sua função é transportar o oxigênio • (principalmente) e o gás carbônico (em menor quantidade) aos tecidos.
  • 14. LEUCÓCITOS • Também conhecidos por glóbulos brancos, • são células produzidas na medula óssea e presentes • no sangue, linfa, órgãos linfóides e vários tecidos • conjuntivos. têm a função de combater micro • organismos causadores de doenças por meio de sua • captura ou da produção de anticorpos.
  • 15. PLAQUETAS • É um fragmento de célula presente no sangue • que é formado na medula óssea . A sua • principal função é a formação de coágulos, • participando portanto do processo de coagulação • sanguínea.
  • 16. TECIDO MUSCULAR • Formado por fibras musculares cilíndricas, finas • e que podem medir vários centímetros de comprimento. Os músculos esqueléticos possuem uma coloração mais vermelhada. São também chamados de músculos estriados, já que apresentam estriações em suas fibras. São os responsáveis pelos movimentos voluntários
  • 17. TECIDO ESTRIADO CARDÍACO • É o tipo de tecido muscular que forma a camada • muscular do coração, conhecida por miocárdio. • Também é chamado tecido muscular estriado • esquelético cardíaco.
  • 18. MÚSCULO LISO • É uma musculatura de contração • involuntária e lenta, composta por células • fusiformes mononucleadas. Tem o • papel preponderante de impulsionar sangue, • urina, esperma, bile.
  • 19. CONTRAÇÃO MUSCULAR • Corresponde a um deslizamento • das fibras musculares como resposta normal a um estímulo nervoso
  • 20. NEURÔNIO • É a célula do sistema nervoso responsável pela condução do impulso nervoso na qual está localizada no cérebro.
  • 21. NEUROGLIA • São células não neuronais do sistema nervoso central que proporcionam suporte e nutrição aos neurônios. Geralmente arredondadas, no cérebro humano as células da glia são cerca de 10 vezes mais numerosas que os neurônios, nas células gliais ocorre a mitose.
  • 22. NERVO PERIFÉRICO • São fibras nervosas que possuem nervos(fig.20). Localizam-se nos órgãos, pré ganglionares(recebe estímulo),enquanto o pós ganglionares.
  • 23. SINAPSE • São as regiões de comunicação entre os neurônios, ou mesmo entre neurônios e células musculares e epiteliais glandulares.
  • 24. REFERÊNCIAS • http://pt.wikipedia.org/wiki/Sinapse_(neur %C3%B4nio) • http://pt.wikipedia.org/wiki/G%C3%A2nglio_perif %C3%A9rico • http://pt.wikipedia.org/wiki/Contra %C3%A7%C3%A3o_muscular • http://www.brasilescola.com/biologia/histologia-animal. htm • http://www.alunosonline.com.br/biologia/tecido-adiposo/