SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Surrealismo
Contexto histórico
De acordo com Freud, o
homem deve libertar sua mente da
lógica imposta pelos padrões
comportamentais e morais
estabelecidos pela sociedade e dar
vazão aos sonhos e as informações
do inconsciente.
O surrealismo surgiu na
França, 1920, este movimento foi
influenciado pelas teses
psicanalíticas de Sigmund
Freud, que mostram a importância
do inconsciente na criatividade do
ser humano.
 Formas baseadas na fantasia
(sonhos, inconsciente);
 Busca da perfeição do desenho e das
cores, dentro da dimensão do
imaginário;
 Impressão espacial, possuindo ilusões
ópticas;
 Dissociação entre imagens e
legendas, conjugadas para construção
de cenas de sonho ou de ironia.
Características
Artes plásticas
O movimento artístico dividiu-se em duas correntes:
Artes plásticas
A primeira: representada por
Salvador Dalí, trabalha com a
distorção e justaposição de
imagens conhecidas. Sua obra
é A Persistência da Memória.
A segunda: libertam a mente e dão
vazão ao inconsciente, sem
nenhum controle da razão. Joan
Miró e Max Ernst representam muito
bem esta corrente. As telas saem
com formas curvas, linhas fluidas e
com muitas cores.
Artistas
RENÉ MAGRITTE Praticava o
surrealismo realista, ou
“realismo mágico”.
O Escultor ALBERTO GIACOMETTI
Artista que se distinguiu pelas suas
esculturas e pinturas expressionistas.
Artistas
SALVADOR DALÍ, o trabalho de
Dalí chama a atenção pela incrível
combinação de imagens
bizarras, oníricas, com excelente
qualidade plástica.
Pintor alemão MAX ERNST aprendeu
a pintar sozinho enquanto estudava.
Aos 15 anos já copiava paisagens de
Van Gogh.
A persistência da memória (1931)
Salvador Dalí
A persistência da memória (1931)
Salvador Dalí
A tentação de Santo Antônio (1945)
Madonna de Sanzio
Max Ernest
Madonna de ErnstSanta Cecília de Reni
Mulher, 1927. Mulher, 1928.
Alberto Giacometti
Objeto desagradável
a ser jogado, 1931-32
René Magrite
Joan Miró
Foi um importante escultor e pintor
surrealista. Frequentou a Escola de
Belas Artes da capital catalã e a
Academia de Gali. Carnaval de Arlequim
Literatura
 Automatismo: escreviam quaisquer palavras que entrassem em
sua mente. Não alteravam o que escreviam, pois isto seria uma
interferência no puro ato de criação.
 Colagens; poemas-colagens: Frases montadas com palavras
recortadas de revistas e jornais e muitas imagens e ideias do
inconsciente.
 Intenção do Surrealismo: misturar imagens e palavras. Dar
dimensão visual à palavra.
Literatura
Poema-colagem de Breton Fotomontagem de Delacroix & Dellfina
Teatro
Buscava através de suas peças teatrais, livrar o espectador das
regras impostas pela civilização e assim despertar o inconsciente da
plateia. Um das técnicas usadas pelo dramaturgo foi unir palco e
plateia, durante a realização das peças
Cinema
Os cineastas também quebraram com o tradicionalismo
cinematográfico. Demonstram uma despreocupação com o enredo e com a
história do filme. Os ideais da burguesia são combatidos e os desejos não
racionais afloram.
Um cão Andaluz
(1928)
L'Âge D'Or (1930) de
Luis Buñuel em parceria
com Salvador Dalí
Surrealismo no Brasil
Surrealismo no Brasil
 Influências na Semana de
Arte Moderna de 1922.
 No Brasil, em 1925, com
Prudente de Moraes Neto
e Sérgio Buarque de
Hollanda.
 Progressos nas
comunicações internacionais.
As ideias do surrealismo foram absorvidas na década de 1920 e 1930
pelo movimento modernista no Brasil. Podendo observar características
surrealistas nas pinturas Nu e Urutu de Ismael Nery e da artista Tarsila do
Amaral.
Surrealismo no Brasil
Surrealismo no Brasil
Cícero Dias - Melancia
Principais autores:
- AbaporuTarsila do Amaral
Surrealismo no Brasil
Flávio de Carvalho
O ovo cósmico
O ovo cósmico
Vladimir Kush
O nascimento do homem novo
Metamorfose de narciso
Surrealismo  -  Surrealism
Surrealismo  -  Surrealism

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Pós impressionismo
Pós impressionismoPós impressionismo
Pós impressionismo
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
Linha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da ArteLinha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da Arte
 
Leitura obra "O Grito"
Leitura obra "O Grito"Leitura obra "O Grito"
Leitura obra "O Grito"
 
Teatro brasileiro
Teatro brasileiroTeatro brasileiro
Teatro brasileiro
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
 
Naturalismo, realismo
Naturalismo, realismo Naturalismo, realismo
Naturalismo, realismo
 
Arte - Romantismo
Arte - RomantismoArte - Romantismo
Arte - Romantismo
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Aula vanguardas europeias
Aula vanguardas europeiasAula vanguardas europeias
Aula vanguardas europeias
 
Surrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismoSurrealismo e neorealismo
Surrealismo e neorealismo
 
Jogo da Memória - Vanguardas Europeias
Jogo da Memória - Vanguardas EuropeiasJogo da Memória - Vanguardas Europeias
Jogo da Memória - Vanguardas Europeias
 
Teatro brasileiro
Teatro brasileiroTeatro brasileiro
Teatro brasileiro
 
Análise de van gogh
Análise de van goghAnálise de van gogh
Análise de van gogh
 

Destaque

Expressionismo e surrealismo no brasil
Expressionismo e surrealismo no brasilExpressionismo e surrealismo no brasil
Expressionismo e surrealismo no brasilmundica broda
 
Harun Yahya Islam The Holocaust Violence
Harun Yahya Islam   The Holocaust ViolenceHarun Yahya Islam   The Holocaust Violence
Harun Yahya Islam The Holocaust Violencezakir2012
 
Help Yourself In Reading Holy Quran Arabic English
Help Yourself In Reading Holy Quran Arabic   EnglishHelp Yourself In Reading Holy Quran Arabic   English
Help Yourself In Reading Holy Quran Arabic Englishzakir2012
 
Human rights in_islam
Human rights in_islamHuman rights in_islam
Human rights in_islamNoor Al Islam
 
McGladrey Guide to Accounting for Business Combinations - Second Edition
McGladrey Guide to Accounting for Business Combinations - Second EditionMcGladrey Guide to Accounting for Business Combinations - Second Edition
McGladrey Guide to Accounting for Business Combinations - Second EditionBrian Marshall
 
Studies in hadith methodology and literature
Studies in hadith methodology and literatureStudies in hadith methodology and literature
Studies in hadith methodology and literatureShafiq Flynn
 
40 hadith on the quran
40 hadith on the quran40 hadith on the quran
40 hadith on the quranJust Helping
 
Essay On The Heart By Ibn Taymiyyah (Commentary By Dr. Bilal Philips) || Aust...
Essay On The Heart By Ibn Taymiyyah (Commentary By Dr. Bilal Philips) || Aust...Essay On The Heart By Ibn Taymiyyah (Commentary By Dr. Bilal Philips) || Aust...
Essay On The Heart By Ibn Taymiyyah (Commentary By Dr. Bilal Philips) || Aust...Muhammad Nabeel Musharraf
 

Destaque (20)

Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Dali
DaliDali
Dali
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Expressionismo e surrealismo no brasil
Expressionismo e surrealismo no brasilExpressionismo e surrealismo no brasil
Expressionismo e surrealismo no brasil
 
Harun Yahya Islam The Holocaust Violence
Harun Yahya Islam   The Holocaust ViolenceHarun Yahya Islam   The Holocaust Violence
Harun Yahya Islam The Holocaust Violence
 
Help Yourself In Reading Holy Quran Arabic English
Help Yourself In Reading Holy Quran Arabic   EnglishHelp Yourself In Reading Holy Quran Arabic   English
Help Yourself In Reading Holy Quran Arabic English
 
Imam al-Ghazali - On the Etiquettes of Qur'an Recitation (Kitab Adab Tilawat ...
Imam al-Ghazali - On the Etiquettes of Qur'an Recitation (Kitab Adab Tilawat ...Imam al-Ghazali - On the Etiquettes of Qur'an Recitation (Kitab Adab Tilawat ...
Imam al-Ghazali - On the Etiquettes of Qur'an Recitation (Kitab Adab Tilawat ...
 
The path of faith
The path of faithThe path of faith
The path of faith
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Human rights in_islam
Human rights in_islamHuman rights in_islam
Human rights in_islam
 
Surrealism
SurrealismSurrealism
Surrealism
 
Slide realismo
Slide realismoSlide realismo
Slide realismo
 
McGladrey Guide to Accounting for Business Combinations - Second Edition
McGladrey Guide to Accounting for Business Combinations - Second EditionMcGladrey Guide to Accounting for Business Combinations - Second Edition
McGladrey Guide to Accounting for Business Combinations - Second Edition
 
Vanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - SurrealismoVanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - Surrealismo
 
Biography of Abu Bakr As-Siddeeq (رضي الله عنه)┇ By Dr. Salabi
Biography of Abu Bakr As-Siddeeq (رضي الله عنه)┇ By Dr. SalabiBiography of Abu Bakr As-Siddeeq (رضي الله عنه)┇ By Dr. Salabi
Biography of Abu Bakr As-Siddeeq (رضي الله عنه)┇ By Dr. Salabi
 
Studies in hadith methodology and literature
Studies in hadith methodology and literatureStudies in hadith methodology and literature
Studies in hadith methodology and literature
 
The Earliest Codification of Hadith: Kitab al-Sard wa al-Fard
The Earliest Codification of Hadith: Kitab al-Sard wa al-FardThe Earliest Codification of Hadith: Kitab al-Sard wa al-Fard
The Earliest Codification of Hadith: Kitab al-Sard wa al-Fard
 
40 hadith on the quran
40 hadith on the quran40 hadith on the quran
40 hadith on the quran
 
Essay On The Heart By Ibn Taymiyyah (Commentary By Dr. Bilal Philips) || Aust...
Essay On The Heart By Ibn Taymiyyah (Commentary By Dr. Bilal Philips) || Aust...Essay On The Heart By Ibn Taymiyyah (Commentary By Dr. Bilal Philips) || Aust...
Essay On The Heart By Ibn Taymiyyah (Commentary By Dr. Bilal Philips) || Aust...
 
A Textbook Of Hadith Studies
A Textbook Of Hadith StudiesA Textbook Of Hadith Studies
A Textbook Of Hadith Studies
 

Semelhante a Surrealismo - Surrealism

Semelhante a Surrealismo - Surrealism (20)

Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo final
Surrealismo finalSurrealismo final
Surrealismo final
 
Surrealismo
Surrealismo Surrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
O surrealismo
O surrealismoO surrealismo
O surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Vanguardas européias
Vanguardas européiasVanguardas européias
Vanguardas européias
 
Novas figurações
Novas figuraçõesNovas figurações
Novas figurações
 
Caixa de sonhos universos im_possíveis_ surrealismo_soniarittmann
Caixa de sonhos universos im_possíveis_ surrealismo_soniarittmannCaixa de sonhos universos im_possíveis_ surrealismo_soniarittmann
Caixa de sonhos universos im_possíveis_ surrealismo_soniarittmann
 
SURREALISMO
SURREALISMOSURREALISMO
SURREALISMO
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Trabalho sobre o Surrealismo (Pesquisa)
Trabalho sobre o Surrealismo (Pesquisa)Trabalho sobre o Surrealismo (Pesquisa)
Trabalho sobre o Surrealismo (Pesquisa)
 

Mais de Lídia Pavan

Fisiologia Cap 29 Guyton Regulación renal del K, Ca, el fosfato y el Mg;
Fisiologia Cap 29 Guyton Regulación renal del K, Ca, el fosfato y el Mg; Fisiologia Cap 29 Guyton Regulación renal del K, Ca, el fosfato y el Mg;
Fisiologia Cap 29 Guyton Regulación renal del K, Ca, el fosfato y el Mg; Lídia Pavan
 
Regulación enzimática/Enzymatic regulations of Biochemistry
Regulación enzimática/Enzymatic regulations of BiochemistryRegulación enzimática/Enzymatic regulations of Biochemistry
Regulación enzimática/Enzymatic regulations of BiochemistryLídia Pavan
 
Aplicação da medicina nuclear - Expansion of Nuclear Medicine
Aplicação da medicina nuclear - Expansion of Nuclear MedicineAplicação da medicina nuclear - Expansion of Nuclear Medicine
Aplicação da medicina nuclear - Expansion of Nuclear MedicineLídia Pavan
 
Ideologia no Cotidiano - Ideology in Everyday Life
Ideologia no Cotidiano  -  Ideology in Everyday LifeIdeologia no Cotidiano  -  Ideology in Everyday Life
Ideologia no Cotidiano - Ideology in Everyday LifeLídia Pavan
 
Evolução da fotografia - Evolution of Photography
Evolução da fotografia  -  Evolution of PhotographyEvolução da fotografia  -  Evolution of Photography
Evolução da fotografia - Evolution of PhotographyLídia Pavan
 
Relevo brasileiro - Brazilian Relief
Relevo brasileiro  -  Brazilian ReliefRelevo brasileiro  -  Brazilian Relief
Relevo brasileiro - Brazilian ReliefLídia Pavan
 
Placas tectônicas - Tectonic Plates of Brazil
Placas tectônicas  -  Tectonic Plates of BrazilPlacas tectônicas  -  Tectonic Plates of Brazil
Placas tectônicas - Tectonic Plates of BrazilLídia Pavan
 
Doce Inferno - açúcar - guerra e escravidão no Brasil holandês - Sweet Hel...
Doce Inferno - açúcar - guerra e escravidão no Brasil holandês  -   Sweet Hel...Doce Inferno - açúcar - guerra e escravidão no Brasil holandês  -   Sweet Hel...
Doce Inferno - açúcar - guerra e escravidão no Brasil holandês - Sweet Hel...Lídia Pavan
 
Artes Plásticas no Brasil - Fine Arts in Brazil
Artes Plásticas no Brasil  -  Fine Arts in BrazilArtes Plásticas no Brasil  -  Fine Arts in Brazil
Artes Plásticas no Brasil - Fine Arts in BrazilLídia Pavan
 
Divisões das Ciências Sociais - Divisions of Social Sciences
Divisões das Ciências Sociais  -  Divisions of Social SciencesDivisões das Ciências Sociais  -  Divisions of Social Sciences
Divisões das Ciências Sociais - Divisions of Social SciencesLídia Pavan
 
História da Música - History of Music
História da Música  -  History of Music História da Música  -  History of Music
História da Música - History of Music Lídia Pavan
 
A democracia no Brasil - The Democracy in Brazil
A democracia no Brasil  -  The Democracy in BrazilA democracia no Brasil  -  The Democracy in Brazil
A democracia no Brasil - The Democracy in BrazilLídia Pavan
 
Tecido Sanguíneo - Blood Tissue
Tecido Sanguíneo - Blood TissueTecido Sanguíneo - Blood Tissue
Tecido Sanguíneo - Blood TissueLídia Pavan
 

Mais de Lídia Pavan (20)

Trauma vascular
Trauma vascularTrauma vascular
Trauma vascular
 
Fisiologia Cap 29 Guyton Regulación renal del K, Ca, el fosfato y el Mg;
Fisiologia Cap 29 Guyton Regulación renal del K, Ca, el fosfato y el Mg; Fisiologia Cap 29 Guyton Regulación renal del K, Ca, el fosfato y el Mg;
Fisiologia Cap 29 Guyton Regulación renal del K, Ca, el fosfato y el Mg;
 
Regulación enzimática/Enzymatic regulations of Biochemistry
Regulación enzimática/Enzymatic regulations of BiochemistryRegulación enzimática/Enzymatic regulations of Biochemistry
Regulación enzimática/Enzymatic regulations of Biochemistry
 
Aplicação da medicina nuclear - Expansion of Nuclear Medicine
Aplicação da medicina nuclear - Expansion of Nuclear MedicineAplicação da medicina nuclear - Expansion of Nuclear Medicine
Aplicação da medicina nuclear - Expansion of Nuclear Medicine
 
Ideologia no Cotidiano - Ideology in Everyday Life
Ideologia no Cotidiano  -  Ideology in Everyday LifeIdeologia no Cotidiano  -  Ideology in Everyday Life
Ideologia no Cotidiano - Ideology in Everyday Life
 
Evolução da fotografia - Evolution of Photography
Evolução da fotografia  -  Evolution of PhotographyEvolução da fotografia  -  Evolution of Photography
Evolução da fotografia - Evolution of Photography
 
Present perfect
Present perfectPresent perfect
Present perfect
 
Marc ferrez
Marc ferrezMarc ferrez
Marc ferrez
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Cores - Colors
Cores  -  ColorsCores  -  Colors
Cores - Colors
 
Relevo brasileiro - Brazilian Relief
Relevo brasileiro  -  Brazilian ReliefRelevo brasileiro  -  Brazilian Relief
Relevo brasileiro - Brazilian Relief
 
Placas tectônicas - Tectonic Plates of Brazil
Placas tectônicas  -  Tectonic Plates of BrazilPlacas tectônicas  -  Tectonic Plates of Brazil
Placas tectônicas - Tectonic Plates of Brazil
 
Doce Inferno - açúcar - guerra e escravidão no Brasil holandês - Sweet Hel...
Doce Inferno - açúcar - guerra e escravidão no Brasil holandês  -   Sweet Hel...Doce Inferno - açúcar - guerra e escravidão no Brasil holandês  -   Sweet Hel...
Doce Inferno - açúcar - guerra e escravidão no Brasil holandês - Sweet Hel...
 
Artes Plásticas no Brasil - Fine Arts in Brazil
Artes Plásticas no Brasil  -  Fine Arts in BrazilArtes Plásticas no Brasil  -  Fine Arts in Brazil
Artes Plásticas no Brasil - Fine Arts in Brazil
 
Divisões das Ciências Sociais - Divisions of Social Sciences
Divisões das Ciências Sociais  -  Divisions of Social SciencesDivisões das Ciências Sociais  -  Divisions of Social Sciences
Divisões das Ciências Sociais - Divisions of Social Sciences
 
História da Música - History of Music
História da Música  -  History of Music História da Música  -  History of Music
História da Música - History of Music
 
A democracia no Brasil - The Democracy in Brazil
A democracia no Brasil  -  The Democracy in BrazilA democracia no Brasil  -  The Democracy in Brazil
A democracia no Brasil - The Democracy in Brazil
 
Tom cruise
Tom cruiseTom cruise
Tom cruise
 
Tecido Sanguíneo - Blood Tissue
Tecido Sanguíneo - Blood TissueTecido Sanguíneo - Blood Tissue
Tecido Sanguíneo - Blood Tissue
 
Russia
RussiaRussia
Russia
 

Último

Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalSilvana Silva
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 

Surrealismo - Surrealism

  • 2.
  • 3. Contexto histórico De acordo com Freud, o homem deve libertar sua mente da lógica imposta pelos padrões comportamentais e morais estabelecidos pela sociedade e dar vazão aos sonhos e as informações do inconsciente. O surrealismo surgiu na França, 1920, este movimento foi influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na criatividade do ser humano.
  • 4.  Formas baseadas na fantasia (sonhos, inconsciente);  Busca da perfeição do desenho e das cores, dentro da dimensão do imaginário;  Impressão espacial, possuindo ilusões ópticas;  Dissociação entre imagens e legendas, conjugadas para construção de cenas de sonho ou de ironia. Características
  • 6. O movimento artístico dividiu-se em duas correntes: Artes plásticas A primeira: representada por Salvador Dalí, trabalha com a distorção e justaposição de imagens conhecidas. Sua obra é A Persistência da Memória. A segunda: libertam a mente e dão vazão ao inconsciente, sem nenhum controle da razão. Joan Miró e Max Ernst representam muito bem esta corrente. As telas saem com formas curvas, linhas fluidas e com muitas cores.
  • 7. Artistas RENÉ MAGRITTE Praticava o surrealismo realista, ou “realismo mágico”. O Escultor ALBERTO GIACOMETTI Artista que se distinguiu pelas suas esculturas e pinturas expressionistas.
  • 8. Artistas SALVADOR DALÍ, o trabalho de Dalí chama a atenção pela incrível combinação de imagens bizarras, oníricas, com excelente qualidade plástica. Pintor alemão MAX ERNST aprendeu a pintar sozinho enquanto estudava. Aos 15 anos já copiava paisagens de Van Gogh.
  • 9. A persistência da memória (1931) Salvador Dalí
  • 10. A persistência da memória (1931) Salvador Dalí
  • 11. A tentação de Santo Antônio (1945)
  • 12. Madonna de Sanzio Max Ernest Madonna de ErnstSanta Cecília de Reni
  • 13. Mulher, 1927. Mulher, 1928. Alberto Giacometti Objeto desagradável a ser jogado, 1931-32
  • 15. Joan Miró Foi um importante escultor e pintor surrealista. Frequentou a Escola de Belas Artes da capital catalã e a Academia de Gali. Carnaval de Arlequim
  • 16. Literatura  Automatismo: escreviam quaisquer palavras que entrassem em sua mente. Não alteravam o que escreviam, pois isto seria uma interferência no puro ato de criação.  Colagens; poemas-colagens: Frases montadas com palavras recortadas de revistas e jornais e muitas imagens e ideias do inconsciente.  Intenção do Surrealismo: misturar imagens e palavras. Dar dimensão visual à palavra.
  • 17. Literatura Poema-colagem de Breton Fotomontagem de Delacroix & Dellfina
  • 18. Teatro Buscava através de suas peças teatrais, livrar o espectador das regras impostas pela civilização e assim despertar o inconsciente da plateia. Um das técnicas usadas pelo dramaturgo foi unir palco e plateia, durante a realização das peças
  • 19. Cinema Os cineastas também quebraram com o tradicionalismo cinematográfico. Demonstram uma despreocupação com o enredo e com a história do filme. Os ideais da burguesia são combatidos e os desejos não racionais afloram. Um cão Andaluz (1928) L'Âge D'Or (1930) de Luis Buñuel em parceria com Salvador Dalí
  • 21. Surrealismo no Brasil  Influências na Semana de Arte Moderna de 1922.  No Brasil, em 1925, com Prudente de Moraes Neto e Sérgio Buarque de Hollanda.  Progressos nas comunicações internacionais.
  • 22. As ideias do surrealismo foram absorvidas na década de 1920 e 1930 pelo movimento modernista no Brasil. Podendo observar características surrealistas nas pinturas Nu e Urutu de Ismael Nery e da artista Tarsila do Amaral. Surrealismo no Brasil
  • 23. Surrealismo no Brasil Cícero Dias - Melancia Principais autores: - AbaporuTarsila do Amaral
  • 25. O ovo cósmico O ovo cósmico
  • 27. O nascimento do homem novo