SlideShare uma empresa Scribd logo
Sociedade, Tecnologia e Ciência 
Os Meios de Comunicação de Massa
O que são Meios de 
Comunicação em Massa? 
•Entende-se como comunicação de 
massa a disseminação de informações 
através de jornais, televisão, rádios, 
cinema e também pela Internet, os quais 
se reúnem em um sistema denominado 
média ou mídia.
Principal característica da 
Comunicação em Massa 
•A comunicação de massa tem a 
característica de chegar a uma grande 
quantidade de recetores ao mesmo 
tempo, partindo de um único emissor.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
•Arte Rupestre ( 40.000 anos A.C. ) 
–A arte rupestre é o nome dado a gravuras presentes 
em grutas e cavernas onde o homem expunha 
principalmente, as suas caçadas e conquistas. 
–Esta seria uma forma de manifestação simbólica 
mas também um modo de assegurar a sobrevivência 
das futuras gerações.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• O Papiro (2500 A.C.) 
–Após a invenção da escrita, os egípcios 
desenvolveram a técnica de produzir folhas 
de papiro a partir da planta de papiro. A folha 
de papiro era obtida utilizando a parte interna, 
branca e porosa do caule do papiro.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• O Correio (2400 A.C.) 
–O Correio é um meio de comunicação que começou 
– ainda no Antigo Egipto – por permitir aos Faraós o 
envio de cartas ou documentos por toda a extensão 
do seu Império. Essas cartas eram expedidas pelos 
seus mensageiros que realizavam diariamente 
dezenas de quilómetros, de modo a permitir a entrega 
ao destinatário sem muita demora.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• O Telégrafo 
– Telégrafo de Tochas (1300 A.C.) 
• O telégrafo de tochas tinha como principal objetivo 
o envio de mensagens codificadas por emissão de 
luz proveniente de tochas.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• O Telégrafo 
– O Telégrafo de Tambores (529 A.C.) 
• O telégrafo de tambores era utilizado 
principalmente para o envio de mensagens 
utilizando tambores. Estes tinham uma caixa-de-ressonância 
que permitia propagar o som a longas 
distâncias.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• O Telégrafo 
– O Telégrafo de Fumo (150 D.C.) 
• O telégrafo de fumo teve como objetivo primordial 
a transmissão de mensagens utilizando sinais de 
fumo. Essa informação depois de recebida pelo 
destinatário era interpretada e descodificada para 
posterior leitura e análise.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• O Jornal (Séc. XVII) 
–Um jornal é uma publicação que contém notícias e 
artigos, normalmente impressa em papel de custo 
relativamente baixo. 
–Embora no ano 713 tenha sido publicado um 
manuscrito em Pequim que dava os primeiros passos 
numa indústria de tanto sucesso nos anos vindouros, 
o termo só se tornou comum no séc. XVII.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• Telégrafo Elétrico (Séc. XIX) 
– O telégrafo elétrico foi inventado por Samuel 
Morse, célebre inventor e pintor do séc. XIX pelo 
trabalho no campo das telecomunicações. 
– Samuel Morse, inventor do código Morse, criou 
este código de modo a permitir o envio de 
mensagens codificadas a longas distâncias 
utilizando apenas som.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• O Rádio (Séc. XIX) 
– A criação do rádio foi atribuída a Nikola Tesla 
que, no final do séc. XIX, desenvolveu a 
tecnologia que possibilita a transmissão de ondas 
de rádio. 
– Estas ondas são refratadas na camada mais 
baixa da atmosfera, a troposfera, a mais indicada 
para a transmissão de ondas eletromagnéticas.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• O Telefone (Séc. XIX) 
– Apesar de existir alguma controvérsia em torno da 
questão de quem inventou o primeiro telefone, Antonio 
Meucci foi segundo o congresso dos EUA, o 
"verdadeiro" inventor do telefone. 
– Esta polémica deve-se ao facto de Meucci ter vendido, 
em 1870, a patente da sua criação a Alexander Graham 
Bell, considerado por muitos o verdadeiro inventor.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• A Televisão (Séc. XX) 
– A televisão é um sistema de receção de imagens e 
som desenhado para transmitir informação a 
qualquer ponto do globo sem perda de informação e 
qualidade. 
– Este dispositivo funciona a partir da conversão de 
som e luz em ondas eletromagnéticas que, 
posteriormente, serão transmitidas para outro recetor.
Evolução histórica dos meios de 
Comunicação 
• A Internet (Séc. XX) 
– A Internet é definida como uma rede que reúne todos os dispositivos ligados a esta. 
Este mecanismo permite que estes aparelhos comuniquem e partilhem informação 
entre eles. 
– A Internet é o meio de comunicação mais utilizado e mais conhecido atualmente. Isto 
deve-se ao facto de, através de qualquer computador ou dispositivo móvel ser 
possível acedera "todo o Mundo". 
– A Internet começou por ser, no seu nascimento, uma rede virtual que interligava 
dezenas de computadores. Nasceu com o principal objetivo de tornar o trabalho nas 
empresas mais facilitado pela capacidade de comunicação entre os seus 
funcionários.
Meios de Comunicação em 
Massa 
•Jornais 
•Revistas 
•Rádio 
•Televisão 
•Internet 
•Cinema 
•Livros 
•Teatro 
•Entre outros tipos de arte.
Podem os novos Meios de Comunicação 
influenciar a formação? 
•Nos tempos atuais, os média fazem já parte da cultura, 
elaborando e criando as identidades do novo ser humano. 
•Os média possuem características que influenciam os 
processos de maturação do individuo, ela tem 
desenvolvido papéis fundamentais na sociedade 
contemporânea, tanto na transmissão da informação, 
como também na construção social da realidade, de forma 
bem convincente.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
•Hoje os meios de comunicação, atingem 
praticamente todos os segmentos sociais 
•Esses meios têm a função de transmitir 
conhecimento, informação, entretenimento, 
opinião, publicidade e propaganda.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
• Atuam também na formação da opinião 
pública e no desenvolvimento pessoal do 
ser humano. 
•Nos dias de hoje a vida da criança está 
muito distante daquela em que se podia 
aprender o necessário sem sair de casa.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
•Atualmente ela necessita de toda a informação a 
que tenha acesso, tanto de maneira informal 
quanto formal. 
•Porém, apesar de todo esse progresso, todas as 
crianças, desde as que usufruem todas as 
facilidades até aquelas que vivem em condições 
sub-humanas, ainda têm várias formas de 
aproveitar a infância.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
•A cultura de massa é um desafio social. Cada vez mais, os meios 
de comunicação possibilitam uma maior participação cultural. Até à 
bem pouco tempo, as elites eram círculos impenetráveis 
•Hoje, não existe mais uma civilização de privilegiados mas sim 
uma civilização de massas, que tende a transformar-se em uma 
cultura popular. Essa universalização torna-se possível a partir do 
momento em que a cultura popular nivela todos os gostos culturais, 
ou seja, todas as camadas sociais passam a receber os mesmos 
produtos culturais.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
•Os programas de TV, o cinema e a imprensa chegam até 
às pessoas sem nenhuma distinção de classe social ou 
nível cultural. 
•Por outro lado, o fato de ter uma cultura mais acessível 
provoca nas camadas populares um grande apetite por 
informações, despertando nelas o desejo de não serem 
taxadas como uma classe inferior às demais.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
•Com as novas tecnologias desenvolvidas nos últimos anos (o 
computador, a televisão e a internet, por exemplo) surgiram 
novas formas de comunicação fundamentais para a 
aprendizagem e a inserção do indivíduo na sociedade de 
maneira mais crítica, participativa e atuante. 
•A utilização desses meios como uma alternativa educacional 
torna-se mais viável à aprendizagem das crianças desta nova 
era, que já crescem adaptando-se naturalmente a estes novos 
instrumentos.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
•Os meios de comunicação criaram um mundo que ultrapassa os 
muros da escola, ou melhor, muitas vezes acabam por deslocar 
totalmente o estudante do ambiente escolar. Não existem mais 
limites geográficos. 
•Com o uso do telefone, por exemplo, podemos comunicar onde 
quisermos e quando quisermos. 
•O estudante de hoje, não é aquela criança ou aquele adolescente 
tímido cuja visão corresponde aos horizontes do seu bairro, mas 
sim, a de um cidadão do mundo com um habitat cultural diferente.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
•Mesmo não podendo escapar de todas essas 
influências, é preciso gerar novos procedimentos e 
metodologias para integrar os meios de comunicação 
à educação atual. 
•Nas proximidades do terceiro milénio os estudantes 
não poderão chegar a uma mínima culturalização sem 
terem, pelo menos, um conhecimento básico sobre as 
linguagens dos meios de comunicação.
Podem os novos Meios de 
Comunicação influenciar a formação? 
•O homem do século XX é diferente dos homens de outras épocas mesmo quando, 
essencialmente, continua sendo o mesmo. 
•Este novo “habitat” proporciona ao homem uma rede extraordinariamente densa de 
estímulos, condicionamentos e provocações sensoriais. 
•O homem muda porque tudo muda em seu redor. 
•Criou-se e continuamos a criar um meio (habitat) muito distinto. 
•A civilização moderna, com seus meios técnicos de transporte (comboios, 
automóveis, aviões), meios de comunicação (imprensa, rádio, cinema, TV), enfim, 
com os seus meios mecânicos e até eletrónicos de interelação, estão a oferecer ao 
homem novas formas de perceber, de intuir, sentir e pensar.
Trabalho realizado por: 
Fábio Simões 
Técnico Auxiliar de Saúde 
Aprendizagem

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

História da comunicação
História da comunicação História da comunicação
História da comunicação
Cintia Moura
 
Evolução da Comunicação Humana
Evolução da Comunicação HumanaEvolução da Comunicação Humana
Evolução da Comunicação Humana
efa1
 
Evolução da comunicação humana e dos meios de
Evolução da comunicação humana e dos meios deEvolução da comunicação humana e dos meios de
Evolução da comunicação humana e dos meios de
37214432
 
Carla12
Carla12Carla12
Carla12
carlafarmacia
 
A história da comunicação
A história da comunicação A história da comunicação
A história da comunicação
fercarvalho40
 
*Evolução dos meios de comunicação*
*Evolução dos meios de comunicação**Evolução dos meios de comunicação*
*Evolução dos meios de comunicação*
Cléo Lima
 
Meios comunicação
Meios comunicaçãoMeios comunicação
Meios comunicação
Equipemundi2014
 
História da comunicacao info oral e escrita
História da comunicacao   info oral e escritaHistória da comunicacao   info oral e escrita
História da comunicacao info oral e escrita
Samuel Lima
 
Breve história da comunicação
Breve história da comunicaçãoBreve história da comunicação
Breve história da comunicação
Paulo Martins
 
Técnicas e tecnologias de comunicação ao longo do tempo
Técnicas e tecnologias de comunicação ao longo do tempoTécnicas e tecnologias de comunicação ao longo do tempo
Técnicas e tecnologias de comunicação ao longo do tempo
Cibertrans RN
 
Evolução da comunicação atual
Evolução da comunicação   atualEvolução da comunicação   atual
Evolução da comunicação atual
Julianaalencars
 
Evolução dos meios de comunicação.
Evolução dos meios de comunicação.Evolução dos meios de comunicação.
Evolução dos meios de comunicação.
oscarroger
 
A evolução da comunicação
A evolução da comunicaçãoA evolução da comunicação
A evolução da comunicação
Thomas Ferreira
 
Evolução da comunicação humana
Evolução da comunicação humana Evolução da comunicação humana
Evolução da comunicação humana
Joyce Kelly
 
EvoluçãO Dos Meios De ComunicaçãO E Massa
EvoluçãO Dos Meios De ComunicaçãO E MassaEvoluçãO Dos Meios De ComunicaçãO E Massa
EvoluçãO Dos Meios De ComunicaçãO E Massa
Isabel Melo
 
A evolucao-da-comunicacao
A evolucao-da-comunicacaoA evolucao-da-comunicacao
A evolucao-da-comunicacao
anisantos
 
Evolução das telecomunicações
Evolução das telecomunicaçõesEvolução das telecomunicações
Evolução das telecomunicações
Susana13287
 
A evolução dos meios de comunicação
A evolução dos meios de comunicaçãoA evolução dos meios de comunicação
A evolução dos meios de comunicação
Rita Lima
 
Evolução da Comunicação Humana
Evolução da Comunicação HumanaEvolução da Comunicação Humana
Evolução da Comunicação Humana
Ricardo Cabral
 
Evolução Da Comunicação Humana
Evolução Da Comunicação HumanaEvolução Da Comunicação Humana
Evolução Da Comunicação Humana
efa1
 

Mais procurados (20)

História da comunicação
História da comunicação História da comunicação
História da comunicação
 
Evolução da Comunicação Humana
Evolução da Comunicação HumanaEvolução da Comunicação Humana
Evolução da Comunicação Humana
 
Evolução da comunicação humana e dos meios de
Evolução da comunicação humana e dos meios deEvolução da comunicação humana e dos meios de
Evolução da comunicação humana e dos meios de
 
Carla12
Carla12Carla12
Carla12
 
A história da comunicação
A história da comunicação A história da comunicação
A história da comunicação
 
*Evolução dos meios de comunicação*
*Evolução dos meios de comunicação**Evolução dos meios de comunicação*
*Evolução dos meios de comunicação*
 
Meios comunicação
Meios comunicaçãoMeios comunicação
Meios comunicação
 
História da comunicacao info oral e escrita
História da comunicacao   info oral e escritaHistória da comunicacao   info oral e escrita
História da comunicacao info oral e escrita
 
Breve história da comunicação
Breve história da comunicaçãoBreve história da comunicação
Breve história da comunicação
 
Técnicas e tecnologias de comunicação ao longo do tempo
Técnicas e tecnologias de comunicação ao longo do tempoTécnicas e tecnologias de comunicação ao longo do tempo
Técnicas e tecnologias de comunicação ao longo do tempo
 
Evolução da comunicação atual
Evolução da comunicação   atualEvolução da comunicação   atual
Evolução da comunicação atual
 
Evolução dos meios de comunicação.
Evolução dos meios de comunicação.Evolução dos meios de comunicação.
Evolução dos meios de comunicação.
 
A evolução da comunicação
A evolução da comunicaçãoA evolução da comunicação
A evolução da comunicação
 
Evolução da comunicação humana
Evolução da comunicação humana Evolução da comunicação humana
Evolução da comunicação humana
 
EvoluçãO Dos Meios De ComunicaçãO E Massa
EvoluçãO Dos Meios De ComunicaçãO E MassaEvoluçãO Dos Meios De ComunicaçãO E Massa
EvoluçãO Dos Meios De ComunicaçãO E Massa
 
A evolucao-da-comunicacao
A evolucao-da-comunicacaoA evolucao-da-comunicacao
A evolucao-da-comunicacao
 
Evolução das telecomunicações
Evolução das telecomunicaçõesEvolução das telecomunicações
Evolução das telecomunicações
 
A evolução dos meios de comunicação
A evolução dos meios de comunicaçãoA evolução dos meios de comunicação
A evolução dos meios de comunicação
 
Evolução da Comunicação Humana
Evolução da Comunicação HumanaEvolução da Comunicação Humana
Evolução da Comunicação Humana
 
Evolução Da Comunicação Humana
Evolução Da Comunicação HumanaEvolução Da Comunicação Humana
Evolução Da Comunicação Humana
 

Destaque

Surgimento dos Sindicatos na Revolução Industrial
Surgimento dos Sindicatos na Revolução IndustrialSurgimento dos Sindicatos na Revolução Industrial
Surgimento dos Sindicatos na Revolução Industrial
Jeferson Romão
 
Socialismo e Comunismo
Socialismo e ComunismoSocialismo e Comunismo
Socialismo e Comunismo
Leo Pipolo
 
Movimento operário do século XIX
Movimento operário do século XIXMovimento operário do século XIX
Movimento operário do século XIX
Edvaldo S. Júnior
 
Liberalismo, Nacionalismo, Socialismo
Liberalismo, Nacionalismo, SocialismoLiberalismo, Nacionalismo, Socialismo
Liberalismo, Nacionalismo, Socialismo
histicasa
 
Anarquismo,comunismo e socialismo
Anarquismo,comunismo e socialismo Anarquismo,comunismo e socialismo
Anarquismo,comunismo e socialismo
Michele Macedo
 
Movimentos do século xix
Movimentos do século xixMovimentos do século xix
Movimentos do século xix
Max22Rodrigues
 
Cartismo
CartismoCartismo
Ciência, tecnologia e educação para o século xxi
Ciência, tecnologia e educação para o século xxiCiência, tecnologia e educação para o século xxi
Ciência, tecnologia e educação para o século xxi
Marla Geller
 
Trabaho historia Movimento Operário -
Trabaho historia Movimento Operário - Trabaho historia Movimento Operário -
Trabaho historia Movimento Operário -
Simone Calil
 
A organização dos trabalhadores na inglaterra século xix
A organização dos trabalhadores na inglaterra século xixA organização dos trabalhadores na inglaterra século xix
A organização dos trabalhadores na inglaterra século xix
marcelo lima
 
Revoluções liberais e nacionalismo
Revoluções liberais e nacionalismoRevoluções liberais e nacionalismo
Revoluções liberais e nacionalismo
Elton Zanoni
 
Movimentos sociais e politicos da europa no século
Movimentos sociais e politicos da europa no séculoMovimentos sociais e politicos da europa no século
Movimentos sociais e politicos da europa no século
Vagner Roberto
 
Revoluções Liberais Séc XIX
Revoluções Liberais Séc XIXRevoluções Liberais Séc XIX
Revoluções Liberais Séc XIX
dmflores21
 
Novas Doutrinas Sociais - século XIX
Novas Doutrinas Sociais - século XIXNovas Doutrinas Sociais - século XIX
Novas Doutrinas Sociais - século XIX
Andre Luiz
 
Revolucao Industrial
Revolucao IndustrialRevolucao Industrial
Revolucao Industrial
LianaSuzuki
 
Ideias sociais e políticas do Século XIX
Ideias sociais  e políticas do Século XIXIdeias sociais  e políticas do Século XIX
Ideias sociais e políticas do Século XIX
lourenco_comcedilha
 
O mundo industrializado no século xix
O mundo industrializado no século xixO mundo industrializado no século xix
O mundo industrializado no século xix
maria40
 
Revoluções liberais e nacionalismo
Revoluções liberais e nacionalismoRevoluções liberais e nacionalismo
Revoluções liberais e nacionalismo
Elton Zanoni
 
As revoluções liberais européias no século XIX
As revoluções liberais européias no século XIXAs revoluções liberais européias no século XIX
As revoluções liberais européias no século XIX
Professor Marcelo
 
Os povos pré colombianos
Os povos pré colombianosOs povos pré colombianos
Os povos pré colombianos
Professor Marcelo
 

Destaque (20)

Surgimento dos Sindicatos na Revolução Industrial
Surgimento dos Sindicatos na Revolução IndustrialSurgimento dos Sindicatos na Revolução Industrial
Surgimento dos Sindicatos na Revolução Industrial
 
Socialismo e Comunismo
Socialismo e ComunismoSocialismo e Comunismo
Socialismo e Comunismo
 
Movimento operário do século XIX
Movimento operário do século XIXMovimento operário do século XIX
Movimento operário do século XIX
 
Liberalismo, Nacionalismo, Socialismo
Liberalismo, Nacionalismo, SocialismoLiberalismo, Nacionalismo, Socialismo
Liberalismo, Nacionalismo, Socialismo
 
Anarquismo,comunismo e socialismo
Anarquismo,comunismo e socialismo Anarquismo,comunismo e socialismo
Anarquismo,comunismo e socialismo
 
Movimentos do século xix
Movimentos do século xixMovimentos do século xix
Movimentos do século xix
 
Cartismo
CartismoCartismo
Cartismo
 
Ciência, tecnologia e educação para o século xxi
Ciência, tecnologia e educação para o século xxiCiência, tecnologia e educação para o século xxi
Ciência, tecnologia e educação para o século xxi
 
Trabaho historia Movimento Operário -
Trabaho historia Movimento Operário - Trabaho historia Movimento Operário -
Trabaho historia Movimento Operário -
 
A organização dos trabalhadores na inglaterra século xix
A organização dos trabalhadores na inglaterra século xixA organização dos trabalhadores na inglaterra século xix
A organização dos trabalhadores na inglaterra século xix
 
Revoluções liberais e nacionalismo
Revoluções liberais e nacionalismoRevoluções liberais e nacionalismo
Revoluções liberais e nacionalismo
 
Movimentos sociais e politicos da europa no século
Movimentos sociais e politicos da europa no séculoMovimentos sociais e politicos da europa no século
Movimentos sociais e politicos da europa no século
 
Revoluções Liberais Séc XIX
Revoluções Liberais Séc XIXRevoluções Liberais Séc XIX
Revoluções Liberais Séc XIX
 
Novas Doutrinas Sociais - século XIX
Novas Doutrinas Sociais - século XIXNovas Doutrinas Sociais - século XIX
Novas Doutrinas Sociais - século XIX
 
Revolucao Industrial
Revolucao IndustrialRevolucao Industrial
Revolucao Industrial
 
Ideias sociais e políticas do Século XIX
Ideias sociais  e políticas do Século XIXIdeias sociais  e políticas do Século XIX
Ideias sociais e políticas do Século XIX
 
O mundo industrializado no século xix
O mundo industrializado no século xixO mundo industrializado no século xix
O mundo industrializado no século xix
 
Revoluções liberais e nacionalismo
Revoluções liberais e nacionalismoRevoluções liberais e nacionalismo
Revoluções liberais e nacionalismo
 
As revoluções liberais européias no século XIX
As revoluções liberais européias no século XIXAs revoluções liberais européias no século XIX
As revoluções liberais européias no século XIX
 
Os povos pré colombianos
Os povos pré colombianosOs povos pré colombianos
Os povos pré colombianos
 

Semelhante a Sociedade, Tecnologia e Ciência

A era da informação - Tecnologia e transformação histórica
A era da informação - Tecnologia e transformação históricaA era da informação - Tecnologia e transformação histórica
A era da informação - Tecnologia e transformação histórica
Poliana Macedo de Sousa
 
Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10
Madalena Buscarioli
 
Novas tecnologias e educação a distância
Novas tecnologias e educação a distânciaNovas tecnologias e educação a distância
Novas tecnologias e educação a distância
Adriano Fernandes
 
Novas tecnologias e educação a distância
Novas tecnologias e educação a distânciaNovas tecnologias e educação a distância
Novas tecnologias e educação a distância
Adriano Fernandes
 
Macro
 Macro Macro
Os mass media
Os mass mediaOs mass media
Os mass media
Raquel Silva
 
Os mass media
Os mass mediaOs mass media
Os mass media
Raquel Silva
 
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdfCLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
Manuela Isidro
 
Gamil 10D
Gamil 10DGamil 10D
Gamil 10D
guestb20a74
 
Gamil
GamilGamil
Educacao distancia tecnologias_educacionais
Educacao distancia tecnologias_educacionaisEducacao distancia tecnologias_educacionais
Educacao distancia tecnologias_educacionais
Pos2010
 
De Gutenerg Ao Linux
De Gutenerg Ao LinuxDe Gutenerg Ao Linux
De Gutenerg Ao Linux
Mônica Menslin
 
Conceitos básicos
Conceitos básicosConceitos básicos
Conceitos básicos
Marlon Vinicius da Silva
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
Milena Silva
 
Apresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiáticaApresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiática
vitor valieri
 
Cenários e perspectivas da EaD no Brasil, por Wilsa Ramos (2013)
Cenários e perspectivas da EaD no Brasil, por Wilsa Ramos (2013)Cenários e perspectivas da EaD no Brasil, por Wilsa Ramos (2013)
Cenários e perspectivas da EaD no Brasil, por Wilsa Ramos (2013)
Wilsa Ramos
 
F:\unicsul\retorno de atividades\apresentações\texto 2 valdomiro
F:\unicsul\retorno de atividades\apresentações\texto 2 valdomiroF:\unicsul\retorno de atividades\apresentações\texto 2 valdomiro
F:\unicsul\retorno de atividades\apresentações\texto 2 valdomiro
Secretaria de educação do Estado de São Paulo
 
Meios de comunicação
Meios de comunicaçãoMeios de comunicação
Meios de comunicação
Odair Cavichioli
 
Mídias na educação
Mídias na educaçãoMídias na educação
Grupo as mendes
Grupo  as mendes Grupo  as mendes
Grupo as mendes
Helena Amaral
 

Semelhante a Sociedade, Tecnologia e Ciência (20)

A era da informação - Tecnologia e transformação histórica
A era da informação - Tecnologia e transformação históricaA era da informação - Tecnologia e transformação histórica
A era da informação - Tecnologia e transformação histórica
 
Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10
 
Novas tecnologias e educação a distância
Novas tecnologias e educação a distânciaNovas tecnologias e educação a distância
Novas tecnologias e educação a distância
 
Novas tecnologias e educação a distância
Novas tecnologias e educação a distânciaNovas tecnologias e educação a distância
Novas tecnologias e educação a distância
 
Macro
 Macro Macro
Macro
 
Os mass media
Os mass mediaOs mass media
Os mass media
 
Os mass media
Os mass mediaOs mass media
Os mass media
 
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdfCLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
CLC5.Caderno n.º 1.Meios de Comunicação.pdf
 
Gamil 10D
Gamil 10DGamil 10D
Gamil 10D
 
Gamil
GamilGamil
Gamil
 
Educacao distancia tecnologias_educacionais
Educacao distancia tecnologias_educacionaisEducacao distancia tecnologias_educacionais
Educacao distancia tecnologias_educacionais
 
De Gutenerg Ao Linux
De Gutenerg Ao LinuxDe Gutenerg Ao Linux
De Gutenerg Ao Linux
 
Conceitos básicos
Conceitos básicosConceitos básicos
Conceitos básicos
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
 
Apresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiáticaApresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiática
 
Cenários e perspectivas da EaD no Brasil, por Wilsa Ramos (2013)
Cenários e perspectivas da EaD no Brasil, por Wilsa Ramos (2013)Cenários e perspectivas da EaD no Brasil, por Wilsa Ramos (2013)
Cenários e perspectivas da EaD no Brasil, por Wilsa Ramos (2013)
 
F:\unicsul\retorno de atividades\apresentações\texto 2 valdomiro
F:\unicsul\retorno de atividades\apresentações\texto 2 valdomiroF:\unicsul\retorno de atividades\apresentações\texto 2 valdomiro
F:\unicsul\retorno de atividades\apresentações\texto 2 valdomiro
 
Meios de comunicação
Meios de comunicaçãoMeios de comunicação
Meios de comunicação
 
Mídias na educação
Mídias na educaçãoMídias na educação
Mídias na educação
 
Grupo as mendes
Grupo  as mendes Grupo  as mendes
Grupo as mendes
 

Mais de Fábio Simões

Erro Humano e o Stress
Erro Humano e o StressErro Humano e o Stress
Erro Humano e o Stress
Fábio Simões
 
Dinis Ramos Machado
Dinis Ramos MachadoDinis Ramos Machado
Dinis Ramos Machado
Fábio Simões
 
Doenças Neurológicas
Doenças NeurológicasDoenças Neurológicas
Doenças Neurológicas
Fábio Simões
 
Angina Peito e Enfarte Agudo do Miocárdio
Angina Peito e Enfarte Agudo do MiocárdioAngina Peito e Enfarte Agudo do Miocárdio
Angina Peito e Enfarte Agudo do Miocárdio
Fábio Simões
 
Abuso Sexual
Abuso SexualAbuso Sexual
Abuso Sexual
Fábio Simões
 
Equipa Multidisciplinar
Equipa MultidisciplinarEquipa Multidisciplinar
Equipa Multidisciplinar
Fábio Simões
 
Evolução da Saúde em Portugal
Evolução da Saúde em PortugalEvolução da Saúde em Portugal
Evolução da Saúde em Portugal
Fábio Simões
 
Hepatite
HepatiteHepatite
Hepatite
Fábio Simões
 
Exploração Sexual
Exploração SexualExploração Sexual
Exploração Sexual
Fábio Simões
 
Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados
Rede Nacional de Cuidados Continuados IntegradosRede Nacional de Cuidados Continuados Integrados
Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados
Fábio Simões
 
Higiene e Prevenção no Trabalho
Higiene e Prevenção no TrabalhoHigiene e Prevenção no Trabalho
Higiene e Prevenção no Trabalho
Fábio Simões
 
Lavandaria Hospitalar
Lavandaria HospitalarLavandaria Hospitalar
Lavandaria Hospitalar
Fábio Simões
 
Lei de Bases na Saúde
Lei de Bases na SaúdeLei de Bases na Saúde
Lei de Bases na Saúde
Fábio Simões
 
Smoking
SmokingSmoking
Trabalho Seguro e Saudável
Trabalho Seguro e SaudávelTrabalho Seguro e Saudável
Trabalho Seguro e Saudável
Fábio Simões
 
A Pele
A PeleA Pele
United Nations
United NationsUnited Nations
United Nations
Fábio Simões
 
Adoção Homossexual
Adoção HomossexualAdoção Homossexual
Adoção Homossexual
Fábio Simões
 
Som e Luz
Som e LuzSom e Luz
Som e Luz
Fábio Simões
 

Mais de Fábio Simões (19)

Erro Humano e o Stress
Erro Humano e o StressErro Humano e o Stress
Erro Humano e o Stress
 
Dinis Ramos Machado
Dinis Ramos MachadoDinis Ramos Machado
Dinis Ramos Machado
 
Doenças Neurológicas
Doenças NeurológicasDoenças Neurológicas
Doenças Neurológicas
 
Angina Peito e Enfarte Agudo do Miocárdio
Angina Peito e Enfarte Agudo do MiocárdioAngina Peito e Enfarte Agudo do Miocárdio
Angina Peito e Enfarte Agudo do Miocárdio
 
Abuso Sexual
Abuso SexualAbuso Sexual
Abuso Sexual
 
Equipa Multidisciplinar
Equipa MultidisciplinarEquipa Multidisciplinar
Equipa Multidisciplinar
 
Evolução da Saúde em Portugal
Evolução da Saúde em PortugalEvolução da Saúde em Portugal
Evolução da Saúde em Portugal
 
Hepatite
HepatiteHepatite
Hepatite
 
Exploração Sexual
Exploração SexualExploração Sexual
Exploração Sexual
 
Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados
Rede Nacional de Cuidados Continuados IntegradosRede Nacional de Cuidados Continuados Integrados
Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados
 
Higiene e Prevenção no Trabalho
Higiene e Prevenção no TrabalhoHigiene e Prevenção no Trabalho
Higiene e Prevenção no Trabalho
 
Lavandaria Hospitalar
Lavandaria HospitalarLavandaria Hospitalar
Lavandaria Hospitalar
 
Lei de Bases na Saúde
Lei de Bases na SaúdeLei de Bases na Saúde
Lei de Bases na Saúde
 
Smoking
SmokingSmoking
Smoking
 
Trabalho Seguro e Saudável
Trabalho Seguro e SaudávelTrabalho Seguro e Saudável
Trabalho Seguro e Saudável
 
A Pele
A PeleA Pele
A Pele
 
United Nations
United NationsUnited Nations
United Nations
 
Adoção Homossexual
Adoção HomossexualAdoção Homossexual
Adoção Homossexual
 
Som e Luz
Som e LuzSom e Luz
Som e Luz
 

Último

Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 

Último (20)

Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 

Sociedade, Tecnologia e Ciência

  • 1. Sociedade, Tecnologia e Ciência Os Meios de Comunicação de Massa
  • 2. O que são Meios de Comunicação em Massa? •Entende-se como comunicação de massa a disseminação de informações através de jornais, televisão, rádios, cinema e também pela Internet, os quais se reúnem em um sistema denominado média ou mídia.
  • 3. Principal característica da Comunicação em Massa •A comunicação de massa tem a característica de chegar a uma grande quantidade de recetores ao mesmo tempo, partindo de um único emissor.
  • 4. Evolução histórica dos meios de Comunicação •Arte Rupestre ( 40.000 anos A.C. ) –A arte rupestre é o nome dado a gravuras presentes em grutas e cavernas onde o homem expunha principalmente, as suas caçadas e conquistas. –Esta seria uma forma de manifestação simbólica mas também um modo de assegurar a sobrevivência das futuras gerações.
  • 5. Evolução histórica dos meios de Comunicação • O Papiro (2500 A.C.) –Após a invenção da escrita, os egípcios desenvolveram a técnica de produzir folhas de papiro a partir da planta de papiro. A folha de papiro era obtida utilizando a parte interna, branca e porosa do caule do papiro.
  • 6. Evolução histórica dos meios de Comunicação • O Correio (2400 A.C.) –O Correio é um meio de comunicação que começou – ainda no Antigo Egipto – por permitir aos Faraós o envio de cartas ou documentos por toda a extensão do seu Império. Essas cartas eram expedidas pelos seus mensageiros que realizavam diariamente dezenas de quilómetros, de modo a permitir a entrega ao destinatário sem muita demora.
  • 7. Evolução histórica dos meios de Comunicação • O Telégrafo – Telégrafo de Tochas (1300 A.C.) • O telégrafo de tochas tinha como principal objetivo o envio de mensagens codificadas por emissão de luz proveniente de tochas.
  • 8. Evolução histórica dos meios de Comunicação • O Telégrafo – O Telégrafo de Tambores (529 A.C.) • O telégrafo de tambores era utilizado principalmente para o envio de mensagens utilizando tambores. Estes tinham uma caixa-de-ressonância que permitia propagar o som a longas distâncias.
  • 9. Evolução histórica dos meios de Comunicação • O Telégrafo – O Telégrafo de Fumo (150 D.C.) • O telégrafo de fumo teve como objetivo primordial a transmissão de mensagens utilizando sinais de fumo. Essa informação depois de recebida pelo destinatário era interpretada e descodificada para posterior leitura e análise.
  • 10. Evolução histórica dos meios de Comunicação • O Jornal (Séc. XVII) –Um jornal é uma publicação que contém notícias e artigos, normalmente impressa em papel de custo relativamente baixo. –Embora no ano 713 tenha sido publicado um manuscrito em Pequim que dava os primeiros passos numa indústria de tanto sucesso nos anos vindouros, o termo só se tornou comum no séc. XVII.
  • 11. Evolução histórica dos meios de Comunicação • Telégrafo Elétrico (Séc. XIX) – O telégrafo elétrico foi inventado por Samuel Morse, célebre inventor e pintor do séc. XIX pelo trabalho no campo das telecomunicações. – Samuel Morse, inventor do código Morse, criou este código de modo a permitir o envio de mensagens codificadas a longas distâncias utilizando apenas som.
  • 12. Evolução histórica dos meios de Comunicação • O Rádio (Séc. XIX) – A criação do rádio foi atribuída a Nikola Tesla que, no final do séc. XIX, desenvolveu a tecnologia que possibilita a transmissão de ondas de rádio. – Estas ondas são refratadas na camada mais baixa da atmosfera, a troposfera, a mais indicada para a transmissão de ondas eletromagnéticas.
  • 13. Evolução histórica dos meios de Comunicação • O Telefone (Séc. XIX) – Apesar de existir alguma controvérsia em torno da questão de quem inventou o primeiro telefone, Antonio Meucci foi segundo o congresso dos EUA, o "verdadeiro" inventor do telefone. – Esta polémica deve-se ao facto de Meucci ter vendido, em 1870, a patente da sua criação a Alexander Graham Bell, considerado por muitos o verdadeiro inventor.
  • 14. Evolução histórica dos meios de Comunicação • A Televisão (Séc. XX) – A televisão é um sistema de receção de imagens e som desenhado para transmitir informação a qualquer ponto do globo sem perda de informação e qualidade. – Este dispositivo funciona a partir da conversão de som e luz em ondas eletromagnéticas que, posteriormente, serão transmitidas para outro recetor.
  • 15. Evolução histórica dos meios de Comunicação • A Internet (Séc. XX) – A Internet é definida como uma rede que reúne todos os dispositivos ligados a esta. Este mecanismo permite que estes aparelhos comuniquem e partilhem informação entre eles. – A Internet é o meio de comunicação mais utilizado e mais conhecido atualmente. Isto deve-se ao facto de, através de qualquer computador ou dispositivo móvel ser possível acedera "todo o Mundo". – A Internet começou por ser, no seu nascimento, uma rede virtual que interligava dezenas de computadores. Nasceu com o principal objetivo de tornar o trabalho nas empresas mais facilitado pela capacidade de comunicação entre os seus funcionários.
  • 16. Meios de Comunicação em Massa •Jornais •Revistas •Rádio •Televisão •Internet •Cinema •Livros •Teatro •Entre outros tipos de arte.
  • 17. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •Nos tempos atuais, os média fazem já parte da cultura, elaborando e criando as identidades do novo ser humano. •Os média possuem características que influenciam os processos de maturação do individuo, ela tem desenvolvido papéis fundamentais na sociedade contemporânea, tanto na transmissão da informação, como também na construção social da realidade, de forma bem convincente.
  • 18. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •Hoje os meios de comunicação, atingem praticamente todos os segmentos sociais •Esses meios têm a função de transmitir conhecimento, informação, entretenimento, opinião, publicidade e propaganda.
  • 19. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? • Atuam também na formação da opinião pública e no desenvolvimento pessoal do ser humano. •Nos dias de hoje a vida da criança está muito distante daquela em que se podia aprender o necessário sem sair de casa.
  • 20. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •Atualmente ela necessita de toda a informação a que tenha acesso, tanto de maneira informal quanto formal. •Porém, apesar de todo esse progresso, todas as crianças, desde as que usufruem todas as facilidades até aquelas que vivem em condições sub-humanas, ainda têm várias formas de aproveitar a infância.
  • 21. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •A cultura de massa é um desafio social. Cada vez mais, os meios de comunicação possibilitam uma maior participação cultural. Até à bem pouco tempo, as elites eram círculos impenetráveis •Hoje, não existe mais uma civilização de privilegiados mas sim uma civilização de massas, que tende a transformar-se em uma cultura popular. Essa universalização torna-se possível a partir do momento em que a cultura popular nivela todos os gostos culturais, ou seja, todas as camadas sociais passam a receber os mesmos produtos culturais.
  • 22. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •Os programas de TV, o cinema e a imprensa chegam até às pessoas sem nenhuma distinção de classe social ou nível cultural. •Por outro lado, o fato de ter uma cultura mais acessível provoca nas camadas populares um grande apetite por informações, despertando nelas o desejo de não serem taxadas como uma classe inferior às demais.
  • 23. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •Com as novas tecnologias desenvolvidas nos últimos anos (o computador, a televisão e a internet, por exemplo) surgiram novas formas de comunicação fundamentais para a aprendizagem e a inserção do indivíduo na sociedade de maneira mais crítica, participativa e atuante. •A utilização desses meios como uma alternativa educacional torna-se mais viável à aprendizagem das crianças desta nova era, que já crescem adaptando-se naturalmente a estes novos instrumentos.
  • 24. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •Os meios de comunicação criaram um mundo que ultrapassa os muros da escola, ou melhor, muitas vezes acabam por deslocar totalmente o estudante do ambiente escolar. Não existem mais limites geográficos. •Com o uso do telefone, por exemplo, podemos comunicar onde quisermos e quando quisermos. •O estudante de hoje, não é aquela criança ou aquele adolescente tímido cuja visão corresponde aos horizontes do seu bairro, mas sim, a de um cidadão do mundo com um habitat cultural diferente.
  • 25. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •Mesmo não podendo escapar de todas essas influências, é preciso gerar novos procedimentos e metodologias para integrar os meios de comunicação à educação atual. •Nas proximidades do terceiro milénio os estudantes não poderão chegar a uma mínima culturalização sem terem, pelo menos, um conhecimento básico sobre as linguagens dos meios de comunicação.
  • 26. Podem os novos Meios de Comunicação influenciar a formação? •O homem do século XX é diferente dos homens de outras épocas mesmo quando, essencialmente, continua sendo o mesmo. •Este novo “habitat” proporciona ao homem uma rede extraordinariamente densa de estímulos, condicionamentos e provocações sensoriais. •O homem muda porque tudo muda em seu redor. •Criou-se e continuamos a criar um meio (habitat) muito distinto. •A civilização moderna, com seus meios técnicos de transporte (comboios, automóveis, aviões), meios de comunicação (imprensa, rádio, cinema, TV), enfim, com os seus meios mecânicos e até eletrónicos de interelação, estão a oferecer ao homem novas formas de perceber, de intuir, sentir e pensar.
  • 27. Trabalho realizado por: Fábio Simões Técnico Auxiliar de Saúde Aprendizagem