SlideShare uma empresa Scribd logo
A imagem bíblica sob a
             ótica dos novos tempos
 A          maldo Jabur, em sua cr6-
            nica diária, ouvida pela
            CBN, ao referir-se a
            Steve Jobs concluiu que
                                          correr dos tempos.
                                              Ha os conhecimentos que são
                                          necessários e ú teis para atender a
                                          nossa subsistência e existem os que
                                                                                    ensina a conduzir o pensamento
                                                                                    por caminhos seguros, rumo a feli-
                                                                                    zes culminações.
                                                                                        Portanto, essa imagem biblica,
  "ele mordeu a maça que caiu na          atendem as nossas necessidades de         hoje, na visão dos novos tempos,
  cabeça de Isaac Newton e nos            ordem espiritual, os transcenden-         não significou um pecado, mas a
  expulsou do insuportável paraíso da     tes.                                      libertação das amarras que pren-
  ignorância."                                A luz dos conhecimentos trans-        diam o homem nas correntes da
      Essa audição me fez lembrar a       cendentes permite afastar a penum-        ignorância.
  cena bíblica de expulsão de Adão        bra e ilumina o caminho da realiza-           Ao comer do fruto da árvore do
  do Paraíso, em que Jeová Deus           ção consciente.                           conhecimento, ele se viu em condi-
  disse ao homem que da á rvore do             Por meio do conhecimento se          ções de conduzir a sua própria vida,
  conhecimento do bern e do mal não       pode alcançar a felicidade.               lutando, denodadamente, para
  poderia comer, porque, no dia em             0 conhecimento é 0 que per-          superar as suas limitações e as suas
  que dela comesse, morreria. Em          mite abarcar uma vida mais ampla,         debilidades.
  seguida, surge o episódio da ser-       mais rica em perspectivas do que              0 pensador Gonzalez Pecotche,
  pente seduzindo a mulher para que       aquela que não foi animada por            referindo-se a essa imagem, asse-
  coma da fruta dessa árvore e, final-    conhecimento algum. Além de ser          vera que "o que se havia operado
  mente, a expulsão de Adão do para-      exigido por uma necessidade da           com sua separação do paraíso obe-
  íso por haver desobedecido.             própria existência humana, o             decia, naturalmente, a razões supe-
      Ora, comer dessa á rvore cha-       conhecimento é buscado pela pes-         riores de evolução. Era mister que
  mada da ".Sabedoria" significa que      soa para, por meio dele, alcançar os     conhecesse as necessidades da
  o homem (a raça adâmica, a raça         mais elevados cumes, de onde             vida, e, por sua vez, por meio do
  humana) tomou posse do conheci-         possa contemplar, com maior niti-        conhecimento deveria apossar-se
  mento e despertou nele a consciên-      dez, os infinitos matizes que a Cria-    dessa parte da Criação sobre a qual
  cia de sua responsabilidade, pois,      ção lhe apresenta. Por outro lado,       fora posto. Mediante esse pensa-
  ao ser expulso do Éden, ele come-       busca-se 0 conhecimento, porque e        mento que animava a Natureza,
  çou a usar a sua inteligência e a       o grande agente construtivo que          conheceria também a sua origem
  conhecer as coisas que o rodea-         cria as possibilidades que ampliam       no mundo, forjando, com sua inte-
  vam.                                    as prerrogativas da existência.          ligência e com seu trabalho, o por-
     0 conhecimento, portanto, é               Por outro lado, o conhecimento      vir dos descendentes para maior
  uma força libertadora e convida a      transcendente faz o homem pensar          gloria de seu Deus".
 quem o possui exercer a criativi-       em coisas que jamais lhe haveriam              A releitura de imagens, a exem-
 dade e a bastar-se a si mesmo em        ocorrido. Como conhecimento, edi-         plo da aqui citada e que nos foram
 todos os sentidos.                      fica e impulsiona, a urn só tempo,        inculcadas desde séculos, permite-
     Esse paraíso da ignorância tem      os afãs de capacitação; como ensi-        nos despertar para outra realidade e
 de ser deixado pelo que anseia o        namento, desperta o entusiasmo e,         compreender o que ocorre em nos-
 saber, porque o conhecimento se         enquanto orienta o entendimento,          sos dias e possibilita o avanço e o
 constitui numa energia que rompe        promove sugestões que a mente             amadurecimento em nossa cami-
 com as limitações e descortina o        capta e a inteligência traduz em ini-     nhada evolutiva.
 infinito.                               ciativas. Eis, portanto, a grande vir-        Rever os conceitos significa
     Sem o conhecimento não se é         tude que o conhecimento transcen-         dinamizá-los e permitir que reve-
nada e com ele se pode ser tudo.         dente possui.                            jam a nossa conduta.
     0 que hoje desfrutamos, em                0 conhecimento transcenden-        Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas é
todas as ordens da vida, aconteceu       te, que se fundamenta na realidade       advogado, assessor jurídico da ACMINAS-
                                                                                  Associação Comercial e Empresarial de Minas.
graças ao domínio do conheci-            da vida humana e de tudo quanto          Articulista, conferencista e radialista. Colunista da
mento conquistado pelo homem no          existe, desperta a iniciativa e          Revista Advogados Mercado & Neg6cios.

36      www.advogadosmn.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentaisEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
Jose Luiz Maio
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundasEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Jose Luiz Maio
 
Esquecimento kssf
Esquecimento   kssfEsquecimento   kssf
Esquecimento kssf
Clea Alves
 
Mediunidade Missao de amor e o evangellho do Cristo
Mediunidade Missao de amor e o  evangellho do Cristo Mediunidade Missao de amor e o  evangellho do Cristo
Mediunidade Missao de amor e o evangellho do Cristo
Claudio Macedo
 
Livro dos Espiritos Q363 e 364
Livro dos Espiritos Q363 e 364 Livro dos Espiritos Q363 e 364
Livro dos Espiritos Q363 e 364
Patricia Farias
 
Autodescobrimento / Uma busca interior
Autodescobrimento / Uma busca interiorAutodescobrimento / Uma busca interior
Autodescobrimento / Uma busca interior
Patricia Farias
 
Encontro de evangelizadores das casas espíritas de sertãozinho
Encontro de evangelizadores das casas espíritas de sertãozinhoEncontro de evangelizadores das casas espíritas de sertãozinho
Encontro de evangelizadores das casas espíritas de sertãozinho
Cemei - Centro Educar Meimei
 
D 10 Conheça a Si Mesmo 22-10
D 10 Conheça a Si Mesmo 22-10D 10 Conheça a Si Mesmo 22-10
D 10 Conheça a Si Mesmo 22-10
JPS Junior
 
Livro dos Espiritos Questao 365 ESE Cap28 24
Livro dos Espiritos Questao 365 ESE Cap28 24Livro dos Espiritos Questao 365 ESE Cap28 24
Livro dos Espiritos Questao 365 ESE Cap28 24
Patricia Farias
 
Mediunidade com Jesus
Mediunidade com JesusMediunidade com Jesus
Mediunidade com Jesus
igmateus
 
Nos dominios da Mediunidade Cap13
Nos dominios da Mediunidade   Cap13Nos dominios da Mediunidade   Cap13
Nos dominios da Mediunidade Cap13
Patricia Farias
 
Cidade no alem
Cidade no alemCidade no alem
Cidade no alem
Fatinha Felicetti
 
Toques de preto velho
Toques de preto velhoToques de preto velho
Toques de preto velho
aelaaruanda
 
Estudo do livro Roteiro - Introdução
Estudo do livro Roteiro - IntroduçãoEstudo do livro Roteiro - Introdução
Estudo do livro Roteiro - Introdução
Candice Gunther
 
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vidaRoteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Candice Gunther
 
Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Livro dos espiritos 769 ESE cap10Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Patricia Farias
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
Henrique Vieira
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da TerraSérie Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Ricardo Azevedo
 
LE Q.649 a 652 e ESE Cap.5 item30
LE Q.649 a 652 e ESE Cap.5 item30LE Q.649 a 652 e ESE Cap.5 item30
LE Q.649 a 652 e ESE Cap.5 item30
Patricia Farias
 
Influência do médium na comunicação
Influência do médium na comunicaçãoInfluência do médium na comunicação
Influência do médium na comunicação
Graça Maciel
 

Mais procurados (20)

Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentaisEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundasEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
 
Esquecimento kssf
Esquecimento   kssfEsquecimento   kssf
Esquecimento kssf
 
Mediunidade Missao de amor e o evangellho do Cristo
Mediunidade Missao de amor e o  evangellho do Cristo Mediunidade Missao de amor e o  evangellho do Cristo
Mediunidade Missao de amor e o evangellho do Cristo
 
Livro dos Espiritos Q363 e 364
Livro dos Espiritos Q363 e 364 Livro dos Espiritos Q363 e 364
Livro dos Espiritos Q363 e 364
 
Autodescobrimento / Uma busca interior
Autodescobrimento / Uma busca interiorAutodescobrimento / Uma busca interior
Autodescobrimento / Uma busca interior
 
Encontro de evangelizadores das casas espíritas de sertãozinho
Encontro de evangelizadores das casas espíritas de sertãozinhoEncontro de evangelizadores das casas espíritas de sertãozinho
Encontro de evangelizadores das casas espíritas de sertãozinho
 
D 10 Conheça a Si Mesmo 22-10
D 10 Conheça a Si Mesmo 22-10D 10 Conheça a Si Mesmo 22-10
D 10 Conheça a Si Mesmo 22-10
 
Livro dos Espiritos Questao 365 ESE Cap28 24
Livro dos Espiritos Questao 365 ESE Cap28 24Livro dos Espiritos Questao 365 ESE Cap28 24
Livro dos Espiritos Questao 365 ESE Cap28 24
 
Mediunidade com Jesus
Mediunidade com JesusMediunidade com Jesus
Mediunidade com Jesus
 
Nos dominios da Mediunidade Cap13
Nos dominios da Mediunidade   Cap13Nos dominios da Mediunidade   Cap13
Nos dominios da Mediunidade Cap13
 
Cidade no alem
Cidade no alemCidade no alem
Cidade no alem
 
Toques de preto velho
Toques de preto velhoToques de preto velho
Toques de preto velho
 
Estudo do livro Roteiro - Introdução
Estudo do livro Roteiro - IntroduçãoEstudo do livro Roteiro - Introdução
Estudo do livro Roteiro - Introdução
 
Roteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vidaRoteiro 01 -O homem ante a vida
Roteiro 01 -O homem ante a vida
 
Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Livro dos espiritos 769 ESE cap10Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Livro dos espiritos 769 ESE cap10
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da TerraSérie Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
Série Evangelho no Lar - Cap. 40 - Diante da Terra
 
LE Q.649 a 652 e ESE Cap.5 item30
LE Q.649 a 652 e ESE Cap.5 item30LE Q.649 a 652 e ESE Cap.5 item30
LE Q.649 a 652 e ESE Cap.5 item30
 
Influência do médium na comunicação
Influência do médium na comunicaçãoInfluência do médium na comunicação
Influência do médium na comunicação
 

Semelhante a Rev adv40imagembiblica.300312

Evangeliza - A Busca
Evangeliza - A BuscaEvangeliza - A Busca
Evangeliza - A Busca
Antonino Silva
 
Palestra o encontro com a essência
Palestra o encontro com a essênciaPalestra o encontro com a essência
Palestra o encontro com a essência
Ticiana Correia
 
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
cak_sacramento
 
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombrasLegiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
guestae3c203
 
Legião -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
Legião  -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombrasLegião  -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
Legião -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
havatar
 
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Patricia Farias
 
curso-de-meditacao-transcendental
 curso-de-meditacao-transcendental curso-de-meditacao-transcendental
curso-de-meditacao-transcendental
Re David
 
Os puros de__coracao
Os puros de__coracaoOs puros de__coracao
Os puros de__coracao
Henrique Vieira
 
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
AnaLciaOliveira25
 
Desenvolvimento da autoconsciência 4
Desenvolvimento da autoconsciência 4Desenvolvimento da autoconsciência 4
Desenvolvimento da autoconsciência 4
Fatoze
 
Estudo do livro Roteiro lição 30
Estudo do livro Roteiro lição 30Estudo do livro Roteiro lição 30
Estudo do livro Roteiro lição 30
Candice Gunther
 
Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40
Candice Gunther
 
TRANSUBSTANCIAÇÃO - SUBSTÂNCIA TRANSCENDENTE
TRANSUBSTANCIAÇÃO - SUBSTÂNCIA TRANSCENDENTETRANSUBSTANCIAÇÃO - SUBSTÂNCIA TRANSCENDENTE
TRANSUBSTANCIAÇÃO - SUBSTÂNCIA TRANSCENDENTE
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdfLivro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Paulo Russel
 
TRANSUBSTANCIAÇÃO
TRANSUBSTANCIAÇÃOTRANSUBSTANCIAÇÃO
Nova geraçao
Nova geraçaoNova geraçao
Nova geraçao
dijfergs
 
Prefacio ao Livro Gestão da Inovação por Jaime Troiano: Inovação olhando pa...
Prefacio ao Livro Gestão da Inovação por Jaime Troiano: Inovação olhando pa...Prefacio ao Livro Gestão da Inovação por Jaime Troiano: Inovação olhando pa...
Prefacio ao Livro Gestão da Inovação por Jaime Troiano: Inovação olhando pa...
Luis Rasquilha
 
"LONGEVIDADE E TEMPO LIVRE: NOVAS PROPOSTAS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DE VALOR...
"LONGEVIDADE E TEMPO LIVRE: NOVAS PROPOSTAS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DE VALOR..."LONGEVIDADE E TEMPO LIVRE: NOVAS PROPOSTAS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DE VALOR...
"LONGEVIDADE E TEMPO LIVRE: NOVAS PROPOSTAS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DE VALOR...
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
Estudando a mediunidade
Estudando a mediunidadeEstudando a mediunidade
Estudando a mediunidade
havatar
 
Estudando a mediunidade (martins peralva)
Estudando a mediunidade (martins peralva)Estudando a mediunidade (martins peralva)
Estudando a mediunidade (martins peralva)
Helio Cruz
 

Semelhante a Rev adv40imagembiblica.300312 (20)

Evangeliza - A Busca
Evangeliza - A BuscaEvangeliza - A Busca
Evangeliza - A Busca
 
Palestra o encontro com a essência
Palestra o encontro com a essênciaPalestra o encontro com a essência
Palestra o encontro com a essência
 
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
Seminário - 52º Encontro de Evangelhização de Espíritos (Julho 2015) - Sac...
 
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombrasLegiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
 
Legião -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
Legião  -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombrasLegião  -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
Legião -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
 
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
 
curso-de-meditacao-transcendental
 curso-de-meditacao-transcendental curso-de-meditacao-transcendental
curso-de-meditacao-transcendental
 
Os puros de__coracao
Os puros de__coracaoOs puros de__coracao
Os puros de__coracao
 
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
2_Influência_do_espiritismo_no_progresso_da_humanidade_[-].ppt
 
Desenvolvimento da autoconsciência 4
Desenvolvimento da autoconsciência 4Desenvolvimento da autoconsciência 4
Desenvolvimento da autoconsciência 4
 
Estudo do livro Roteiro lição 30
Estudo do livro Roteiro lição 30Estudo do livro Roteiro lição 30
Estudo do livro Roteiro lição 30
 
Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40
 
TRANSUBSTANCIAÇÃO - SUBSTÂNCIA TRANSCENDENTE
TRANSUBSTANCIAÇÃO - SUBSTÂNCIA TRANSCENDENTETRANSUBSTANCIAÇÃO - SUBSTÂNCIA TRANSCENDENTE
TRANSUBSTANCIAÇÃO - SUBSTÂNCIA TRANSCENDENTE
 
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdfLivro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
Livro com título de Legião - Anegelo Inácio.pdf
 
TRANSUBSTANCIAÇÃO
TRANSUBSTANCIAÇÃOTRANSUBSTANCIAÇÃO
TRANSUBSTANCIAÇÃO
 
Nova geraçao
Nova geraçaoNova geraçao
Nova geraçao
 
Prefacio ao Livro Gestão da Inovação por Jaime Troiano: Inovação olhando pa...
Prefacio ao Livro Gestão da Inovação por Jaime Troiano: Inovação olhando pa...Prefacio ao Livro Gestão da Inovação por Jaime Troiano: Inovação olhando pa...
Prefacio ao Livro Gestão da Inovação por Jaime Troiano: Inovação olhando pa...
 
"LONGEVIDADE E TEMPO LIVRE: NOVAS PROPOSTAS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DE VALOR...
"LONGEVIDADE E TEMPO LIVRE: NOVAS PROPOSTAS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DE VALOR..."LONGEVIDADE E TEMPO LIVRE: NOVAS PROPOSTAS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DE VALOR...
"LONGEVIDADE E TEMPO LIVRE: NOVAS PROPOSTAS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DE VALOR...
 
Estudando a mediunidade
Estudando a mediunidadeEstudando a mediunidade
Estudando a mediunidade
 
Estudando a mediunidade (martins peralva)
Estudando a mediunidade (martins peralva)Estudando a mediunidade (martins peralva)
Estudando a mediunidade (martins peralva)
 

Mais de MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS

FACHADAS DOS CASARÕES DE MINAS
FACHADAS DOS CASARÕES DE MINASFACHADAS DOS CASARÕES DE MINAS
FACHADAS DOS CASARÕES DE MINAS
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
Capa do livro TRIBUTOS
Capa do livro TRIBUTOSCapa do livro TRIBUTOS
O MUNDO PAROU!!
O MUNDO PAROU!!O MUNDO PAROU!!
TEMPO, ESSÊNCIA DA VIDA
TEMPO, ESSÊNCIA DA VIDATEMPO, ESSÊNCIA DA VIDA
TEMPO, ESSÊNCIA DA VIDA
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
PORQUE CONFIO NO FUTURO PÓS PANDEMIA
PORQUE CONFIO NO FUTURO PÓS PANDEMIAPORQUE CONFIO NO FUTURO PÓS PANDEMIA
PORQUE CONFIO NO FUTURO PÓS PANDEMIA
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICAPRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
PICO DO ITACOLOMI E OUTRAS COISAS DE MINAS
PICO DO ITACOLOMI E OUTRAS COISAS DE MINASPICO DO ITACOLOMI E OUTRAS COISAS DE MINAS
PICO DO ITACOLOMI E OUTRAS COISAS DE MINAS
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
ÍCONES DE BELO HORIZONTE
ÍCONES DE BELO HORIZONTEÍCONES DE BELO HORIZONTE
ÍCONES DE BELO HORIZONTE
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
FERAS MENTAIS
FERAS MENTAISFERAS MENTAIS
Guarapari
GuarapariGuarapari
CONHECER A VERDADE
CONHECER A VERDADECONHECER A VERDADE
ALGUNS NOVOS CONCEITOS
ALGUNS NOVOS CONCEITOSALGUNS NOVOS CONCEITOS
Meu netinho
Meu netinhoMeu netinho
Cronica instantes
Cronica instantesCronica instantes
CONCEITO DE LIBERDADE
CONCEITO DE LIBERDADECONCEITO DE LIBERDADE
CONTOS CURTOS, DES - CONTOS
CONTOS CURTOS, DES - CONTOSCONTOS CURTOS, DES - CONTOS
CONTOS CURTOS, DES - CONTOS
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS
 
ARRAIAL DOS PAPUDOS
ARRAIAL DOS PAPUDOSARRAIAL DOS PAPUDOS
O PENSAMENTO DE DEUS
O PENSAMENTO DE DEUSO PENSAMENTO DE DEUS
O PENSAMENTO DE DEUS
O PENSAMENTO DE DEUSO PENSAMENTO DE DEUS

Mais de MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS (20)

FACHADAS DOS CASARÕES DE MINAS
FACHADAS DOS CASARÕES DE MINASFACHADAS DOS CASARÕES DE MINAS
FACHADAS DOS CASARÕES DE MINAS
 
Capa do livro TRIBUTOS
Capa do livro TRIBUTOSCapa do livro TRIBUTOS
Capa do livro TRIBUTOS
 
O MUNDO PAROU!!
O MUNDO PAROU!!O MUNDO PAROU!!
O MUNDO PAROU!!
 
TEMPO, ESSÊNCIA DA VIDA
TEMPO, ESSÊNCIA DA VIDATEMPO, ESSÊNCIA DA VIDA
TEMPO, ESSÊNCIA DA VIDA
 
PORQUE CONFIO NO FUTURO PÓS PANDEMIA
PORQUE CONFIO NO FUTURO PÓS PANDEMIAPORQUE CONFIO NO FUTURO PÓS PANDEMIA
PORQUE CONFIO NO FUTURO PÓS PANDEMIA
 
PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICAPRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
 
PICO DO ITACOLOMI E OUTRAS COISAS DE MINAS
PICO DO ITACOLOMI E OUTRAS COISAS DE MINASPICO DO ITACOLOMI E OUTRAS COISAS DE MINAS
PICO DO ITACOLOMI E OUTRAS COISAS DE MINAS
 
ÍCONES DE BELO HORIZONTE
ÍCONES DE BELO HORIZONTEÍCONES DE BELO HORIZONTE
ÍCONES DE BELO HORIZONTE
 
FERAS MENTAIS
FERAS MENTAISFERAS MENTAIS
FERAS MENTAIS
 
Guarapari
GuarapariGuarapari
Guarapari
 
CONHECER A VERDADE
CONHECER A VERDADECONHECER A VERDADE
CONHECER A VERDADE
 
ALGUNS NOVOS CONCEITOS
ALGUNS NOVOS CONCEITOSALGUNS NOVOS CONCEITOS
ALGUNS NOVOS CONCEITOS
 
Meu netinho
Meu netinhoMeu netinho
Meu netinho
 
Cronica instantes
Cronica instantesCronica instantes
Cronica instantes
 
CONCEITO DE LIBERDADE
CONCEITO DE LIBERDADECONCEITO DE LIBERDADE
CONCEITO DE LIBERDADE
 
CONTOS CURTOS, DES - CONTOS
CONTOS CURTOS, DES - CONTOSCONTOS CURTOS, DES - CONTOS
CONTOS CURTOS, DES - CONTOS
 
ARRAIAL DOS PAPUDOS
ARRAIAL DOS PAPUDOSARRAIAL DOS PAPUDOS
ARRAIAL DOS PAPUDOS
 
O PENSAMENTO DE DEUS
O PENSAMENTO DE DEUSO PENSAMENTO DE DEUS
O PENSAMENTO DE DEUS
 
O PENSAMENTO DE DEUS
O PENSAMENTO DE DEUSO PENSAMENTO DE DEUS
O PENSAMENTO DE DEUS
 
BERNARDO
BERNARDOBERNARDO
BERNARDO
 

Rev adv40imagembiblica.300312

  • 1. A imagem bíblica sob a ótica dos novos tempos A maldo Jabur, em sua cr6- nica diária, ouvida pela CBN, ao referir-se a Steve Jobs concluiu que correr dos tempos. Ha os conhecimentos que são necessários e ú teis para atender a nossa subsistência e existem os que ensina a conduzir o pensamento por caminhos seguros, rumo a feli- zes culminações. Portanto, essa imagem biblica, "ele mordeu a maça que caiu na atendem as nossas necessidades de hoje, na visão dos novos tempos, cabeça de Isaac Newton e nos ordem espiritual, os transcenden- não significou um pecado, mas a expulsou do insuportável paraíso da tes. libertação das amarras que pren- ignorância." A luz dos conhecimentos trans- diam o homem nas correntes da Essa audição me fez lembrar a cendentes permite afastar a penum- ignorância. cena bíblica de expulsão de Adão bra e ilumina o caminho da realiza- Ao comer do fruto da árvore do do Paraíso, em que Jeová Deus ção consciente. conhecimento, ele se viu em condi- disse ao homem que da á rvore do Por meio do conhecimento se ções de conduzir a sua própria vida, conhecimento do bern e do mal não pode alcançar a felicidade. lutando, denodadamente, para poderia comer, porque, no dia em 0 conhecimento é 0 que per- superar as suas limitações e as suas que dela comesse, morreria. Em mite abarcar uma vida mais ampla, debilidades. seguida, surge o episódio da ser- mais rica em perspectivas do que 0 pensador Gonzalez Pecotche, pente seduzindo a mulher para que aquela que não foi animada por referindo-se a essa imagem, asse- coma da fruta dessa árvore e, final- conhecimento algum. Além de ser vera que "o que se havia operado mente, a expulsão de Adão do para- exigido por uma necessidade da com sua separação do paraíso obe- íso por haver desobedecido. própria existência humana, o decia, naturalmente, a razões supe- Ora, comer dessa á rvore cha- conhecimento é buscado pela pes- riores de evolução. Era mister que mada da ".Sabedoria" significa que soa para, por meio dele, alcançar os conhecesse as necessidades da o homem (a raça adâmica, a raça mais elevados cumes, de onde vida, e, por sua vez, por meio do humana) tomou posse do conheci- possa contemplar, com maior niti- conhecimento deveria apossar-se mento e despertou nele a consciên- dez, os infinitos matizes que a Cria- dessa parte da Criação sobre a qual cia de sua responsabilidade, pois, ção lhe apresenta. Por outro lado, fora posto. Mediante esse pensa- ao ser expulso do Éden, ele come- busca-se 0 conhecimento, porque e mento que animava a Natureza, çou a usar a sua inteligência e a o grande agente construtivo que conheceria também a sua origem conhecer as coisas que o rodea- cria as possibilidades que ampliam no mundo, forjando, com sua inte- vam. as prerrogativas da existência. ligência e com seu trabalho, o por- 0 conhecimento, portanto, é Por outro lado, o conhecimento vir dos descendentes para maior uma força libertadora e convida a transcendente faz o homem pensar gloria de seu Deus". quem o possui exercer a criativi- em coisas que jamais lhe haveriam A releitura de imagens, a exem- dade e a bastar-se a si mesmo em ocorrido. Como conhecimento, edi- plo da aqui citada e que nos foram todos os sentidos. fica e impulsiona, a urn só tempo, inculcadas desde séculos, permite- Esse paraíso da ignorância tem os afãs de capacitação; como ensi- nos despertar para outra realidade e de ser deixado pelo que anseia o namento, desperta o entusiasmo e, compreender o que ocorre em nos- saber, porque o conhecimento se enquanto orienta o entendimento, sos dias e possibilita o avanço e o constitui numa energia que rompe promove sugestões que a mente amadurecimento em nossa cami- com as limitações e descortina o capta e a inteligência traduz em ini- nhada evolutiva. infinito. ciativas. Eis, portanto, a grande vir- Rever os conceitos significa Sem o conhecimento não se é tude que o conhecimento transcen- dinamizá-los e permitir que reve- nada e com ele se pode ser tudo. dente possui. jam a nossa conduta. 0 que hoje desfrutamos, em 0 conhecimento transcenden- Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas é todas as ordens da vida, aconteceu te, que se fundamenta na realidade advogado, assessor jurídico da ACMINAS- Associação Comercial e Empresarial de Minas. graças ao domínio do conheci- da vida humana e de tudo quanto Articulista, conferencista e radialista. Colunista da mento conquistado pelo homem no existe, desperta a iniciativa e Revista Advogados Mercado & Neg6cios. 36 www.advogadosmn.com.br