SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETO DE PEQUENOS GRUPOS
Entendendo Melhor
O que os Pequenos Grupos não são...
 Não é uma “festinha”
 Não é uma “panelinha”
 Não é uma “segunda” igreja
 Não é uma competição de desempenho entre equipes
O que são os Pequenos Grupos...
 Uma extensão da Igreja para o estudo da Palavra de Deus
 Uma oportunidade de comunhão para os irmãos
 Um local para o desenvolvimento e aprimoramento de dons
 Um local para alcançar vidas
A Dinâmica do Pequeno Grupo
Adorar
Compartilhar
AprenderEnsinar
Orar
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Expectativa dos Pequenos Grupos
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Base do Trabalho do Pequeno Grupo
Pequenos Grupos - IBS
Equipe
Pastor
Ministério de
Missões, Ação Social
e Evangelismo
Líder de Pequeno
Grupo
Ministério de
Educação Religiosa
Os Grupos
Inclusão nos grupos mediante convite e/ou
indicação
Os membros devem ser associados aos grupos
próximos de casa
Os membros dos grupos são fixos do grupo
Máximo de 10 participantes por grupo
Máximo de 5 grupos
Dinâmica dos Encontros
Encontros semanais de no
máximo 1:30h
Abertura e Encerramento com
momento de Oração
Momento de Louvor
Momento de Compartilhar
Estudo da Palavra de Deus
Comunhão
Dinâmica do Momento de Compartilhar
Dinâmica dos Momento de Estudo
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Material de Apoio
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
1ª Região
2ª Região
3ª Região
De Casa para a Igreja
Capacitação
periódica com os
líderes dos grupos
Culto dos
Pequenos Grupos
com a presença e
participação de
todos os grupos
Reuniões
quinzenais na
Igreja com os
líderes dos grupos
Os membros dos
grupos devem
estar nas
programações
gerais da Igreja
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Planejamento
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Implementação dos
Pequenos Grupos
Comunhão dos
Irmãos
Unidade da Igreja
Análise SWOT
(FOFA)
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
 Aumento no número de membros (já existentes) nas programações da igreja
 Aumento no número de visitantes nos cultos dominicais
 Maior difusão do tema trabalhado durante o mês
 Maior proximidade entre os membros dos grupos
 Aceitação positiva da Igreja quanto ao trabalho dos pequenos grupos
 Resultado positivo na avaliação dos líderes de pequenos grupos
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Consolidar os
Pequenos Grupos
Evangelizar a partir
dos Pequenos Grupos
Formar novos líderes
Multiplicação
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
 Aumento no número de membros (já existentes) nas programações da igreja
 Aumento no número de visitantes nos cultos dominicais
 Aumento no número de novos convertidos
 Aumento no número de batismos
 Aumento no número de pequenos grupos
 Aceitação positiva da Igreja quanto ao trabalho dos pequenos grupos
 Resultado positivo na avaliação dos líderes de pequenos grupos
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Janeiro
• Apresentação do projeto para liderança
• Apresentação do projeto para Igreja
Fevereiro
• Escolha dos líderes
• Capacitação dos líderes
Março
• Culto de Formatura dos líderes e Lançamento
dos Pequenos Grupos
• Definição dos Membros
• Início dos Pequenos Grupos
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS
Projeto de Pequenos Grupos - IBS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação evangelismo
Apresentação evangelismoApresentação evangelismo
Apresentação evangelismo
Ines Pozzagnolo
 
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULASCAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
Idpb São Jose I
 
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICOAPOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
BispoAlberto
 
Integracao
IntegracaoIntegracao
001 um breve histórico dos pequenos grupos
001   um breve histórico dos pequenos grupos001   um breve histórico dos pequenos grupos
001 um breve histórico dos pequenos grupos
Igreja Batista da Vila Ivonete
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
revolucaoaje
 
Como atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célulaComo atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célula
Francisco Teófilo da Silva
 
PROJETO DISCIPULADO PARA O BRASIL
PROJETO DISCIPULADO PARA O BRASILPROJETO DISCIPULADO PARA O BRASIL
PROJETO DISCIPULADO PARA O BRASIL
Joary Jossué Carlesso
 
Culto e Liturgia
Culto e LiturgiaCulto e Liturgia
02 principio-da-evangelizacao-discipuladora
02 principio-da-evangelizacao-discipuladora02 principio-da-evangelizacao-discipuladora
02 principio-da-evangelizacao-discipuladora
Herisson Gonçalves
 
O Evangelismo e a igreja.ppt
O Evangelismo e a igreja.pptO Evangelismo e a igreja.ppt
O Evangelismo e a igreja.ppt
Herbert de Carvalho
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
Almy Alves
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Rodrigo Ribeiro
 
Transição e Implantação de Células nas Igrejas
Transição e Implantação de Células nas IgrejasTransição e Implantação de Células nas Igrejas
Transição e Implantação de Células nas Igrejas
Edinéia Almeida
 
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos GruposApostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Christian Lepelletier
 
Carta Convite aos Não-Crentes
Carta Convite aos Não-CrentesCarta Convite aos Não-Crentes
Carta Convite aos Não-Crentes
Cristian Carvalho
 
Temas para cada dia de Oração e Jejum
Temas para cada dia de Oração e JejumTemas para cada dia de Oração e Jejum
Temas para cada dia de Oração e Jejum
Iasd Jardim Paulista
 
TLC lição 3
TLC lição 3TLC lição 3
TLC lição 3
vagner costa
 
Apresentação discipulado infantil
Apresentação discipulado infantil Apresentação discipulado infantil
Apresentação discipulado infantil
Andréia Eufrazio
 
Planejando a igreja local
Planejando a igreja localPlanejando a igreja local
Planejando a igreja local
Gilson Barbosa
 

Mais procurados (20)

Apresentação evangelismo
Apresentação evangelismoApresentação evangelismo
Apresentação evangelismo
 
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULASCAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
 
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICOAPOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
 
Integracao
IntegracaoIntegracao
Integracao
 
001 um breve histórico dos pequenos grupos
001   um breve histórico dos pequenos grupos001   um breve histórico dos pequenos grupos
001 um breve histórico dos pequenos grupos
 
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi DiscipularTreinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
Treinamento MDA - Eu Escolhi Discipular
 
Como atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célulaComo atrair novos membros para a célula
Como atrair novos membros para a célula
 
PROJETO DISCIPULADO PARA O BRASIL
PROJETO DISCIPULADO PARA O BRASILPROJETO DISCIPULADO PARA O BRASIL
PROJETO DISCIPULADO PARA O BRASIL
 
Culto e Liturgia
Culto e LiturgiaCulto e Liturgia
Culto e Liturgia
 
02 principio-da-evangelizacao-discipuladora
02 principio-da-evangelizacao-discipuladora02 principio-da-evangelizacao-discipuladora
02 principio-da-evangelizacao-discipuladora
 
O Evangelismo e a igreja.ppt
O Evangelismo e a igreja.pptO Evangelismo e a igreja.ppt
O Evangelismo e a igreja.ppt
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
 
Transição e Implantação de Células nas Igrejas
Transição e Implantação de Células nas IgrejasTransição e Implantação de Células nas Igrejas
Transição e Implantação de Células nas Igrejas
 
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos GruposApostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
 
Carta Convite aos Não-Crentes
Carta Convite aos Não-CrentesCarta Convite aos Não-Crentes
Carta Convite aos Não-Crentes
 
Temas para cada dia de Oração e Jejum
Temas para cada dia de Oração e JejumTemas para cada dia de Oração e Jejum
Temas para cada dia de Oração e Jejum
 
TLC lição 3
TLC lição 3TLC lição 3
TLC lição 3
 
Apresentação discipulado infantil
Apresentação discipulado infantil Apresentação discipulado infantil
Apresentação discipulado infantil
 
Planejando a igreja local
Planejando a igreja localPlanejando a igreja local
Planejando a igreja local
 

Destaque

PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
prweber
 
PEQUENOS GRUPOS Lição 10
PEQUENOS GRUPOS Lição 10PEQUENOS GRUPOS Lição 10
PEQUENOS GRUPOS Lição 10
prweber
 
Escola de Discípulos - Pequenos Grupos | Lição 08
Escola de Discípulos - Pequenos Grupos | Lição 08Escola de Discípulos - Pequenos Grupos | Lição 08
Escola de Discípulos - Pequenos Grupos | Lição 08
prweber
 
PEQUENOS GRUPOS Lição 11
PEQUENOS GRUPOS Lição 11PEQUENOS GRUPOS Lição 11
PEQUENOS GRUPOS Lição 11
prweber
 
LiçãO 01
LiçãO 01LiçãO 01
LiçãO 01
prweber
 
Pequenos Grupos
Pequenos GruposPequenos Grupos
Pequenos Grupos
Tiago de Souza
 
Artigo missão
Artigo missãoArtigo missão
Artigo missão
prweber
 
Mulherão ja
Mulherão   jaMulherão   ja
Mulherão ja
Celair Orlando
 
Multiplicando pequenos grupos
Multiplicando pequenos gruposMultiplicando pequenos grupos
Multiplicando pequenos grupos
Jean Quenehen
 
Porque 12
Porque 12 Porque 12
VIVENDO NA DIMENSÃO DA ETERNIDADE
VIVENDO NA DIMENSÃO DA ETERNIDADEVIVENDO NA DIMENSÃO DA ETERNIDADE
VIVENDO NA DIMENSÃO DA ETERNIDADE
Rodolfo Nascimento
 
Escoladepais01
Escoladepais01Escoladepais01
Escoladepais01
prweber
 
Apostila lideres de celula
Apostila lideres de celulaApostila lideres de celula
Apostila lideres de celula
Iago Rodrigues
 
Adversidades de uma igreja em celulas
Adversidades de uma igreja em celulasAdversidades de uma igreja em celulas
Adversidades de uma igreja em celulas
Marcos Marcos Silva
 
Aula de 03. modulo i. a importância da célula macro e da célula de evangelismo
Aula de 03. modulo i. a importância da célula macro e da célula de evangelismoAula de 03. modulo i. a importância da célula macro e da célula de evangelismo
Aula de 03. modulo i. a importância da célula macro e da célula de evangelismo
Pastor Paulo Francisco
 
Pequenos grupos
Pequenos gruposPequenos grupos
Pequenos grupos
Igreja Batista Betel
 
Descomplique 01
Descomplique 01Descomplique 01
Descomplique 01
prweber
 
Módulo 1 - A vida devocional do Líder
Módulo 1 - A vida devocional do LíderMódulo 1 - A vida devocional do Líder
Módulo 1 - A vida devocional do Líder
Margarete Figueiredo
 
Manual elaboracaotrabalhosacademicosfaal2014
Manual elaboracaotrabalhosacademicosfaal2014Manual elaboracaotrabalhosacademicosfaal2014
Manual elaboracaotrabalhosacademicosfaal2014
Leon Machado Guedes
 
Apresentação Autoatendimento
Apresentação AutoatendimentoApresentação Autoatendimento
Apresentação Autoatendimento
Jose Geraldo Souza
 

Destaque (20)

PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
PEQUENOS GRUPOS - Lição 9
 
PEQUENOS GRUPOS Lição 10
PEQUENOS GRUPOS Lição 10PEQUENOS GRUPOS Lição 10
PEQUENOS GRUPOS Lição 10
 
Escola de Discípulos - Pequenos Grupos | Lição 08
Escola de Discípulos - Pequenos Grupos | Lição 08Escola de Discípulos - Pequenos Grupos | Lição 08
Escola de Discípulos - Pequenos Grupos | Lição 08
 
PEQUENOS GRUPOS Lição 11
PEQUENOS GRUPOS Lição 11PEQUENOS GRUPOS Lição 11
PEQUENOS GRUPOS Lição 11
 
LiçãO 01
LiçãO 01LiçãO 01
LiçãO 01
 
Pequenos Grupos
Pequenos GruposPequenos Grupos
Pequenos Grupos
 
Artigo missão
Artigo missãoArtigo missão
Artigo missão
 
Mulherão ja
Mulherão   jaMulherão   ja
Mulherão ja
 
Multiplicando pequenos grupos
Multiplicando pequenos gruposMultiplicando pequenos grupos
Multiplicando pequenos grupos
 
Porque 12
Porque 12 Porque 12
Porque 12
 
VIVENDO NA DIMENSÃO DA ETERNIDADE
VIVENDO NA DIMENSÃO DA ETERNIDADEVIVENDO NA DIMENSÃO DA ETERNIDADE
VIVENDO NA DIMENSÃO DA ETERNIDADE
 
Escoladepais01
Escoladepais01Escoladepais01
Escoladepais01
 
Apostila lideres de celula
Apostila lideres de celulaApostila lideres de celula
Apostila lideres de celula
 
Adversidades de uma igreja em celulas
Adversidades de uma igreja em celulasAdversidades de uma igreja em celulas
Adversidades de uma igreja em celulas
 
Aula de 03. modulo i. a importância da célula macro e da célula de evangelismo
Aula de 03. modulo i. a importância da célula macro e da célula de evangelismoAula de 03. modulo i. a importância da célula macro e da célula de evangelismo
Aula de 03. modulo i. a importância da célula macro e da célula de evangelismo
 
Pequenos grupos
Pequenos gruposPequenos grupos
Pequenos grupos
 
Descomplique 01
Descomplique 01Descomplique 01
Descomplique 01
 
Módulo 1 - A vida devocional do Líder
Módulo 1 - A vida devocional do LíderMódulo 1 - A vida devocional do Líder
Módulo 1 - A vida devocional do Líder
 
Manual elaboracaotrabalhosacademicosfaal2014
Manual elaboracaotrabalhosacademicosfaal2014Manual elaboracaotrabalhosacademicosfaal2014
Manual elaboracaotrabalhosacademicosfaal2014
 
Apresentação Autoatendimento
Apresentação AutoatendimentoApresentação Autoatendimento
Apresentação Autoatendimento
 

Semelhante a Projeto de Pequenos Grupos - IBS

Apresentação GAP
Apresentação GAPApresentação GAP
Apresentação GAP
Malu Moreira
 
Apostila PGs PIB Araruama
Apostila PGs PIB AraruamaApostila PGs PIB Araruama
Apostila PGs PIB Araruama
Andre Nascimento
 
08. igreja primitiva_x_igreja_moderna
08. igreja primitiva_x_igreja_moderna08. igreja primitiva_x_igreja_moderna
08. igreja primitiva_x_igreja_moderna
Rondinelle Salles
 
Especial Comunhão Relacionamento e Missão
Especial Comunhão Relacionamento e MissãoEspecial Comunhão Relacionamento e Missão
Especial Comunhão Relacionamento e Missão
uniaolestebrasileira
 
Comoreavivaraigreja pg
Comoreavivaraigreja pgComoreavivaraigreja pg
Comoreavivaraigreja pg
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igrejaComo Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Robson Santana
 
Vivendo em Pequenos Grupos
Vivendo em Pequenos GruposVivendo em Pequenos Grupos
Vivendo em Pequenos Grupos
Viva a Igreja
 
Ministérios e suas Funções
Ministérios e suas Funções Ministérios e suas Funções
Ministérios e suas Funções
Agnaldo Souza
 
O Louvor No Grupo De Oração
O Louvor No Grupo De OraçãoO Louvor No Grupo De Oração
O Louvor No Grupo De Oração
Wiliam2008
 
1 porque algumas igrejas crescem
1    porque algumas igrejas crescem1    porque algumas igrejas crescem
1 porque algumas igrejas crescem
José Santos
 
rcc_ebook_01-alterado2_1.pdf
rcc_ebook_01-alterado2_1.pdfrcc_ebook_01-alterado2_1.pdf
rcc_ebook_01-alterado2_1.pdf
JulioCesarXNayara
 
PEQUENAS COMUNIDADES ... ou GRUPOS DE JESUS, FORMAÇÃO.
PEQUENAS COMUNIDADES ... ou GRUPOS DE JESUS, FORMAÇÃO.PEQUENAS COMUNIDADES ... ou GRUPOS DE JESUS, FORMAÇÃO.
PEQUENAS COMUNIDADES ... ou GRUPOS DE JESUS, FORMAÇÃO.
Paulo David
 
PPT-10-EF-O-que-é-o-PGM.pptx
PPT-10-EF-O-que-é-o-PGM.pptxPPT-10-EF-O-que-é-o-PGM.pptx
PPT-10-EF-O-que-é-o-PGM.pptx
ssuser901b57
 
Uma visão bíblica da liderança
Uma visão bíblica da liderançaUma visão bíblica da liderança
Uma visão bíblica da liderança
Viva a Igreja
 
O pastor e o aconselhamento jeremy pierre
O pastor e o aconselhamento   jeremy pierreO pastor e o aconselhamento   jeremy pierre
O pastor e o aconselhamento jeremy pierre
Marcos Nascimento
 
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemploPlano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Paulo Dias Nogueira
 
seminario_melhorando_as_dinamicas.ppt
seminario_melhorando_as_dinamicas.pptseminario_melhorando_as_dinamicas.ppt
seminario_melhorando_as_dinamicas.ppt
Luiz Gomes
 
Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)
Francisco A Salerno Neto
 
Memorando - II Reunião do Conselho Unidos Pela Missão
Memorando -  II Reunião do Conselho Unidos Pela MissãoMemorando -  II Reunião do Conselho Unidos Pela Missão
Memorando - II Reunião do Conselho Unidos Pela Missão
Unidos Pela Missão
 
Apresentação pg
Apresentação pgApresentação pg
Apresentação pg
renan_2491
 

Semelhante a Projeto de Pequenos Grupos - IBS (20)

Apresentação GAP
Apresentação GAPApresentação GAP
Apresentação GAP
 
Apostila PGs PIB Araruama
Apostila PGs PIB AraruamaApostila PGs PIB Araruama
Apostila PGs PIB Araruama
 
08. igreja primitiva_x_igreja_moderna
08. igreja primitiva_x_igreja_moderna08. igreja primitiva_x_igreja_moderna
08. igreja primitiva_x_igreja_moderna
 
Especial Comunhão Relacionamento e Missão
Especial Comunhão Relacionamento e MissãoEspecial Comunhão Relacionamento e Missão
Especial Comunhão Relacionamento e Missão
 
Comoreavivaraigreja pg
Comoreavivaraigreja pgComoreavivaraigreja pg
Comoreavivaraigreja pg
 
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igrejaComo Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
 
Vivendo em Pequenos Grupos
Vivendo em Pequenos GruposVivendo em Pequenos Grupos
Vivendo em Pequenos Grupos
 
Ministérios e suas Funções
Ministérios e suas Funções Ministérios e suas Funções
Ministérios e suas Funções
 
O Louvor No Grupo De Oração
O Louvor No Grupo De OraçãoO Louvor No Grupo De Oração
O Louvor No Grupo De Oração
 
1 porque algumas igrejas crescem
1    porque algumas igrejas crescem1    porque algumas igrejas crescem
1 porque algumas igrejas crescem
 
rcc_ebook_01-alterado2_1.pdf
rcc_ebook_01-alterado2_1.pdfrcc_ebook_01-alterado2_1.pdf
rcc_ebook_01-alterado2_1.pdf
 
PEQUENAS COMUNIDADES ... ou GRUPOS DE JESUS, FORMAÇÃO.
PEQUENAS COMUNIDADES ... ou GRUPOS DE JESUS, FORMAÇÃO.PEQUENAS COMUNIDADES ... ou GRUPOS DE JESUS, FORMAÇÃO.
PEQUENAS COMUNIDADES ... ou GRUPOS DE JESUS, FORMAÇÃO.
 
PPT-10-EF-O-que-é-o-PGM.pptx
PPT-10-EF-O-que-é-o-PGM.pptxPPT-10-EF-O-que-é-o-PGM.pptx
PPT-10-EF-O-que-é-o-PGM.pptx
 
Uma visão bíblica da liderança
Uma visão bíblica da liderançaUma visão bíblica da liderança
Uma visão bíblica da liderança
 
O pastor e o aconselhamento jeremy pierre
O pastor e o aconselhamento   jeremy pierreO pastor e o aconselhamento   jeremy pierre
O pastor e o aconselhamento jeremy pierre
 
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemploPlano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
 
seminario_melhorando_as_dinamicas.ppt
seminario_melhorando_as_dinamicas.pptseminario_melhorando_as_dinamicas.ppt
seminario_melhorando_as_dinamicas.ppt
 
Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)Mobilização da Igreja (1)
Mobilização da Igreja (1)
 
Memorando - II Reunião do Conselho Unidos Pela Missão
Memorando -  II Reunião do Conselho Unidos Pela MissãoMemorando -  II Reunião do Conselho Unidos Pela Missão
Memorando - II Reunião do Conselho Unidos Pela Missão
 
Apresentação pg
Apresentação pgApresentação pg
Apresentação pg
 

Último

A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 

Último (14)

A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 

Projeto de Pequenos Grupos - IBS

  • 3. O que os Pequenos Grupos não são...  Não é uma “festinha”  Não é uma “panelinha”  Não é uma “segunda” igreja  Não é uma competição de desempenho entre equipes
  • 4. O que são os Pequenos Grupos...  Uma extensão da Igreja para o estudo da Palavra de Deus  Uma oportunidade de comunhão para os irmãos  Um local para o desenvolvimento e aprimoramento de dons  Um local para alcançar vidas
  • 5. A Dinâmica do Pequeno Grupo Adorar Compartilhar AprenderEnsinar Orar
  • 9. Base do Trabalho do Pequeno Grupo
  • 11. Equipe Pastor Ministério de Missões, Ação Social e Evangelismo Líder de Pequeno Grupo Ministério de Educação Religiosa
  • 12. Os Grupos Inclusão nos grupos mediante convite e/ou indicação Os membros devem ser associados aos grupos próximos de casa Os membros dos grupos são fixos do grupo Máximo de 10 participantes por grupo Máximo de 5 grupos
  • 13. Dinâmica dos Encontros Encontros semanais de no máximo 1:30h Abertura e Encerramento com momento de Oração Momento de Louvor Momento de Compartilhar Estudo da Palavra de Deus Comunhão
  • 14. Dinâmica do Momento de Compartilhar
  • 25. De Casa para a Igreja Capacitação periódica com os líderes dos grupos Culto dos Pequenos Grupos com a presença e participação de todos os grupos Reuniões quinzenais na Igreja com os líderes dos grupos Os membros dos grupos devem estar nas programações gerais da Igreja
  • 33. Implementação dos Pequenos Grupos Comunhão dos Irmãos Unidade da Igreja Análise SWOT (FOFA)
  • 38.  Aumento no número de membros (já existentes) nas programações da igreja  Aumento no número de visitantes nos cultos dominicais  Maior difusão do tema trabalhado durante o mês  Maior proximidade entre os membros dos grupos  Aceitação positiva da Igreja quanto ao trabalho dos pequenos grupos  Resultado positivo na avaliação dos líderes de pequenos grupos
  • 40. Consolidar os Pequenos Grupos Evangelizar a partir dos Pequenos Grupos Formar novos líderes Multiplicação
  • 43.  Aumento no número de membros (já existentes) nas programações da igreja  Aumento no número de visitantes nos cultos dominicais  Aumento no número de novos convertidos  Aumento no número de batismos  Aumento no número de pequenos grupos  Aceitação positiva da Igreja quanto ao trabalho dos pequenos grupos  Resultado positivo na avaliação dos líderes de pequenos grupos
  • 49. Janeiro • Apresentação do projeto para liderança • Apresentação do projeto para Igreja Fevereiro • Escolha dos líderes • Capacitação dos líderes Março • Culto de Formatura dos líderes e Lançamento dos Pequenos Grupos • Definição dos Membros • Início dos Pequenos Grupos