SlideShare uma empresa Scribd logo
Português
Artigo e Numeral
Capitulo I
O que é o artigo?
• É a classe gramatical de palavras que acompanham os substativos,
determinando-os.
Classificação dos artigos
• Artigos definidos
• São eles O, OS, A e AS. Têm como objetivo individualizar, destacar ou determinar
um ser ou um objeto. Veja os exemplos:
• – O violino estava desafinado há muito tempo. (O objeto já era do conhecimento
do falante e do ouvinte)
• – A lâmpada acabou de queimar. (O objeto é o único do local)
• – Falei ontem com os meninos da rua. (Os seres já são de conhecimento do
falante)
• O artigo definido também pode ser usado para mencionar uma espécie. Usa o
singular para demonstrar a pluralidade. Entenda melhor com os exemplos:
• – O homem é um ser mortal. (“O homem” indica todos os seres humanos)
• – Dizem que o brasileiro é alegre. (“O brasileiro” indica todo povo brasileiro)
• Artigo indefinidos
• São eles UM, UNS, UMA e UMAS. Têm como objetivo determinar de um jeito vago um
objeto ou um ser em questão. Veja alguns exemplos:
• – Tem um violino que está desafinado há muito tempo. (Pode ter sido qualquer violino
dentre vários)
• – Uma lâmpada acabou de queimar. (Pode ter sido qualquer lâmpada do lugar)
• – Falei ontem com uns meninos da rua. (Alguns dos vários meninos que existem na rua)
• Se o uso dos artigos for de forma frequente, pode deixar a frase um pouco estranha.
Veja:
• – Sou muito feliz por ter uns pais como vocês.
• – A menina ganhou uns lindos brinquedos.
• Nesse caso, é melhor usar pronomes de sentido indefinido, como “certo”, “tal” e “outro”.
Veja:
• – Acabei não mencionando um outro caso.
• – Acabei não mencionando outro caso.
A importância dos artigos definidos e
indefinidos
• O uso apropriado dos artigos definidos e indefinidos permite não
apenas evitar problemas com o gênero e o número de determinados
substantivos, mas principalmente explorar detalhes de significação
bastante expressivos. Em geral, informações novas, nos textos, são
introduzidas por pronomes indefinidos e, posteriormente,
retomadas pelos definidos. Assim, o referente determinado pelo
artigo definido passa a fazer parte de um conjunto argumentativo
que mantém a coesão dos textos. Além disso, a sutileza de muitas
modificações de significados transmitidas pelos artigos faz com que
sejam frequentemente usados pelos escritores em seus textos
literários.
Combinação dos artigos
Preposições Artigos
o, os a, as um, uns uma, umas
a ao, aos à, às - -
de do, dos da, das dum, duns duma, dumas
em no, nos na, nas num, nuns numa, numas
por (per) pelo, pelos pela, pelas - -
É muito presente a combinação dos artigos definidos e indefinidos com preposições. Este quadro apresenta a
forma assumida por essas combinações:
- As formas à e às indicam a fusão da preposição a com o artigo definido a. Essa fusão de vogais idênticas é
conhecida por crase.
- As formas pelo(s)/pela(s) resultam da combinação dos artigos definidos com a forma per, equivalente a por.
OBS:
• Quando usado de maneira correta, o artigo determina o gênero (se é
masculino ou feminino) e o número (se é no singular ou no plural) do
substantivo, mantém a coesão no texto e realça algumas
particularidades.
Capitulo II
O que é o numeral?
• Numeral é a palavra que indica os seres em termos numéricos, isto é, que
atribui quantidade aos seres ou os situa em determinada sequência.
• Exemplos:
• Os quatro últimos ingressos foram vendidos há pouco.
• [quatro: numeral = atributo numérico de "ingresso"]
• Eu quero café duplo, e você?
• ...[duplo: numeral = atributo numérico de "café"]
• A primeira pessoa da fila pode entrar, por favor!
• ...[primeira: numeral = situa o ser "pessoa" na sequência de "fila"]
•
Classificação dos numerais
• Cardinais: indicam contagem, medida. É o número básico. Por
exemplo: um, dois, cem mil, etc.
Ordinais: indicam a ordem ou lugar do ser numa série dada. Por
exemplo: primeiro, segundo, centésimo, etc.
Fracionários: indicam parte de um inteiro, ou seja, a divisão dos
seres. Por exemplo: meio, terço, dois quintos, etc.
Multiplicativos: expressam ideia de multiplicação dos seres,
indicando quantas vezes a quantidade foi aumentada. Por exemplo:
dobro, triplo, quíntuplo, etc.
Leitura dos numerais
• Separando os números em centenas, de trás para frente, obtêm-se
conjuntos numéricos, em forma de centenas e, no início, também de
dezenas ou unidades. Entre esses conjuntos usa-se vírgula; as
unidades ligam-se pela conjunção e.
Por exemplo:
1.203.726 = um milhão, duzentos e três mil, setecentos e vinte e seis.
45.520 = quarenta e cinco mil, quinhentos e vinte.
Flexão dos numerais
primeiro segundo milésimo
primeira segunda milésima
primeiros segundos milésimos
primeiras segundas milésimas
Os numerais cardinais que variam em gênero são um/uma, dois/duas e os que indicam centenas de
duzentos/duzentas em diante: trezentos/trezentas; quatrocentos/quatrocentas, etc. Cardinais como milhão,
bilhão, trilhão, etc. variam em número: milhões, bilhões, trilhões, etc. Os demais cardinais são invariáveis.
Os numerais ordinais variam em gênero e número:
Os numerais multiplicativos são invariáveis quando atuam em funções substantivas:
Por exemplo:
Fizeram o dobro do esforço e conseguiram o triplo de produção.
Quando atuam em funções adjetivas, esses numerais flexionam-se em gênero e número:
Por exemplo:
Teve de tomar doses triplas do medicamento.
Os numerais fracionários flexionam-se em gênero e número. Observe:
um terço/dois terços
uma terça parte
duas terças partes
Os numerais coletivos flexionam-se em número. Veja:
uma dúzia
um milheiro
duas dúzias
dois milheiros
É comum na linguagem coloquial a indicação de grau nos numerais, traduzindo afetividade ou especialização de sentido. É o
que ocorre em frases como:
Me empresta duzentinho...
É artigo de primeiríssima qualidade!
O time está arriscado por ter caído na segundona. (= segunda divisão de futebol)
Emprego dos numerais
• Para designar papas, reis, imperadores, séculos e partes em que se
divide uma obra, utilizam-se os ordinais até décimo e a partir daí os
cardinais, desde que o numeral venha depois do substantivo:
João Paulo II (segundo) Tomo XV (quinze)
D. Pedro II (segundo) Luís XVI (dezesseis)
Ato II (segundo) Capítulo XX (vinte)
Século VIII (oitavo) Século XX (vinte)
Canto IX (nono) João XXIII ( vinte e três)
Ordinais Cardinais
Para designar leis, decretos e portarias, utiliza-se o ordinal até nono e o cardinal de dez em diante:
Artigo 1.° (primeiro) Artigo 10 (dez)
Artigo 9.° (nono) Artigo 21 (vinte e um)
Ambos/ambas são considerados numerais. Significam "um e outro", "os dois" (ou "uma e outra", "as duas") e são largamente
empregados para retomar pares de seres aos quais já se fez referência.
Por exemplo:
Pedro e João parecem ter finalmente percebido a importância da solidariedade. Ambos agora participam das atividades
comunitárias de seu bairro.
Obs.: a forma "ambos os dois" é considerada enfática. Atualmente, seu uso indica
afetação, artificialismo.
OBS:
• Note bem: os numerais traduzem, em palavras, o que os números
indicam em relação aos seres. Assim, quando a expressão é colocada
em números (1, 1°, 1/3, etc.) não se trata de numerais, mas sim de
algarismos.
• Além dos numerais mais conhecidos, já que refletem a ideia expressa
pelos números, existem mais algumas palavras consideradas
numerais porque denotam quantidade, proporção ou ordenação. São
alguns exemplos:década, dúzia, par, ambos(as), novena.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Joyce de Oliveira
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
Aliffer Murillo Laguna
 
Artigo e numeral
Artigo e numeralArtigo e numeral
Artigo e numeral
Maria José Ferreira Souza
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
Caroline Cunha
 
Predicado
PredicadoPredicado
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
bubble13
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
paula nery
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
7 de Setembro
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
Rebeca Kaus
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
Jaicinha
 
Substantivo 6
Substantivo 6Substantivo 6
Substantivo 6
Karla Costa
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
lucivane cangussú
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
Ana Claudia André
 
Tonicidade
TonicidadeTonicidade
Tonicidade
jaquemarcondes
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
Péricles Penuel
 
Classes gramaticais
Classes gramaticais Classes gramaticais
Classes gramaticais
iamraphael
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
CDIM Daniel
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
Leisiane Jesus
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
Elza Silveira
 

Mais procurados (20)

Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e Subordinação
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
Artigo e numeral
Artigo e numeralArtigo e numeral
Artigo e numeral
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Concordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominalConcordancia verbal e nominal
Concordancia verbal e nominal
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Substantivo 6
Substantivo 6Substantivo 6
Substantivo 6
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Tonicidade
TonicidadeTonicidade
Tonicidade
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 
Classes gramaticais
Classes gramaticais Classes gramaticais
Classes gramaticais
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 

Destaque

O artigo e o numeral
O artigo e o numeralO artigo e o numeral
O artigo e o numeral
Isabel Muniz
 
Artigos definidos e indefinidos teoria
Artigos definidos e indefinidos   teoriaArtigos definidos e indefinidos   teoria
Artigos definidos e indefinidos teoria
Jaqueline Moura
 
Aula11: Artigo (Língua Portuguesa)
Aula11: Artigo (Língua Portuguesa)Aula11: Artigo (Língua Portuguesa)
Aula11: Artigo (Língua Portuguesa)
André Figundio
 
Português- Numeral
Português- NumeralPortuguês- Numeral
Português- Numeral
Jaicinha
 
Numeral
NumeralNumeral
Numeral aula 9
Numeral   aula 9Numeral   aula 9
Numeral aula 9
Alice Silva
 
Numeral
Numeral Numeral
Numeral
Neuzilene Teles
 
Português para concursos públicos - Numeral
Português para concursos públicos - NumeralPortuguês para concursos públicos - Numeral
Português para concursos públicos - Numeral
PreOnline
 
Português- Artigo
Português- ArtigoPortuguês- Artigo
Português- Artigo
Jaicinha
 
Numerais
NumeraisNumerais
Numerais
Diego Prezia
 
Numeral
NumeralNumeral
Verbo
VerboVerbo
Artigos definidos
Artigos definidosArtigos definidos
Artigos definidos
Cristina Alves
 
Adjetivo
AdjetivoAdjetivo
Adjetivo
ana paula
 
Preposição
PreposiçãoPreposição
Preposição
nixsonmachado
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
Alice Silva
 
Substantivos, adjetivos e numerais
Substantivos, adjetivos e numeraisSubstantivos, adjetivos e numerais
Substantivos, adjetivos e numerais
Flávio Ferreira
 
Pronomes
Pronomes Pronomes
Pronomes
Joanita Artigas
 
A preposição
A preposiçãoA preposição
A preposição
Carlos Miguel
 
Redação- texto expositivo
Redação- texto expositivoRedação- texto expositivo
Redação- texto expositivo
Jaicinha
 

Destaque (20)

O artigo e o numeral
O artigo e o numeralO artigo e o numeral
O artigo e o numeral
 
Artigos definidos e indefinidos teoria
Artigos definidos e indefinidos   teoriaArtigos definidos e indefinidos   teoria
Artigos definidos e indefinidos teoria
 
Aula11: Artigo (Língua Portuguesa)
Aula11: Artigo (Língua Portuguesa)Aula11: Artigo (Língua Portuguesa)
Aula11: Artigo (Língua Portuguesa)
 
Português- Numeral
Português- NumeralPortuguês- Numeral
Português- Numeral
 
Numeral
NumeralNumeral
Numeral
 
Numeral aula 9
Numeral   aula 9Numeral   aula 9
Numeral aula 9
 
Numeral
Numeral Numeral
Numeral
 
Português para concursos públicos - Numeral
Português para concursos públicos - NumeralPortuguês para concursos públicos - Numeral
Português para concursos públicos - Numeral
 
Português- Artigo
Português- ArtigoPortuguês- Artigo
Português- Artigo
 
Numerais
NumeraisNumerais
Numerais
 
Numeral
NumeralNumeral
Numeral
 
Verbo
VerboVerbo
Verbo
 
Artigos definidos
Artigos definidosArtigos definidos
Artigos definidos
 
Adjetivo
AdjetivoAdjetivo
Adjetivo
 
Preposição
PreposiçãoPreposição
Preposição
 
Preposições
PreposiçõesPreposições
Preposições
 
Substantivos, adjetivos e numerais
Substantivos, adjetivos e numeraisSubstantivos, adjetivos e numerais
Substantivos, adjetivos e numerais
 
Pronomes
Pronomes Pronomes
Pronomes
 
A preposição
A preposiçãoA preposição
A preposição
 
Redação- texto expositivo
Redação- texto expositivoRedação- texto expositivo
Redação- texto expositivo
 

Semelhante a Português- Artigo e Numeral

Artigos, Numerais e Interjeições.
Artigos, Numerais e Interjeições.Artigos, Numerais e Interjeições.
Artigos, Numerais e Interjeições.
Jéssica Policarpo
 
44291-535-1340894077874.ppt
44291-535-1340894077874.ppt44291-535-1340894077874.ppt
44291-535-1340894077874.ppt
leandrolieo1
 
artigo e numeral (1).ppt
artigo e numeral (1).pptartigo e numeral (1).ppt
artigo e numeral (1).ppt
leandrolieo1
 
Artigo e numeral (1)
Artigo e numeral (1)Artigo e numeral (1)
Artigo e numeral (1)
Edna Maria Souza
 
CLASSES GRAMATICAIS.pptx
CLASSES GRAMATICAIS.pptxCLASSES GRAMATICAIS.pptx
CLASSES GRAMATICAIS.pptx
JosimarElias1
 
ARTIGO.pptx
ARTIGO.pptxARTIGO.pptx
ARTIGO.pptx
Caroline Assis
 
numeral.pdf
numeral.pdfnumeral.pdf
numeral.pdf
ssuser6ee2851
 
Numeral 6º ano
Numeral 6º anoNumeral 6º ano
Numeral 6º ano
RafaelaLopesCarvalho
 
Trabalho de português: Artigo
Trabalho de português: ArtigoTrabalho de português: Artigo
Trabalho de português: Artigo
Sandoval Vitor
 
Determinantes, pronomes e numerais 8ºano
Determinantes, pronomes e numerais  8ºanoDeterminantes, pronomes e numerais  8ºano
Determinantes, pronomes e numerais 8ºano
Isabel Couto
 
Determinantes, pronomes e numerais 8ºano
Determinantes, pronomes e numerais  8ºanoDeterminantes, pronomes e numerais  8ºano
Determinantes, pronomes e numerais 8ºano
Isabel Couto
 
Os pronomes
Os pronomesOs pronomes
Os pronomes
gifamiliar
 
Numeral - 6 ano
Numeral - 6 anoNumeral - 6 ano
Numeral - 6 ano
Fábio Guimarães
 
Classes gramaticais slides.2
Classes gramaticais  slides.2Classes gramaticais  slides.2
Classes gramaticais slides.2
Lúcia Maria Silva Gonçalves
 
morfologia portuguesa, classes de palavras
morfologia portuguesa, classes de palavrasmorfologia portuguesa, classes de palavras
morfologia portuguesa, classes de palavras
NdilaIrineu
 
Coesão e Coerência textual - material
Coesão  e Coerência  textual  - materialCoesão  e Coerência  textual  - material
Coesão e Coerência textual - material
MaiteFerreira4
 
Pronomes marlos
Pronomes marlosPronomes marlos
Pronomes marlos
silvanagmelo
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
Joemille Leal
 
Cd0 b14d2583d94beeefd
Cd0 b14d2583d94beeefdCd0 b14d2583d94beeefd
Cd0 b14d2583d94beeefd
Flávio Ferreira
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
Portal do Vestibulando
 

Semelhante a Português- Artigo e Numeral (20)

Artigos, Numerais e Interjeições.
Artigos, Numerais e Interjeições.Artigos, Numerais e Interjeições.
Artigos, Numerais e Interjeições.
 
44291-535-1340894077874.ppt
44291-535-1340894077874.ppt44291-535-1340894077874.ppt
44291-535-1340894077874.ppt
 
artigo e numeral (1).ppt
artigo e numeral (1).pptartigo e numeral (1).ppt
artigo e numeral (1).ppt
 
Artigo e numeral (1)
Artigo e numeral (1)Artigo e numeral (1)
Artigo e numeral (1)
 
CLASSES GRAMATICAIS.pptx
CLASSES GRAMATICAIS.pptxCLASSES GRAMATICAIS.pptx
CLASSES GRAMATICAIS.pptx
 
ARTIGO.pptx
ARTIGO.pptxARTIGO.pptx
ARTIGO.pptx
 
numeral.pdf
numeral.pdfnumeral.pdf
numeral.pdf
 
Numeral 6º ano
Numeral 6º anoNumeral 6º ano
Numeral 6º ano
 
Trabalho de português: Artigo
Trabalho de português: ArtigoTrabalho de português: Artigo
Trabalho de português: Artigo
 
Determinantes, pronomes e numerais 8ºano
Determinantes, pronomes e numerais  8ºanoDeterminantes, pronomes e numerais  8ºano
Determinantes, pronomes e numerais 8ºano
 
Determinantes, pronomes e numerais 8ºano
Determinantes, pronomes e numerais  8ºanoDeterminantes, pronomes e numerais  8ºano
Determinantes, pronomes e numerais 8ºano
 
Os pronomes
Os pronomesOs pronomes
Os pronomes
 
Numeral - 6 ano
Numeral - 6 anoNumeral - 6 ano
Numeral - 6 ano
 
Classes gramaticais slides.2
Classes gramaticais  slides.2Classes gramaticais  slides.2
Classes gramaticais slides.2
 
morfologia portuguesa, classes de palavras
morfologia portuguesa, classes de palavrasmorfologia portuguesa, classes de palavras
morfologia portuguesa, classes de palavras
 
Coesão e Coerência textual - material
Coesão  e Coerência  textual  - materialCoesão  e Coerência  textual  - material
Coesão e Coerência textual - material
 
Pronomes marlos
Pronomes marlosPronomes marlos
Pronomes marlos
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Cd0 b14d2583d94beeefd
Cd0 b14d2583d94beeefdCd0 b14d2583d94beeefd
Cd0 b14d2583d94beeefd
 
Morfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes GramaticaisMorfologia - Classes Gramaticais
Morfologia - Classes Gramaticais
 

Mais de Jaicinha

Espanhol
EspanholEspanhol
Espanhol
Jaicinha
 
Geografia vegetação brasileira
Geografia  vegetação brasileiraGeografia  vegetação brasileira
Geografia vegetação brasileira
Jaicinha
 
4 fases para fazer um texto expositivo
4 fases para fazer um  texto expositivo4 fases para fazer um  texto expositivo
4 fases para fazer um texto expositivo
Jaicinha
 
Geografi- clima e vegetação
Geografi- clima e vegetaçãoGeografi- clima e vegetação
Geografi- clima e vegetação
Jaicinha
 
Ciências- O ar
Ciências- O arCiências- O ar
Ciências- O ar
Jaicinha
 
Português-Pronome
Português-PronomePortuguês-Pronome
Português-Pronome
Jaicinha
 
Arte- A técnica mista
Arte- A técnica mistaArte- A técnica mista
Arte- A técnica mista
Jaicinha
 
Arte- Pontilhismo
Arte- PontilhismoArte- Pontilhismo
Arte- Pontilhismo
Jaicinha
 
Arte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da corArte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da cor
Jaicinha
 
Filosofia: Assunto= Mitologia
Filosofia:  Assunto= MitologiaFilosofia:  Assunto= Mitologia
Filosofia: Assunto= Mitologia
Jaicinha
 
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoCiêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Jaicinha
 
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Jaicinha
 
Língua Portuguesa II
Língua Portuguesa IILíngua Portuguesa II
Língua Portuguesa II
Jaicinha
 
Geografia- os continentes
Geografia- os continentesGeografia- os continentes
Geografia- os continentes
Jaicinha
 
Substantivos e Adjetivos
Substantivos e AdjetivosSubstantivos e Adjetivos
Substantivos e Adjetivos
Jaicinha
 
Língua portuguesa- 6 ano
Língua portuguesa- 6 anoLíngua portuguesa- 6 ano
Língua portuguesa- 6 ano
Jaicinha
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
Jaicinha
 
Filosofia 6- ano
Filosofia  6- anoFilosofia  6- ano
Filosofia 6- ano
Jaicinha
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Jaicinha
 

Mais de Jaicinha (20)

Espanhol
EspanholEspanhol
Espanhol
 
Geografia vegetação brasileira
Geografia  vegetação brasileiraGeografia  vegetação brasileira
Geografia vegetação brasileira
 
4 fases para fazer um texto expositivo
4 fases para fazer um  texto expositivo4 fases para fazer um  texto expositivo
4 fases para fazer um texto expositivo
 
Geografi- clima e vegetação
Geografi- clima e vegetaçãoGeografi- clima e vegetação
Geografi- clima e vegetação
 
Ciências- O ar
Ciências- O arCiências- O ar
Ciências- O ar
 
Português-Pronome
Português-PronomePortuguês-Pronome
Português-Pronome
 
Arte- A técnica mista
Arte- A técnica mistaArte- A técnica mista
Arte- A técnica mista
 
Arte- Pontilhismo
Arte- PontilhismoArte- Pontilhismo
Arte- Pontilhismo
 
Arte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da corArte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da cor
 
Filosofia: Assunto= Mitologia
Filosofia:  Assunto= MitologiaFilosofia:  Assunto= Mitologia
Filosofia: Assunto= Mitologia
 
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoCiêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
 
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
 
Língua Portuguesa II
Língua Portuguesa IILíngua Portuguesa II
Língua Portuguesa II
 
Geografia- os continentes
Geografia- os continentesGeografia- os continentes
Geografia- os continentes
 
Substantivos e Adjetivos
Substantivos e AdjetivosSubstantivos e Adjetivos
Substantivos e Adjetivos
 
Língua portuguesa- 6 ano
Língua portuguesa- 6 anoLíngua portuguesa- 6 ano
Língua portuguesa- 6 ano
 
Ciências
CiênciasCiências
Ciências
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Filosofia 6- ano
Filosofia  6- anoFilosofia  6- ano
Filosofia 6- ano
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 

Português- Artigo e Numeral

  • 3. O que é o artigo? • É a classe gramatical de palavras que acompanham os substativos, determinando-os.
  • 4. Classificação dos artigos • Artigos definidos • São eles O, OS, A e AS. Têm como objetivo individualizar, destacar ou determinar um ser ou um objeto. Veja os exemplos: • – O violino estava desafinado há muito tempo. (O objeto já era do conhecimento do falante e do ouvinte) • – A lâmpada acabou de queimar. (O objeto é o único do local) • – Falei ontem com os meninos da rua. (Os seres já são de conhecimento do falante) • O artigo definido também pode ser usado para mencionar uma espécie. Usa o singular para demonstrar a pluralidade. Entenda melhor com os exemplos: • – O homem é um ser mortal. (“O homem” indica todos os seres humanos) • – Dizem que o brasileiro é alegre. (“O brasileiro” indica todo povo brasileiro)
  • 5. • Artigo indefinidos • São eles UM, UNS, UMA e UMAS. Têm como objetivo determinar de um jeito vago um objeto ou um ser em questão. Veja alguns exemplos: • – Tem um violino que está desafinado há muito tempo. (Pode ter sido qualquer violino dentre vários) • – Uma lâmpada acabou de queimar. (Pode ter sido qualquer lâmpada do lugar) • – Falei ontem com uns meninos da rua. (Alguns dos vários meninos que existem na rua) • Se o uso dos artigos for de forma frequente, pode deixar a frase um pouco estranha. Veja: • – Sou muito feliz por ter uns pais como vocês. • – A menina ganhou uns lindos brinquedos. • Nesse caso, é melhor usar pronomes de sentido indefinido, como “certo”, “tal” e “outro”. Veja: • – Acabei não mencionando um outro caso. • – Acabei não mencionando outro caso.
  • 6. A importância dos artigos definidos e indefinidos • O uso apropriado dos artigos definidos e indefinidos permite não apenas evitar problemas com o gênero e o número de determinados substantivos, mas principalmente explorar detalhes de significação bastante expressivos. Em geral, informações novas, nos textos, são introduzidas por pronomes indefinidos e, posteriormente, retomadas pelos definidos. Assim, o referente determinado pelo artigo definido passa a fazer parte de um conjunto argumentativo que mantém a coesão dos textos. Além disso, a sutileza de muitas modificações de significados transmitidas pelos artigos faz com que sejam frequentemente usados pelos escritores em seus textos literários.
  • 7. Combinação dos artigos Preposições Artigos o, os a, as um, uns uma, umas a ao, aos à, às - - de do, dos da, das dum, duns duma, dumas em no, nos na, nas num, nuns numa, numas por (per) pelo, pelos pela, pelas - - É muito presente a combinação dos artigos definidos e indefinidos com preposições. Este quadro apresenta a forma assumida por essas combinações: - As formas à e às indicam a fusão da preposição a com o artigo definido a. Essa fusão de vogais idênticas é conhecida por crase. - As formas pelo(s)/pela(s) resultam da combinação dos artigos definidos com a forma per, equivalente a por.
  • 8. OBS: • Quando usado de maneira correta, o artigo determina o gênero (se é masculino ou feminino) e o número (se é no singular ou no plural) do substantivo, mantém a coesão no texto e realça algumas particularidades.
  • 10. O que é o numeral? • Numeral é a palavra que indica os seres em termos numéricos, isto é, que atribui quantidade aos seres ou os situa em determinada sequência. • Exemplos: • Os quatro últimos ingressos foram vendidos há pouco. • [quatro: numeral = atributo numérico de "ingresso"] • Eu quero café duplo, e você? • ...[duplo: numeral = atributo numérico de "café"] • A primeira pessoa da fila pode entrar, por favor! • ...[primeira: numeral = situa o ser "pessoa" na sequência de "fila"] •
  • 11. Classificação dos numerais • Cardinais: indicam contagem, medida. É o número básico. Por exemplo: um, dois, cem mil, etc. Ordinais: indicam a ordem ou lugar do ser numa série dada. Por exemplo: primeiro, segundo, centésimo, etc. Fracionários: indicam parte de um inteiro, ou seja, a divisão dos seres. Por exemplo: meio, terço, dois quintos, etc. Multiplicativos: expressam ideia de multiplicação dos seres, indicando quantas vezes a quantidade foi aumentada. Por exemplo: dobro, triplo, quíntuplo, etc.
  • 12. Leitura dos numerais • Separando os números em centenas, de trás para frente, obtêm-se conjuntos numéricos, em forma de centenas e, no início, também de dezenas ou unidades. Entre esses conjuntos usa-se vírgula; as unidades ligam-se pela conjunção e. Por exemplo: 1.203.726 = um milhão, duzentos e três mil, setecentos e vinte e seis. 45.520 = quarenta e cinco mil, quinhentos e vinte.
  • 13. Flexão dos numerais primeiro segundo milésimo primeira segunda milésima primeiros segundos milésimos primeiras segundas milésimas Os numerais cardinais que variam em gênero são um/uma, dois/duas e os que indicam centenas de duzentos/duzentas em diante: trezentos/trezentas; quatrocentos/quatrocentas, etc. Cardinais como milhão, bilhão, trilhão, etc. variam em número: milhões, bilhões, trilhões, etc. Os demais cardinais são invariáveis. Os numerais ordinais variam em gênero e número:
  • 14. Os numerais multiplicativos são invariáveis quando atuam em funções substantivas: Por exemplo: Fizeram o dobro do esforço e conseguiram o triplo de produção. Quando atuam em funções adjetivas, esses numerais flexionam-se em gênero e número: Por exemplo: Teve de tomar doses triplas do medicamento. Os numerais fracionários flexionam-se em gênero e número. Observe: um terço/dois terços uma terça parte duas terças partes Os numerais coletivos flexionam-se em número. Veja: uma dúzia um milheiro duas dúzias dois milheiros É comum na linguagem coloquial a indicação de grau nos numerais, traduzindo afetividade ou especialização de sentido. É o que ocorre em frases como: Me empresta duzentinho... É artigo de primeiríssima qualidade! O time está arriscado por ter caído na segundona. (= segunda divisão de futebol)
  • 15. Emprego dos numerais • Para designar papas, reis, imperadores, séculos e partes em que se divide uma obra, utilizam-se os ordinais até décimo e a partir daí os cardinais, desde que o numeral venha depois do substantivo:
  • 16. João Paulo II (segundo) Tomo XV (quinze) D. Pedro II (segundo) Luís XVI (dezesseis) Ato II (segundo) Capítulo XX (vinte) Século VIII (oitavo) Século XX (vinte) Canto IX (nono) João XXIII ( vinte e três) Ordinais Cardinais Para designar leis, decretos e portarias, utiliza-se o ordinal até nono e o cardinal de dez em diante: Artigo 1.° (primeiro) Artigo 10 (dez) Artigo 9.° (nono) Artigo 21 (vinte e um) Ambos/ambas são considerados numerais. Significam "um e outro", "os dois" (ou "uma e outra", "as duas") e são largamente empregados para retomar pares de seres aos quais já se fez referência. Por exemplo: Pedro e João parecem ter finalmente percebido a importância da solidariedade. Ambos agora participam das atividades comunitárias de seu bairro. Obs.: a forma "ambos os dois" é considerada enfática. Atualmente, seu uso indica afetação, artificialismo.
  • 17. OBS: • Note bem: os numerais traduzem, em palavras, o que os números indicam em relação aos seres. Assim, quando a expressão é colocada em números (1, 1°, 1/3, etc.) não se trata de numerais, mas sim de algarismos. • Além dos numerais mais conhecidos, já que refletem a ideia expressa pelos números, existem mais algumas palavras consideradas numerais porque denotam quantidade, proporção ou ordenação. São alguns exemplos:década, dúzia, par, ambos(as), novena.