SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Arte
Como surgiu o pontilhismo?
• O pontilhismo surgiu na França em meados da década de 1880 como um movimento pós-
impressionista, sendo uma reação aos próprios impressionistas. Trata-se de uma técnica de
pintura em que o artista fez desenhos e representações usando pequenos pontos ou
manchas, dando ao observador, um efeito óptico diferente da pintura convencional.
Os dois principais artistas dessa modalidade foram os franceses George Seurat (1859–1891)
e Paul Signac (1863–1935), que aprofundaram as pesquisas impressionistas quanto à
percepção óptica, isto é, o modo como os objetos são vistos.
•
O que é pontilhismo?
• O Pontilhismo é uma técnica de pintura, saída do movimento impressionista, em que pequenas manchas ou
pontos de cor provocam, pela justaposição, uma mistura óptica nosolhos do observador (imagem).
• Esta técnica baseia-se na lei das cores complementares, avanço científico impulsionado noséculo XIX,
pelo químico Michel Chevreul. Trata-se de uma consequência extrema dos supostos ensinamentos
dos impressionistas, segundo os quais as cores deviam ser justapostas e não entre mescladas, deixando
à retina a tarefa de reconstruir o tom desejado pelo pintor, combinando as diversas impressões registradas.
• A técnica de utilização de pontos coloridos justapostos também pode ser considerada o culminar do
desprezo dos impressionistas pela linha, uma vez que esta é somente uma abstração do Homem para
representar anatureza.
• Esta técnica foi criada na França, com grande impulso de Georges Seurat e Paul Signac, em meados do
século XIX.
Georges Seurat
• Georges Seurat (1859-1891), é aquele que se pode considerar o iniciador
desta corrente artística. O seu grande contributo inovador consistiu na
decomposição prismática da cor e na mistura óptica que ela provoca,
deixando para segundo plano a representação do instante luminoso que tanto
havia apaixonado os impressionistas. Suas obras podem ser consideradas o
ponto máximo atingido pelo pontilhismo, tal como Tarde de Domingo na Ilha de
Grande Jatte e a obra-prima inacabada O Circo.
Paul Signac
• Signac foi outro grande pintor que dominou a técnica pontilhista. Ele
gostava de observar o movimento da água no mar e nos rios, e procurou
registrá-lo em muitas de suas obras.
Brasil
• No Brasil, diversos artistas atuantes no período da Primeira República (1889-1930)
empregaram procedimentos divisionistas, especialmente em suas paisagens e
pinturas decorativas. Podemos destacar, nesse sentido, os nomes de Belmiro de
Almeida, Eliseu Visconti, Rodolfo Chambelland, Artur Timóteo da
Costa, Guttmann Bicho, entre outros. O painel central do teto do Foyer do Teatro
Municipal do Rio de Janeiro é um exemplo de pintura decorativa onde Eliseu
Visconti empregou vários estilos e procedimentos artísticos, inclusive o pontilhismo.
• No Brasil, diversos artistas, principalmente do período da Primeira República,
utilizaram a técnica especialmente em paisagens e pinturas decorativas, como
Belmiro de Almeida, Eliseu Visconti e Rodolfo Chambelland.
Resumo
• O pontilhismo é um tipo de obra que consiste em demonstrar um desenho
específico, onde para demonstra-lo é utilizado a técnica pontilhista, ou seja,
um conjunto de pontos, de uma determinada cor, que no final demonstra o
determinado desenho, sendo ele objetos, paisagens, etc.
• No pontilhismo destaca-se como autores principais por usar essa técnica
Georges Seurat e Paul Signac.
Obra de Georges Seurat
Obra de Paul Signac

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013Fabiola Oliveira
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestreFabiola Oliveira
 
Texto arte indigena
Texto arte indigenaTexto arte indigena
Texto arte indigenaLaís Paiva
 
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdfApostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdfWeslleyDias8
 
P rovas 6°ao 9º Ano- Artes Professora Leoneide Carvalho
P rovas 6°ao 9º Ano- Artes  Professora Leoneide CarvalhoP rovas 6°ao 9º Ano- Artes  Professora Leoneide Carvalho
P rovas 6°ao 9º Ano- Artes Professora Leoneide CarvalhoLeoneide Carvalho
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesGeo Honório
 
Prova de arte II bimestre
Prova de arte II bimestreProva de arte II bimestre
Prova de arte II bimestreMary Alvarenga
 
2 avaliação de arte por simone drumond
2 avaliação de arte por simone drumond2 avaliação de arte por simone drumond
2 avaliação de arte por simone drumondSimoneHelenDrumond
 
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Denilson Parreira Dos Reis
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAndreza Andrade
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoGeo Honório
 

Mais procurados (20)

Arte 8 ano
Arte 8 anoArte 8 ano
Arte 8 ano
 
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
Avaliação diagnóstica arte 6 e 7 anos 2013
 
Prova artes
Prova artesProva artes
Prova artes
 
Questões simulado
Questões simuladoQuestões simulado
Questões simulado
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
 
Prova de arte1 9 ano
Prova de arte1 9 anoProva de arte1 9 ano
Prova de arte1 9 ano
 
Atividade de arte Historia do cinema
Atividade de arte Historia do cinemaAtividade de arte Historia do cinema
Atividade de arte Historia do cinema
 
Texto arte indigena
Texto arte indigenaTexto arte indigena
Texto arte indigena
 
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdfApostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
 
P rovas 6°ao 9º Ano- Artes Professora Leoneide Carvalho
P rovas 6°ao 9º Ano- Artes  Professora Leoneide CarvalhoP rovas 6°ao 9º Ano- Artes  Professora Leoneide Carvalho
P rovas 6°ao 9º Ano- Artes Professora Leoneide Carvalho
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
 
Prova de arte II bimestre
Prova de arte II bimestreProva de arte II bimestre
Prova de arte II bimestre
 
Artes atividades
Artes   atividadesArtes   atividades
Artes atividades
 
Tarsila do amaral
Tarsila do amaral Tarsila do amaral
Tarsila do amaral
 
2 avaliação de arte por simone drumond
2 avaliação de arte por simone drumond2 avaliação de arte por simone drumond
2 avaliação de arte por simone drumond
 
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
 
Pontilhismo
PontilhismoPontilhismo
Pontilhismo
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º ano
 
Grafite slide
Grafite slideGrafite slide
Grafite slide
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° ano
 

Semelhante a Arte- Pontilhismo (20)

6 a (1)
6 a (1)6 a (1)
6 a (1)
 
impressionismo.pdf
impressionismo.pdfimpressionismo.pdf
impressionismo.pdf
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
 
Impressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-ImpressionismoImpressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
O pontilhismo
O pontilhismoO pontilhismo
O pontilhismo
 
Impressionismo_Características_arte.pptx
Impressionismo_Características_arte.pptxImpressionismo_Características_arte.pptx
Impressionismo_Características_arte.pptx
 
Impressionismo cd
Impressionismo cdImpressionismo cd
Impressionismo cd
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e PontilhismoImpressionismo e Pontilhismo
Impressionismo e Pontilhismo
 
Slide Impressionismo
Slide ImpressionismoSlide Impressionismo
Slide Impressionismo
 
Impressionismo.pptx
Impressionismo.pptxImpressionismo.pptx
Impressionismo.pptx
 
Paul signac
Paul signacPaul signac
Paul signac
 
Aula 3 ef - artes
Aula 3   ef - artesAula 3   ef - artes
Aula 3 ef - artes
 
Divina ativ 5
Divina ativ 5Divina ativ 5
Divina ativ 5
 
Divina ativ 5
Divina ativ 5Divina ativ 5
Divina ativ 5
 

Mais de Jaicinha

Português- Artigo e Numeral
Português- Artigo e NumeralPortuguês- Artigo e Numeral
Português- Artigo e NumeralJaicinha
 
Geografia vegetação brasileira
Geografia  vegetação brasileiraGeografia  vegetação brasileira
Geografia vegetação brasileiraJaicinha
 
4 fases para fazer um texto expositivo
4 fases para fazer um  texto expositivo4 fases para fazer um  texto expositivo
4 fases para fazer um texto expositivoJaicinha
 
Geografi- clima e vegetação
Geografi- clima e vegetaçãoGeografi- clima e vegetação
Geografi- clima e vegetaçãoJaicinha
 
Ciências- O ar
Ciências- O arCiências- O ar
Ciências- O arJaicinha
 
Português-Pronome
Português-PronomePortuguês-Pronome
Português-PronomeJaicinha
 
Português- Numeral
Português- NumeralPortuguês- Numeral
Português- NumeralJaicinha
 
Redação- texto expositivo
Redação- texto expositivoRedação- texto expositivo
Redação- texto expositivoJaicinha
 
Arte- A técnica mista
Arte- A técnica mistaArte- A técnica mista
Arte- A técnica mistaJaicinha
 
Português- Artigo
Português- ArtigoPortuguês- Artigo
Português- ArtigoJaicinha
 
Arte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da corArte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da corJaicinha
 
Filosofia: Assunto= Mitologia
Filosofia:  Assunto= MitologiaFilosofia:  Assunto= Mitologia
Filosofia: Assunto= MitologiaJaicinha
 
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoCiêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoJaicinha
 
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.Jaicinha
 
Língua Portuguesa II
Língua Portuguesa IILíngua Portuguesa II
Língua Portuguesa IIJaicinha
 
Geografia- os continentes
Geografia- os continentesGeografia- os continentes
Geografia- os continentesJaicinha
 
Substantivos e Adjetivos
Substantivos e AdjetivosSubstantivos e Adjetivos
Substantivos e AdjetivosJaicinha
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASJaicinha
 
Língua portuguesa- 6 ano
Língua portuguesa- 6 anoLíngua portuguesa- 6 ano
Língua portuguesa- 6 anoJaicinha
 

Mais de Jaicinha (20)

Espanhol
EspanholEspanhol
Espanhol
 
Português- Artigo e Numeral
Português- Artigo e NumeralPortuguês- Artigo e Numeral
Português- Artigo e Numeral
 
Geografia vegetação brasileira
Geografia  vegetação brasileiraGeografia  vegetação brasileira
Geografia vegetação brasileira
 
4 fases para fazer um texto expositivo
4 fases para fazer um  texto expositivo4 fases para fazer um  texto expositivo
4 fases para fazer um texto expositivo
 
Geografi- clima e vegetação
Geografi- clima e vegetaçãoGeografi- clima e vegetação
Geografi- clima e vegetação
 
Ciências- O ar
Ciências- O arCiências- O ar
Ciências- O ar
 
Português-Pronome
Português-PronomePortuguês-Pronome
Português-Pronome
 
Português- Numeral
Português- NumeralPortuguês- Numeral
Português- Numeral
 
Redação- texto expositivo
Redação- texto expositivoRedação- texto expositivo
Redação- texto expositivo
 
Arte- A técnica mista
Arte- A técnica mistaArte- A técnica mista
Arte- A técnica mista
 
Português- Artigo
Português- ArtigoPortuguês- Artigo
Português- Artigo
 
Arte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da corArte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da cor
 
Filosofia: Assunto= Mitologia
Filosofia:  Assunto= MitologiaFilosofia:  Assunto= Mitologia
Filosofia: Assunto= Mitologia
 
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosãoCiêcias- A Erosão , tipos de erosão
Ciêcias- A Erosão , tipos de erosão
 
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
Geografia= os 10 países mais pobres da àfrica.
 
Língua Portuguesa II
Língua Portuguesa IILíngua Portuguesa II
Língua Portuguesa II
 
Geografia- os continentes
Geografia- os continentesGeografia- os continentes
Geografia- os continentes
 
Substantivos e Adjetivos
Substantivos e AdjetivosSubstantivos e Adjetivos
Substantivos e Adjetivos
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Língua portuguesa- 6 ano
Língua portuguesa- 6 anoLíngua portuguesa- 6 ano
Língua portuguesa- 6 ano
 

Último

Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 

Último (20)

Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 

Arte- Pontilhismo

  • 2. Como surgiu o pontilhismo? • O pontilhismo surgiu na França em meados da década de 1880 como um movimento pós- impressionista, sendo uma reação aos próprios impressionistas. Trata-se de uma técnica de pintura em que o artista fez desenhos e representações usando pequenos pontos ou manchas, dando ao observador, um efeito óptico diferente da pintura convencional. Os dois principais artistas dessa modalidade foram os franceses George Seurat (1859–1891) e Paul Signac (1863–1935), que aprofundaram as pesquisas impressionistas quanto à percepção óptica, isto é, o modo como os objetos são vistos. •
  • 3. O que é pontilhismo? • O Pontilhismo é uma técnica de pintura, saída do movimento impressionista, em que pequenas manchas ou pontos de cor provocam, pela justaposição, uma mistura óptica nosolhos do observador (imagem). • Esta técnica baseia-se na lei das cores complementares, avanço científico impulsionado noséculo XIX, pelo químico Michel Chevreul. Trata-se de uma consequência extrema dos supostos ensinamentos dos impressionistas, segundo os quais as cores deviam ser justapostas e não entre mescladas, deixando à retina a tarefa de reconstruir o tom desejado pelo pintor, combinando as diversas impressões registradas. • A técnica de utilização de pontos coloridos justapostos também pode ser considerada o culminar do desprezo dos impressionistas pela linha, uma vez que esta é somente uma abstração do Homem para representar anatureza. • Esta técnica foi criada na França, com grande impulso de Georges Seurat e Paul Signac, em meados do século XIX.
  • 4. Georges Seurat • Georges Seurat (1859-1891), é aquele que se pode considerar o iniciador desta corrente artística. O seu grande contributo inovador consistiu na decomposição prismática da cor e na mistura óptica que ela provoca, deixando para segundo plano a representação do instante luminoso que tanto havia apaixonado os impressionistas. Suas obras podem ser consideradas o ponto máximo atingido pelo pontilhismo, tal como Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte e a obra-prima inacabada O Circo.
  • 5. Paul Signac • Signac foi outro grande pintor que dominou a técnica pontilhista. Ele gostava de observar o movimento da água no mar e nos rios, e procurou registrá-lo em muitas de suas obras.
  • 6. Brasil • No Brasil, diversos artistas atuantes no período da Primeira República (1889-1930) empregaram procedimentos divisionistas, especialmente em suas paisagens e pinturas decorativas. Podemos destacar, nesse sentido, os nomes de Belmiro de Almeida, Eliseu Visconti, Rodolfo Chambelland, Artur Timóteo da Costa, Guttmann Bicho, entre outros. O painel central do teto do Foyer do Teatro Municipal do Rio de Janeiro é um exemplo de pintura decorativa onde Eliseu Visconti empregou vários estilos e procedimentos artísticos, inclusive o pontilhismo. • No Brasil, diversos artistas, principalmente do período da Primeira República, utilizaram a técnica especialmente em paisagens e pinturas decorativas, como Belmiro de Almeida, Eliseu Visconti e Rodolfo Chambelland.
  • 7. Resumo • O pontilhismo é um tipo de obra que consiste em demonstrar um desenho específico, onde para demonstra-lo é utilizado a técnica pontilhista, ou seja, um conjunto de pontos, de uma determinada cor, que no final demonstra o determinado desenho, sendo ele objetos, paisagens, etc. • No pontilhismo destaca-se como autores principais por usar essa técnica Georges Seurat e Paul Signac.
  • 8.
  • 10. Obra de Paul Signac