SlideShare uma empresa Scribd logo
Pará e
Santa Catarina
(Cultura, Costumes, Tradições e Imagens)
 PARÁ
• Introdução
O Pará é o segundo maior estado
do Brasil em questão de território,
No norte do país o jeito de ser
paraense chama a atenção. Seja na
forma de falar, de cantar, de dançar
ou de vestir. Apesar das influências
do resto do país, o paraense
mantém, com fervor, o gosto pelas
coisas da terra.
 Cultura Paraense:
Texturas, cores, materiais e formatos variados
compõem a rica e diversificada cultura do Pará. O
artesanato é marcado por peças inspiradas nas
milenares civilizações indígenas
Além do artesanato e das jóias, o Estado é palco
da leveza e sensualidade de danças típicas como
o carimbó e o lundu. Passos marcados por
músicas onde o falar paraense dá o tom e
registra a identidade do povo.
Para completar o caleidoscópio
cultural, o Pará eterniza
personagens de lendas amazônicas
como o Uirapuru e o Boto, por
meio de apresentações culturais
que se replicam em vários cantos
do Estado.
• Culinária Paraense
A Culinária paraense possui grande
influência indígena. Os elementos
encontrados na região, formam a base
de seus pratos, o que deixa
os gourmets maravilhados pela
alquimia utilizada na produção destes
pratos exóticos. Os nomes dos pratos
são tão exóticos quanto seu sabor, já
que são de origem indígena. Alguns
nomes dos pratos típicos da região;
(Açaí, Pato no tucupi, Tacacá,
Maniçoba) entre outros.
 SANTA CATARINA
 Introdução
 A cultura de Santa Catarina reflete as
variadas etnias presentes no Estado. Grupos
folclóricos mantêm viva a herança dos
imigrantes, presente também no artesanato,
na linguagem, na gastronomia e nas festas
típicas tradicionais, que atraem mais de
um milhão de visitantes anualmente,
principalmente a Oktoberfest de Blumenau, a
segunda maior festa da cerveja do mundo.
• Cultura de Santa Catarina
Apoio aos talentos e às manifestações populares
As manifestações culturais e artísticas catarinenses espelham a
diversidade de correntes migratórias e das etnias presentes no
Estado. Festas típicas, artesanato, grupos folclóricos e
gastronomia expressam a vitalidade da cultura popular, com
criativas variações regionais. O patrimônio histórico também
reflete as particularidades de cada região, como o casario
colonial português no litoral e a arquitetura enxaimel alemã no
Vale do Itajaí.
Na arte contemporânea, Santa
Catarina busca nos valores locais o
elemento universal que tem
proporcionado reconhecimento
internacional aos nossos pintores,
músicos, dançarinos, coreógrafos,
cineastas, atores e dramaturgos.
Governo e iniciativa privada, por meio
de incentivos fiscais, patrocínios e
premiações, têm apoiado
efetivamente a produção cultural e os
talentos catarinenses.
Agradecemos a
Atenção!
Boa tarde!!!
Alunos:
 Kleber oliveira
 Rarison Pena
 Vinicius Assunção
Professor:
 Ornildo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Região sudeste novo 2
Região sudeste novo 2Região sudeste novo 2
Região sudeste novo 2
Claudia Cardoso
 
Folclore
Folclore Folclore
Folclore
FLÁVIA VIZONÁ
 
A cultura brasileira
A cultura brasileiraA cultura brasileira
A cultura brasileira
Edvilson Itb
 
cultura e religião do norte
cultura e religião do nortecultura e religião do norte
cultura e religião do norte
MAIANASC
 
Carlos
CarlosCarlos
Santa catarina
Santa catarinaSanta catarina
Santa catarina
soradinda_59
 
CULTURA DE MS
CULTURA DE MSCULTURA DE MS
Nossa gente, nossa cultura....
Nossa gente, nossa cultura....Nossa gente, nossa cultura....
Nossa gente, nossa cultura....
Marcela Marangon Ribeiro
 
Ppt0000000
Ppt0000000Ppt0000000
Ppt0000000
Lucia
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
quituteira quitutes
 
Regiões do brasil
Regiões do brasilRegiões do brasil
Regiões do brasil
robson30
 
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordesteExposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Celinhabortolozo
 
Cultura Latina Luisa
Cultura Latina LuisaCultura Latina Luisa
Cultura Latina Luisa
martinsramon
 
Folclore de Mato Grosso do Sul
Folclore de Mato Grosso do SulFolclore de Mato Grosso do Sul
Folclore de Mato Grosso do Sul
Maísa Fernandes
 
Educação patrimonial - Imateriais
Educação patrimonial - ImateriaisEducação patrimonial - Imateriais
Educação patrimonial - Imateriais
Guilherme Duarte
 
Região nordeste
Região nordesteRegião nordeste
Região nordeste
souzaaline2
 
Trab de artes
Trab de artesTrab de artes
Trab de artes
João Victor Pereira
 
SLIDES- PATRIMÔNIOS IMATERIAIS DE UBERABA
SLIDES- PATRIMÔNIOS IMATERIAIS DE UBERABASLIDES- PATRIMÔNIOS IMATERIAIS DE UBERABA
SLIDES- PATRIMÔNIOS IMATERIAIS DE UBERABA
Guilherme Duarte
 
Januária - Cultura
Januária - CulturaJanuária - Cultura
Januária - Cultura
Adriana Andrade
 
Danças tipicas para alunos surdos
Danças tipicas para alunos surdosDanças tipicas para alunos surdos
Danças tipicas para alunos surdos
kerolibras
 

Mais procurados (20)

Região sudeste novo 2
Região sudeste novo 2Região sudeste novo 2
Região sudeste novo 2
 
Folclore
Folclore Folclore
Folclore
 
A cultura brasileira
A cultura brasileiraA cultura brasileira
A cultura brasileira
 
cultura e religião do norte
cultura e religião do nortecultura e religião do norte
cultura e religião do norte
 
Carlos
CarlosCarlos
Carlos
 
Santa catarina
Santa catarinaSanta catarina
Santa catarina
 
CULTURA DE MS
CULTURA DE MSCULTURA DE MS
CULTURA DE MS
 
Nossa gente, nossa cultura....
Nossa gente, nossa cultura....Nossa gente, nossa cultura....
Nossa gente, nossa cultura....
 
Ppt0000000
Ppt0000000Ppt0000000
Ppt0000000
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
Regiões do brasil
Regiões do brasilRegiões do brasil
Regiões do brasil
 
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordesteExposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
 
Cultura Latina Luisa
Cultura Latina LuisaCultura Latina Luisa
Cultura Latina Luisa
 
Folclore de Mato Grosso do Sul
Folclore de Mato Grosso do SulFolclore de Mato Grosso do Sul
Folclore de Mato Grosso do Sul
 
Educação patrimonial - Imateriais
Educação patrimonial - ImateriaisEducação patrimonial - Imateriais
Educação patrimonial - Imateriais
 
Região nordeste
Região nordesteRegião nordeste
Região nordeste
 
Trab de artes
Trab de artesTrab de artes
Trab de artes
 
SLIDES- PATRIMÔNIOS IMATERIAIS DE UBERABA
SLIDES- PATRIMÔNIOS IMATERIAIS DE UBERABASLIDES- PATRIMÔNIOS IMATERIAIS DE UBERABA
SLIDES- PATRIMÔNIOS IMATERIAIS DE UBERABA
 
Januária - Cultura
Januária - CulturaJanuária - Cultura
Januária - Cultura
 
Danças tipicas para alunos surdos
Danças tipicas para alunos surdosDanças tipicas para alunos surdos
Danças tipicas para alunos surdos
 

Destaque

Doc4
Doc4Doc4
Social media strategie schets a4
Social media strategie schets a4Social media strategie schets a4
Social media strategie schets a4Ivovanham
 
12ºb análise dos resultados do inquérito aplicado
12ºb   análise dos resultados do inquérito aplicado12ºb   análise dos resultados do inquérito aplicado
12ºb análise dos resultados do inquérito aplicado
ap12aworkshops
 
Resultados Sul-Americano 2012 - Individual geral masculino pré-infantil
Resultados Sul-Americano 2012 - Individual geral masculino pré-infantilResultados Sul-Americano 2012 - Individual geral masculino pré-infantil
Resultados Sul-Americano 2012 - Individual geral masculino pré-infantil
gymblogbrazil
 
La clau 95 set12
La clau 95 set12La clau 95 set12
La clau 95 set12ecoroda99
 
La ultima-revelacion-joseph-thornborn (1)
La ultima-revelacion-joseph-thornborn (1)La ultima-revelacion-joseph-thornborn (1)
La ultima-revelacion-joseph-thornborn (1)
Jose Luis Delgado
 
y todavia nos ofendemos cuando nos dicen que somos pobres
y todavia nos ofendemos cuando nos dicen que somos pobresy todavia nos ofendemos cuando nos dicen que somos pobres
y todavia nos ofendemos cuando nos dicen que somos pobres
claudia lorena espinel pira
 
Misterio iniquidad01
Misterio iniquidad01Misterio iniquidad01
Misterio iniquidad01
Jose Luis Delgado
 
Temaestilosenladecoracin 131116134935-phpapp02 (2)
Temaestilosenladecoracin 131116134935-phpapp02 (2)Temaestilosenladecoracin 131116134935-phpapp02 (2)
Temaestilosenladecoracin 131116134935-phpapp02 (2)
Veronica Alvarez M
 
Revista CRN out-2010
Revista CRN out-2010Revista CRN out-2010
Revista CRN out-2010Paulo Aragão
 
Búsqueda del tesoro y cookingclass
Búsqueda del tesoro y cookingclassBúsqueda del tesoro y cookingclass
Búsqueda del tesoro y cookingclass
La Bicicleta Verde
 
Tom Seifert Recommendation Letter
Tom Seifert Recommendation LetterTom Seifert Recommendation Letter
Tom Seifert Recommendation LetterColton Jones
 
Twitter simon leung
Twitter simon leungTwitter simon leung
Twitter simon leungPayPalHK
 
C map tools
C  map  toolsC  map  tools
C map tools
David Diego
 

Destaque (20)

Doc4
Doc4Doc4
Doc4
 
Jennifer.Santore.Alpha
Jennifer.Santore.AlphaJennifer.Santore.Alpha
Jennifer.Santore.Alpha
 
Social media strategie schets a4
Social media strategie schets a4Social media strategie schets a4
Social media strategie schets a4
 
12ºb análise dos resultados do inquérito aplicado
12ºb   análise dos resultados do inquérito aplicado12ºb   análise dos resultados do inquérito aplicado
12ºb análise dos resultados do inquérito aplicado
 
Resultados Sul-Americano 2012 - Individual geral masculino pré-infantil
Resultados Sul-Americano 2012 - Individual geral masculino pré-infantilResultados Sul-Americano 2012 - Individual geral masculino pré-infantil
Resultados Sul-Americano 2012 - Individual geral masculino pré-infantil
 
La clau 95 set12
La clau 95 set12La clau 95 set12
La clau 95 set12
 
La ultima-revelacion-joseph-thornborn (1)
La ultima-revelacion-joseph-thornborn (1)La ultima-revelacion-joseph-thornborn (1)
La ultima-revelacion-joseph-thornborn (1)
 
y todavia nos ofendemos cuando nos dicen que somos pobres
y todavia nos ofendemos cuando nos dicen que somos pobresy todavia nos ofendemos cuando nos dicen que somos pobres
y todavia nos ofendemos cuando nos dicen que somos pobres
 
Misterio iniquidad01
Misterio iniquidad01Misterio iniquidad01
Misterio iniquidad01
 
Temaestilosenladecoracin 131116134935-phpapp02 (2)
Temaestilosenladecoracin 131116134935-phpapp02 (2)Temaestilosenladecoracin 131116134935-phpapp02 (2)
Temaestilosenladecoracin 131116134935-phpapp02 (2)
 
Revista CRN out-2010
Revista CRN out-2010Revista CRN out-2010
Revista CRN out-2010
 
DelightLogo
DelightLogoDelightLogo
DelightLogo
 
Búsqueda del tesoro y cookingclass
Búsqueda del tesoro y cookingclassBúsqueda del tesoro y cookingclass
Búsqueda del tesoro y cookingclass
 
talent1
talent1talent1
talent1
 
Tom Seifert Recommendation Letter
Tom Seifert Recommendation LetterTom Seifert Recommendation Letter
Tom Seifert Recommendation Letter
 
page 14
page 14page 14
page 14
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
 
Twitter simon leung
Twitter simon leungTwitter simon leung
Twitter simon leung
 
Anexo la bohemia de trujillo
Anexo la bohemia de trujilloAnexo la bohemia de trujillo
Anexo la bohemia de trujillo
 
C map tools
C  map  toolsC  map  tools
C map tools
 

Semelhante a Pará e santa catarina

nordeste do brasil
nordeste do brasilnordeste do brasil
nordeste do brasil
Gean Bonatto
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
Curso Letrados
 
Arte e cultura
Arte e cultura Arte e cultura
Arte e cultura
Tavares tavares
 
Regionordeste 120830083855-phpapp02
Regionordeste 120830083855-phpapp02Regionordeste 120830083855-phpapp02
Regionordeste 120830083855-phpapp02
Giselda morais rodrigues do
 
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o EnemA formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
Joemille Leal
 
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptxELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
alissonmanoel2
 
A diversidade cultural no brasil (1) (1)
A diversidade cultural no brasil (1) (1)A diversidade cultural no brasil (1) (1)
A diversidade cultural no brasil (1) (1)
Atividades Diversas Cláudia
 
Cultura Capixaba.pptx
Cultura Capixaba.pptxCultura Capixaba.pptx
Cultura Capixaba.pptx
RodolfoKinupps1
 
Nordeste
NordesteNordeste
Nordeste
frv
 
A diversidade cultural no brasil (1)
A diversidade cultural no brasil (1)A diversidade cultural no brasil (1)
A diversidade cultural no brasil (1)
Atividades Diversas Cláudia
 
A diversidade cultural no brasil (1)
A diversidade cultural no brasil (1)A diversidade cultural no brasil (1)
A diversidade cultural no brasil (1)
Atividades Diversas Cláudia
 
A diversidade cultural no brasil
A diversidade cultural no brasilA diversidade cultural no brasil
A diversidade cultural no brasil
Atividades Diversas Cláudia
 
1VF DIOGO CULTURA
1VF DIOGO CULTURA1VF DIOGO CULTURA
1VF DIOGO CULTURA
CETEP RECÔNCAVO SAJ/BAHIA
 
1VF CULTURA - DIOGO
1VF CULTURA - DIOGO1VF CULTURA - DIOGO
1VF CULTURA - DIOGO
CETEP RECÔNCAVO SAJ/BAHIA
 
Maracatu nação patrimonio 2014
Maracatu nação patrimonio 2014Maracatu nação patrimonio 2014
Maracatu nação patrimonio 2014
maracatualmirantedoforte
 
CULTURA POPULAR
CULTURA POPULARCULTURA POPULAR
CULTURA POPULAR
EsequielGuedes
 
Folclore Brasileiro, região centro-oeste
Folclore Brasileiro, região centro-oesteFolclore Brasileiro, região centro-oeste
Folclore Brasileiro, região centro-oeste
Diulha Colombo
 
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptxHISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
AdrianaReginaCostaRD
 
1VB CULTURA TSYLLA
1VB CULTURA TSYLLA1VB CULTURA TSYLLA
1VB CULTURA TSYLLA
CETEP RECÔNCAVO SAJ/BAHIA
 
História de Mato Grosso - parte 02
História de Mato Grosso - parte 02História de Mato Grosso - parte 02
História de Mato Grosso - parte 02
HisrelBlog
 

Semelhante a Pará e santa catarina (20)

nordeste do brasil
nordeste do brasilnordeste do brasil
nordeste do brasil
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Arte e cultura
Arte e cultura Arte e cultura
Arte e cultura
 
Regionordeste 120830083855-phpapp02
Regionordeste 120830083855-phpapp02Regionordeste 120830083855-phpapp02
Regionordeste 120830083855-phpapp02
 
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o EnemA formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
 
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptxELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
 
A diversidade cultural no brasil (1) (1)
A diversidade cultural no brasil (1) (1)A diversidade cultural no brasil (1) (1)
A diversidade cultural no brasil (1) (1)
 
Cultura Capixaba.pptx
Cultura Capixaba.pptxCultura Capixaba.pptx
Cultura Capixaba.pptx
 
Nordeste
NordesteNordeste
Nordeste
 
A diversidade cultural no brasil (1)
A diversidade cultural no brasil (1)A diversidade cultural no brasil (1)
A diversidade cultural no brasil (1)
 
A diversidade cultural no brasil (1)
A diversidade cultural no brasil (1)A diversidade cultural no brasil (1)
A diversidade cultural no brasil (1)
 
A diversidade cultural no brasil
A diversidade cultural no brasilA diversidade cultural no brasil
A diversidade cultural no brasil
 
1VF DIOGO CULTURA
1VF DIOGO CULTURA1VF DIOGO CULTURA
1VF DIOGO CULTURA
 
1VF CULTURA - DIOGO
1VF CULTURA - DIOGO1VF CULTURA - DIOGO
1VF CULTURA - DIOGO
 
Maracatu nação patrimonio 2014
Maracatu nação patrimonio 2014Maracatu nação patrimonio 2014
Maracatu nação patrimonio 2014
 
CULTURA POPULAR
CULTURA POPULARCULTURA POPULAR
CULTURA POPULAR
 
Folclore Brasileiro, região centro-oeste
Folclore Brasileiro, região centro-oesteFolclore Brasileiro, região centro-oeste
Folclore Brasileiro, região centro-oeste
 
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptxHISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
HISTÓRIA DE MARANHAO.pptx
 
1VB CULTURA TSYLLA
1VB CULTURA TSYLLA1VB CULTURA TSYLLA
1VB CULTURA TSYLLA
 
História de Mato Grosso - parte 02
História de Mato Grosso - parte 02História de Mato Grosso - parte 02
História de Mato Grosso - parte 02
 

Último

Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
ILDISONRAFAELBARBOSA
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 

Pará e santa catarina

  • 1. Pará e Santa Catarina (Cultura, Costumes, Tradições e Imagens)
  • 2.  PARÁ • Introdução O Pará é o segundo maior estado do Brasil em questão de território, No norte do país o jeito de ser paraense chama a atenção. Seja na forma de falar, de cantar, de dançar ou de vestir. Apesar das influências do resto do país, o paraense mantém, com fervor, o gosto pelas coisas da terra.
  • 3.  Cultura Paraense: Texturas, cores, materiais e formatos variados compõem a rica e diversificada cultura do Pará. O artesanato é marcado por peças inspiradas nas milenares civilizações indígenas Além do artesanato e das jóias, o Estado é palco da leveza e sensualidade de danças típicas como o carimbó e o lundu. Passos marcados por músicas onde o falar paraense dá o tom e registra a identidade do povo.
  • 4. Para completar o caleidoscópio cultural, o Pará eterniza personagens de lendas amazônicas como o Uirapuru e o Boto, por meio de apresentações culturais que se replicam em vários cantos do Estado.
  • 5. • Culinária Paraense A Culinária paraense possui grande influência indígena. Os elementos encontrados na região, formam a base de seus pratos, o que deixa os gourmets maravilhados pela alquimia utilizada na produção destes pratos exóticos. Os nomes dos pratos são tão exóticos quanto seu sabor, já que são de origem indígena. Alguns nomes dos pratos típicos da região; (Açaí, Pato no tucupi, Tacacá, Maniçoba) entre outros.
  • 6.  SANTA CATARINA  Introdução  A cultura de Santa Catarina reflete as variadas etnias presentes no Estado. Grupos folclóricos mantêm viva a herança dos imigrantes, presente também no artesanato, na linguagem, na gastronomia e nas festas típicas tradicionais, que atraem mais de um milhão de visitantes anualmente, principalmente a Oktoberfest de Blumenau, a segunda maior festa da cerveja do mundo.
  • 7. • Cultura de Santa Catarina Apoio aos talentos e às manifestações populares As manifestações culturais e artísticas catarinenses espelham a diversidade de correntes migratórias e das etnias presentes no Estado. Festas típicas, artesanato, grupos folclóricos e gastronomia expressam a vitalidade da cultura popular, com criativas variações regionais. O patrimônio histórico também reflete as particularidades de cada região, como o casario colonial português no litoral e a arquitetura enxaimel alemã no Vale do Itajaí.
  • 8. Na arte contemporânea, Santa Catarina busca nos valores locais o elemento universal que tem proporcionado reconhecimento internacional aos nossos pintores, músicos, dançarinos, coreógrafos, cineastas, atores e dramaturgos. Governo e iniciativa privada, por meio de incentivos fiscais, patrocínios e premiações, têm apoiado efetivamente a produção cultural e os talentos catarinenses.
  • 9. Agradecemos a Atenção! Boa tarde!!! Alunos:  Kleber oliveira  Rarison Pena  Vinicius Assunção Professor:  Ornildo