SlideShare uma empresa Scribd logo
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
Curso: Tecnologia em Gestão da Produção Industrial
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
INDIVIDUAL – PTI
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
Curso:
Tecnologia em Gestão da
Produção Industrial
Semestre: 5º/6º
Disciplinas:
 Sistemas Integrados de Manufatura
 Controle Estatístico da Qualidade
 Avaliação dos Sistemas Industriais
 Sistemas de Informação Gerencial
 Controle e Automação de Processos Industriais
Professores
 Prof. Rafael Misael Vedovatte;
 Profa. Hallynnee Hellenn Pires Rossetto;
 Prof. Henrique Gabriel Rovigatti Chiavelli;
 Profa. Jaqueline dos Santos Ferrarezi;
 Prof. Giancarlo Michelino Gaeta Lopes.
Competências:
Compreender e aplicar conceitos teóricos em situações práticas
atinentes à(ao):
 Sistemas Integrados de Manufatura
 Controle Estatístico da Qualidade
 Avaliação dos Sistemas Industriais
 Sistemas de Informação Gerencial
 Controle e Automação de Processos Industriais
Habilidades:
Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá
desenvolvido as habilidades:
 Fornecer sólida formação humanística e visão global que
habilite o acadêmico acompreender os meios social,político,
cultural e econômico;
 Promover formação teórico-prática possibilitando a vivência
concreta nas organizações, estimulando uma postura
investigativa e de análise crítico-reflexiva;
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
 Formar profissionais com visão integral, capacidade de
adaptação e flexibilidade, que atuem de forma
interdisciplinar;
 Capacitar para que os indivíduos possam tomar decisões
complexas com ética e responsabilidade;
 Permitir que os indivíduos consigam ampliar sua visão de
forma competitiva, promovendo melhorias nas
organizações.
Objetivos da
Aprendizagem:
A produção textual é um procedimento metodológico de ensino-
aprendizagem que tem por objetivos:
 Favorecer a aprendizagem.
 Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo aprendizado
eficiente e eficaz.
 Promover o estudo dirigido a distância.
 Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o
auto aprendizado.
 Oferecer diferentes ambientes de aprendizagem.
 Auxiliar no desenvolvimento das competências requeridas
pelo Catálogo Nacional de Cursos Superiores em Tecnologia
do Ministério da Educação.
 Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de
problemas práticos relativos à profissão.
 Direcionar o estudante para a busca do raciocínio crítico e a
emancipação intelectual.
TEMOS A PRONTA ENTREGA
WhatsApp: (91) 98764-0830
E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
Prezad@ Alun@,
Seja bem-vind@ a este semestre!
Para atingir os objetivos destaprodução textual, é preciso que você siga as instruções voltadas
à elaboração do trabalho disponibilizadas neste manual, sob a orientação de seu Tutor a Distância,
considerando as disciplinas norteadoras.
A participação na consecução da proposta é fundamental para que haja o pleno
desenvolvimento de competências e habilidades requeridas em sua atuação profissional. Nessa
produção textual deverá ser considerado o caso de uma indústria química de pequeno porte
fabricante de sabão, apresentado na sequência.
Na Produção Textual Individual (PTI) você deverá, em um primeiro momento, conhecer a
Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) que descreve a Nova Saponaria.
Em um segundo momento, é preciso se envolver com a Situação Geradora de Aprendizagem
(SGA), inserindo-se nesse contexto para realizar as tarefas previstas. Para realizar essas tarefas, siga
as orientações fornecidas nesse material e nas fundamentações teóricas diversas (livros das
disciplinas, teleaulas, web aulas e outros materiais complementares, sejam estes indicados pelos
professores ou pesquisados por vocês).
No final deste manual, constam todas as informações necessárias para a construção do
trabalho. Faça uma leitura na integra e observe todas as normas e orientações para que o
desenvolvimento do trabalho seja satisfatório e possa atender todas as solicitações que a atividade
exige.
Se houver qualquer dúvida no desenvolvimento deste trabalho, sempre recorra as
instruções aqui presentes, bem como, acione o seu tutor a distância para que ele possa auxiliá-lo da
melhor forma possível.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)
O CASO DA NOVA SAPONARIA
Eva Ribeiro, 50 anos, é fundadora e proprietária da Nova Saponaria – uma indústria química
que fabrica barras de sabão. Empreendedora, ela iniciou o seu negócio formalmente há 12 anos, e
desde então vem ganhando mercado e tendo uma boa aceitabilidade de seu público-alvo, frente ao
fato de suas barras de sabão não parecerem serem feitas de óleo queimado. Considerada inovadora,
seus sabões em pedra se assemelham à sabonetes, pois são coloridos e muito cheirosos.
Eva começou sabendo o básico sobre a fabricação do sabão, aprendendo com sua avó,
enquanto ainda era menina e a observava na produção de sabão caseiro para uso doméstico. Na
época, os principais ingredientes utilizados eram:
 Sebo bovino (gordura animal);
 Gordura vegetal;
 Água fervente (para dissolver a soda);
 Soda cáustica;
 Álcool;
Com o tempo, Eva acrescentou mais dois ingredientes à receita básica de sua avó:
 Essência (com aromas variados);
 Corante de diferentes cores.
Como também já conhecia o processo – também observando sua avó – inicialmente, Eva
começou fazendo suas barras para ela mesma, sua família e amigos, auxiliando na limpeza do dia a
dia. No entanto, a sua boa ideia e o seu sabão de qualidade fizeram sucesso e a ideia virou negócio!
O processo que ela conhecia se baseia em:
 Tratar o sebo bovino, desodorizá-lo e esbranquiçá-lo;
 Ferver a água;
 Misturar a soda com a água (não ficar próximo devido a vaporização);
 Utilizar uma pá para mexê-los, nunca deixar perto das mãos ou olhos (ter cuidado);
 Não parar de mexer e ir acrescentando aos poucos o sebo bovino e a gordura vegetal,
mexer até serem incorporados;
 Neste momento pode-se inserir a nova essência e o corante;
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
 Adicionar o álcool e continuar mexendo até obter uma consistência mais densa, como se
fosse uma pasta;
 Despejar em um recipiente ou forma, onde poderá deixar a pasta endurecer por 24 horas
(no mínimo) e se preparar para o corte da barra de sabão.
Eva sabe como fazer um bom sabão, contudo ela quer fazer com que sua indústria cresça
ainda mais, se tornando uma empresa de grande porte! Ela possui um barracão bem estruturado,
com espaço amplo e pronto para ser transformado conforme a necessidade de seu novo layout, o
qual deve ser bem mais organizado do que ela tem hoje, visto a sua produção atual, mais a produção
do seu novo produto, o detergente.
A matéria prima do detergente se baseia em:
 Sabão em pedra;
 Bicarbonato de sódio;
 Água;
 Álcool etílico hidratado;
 Óleo aromatizante.
O detergente por sua vez, possui algumas etapas necessárias para sua produção, sendo elas:
 As barras de sabão devem ser raladas ou cortadas em lascas;
 A água deve ser fervida e as raspas de sabão serão colocadas nesta água fervente, para
derretê-las;
 Posterior ao derretimento deve-se acrescentar o álcool etílico hidratado, o bicarbonato
de sódio e o óleo aromatizante;
 Esta formulação deve ser mexida por 5 a 10 minutos, e;
 Na sequência, ela deve descansar por 1 hora (no mínimo);
 Agora, o detergente, já está pronto para ser envasado nas embalagens.
A reação da obtenção do sabão, equivale ao que aprendemos ainda no ensino médio: um
ácido mais uma base gera um sal. Certo? Então, podemos pensar que a reação de saponificação (que
envolve a elaboração de sabão) equivale quimicamente a mistura de um éster (proveniente de um
ÁCIDO graxo) e uma BASE (hidróxido de sódio) para se obter o sabão industrial (SAL orgânico).
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
Logo a mistura do sebo bovino e a gordura vegetal + a soda cáustica (utilizados nas fórmulas
de Eva) é o que quimicamente resulta na elaboração do sabão desta produção em questão.
Ainda, segundo Peruzzo e Canto (2003) " os detergentes sintéticos atuam da mesma maneira
que os sabões, porém diferem deles na estrutura da molécula. Sabões são sais de ácido carboxílico
de cadeia longa, e detergentes sintéticos, na grande maioria, são sais de ácidos sulfônicos de cadeia
longa. Atualmente existem muitos outros tipos de detergentes com estruturas diferentes, mas que,
invariavelmente, possuem uma longa cadeia apolar e uma extremidade polar".
Como podemos perceber, um produto precisa do outro para existir, como demonstra o
processo de fabricação do detergente, o qual necessita do sabão em pedra. Então temos aqui uma
cadeia produtiva que depende da outra.
Eva também possui todas as licenças necessárias já conquistadas, pois ela sabe o quanto é
importante trabalhar de maneira legal e cuidar também da segurança no ambiente de trabalho, uma
vez que trabalham com produtos químicos.
Ela teve este cuidado, pois sua avó manipulava tudo sem proteção e sofria com queimaduras
provindas do processo da fabricaçãodo sabão.Agora que elaestáciente da importância da segurança
na indústria química e deve assegurar que todos os colaboradores tomem os cuidados necessários.
A Nova Saponaria possui 60 colaboradores trabalhando entre produção e vendas. Sendo 40
na produção, 8 no administrativo da empresa e os outros 12 são os vendedores e trabalham com
vendas externas do seu produto, mas ela vê que é necessário contratar mais pessoas para produzir
e para vender ainda mais, pois tem muita procura do seu produto. Inclusive, há muita procura pelo
detergente, o qual a empresa não fabricava, mas frente a grande procura, também quer inseri-lo em
sua estrutura e em seu portfólio de produtos.
A empresa cresceu rápido e Eva quer que ela se torne uma empresa de grande porte. Para
tal, ela sabe da necessidade de organizar internamente sua produção, evitando desorganizações no
layout e no fluxograma, desperdício de insumos, obsolescência de maquinários, atraso de demanda
dentre outros problemas.
Para esta reestruturação, organização e inserção de uma nova linha produtiva na empresa,
Eva reservou um capital alto para investir neste avanço tão importante e benéfico para sua empresa.
Eva estábem otimista com estaexpansão e vê que para produzir mais elaprecisa automatizar
e organizar ainda melhor a sua empresa. Sem contar na necessidade de criar, alinhar e inserir na
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
empresa mais uma linha de produção a do novo produto, o detergente. A grande questão é, como?
Por onde ela deve começar?
Neste sentido, você deverá ajudar a Sra. Eva para que ela possa produzir mais e abastecer
o mercado que demanda e busca por seus produtos. Lembrando sempre de tomar as devidas
precauções acerca da segurança na manipulação dos compostos químicos.
Agora, é com você!
TAREFAS
O desafio é apresentar todas as soluções para as possíveis problemáticas, relacionadas à usina Nova
Saponaria, considerando os aspectos pertinentes às disciplinas do semestre.
Passo 1 – SISTEMAS INTEGRADOS DE MANUFATURA
A fim de garantir resultados, você definiu previamente a estratégia para análise dos processos
de preparo do sabão em barras, principal linha da usina. Para tanto, alguns pontos foram definidos
como fundamentais para análise, entre eles:
1. Avaliação do layout da usina;
2. Análise dos processos relacionados a produção e logística do produto.
3. Estudo do fluxo de informações, pessoas e produtos.
Após a análise, você copilou todos os dados obtidos e estes estão expostos a seguir,
começando pela Figura 1 que apresenta o layout e a movimentação de mercadorias (flechas pretas)
/trabalhadores (flechas vermelhas).
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
Figura 1 - Fluxograma de processo de fabricação de sabonete Usina Nova Saponaria
Fonte: Adaptado de HeizirF. de Castro (2009). Disponível em https://bit.ly/3knje3g. Acessoem13 de julho
de 2021
Já análise dos processos de produção, logística e o estudo do fluxo de informações, pessoas e
produtos revelaram:
 Dependendo do pedido, a Usina Nova Saponaria geralmente precisa de 5 dias úteis para
realizar a logística de entrega do produto ao cliente;
 A Empresa não possui sistemas de controle de pedidos, tudo é controlado manualmente pela
Sra. Eva Ribeiro por e-mails e telefonemas; Muitas vezes os pedidos se perdem em meio a
tantos papéis.
 Devido à alta variedade dos produtos (fragrância, cor, tamanho), alguns equipamentos
precisam ser ajustados (setup) para produzir o formato específico de um pedido;
 A manutenção de componentes avariados durante os processos de setup ou manufatura
causam paradas totais da produção;
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
 Geralmente faltam insumos no laboratório para análise, o que impacta na aferição da
qualidade de alguns produtos. O responsável pelo setor alega que sempre solicita a compra
quando o estoque está baixo, mas mesmo assim faltam em alguns momentos;
 Alguns fornecedores não estão entregando os insumos no prazo combinado e afirmam que
costumam ocorrer divergências entre pedidos e pagamentos;
 A futura linha de detergentes tem como um de seus principais insumos, sabões em barra.
Com bases nessas informações, responda os questionamentos da Senhora Eva (contratante)
da consultoria e a auxilie na adoção de práticas e procedimentos relacionados ao Sistema de
Manufatura Integrado.
Questionamentos:
1. Qual o layout da minha indústria? O que vocês sugerem para otimizá-lo? O que é gargalo?
Temos algum gargalo na nossa produção?
2. Admito tenho me perdido um pouco com os meus pedidos depois que a nossa demanda
aumentou. O que posso fazer para resolver essa situação?
3. Por que o setup de alguns equipamentos costuma demorar tanto? E ainda por cima, de vez
em quando ocorrem quebras. O que será que está errado? O que devo fazer?
4. Meu setor de qualidade sempre reclama que faltam Kits de insumos, mas eles deixam para
me avisar na última hora. Tenho tentado resolver isso comuma política de segurança de 10%
e um estoque (contêiner) com capacidade para 15 Kits. Geralmente levam 15 dias para
receber os insumos e a demanda diária média é de 30 Kits. Existe alguma ferramenta que
pode me ajudar nessa situação?
5. Alguns dos meus fornecedores costumam me deixar na mão, será que devo procurar por
novos? Existe algum sistema que pode me ajudar nesse controle?
Passo 2 – CONTROLE ESTATÍSTICO DA QUALIDADE
As empresas, para sobreviverem no atual mercado competitivo, precisam se adequar as
exigências e vender produtos e serviços de qualidade. Uma forma da empresa conseguir isso é
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
controlar o processo de fabricação do seu produto, uma vez que precisa garantir as melhores
condições na produção do produto, de acordo com altos níveis de eficiência e segurança.
Para que a empresa Nova Saponaria produza produtos de qualidade e possa expandir sua
produção, é necessário um planejamento e acompanhamento do processo de fabricação, uma vez
que deseja inserir em seu portfólio um novo produto, o detergente. É preciso propor e implementar
melhorias para aumentar o rendimento do processo e a qualidade do produto final.
Pensando na implementação do Controle Estatístico de Qualidade na empresa, faça um
estudo minucioso do processo de fabricação do detergente, abordando todas as suas etapas,
condições operatórias, características do produto final, fatores que podem causar variação na
fabricação e os pontos que precisam de especial atenção. Após esse estudo, apresente e analise os
fatores encontrados.
Passo 3 – AVALIAÇÃO DOS SISTEMAS INDUSTRIAIS
Conforme destacado no texto (SGA), aSenhora Eva Ribeiro resolveu abrir a indústria de sabão
em barra chamada Nova Saponaria, para produzir e comercializar o sabão em barra, à qual começou
com uma receita familiar. Sendo assim, a Sra. Eva investiu bastante em máquinas e equipamentos
para atingir seu objetivo de produzir em larga escala. Atualmente, a Sra. Eva, reservou um capital
para investir em uma nova linha de produção, e precisa ter uma organização tanto na parte de
produção quanto na parte administrativa.
Portanto, você deve responder aos seguintes questionamentos:
1) Considerando que aindústria Nova Saponaria vai investir emmáquinas e equipamentos, logo,
podemos concluir que a mesma possuios sistemas detrabalho manual, sistemas trabalhador-
máquina e sistemas automatizados. Portanto, vocês devem explicar o que significa cada um
desses três (3) sistemas para a Sra. Eva:
2) Como a indústria Nova Saponaria é, atualmente, uma indústria que cresceu rapidamente, há
uma necessidade de organização em sua administração. Logo, existem os níveis hierárquicos
para a tomada de decisão, ou seja, existem os níveis estratégico, tático e operacional.
Portanto, vocês devem explicar cada um desses três (3) níveis hierárquicos para a Sra. Eva, de
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
modo que ela entenda a importância de cada um dos níveis e com isso consiga delegar as
respectivas funções e atribuições para cada cargo em sua empresa.
Passo 4 – SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS
A Nova Saponaria, indústria da Sra. Eva, está passando por transformações e, pensando nos
objetivos organizacionais os quais dizem respeito justamente à modernização, otimização e
ampliação do negócio, não tem como não falarmos no uso de tecnologias como facilitadoras e
importantes auxiliares neste contexto, não é mesmo?
Tal emprego de tecnologias da informação podem abarcar diferentes óticas! Podemos nos
referir tanto a sistemas empresariais – a fim de otimizar processos e práticas internas – quanto ao
emprego de meios digitais como estratégias mercadológicas – através do comércio eletrônico, por
exemplo – entre tantos outros aspectos.
Neste sentido, nesta etapa, sua missão consiste em avaliar o contexto da Nova Saponaria e
auxiliar Eva a tomar as melhores decisões no que tange ao investimento necessário em tecnologias
da informação e suas implicações em seu negócio. Para isso, responda:
1. No que diz respeito à informatização e otimização de processos e práticas
organizacionais, envolvendo gestão, controle e relacionamento com o cliente, você
sugeriu que Eva invista em um sistema ERP e em um Sistema CRM. Explique por qual
motivo tais sistemas empresariais seriam importantes a serem implementados na
Nova Saponaria.
2. Considerando a era da tecnologia e da informação a qual estamos inseridos, Eva
estava inquieta, pensando se seria interessante criar mídias sociais ou até mesmo um
site para vender seus produtos também no meio digital! Sua missão é auxiliar Eva
nesta decisão... Seria interessante para a Nova Saponaria comercializar seus produtos
no meio digitalou investir em plataformas digitais?Justifique suaresposta verificando
como as organizações do mesmo ramo da Nova Saponaria atuam neste meio. O que é
preciso saber para decidir quanto à viabilidade de ingresso neste campo? O modelo
de negócio da Eva é viável e aplicável ao comércio eletrônico?
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
Passo 5 – CONTROLE E AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS INDUSTRIAIS
Dentro de um processo produtivo complexo, o controle e automação de processos se torna
indispensável por garantir uma maior eficiência na produção e qualidade no produto final. Assim,
para que esses pontos sejamgarantidos, a Nova Saponaria possui um sistema produtivo totalmente
automatizado. Porém, alguns processos ainda podem ser otimizados, com melhorias na automação.
Um dos processos mais críticos no momento dentro da Nova Saponaria é o envase do
detergente emsua embalagem. Atualmente, o sistemade envasefunciona baseado em tempo, onde
a válvula que controla a saída de detergente para o preenchimento do frasco fica aberta por um
tempo pré-estabelecido. Esse tipo de funcionamento tem ocasionado uma variação do volume final
de detergente no frasco, que passa a ser diferente do indicado na embalagem, gerando várias
reclamações dos clientes.
Tendo em vista a problemática apresentada no processo de envase, responda as seguintes
questões:
a. Atualmente, a automação do processo de envase do detergente funciona em malha aberta
ou malha fechada? Por quê?
b. Quais as diferenças de um sistema de controle em malha aberta e malha fechada? Apresente
um resumo sobre cada um dos tipos de operação, suas vantagens e desvantagens.
c. Qual a modificação a ser feita na automação do processo de envase, que garanta que todos
os frascos tenham o mesmo volume de detergente ao final do processo? Para isso, seria
necessário adicionar algum sensor ao sistema? Se sim, qual pode ser utilizado?
REFERÊNCIAS
ALVES, J. L. Instrumentação, Controle e Automação de Processos. 2 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2010.
FILHO, G. F. Automação de Processos e de Sistemas. São Paulo: Érica, 2014.
GOUVEIA, Marco Aurélio da Cruz. Controle estatístico da qualidade. – Londrina: Editora e
Distribuidora Educacional S.A., 2018.
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
OLIVEIRA, D. de P. R. de. Sistemas de informações gerenciais: estratégias, táticas, operacionais. 17.
ed. São Paulo: Atlas, 2018. (Minha Biblioteca).
PEREIRA, Francisco Sávio Gomes. CONTROLE DE QUALIDADE: numa abordagem analítica química e
produtiva industrial. 2018. Disponível em: https://bityli.com/4hH5E. Acesso em: 14 jul. 2021.
REZENDE, D. A.; ABREU, A. F. de. Tecnologia da informação: aplicada a sistemas de informação
empresariais. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2013. (Minha Biblioteca).
ROCHA, H. M., NONOHAY, R. G. Administração da Produção. Porto Alegre: SAGAH, 2016.
ROMEIRO FILHO, Eduardo. Sistemas Integrados de Manufatura: para gerentes, engenheiros e
designers. São Paulo: Atlas, 2015.
SANTOS, C. Avaliação dos sistemas industriais. Londrina: Editora e Distribuidora S.A., 2018.
SILVA, Heber Castro. Sistemas Integrados de Manufatura. Londrina: Editora e Distribuidora
Educacional S.a, 2017.
ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO
Para nortear o desenvolvimento do que está sendo proposto, indicamos que sejam
apresentados no relatório um conjunto de tópicos a serem informados na seguinte sequência,
segundo as normas da ABNT:
1. Capa: Título do trabalho, nome completo, matrícula, polo, nome do tutor presencial, nome
do tutor a distância, município, Estado, ano.
2. Folha de Rosto: Título do trabalho, nome completo, matrícula, polo, nome do tutor
presencial, nome do tutor a distância, município, Estado, ano.
3. Sumário
4. Título: Título do trabalho.
5. Introdução: Faça uma introdução envolvendo uma fundamentação teórica com os itens mais
importantes referentes ao tema do trabalho (mínimo uma página).
6. Desenvolvimento:Nestaseçãodeve-serealizar as tarefas descritas acima, comdetalhamento
dos cálculos (sempre indique as equações utilizadas),gráficos etc. CadaTarefa será umtópico
do desenvolvimento, podendo ser nomeada através do passo (1, 2 etc.). Como exemplo:
a. Passo 1
b. Passo 2
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
7. Conclusões: Nesta seção você fará a ligação entre os objetivos e os resultados alcançados,
fazendo uma discussão dos resultados, dos métodos de medida utilizados, tendo em vista o
objetivo do trabalho. De um modo geral, a conclusão deve ser redigida de tal modo que a
ideia central do relatório se revele e se fixe claramente ao leitor.
8. Referências bibliográficas: Toda a bibliografia utilizada para elaborar o relatório deverá ser
citada. Utilize a norma ABNT para a colocação das referências.
9. Anexos (se necessário): Os anexos são utilizados para colocar alguma dedução que seja
importante e tenha sido utilizada nos cálculos das grandezas físicas da experiência, fotos do
experimento etc.
NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL
A resolução da situação-problema deverá ser registrada em forma de um relatório descritivo
que deverá ser postado em seu ambiente virtual. Neste texto você deverá obedecer às normas a
seguir:
a) Abra um documento no Word seguindo as normas da ABNT. Acessea Biblioteca Digital,clique
em “Padronização” e escolha as opções “Trabalhos acadêmicos – Apresentação” e “Modelo
para elaboração de Trabalho Acadêmico”;
b) Estetrabalho deverá ser redigido na seguinte estrutura: capa de abertura, descriçãoseparada
de cada um dos itens solicitados na SGA, acompanhada do detalhamento solicitadopara cada
um desses itens;
c) A postagemdoarquivofinal relacionadoaPTI no AVA deve serem um únicoarquivo,formato
.DOC (Word ou editor de textos);
d) O sistema irá arquivar e disponibilizar para correção apenas o último trabalho encaminhado,
caso você encaminhe um novo arquivo, ele irá sobrepor e apagar o arquivo encaminhado
anteriormente;
e) Você deverá postar o trabalho finalizado no AVA, o que deverá ser feito na pasta específica
(“atividades interdisciplinares”), obedecendo ao prazo limite de postagem, conforme disposto
no cronograma do curso. Não existe prorrogação para a postagem da atividade;
f) O trabalho será realizado individualmente;
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
g) A capa do trabalho deverá conter o seu nome, sua matrícula, nome do poloe nome do tutor
a distância;
h) Importante: A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver
trabalhos idênticos aos de outros alunos ou com reprodução de materiais extraídos da
internet. Os trabalhos plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade.
Observe que a prática do plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e
deve ser evitada no âmbito acadêmico;
i) Em caso de dúvida para elaboração do trabalho, você deverá buscar orientações com o seu
tutor à distância;
j) Importante: Não serão aceitos trabalhos enviados em extensão .PDF, somente os trabalhos
elaborados em editor de texto (Word) com extensão .DOC;
k) Atenção aos prazos de postagens, acompanhe o cronograma das datas de postagem e
correção das atividades em seu AVA.
CRITÉRIO AVALIATIVOS
Apresentamos os critérios avaliativos que nortearão a devolutiva escrita e o conceito a ser
dado pelo tutor eletrônico.
Critério Significado Valor/peso
Coerência, clareza
e coesão
A produção textual apresenta uma linguagemde fácil
compreensão, apresentando os argumentos de modo
claro e coeso.
10%
Aplicação dos
conteúdos
interdisciplinares
no texto
argumentativo
No texto escrito (com as justificativas e
argumentações) as ideias apresentam relação direta
com a situação descrita e explicitam conteúdos
trabalhados nas disciplinas de forma clara.
50% (10% por passo)
Riqueza de
argumentação
As ideias apresentadas no texto (com as justificativas
e argumentações) têm relação direta com o tema e
traduzem uma perspectiva crítica e variedade de
pontos de vista.
20%
PRODUÇÃO TEXTUAL
INTERDISCIPLINAR
CST em Gestão da Produção Industrial
Conclusão
Todo o registro de ideias foi feito com um mínimo de
termos, sem repetições ou redundâncias.
10%
Normalização
Respeito às normas da ABNT, respeito a escrita
ortográfica e estrutura solicitada.
10%
O
Um ótimo trabalho!
Equipe de Professores.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Contribuições de uma consultoria de recursos humanos em tempos de mudanças – ...
Contribuições de uma consultoria de recursos humanos em tempos de mudanças – ...Contribuições de uma consultoria de recursos humanos em tempos de mudanças – ...
Contribuições de uma consultoria de recursos humanos em tempos de mudanças – ...
HELENO FAVACHO
 
O caso da empresa lancaster – ace 3º 4º
O caso da empresa lancaster – ace 3º  4ºO caso da empresa lancaster – ace 3º  4º
O caso da empresa lancaster – ace 3º 4º
ZairaLessa
 
O caso da loja amora cst marketing digital 3º e 4º
O caso da loja amora   cst marketing digital 3º e 4ºO caso da loja amora   cst marketing digital 3º e 4º
O caso da loja amora cst marketing digital 3º e 4º
HELENO FAVACHO
 
Curso de ciências contábeis orientações pedagógicas para o estágio supervisio...
Curso de ciências contábeis orientações pedagógicas para o estágio supervisio...Curso de ciências contábeis orientações pedagógicas para o estágio supervisio...
Curso de ciências contábeis orientações pedagógicas para o estágio supervisio...
HELENO FAVACHO
 
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
ZairaLessa
 
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8ºO caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
HELENO FAVACHO
 
O caso do restaurante alho & cebola processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola   processos gerenciais semestre 3º fl...O caso do restaurante alho & cebola   processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola processos gerenciais semestre 3º fl...
ZairaLessa
 
Aula canvas13
Aula canvas13Aula canvas13
Aula canvas13
Fabiano Duarte
 
Projeto integrador interdisciplinar café e sintonia – marketing digital semes...
Projeto integrador interdisciplinar café e sintonia – marketing digital semes...Projeto integrador interdisciplinar café e sintonia – marketing digital semes...
Projeto integrador interdisciplinar café e sintonia – marketing digital semes...
ZairaLessa
 
Caso empresa metal américa s a emissão de debêntures e processo de incorporaç...
Caso empresa metal américa s a emissão de debêntures e processo de incorporaç...Caso empresa metal américa s a emissão de debêntures e processo de incorporaç...
Caso empresa metal américa s a emissão de debêntures e processo de incorporaç...
HELENO FAVACHO
 
Estratégias nutricionais direcionadas à prática de exercício físico e à saúde...
Estratégias nutricionais direcionadas à prática de exercício físico e à saúde...Estratégias nutricionais direcionadas à prática de exercício físico e à saúde...
Estratégias nutricionais direcionadas à prática de exercício físico e à saúde...
HELENO FAVACHO
 
Gestao de rh 3 e 4
Gestao de rh 3 e 4Gestao de rh 3 e 4
Gestao de rh 3 e 4
Arleno
 

Mais procurados (12)

Contribuições de uma consultoria de recursos humanos em tempos de mudanças – ...
Contribuições de uma consultoria de recursos humanos em tempos de mudanças – ...Contribuições de uma consultoria de recursos humanos em tempos de mudanças – ...
Contribuições de uma consultoria de recursos humanos em tempos de mudanças – ...
 
O caso da empresa lancaster – ace 3º 4º
O caso da empresa lancaster – ace 3º  4ºO caso da empresa lancaster – ace 3º  4º
O caso da empresa lancaster – ace 3º 4º
 
O caso da loja amora cst marketing digital 3º e 4º
O caso da loja amora   cst marketing digital 3º e 4ºO caso da loja amora   cst marketing digital 3º e 4º
O caso da loja amora cst marketing digital 3º e 4º
 
Curso de ciências contábeis orientações pedagógicas para o estágio supervisio...
Curso de ciências contábeis orientações pedagógicas para o estágio supervisio...Curso de ciências contábeis orientações pedagógicas para o estágio supervisio...
Curso de ciências contábeis orientações pedagógicas para o estágio supervisio...
 
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
 
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8ºO caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
 
O caso do restaurante alho & cebola processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola   processos gerenciais semestre 3º fl...O caso do restaurante alho & cebola   processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola processos gerenciais semestre 3º fl...
 
Aula canvas13
Aula canvas13Aula canvas13
Aula canvas13
 
Projeto integrador interdisciplinar café e sintonia – marketing digital semes...
Projeto integrador interdisciplinar café e sintonia – marketing digital semes...Projeto integrador interdisciplinar café e sintonia – marketing digital semes...
Projeto integrador interdisciplinar café e sintonia – marketing digital semes...
 
Caso empresa metal américa s a emissão de debêntures e processo de incorporaç...
Caso empresa metal américa s a emissão de debêntures e processo de incorporaç...Caso empresa metal américa s a emissão de debêntures e processo de incorporaç...
Caso empresa metal américa s a emissão de debêntures e processo de incorporaç...
 
Estratégias nutricionais direcionadas à prática de exercício físico e à saúde...
Estratégias nutricionais direcionadas à prática de exercício físico e à saúde...Estratégias nutricionais direcionadas à prática de exercício físico e à saúde...
Estratégias nutricionais direcionadas à prática de exercício físico e à saúde...
 
Gestao de rh 3 e 4
Gestao de rh 3 e 4Gestao de rh 3 e 4
Gestao de rh 3 e 4
 

Semelhante a Nova saponaria gestão da produção industrial semestre 5º e 6º

VLR: 45,00 DESAFIO PROFISSIONAL - CANDY & CIA CHOCOLATES E DOCES - WHATSAPP: ...
VLR: 45,00 DESAFIO PROFISSIONAL - CANDY & CIA CHOCOLATES E DOCES - WHATSAPP: ...VLR: 45,00 DESAFIO PROFISSIONAL - CANDY & CIA CHOCOLATES E DOCES - WHATSAPP: ...
VLR: 45,00 DESAFIO PROFISSIONAL - CANDY & CIA CHOCOLATES E DOCES - WHATSAPP: ...
Acade Consultoria
 
O caso do restaurante alho & cebola processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola   processos gerenciais semestre 3º fl...O caso do restaurante alho & cebola   processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola processos gerenciais semestre 3º fl...
HELENO FAVACHO
 
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
HELENO FAVACHO
 
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
HELENO FAVACHO
 
O caso do restaurante alho & cebola – processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola – processos gerenciais semestre 3º fl...O caso do restaurante alho & cebola – processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola – processos gerenciais semestre 3º fl...
HELENO FAVACHO
 
VLR: R$45,00. INDÚSTRIA DE DOCES CASEIROS SABORES & SONHOS – LOGÍSTICA WHATSA...
VLR: R$45,00. INDÚSTRIA DE DOCES CASEIROS SABORES & SONHOS – LOGÍSTICA WHATSA...VLR: R$45,00. INDÚSTRIA DE DOCES CASEIROS SABORES & SONHOS – LOGÍSTICA WHATSA...
VLR: R$45,00. INDÚSTRIA DE DOCES CASEIROS SABORES & SONHOS – LOGÍSTICA WHATSA...
Acade Consultoria
 
O caso de reestruturação de um produto da sua região administração semestre...
O caso de reestruturação de um produto da sua região   administração semestre...O caso de reestruturação de um produto da sua região   administração semestre...
O caso de reestruturação de um produto da sua região administração semestre...
HELENO FAVACHO
 
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8ºO caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
HELENO FAVACHO
 
O caso da empresa lancaster – ace 3º 4º
O caso da empresa lancaster – ace 3º  4ºO caso da empresa lancaster – ace 3º  4º
O caso da empresa lancaster – ace 3º 4º
HELENO FAVACHO
 
Nutrição - Culinária Funciona.pdf
Nutrição - Culinária Funciona.pdfNutrição - Culinária Funciona.pdf
Nutrição - Culinária Funciona.pdf
HELENO FAVACHO
 
PRODUÇÃO TEXTUAL – CHIAVELLI S/A VALOR: R$50,00 WHATSAPP: (92) 99468-3158
PRODUÇÃO TEXTUAL –   CHIAVELLI S/A VALOR: R$50,00 WHATSAPP: (92) 99468-3158PRODUÇÃO TEXTUAL –   CHIAVELLI S/A VALOR: R$50,00 WHATSAPP: (92) 99468-3158
PRODUÇÃO TEXTUAL – CHIAVELLI S/A VALOR: R$50,00 WHATSAPP: (92) 99468-3158
Acade Consultoria
 
VALOR: R$ 45,00 - TEXTUAL MIX ALIMENTOS – PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4º/5º SEMESTRE ...
VALOR: R$ 45,00 - TEXTUAL MIX ALIMENTOS – PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4º/5º SEMESTRE ...VALOR: R$ 45,00 - TEXTUAL MIX ALIMENTOS – PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4º/5º SEMESTRE ...
VALOR: R$ 45,00 - TEXTUAL MIX ALIMENTOS – PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4º/5º SEMESTRE ...
Acade Consultoria
 
lançamento de uma cerveja premium - Engenharia de Produção 8º e 9º semestre.pdf
lançamento de uma cerveja premium - Engenharia de Produção 8º e 9º semestre.pdflançamento de uma cerveja premium - Engenharia de Produção 8º e 9º semestre.pdf
lançamento de uma cerveja premium - Engenharia de Produção 8º e 9º semestre.pdf
HELENO FAVACHO
 
Seminario Marketing e Qualidade Sgs 2010
Seminario Marketing e Qualidade Sgs 2010Seminario Marketing e Qualidade Sgs 2010
Seminario Marketing e Qualidade Sgs 2010
Dianova
 
In0905510 chão de fábrica final
In0905510 chão de fábrica finalIn0905510 chão de fábrica final
In0905510 chão de fábrica final
InformaGroup
 
O Emprego de Novas Tecnologias e a Informatização da Logística Para Ganho de ...
O Emprego de Novas Tecnologias e a Informatização da Logística Para Ganho de ...O Emprego de Novas Tecnologias e a Informatização da Logística Para Ganho de ...
O Emprego de Novas Tecnologias e a Informatização da Logística Para Ganho de ...
HELENO FAVACHO
 
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
HELENO FAVACHO
 
CST em Logística Semestre: 4º Reg/3º Flex - O Emprego de Novas Tecnologias e ...
CST em Logística Semestre: 4º Reg/3º Flex - O Emprego de Novas Tecnologias e ...CST em Logística Semestre: 4º Reg/3º Flex - O Emprego de Novas Tecnologias e ...
CST em Logística Semestre: 4º Reg/3º Flex - O Emprego de Novas Tecnologias e ...
HELENO FAVACHO
 
Marimell - Uma indústria de biscoitos - Engenharia de Produção 6º e 7º semest...
Marimell - Uma indústria de biscoitos - Engenharia de Produção 6º e 7º semest...Marimell - Uma indústria de biscoitos - Engenharia de Produção 6º e 7º semest...
Marimell - Uma indústria de biscoitos - Engenharia de Produção 6º e 7º semest...
HELENO FAVACHO
 
cultura empreendedora e criatividade iii.1.a
cultura empreendedora e criatividade iii.1.acultura empreendedora e criatividade iii.1.a
cultura empreendedora e criatividade iii.1.a
Miguel Dias
 

Semelhante a Nova saponaria gestão da produção industrial semestre 5º e 6º (20)

VLR: 45,00 DESAFIO PROFISSIONAL - CANDY & CIA CHOCOLATES E DOCES - WHATSAPP: ...
VLR: 45,00 DESAFIO PROFISSIONAL - CANDY & CIA CHOCOLATES E DOCES - WHATSAPP: ...VLR: 45,00 DESAFIO PROFISSIONAL - CANDY & CIA CHOCOLATES E DOCES - WHATSAPP: ...
VLR: 45,00 DESAFIO PROFISSIONAL - CANDY & CIA CHOCOLATES E DOCES - WHATSAPP: ...
 
O caso do restaurante alho & cebola processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola   processos gerenciais semestre 3º fl...O caso do restaurante alho & cebola   processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola processos gerenciais semestre 3º fl...
 
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
 
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
O caso do restaurante Alho & Cebola - Processos Gerenciais Semestre 3º flex e...
 
O caso do restaurante alho & cebola – processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola – processos gerenciais semestre 3º fl...O caso do restaurante alho & cebola – processos gerenciais semestre 3º fl...
O caso do restaurante alho & cebola – processos gerenciais semestre 3º fl...
 
VLR: R$45,00. INDÚSTRIA DE DOCES CASEIROS SABORES & SONHOS – LOGÍSTICA WHATSA...
VLR: R$45,00. INDÚSTRIA DE DOCES CASEIROS SABORES & SONHOS – LOGÍSTICA WHATSA...VLR: R$45,00. INDÚSTRIA DE DOCES CASEIROS SABORES & SONHOS – LOGÍSTICA WHATSA...
VLR: R$45,00. INDÚSTRIA DE DOCES CASEIROS SABORES & SONHOS – LOGÍSTICA WHATSA...
 
O caso de reestruturação de um produto da sua região administração semestre...
O caso de reestruturação de um produto da sua região   administração semestre...O caso de reestruturação de um produto da sua região   administração semestre...
O caso de reestruturação de um produto da sua região administração semestre...
 
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8ºO caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
O caso da cervejaria artesanal puro vigor – administração 7º e 8º
 
O caso da empresa lancaster – ace 3º 4º
O caso da empresa lancaster – ace 3º  4ºO caso da empresa lancaster – ace 3º  4º
O caso da empresa lancaster – ace 3º 4º
 
Nutrição - Culinária Funciona.pdf
Nutrição - Culinária Funciona.pdfNutrição - Culinária Funciona.pdf
Nutrição - Culinária Funciona.pdf
 
PRODUÇÃO TEXTUAL – CHIAVELLI S/A VALOR: R$50,00 WHATSAPP: (92) 99468-3158
PRODUÇÃO TEXTUAL –   CHIAVELLI S/A VALOR: R$50,00 WHATSAPP: (92) 99468-3158PRODUÇÃO TEXTUAL –   CHIAVELLI S/A VALOR: R$50,00 WHATSAPP: (92) 99468-3158
PRODUÇÃO TEXTUAL – CHIAVELLI S/A VALOR: R$50,00 WHATSAPP: (92) 99468-3158
 
VALOR: R$ 45,00 - TEXTUAL MIX ALIMENTOS – PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4º/5º SEMESTRE ...
VALOR: R$ 45,00 - TEXTUAL MIX ALIMENTOS – PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4º/5º SEMESTRE ...VALOR: R$ 45,00 - TEXTUAL MIX ALIMENTOS – PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4º/5º SEMESTRE ...
VALOR: R$ 45,00 - TEXTUAL MIX ALIMENTOS – PRODUÇÃO INDUSTRIAL 4º/5º SEMESTRE ...
 
lançamento de uma cerveja premium - Engenharia de Produção 8º e 9º semestre.pdf
lançamento de uma cerveja premium - Engenharia de Produção 8º e 9º semestre.pdflançamento de uma cerveja premium - Engenharia de Produção 8º e 9º semestre.pdf
lançamento de uma cerveja premium - Engenharia de Produção 8º e 9º semestre.pdf
 
Seminario Marketing e Qualidade Sgs 2010
Seminario Marketing e Qualidade Sgs 2010Seminario Marketing e Qualidade Sgs 2010
Seminario Marketing e Qualidade Sgs 2010
 
In0905510 chão de fábrica final
In0905510 chão de fábrica finalIn0905510 chão de fábrica final
In0905510 chão de fábrica final
 
O Emprego de Novas Tecnologias e a Informatização da Logística Para Ganho de ...
O Emprego de Novas Tecnologias e a Informatização da Logística Para Ganho de ...O Emprego de Novas Tecnologias e a Informatização da Logística Para Ganho de ...
O Emprego de Novas Tecnologias e a Informatização da Logística Para Ganho de ...
 
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
O emprego de novas tecnologias e a informatização da logística para ganho de ...
 
CST em Logística Semestre: 4º Reg/3º Flex - O Emprego de Novas Tecnologias e ...
CST em Logística Semestre: 4º Reg/3º Flex - O Emprego de Novas Tecnologias e ...CST em Logística Semestre: 4º Reg/3º Flex - O Emprego de Novas Tecnologias e ...
CST em Logística Semestre: 4º Reg/3º Flex - O Emprego de Novas Tecnologias e ...
 
Marimell - Uma indústria de biscoitos - Engenharia de Produção 6º e 7º semest...
Marimell - Uma indústria de biscoitos - Engenharia de Produção 6º e 7º semest...Marimell - Uma indústria de biscoitos - Engenharia de Produção 6º e 7º semest...
Marimell - Uma indústria de biscoitos - Engenharia de Produção 6º e 7º semest...
 
cultura empreendedora e criatividade iii.1.a
cultura empreendedora e criatividade iii.1.acultura empreendedora e criatividade iii.1.a
cultura empreendedora e criatividade iii.1.a
 

Mais de HELENO FAVACHO

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS GESTÃO DA APRENDIZAGEM
PRÁTICAS PEDAGÓGICAS GESTÃO DA APRENDIZAGEMPRÁTICAS PEDAGÓGICAS GESTÃO DA APRENDIZAGEM
PRÁTICAS PEDAGÓGICAS GESTÃO DA APRENDIZAGEM
HELENO FAVACHO
 
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdfProjeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_CRIMINOLOGIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_CRIMINOLOGIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_CRIMINOLOGIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_CRIMINOLOGIA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina BachareladoPROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIAPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURAPROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
HELENO FAVACHO
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADOPROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciaturaPROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
HELENO FAVACHO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
HELENO FAVACHO
 

Mais de HELENO FAVACHO (20)

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS GESTÃO DA APRENDIZAGEM
PRÁTICAS PEDAGÓGICAS GESTÃO DA APRENDIZAGEMPRÁTICAS PEDAGÓGICAS GESTÃO DA APRENDIZAGEM
PRÁTICAS PEDAGÓGICAS GESTÃO DA APRENDIZAGEM
 
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdfProjeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_CRIMINOLOGIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_CRIMINOLOGIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_CRIMINOLOGIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_CRIMINOLOGIA.pdf
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina BachareladoPROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_FISIOTERAPIA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_FINANCEIRA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_HOSPITALAR.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_PUBLICA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIAPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_LOGISTICA TECNOLOGIA
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_SEGURANCA_PUBLICA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_-_MATEMATICA_2a_LICENCIATURA.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_PROCESSOS_GERENCIAIS.pdf
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURAPROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
PROJETO DE EXTENSÃO I - PEDAGOGIA LICENCIATURA
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADOPROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
PROJETO DE EXTENSÃO I - NUTRIÇÃO BACHARELADO
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ANALISE_E_DESENVOLVIMENTO_DE_SISTEMAS.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_ADMINISTRACAO.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_DE_TURISMO.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_GESTAO_AMBIENTAL.pdf
 
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciaturaPROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
PROJETO_DE_EXTENSÃO MATEMÁTICA licenciatura
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdfPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Engenharia_Mecanica.pdf
 

Último

PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 

Último (20)

PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 

Nova saponaria gestão da produção industrial semestre 5º e 6º

  • 1. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial Curso: Tecnologia em Gestão da Produção Industrial PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR INDIVIDUAL – PTI TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 2. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial Curso: Tecnologia em Gestão da Produção Industrial Semestre: 5º/6º Disciplinas:  Sistemas Integrados de Manufatura  Controle Estatístico da Qualidade  Avaliação dos Sistemas Industriais  Sistemas de Informação Gerencial  Controle e Automação de Processos Industriais Professores  Prof. Rafael Misael Vedovatte;  Profa. Hallynnee Hellenn Pires Rossetto;  Prof. Henrique Gabriel Rovigatti Chiavelli;  Profa. Jaqueline dos Santos Ferrarezi;  Prof. Giancarlo Michelino Gaeta Lopes. Competências: Compreender e aplicar conceitos teóricos em situações práticas atinentes à(ao):  Sistemas Integrados de Manufatura  Controle Estatístico da Qualidade  Avaliação dos Sistemas Industriais  Sistemas de Informação Gerencial  Controle e Automação de Processos Industriais Habilidades: Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá desenvolvido as habilidades:  Fornecer sólida formação humanística e visão global que habilite o acadêmico acompreender os meios social,político, cultural e econômico;  Promover formação teórico-prática possibilitando a vivência concreta nas organizações, estimulando uma postura investigativa e de análise crítico-reflexiva; TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 3. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial  Formar profissionais com visão integral, capacidade de adaptação e flexibilidade, que atuem de forma interdisciplinar;  Capacitar para que os indivíduos possam tomar decisões complexas com ética e responsabilidade;  Permitir que os indivíduos consigam ampliar sua visão de forma competitiva, promovendo melhorias nas organizações. Objetivos da Aprendizagem: A produção textual é um procedimento metodológico de ensino- aprendizagem que tem por objetivos:  Favorecer a aprendizagem.  Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo aprendizado eficiente e eficaz.  Promover o estudo dirigido a distância.  Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o auto aprendizado.  Oferecer diferentes ambientes de aprendizagem.  Auxiliar no desenvolvimento das competências requeridas pelo Catálogo Nacional de Cursos Superiores em Tecnologia do Ministério da Educação.  Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de problemas práticos relativos à profissão.  Direcionar o estudante para a busca do raciocínio crítico e a emancipação intelectual. TEMOS A PRONTA ENTREGA WhatsApp: (91) 98764-0830 E-mail:direcionamentouniversitario@gmail.com
  • 4. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial Prezad@ Alun@, Seja bem-vind@ a este semestre! Para atingir os objetivos destaprodução textual, é preciso que você siga as instruções voltadas à elaboração do trabalho disponibilizadas neste manual, sob a orientação de seu Tutor a Distância, considerando as disciplinas norteadoras. A participação na consecução da proposta é fundamental para que haja o pleno desenvolvimento de competências e habilidades requeridas em sua atuação profissional. Nessa produção textual deverá ser considerado o caso de uma indústria química de pequeno porte fabricante de sabão, apresentado na sequência. Na Produção Textual Individual (PTI) você deverá, em um primeiro momento, conhecer a Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) que descreve a Nova Saponaria. Em um segundo momento, é preciso se envolver com a Situação Geradora de Aprendizagem (SGA), inserindo-se nesse contexto para realizar as tarefas previstas. Para realizar essas tarefas, siga as orientações fornecidas nesse material e nas fundamentações teóricas diversas (livros das disciplinas, teleaulas, web aulas e outros materiais complementares, sejam estes indicados pelos professores ou pesquisados por vocês). No final deste manual, constam todas as informações necessárias para a construção do trabalho. Faça uma leitura na integra e observe todas as normas e orientações para que o desenvolvimento do trabalho seja satisfatório e possa atender todas as solicitações que a atividade exige. Se houver qualquer dúvida no desenvolvimento deste trabalho, sempre recorra as instruções aqui presentes, bem como, acione o seu tutor a distância para que ele possa auxiliá-lo da melhor forma possível.
  • 5. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) O CASO DA NOVA SAPONARIA Eva Ribeiro, 50 anos, é fundadora e proprietária da Nova Saponaria – uma indústria química que fabrica barras de sabão. Empreendedora, ela iniciou o seu negócio formalmente há 12 anos, e desde então vem ganhando mercado e tendo uma boa aceitabilidade de seu público-alvo, frente ao fato de suas barras de sabão não parecerem serem feitas de óleo queimado. Considerada inovadora, seus sabões em pedra se assemelham à sabonetes, pois são coloridos e muito cheirosos. Eva começou sabendo o básico sobre a fabricação do sabão, aprendendo com sua avó, enquanto ainda era menina e a observava na produção de sabão caseiro para uso doméstico. Na época, os principais ingredientes utilizados eram:  Sebo bovino (gordura animal);  Gordura vegetal;  Água fervente (para dissolver a soda);  Soda cáustica;  Álcool; Com o tempo, Eva acrescentou mais dois ingredientes à receita básica de sua avó:  Essência (com aromas variados);  Corante de diferentes cores. Como também já conhecia o processo – também observando sua avó – inicialmente, Eva começou fazendo suas barras para ela mesma, sua família e amigos, auxiliando na limpeza do dia a dia. No entanto, a sua boa ideia e o seu sabão de qualidade fizeram sucesso e a ideia virou negócio! O processo que ela conhecia se baseia em:  Tratar o sebo bovino, desodorizá-lo e esbranquiçá-lo;  Ferver a água;  Misturar a soda com a água (não ficar próximo devido a vaporização);  Utilizar uma pá para mexê-los, nunca deixar perto das mãos ou olhos (ter cuidado);  Não parar de mexer e ir acrescentando aos poucos o sebo bovino e a gordura vegetal, mexer até serem incorporados;  Neste momento pode-se inserir a nova essência e o corante;
  • 6. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial  Adicionar o álcool e continuar mexendo até obter uma consistência mais densa, como se fosse uma pasta;  Despejar em um recipiente ou forma, onde poderá deixar a pasta endurecer por 24 horas (no mínimo) e se preparar para o corte da barra de sabão. Eva sabe como fazer um bom sabão, contudo ela quer fazer com que sua indústria cresça ainda mais, se tornando uma empresa de grande porte! Ela possui um barracão bem estruturado, com espaço amplo e pronto para ser transformado conforme a necessidade de seu novo layout, o qual deve ser bem mais organizado do que ela tem hoje, visto a sua produção atual, mais a produção do seu novo produto, o detergente. A matéria prima do detergente se baseia em:  Sabão em pedra;  Bicarbonato de sódio;  Água;  Álcool etílico hidratado;  Óleo aromatizante. O detergente por sua vez, possui algumas etapas necessárias para sua produção, sendo elas:  As barras de sabão devem ser raladas ou cortadas em lascas;  A água deve ser fervida e as raspas de sabão serão colocadas nesta água fervente, para derretê-las;  Posterior ao derretimento deve-se acrescentar o álcool etílico hidratado, o bicarbonato de sódio e o óleo aromatizante;  Esta formulação deve ser mexida por 5 a 10 minutos, e;  Na sequência, ela deve descansar por 1 hora (no mínimo);  Agora, o detergente, já está pronto para ser envasado nas embalagens. A reação da obtenção do sabão, equivale ao que aprendemos ainda no ensino médio: um ácido mais uma base gera um sal. Certo? Então, podemos pensar que a reação de saponificação (que envolve a elaboração de sabão) equivale quimicamente a mistura de um éster (proveniente de um ÁCIDO graxo) e uma BASE (hidróxido de sódio) para se obter o sabão industrial (SAL orgânico).
  • 7. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial Logo a mistura do sebo bovino e a gordura vegetal + a soda cáustica (utilizados nas fórmulas de Eva) é o que quimicamente resulta na elaboração do sabão desta produção em questão. Ainda, segundo Peruzzo e Canto (2003) " os detergentes sintéticos atuam da mesma maneira que os sabões, porém diferem deles na estrutura da molécula. Sabões são sais de ácido carboxílico de cadeia longa, e detergentes sintéticos, na grande maioria, são sais de ácidos sulfônicos de cadeia longa. Atualmente existem muitos outros tipos de detergentes com estruturas diferentes, mas que, invariavelmente, possuem uma longa cadeia apolar e uma extremidade polar". Como podemos perceber, um produto precisa do outro para existir, como demonstra o processo de fabricação do detergente, o qual necessita do sabão em pedra. Então temos aqui uma cadeia produtiva que depende da outra. Eva também possui todas as licenças necessárias já conquistadas, pois ela sabe o quanto é importante trabalhar de maneira legal e cuidar também da segurança no ambiente de trabalho, uma vez que trabalham com produtos químicos. Ela teve este cuidado, pois sua avó manipulava tudo sem proteção e sofria com queimaduras provindas do processo da fabricaçãodo sabão.Agora que elaestáciente da importância da segurança na indústria química e deve assegurar que todos os colaboradores tomem os cuidados necessários. A Nova Saponaria possui 60 colaboradores trabalhando entre produção e vendas. Sendo 40 na produção, 8 no administrativo da empresa e os outros 12 são os vendedores e trabalham com vendas externas do seu produto, mas ela vê que é necessário contratar mais pessoas para produzir e para vender ainda mais, pois tem muita procura do seu produto. Inclusive, há muita procura pelo detergente, o qual a empresa não fabricava, mas frente a grande procura, também quer inseri-lo em sua estrutura e em seu portfólio de produtos. A empresa cresceu rápido e Eva quer que ela se torne uma empresa de grande porte. Para tal, ela sabe da necessidade de organizar internamente sua produção, evitando desorganizações no layout e no fluxograma, desperdício de insumos, obsolescência de maquinários, atraso de demanda dentre outros problemas. Para esta reestruturação, organização e inserção de uma nova linha produtiva na empresa, Eva reservou um capital alto para investir neste avanço tão importante e benéfico para sua empresa. Eva estábem otimista com estaexpansão e vê que para produzir mais elaprecisa automatizar e organizar ainda melhor a sua empresa. Sem contar na necessidade de criar, alinhar e inserir na
  • 8. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial empresa mais uma linha de produção a do novo produto, o detergente. A grande questão é, como? Por onde ela deve começar? Neste sentido, você deverá ajudar a Sra. Eva para que ela possa produzir mais e abastecer o mercado que demanda e busca por seus produtos. Lembrando sempre de tomar as devidas precauções acerca da segurança na manipulação dos compostos químicos. Agora, é com você! TAREFAS O desafio é apresentar todas as soluções para as possíveis problemáticas, relacionadas à usina Nova Saponaria, considerando os aspectos pertinentes às disciplinas do semestre. Passo 1 – SISTEMAS INTEGRADOS DE MANUFATURA A fim de garantir resultados, você definiu previamente a estratégia para análise dos processos de preparo do sabão em barras, principal linha da usina. Para tanto, alguns pontos foram definidos como fundamentais para análise, entre eles: 1. Avaliação do layout da usina; 2. Análise dos processos relacionados a produção e logística do produto. 3. Estudo do fluxo de informações, pessoas e produtos. Após a análise, você copilou todos os dados obtidos e estes estão expostos a seguir, começando pela Figura 1 que apresenta o layout e a movimentação de mercadorias (flechas pretas) /trabalhadores (flechas vermelhas).
  • 9. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial Figura 1 - Fluxograma de processo de fabricação de sabonete Usina Nova Saponaria Fonte: Adaptado de HeizirF. de Castro (2009). Disponível em https://bit.ly/3knje3g. Acessoem13 de julho de 2021 Já análise dos processos de produção, logística e o estudo do fluxo de informações, pessoas e produtos revelaram:  Dependendo do pedido, a Usina Nova Saponaria geralmente precisa de 5 dias úteis para realizar a logística de entrega do produto ao cliente;  A Empresa não possui sistemas de controle de pedidos, tudo é controlado manualmente pela Sra. Eva Ribeiro por e-mails e telefonemas; Muitas vezes os pedidos se perdem em meio a tantos papéis.  Devido à alta variedade dos produtos (fragrância, cor, tamanho), alguns equipamentos precisam ser ajustados (setup) para produzir o formato específico de um pedido;  A manutenção de componentes avariados durante os processos de setup ou manufatura causam paradas totais da produção;
  • 10. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial  Geralmente faltam insumos no laboratório para análise, o que impacta na aferição da qualidade de alguns produtos. O responsável pelo setor alega que sempre solicita a compra quando o estoque está baixo, mas mesmo assim faltam em alguns momentos;  Alguns fornecedores não estão entregando os insumos no prazo combinado e afirmam que costumam ocorrer divergências entre pedidos e pagamentos;  A futura linha de detergentes tem como um de seus principais insumos, sabões em barra. Com bases nessas informações, responda os questionamentos da Senhora Eva (contratante) da consultoria e a auxilie na adoção de práticas e procedimentos relacionados ao Sistema de Manufatura Integrado. Questionamentos: 1. Qual o layout da minha indústria? O que vocês sugerem para otimizá-lo? O que é gargalo? Temos algum gargalo na nossa produção? 2. Admito tenho me perdido um pouco com os meus pedidos depois que a nossa demanda aumentou. O que posso fazer para resolver essa situação? 3. Por que o setup de alguns equipamentos costuma demorar tanto? E ainda por cima, de vez em quando ocorrem quebras. O que será que está errado? O que devo fazer? 4. Meu setor de qualidade sempre reclama que faltam Kits de insumos, mas eles deixam para me avisar na última hora. Tenho tentado resolver isso comuma política de segurança de 10% e um estoque (contêiner) com capacidade para 15 Kits. Geralmente levam 15 dias para receber os insumos e a demanda diária média é de 30 Kits. Existe alguma ferramenta que pode me ajudar nessa situação? 5. Alguns dos meus fornecedores costumam me deixar na mão, será que devo procurar por novos? Existe algum sistema que pode me ajudar nesse controle? Passo 2 – CONTROLE ESTATÍSTICO DA QUALIDADE As empresas, para sobreviverem no atual mercado competitivo, precisam se adequar as exigências e vender produtos e serviços de qualidade. Uma forma da empresa conseguir isso é
  • 11. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial controlar o processo de fabricação do seu produto, uma vez que precisa garantir as melhores condições na produção do produto, de acordo com altos níveis de eficiência e segurança. Para que a empresa Nova Saponaria produza produtos de qualidade e possa expandir sua produção, é necessário um planejamento e acompanhamento do processo de fabricação, uma vez que deseja inserir em seu portfólio um novo produto, o detergente. É preciso propor e implementar melhorias para aumentar o rendimento do processo e a qualidade do produto final. Pensando na implementação do Controle Estatístico de Qualidade na empresa, faça um estudo minucioso do processo de fabricação do detergente, abordando todas as suas etapas, condições operatórias, características do produto final, fatores que podem causar variação na fabricação e os pontos que precisam de especial atenção. Após esse estudo, apresente e analise os fatores encontrados. Passo 3 – AVALIAÇÃO DOS SISTEMAS INDUSTRIAIS Conforme destacado no texto (SGA), aSenhora Eva Ribeiro resolveu abrir a indústria de sabão em barra chamada Nova Saponaria, para produzir e comercializar o sabão em barra, à qual começou com uma receita familiar. Sendo assim, a Sra. Eva investiu bastante em máquinas e equipamentos para atingir seu objetivo de produzir em larga escala. Atualmente, a Sra. Eva, reservou um capital para investir em uma nova linha de produção, e precisa ter uma organização tanto na parte de produção quanto na parte administrativa. Portanto, você deve responder aos seguintes questionamentos: 1) Considerando que aindústria Nova Saponaria vai investir emmáquinas e equipamentos, logo, podemos concluir que a mesma possuios sistemas detrabalho manual, sistemas trabalhador- máquina e sistemas automatizados. Portanto, vocês devem explicar o que significa cada um desses três (3) sistemas para a Sra. Eva: 2) Como a indústria Nova Saponaria é, atualmente, uma indústria que cresceu rapidamente, há uma necessidade de organização em sua administração. Logo, existem os níveis hierárquicos para a tomada de decisão, ou seja, existem os níveis estratégico, tático e operacional. Portanto, vocês devem explicar cada um desses três (3) níveis hierárquicos para a Sra. Eva, de
  • 12. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial modo que ela entenda a importância de cada um dos níveis e com isso consiga delegar as respectivas funções e atribuições para cada cargo em sua empresa. Passo 4 – SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS A Nova Saponaria, indústria da Sra. Eva, está passando por transformações e, pensando nos objetivos organizacionais os quais dizem respeito justamente à modernização, otimização e ampliação do negócio, não tem como não falarmos no uso de tecnologias como facilitadoras e importantes auxiliares neste contexto, não é mesmo? Tal emprego de tecnologias da informação podem abarcar diferentes óticas! Podemos nos referir tanto a sistemas empresariais – a fim de otimizar processos e práticas internas – quanto ao emprego de meios digitais como estratégias mercadológicas – através do comércio eletrônico, por exemplo – entre tantos outros aspectos. Neste sentido, nesta etapa, sua missão consiste em avaliar o contexto da Nova Saponaria e auxiliar Eva a tomar as melhores decisões no que tange ao investimento necessário em tecnologias da informação e suas implicações em seu negócio. Para isso, responda: 1. No que diz respeito à informatização e otimização de processos e práticas organizacionais, envolvendo gestão, controle e relacionamento com o cliente, você sugeriu que Eva invista em um sistema ERP e em um Sistema CRM. Explique por qual motivo tais sistemas empresariais seriam importantes a serem implementados na Nova Saponaria. 2. Considerando a era da tecnologia e da informação a qual estamos inseridos, Eva estava inquieta, pensando se seria interessante criar mídias sociais ou até mesmo um site para vender seus produtos também no meio digital! Sua missão é auxiliar Eva nesta decisão... Seria interessante para a Nova Saponaria comercializar seus produtos no meio digitalou investir em plataformas digitais?Justifique suaresposta verificando como as organizações do mesmo ramo da Nova Saponaria atuam neste meio. O que é preciso saber para decidir quanto à viabilidade de ingresso neste campo? O modelo de negócio da Eva é viável e aplicável ao comércio eletrônico?
  • 13. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial Passo 5 – CONTROLE E AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS INDUSTRIAIS Dentro de um processo produtivo complexo, o controle e automação de processos se torna indispensável por garantir uma maior eficiência na produção e qualidade no produto final. Assim, para que esses pontos sejamgarantidos, a Nova Saponaria possui um sistema produtivo totalmente automatizado. Porém, alguns processos ainda podem ser otimizados, com melhorias na automação. Um dos processos mais críticos no momento dentro da Nova Saponaria é o envase do detergente emsua embalagem. Atualmente, o sistemade envasefunciona baseado em tempo, onde a válvula que controla a saída de detergente para o preenchimento do frasco fica aberta por um tempo pré-estabelecido. Esse tipo de funcionamento tem ocasionado uma variação do volume final de detergente no frasco, que passa a ser diferente do indicado na embalagem, gerando várias reclamações dos clientes. Tendo em vista a problemática apresentada no processo de envase, responda as seguintes questões: a. Atualmente, a automação do processo de envase do detergente funciona em malha aberta ou malha fechada? Por quê? b. Quais as diferenças de um sistema de controle em malha aberta e malha fechada? Apresente um resumo sobre cada um dos tipos de operação, suas vantagens e desvantagens. c. Qual a modificação a ser feita na automação do processo de envase, que garanta que todos os frascos tenham o mesmo volume de detergente ao final do processo? Para isso, seria necessário adicionar algum sensor ao sistema? Se sim, qual pode ser utilizado? REFERÊNCIAS ALVES, J. L. Instrumentação, Controle e Automação de Processos. 2 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2010. FILHO, G. F. Automação de Processos e de Sistemas. São Paulo: Érica, 2014. GOUVEIA, Marco Aurélio da Cruz. Controle estatístico da qualidade. – Londrina: Editora e Distribuidora Educacional S.A., 2018.
  • 14. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial OLIVEIRA, D. de P. R. de. Sistemas de informações gerenciais: estratégias, táticas, operacionais. 17. ed. São Paulo: Atlas, 2018. (Minha Biblioteca). PEREIRA, Francisco Sávio Gomes. CONTROLE DE QUALIDADE: numa abordagem analítica química e produtiva industrial. 2018. Disponível em: https://bityli.com/4hH5E. Acesso em: 14 jul. 2021. REZENDE, D. A.; ABREU, A. F. de. Tecnologia da informação: aplicada a sistemas de informação empresariais. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2013. (Minha Biblioteca). ROCHA, H. M., NONOHAY, R. G. Administração da Produção. Porto Alegre: SAGAH, 2016. ROMEIRO FILHO, Eduardo. Sistemas Integrados de Manufatura: para gerentes, engenheiros e designers. São Paulo: Atlas, 2015. SANTOS, C. Avaliação dos sistemas industriais. Londrina: Editora e Distribuidora S.A., 2018. SILVA, Heber Castro. Sistemas Integrados de Manufatura. Londrina: Editora e Distribuidora Educacional S.a, 2017. ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO Para nortear o desenvolvimento do que está sendo proposto, indicamos que sejam apresentados no relatório um conjunto de tópicos a serem informados na seguinte sequência, segundo as normas da ABNT: 1. Capa: Título do trabalho, nome completo, matrícula, polo, nome do tutor presencial, nome do tutor a distância, município, Estado, ano. 2. Folha de Rosto: Título do trabalho, nome completo, matrícula, polo, nome do tutor presencial, nome do tutor a distância, município, Estado, ano. 3. Sumário 4. Título: Título do trabalho. 5. Introdução: Faça uma introdução envolvendo uma fundamentação teórica com os itens mais importantes referentes ao tema do trabalho (mínimo uma página). 6. Desenvolvimento:Nestaseçãodeve-serealizar as tarefas descritas acima, comdetalhamento dos cálculos (sempre indique as equações utilizadas),gráficos etc. CadaTarefa será umtópico do desenvolvimento, podendo ser nomeada através do passo (1, 2 etc.). Como exemplo: a. Passo 1 b. Passo 2
  • 15. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial 7. Conclusões: Nesta seção você fará a ligação entre os objetivos e os resultados alcançados, fazendo uma discussão dos resultados, dos métodos de medida utilizados, tendo em vista o objetivo do trabalho. De um modo geral, a conclusão deve ser redigida de tal modo que a ideia central do relatório se revele e se fixe claramente ao leitor. 8. Referências bibliográficas: Toda a bibliografia utilizada para elaborar o relatório deverá ser citada. Utilize a norma ABNT para a colocação das referências. 9. Anexos (se necessário): Os anexos são utilizados para colocar alguma dedução que seja importante e tenha sido utilizada nos cálculos das grandezas físicas da experiência, fotos do experimento etc. NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL A resolução da situação-problema deverá ser registrada em forma de um relatório descritivo que deverá ser postado em seu ambiente virtual. Neste texto você deverá obedecer às normas a seguir: a) Abra um documento no Word seguindo as normas da ABNT. Acessea Biblioteca Digital,clique em “Padronização” e escolha as opções “Trabalhos acadêmicos – Apresentação” e “Modelo para elaboração de Trabalho Acadêmico”; b) Estetrabalho deverá ser redigido na seguinte estrutura: capa de abertura, descriçãoseparada de cada um dos itens solicitados na SGA, acompanhada do detalhamento solicitadopara cada um desses itens; c) A postagemdoarquivofinal relacionadoaPTI no AVA deve serem um únicoarquivo,formato .DOC (Word ou editor de textos); d) O sistema irá arquivar e disponibilizar para correção apenas o último trabalho encaminhado, caso você encaminhe um novo arquivo, ele irá sobrepor e apagar o arquivo encaminhado anteriormente; e) Você deverá postar o trabalho finalizado no AVA, o que deverá ser feito na pasta específica (“atividades interdisciplinares”), obedecendo ao prazo limite de postagem, conforme disposto no cronograma do curso. Não existe prorrogação para a postagem da atividade; f) O trabalho será realizado individualmente;
  • 16. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial g) A capa do trabalho deverá conter o seu nome, sua matrícula, nome do poloe nome do tutor a distância; h) Importante: A produção textual é um trabalho original e, portanto, não poderá haver trabalhos idênticos aos de outros alunos ou com reprodução de materiais extraídos da internet. Os trabalhos plagiados serão invalidados, sendo os alunos reprovados na atividade. Observe que a prática do plágio constitui crime, com pena prevista em lei (Lei n.º 9.610), e deve ser evitada no âmbito acadêmico; i) Em caso de dúvida para elaboração do trabalho, você deverá buscar orientações com o seu tutor à distância; j) Importante: Não serão aceitos trabalhos enviados em extensão .PDF, somente os trabalhos elaborados em editor de texto (Word) com extensão .DOC; k) Atenção aos prazos de postagens, acompanhe o cronograma das datas de postagem e correção das atividades em seu AVA. CRITÉRIO AVALIATIVOS Apresentamos os critérios avaliativos que nortearão a devolutiva escrita e o conceito a ser dado pelo tutor eletrônico. Critério Significado Valor/peso Coerência, clareza e coesão A produção textual apresenta uma linguagemde fácil compreensão, apresentando os argumentos de modo claro e coeso. 10% Aplicação dos conteúdos interdisciplinares no texto argumentativo No texto escrito (com as justificativas e argumentações) as ideias apresentam relação direta com a situação descrita e explicitam conteúdos trabalhados nas disciplinas de forma clara. 50% (10% por passo) Riqueza de argumentação As ideias apresentadas no texto (com as justificativas e argumentações) têm relação direta com o tema e traduzem uma perspectiva crítica e variedade de pontos de vista. 20%
  • 17. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR CST em Gestão da Produção Industrial Conclusão Todo o registro de ideias foi feito com um mínimo de termos, sem repetições ou redundâncias. 10% Normalização Respeito às normas da ABNT, respeito a escrita ortográfica e estrutura solicitada. 10% O Um ótimo trabalho! Equipe de Professores.