SlideShare uma empresa Scribd logo
AULA
HERMENÊUTICA
HOMILÉTICA
PR DAVI PASSOS
4
PrDavi Passos Madalena PrDavi Passos PrDavi Passos davidjp21@Hotmail.comPrDavi Passos
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
“A ciência da pregação”
HOMILÉTICA
PR. DAVI PASSOS
SERMÃOS
PR. DAVI PASSOS
1. INTRODUÇÃO
2. DESENVOLVIMENTO
3. APLICAÇÃO
4. CONCLUSÃO
O SERMÃO DEVE CONTER
PR. DAVI PASSOS
1
“Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo” – Salomão
 Interpretativo
 Éticos
 Devocionais
 Doutrinários
 Filosóficos ou apologéticos
 Sociais ( família, educação)
 Evangelísticos
CLASSIFICAÇÃO DE SERMÕES
CONTEÚDO GERAL TIPO DE ESTRUTURA
 Exposição - Texto, um livro
 Argumento – Dedutivo ou indutivo
 Enfoque Múltiplos: Vários ângulos
 Analogia – comparação, parábola
Método Psicológico
 Normativo - Leva à obediência
 Persuasivos – leva a convicção
 Cooperativos – busca soluções
 Interrogativo – Leva ao esclarecer
PR. DAVI PASSOS
2
“O Deus todo-poderoso tinha apenas um Filho,
e este tornou-se pregador” – Anônimo
PR. DAVI PASSOS
“A pregação bíblica é um milagre duplo.
O primeiro milagre é Deus usar um
homem imperfeito, pecador e cheio de
defeitos para transmitir a perfeita e
infalível Palavra de Deus” – Robson Marinho
TIPO DE SERMÕES
TEMÁTICO TEXTUAL EXPOSITIVO
PR. DAVI PASSOS
3
SERMÃO TEMÁTICO
 É o tipo mais usado, é mais fácil prepara-lo.
 Selecione o tema e defina a ideia central e
busque os textos bíblicos,
 É muito usado para sermões doutrinários e
evangelísticos,
 Os textos tem que ser progressivos e
elucidativos, tem que haver um crescendo.
1. O Assunto ou Tema Determina o Sermão.
PR. DAVI PASSOS
3
VANTAGENS DO METÓDO
1. VARIEDADE DO ASSUNTO
2. FACILIDADE DO PREPARO
3. FACILIDADE DE ALCANÇAR OS OBJETIVOS
4. FAVORECIMENTO DA UNIDADE
5. FAVORECIMENTO DO ESTILO LITERÁRIO
6. HARMÔNIA DAS PARTES
Sermão Temático
PR. DAVI PASSOS
3
DESVANTAGENS DO METÓDO
1. RISCO DE SECULARISMO
2. RISCO DE INTELECTUALISMO
3. RISCO DE INDOLÊNCIA
Sermão Temático
PR. DAVI PASSOS
3
Sermão Temático
2. Uma Ideia de um Sermão Doutrinário:
2.1. Os Sinais indicam, Jesus está voltando!
2.1.1. Os sinais na natureza,
2.1.2. Os sinais político-sociais,
2.1.3. Os sinais religiosos.
PR. DAVI PASSOS
3
1. O Sermão é tirado de um texto bíblico
pequeno, geralmente um só verso, de onde
vêm a ideia central e as divisões principais.
Conduz-se o ouvinte para dentro da Bíblia.
Escolha o texto, defina a ideia central e
busque a sequência, de preferência na ordem
do texto bíblico.
SERMÃO TEXTUAL
PR. DAVI PASSOS
4
VANTAGENS DO METÓDO
1. FIXA ATENÇÃO NUM TRECHO DA BÍBLIA
2. É FACIL DO PREPARAR
3. AJUDA O OUVINTE A ACOMPANHAR A IDEIA
4. LEVA O OUVINTE À BÍBLIA
Sermão Textual
PR. DAVI PASSOS
4
DESVANTAGENS DO METÓDO
1. O METÓDO NÃO PODE SER APLICADO A TODOS OS TEXTOS
2. O TEXTO PODE CONTER MAIS IDEIAIS
3. RISCO DE ARTIFICIALISMO
4. RISCO DE DESINTERESSE
5. DIFÍCIL APLICAÇÃO PRÁTICA
Sermão Textual
PR. DAVI PASSOS
4
2. Ordem Conforme o Texto.
2.1. Cristo é tudo para o crente (João 14:6)
2.1.1. Cristo é o caminho para o céu.
2.1.2. Cristo é a verdade que orienta.
2.1.3. Cristo é a vida que salva.
O Sermão Textual
PR. DAVI PASSOS
4
1. Todas as ideias saem do texto e do
contexto.
 Pode ser:
 Uma Parábola,
 Um Salmo,
 Um Capítulo (Curto),
 Um Episódio.
 Possuí maior volume de conteúdo
Bíblico.
SERMÃO EXPOSITIVO
PR. DAVI PASSOS
5
O Sermão Expositivo
 O pregador leva o ouvinte a reviver as
circunstâncias e os sentimentos que
produziram aquele texto.
 Este modelo de sermão honra a Bíblia,
alimenta a igreja e desenvolve o
pregador.
 O propósito do pregador está em
harmonia, com o propósito do escritor
Bíblico.
PR. DAVI PASSOS
5
O Sermão Expositivo
2. Para se elaborar este Sermão,
estuda-se:
2.1. O Histórico,
2.2. A Gramática,
2.3. E a Literatura.
 Respeitando-se sempre o
contexto.
5
PR. DAVI PASSOS
VANTAGENS DO METÓDO
1. GARANTE A MENSAGEM DE DEUS
2. HONRA A BÍBLIA
3. ALIMENTA A IGREJA
4. ALIMENTA E DESENVOLVE O PREGADOR
Sermão Expositivo
PR. DAVI PASSOS
5
DESVANTAGENS DO METÓDO
1. É DIFÍCIL DE PREPARAR
2. EXIGE MAIS TEMPO DE PREPARAÇÃO
3. É MAIS DIFÍCIL APLICAR À ATUALIDADE
4. SE MAL PREPARADO, AFASTA O OUVINTE DA BÍBLIA
Sermão Expositivo
“ A preparação expositiva é a comunicação de um conceito
bíblico, derivado e transmitido por meio de um estudo histórico,
gramatical e literário de uma passagem no seu contexto, que o
Espírito Santo primeiro aplica à personalidade e experiência do
pregador, e depois, por meio dele, aos seus ouvintes” Haddon
W. Robinson
PR. DAVI PASSOS
5
SERMÃOS
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
“Prega a palavra,
insta a tempo e
fora de tempo,
admoesta,
repreende, exorta,
com toda
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
O que deveria ter um Sermão?
- Tema
- Texto Bíblico
- Introdução
- Proposição
- Divisão do texto
- Aplicação
- Apelo
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd3. A ESTRUTURA DE UM SERMÃO
3.1. Aprenda a fazer o esboço de
uma mensagem!
3.2. INTRODUÇÃO
- Importância da introdução:
a. Desperta a atenção
b. Ganha a simpatia
6
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
- Características da boa introdução:
a. Está ligada ao tema
b. É interessante
c. É clara e simples
d. É breve e direta
e. Conduz à “proposição”
6
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
- Erros a se evitar na introdução:
a. Ficar se desculpando
b. Prometer uma grande mensagem
c. Impressionar com palavras difíceis
d. Tentar ganhar a simpatia com piadas
e. Sobrecarregar a introdução com muitas
informações
f. Antecipar algum ponto que será dito
mais
tarde, no desenvolvimento
g. Alongar-se
6
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd- Tipos de introdução:
a. Introdução temática
b. Introdução textual
c. Introdução circunstancial
d. Introdução ilustrativa
e. Introdução questionadora
6
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
PROPOSIÇÃO (Tese, Idéia Central,
Tópico Frasal)
- A proposição é a tese, ou idéia
central, a qual deverá ser
comprovada nos pontos do
desenvolvimento. Em sua elaboração
procure responder à esta pergunta
que estará na mente dos ouvintes:
- Qual a finalidade desta mensagem?
7
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd- A resposta é a proposição, que
deve caber numa única frase. Por
isso a proposição é também
chamada de "tópico frasal". Apesar
de a proposição caber numa única
frase, não deve ser menosprezada. A
sua maior importância está no fato
de que toda a mensagem depende
dela e gira ao seu redor.
7
PR. DAVI PASSOS
hfhdhddImportância da Proposição:
a. É o fundamento de toda estrutura do
Sermão
b. Mantém a unidade do sermão
c. Revela o propósito da mensagem
d. Ajuda a fixar o tema na mente dos
ouvintes
e. Cria expectativa
7
PR. DAVI PASSOS
hfhdhddErros a se evitar na proposição:
a. Criar expectativas que não serão
satisfeitas no sermão
b. Antecipar os pontos de
desenvolvimento
7
PR. DAVI PASSOS
hfhdhddCaracterística da boa proposição:
a. Revela a idéia central do texto
b. Expressa uma verdade eterna
c. Apresenta algo que será meditado
no desenvolvimento
d. É uma afirmação específica
e. É uma declaração positiva
f. Cabe numa única frase
7
PR. DAVI PASSOS
hfhdhddTipos de proposição
A proposição pode ser:
a. Uma verdade que será provada
b. Um problema que será solucionado
c. Uma necessidade que será satisfeita
d. Um questionamento que será
respondido
7
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
DESENVOLVIMENTO (Divisões,
Corpo)
Visa comprovar a tese apresentada
na proposição. O desenvolvimento é
conhecido também como corpo do
sermão. Este corpo é organizado em
pontos, também chamados de
divisões.Em sua elaboração procure
responder à esta pergunta que estará
na mente dos ouvintes:
- Onde a Bíblia comprova ou
soluciona a proposição apresentada?
8
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
Importância do desenvolvimento:
a. Visa solucionar a proposição
b. Cria uma seqüência lógica para
assimilação da verdade
3.4.2. Características de um bom
desenvolvimento:
a. É organizado em pontos
(Geralmente numerados com
algarismos romanos: I, II, III)
b. Todos os pontos originam-se da
8
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
c. Os pontos podem dividir-se em sub-
pontos (Geralmente numerados assim: 1.1,
1.2)
d. Todos os pontos e sub-pontos baseiam-
se na Bíblia
e. Cada ponto deve ser uma frase curta e
clara
f. Se houver pontos positivos e negativos,
os negativos devem vir primeiro
g. Os pontos mais fracos vêm antes dos
mais fortes
8
PR. DAVI PASSOS
hfhdhddErros a se evitar no
desenvolvimento:
a. Exagerar no número de pontos
b. Exagerar na quantidade de sub-
pontos
c. Inserir pontos irrelevantes à
proposição
8
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
CONCLUSÃO
Visa principalmente convencer os
ouvintes a tomar uma decisão
favorável à mensagem. Em sua
elaboração procure responder a esta
pergunta que estará na mente dos
ouvintes:
- Por que é importante que eu
mude a forma de pensar ou agir?
9
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
Importância da conclusão:
a. Mostra que a mensagem atingiu seu
objetivo
b. Leva os ouvintes à tomar uma atitude
Características de uma boa
conclusão:
a. Encerra o assunto
b. Reforça a aplicação da mensagem
9
PR. DAVI PASSOS
hfhdhddc. Enfatiza o positivo e não o negativo, as
bênçãos e não as maldições
d. Incentiva o ouvinte a tomar a decisão
certa
e. Fala de forma direta e pessoal (segunda
pessoa do singular, usando-se o "você")
f. É simples e objetiva
g. É, geralmente, breve
h. Procura alcançar todos os grupos
presentes
9
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
Erros a se evitar na conclusão:
a. Explicar os pontos novamente (eles
podem ser relembrados, e não
explicados de novo)
b. Incluir novas ideias
c. Prometer bênçãos irreais
d. Concluir friamente
e. Terminar abruptamente
f. Dizer algo engraçado (isto pode ser útil no
desenvolvimento, jamais na conclusão)
g. Alongar-se
9
PR. DAVI PASSOS
hfhdhdd
Elementos que podem ser usados na
conclusão:
a. Recapitulação resumida dos pontos
b. Uma breve ilustração
Resumo:
- Na introdução atraímos a atenção do o
- Na proposição apresentamos uma
verdade bíblica
- Desenvolvimento esmiuçamos esta
verdade- Na conclusão incentivamos o
ouvinte a tomar a atitude certa
9
PR. DAVI PASSOS
AULA
HERMENÊUTICA
HOMILÉTICA
PR DAVI PASSOS
4
PrDavi Passos Madalena PrDavi Passos PrDavi Passos davidjp21@Hotmail.comPrDavi Passos
AULA
HERMENÊUTICA
HOMILÉTICA
PR DAVI PASSOS
4
PrDavi Passos Madalena PrDavi Passos PrDavi Passos davidjp21@Hotmail.comPrDavi Passos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tipologia aula 1
Tipologia aula 1Tipologia aula 1
Tipologia aula 1
jaime junior
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Rodrigo Ribeiro
 
Homiética prática
Homiética práticaHomiética prática
Homiética prática
Prof Edilson Porfírio
 
aula de Homilética, recursos da homilética
aula de Homilética,  recursos da homiléticaaula de Homilética,  recursos da homilética
aula de Homilética, recursos da homilética
RODRIGO FERREIRA
 
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
O discipulado e o crescimento da igreja imperatriz aulas 02 e 03
O discipulado e o crescimento da igreja imperatriz aulas 02 e 03O discipulado e o crescimento da igreja imperatriz aulas 02 e 03
O discipulado e o crescimento da igreja imperatriz aulas 02 e 03
Joary Jossué Carlesso
 
Homilética arte de pregar
Homilética   arte de pregar Homilética   arte de pregar
Homilética arte de pregar
Paulo Ferreira
 
O sermão
O sermãoO sermão
Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01
Pastor W. Costa
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
Moisés Sampaio
 
Introdução à Teologia Sistemática 1
Introdução à Teologia Sistemática 1Introdução à Teologia Sistemática 1
Introdução à Teologia Sistemática 1
Luciana Lisboa
 
Estudo sobre evangelismo
Estudo sobre evangelismoEstudo sobre evangelismo
Estudo sobre evangelismo
rodrigocristao84
 
Evangelismo e Discipulado - Pr. Jonas Freitas de Jesus
Evangelismo e Discipulado - Pr. Jonas Freitas de JesusEvangelismo e Discipulado - Pr. Jonas Freitas de Jesus
Evangelismo e Discipulado - Pr. Jonas Freitas de Jesus
jonasfreitasdejesus
 
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolosConhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Pastor Paulo Francisco
 
Heresiologia
HeresiologiaHeresiologia
Heresiologia
Feitosa Lima
 
Introdução ao estudo da teologia
Introdução ao estudo da teologiaIntrodução ao estudo da teologia
Introdução ao estudo da teologia
Francelia Carvalho Oliveira
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolosAtos dos apostolos
Atos dos apostolos
Marcos Masini
 
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaLição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Éder Tomé
 
Educação Cristã 1ª Parte. CETADEB
Educação Cristã 1ª Parte. CETADEBEducação Cristã 1ª Parte. CETADEB
Educação Cristã 1ª Parte. CETADEB
DouglasFigueiredo22
 

Mais procurados (20)

Tipologia aula 1
Tipologia aula 1Tipologia aula 1
Tipologia aula 1
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
 
Homiética prática
Homiética práticaHomiética prática
Homiética prática
 
aula de Homilética, recursos da homilética
aula de Homilética,  recursos da homiléticaaula de Homilética,  recursos da homilética
aula de Homilética, recursos da homilética
 
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
 
O discipulado e o crescimento da igreja imperatriz aulas 02 e 03
O discipulado e o crescimento da igreja imperatriz aulas 02 e 03O discipulado e o crescimento da igreja imperatriz aulas 02 e 03
O discipulado e o crescimento da igreja imperatriz aulas 02 e 03
 
Homilética arte de pregar
Homilética   arte de pregar Homilética   arte de pregar
Homilética arte de pregar
 
O sermão
O sermãoO sermão
O sermão
 
Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
Introdução à Teologia Sistemática 1
Introdução à Teologia Sistemática 1Introdução à Teologia Sistemática 1
Introdução à Teologia Sistemática 1
 
Estudo sobre evangelismo
Estudo sobre evangelismoEstudo sobre evangelismo
Estudo sobre evangelismo
 
Evangelismo e Discipulado - Pr. Jonas Freitas de Jesus
Evangelismo e Discipulado - Pr. Jonas Freitas de JesusEvangelismo e Discipulado - Pr. Jonas Freitas de Jesus
Evangelismo e Discipulado - Pr. Jonas Freitas de Jesus
 
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
 
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolosConhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
 
Heresiologia
HeresiologiaHeresiologia
Heresiologia
 
Introdução ao estudo da teologia
Introdução ao estudo da teologiaIntrodução ao estudo da teologia
Introdução ao estudo da teologia
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolosAtos dos apostolos
Atos dos apostolos
 
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaLição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
 
Educação Cristã 1ª Parte. CETADEB
Educação Cristã 1ª Parte. CETADEBEducação Cristã 1ª Parte. CETADEB
Educação Cristã 1ª Parte. CETADEB
 

Semelhante a HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)

Homilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do PovoHomilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do Povo
ibpcursos
 
Homilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do PovoHomilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do Povo
ibpcursos
 
HOMILÉTICA -a arte de preparar e pregar sermões.docx
HOMILÉTICA -a arte de preparar e pregar sermões.docxHOMILÉTICA -a arte de preparar e pregar sermões.docx
HOMILÉTICA -a arte de preparar e pregar sermões.docx
KellySousa49
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
Jonatas Lima
 
Homiletica artedepregar1-151116223307-lva1-app6891
Homiletica artedepregar1-151116223307-lva1-app6891Homiletica artedepregar1-151116223307-lva1-app6891
Homiletica artedepregar1-151116223307-lva1-app6891
Marcos Antonio da Silva Oliveira
 
Aula 2 homilética
Aula 2 homiléticaAula 2 homilética
Aula 2 homilética
Heraldo Luis França
 
Homiltica 170618212022
Homiltica 170618212022Homiltica 170618212022
Homiltica 170618212022
Marcos Antonio da Silva Oliveira
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
Musicalino Lino
 
Roteirização noçoes e g o
Roteirização noçoes e g oRoteirização noçoes e g o
Roteirização noçoes e g o
Ricardo Guilherme Cruz
 
Curso de oratória
Curso de oratória Curso de oratória
Curso de oratória
Osmar Luiz
 
Pregação segmentada
Pregação segmentadaPregação segmentada
HOMILÉTICA 2 (Parte 2 - Tipos de sermões).pptx
HOMILÉTICA 2 (Parte 2 - Tipos de sermões).pptxHOMILÉTICA 2 (Parte 2 - Tipos de sermões).pptx
HOMILÉTICA 2 (Parte 2 - Tipos de sermões).pptx
AngeloNunes10
 
Slide show modulo ii
Slide show modulo iiSlide show modulo ii
Slide show modulo ii
semnazarenovirtual
 
Evangélico curso de teologia - homilética
Evangélico   curso de teologia - homiléticaEvangélico   curso de teologia - homilética
Evangélico curso de teologia - homilética
Dr. Silvio Vieira
 
O preparo do pregador e da sua mensagem 4/4
O preparo do pregador e da sua mensagem   4/4O preparo do pregador e da sua mensagem   4/4
O preparo do pregador e da sua mensagem 4/4
Daniel Felipe Kroth
 
Arte defalar
Arte defalarArte defalar
Arte defalar
Isabel Teixeira
 
Arte defalar
Arte defalarArte defalar
Arte defalar
Isabel Teixeira
 
Pregação segmentada
Pregação segmentadaPregação segmentada
Pregação segmentada
Sabado.org
 
documento teste do caraio doido
documento teste do caraio doidodocumento teste do caraio doido
documento teste do caraio doido
fompila
 
O preparo do pregador e da sua mensagem 2/4
O preparo do pregador e da sua mensagem  2/4O preparo do pregador e da sua mensagem  2/4
O preparo do pregador e da sua mensagem 2/4
Daniel Felipe Kroth
 

Semelhante a HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP) (20)

Homilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do PovoHomilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do Povo
 
Homilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do PovoHomilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do Povo
 
HOMILÉTICA -a arte de preparar e pregar sermões.docx
HOMILÉTICA -a arte de preparar e pregar sermões.docxHOMILÉTICA -a arte de preparar e pregar sermões.docx
HOMILÉTICA -a arte de preparar e pregar sermões.docx
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
Homiletica artedepregar1-151116223307-lva1-app6891
Homiletica artedepregar1-151116223307-lva1-app6891Homiletica artedepregar1-151116223307-lva1-app6891
Homiletica artedepregar1-151116223307-lva1-app6891
 
Aula 2 homilética
Aula 2 homiléticaAula 2 homilética
Aula 2 homilética
 
Homiltica 170618212022
Homiltica 170618212022Homiltica 170618212022
Homiltica 170618212022
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
Roteirização noçoes e g o
Roteirização noçoes e g oRoteirização noçoes e g o
Roteirização noçoes e g o
 
Curso de oratória
Curso de oratória Curso de oratória
Curso de oratória
 
Pregação segmentada
Pregação segmentadaPregação segmentada
Pregação segmentada
 
HOMILÉTICA 2 (Parte 2 - Tipos de sermões).pptx
HOMILÉTICA 2 (Parte 2 - Tipos de sermões).pptxHOMILÉTICA 2 (Parte 2 - Tipos de sermões).pptx
HOMILÉTICA 2 (Parte 2 - Tipos de sermões).pptx
 
Slide show modulo ii
Slide show modulo iiSlide show modulo ii
Slide show modulo ii
 
Evangélico curso de teologia - homilética
Evangélico   curso de teologia - homiléticaEvangélico   curso de teologia - homilética
Evangélico curso de teologia - homilética
 
O preparo do pregador e da sua mensagem 4/4
O preparo do pregador e da sua mensagem   4/4O preparo do pregador e da sua mensagem   4/4
O preparo do pregador e da sua mensagem 4/4
 
Arte defalar
Arte defalarArte defalar
Arte defalar
 
Arte defalar
Arte defalarArte defalar
Arte defalar
 
Pregação segmentada
Pregação segmentadaPregação segmentada
Pregação segmentada
 
documento teste do caraio doido
documento teste do caraio doidodocumento teste do caraio doido
documento teste do caraio doido
 
O preparo do pregador e da sua mensagem 2/4
O preparo do pregador e da sua mensagem  2/4O preparo do pregador e da sua mensagem  2/4
O preparo do pregador e da sua mensagem 2/4
 

Mais de Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos

(AULA 01) TEOLOGIA CONTEMPORANEA - AVANÇADO
(AULA 01) TEOLOGIA CONTEMPORANEA - AVANÇADO(AULA 01) TEOLOGIA CONTEMPORANEA - AVANÇADO
(AULA 01) TEOLOGIA CONTEMPORANEA - AVANÇADO
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(AULA 05) METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO - AVANÇA.
(AULA 05) METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO - AVANÇA.(AULA 05) METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO - AVANÇA.
(AULA 05) METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO - AVANÇA.
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(33-ESTUDO - JOAO) JESUS O BOM PASTOR...
(33-ESTUDO - JOAO) JESUS O BOM PASTOR...(33-ESTUDO - JOAO) JESUS O BOM PASTOR...
(33-ESTUDO - JOAO) JESUS O BOM PASTOR...
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(79- ESTUDO MATEUS) SOLENES ADVENTENCIAS DE JESUS SOBRE OS FALSOS LIDERES REL...
(79- ESTUDO MATEUS) SOLENES ADVENTENCIAS DE JESUS SOBRE OS FALSOS LIDERES REL...(79- ESTUDO MATEUS) SOLENES ADVENTENCIAS DE JESUS SOBRE OS FALSOS LIDERES REL...
(79- ESTUDO MATEUS) SOLENES ADVENTENCIAS DE JESUS SOBRE OS FALSOS LIDERES REL...
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(78- ESTUDO MATEUS) PERGUNTAS DESONESTAS.
(78- ESTUDO MATEUS) PERGUNTAS DESONESTAS.(78- ESTUDO MATEUS) PERGUNTAS DESONESTAS.
(78- ESTUDO MATEUS) PERGUNTAS DESONESTAS.
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(77- ESTUDO MATEUS) UMA PROPAGANDA ENGANOSA
(77- ESTUDO MATEUS) UMA PROPAGANDA ENGANOSA(77- ESTUDO MATEUS) UMA PROPAGANDA ENGANOSA
(77- ESTUDO MATEUS) UMA PROPAGANDA ENGANOSA
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(31-ESTUDO - JOAO) O INTERROGATORIO DOS VIZINHOS
(31-ESTUDO - JOAO) O INTERROGATORIO DOS VIZINHOS(31-ESTUDO - JOAO) O INTERROGATORIO DOS VIZINHOS
(31-ESTUDO - JOAO) O INTERROGATORIO DOS VIZINHOS
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(43-ESTUDO - LUCAS) AS FACES DA ESPIRITUALIDADE
(43-ESTUDO - LUCAS) AS FACES DA ESPIRITUALIDADE(43-ESTUDO - LUCAS) AS FACES DA ESPIRITUALIDADE
(43-ESTUDO - LUCAS) AS FACES DA ESPIRITUALIDADE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(75- ESTUDO MATEUS) A MARCHA AMBIÇAO - PR DAVI PASSOS
(75- ESTUDO MATEUS) A MARCHA AMBIÇAO - PR DAVI PASSOS(75- ESTUDO MATEUS) A MARCHA AMBIÇAO - PR DAVI PASSOS
(75- ESTUDO MATEUS) A MARCHA AMBIÇAO - PR DAVI PASSOS
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(74- ESTUDO MATEUS) A MARCHA RUMO A JERUSALEM
(74- ESTUDO MATEUS) A MARCHA RUMO A JERUSALEM(74- ESTUDO MATEUS) A MARCHA RUMO A JERUSALEM
(74- ESTUDO MATEUS) A MARCHA RUMO A JERUSALEM
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(58 ESTUDO DE MARCOS) A MAIOR MARCHA DA HISTORIA.
(58 ESTUDO DE MARCOS) A MAIOR MARCHA DA HISTORIA.(58 ESTUDO DE MARCOS) A MAIOR MARCHA DA HISTORIA.
(58 ESTUDO DE MARCOS) A MAIOR MARCHA DA HISTORIA.
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(59 ESTUDO DE MARCOS) A MARCHA DA AMBIÇÃO.
(59 ESTUDO DE MARCOS) A MARCHA DA AMBIÇÃO.(59 ESTUDO DE MARCOS) A MARCHA DA AMBIÇÃO.
(59 ESTUDO DE MARCOS) A MARCHA DA AMBIÇÃO.
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(42-ESTUDO - LUCAS) DISCIPULO DE JESUS
(42-ESTUDO - LUCAS)  DISCIPULO  DE JESUS(42-ESTUDO - LUCAS)  DISCIPULO  DE JESUS
(42-ESTUDO - LUCAS) DISCIPULO DE JESUS
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(73- ESTUDO MATEUS) OS TRABALHADORES DA VINHA
(73- ESTUDO MATEUS) OS TRABALHADORES DA VINHA(73- ESTUDO MATEUS) OS TRABALHADORES DA VINHA
(73- ESTUDO MATEUS) OS TRABALHADORES DA VINHA
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(68- ESTUDO MATEUS) A DISCIPLINA CRISTÃ...
(68- ESTUDO MATEUS) A DISCIPLINA CRISTÃ...(68- ESTUDO MATEUS) A DISCIPLINA CRISTÃ...
(68- ESTUDO MATEUS) A DISCIPLINA CRISTÃ...
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
(72- ESTUDO MATEUS) FALTA-TE UMA COISA - Pr Davi Passos
(72- ESTUDO MATEUS) FALTA-TE UMA COISA - Pr Davi Passos(72- ESTUDO MATEUS) FALTA-TE UMA COISA - Pr Davi Passos
(72- ESTUDO MATEUS) FALTA-TE UMA COISA - Pr Davi Passos
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO (AULA 02 - AVANÇADO CETADEB)
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO (AULA 02 - AVANÇADO CETADEB)METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO (AULA 02 - AVANÇADO CETADEB)
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO (AULA 02 - AVANÇADO CETADEB)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 

Mais de Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos (20)

(AULA 01) TEOLOGIA CONTEMPORANEA - AVANÇADO
(AULA 01) TEOLOGIA CONTEMPORANEA - AVANÇADO(AULA 01) TEOLOGIA CONTEMPORANEA - AVANÇADO
(AULA 01) TEOLOGIA CONTEMPORANEA - AVANÇADO
 
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
 
(AULA 05) METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO - AVANÇA.
(AULA 05) METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO - AVANÇA.(AULA 05) METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO - AVANÇA.
(AULA 05) METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO - AVANÇA.
 
(33-ESTUDO - JOAO) JESUS O BOM PASTOR...
(33-ESTUDO - JOAO) JESUS O BOM PASTOR...(33-ESTUDO - JOAO) JESUS O BOM PASTOR...
(33-ESTUDO - JOAO) JESUS O BOM PASTOR...
 
(79- ESTUDO MATEUS) SOLENES ADVENTENCIAS DE JESUS SOBRE OS FALSOS LIDERES REL...
(79- ESTUDO MATEUS) SOLENES ADVENTENCIAS DE JESUS SOBRE OS FALSOS LIDERES REL...(79- ESTUDO MATEUS) SOLENES ADVENTENCIAS DE JESUS SOBRE OS FALSOS LIDERES REL...
(79- ESTUDO MATEUS) SOLENES ADVENTENCIAS DE JESUS SOBRE OS FALSOS LIDERES REL...
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
(78- ESTUDO MATEUS) PERGUNTAS DESONESTAS.
(78- ESTUDO MATEUS) PERGUNTAS DESONESTAS.(78- ESTUDO MATEUS) PERGUNTAS DESONESTAS.
(78- ESTUDO MATEUS) PERGUNTAS DESONESTAS.
 
(77- ESTUDO MATEUS) UMA PROPAGANDA ENGANOSA
(77- ESTUDO MATEUS) UMA PROPAGANDA ENGANOSA(77- ESTUDO MATEUS) UMA PROPAGANDA ENGANOSA
(77- ESTUDO MATEUS) UMA PROPAGANDA ENGANOSA
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
(31-ESTUDO - JOAO) O INTERROGATORIO DOS VIZINHOS
(31-ESTUDO - JOAO) O INTERROGATORIO DOS VIZINHOS(31-ESTUDO - JOAO) O INTERROGATORIO DOS VIZINHOS
(31-ESTUDO - JOAO) O INTERROGATORIO DOS VIZINHOS
 
(43-ESTUDO - LUCAS) AS FACES DA ESPIRITUALIDADE
(43-ESTUDO - LUCAS) AS FACES DA ESPIRITUALIDADE(43-ESTUDO - LUCAS) AS FACES DA ESPIRITUALIDADE
(43-ESTUDO - LUCAS) AS FACES DA ESPIRITUALIDADE
 
(75- ESTUDO MATEUS) A MARCHA AMBIÇAO - PR DAVI PASSOS
(75- ESTUDO MATEUS) A MARCHA AMBIÇAO - PR DAVI PASSOS(75- ESTUDO MATEUS) A MARCHA AMBIÇAO - PR DAVI PASSOS
(75- ESTUDO MATEUS) A MARCHA AMBIÇAO - PR DAVI PASSOS
 
(74- ESTUDO MATEUS) A MARCHA RUMO A JERUSALEM
(74- ESTUDO MATEUS) A MARCHA RUMO A JERUSALEM(74- ESTUDO MATEUS) A MARCHA RUMO A JERUSALEM
(74- ESTUDO MATEUS) A MARCHA RUMO A JERUSALEM
 
(58 ESTUDO DE MARCOS) A MAIOR MARCHA DA HISTORIA.
(58 ESTUDO DE MARCOS) A MAIOR MARCHA DA HISTORIA.(58 ESTUDO DE MARCOS) A MAIOR MARCHA DA HISTORIA.
(58 ESTUDO DE MARCOS) A MAIOR MARCHA DA HISTORIA.
 
(59 ESTUDO DE MARCOS) A MARCHA DA AMBIÇÃO.
(59 ESTUDO DE MARCOS) A MARCHA DA AMBIÇÃO.(59 ESTUDO DE MARCOS) A MARCHA DA AMBIÇÃO.
(59 ESTUDO DE MARCOS) A MARCHA DA AMBIÇÃO.
 
(42-ESTUDO - LUCAS) DISCIPULO DE JESUS
(42-ESTUDO - LUCAS)  DISCIPULO  DE JESUS(42-ESTUDO - LUCAS)  DISCIPULO  DE JESUS
(42-ESTUDO - LUCAS) DISCIPULO DE JESUS
 
(73- ESTUDO MATEUS) OS TRABALHADORES DA VINHA
(73- ESTUDO MATEUS) OS TRABALHADORES DA VINHA(73- ESTUDO MATEUS) OS TRABALHADORES DA VINHA
(73- ESTUDO MATEUS) OS TRABALHADORES DA VINHA
 
(68- ESTUDO MATEUS) A DISCIPLINA CRISTÃ...
(68- ESTUDO MATEUS) A DISCIPLINA CRISTÃ...(68- ESTUDO MATEUS) A DISCIPLINA CRISTÃ...
(68- ESTUDO MATEUS) A DISCIPLINA CRISTÃ...
 
(72- ESTUDO MATEUS) FALTA-TE UMA COISA - Pr Davi Passos
(72- ESTUDO MATEUS) FALTA-TE UMA COISA - Pr Davi Passos(72- ESTUDO MATEUS) FALTA-TE UMA COISA - Pr Davi Passos
(72- ESTUDO MATEUS) FALTA-TE UMA COISA - Pr Davi Passos
 
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO (AULA 02 - AVANÇADO CETADEB)
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO (AULA 02 - AVANÇADO CETADEB)METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO (AULA 02 - AVANÇADO CETADEB)
METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO (AULA 02 - AVANÇADO CETADEB)
 

HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)

  • 1. AULA HERMENÊUTICA HOMILÉTICA PR DAVI PASSOS 4 PrDavi Passos Madalena PrDavi Passos PrDavi Passos davidjp21@Hotmail.comPrDavi Passos
  • 3. “A ciência da pregação” HOMILÉTICA PR. DAVI PASSOS
  • 5. 1. INTRODUÇÃO 2. DESENVOLVIMENTO 3. APLICAÇÃO 4. CONCLUSÃO O SERMÃO DEVE CONTER PR. DAVI PASSOS 1
  • 6. “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo” – Salomão  Interpretativo  Éticos  Devocionais  Doutrinários  Filosóficos ou apologéticos  Sociais ( família, educação)  Evangelísticos CLASSIFICAÇÃO DE SERMÕES CONTEÚDO GERAL TIPO DE ESTRUTURA  Exposição - Texto, um livro  Argumento – Dedutivo ou indutivo  Enfoque Múltiplos: Vários ângulos  Analogia – comparação, parábola Método Psicológico  Normativo - Leva à obediência  Persuasivos – leva a convicção  Cooperativos – busca soluções  Interrogativo – Leva ao esclarecer PR. DAVI PASSOS 2
  • 7. “O Deus todo-poderoso tinha apenas um Filho, e este tornou-se pregador” – Anônimo PR. DAVI PASSOS
  • 8. “A pregação bíblica é um milagre duplo. O primeiro milagre é Deus usar um homem imperfeito, pecador e cheio de defeitos para transmitir a perfeita e infalível Palavra de Deus” – Robson Marinho TIPO DE SERMÕES TEMÁTICO TEXTUAL EXPOSITIVO PR. DAVI PASSOS 3
  • 9. SERMÃO TEMÁTICO  É o tipo mais usado, é mais fácil prepara-lo.  Selecione o tema e defina a ideia central e busque os textos bíblicos,  É muito usado para sermões doutrinários e evangelísticos,  Os textos tem que ser progressivos e elucidativos, tem que haver um crescendo. 1. O Assunto ou Tema Determina o Sermão. PR. DAVI PASSOS 3
  • 10. VANTAGENS DO METÓDO 1. VARIEDADE DO ASSUNTO 2. FACILIDADE DO PREPARO 3. FACILIDADE DE ALCANÇAR OS OBJETIVOS 4. FAVORECIMENTO DA UNIDADE 5. FAVORECIMENTO DO ESTILO LITERÁRIO 6. HARMÔNIA DAS PARTES Sermão Temático PR. DAVI PASSOS 3
  • 11. DESVANTAGENS DO METÓDO 1. RISCO DE SECULARISMO 2. RISCO DE INTELECTUALISMO 3. RISCO DE INDOLÊNCIA Sermão Temático PR. DAVI PASSOS 3
  • 12. Sermão Temático 2. Uma Ideia de um Sermão Doutrinário: 2.1. Os Sinais indicam, Jesus está voltando! 2.1.1. Os sinais na natureza, 2.1.2. Os sinais político-sociais, 2.1.3. Os sinais religiosos. PR. DAVI PASSOS 3
  • 13. 1. O Sermão é tirado de um texto bíblico pequeno, geralmente um só verso, de onde vêm a ideia central e as divisões principais. Conduz-se o ouvinte para dentro da Bíblia. Escolha o texto, defina a ideia central e busque a sequência, de preferência na ordem do texto bíblico. SERMÃO TEXTUAL PR. DAVI PASSOS 4
  • 14. VANTAGENS DO METÓDO 1. FIXA ATENÇÃO NUM TRECHO DA BÍBLIA 2. É FACIL DO PREPARAR 3. AJUDA O OUVINTE A ACOMPANHAR A IDEIA 4. LEVA O OUVINTE À BÍBLIA Sermão Textual PR. DAVI PASSOS 4
  • 15. DESVANTAGENS DO METÓDO 1. O METÓDO NÃO PODE SER APLICADO A TODOS OS TEXTOS 2. O TEXTO PODE CONTER MAIS IDEIAIS 3. RISCO DE ARTIFICIALISMO 4. RISCO DE DESINTERESSE 5. DIFÍCIL APLICAÇÃO PRÁTICA Sermão Textual PR. DAVI PASSOS 4
  • 16. 2. Ordem Conforme o Texto. 2.1. Cristo é tudo para o crente (João 14:6) 2.1.1. Cristo é o caminho para o céu. 2.1.2. Cristo é a verdade que orienta. 2.1.3. Cristo é a vida que salva. O Sermão Textual PR. DAVI PASSOS 4
  • 17. 1. Todas as ideias saem do texto e do contexto.  Pode ser:  Uma Parábola,  Um Salmo,  Um Capítulo (Curto),  Um Episódio.  Possuí maior volume de conteúdo Bíblico. SERMÃO EXPOSITIVO PR. DAVI PASSOS 5
  • 18. O Sermão Expositivo  O pregador leva o ouvinte a reviver as circunstâncias e os sentimentos que produziram aquele texto.  Este modelo de sermão honra a Bíblia, alimenta a igreja e desenvolve o pregador.  O propósito do pregador está em harmonia, com o propósito do escritor Bíblico. PR. DAVI PASSOS 5
  • 19. O Sermão Expositivo 2. Para se elaborar este Sermão, estuda-se: 2.1. O Histórico, 2.2. A Gramática, 2.3. E a Literatura.  Respeitando-se sempre o contexto. 5 PR. DAVI PASSOS
  • 20. VANTAGENS DO METÓDO 1. GARANTE A MENSAGEM DE DEUS 2. HONRA A BÍBLIA 3. ALIMENTA A IGREJA 4. ALIMENTA E DESENVOLVE O PREGADOR Sermão Expositivo PR. DAVI PASSOS 5
  • 21. DESVANTAGENS DO METÓDO 1. É DIFÍCIL DE PREPARAR 2. EXIGE MAIS TEMPO DE PREPARAÇÃO 3. É MAIS DIFÍCIL APLICAR À ATUALIDADE 4. SE MAL PREPARADO, AFASTA O OUVINTE DA BÍBLIA Sermão Expositivo “ A preparação expositiva é a comunicação de um conceito bíblico, derivado e transmitido por meio de um estudo histórico, gramatical e literário de uma passagem no seu contexto, que o Espírito Santo primeiro aplica à personalidade e experiência do pregador, e depois, por meio dele, aos seus ouvintes” Haddon W. Robinson PR. DAVI PASSOS 5
  • 23. hfhdhdd “Prega a palavra, insta a tempo e fora de tempo, admoesta, repreende, exorta, com toda PR. DAVI PASSOS
  • 25. hfhdhdd O que deveria ter um Sermão? - Tema - Texto Bíblico - Introdução - Proposição - Divisão do texto - Aplicação - Apelo PR. DAVI PASSOS
  • 26. hfhdhdd3. A ESTRUTURA DE UM SERMÃO 3.1. Aprenda a fazer o esboço de uma mensagem! 3.2. INTRODUÇÃO - Importância da introdução: a. Desperta a atenção b. Ganha a simpatia 6 PR. DAVI PASSOS
  • 27. hfhdhdd - Características da boa introdução: a. Está ligada ao tema b. É interessante c. É clara e simples d. É breve e direta e. Conduz à “proposição” 6 PR. DAVI PASSOS
  • 28. hfhdhdd - Erros a se evitar na introdução: a. Ficar se desculpando b. Prometer uma grande mensagem c. Impressionar com palavras difíceis d. Tentar ganhar a simpatia com piadas e. Sobrecarregar a introdução com muitas informações f. Antecipar algum ponto que será dito mais tarde, no desenvolvimento g. Alongar-se 6 PR. DAVI PASSOS
  • 29. hfhdhdd- Tipos de introdução: a. Introdução temática b. Introdução textual c. Introdução circunstancial d. Introdução ilustrativa e. Introdução questionadora 6 PR. DAVI PASSOS
  • 30. hfhdhdd PROPOSIÇÃO (Tese, Idéia Central, Tópico Frasal) - A proposição é a tese, ou idéia central, a qual deverá ser comprovada nos pontos do desenvolvimento. Em sua elaboração procure responder à esta pergunta que estará na mente dos ouvintes: - Qual a finalidade desta mensagem? 7 PR. DAVI PASSOS
  • 31. hfhdhdd- A resposta é a proposição, que deve caber numa única frase. Por isso a proposição é também chamada de "tópico frasal". Apesar de a proposição caber numa única frase, não deve ser menosprezada. A sua maior importância está no fato de que toda a mensagem depende dela e gira ao seu redor. 7 PR. DAVI PASSOS
  • 32. hfhdhddImportância da Proposição: a. É o fundamento de toda estrutura do Sermão b. Mantém a unidade do sermão c. Revela o propósito da mensagem d. Ajuda a fixar o tema na mente dos ouvintes e. Cria expectativa 7 PR. DAVI PASSOS
  • 33. hfhdhddErros a se evitar na proposição: a. Criar expectativas que não serão satisfeitas no sermão b. Antecipar os pontos de desenvolvimento 7 PR. DAVI PASSOS
  • 34. hfhdhddCaracterística da boa proposição: a. Revela a idéia central do texto b. Expressa uma verdade eterna c. Apresenta algo que será meditado no desenvolvimento d. É uma afirmação específica e. É uma declaração positiva f. Cabe numa única frase 7 PR. DAVI PASSOS
  • 35. hfhdhddTipos de proposição A proposição pode ser: a. Uma verdade que será provada b. Um problema que será solucionado c. Uma necessidade que será satisfeita d. Um questionamento que será respondido 7 PR. DAVI PASSOS
  • 36. hfhdhdd DESENVOLVIMENTO (Divisões, Corpo) Visa comprovar a tese apresentada na proposição. O desenvolvimento é conhecido também como corpo do sermão. Este corpo é organizado em pontos, também chamados de divisões.Em sua elaboração procure responder à esta pergunta que estará na mente dos ouvintes: - Onde a Bíblia comprova ou soluciona a proposição apresentada? 8 PR. DAVI PASSOS
  • 37. hfhdhdd Importância do desenvolvimento: a. Visa solucionar a proposição b. Cria uma seqüência lógica para assimilação da verdade 3.4.2. Características de um bom desenvolvimento: a. É organizado em pontos (Geralmente numerados com algarismos romanos: I, II, III) b. Todos os pontos originam-se da 8 PR. DAVI PASSOS
  • 38. hfhdhdd c. Os pontos podem dividir-se em sub- pontos (Geralmente numerados assim: 1.1, 1.2) d. Todos os pontos e sub-pontos baseiam- se na Bíblia e. Cada ponto deve ser uma frase curta e clara f. Se houver pontos positivos e negativos, os negativos devem vir primeiro g. Os pontos mais fracos vêm antes dos mais fortes 8 PR. DAVI PASSOS
  • 39. hfhdhddErros a se evitar no desenvolvimento: a. Exagerar no número de pontos b. Exagerar na quantidade de sub- pontos c. Inserir pontos irrelevantes à proposição 8 PR. DAVI PASSOS
  • 40. hfhdhdd CONCLUSÃO Visa principalmente convencer os ouvintes a tomar uma decisão favorável à mensagem. Em sua elaboração procure responder a esta pergunta que estará na mente dos ouvintes: - Por que é importante que eu mude a forma de pensar ou agir? 9 PR. DAVI PASSOS
  • 41. hfhdhdd Importância da conclusão: a. Mostra que a mensagem atingiu seu objetivo b. Leva os ouvintes à tomar uma atitude Características de uma boa conclusão: a. Encerra o assunto b. Reforça a aplicação da mensagem 9 PR. DAVI PASSOS
  • 42. hfhdhddc. Enfatiza o positivo e não o negativo, as bênçãos e não as maldições d. Incentiva o ouvinte a tomar a decisão certa e. Fala de forma direta e pessoal (segunda pessoa do singular, usando-se o "você") f. É simples e objetiva g. É, geralmente, breve h. Procura alcançar todos os grupos presentes 9 PR. DAVI PASSOS
  • 43. hfhdhdd Erros a se evitar na conclusão: a. Explicar os pontos novamente (eles podem ser relembrados, e não explicados de novo) b. Incluir novas ideias c. Prometer bênçãos irreais d. Concluir friamente e. Terminar abruptamente f. Dizer algo engraçado (isto pode ser útil no desenvolvimento, jamais na conclusão) g. Alongar-se 9 PR. DAVI PASSOS
  • 44. hfhdhdd Elementos que podem ser usados na conclusão: a. Recapitulação resumida dos pontos b. Uma breve ilustração Resumo: - Na introdução atraímos a atenção do o - Na proposição apresentamos uma verdade bíblica - Desenvolvimento esmiuçamos esta verdade- Na conclusão incentivamos o ouvinte a tomar a atitude certa 9 PR. DAVI PASSOS
  • 45. AULA HERMENÊUTICA HOMILÉTICA PR DAVI PASSOS 4 PrDavi Passos Madalena PrDavi Passos PrDavi Passos davidjp21@Hotmail.comPrDavi Passos
  • 46. AULA HERMENÊUTICA HOMILÉTICA PR DAVI PASSOS 4 PrDavi Passos Madalena PrDavi Passos PrDavi Passos davidjp21@Hotmail.comPrDavi Passos