SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
INTRODUÇÃO AO
ESTUDO DA
HERMENÊUTICACOMO INTERPRETAR A PALAVRA DE DEUS?
Prof. Bruno Cesar
www.bruno-cesar.com
• “Eu sei o que é se deleitar com
a Bíblia, isto é, sentir a alegria
de encontrar Deus e ser
encontrado por ele na Bíblia e
por meio dela; eu sei por
experiência própria a razão pela
qual o salmista chamou a
mensagem de promessa e
mandamento de seu deleite [...]
e de sua alegria, [...] e a razão
pela qual ele disse amá-la” (J. I.
Packer – “Havendo Deus
Falado” p. 20).
• A hermenêutica tem seu lugar no
estudo teológico
• Todas as disciplinas bíblico-teológicas
tem sua raiz na hermenêutica
• “Hermenêutica” é a arte ou ciência, de
interpretação de textos.
TEOLOGIA BÍBLICA
ESTUDO DO
CÂNON
CRÍTICA
TEXTUAL
CRÍTICA
HISTÓRICA
HERMENÊUTICA
(EXEGESE)
TEOLOGIA
SISTEMÁTICA
• SEJA QUAL FOR A ÁREA QUE VOCÊ
PRETENDE TRABALHAR NA IGREJA OU SE
ESPECIALIZAR ACADEMICAMENTE, A
HERMENÊUTICA É VITAL
• DEFINIÇÕES DE HERMENÊUTICA:
• “A palavra “hermenêutica” deriva-se do termo grego
hermeneutike, que, por sua vez, deriva-se do verbo
hermeneuo, significando: a arte de interpretar os
livros sagrados e os textos antigos. De modo geral e
mais abrangente, fala da teoria da interpretação de
sinais e símbolos duma cultura, e da arte de
interpretar leis”. (Raimundo de Oliveira – Como
Estudar e Interpretar a Bíblia p. 13).
• “Hermenêutica é, propriamente, a arte de
HERMENEUEIN, mas, no caso, designa a
teoria dessa arte. Podemos defini-la como
a ciência que nos ensina os princípios, leis
e métodos de interpretação” (Louis
Berkhof – “Princípios de Interpretação
Bíblica” p. 9).
• “Diz-se que a palavra hermenêutica deve sua origem ao nome de
Hermes, o deus grego que servia de mensageiro dos deuses,
transmitindo e interpretando suas comunicações aos seus
afortunados, ou, com frequência, desafortunados destinatários.
Em seu sentido técnico, muitas vezes se define a hermenêutica
como a ciência e arte de interpretação bíblica. Considera-se a
hermenêutica como ciência porque ela tem normas, ou regras, e
essas podem ser classificadas num sistema ordenado. É
considerada como arte porque a comunicação é flexível, e
portanto uma aplicação mecânica e rígida das regras às vezes
distorcerá o verdadeiro sentido da uma comunicação. Exige-se
do intérprete que ele aprenda as regras da hermenêutica bem
como a arte de aplicá-las” (Henry A. Virkler – “Hermenêutica
Avançada” p. 9)
• A PALAVRA HERMENÊUTICA APARECE NA
BÍBLIA?
• Lucas 24:27 “E, começando por Moisés, discorrendo por
todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava
em todas as Escrituras”.
• “diermhneuo” – diermêneuo – (1) Tornar claro o sentido do
que é dito, explicar, expôr. (2) Traduzir para a língua nativa de
alguém.
• Em consequência disto o que aconteceu?
• “E disseram um ao outro: Porventura, não nos ardia o
coração, quando ele, pelo caminho, nos falava, quando nos
expunha as Escrituras?” (Lc 24:32).
• Atos 14:12: “A Barnabé chamavam Júpiter, e a Paulo,
Mercúrio, porque era este o principal portador da palavra”.
• Júpiter = Zeus = “Pai do socorro” – deus nacional dos gregos,
que corresponde ao Júpiter dos romanos.
• Mercúrio = Hermes = “Arauto dos deuses” – deidade grega
chamada de Mercúrio pelos romanos.
• João 1:42: “e o levou a Jesus Olhando Jesus para ele,
disse: Tu és Simão, o filho de João; tu serás chamado
Cefas (que quer dizer Pedro)”. “ἑρμηνεύεται” =
“Hermenêuetai”
• João 9:7: “dizendo-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé
(que quer dizer Enviado). Ele foi, lavou-se e voltou
vendo”. “ἑρμηνεύεται” = “Hermenêuetai”
• Hebreus 7:2: “para o qual também Abraão separou o
dízimo de tudo (primeiramente se interpreta rei de
justiça depois também é rei de Salém, ou seja, rei de paz”.
“ἑρμηνευόμενος” = “Hermeneuomenos”
• QUAL O PROPÓSITO DA HERMENÊUTICA?
• INTERPRETAR O TEXTO BÍBLICO E APLICÁ-LO
CORRETAMENTE
• Em outras palavras poderíamos dizer que o propósito da
hermenêutica, neste curso, é ouvir a Deus.
• A ESTÓRIA DO VCC
• Conta-se que certo caipira estava no seu trabalho rotineiro, num
canavial, quando, de repente, viu brilhar três letras no céu: VCC.
Muito religioso, o caipira julgou que aquelas letras significavam:
“Vai Cristo Chama”. Fiel à visão correu ao pastor de sua Igreja e
contou-lhe o ocorrido, concluindo que gostaria de devotar o
restante de sua vida à pregação do evangelho. O pastor, surpreso
diante do relato, disse:
• — Mas para pregar o evangelho, é preciso conhecer a Bíblia.
Você conhece a Bíblia o bastante para sair pelo mundo pregando a
sua mensagem?
• — Claro que sim! – Disse o homem.
• — E qual é a parte da Bíblia que você mais gosta e conhece?
• — As parábolas de Jesus, principalmente a do bom samaritano.
• — Então, conte-a! – Pede o pastor, querendo conhecer o grau de
conhecimento bíblico do futuro pregador do evangelho.
• O caipira começa a falar:
• — Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu entre os
salteadores. E ele lhes disse: Varões irmãos, escutai-me: Não
tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. E entregou-
lhes os seus bens, e a um deu cinco talentos, e a outro, dois, e a
outro, um, a cada um segundo a sua capacidade.
• E partindo dali foi conduzido pelo Espírito ao deserto, e tendo
jejuado quarenta dias e quarenta noites, teve fome, e os corvos
alimento lhe traziam, pois alimentava-se de gafanhoto e mel
silvestre. E sucedeu que indo ele andando, eis que um carro de
fogo o ocultou da vista de todos. A rainha de Sabá viu isso e
disse: ‘Não me contaram nem a metade’.
• Depois disso, ele foi até a casa de Jezabel, a mãe dos filhos de
Zebedeu, e disse: ‘Tiveste cinco maridos, e o homem que
agora tens, não é teu marido’. E olhando ao longe, viu a
Zaqueu pendurado pelos cabelos numa árvore e disse: ‘Desce
daí, pois hoje almoçarei na tua casa’. Veio Dalila e cortou-lhe
os cabelos, e os restos que sobraram foram doze cestos cheios
para alimentar a multidão. Portanto, não andeis inquietos
dizendo: ‘Que comeremos?’, pois o vosso Pai celestial sabe
que necessitais de todas essas coisas. E todos os que o ouviram
se admiraram da sua doutrina.”
• O caipira, entusiasmado, olhou para o pastor e perguntou:
• — E então, estou pronto para pregar o evangelho?
• — Olha, meu filho – disse o pastor – eu acho que aquelas
letras no céu não significavam: “Vai Cristo Chama”. Antes,
deveriam ser lidas: “Vai Cortar Cana”.
• MORAL DA ESTÓRIA: Um conhecimento superficial
das Escrituras poderá causar danos irreversíveis ao
ministério, caso o mestre não leve em contar os fatores
fundamentais para uma boa interpretação bíblica.
• http://creiabrasil.com.br/vcc.php acesso em 25 de
fevereiro de 2013, às 11:01hs.
• PENSAMENTOS INTERESSANTES
• “O cristão que não se envolve diligentemente num estudo
sério das Escrituras é simplesmente incompetente como
discípulo de Cristo” (R. C. Sproul – “O conhecimento das
Escrituras” p. 24).
• “Quando Lemos a Bíblia, somos lidos por ela: Enquanto
interpretamos a Escritura, ela nos interpreta.
Esquadrinhamos o texto e o texto nos esquadrinha,
expondo as nossas crenças, experiências, e segredos.
Poderíamos dizer que é a Escritura que se aplica a nós”
(Larsen apud Hernandes Dias Lopes – “A Importância da
Pregação Expositiva Para o Crescimento da Igreja” p.
73).
• “Achadas as tuas palavras, logo as comi; as tuas
palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois
pelo teu nome sou chamado, ó SENHOR, Deus dos
Exércitos” (Jr 15:16).
• “Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo;
instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a
sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e
cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração”
(Paulo em Cl 3:16).
• “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras
não passarão” (Jesus em Mateus 24:35).
• QUESTÕES A CONSIDERAR
1) POR QUE ESTUDAR HERMENÊUTICA? NÃO É SÓ LER A
BÍBLIA E PRONTO?
2) EU SÓ QUERO SER UM GANHADOR DE ALMAS,
PRECISO ESTUDAR HERMENÊUTICA?
3) HERMENÊUTICA É PRA QUEM QUER SER PROFESSOR
NO SEMINÁRIO, EU SÓ QUERO SER UM CRENTE
MELHOR!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula de introdução a pentateuco
Aula de introdução a pentateucoAula de introdução a pentateuco
Aula de introdução a pentateucoDyogo E Cris
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíbliconpmscampos
 
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaBibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaMarcos Aurélio
 
A origem da Bíblia e a sua História
A origem da Bíblia e a sua HistóriaA origem da Bíblia e a sua História
A origem da Bíblia e a sua HistóriaRobson Rocha
 
História da interpretação bíblica (1)
História da interpretação bíblica (1)História da interpretação bíblica (1)
História da interpretação bíblica (1)Aniel Wagner Cruz
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoRODRIGO FERREIRA
 
3 aula bibliologia teologia sistemática
3 aula bibliologia teologia sistemática3 aula bibliologia teologia sistemática
3 aula bibliologia teologia sistemáticaRODRIGO FERREIRA
 

Mais procurados (20)

2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
HERMENÊUTICA
HERMENÊUTICAHERMENÊUTICA
HERMENÊUTICA
 
Aula de introdução a pentateuco
Aula de introdução a pentateucoAula de introdução a pentateuco
Aula de introdução a pentateuco
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
 
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaBibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da Bíblia
 
A origem da Bíblia e a sua História
A origem da Bíblia e a sua HistóriaA origem da Bíblia e a sua História
A origem da Bíblia e a sua História
 
História da interpretação bíblica (1)
História da interpretação bíblica (1)História da interpretação bíblica (1)
História da interpretação bíblica (1)
 
Trabalho hermeneutica
Trabalho hermeneutica  Trabalho hermeneutica
Trabalho hermeneutica
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
1ªaula de hermenêutica
1ªaula de hermenêutica1ªaula de hermenêutica
1ªaula de hermenêutica
 
Hermeneutica bíblica
Hermeneutica bíblicaHermeneutica bíblica
Hermeneutica bíblica
 
Estudo biblia
Estudo bibliaEstudo biblia
Estudo biblia
 
Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01
 
3 aula bibliologia teologia sistemática
3 aula bibliologia teologia sistemática3 aula bibliologia teologia sistemática
3 aula bibliologia teologia sistemática
 
PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01PENTATEUCO - Aula 01
PENTATEUCO - Aula 01
 
Introdução bíblica
Introdução bíblicaIntrodução bíblica
Introdução bíblica
 
Hermenêutica x Exegese
Hermenêutica x ExegeseHermenêutica x Exegese
Hermenêutica x Exegese
 
Hermeneutica bíblica cópia
Hermeneutica bíblica   cópiaHermeneutica bíblica   cópia
Hermeneutica bíblica cópia
 
Homilética - A Arte de falar em público
Homilética - A Arte de falar em públicoHomilética - A Arte de falar em público
Homilética - A Arte de falar em público
 
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
 

Semelhante a Introdução ao estudo da hermenêutica 1

Hermenêutica Bíblica - Curso de Teologia
Hermenêutica Bíblica - Curso de TeologiaHermenêutica Bíblica - Curso de Teologia
Hermenêutica Bíblica - Curso de TeologiaPr Urias Jr
 
Workshop basico hermeneutica bíblica
Workshop basico hermeneutica bíblicaWorkshop basico hermeneutica bíblica
Workshop basico hermeneutica bíblicaFernando Lino
 
02 Hermeneutica interpretação e ensino da bíblia em ellen white
02 Hermeneutica   interpretação e ensino da bíblia em ellen white02 Hermeneutica   interpretação e ensino da bíblia em ellen white
02 Hermeneutica interpretação e ensino da bíblia em ellen whiteJosé Santos
 
Estudos em hermenêutica bíblica
Estudos em hermenêutica bíblicaEstudos em hermenêutica bíblica
Estudos em hermenêutica bíblicaVinicio Pacifico
 
Como interpretar a Bíblia 1
Como interpretar a Bíblia 1Como interpretar a Bíblia 1
Como interpretar a Bíblia 1Viva a Igreja
 
Curso_de_Obreiros_Hermeneutica.pptx
Curso_de_Obreiros_Hermeneutica.pptxCurso_de_Obreiros_Hermeneutica.pptx
Curso_de_Obreiros_Hermeneutica.pptxmarco elizeu
 
Aula 04 e 05 provérbios
Aula 04 e 05   provérbiosAula 04 e 05   provérbios
Aula 04 e 05 provérbiosPastor W. Costa
 
Andre 3 - como estudar a bíblia
Andre 3 - como estudar a bíbliaAndre 3 - como estudar a bíblia
Andre 3 - como estudar a bíbliaAndre Nascimento
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01Joel Silva
 
Parabolas jesus cheung
Parabolas jesus cheungParabolas jesus cheung
Parabolas jesus cheungSttefane Fraga
 
Trabalho 01 hermenêutica Pr. Antenor Pedro dos Santos.
Trabalho 01 hermenêutica   Pr. Antenor Pedro dos Santos.Trabalho 01 hermenêutica   Pr. Antenor Pedro dos Santos.
Trabalho 01 hermenêutica Pr. Antenor Pedro dos Santos.Fernando Soyer
 

Semelhante a Introdução ao estudo da hermenêutica 1 (20)

Hermenêutica Bíblica - Curso de Teologia
Hermenêutica Bíblica - Curso de TeologiaHermenêutica Bíblica - Curso de Teologia
Hermenêutica Bíblica - Curso de Teologia
 
Omar interpretação bíblica básica
Omar   interpretação bíblica básicaOmar   interpretação bíblica básica
Omar interpretação bíblica básica
 
12.1 hermenêutica (1)
12.1 hermenêutica (1)12.1 hermenêutica (1)
12.1 hermenêutica (1)
 
12.1 hermenêutica
12.1 hermenêutica12.1 hermenêutica
12.1 hermenêutica
 
Workshop basico hermeneutica bíblica
Workshop basico hermeneutica bíblicaWorkshop basico hermeneutica bíblica
Workshop basico hermeneutica bíblica
 
02 Hermeneutica interpretação e ensino da bíblia em ellen white
02 Hermeneutica   interpretação e ensino da bíblia em ellen white02 Hermeneutica   interpretação e ensino da bíblia em ellen white
02 Hermeneutica interpretação e ensino da bíblia em ellen white
 
Estudos em hermenêutica bíblica
Estudos em hermenêutica bíblicaEstudos em hermenêutica bíblica
Estudos em hermenêutica bíblica
 
Como interpretar a Bíblia 1
Como interpretar a Bíblia 1Como interpretar a Bíblia 1
Como interpretar a Bíblia 1
 
O rico e o mendigo
O rico e o mendigoO rico e o mendigo
O rico e o mendigo
 
Curso_de_Obreiros_Hermeneutica.pptx
Curso_de_Obreiros_Hermeneutica.pptxCurso_de_Obreiros_Hermeneutica.pptx
Curso_de_Obreiros_Hermeneutica.pptx
 
Aula 04 e 05 provérbios
Aula 04 e 05   provérbiosAula 04 e 05   provérbios
Aula 04 e 05 provérbios
 
Andre 3 - como estudar a bíblia
Andre 3 - como estudar a bíbliaAndre 3 - como estudar a bíblia
Andre 3 - como estudar a bíblia
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 01
 
O rico e o mendigo
O rico e o mendigoO rico e o mendigo
O rico e o mendigo
 
Parabolas jesus cheung
Parabolas jesus cheungParabolas jesus cheung
Parabolas jesus cheung
 
Razões da nossa fé lição 1
Razões da nossa fé   lição 1Razões da nossa fé   lição 1
Razões da nossa fé lição 1
 
Hemenêutica curso
Hemenêutica   cursoHemenêutica   curso
Hemenêutica curso
 
Biblia facil
Biblia facilBiblia facil
Biblia facil
 
Biblia Facil
Biblia FacilBiblia Facil
Biblia Facil
 
Trabalho 01 hermenêutica Pr. Antenor Pedro dos Santos.
Trabalho 01 hermenêutica   Pr. Antenor Pedro dos Santos.Trabalho 01 hermenêutica   Pr. Antenor Pedro dos Santos.
Trabalho 01 hermenêutica Pr. Antenor Pedro dos Santos.
 

Mais de Bruno Cesar Santos de Sousa

O que pode acontecer a um cristão que despreza o estudo bíblico
O que pode acontecer a um cristão que  despreza o estudo bíblicoO que pode acontecer a um cristão que  despreza o estudo bíblico
O que pode acontecer a um cristão que despreza o estudo bíblicoBruno Cesar Santos de Sousa
 

Mais de Bruno Cesar Santos de Sousa (20)

Como estudar a bíblia
Como estudar a bíbliaComo estudar a bíblia
Como estudar a bíblia
 
O que pode acontecer a um cristão que despreza o estudo bíblico
O que pode acontecer a um cristão que  despreza o estudo bíblicoO que pode acontecer a um cristão que  despreza o estudo bíblico
O que pode acontecer a um cristão que despreza o estudo bíblico
 
A importância do estudo bíblico para a igreja
A importância do estudo bíblico para a igrejaA importância do estudo bíblico para a igreja
A importância do estudo bíblico para a igreja
 
Hinduísmo
HinduísmoHinduísmo
Hinduísmo
 
Hare krishna
Hare krishnaHare krishna
Hare krishna
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
 
Novo testamento 2 2016.1 tarde e noite
Novo testamento 2   2016.1 tarde e noiteNovo testamento 2   2016.1 tarde e noite
Novo testamento 2 2016.1 tarde e noite
 
Novo testamento 1 noite 2016.1
Novo testamento 1   noite 2016.1Novo testamento 1   noite 2016.1
Novo testamento 1 noite 2016.1
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
A formação da bíblia
A formação da bíbliaA formação da bíblia
A formação da bíblia
 
Homilética I Itaporanga
Homilética I ItaporangaHomilética I Itaporanga
Homilética I Itaporanga
 
O cânon do novo testamento
O cânon do novo testamentoO cânon do novo testamento
O cânon do novo testamento
 
Principais Tipos de Sermão
Principais Tipos de SermãoPrincipais Tipos de Sermão
Principais Tipos de Sermão
 
A hermenêutica nos séculos xix e xx
A hermenêutica nos séculos xix e xx A hermenêutica nos séculos xix e xx
A hermenêutica nos séculos xix e xx
 
A hermenêutica na reforma protestante 9
A hermenêutica na reforma protestante 9A hermenêutica na reforma protestante 9
A hermenêutica na reforma protestante 9
 
A hermenêutica na idade média 8
A hermenêutica na idade média 8A hermenêutica na idade média 8
A hermenêutica na idade média 8
 
Hermenêutica na igreja primitiva 7
Hermenêutica na igreja primitiva 7Hermenêutica na igreja primitiva 7
Hermenêutica na igreja primitiva 7
 
Teologia da prosperidade
Teologia da prosperidadeTeologia da prosperidade
Teologia da prosperidade
 
A corrida da vida cristã
A corrida da vida cristãA corrida da vida cristã
A corrida da vida cristã
 
Missões e as redes sociais
Missões e as redes sociaisMissões e as redes sociais
Missões e as redes sociais
 

Último

Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 

Último (20)

Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 

Introdução ao estudo da hermenêutica 1

  • 1. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HERMENÊUTICACOMO INTERPRETAR A PALAVRA DE DEUS? Prof. Bruno Cesar www.bruno-cesar.com
  • 2. • “Eu sei o que é se deleitar com a Bíblia, isto é, sentir a alegria de encontrar Deus e ser encontrado por ele na Bíblia e por meio dela; eu sei por experiência própria a razão pela qual o salmista chamou a mensagem de promessa e mandamento de seu deleite [...] e de sua alegria, [...] e a razão pela qual ele disse amá-la” (J. I. Packer – “Havendo Deus Falado” p. 20).
  • 3. • A hermenêutica tem seu lugar no estudo teológico • Todas as disciplinas bíblico-teológicas tem sua raiz na hermenêutica • “Hermenêutica” é a arte ou ciência, de interpretação de textos.
  • 5. • SEJA QUAL FOR A ÁREA QUE VOCÊ PRETENDE TRABALHAR NA IGREJA OU SE ESPECIALIZAR ACADEMICAMENTE, A HERMENÊUTICA É VITAL
  • 6. • DEFINIÇÕES DE HERMENÊUTICA: • “A palavra “hermenêutica” deriva-se do termo grego hermeneutike, que, por sua vez, deriva-se do verbo hermeneuo, significando: a arte de interpretar os livros sagrados e os textos antigos. De modo geral e mais abrangente, fala da teoria da interpretação de sinais e símbolos duma cultura, e da arte de interpretar leis”. (Raimundo de Oliveira – Como Estudar e Interpretar a Bíblia p. 13).
  • 7. • “Hermenêutica é, propriamente, a arte de HERMENEUEIN, mas, no caso, designa a teoria dessa arte. Podemos defini-la como a ciência que nos ensina os princípios, leis e métodos de interpretação” (Louis Berkhof – “Princípios de Interpretação Bíblica” p. 9).
  • 8. • “Diz-se que a palavra hermenêutica deve sua origem ao nome de Hermes, o deus grego que servia de mensageiro dos deuses, transmitindo e interpretando suas comunicações aos seus afortunados, ou, com frequência, desafortunados destinatários. Em seu sentido técnico, muitas vezes se define a hermenêutica como a ciência e arte de interpretação bíblica. Considera-se a hermenêutica como ciência porque ela tem normas, ou regras, e essas podem ser classificadas num sistema ordenado. É considerada como arte porque a comunicação é flexível, e portanto uma aplicação mecânica e rígida das regras às vezes distorcerá o verdadeiro sentido da uma comunicação. Exige-se do intérprete que ele aprenda as regras da hermenêutica bem como a arte de aplicá-las” (Henry A. Virkler – “Hermenêutica Avançada” p. 9)
  • 9. • A PALAVRA HERMENÊUTICA APARECE NA BÍBLIA? • Lucas 24:27 “E, começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras”. • “diermhneuo” – diermêneuo – (1) Tornar claro o sentido do que é dito, explicar, expôr. (2) Traduzir para a língua nativa de alguém. • Em consequência disto o que aconteceu? • “E disseram um ao outro: Porventura, não nos ardia o coração, quando ele, pelo caminho, nos falava, quando nos expunha as Escrituras?” (Lc 24:32).
  • 10. • Atos 14:12: “A Barnabé chamavam Júpiter, e a Paulo, Mercúrio, porque era este o principal portador da palavra”. • Júpiter = Zeus = “Pai do socorro” – deus nacional dos gregos, que corresponde ao Júpiter dos romanos. • Mercúrio = Hermes = “Arauto dos deuses” – deidade grega chamada de Mercúrio pelos romanos.
  • 11. • João 1:42: “e o levou a Jesus Olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, o filho de João; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro)”. “ἑρμηνεύεται” = “Hermenêuetai” • João 9:7: “dizendo-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que quer dizer Enviado). Ele foi, lavou-se e voltou vendo”. “ἑρμηνεύεται” = “Hermenêuetai” • Hebreus 7:2: “para o qual também Abraão separou o dízimo de tudo (primeiramente se interpreta rei de justiça depois também é rei de Salém, ou seja, rei de paz”. “ἑρμηνευόμενος” = “Hermeneuomenos”
  • 12. • QUAL O PROPÓSITO DA HERMENÊUTICA? • INTERPRETAR O TEXTO BÍBLICO E APLICÁ-LO CORRETAMENTE • Em outras palavras poderíamos dizer que o propósito da hermenêutica, neste curso, é ouvir a Deus.
  • 13. • A ESTÓRIA DO VCC • Conta-se que certo caipira estava no seu trabalho rotineiro, num canavial, quando, de repente, viu brilhar três letras no céu: VCC. Muito religioso, o caipira julgou que aquelas letras significavam: “Vai Cristo Chama”. Fiel à visão correu ao pastor de sua Igreja e contou-lhe o ocorrido, concluindo que gostaria de devotar o restante de sua vida à pregação do evangelho. O pastor, surpreso diante do relato, disse: • — Mas para pregar o evangelho, é preciso conhecer a Bíblia. Você conhece a Bíblia o bastante para sair pelo mundo pregando a sua mensagem? • — Claro que sim! – Disse o homem. • — E qual é a parte da Bíblia que você mais gosta e conhece? • — As parábolas de Jesus, principalmente a do bom samaritano.
  • 14. • — Então, conte-a! – Pede o pastor, querendo conhecer o grau de conhecimento bíblico do futuro pregador do evangelho. • O caipira começa a falar: • — Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu entre os salteadores. E ele lhes disse: Varões irmãos, escutai-me: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. E entregou- lhes os seus bens, e a um deu cinco talentos, e a outro, dois, e a outro, um, a cada um segundo a sua capacidade. • E partindo dali foi conduzido pelo Espírito ao deserto, e tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, teve fome, e os corvos alimento lhe traziam, pois alimentava-se de gafanhoto e mel silvestre. E sucedeu que indo ele andando, eis que um carro de fogo o ocultou da vista de todos. A rainha de Sabá viu isso e disse: ‘Não me contaram nem a metade’.
  • 15. • Depois disso, ele foi até a casa de Jezabel, a mãe dos filhos de Zebedeu, e disse: ‘Tiveste cinco maridos, e o homem que agora tens, não é teu marido’. E olhando ao longe, viu a Zaqueu pendurado pelos cabelos numa árvore e disse: ‘Desce daí, pois hoje almoçarei na tua casa’. Veio Dalila e cortou-lhe os cabelos, e os restos que sobraram foram doze cestos cheios para alimentar a multidão. Portanto, não andeis inquietos dizendo: ‘Que comeremos?’, pois o vosso Pai celestial sabe que necessitais de todas essas coisas. E todos os que o ouviram se admiraram da sua doutrina.” • O caipira, entusiasmado, olhou para o pastor e perguntou: • — E então, estou pronto para pregar o evangelho? • — Olha, meu filho – disse o pastor – eu acho que aquelas letras no céu não significavam: “Vai Cristo Chama”. Antes, deveriam ser lidas: “Vai Cortar Cana”.
  • 16. • MORAL DA ESTÓRIA: Um conhecimento superficial das Escrituras poderá causar danos irreversíveis ao ministério, caso o mestre não leve em contar os fatores fundamentais para uma boa interpretação bíblica. • http://creiabrasil.com.br/vcc.php acesso em 25 de fevereiro de 2013, às 11:01hs.
  • 17. • PENSAMENTOS INTERESSANTES • “O cristão que não se envolve diligentemente num estudo sério das Escrituras é simplesmente incompetente como discípulo de Cristo” (R. C. Sproul – “O conhecimento das Escrituras” p. 24). • “Quando Lemos a Bíblia, somos lidos por ela: Enquanto interpretamos a Escritura, ela nos interpreta. Esquadrinhamos o texto e o texto nos esquadrinha, expondo as nossas crenças, experiências, e segredos. Poderíamos dizer que é a Escritura que se aplica a nós” (Larsen apud Hernandes Dias Lopes – “A Importância da Pregação Expositiva Para o Crescimento da Igreja” p. 73).
  • 18. • “Achadas as tuas palavras, logo as comi; as tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo teu nome sou chamado, ó SENHOR, Deus dos Exércitos” (Jr 15:16). • “Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração” (Paulo em Cl 3:16). • “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão” (Jesus em Mateus 24:35).
  • 19. • QUESTÕES A CONSIDERAR 1) POR QUE ESTUDAR HERMENÊUTICA? NÃO É SÓ LER A BÍBLIA E PRONTO? 2) EU SÓ QUERO SER UM GANHADOR DE ALMAS, PRECISO ESTUDAR HERMENÊUTICA? 3) HERMENÊUTICA É PRA QUEM QUER SER PROFESSOR NO SEMINÁRIO, EU SÓ QUERO SER UM CRENTE MELHOR!