SlideShare uma empresa Scribd logo
O PODER DA
GENTILEZA
QUANTOS DE NÓS
ESQUECEMOS DESTA
FERRAMENTA? (1950)
NOBRE SENTIMENTO
• A gentileza é o sentimento que, bem
cultivado, imanta as almas, gerando
alegria, bem-estar e respeito mútuo;
• É a expressão do amor ao semelhante;
• Se plantássemos mais sementes de
gentileza, em nossas relações nos
variados setores da vida, o mundo
estaria em patamares muito mais
elevados de entendimento e respeito.
CONTE ATÉ DEZ!
• Será sempre a gentileza o toque
especial que não nos permitirá
cair nas armadilhas que
comumente encontramos em
nosso dia a dia.
O QUE É SER GENTIL?
• Gentileza é um modo de agir,
um jeito de ser, uma maneira
de enxergar o mundo;
• Muito mais que ser educado ou
meramente cumprir regras de
etiqueta;
• Característica diretamente
relacionada com caráter,
valores e ética;
• Tem a ver com o desejo de
contribuir com um mundo mais
humano e eficiente para todos.
VALE A PENA SER GENTIL
• A gentileza sempre será a melhor
opção para nossas atitudes,
ensaiando nossa alma para
conquistas maiores;
• Haverá aqueles que ainda não
conseguem perceber a gentileza
que lhes é ofertada;
• Porém, que não sejam esses, nas
suas dificuldades, a nos
convencerem que não vale a pena
ser gentil.
PRECISAMOS NOS
DESARMAR
• No mundo em que
vivemos, andamos
armados uns contra os
outros, saímos às ruas
medrosos, não nos
cumprimentamos no
edifício em que
residimos, no trabalho,
na academia, na escola.
GENTILEZA EM TODO LUGAR
• Na Noruega, em um frigorífico, ao
término do trabalho, um funcionário
foi inspecionar a câmara frigorífica e
a porta se fechou ficando ele preso;
• Com a temperatura em torno de
10 graus abaixo de zero, após muito
gritar, entregou-se.
BONDADE – BASE DE UM
CÉREBRO SAUDÁVEL
Richard Davidson, PhD em neuropsicologia e
pesquisador na área de neurociência afetiva
• “Acredito na gentileza, na ternura e
na bondade, mas temos que
treinar...”;
• No 2º ano de Harvard, foi para a
Índia investigar meditação e como
treinar a mente;
• “Descobri que uma mente calma
pode produzir bem-estar em
qualquer tipo de situação”.
BASE DAS EMOÇÕES
Richard Davidson
• As estruturas do cérebro podem
mudar em tão somente duas horas
de meditação;
• Uma amostra de sangue tirada,
antes e depois da meditação, e a
expressão dos genes muda;
• As zonas com inflamação ou com
tendência à inflamação passam por
uma abrupta redução;
• Descobertas que são muito úteis
para tratar a depressão.
FÉ RACIOCINADA
• Allan Kardec diz que “a
fé não se impõe nem
se prescreve, mas pode
ser adquirida, não
existindo ninguém que
esteja impedido de
possuí-la. Para crer é
preciso, porém,
compreender.”
DALAI LAMA
Richard Davidson
• Encontro em 1992;
• "Admiro seu trabalho, mas acho
que você está muito centrado no
estresse, na ansiedade e na
depressão. Nunca pensou em focar
suas pesquisas neuro científicas na
gentileza, na ternura e na
compaixão?“;
• Palavras jamais citadas em um
estudo científico.
EMPATIA E COMPAIXÃO
Richard Davidson
• A empatia é a capacidade de
sentir o que os outros sentem;
• A compaixão é ter o
compromisso e as ferramentas
para aliviar o sofrimento
(gentileza);
• Richard Davidson descobriu que
os circuitos neurológicos que
levam à empatia ou à compaixão
são diferentes.
E A TERNURA?
Richard Davidson
• Forma uma parte do circuito da
compaixão (gentileza);
• Descobriu que se pode treiná-
las em qualquer idade;
• Estudos demonstraram que
estimular a ternura em crianças
e adolescentes, melhora os
resultados acadêmicos, o bem-
estar emocional e a saúde deles.
COMO SE TREINA ISSO?
Richard Davidson
• Primeiro, levando a mente deles
até uma pessoa próxima, que eles
amam;
• Depois, pedindo que revivam
um momento em que essa
pessoa estava sofrendo e que
cultivem o desejo de livrar essa
pessoa do sofrimento;
• Então, amplia-se o foco para
pessoas não tão importantes e, por
fim, para aquelas que os irritam
(bullying);
COOPERAÇÃO E
AMABILIDADE SÃO INATAS
Richard Davidson
• Ex.: se interagirmos com um
bebê de seis meses usando
fantoches, um deles se
comportando de forma egoísta e o
outro de forma amável e
generosa, 99% dos bebês prefere
o boneco que coopera;
• Entretanto, são
condicionamentos frágeis e caso
não são cultivados, se perdem.
VERDADEIRO ESPÍRITA É GENTIL
• O verdadeiro Espírita não é aquele
que crê nas manifestações, mas aquele
que aproveita o ensinamento dado
pelos Espíritos. De nada serve crer,
se a crença não o faz dar um passo à
frente no caminho do progresso, e
não o torna melhor para o seu
próximo - Allan Kardec; O Espiritismo
na sua Mais Simples Expressão.
Manifesto 2000
Por uma Cultura de Paz e Não-Violência
• Escrito por vencedores do Prêmio
Nobel da Paz com o objetivo de criar
um senso de responsabilidade
pessoal em relação à humanidade;
• Pautado em seis pontos: respeitar
a vida; rejeitar a violência; ser
generoso; ouvir para
compreender; preservar o planeta;
redescobrir a solidariedade.
PROFETA GENTILEZA
• José Datrino (Cafelândia-SP,
11/4/1917);
• 17/12/1961, ocorreu a Tragédia do
Gran Circus Norte-Americano, na
cidade de Niterói (consolador
voluntário);
• 56 murais (pilastras) do Viaduto
do Gasômetro;
• Em 2.000 os murais foram
tombados.
GENTILEZA OU EGOÍSMO?
• A gentileza é instintiva, o
egoísmo uma escolha;
• A Universidade Harvard em
2012, recrutou universitários e os
dividiu em grupos de quatro;
• Entre ganhar x e ganhar x+1,
os estudantes preferiram ganhar
x e compartilhar com os outros.
DESACOSTUMAMOS DA
GENTILEZA
• Ex. Divórcio (canaliza-se a ira,
“mata-se” para que o outro sofra
remorso);
• Os indianos têm uma frase
notável. Dizem que quando
temos mágoa de alguém, a
mágoa é uma brasa. Ficamos
com a brasa na mão para jogar
na pessoa. Só que, enquanto à
seguramos, ela nos queima.
JESUS E A GENTILEZA
• Utilizada em todas as relações que
teve com seu semelhante (discípulos e
multidão), brindou a todos com a
gentileza do amor e do respeito,
mostrando que ela é uma das
inúmeras faces do amor, essência pura
contida nas atitudes dos Espíritos
Superiores, passo inicial para quem
desejar a conquista da felicidade e da
pureza espiritual que é o destino do
ser imortal que somos. (J. de Ângelis)
O RABINO GENTIL
• Década de 30;
• Comprimento diário ao
camponês Sr. Müeller;
• Encontro em Auschwitz.
PEQUENOS GESTOS
• Os pequenos gestos, tantas vezes
considerados insignificantes,
podem acarretar consequências.
Se forem gestos infelizes, as
consequências serão graves. Se
forem bons, gerarão felicidade;
• É preciso que cada um reflita
sobre o modo como tem se
relacionado consigo mesmo, com
as pessoas e com o mundo.
INFINITO BEM
•“A gentileza é
filha dileta da
renúncia e
guarda consigo
o dom de tudo
transformar em
favor do
infinito bem.”
Dicionário da Alma –
Chico Xavier.
BIBLIOGRAFIA
• Kardec, Allan – “O Livro dos Espíritos”;
• Kardec, Allan – “O Espiritismo na sua Mais Simples
Expressão”;
• Franco, Divaldo/Joanna de Ângelis. Episódios Diários e
Repositório de Sabedoria;
• Davidson, Richard - acumula prêmios importantes e é
considerado uma das cem pessoas mais influentes do mundo,
segundo a revista Time. É autor de uma quantidade imensa
de pesquisas e tem vários livros publicados;
• Profeta Gentileza – Documentário – 1.994 - Direção e
produção: Dado Amaral e Vinícius Reis;
• Artigo publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião - maio
2019;
• Site Momento Espírita.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
Izabel Cristina Fonseca
 
Virtudes
VirtudesVirtudes
Indulgencia
IndulgenciaIndulgencia
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
Ricardo Azevedo
 
PENSAR POSITIVAMENTE
PENSAR POSITIVAMENTEPENSAR POSITIVAMENTE
PENSAR POSITIVAMENTE
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
Silvânio Barcelos
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
Anderson Dias
 
Fe e caridade gec 05 12-2015
Fe e caridade  gec 05 12-2015Fe e caridade  gec 05 12-2015
Fe e caridade gec 05 12-2015
Izabel Cristina Fonseca
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
umecamaqua
 
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmoPalestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
Divulgador do Espiritismo
 
O poder da Prece
O poder da PreceO poder da Prece
O poder da Prece
Cleuta Fraga
 
O valor do tempo
O valor do tempoO valor do tempo
O valor do tempo
grupodepaisceb
 
Tenha paz
Tenha  pazTenha  paz
Tenha paz
Clea Alves
 
APRENDENDO A LIDAR COM AS EMOÇÕES NA VISÃO ESPÍRITA
APRENDENDO A LIDAR COM AS EMOÇÕES NA VISÃO ESPÍRITAAPRENDENDO A LIDAR COM AS EMOÇÕES NA VISÃO ESPÍRITA
APRENDENDO A LIDAR COM AS EMOÇÕES NA VISÃO ESPÍRITA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
Divulgador do Espiritismo
 
Palestra mágoa
Palestra mágoaPalestra mágoa
Palestra mágoa
Leonardo Pereira
 
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divinaPalestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Divulgador do Espiritismo
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
Lisete B.
 
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do EspíritoConflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
igmateus
 
Palestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritualPalestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritual
Jose Ferreira Almeida
 

Mais procurados (20)

A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 
Virtudes
VirtudesVirtudes
Virtudes
 
Indulgencia
IndulgenciaIndulgencia
Indulgencia
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
 
PENSAR POSITIVAMENTE
PENSAR POSITIVAMENTEPENSAR POSITIVAMENTE
PENSAR POSITIVAMENTE
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
 
Fe e caridade gec 05 12-2015
Fe e caridade  gec 05 12-2015Fe e caridade  gec 05 12-2015
Fe e caridade gec 05 12-2015
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
 
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmoPalestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
 
O poder da Prece
O poder da PreceO poder da Prece
O poder da Prece
 
O valor do tempo
O valor do tempoO valor do tempo
O valor do tempo
 
Tenha paz
Tenha  pazTenha  paz
Tenha paz
 
APRENDENDO A LIDAR COM AS EMOÇÕES NA VISÃO ESPÍRITA
APRENDENDO A LIDAR COM AS EMOÇÕES NA VISÃO ESPÍRITAAPRENDENDO A LIDAR COM AS EMOÇÕES NA VISÃO ESPÍRITA
APRENDENDO A LIDAR COM AS EMOÇÕES NA VISÃO ESPÍRITA
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
Palestra mágoa
Palestra mágoaPalestra mágoa
Palestra mágoa
 
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divinaPalestra Espírita - A fé humana e a fé divina
Palestra Espírita - A fé humana e a fé divina
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
 
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do EspíritoConflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
Conflitos Existenciais e Maturidade do Espírito
 
Palestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritualPalestra 8 obsessão espiritual
Palestra 8 obsessão espiritual
 

Semelhante a Gentileza

Bondade
BondadeBondade
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do EvangelhoAulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
liliancostadias
 
Atendimento fraterno seminário
Atendimento fraterno  seminárioAtendimento fraterno  seminário
Atendimento fraterno seminário
Movimento da Fraternidade
 
Manifestação da mente de deus
Manifestação da mente de deusManifestação da mente de deus
Manifestação da mente de deus
Alice Negrão
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - o que e a mediunidade
( Espiritismo)   # - amag ramgis - o que e a mediunidade( Espiritismo)   # - amag ramgis - o que e a mediunidade
( Espiritismo) # - amag ramgis - o que e a mediunidade
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Agir no bem: mensagens cotidianas
Agir no bem: mensagens cotidianasAgir no bem: mensagens cotidianas
Agir no bem: mensagens cotidianas
EducadorCriativo
 
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaiiModulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Jocilaine Moreira
 
Apresentação - Curso Básico de Espiritismo
Apresentação - Curso Básico de EspiritismoApresentação - Curso Básico de Espiritismo
Apresentação - Curso Básico de Espiritismo
Flávio Darin Buongermino
 
Caridade e Voluntariado na Casa de Jesus - Campinas
Caridade e Voluntariado na Casa de Jesus - CampinasCaridade e Voluntariado na Casa de Jesus - Campinas
Caridade e Voluntariado na Casa de Jesus - Campinas
Amilton Lamas
 
2013 cem - interrogar os espíritos - parte a - 13a aula
2013   cem - interrogar os espíritos - parte a -  13a aula2013   cem - interrogar os espíritos - parte a -  13a aula
2013 cem - interrogar os espíritos - parte a - 13a aula
Artomy Jado
 
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem! Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Leonardo Pereira
 
Escolhas emocionais para uma vida feliz!
Escolhas emocionais para uma vida feliz!Escolhas emocionais para uma vida feliz!
Escolhas emocionais para uma vida feliz!
Leonardo Pereira
 
Sinal verde chico xavier
Sinal verde   chico xavierSinal verde   chico xavier
Sinal verde chico xavier
Tatatodalua
 
Comprometa se
Comprometa seComprometa se
Diálogo e Dedicação
Diálogo e DedicaçãoDiálogo e Dedicação
Diálogo e Dedicação
Izabel Cristina Fonseca
 
A verdade responde
A verdade respondeA verdade responde
A verdade responde
Sai Baba
 
Comprometa-se
Comprometa-seComprometa-se
Comprometa-se
JNR
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Leonardo Pereira
 
CURSO REFORMA INTIMA - Educandário Espirita Caminho de Luz
CURSO REFORMA INTIMA - Educandário Espirita Caminho de LuzCURSO REFORMA INTIMA - Educandário Espirita Caminho de Luz
CURSO REFORMA INTIMA - Educandário Espirita Caminho de Luz
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Coem 2013 aula mediunidade e disciplina
Coem 2013   aula mediunidade e disciplinaCoem 2013   aula mediunidade e disciplina
Coem 2013 aula mediunidade e disciplina
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 

Semelhante a Gentileza (20)

Bondade
BondadeBondade
Bondade
 
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do EvangelhoAulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
 
Atendimento fraterno seminário
Atendimento fraterno  seminárioAtendimento fraterno  seminário
Atendimento fraterno seminário
 
Manifestação da mente de deus
Manifestação da mente de deusManifestação da mente de deus
Manifestação da mente de deus
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - o que e a mediunidade
( Espiritismo)   # - amag ramgis - o que e a mediunidade( Espiritismo)   # - amag ramgis - o que e a mediunidade
( Espiritismo) # - amag ramgis - o que e a mediunidade
 
Agir no bem: mensagens cotidianas
Agir no bem: mensagens cotidianasAgir no bem: mensagens cotidianas
Agir no bem: mensagens cotidianas
 
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaiiModulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
 
Apresentação - Curso Básico de Espiritismo
Apresentação - Curso Básico de EspiritismoApresentação - Curso Básico de Espiritismo
Apresentação - Curso Básico de Espiritismo
 
Caridade e Voluntariado na Casa de Jesus - Campinas
Caridade e Voluntariado na Casa de Jesus - CampinasCaridade e Voluntariado na Casa de Jesus - Campinas
Caridade e Voluntariado na Casa de Jesus - Campinas
 
2013 cem - interrogar os espíritos - parte a - 13a aula
2013   cem - interrogar os espíritos - parte a -  13a aula2013   cem - interrogar os espíritos - parte a -  13a aula
2013 cem - interrogar os espíritos - parte a - 13a aula
 
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem! Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
 
Escolhas emocionais para uma vida feliz!
Escolhas emocionais para uma vida feliz!Escolhas emocionais para uma vida feliz!
Escolhas emocionais para uma vida feliz!
 
Sinal verde chico xavier
Sinal verde   chico xavierSinal verde   chico xavier
Sinal verde chico xavier
 
Comprometa se
Comprometa seComprometa se
Comprometa se
 
Diálogo e Dedicação
Diálogo e DedicaçãoDiálogo e Dedicação
Diálogo e Dedicação
 
A verdade responde
A verdade respondeA verdade responde
A verdade responde
 
Comprometa-se
Comprometa-seComprometa-se
Comprometa-se
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
 
CURSO REFORMA INTIMA - Educandário Espirita Caminho de Luz
CURSO REFORMA INTIMA - Educandário Espirita Caminho de LuzCURSO REFORMA INTIMA - Educandário Espirita Caminho de Luz
CURSO REFORMA INTIMA - Educandário Espirita Caminho de Luz
 
Coem 2013 aula mediunidade e disciplina
Coem 2013   aula mediunidade e disciplinaCoem 2013   aula mediunidade e disciplina
Coem 2013 aula mediunidade e disciplina
 

Mais de Wellington Sammuel M. da Silva

Caminho a Seguir
Caminho a SeguirCaminho a Seguir
Confiança
ConfiançaConfiança
Verdade
VerdadeVerdade
Deus
DeusDeus
Deus
DeusDeus
Vigiai e Orai
Vigiai e OraiVigiai e Orai
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Saber Sofrer
Saber SofrerSaber Sofrer
Dai de Graça
Dai de GraçaDai de Graça
Ecce Homo
Ecce HomoEcce Homo
A Trajetória de Kardec
A Trajetória de KardecA Trajetória de Kardec
A Trajetória de Kardec
Wellington Sammuel M. da Silva
 
Honrar Pai e Mãe
Honrar Pai e MãeHonrar Pai e Mãe
Muitas Moradas
Muitas MoradasMuitas Moradas
Jesus Cristo Consolador
Jesus Cristo Consolador Jesus Cristo Consolador
Jesus Cristo Consolador
Wellington Sammuel M. da Silva
 

Mais de Wellington Sammuel M. da Silva (14)

Caminho a Seguir
Caminho a SeguirCaminho a Seguir
Caminho a Seguir
 
Confiança
ConfiançaConfiança
Confiança
 
Verdade
VerdadeVerdade
Verdade
 
Deus
DeusDeus
Deus
 
Deus
DeusDeus
Deus
 
Vigiai e Orai
Vigiai e OraiVigiai e Orai
Vigiai e Orai
 
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidade
 
Saber Sofrer
Saber SofrerSaber Sofrer
Saber Sofrer
 
Dai de Graça
Dai de GraçaDai de Graça
Dai de Graça
 
Ecce Homo
Ecce HomoEcce Homo
Ecce Homo
 
A Trajetória de Kardec
A Trajetória de KardecA Trajetória de Kardec
A Trajetória de Kardec
 
Honrar Pai e Mãe
Honrar Pai e MãeHonrar Pai e Mãe
Honrar Pai e Mãe
 
Muitas Moradas
Muitas MoradasMuitas Moradas
Muitas Moradas
 
Jesus Cristo Consolador
Jesus Cristo Consolador Jesus Cristo Consolador
Jesus Cristo Consolador
 

Último

Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 

Último (12)

Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 

Gentileza

  • 2. QUANTOS DE NÓS ESQUECEMOS DESTA FERRAMENTA? (1950)
  • 3. NOBRE SENTIMENTO • A gentileza é o sentimento que, bem cultivado, imanta as almas, gerando alegria, bem-estar e respeito mútuo; • É a expressão do amor ao semelhante; • Se plantássemos mais sementes de gentileza, em nossas relações nos variados setores da vida, o mundo estaria em patamares muito mais elevados de entendimento e respeito.
  • 4. CONTE ATÉ DEZ! • Será sempre a gentileza o toque especial que não nos permitirá cair nas armadilhas que comumente encontramos em nosso dia a dia.
  • 5. O QUE É SER GENTIL? • Gentileza é um modo de agir, um jeito de ser, uma maneira de enxergar o mundo; • Muito mais que ser educado ou meramente cumprir regras de etiqueta; • Característica diretamente relacionada com caráter, valores e ética; • Tem a ver com o desejo de contribuir com um mundo mais humano e eficiente para todos.
  • 6. VALE A PENA SER GENTIL • A gentileza sempre será a melhor opção para nossas atitudes, ensaiando nossa alma para conquistas maiores; • Haverá aqueles que ainda não conseguem perceber a gentileza que lhes é ofertada; • Porém, que não sejam esses, nas suas dificuldades, a nos convencerem que não vale a pena ser gentil.
  • 7. PRECISAMOS NOS DESARMAR • No mundo em que vivemos, andamos armados uns contra os outros, saímos às ruas medrosos, não nos cumprimentamos no edifício em que residimos, no trabalho, na academia, na escola.
  • 8. GENTILEZA EM TODO LUGAR • Na Noruega, em um frigorífico, ao término do trabalho, um funcionário foi inspecionar a câmara frigorífica e a porta se fechou ficando ele preso; • Com a temperatura em torno de 10 graus abaixo de zero, após muito gritar, entregou-se.
  • 9. BONDADE – BASE DE UM CÉREBRO SAUDÁVEL Richard Davidson, PhD em neuropsicologia e pesquisador na área de neurociência afetiva • “Acredito na gentileza, na ternura e na bondade, mas temos que treinar...”; • No 2º ano de Harvard, foi para a Índia investigar meditação e como treinar a mente; • “Descobri que uma mente calma pode produzir bem-estar em qualquer tipo de situação”.
  • 10. BASE DAS EMOÇÕES Richard Davidson • As estruturas do cérebro podem mudar em tão somente duas horas de meditação; • Uma amostra de sangue tirada, antes e depois da meditação, e a expressão dos genes muda; • As zonas com inflamação ou com tendência à inflamação passam por uma abrupta redução; • Descobertas que são muito úteis para tratar a depressão.
  • 11. FÉ RACIOCINADA • Allan Kardec diz que “a fé não se impõe nem se prescreve, mas pode ser adquirida, não existindo ninguém que esteja impedido de possuí-la. Para crer é preciso, porém, compreender.”
  • 12. DALAI LAMA Richard Davidson • Encontro em 1992; • "Admiro seu trabalho, mas acho que você está muito centrado no estresse, na ansiedade e na depressão. Nunca pensou em focar suas pesquisas neuro científicas na gentileza, na ternura e na compaixão?“; • Palavras jamais citadas em um estudo científico.
  • 13. EMPATIA E COMPAIXÃO Richard Davidson • A empatia é a capacidade de sentir o que os outros sentem; • A compaixão é ter o compromisso e as ferramentas para aliviar o sofrimento (gentileza); • Richard Davidson descobriu que os circuitos neurológicos que levam à empatia ou à compaixão são diferentes.
  • 14. E A TERNURA? Richard Davidson • Forma uma parte do circuito da compaixão (gentileza); • Descobriu que se pode treiná- las em qualquer idade; • Estudos demonstraram que estimular a ternura em crianças e adolescentes, melhora os resultados acadêmicos, o bem- estar emocional e a saúde deles.
  • 15. COMO SE TREINA ISSO? Richard Davidson • Primeiro, levando a mente deles até uma pessoa próxima, que eles amam; • Depois, pedindo que revivam um momento em que essa pessoa estava sofrendo e que cultivem o desejo de livrar essa pessoa do sofrimento; • Então, amplia-se o foco para pessoas não tão importantes e, por fim, para aquelas que os irritam (bullying);
  • 16. COOPERAÇÃO E AMABILIDADE SÃO INATAS Richard Davidson • Ex.: se interagirmos com um bebê de seis meses usando fantoches, um deles se comportando de forma egoísta e o outro de forma amável e generosa, 99% dos bebês prefere o boneco que coopera; • Entretanto, são condicionamentos frágeis e caso não são cultivados, se perdem.
  • 17. VERDADEIRO ESPÍRITA É GENTIL • O verdadeiro Espírita não é aquele que crê nas manifestações, mas aquele que aproveita o ensinamento dado pelos Espíritos. De nada serve crer, se a crença não o faz dar um passo à frente no caminho do progresso, e não o torna melhor para o seu próximo - Allan Kardec; O Espiritismo na sua Mais Simples Expressão.
  • 18. Manifesto 2000 Por uma Cultura de Paz e Não-Violência • Escrito por vencedores do Prêmio Nobel da Paz com o objetivo de criar um senso de responsabilidade pessoal em relação à humanidade; • Pautado em seis pontos: respeitar a vida; rejeitar a violência; ser generoso; ouvir para compreender; preservar o planeta; redescobrir a solidariedade.
  • 19. PROFETA GENTILEZA • José Datrino (Cafelândia-SP, 11/4/1917); • 17/12/1961, ocorreu a Tragédia do Gran Circus Norte-Americano, na cidade de Niterói (consolador voluntário); • 56 murais (pilastras) do Viaduto do Gasômetro; • Em 2.000 os murais foram tombados.
  • 20. GENTILEZA OU EGOÍSMO? • A gentileza é instintiva, o egoísmo uma escolha; • A Universidade Harvard em 2012, recrutou universitários e os dividiu em grupos de quatro; • Entre ganhar x e ganhar x+1, os estudantes preferiram ganhar x e compartilhar com os outros.
  • 21. DESACOSTUMAMOS DA GENTILEZA • Ex. Divórcio (canaliza-se a ira, “mata-se” para que o outro sofra remorso); • Os indianos têm uma frase notável. Dizem que quando temos mágoa de alguém, a mágoa é uma brasa. Ficamos com a brasa na mão para jogar na pessoa. Só que, enquanto à seguramos, ela nos queima.
  • 22. JESUS E A GENTILEZA • Utilizada em todas as relações que teve com seu semelhante (discípulos e multidão), brindou a todos com a gentileza do amor e do respeito, mostrando que ela é uma das inúmeras faces do amor, essência pura contida nas atitudes dos Espíritos Superiores, passo inicial para quem desejar a conquista da felicidade e da pureza espiritual que é o destino do ser imortal que somos. (J. de Ângelis)
  • 23. O RABINO GENTIL • Década de 30; • Comprimento diário ao camponês Sr. Müeller; • Encontro em Auschwitz.
  • 24. PEQUENOS GESTOS • Os pequenos gestos, tantas vezes considerados insignificantes, podem acarretar consequências. Se forem gestos infelizes, as consequências serão graves. Se forem bons, gerarão felicidade; • É preciso que cada um reflita sobre o modo como tem se relacionado consigo mesmo, com as pessoas e com o mundo.
  • 25. INFINITO BEM •“A gentileza é filha dileta da renúncia e guarda consigo o dom de tudo transformar em favor do infinito bem.” Dicionário da Alma – Chico Xavier.
  • 26. BIBLIOGRAFIA • Kardec, Allan – “O Livro dos Espíritos”; • Kardec, Allan – “O Espiritismo na sua Mais Simples Expressão”; • Franco, Divaldo/Joanna de Ângelis. Episódios Diários e Repositório de Sabedoria; • Davidson, Richard - acumula prêmios importantes e é considerado uma das cem pessoas mais influentes do mundo, segundo a revista Time. É autor de uma quantidade imensa de pesquisas e tem vários livros publicados; • Profeta Gentileza – Documentário – 1.994 - Direção e produção: Dado Amaral e Vinícius Reis; • Artigo publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião - maio 2019; • Site Momento Espírita.