SlideShare uma empresa Scribd logo
F O N O L O G I A
C A P . 1 - L I V R O 2
P R O F ª V A N E S S A C A V A L C A N T E
F O N O L O G I A É A P A R T E D A
G R A M Á T I C A Q U E E S T U D A O
F O N E M A .
É O E S T U D O D O S S O N S D E
U M I D I O M A ;
F O N E M A S
A C E N T U A Ç Ã O D E P A L A V R A S
E N T O N A Ç Ã O
D I V I S Ã O S I L Á B I C A
S Ã O A S M E N O R E S U N I D A D E S
D E S O M C A P A Z E S D E
D I F E R E N C I A R O S
V O C Á B U L O S D E U M A
L Í N G U A .
F O N E M A
P
E
N
T
E
-
G
E
N
TE
-
MENTE - SENTE
-
D
E
N
T
E
-
L
E
N
T
E
P
E
N
T
E
-
G
E
N
TE
-
MENTE - SENTE
-
D
E
N
T
E
-
L
E
N
T
E
P
E
N
T
E
-
G
E
N
TE
-
MENTE - SENTE
-
D
E
N
T
E
-
L
E
N
T
E
A
G
O
R
A
-
AMORA - AFORA
-
A
D
O
R
A
C
A
S
A
- CADA - CALA -
C
A
M
A
O F O N E M A , G E R A L M E N T E R E P R E S E N T A D O E N T R E B A R R A S
( E X E M P L O : / A / / V / / E / ) .
É C O M P O S T O P O R U M A I M A G E M A C Ú S T I C A
( S I G N I F I C A N T E )
Q U E É A M E M Ó R I A Q U E O F A L A N T E D A L Í N G U A G U A R D A
D E U M D E T E R M I N A D O E L E M E N T O S O N O R O .
F O N E M A S E L E T R A S
O S F O N E M A S S Ã O R E P R E S E N T A D O S
P O R L E T R A S , Q U E S Ã O S I N A I S
G R Á F I C O S Q U E C O M P Õ E M U M A
L Í N G U A , M A S N Ã O S E D E V E
C O N F U N D I R F O N E M A S C O M
L E T R A S .
E X I S T E M F O N E M A S
C A R A C T E R I Z A D O S P O R M A I S D E
U M A L E T R A D O A L F A B E T O , C O M O É
O C A S O D O F O N E M A / Z / Q U E
P O D E S E R R E P R E S E N T A D O P E L A S
L E T R A S S ( C A S A M E N T O ) , X
( E X Í L I O ) E Z ( Z E B R A ) .
C L A S S I F I C A Ç Ã O D O S F O N E M A S
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
V O G A I S
V O G A I S
V O G A I S
São sons emitidos sem
obstáculos, somente pela
boca ORAIS (a, e, i , o, u), ou
pela boca e pelas fossas
nasais NASAIS (ã, ẽ, ĩ, õ, ũ).
Exemplos: pia, ando, cesto, quero, lente, li, lindo, sonho, avó, som, susto, untar.
V O G A I S N A S A I S
A S V O G A I S T A M B É M P O D E M S E R
C L A S S I F I C A D A S , Q U A N T O À
I N T E N S I D A D E , E M Á T O N A S ( M E N O R
I N T E N S I D A D E ) E E M T Ô N I C A S (
M A I O R I N T E N S I D A D E )
A S T Ô N I C A S S E R Ã O
D I F E R E N C I A D A S A I N D A , Q U A N T O
A O T I M B R E E M A B E R T A S O U
F E C H A D A S .
As semivogais são os fonemas /i/ e /u/
que aparecem juntos com uma vogal
formando uma sílaba. É importante
dizer que, enquanto as vogais são
essenciais na formação de sílabas, as
semivogais não.
C L A S S I F I C A Ç Ã O D O S F O N E M A S
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
S E M I V O G A I S
S E M I V O G A I S
S E M I V O G A I S
Exemplos: cárie, mau, pais, rei, seita, venceu.
E COM SOM DE I
as semivogais com som de i, seja
caracterizada pela própria letra i ou
pela letra e (com som de i) serão
representadas pela letra /y/. Já as
semivogais com som de u,
caracterizadas por u ou por o (com som
de u) serão representadas pela letra
/w/.
R E P R E S E N T A Ç Ã O F O N É T I C A D A S
S E M I V O G A I S
S E M I V O G A I S
S E M I V O G A I S
C L A S S I F I C A Ç Ã O D O S F O N E M A S
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S ,
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S .
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
As consoantes encontram
obstáculos na sua passagem
pela boca, por isso, precisam
sempre do acompanhamento
das vogais.
Exemplos: base, deduzir, falar, pedaço, redigir, sintetizar.
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
consoante = que consoa, soa junto,
conforme definição do dicionário
(Michaelis online).
VER QUADRO DE FONEMAS DAS
CONSOANTES NA PÁGINA 10.
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
A letra H não representa nenhum fonema
quando no início de palavras ou sílabas,
nessa circunstância o seu som de fato não
aparece na fala, na língua portuguesa. No
modelo escrito, essa letra é utilizada em
interjeições (ah!, oh!), em razão de
etimologia, ou seja, por terem essa letra
na constituição (hemisfério) e em alguns
dígrafos (chuva, velho, ninho).
E X E M P L O S
E X E M P L O S
E X E M P L O S
as letras M e N, quando estiverem iniciando sílabas
ou palavras, como em mapa e nada, serão
representadas pelos fonemas /m/ e /n/,
respectivamente.
No entanto, conforme vimos em vogais nasais,
quando tais letras vierem após uma vogal e na
mesma sílaba que esta, não representarão
fonemas, mas sim a nasalização da vogal que as
antecede, como em jante, em que o fonema da
letra a é /ã/. Nesse caso, não há fonema para m
ou n.
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
Há também o caso visto em semivogais, em que m
e n no final de palavras e precedidos de a ou e
serão semivogais, como em falam ou sem,
representados pelos fonemas /w/ e /y/,
respectivamente.
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
E X E M P L O S :
E X E M P L O S :
E X E M P L O S :
quando a letra g estiver acompanhada da
vogal u (gu), sendo essa não pronunciada,
ambas serão representadas por um único
fonema /g/. Já quando a vogal u for
pronunciada, o fonema da vogal terá de ser
considerado.
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
C O N S O A N T E S
E X E M P L O
E X E M P L O
E X E M P L O
a letra q vem sempre acompanhada
da vogal u (qu), sendo representada
pelo fonema /k/ quando a vogal u
não for pronunciada, porém quando
essa letra tiver som, o fonema
correspondente será considerado.
E X E M P L O
E X E M P L O
E X E M P L O
foram reinseridas, na língua
portuguesa, no acordo ortográfico
(1990). Ocorrem em palavras de
língua estrangeira usadas no
cotidiano ou já absorvidas pela
língua portuguesa, em siglas,
símbolos e em nomes próprios.
Veja as considerações sobre cada
uma delas:
SOBRE A LETRA K
SOBRE A LETRA K
SOBRE A LETRA K
o fonema será /k/, igualmente
ao já usado para as letras c e
qu.
Exemplo: Franklin, Kant, etc.
SOBRE A LETRA W
SOBRE A LETRA W
SOBRE A LETRA W
Terá fonema /w/, quando
equivaler à semivogal, U e
fonema /v/, quando, equivaler
à consoante V.
Exemplos: cowboy tem fonema
/u/ e Wanessa tem fonema
/v/.
SOBRE A LETRA Y
SOBRE A LETRA Y
SOBRE A LETRA Y
Equivale à semivogal I e,
portanto, terá fonema /y/.
Exemplo: Yakult, Mickey, Nova
York etc.
Variações regionais para os
Variações regionais para os
Variações regionais para os
fonemas das letras S, X e Z
fonemas das letras S, X e Z
fonemas das letras S, X e Z
Os vocábulos que têm a letra s em final
de sílaba ou palavra.
(ex.: pastel, ônibus, mês) poderão ter fonema
diferenciado nas diversas regiões do país.
Mineiros e brasilienses, por exemplo,
pronunciam esse s com o fonema /s/,
enquanto os cariocas utilizam o fonema
/x/.
Variações regionais para os
Variações regionais para os
Variações regionais para os
fonemas das letras S, X e Z
fonemas das letras S, X e Z
fonemas das letras S, X e Z
EXEMPLO NA PRÁTICA:
EXEMPLO NA PRÁTICA:
EXEMPLO NA PRÁTICA:
CLASSE: PÁG.
CLASSE: PÁG.
CLASSE: PÁG. 7 E 8
7 E 8
7 E 8
CASA: PÁG.
CASA: PÁG.
CASA: PÁG. 12 E 13
12 E 13
12 E 13
HORA DE EXERCITAR
HORA DE EXERCITAR
HORA DE EXERCITAR

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a FONOLOGIA.pdf

Els nostres projectes - Novembre 2022.pdf
Els nostres projectes - Novembre 2022.pdfEls nostres projectes - Novembre 2022.pdf
Els nostres projectes - Novembre 2022.pdf
SuperAdmin9
 
Els nostres projectes.pdf
Els nostres projectes.pdfEls nostres projectes.pdf
Els nostres projectes.pdf
SuperAdmin9
 
Trabajooo
TrabajoooTrabajooo
Trabajooo
Dikori
 
Culto ou show
Culto ou showCulto ou show
Culto ou show
Marcelo Santos
 
JARDIM TERAPÊUTICO - ARQUITETURA HOSPITALAR
JARDIM TERAPÊUTICO - ARQUITETURA HOSPITALARJARDIM TERAPÊUTICO - ARQUITETURA HOSPITALAR
JARDIM TERAPÊUTICO - ARQUITETURA HOSPITALAR
analuisamesquita18
 
Trabajooo
TrabajoooTrabajooo
Trabajooo
jiuhjuijuio
 
REUNIÓN INICIAL.
REUNIÓN INICIAL.REUNIÓN INICIAL.
REUNIÓN INICIAL.
JuliaSotoMarn
 
Buying real estate is notonly the best way, thequickest way, the safestway to...
Buying real estate is notonly the best way, thequickest way, the safestway to...Buying real estate is notonly the best way, thequickest way, the safestway to...
Buying real estate is notonly the best way, thequickest way, the safestway to...
Bharath Suryadevara
 
Convideo amorparainvadirsuacasa
Convideo amorparainvadirsuacasaConvideo amorparainvadirsuacasa
Convideo amorparainvadirsuacasa
Cycyro Soares
 
Carta aberta
Carta abertaCarta aberta
Carta aberta
noelia queiroz
 
Avantia Media Works
Avantia Media WorksAvantia Media Works
Avantia Media Works
Amanda V.R. Loureiro
 
Avantia mw
Avantia mwAvantia mw
Avantia mw
Avantia mwAvantia mw
Avantia MW
Avantia MWAvantia MW
Avantia MW
Avantia MW
 
VIA CRUCIS presentacion final que numero
VIA CRUCIS presentacion final que numeroVIA CRUCIS presentacion final que numero
VIA CRUCIS presentacion final que numero
painardi1
 
Anatomia Ocular.pptx
Anatomia Ocular.pptxAnatomia Ocular.pptx
Anatomia Ocular.pptx
Julio López
 
Digital x Real: você é uma só?
Digital x Real: você é uma só?Digital x Real: você é uma só?
Digital x Real: você é uma só?
BVALLE
 
Servicios del internet
Servicios del internetServicios del internet
Servicios del internet
JULISSA RODRIGUEZ
 
Sea Poem
Sea PoemSea Poem
ELS RELLOTGES INVENTEM!!
ELS RELLOTGES INVENTEM!!ELS RELLOTGES INVENTEM!!
ELS RELLOTGES INVENTEM!!
ciclemitja34
 

Semelhante a FONOLOGIA.pdf (20)

Els nostres projectes - Novembre 2022.pdf
Els nostres projectes - Novembre 2022.pdfEls nostres projectes - Novembre 2022.pdf
Els nostres projectes - Novembre 2022.pdf
 
Els nostres projectes.pdf
Els nostres projectes.pdfEls nostres projectes.pdf
Els nostres projectes.pdf
 
Trabajooo
TrabajoooTrabajooo
Trabajooo
 
Culto ou show
Culto ou showCulto ou show
Culto ou show
 
JARDIM TERAPÊUTICO - ARQUITETURA HOSPITALAR
JARDIM TERAPÊUTICO - ARQUITETURA HOSPITALARJARDIM TERAPÊUTICO - ARQUITETURA HOSPITALAR
JARDIM TERAPÊUTICO - ARQUITETURA HOSPITALAR
 
Trabajooo
TrabajoooTrabajooo
Trabajooo
 
REUNIÓN INICIAL.
REUNIÓN INICIAL.REUNIÓN INICIAL.
REUNIÓN INICIAL.
 
Buying real estate is notonly the best way, thequickest way, the safestway to...
Buying real estate is notonly the best way, thequickest way, the safestway to...Buying real estate is notonly the best way, thequickest way, the safestway to...
Buying real estate is notonly the best way, thequickest way, the safestway to...
 
Convideo amorparainvadirsuacasa
Convideo amorparainvadirsuacasaConvideo amorparainvadirsuacasa
Convideo amorparainvadirsuacasa
 
Carta aberta
Carta abertaCarta aberta
Carta aberta
 
Avantia Media Works
Avantia Media WorksAvantia Media Works
Avantia Media Works
 
Avantia mw
Avantia mwAvantia mw
Avantia mw
 
Avantia mw
Avantia mwAvantia mw
Avantia mw
 
Avantia MW
Avantia MWAvantia MW
Avantia MW
 
VIA CRUCIS presentacion final que numero
VIA CRUCIS presentacion final que numeroVIA CRUCIS presentacion final que numero
VIA CRUCIS presentacion final que numero
 
Anatomia Ocular.pptx
Anatomia Ocular.pptxAnatomia Ocular.pptx
Anatomia Ocular.pptx
 
Digital x Real: você é uma só?
Digital x Real: você é uma só?Digital x Real: você é uma só?
Digital x Real: você é uma só?
 
Servicios del internet
Servicios del internetServicios del internet
Servicios del internet
 
Sea Poem
Sea PoemSea Poem
Sea Poem
 
ELS RELLOTGES INVENTEM!!
ELS RELLOTGES INVENTEM!!ELS RELLOTGES INVENTEM!!
ELS RELLOTGES INVENTEM!!
 

Mais de VanessaCavalcante37

COMPETÊNCIA 2 da redação do enem prodção textual professora vanessa cavalcante
COMPETÊNCIA 2 da redação do enem prodção textual professora vanessa cavalcanteCOMPETÊNCIA 2 da redação do enem prodção textual professora vanessa cavalcante
COMPETÊNCIA 2 da redação do enem prodção textual professora vanessa cavalcante
VanessaCavalcante37
 
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEMCOMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
VanessaCavalcante37
 
AULA XXX REDAÇÃO (2).pptx
AULA XXX REDAÇÃO (2).pptxAULA XXX REDAÇÃO (2).pptx
AULA XXX REDAÇÃO (2).pptx
VanessaCavalcante37
 
Histórias maravilhosas para o dia 01- 08 - 2022 8 ANO.pptx
Histórias maravilhosas  para o dia 01- 08 - 2022 8 ANO.pptxHistórias maravilhosas  para o dia 01- 08 - 2022 8 ANO.pptx
Histórias maravilhosas para o dia 01- 08 - 2022 8 ANO.pptx
VanessaCavalcante37
 
hifen
hifenhifen
AULA 8 ANO - RESENHA CRÍTICA.pptx
AULA 8 ANO - RESENHA CRÍTICA.pptxAULA 8 ANO - RESENHA CRÍTICA.pptx
AULA 8 ANO - RESENHA CRÍTICA.pptx
VanessaCavalcante37
 
MODOS VERBAIS - AULA 7º ANO - 2609.pdf
MODOS VERBAIS - AULA 7º ANO - 2609.pdfMODOS VERBAIS - AULA 7º ANO - 2609.pdf
MODOS VERBAIS - AULA 7º ANO - 2609.pdf
VanessaCavalcante37
 
NOTÍCIA, REPORTAGEM E NOTÍCIA - 8 ANO.pdf
NOTÍCIA, REPORTAGEM E NOTÍCIA - 8 ANO.pdfNOTÍCIA, REPORTAGEM E NOTÍCIA - 8 ANO.pdf
NOTÍCIA, REPORTAGEM E NOTÍCIA - 8 ANO.pdf
VanessaCavalcante37
 
DIA 08-08 - 6 ANO AULA DE REDAÇÃO - AGOSTO 2021 (1) [Salvo automaticamente]....
DIA 08-08 - 6 ANO AULA  DE REDAÇÃO - AGOSTO 2021 (1) [Salvo automaticamente]....DIA 08-08 - 6 ANO AULA  DE REDAÇÃO - AGOSTO 2021 (1) [Salvo automaticamente]....
DIA 08-08 - 6 ANO AULA DE REDAÇÃO - AGOSTO 2021 (1) [Salvo automaticamente]....
VanessaCavalcante37
 
CRÔNICA - AULA 2 - 6º ANO.pdf
CRÔNICA - AULA 2 - 6º ANO.pdfCRÔNICA - AULA 2 - 6º ANO.pdf
CRÔNICA - AULA 2 - 6º ANO.pdf
VanessaCavalcante37
 
figuras de som.pdf
figuras de som.pdffiguras de som.pdf
figuras de som.pdf
VanessaCavalcante37
 
FIGURAS DE SINTAXE.pdf
FIGURAS DE SINTAXE.pdfFIGURAS DE SINTAXE.pdf
FIGURAS DE SINTAXE.pdf
VanessaCavalcante37
 

Mais de VanessaCavalcante37 (12)

COMPETÊNCIA 2 da redação do enem prodção textual professora vanessa cavalcante
COMPETÊNCIA 2 da redação do enem prodção textual professora vanessa cavalcanteCOMPETÊNCIA 2 da redação do enem prodção textual professora vanessa cavalcante
COMPETÊNCIA 2 da redação do enem prodção textual professora vanessa cavalcante
 
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEMCOMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
 
AULA XXX REDAÇÃO (2).pptx
AULA XXX REDAÇÃO (2).pptxAULA XXX REDAÇÃO (2).pptx
AULA XXX REDAÇÃO (2).pptx
 
Histórias maravilhosas para o dia 01- 08 - 2022 8 ANO.pptx
Histórias maravilhosas  para o dia 01- 08 - 2022 8 ANO.pptxHistórias maravilhosas  para o dia 01- 08 - 2022 8 ANO.pptx
Histórias maravilhosas para o dia 01- 08 - 2022 8 ANO.pptx
 
hifen
hifenhifen
hifen
 
AULA 8 ANO - RESENHA CRÍTICA.pptx
AULA 8 ANO - RESENHA CRÍTICA.pptxAULA 8 ANO - RESENHA CRÍTICA.pptx
AULA 8 ANO - RESENHA CRÍTICA.pptx
 
MODOS VERBAIS - AULA 7º ANO - 2609.pdf
MODOS VERBAIS - AULA 7º ANO - 2609.pdfMODOS VERBAIS - AULA 7º ANO - 2609.pdf
MODOS VERBAIS - AULA 7º ANO - 2609.pdf
 
NOTÍCIA, REPORTAGEM E NOTÍCIA - 8 ANO.pdf
NOTÍCIA, REPORTAGEM E NOTÍCIA - 8 ANO.pdfNOTÍCIA, REPORTAGEM E NOTÍCIA - 8 ANO.pdf
NOTÍCIA, REPORTAGEM E NOTÍCIA - 8 ANO.pdf
 
DIA 08-08 - 6 ANO AULA DE REDAÇÃO - AGOSTO 2021 (1) [Salvo automaticamente]....
DIA 08-08 - 6 ANO AULA  DE REDAÇÃO - AGOSTO 2021 (1) [Salvo automaticamente]....DIA 08-08 - 6 ANO AULA  DE REDAÇÃO - AGOSTO 2021 (1) [Salvo automaticamente]....
DIA 08-08 - 6 ANO AULA DE REDAÇÃO - AGOSTO 2021 (1) [Salvo automaticamente]....
 
CRÔNICA - AULA 2 - 6º ANO.pdf
CRÔNICA - AULA 2 - 6º ANO.pdfCRÔNICA - AULA 2 - 6º ANO.pdf
CRÔNICA - AULA 2 - 6º ANO.pdf
 
figuras de som.pdf
figuras de som.pdffiguras de som.pdf
figuras de som.pdf
 
FIGURAS DE SINTAXE.pdf
FIGURAS DE SINTAXE.pdfFIGURAS DE SINTAXE.pdf
FIGURAS DE SINTAXE.pdf
 

Último

Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 

FONOLOGIA.pdf

  • 1. F O N O L O G I A C A P . 1 - L I V R O 2 P R O F ª V A N E S S A C A V A L C A N T E
  • 2. F O N O L O G I A É A P A R T E D A G R A M Á T I C A Q U E E S T U D A O F O N E M A . É O E S T U D O D O S S O N S D E U M I D I O M A ; F O N E M A S A C E N T U A Ç Ã O D E P A L A V R A S E N T O N A Ç Ã O D I V I S Ã O S I L Á B I C A
  • 3. S Ã O A S M E N O R E S U N I D A D E S D E S O M C A P A Z E S D E D I F E R E N C I A R O S V O C Á B U L O S D E U M A L Í N G U A . F O N E M A P E N T E - G E N TE - MENTE - SENTE - D E N T E - L E N T E P E N T E - G E N TE - MENTE - SENTE - D E N T E - L E N T E P E N T E - G E N TE - MENTE - SENTE - D E N T E - L E N T E A G O R A - AMORA - AFORA - A D O R A C A S A - CADA - CALA - C A M A
  • 4. O F O N E M A , G E R A L M E N T E R E P R E S E N T A D O E N T R E B A R R A S ( E X E M P L O : / A / / V / / E / ) . É C O M P O S T O P O R U M A I M A G E M A C Ú S T I C A ( S I G N I F I C A N T E ) Q U E É A M E M Ó R I A Q U E O F A L A N T E D A L Í N G U A G U A R D A D E U M D E T E R M I N A D O E L E M E N T O S O N O R O .
  • 5. F O N E M A S E L E T R A S O S F O N E M A S S Ã O R E P R E S E N T A D O S P O R L E T R A S , Q U E S Ã O S I N A I S G R Á F I C O S Q U E C O M P Õ E M U M A L Í N G U A , M A S N Ã O S E D E V E C O N F U N D I R F O N E M A S C O M L E T R A S . E X I S T E M F O N E M A S C A R A C T E R I Z A D O S P O R M A I S D E U M A L E T R A D O A L F A B E T O , C O M O É O C A S O D O F O N E M A / Z / Q U E P O D E S E R R E P R E S E N T A D O P E L A S L E T R A S S ( C A S A M E N T O ) , X ( E X Í L I O ) E Z ( Z E B R A ) .
  • 6. C L A S S I F I C A Ç Ã O D O S F O N E M A S O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . V O G A I S V O G A I S V O G A I S São sons emitidos sem obstáculos, somente pela boca ORAIS (a, e, i , o, u), ou pela boca e pelas fossas nasais NASAIS (ã, ẽ, ĩ, õ, ũ). Exemplos: pia, ando, cesto, quero, lente, li, lindo, sonho, avó, som, susto, untar.
  • 7. V O G A I S N A S A I S
  • 8. A S V O G A I S T A M B É M P O D E M S E R C L A S S I F I C A D A S , Q U A N T O À I N T E N S I D A D E , E M Á T O N A S ( M E N O R I N T E N S I D A D E ) E E M T Ô N I C A S ( M A I O R I N T E N S I D A D E ) A S T Ô N I C A S S E R Ã O D I F E R E N C I A D A S A I N D A , Q U A N T O A O T I M B R E E M A B E R T A S O U F E C H A D A S .
  • 9.
  • 10. As semivogais são os fonemas /i/ e /u/ que aparecem juntos com uma vogal formando uma sílaba. É importante dizer que, enquanto as vogais são essenciais na formação de sílabas, as semivogais não. C L A S S I F I C A Ç Ã O D O S F O N E M A S O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . S E M I V O G A I S S E M I V O G A I S S E M I V O G A I S Exemplos: cárie, mau, pais, rei, seita, venceu. E COM SOM DE I
  • 11. as semivogais com som de i, seja caracterizada pela própria letra i ou pela letra e (com som de i) serão representadas pela letra /y/. Já as semivogais com som de u, caracterizadas por u ou por o (com som de u) serão representadas pela letra /w/. R E P R E S E N T A Ç Ã O F O N É T I C A D A S S E M I V O G A I S S E M I V O G A I S S E M I V O G A I S
  • 12. C L A S S I F I C A Ç Ã O D O S F O N E M A S O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , O S F O N E M A S C L A S S I F I C A M - S E E M V O G A I S , C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . C O N S O A N T E S E S E M I V O G A I S . C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S As consoantes encontram obstáculos na sua passagem pela boca, por isso, precisam sempre do acompanhamento das vogais. Exemplos: base, deduzir, falar, pedaço, redigir, sintetizar.
  • 13. C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S consoante = que consoa, soa junto, conforme definição do dicionário (Michaelis online). VER QUADRO DE FONEMAS DAS CONSOANTES NA PÁGINA 10.
  • 14. C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S A letra H não representa nenhum fonema quando no início de palavras ou sílabas, nessa circunstância o seu som de fato não aparece na fala, na língua portuguesa. No modelo escrito, essa letra é utilizada em interjeições (ah!, oh!), em razão de etimologia, ou seja, por terem essa letra na constituição (hemisfério) e em alguns dígrafos (chuva, velho, ninho).
  • 15. E X E M P L O S E X E M P L O S E X E M P L O S
  • 16. as letras M e N, quando estiverem iniciando sílabas ou palavras, como em mapa e nada, serão representadas pelos fonemas /m/ e /n/, respectivamente. No entanto, conforme vimos em vogais nasais, quando tais letras vierem após uma vogal e na mesma sílaba que esta, não representarão fonemas, mas sim a nasalização da vogal que as antecede, como em jante, em que o fonema da letra a é /ã/. Nesse caso, não há fonema para m ou n. C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S
  • 17. Há também o caso visto em semivogais, em que m e n no final de palavras e precedidos de a ou e serão semivogais, como em falam ou sem, representados pelos fonemas /w/ e /y/, respectivamente. C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S
  • 18. E X E M P L O S : E X E M P L O S : E X E M P L O S :
  • 19. quando a letra g estiver acompanhada da vogal u (gu), sendo essa não pronunciada, ambas serão representadas por um único fonema /g/. Já quando a vogal u for pronunciada, o fonema da vogal terá de ser considerado. C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S C O N S O A N T E S
  • 20. E X E M P L O E X E M P L O E X E M P L O
  • 21. a letra q vem sempre acompanhada da vogal u (qu), sendo representada pelo fonema /k/ quando a vogal u não for pronunciada, porém quando essa letra tiver som, o fonema correspondente será considerado.
  • 22. E X E M P L O E X E M P L O E X E M P L O
  • 23. foram reinseridas, na língua portuguesa, no acordo ortográfico (1990). Ocorrem em palavras de língua estrangeira usadas no cotidiano ou já absorvidas pela língua portuguesa, em siglas, símbolos e em nomes próprios. Veja as considerações sobre cada uma delas:
  • 24. SOBRE A LETRA K SOBRE A LETRA K SOBRE A LETRA K o fonema será /k/, igualmente ao já usado para as letras c e qu. Exemplo: Franklin, Kant, etc.
  • 25. SOBRE A LETRA W SOBRE A LETRA W SOBRE A LETRA W Terá fonema /w/, quando equivaler à semivogal, U e fonema /v/, quando, equivaler à consoante V. Exemplos: cowboy tem fonema /u/ e Wanessa tem fonema /v/.
  • 26. SOBRE A LETRA Y SOBRE A LETRA Y SOBRE A LETRA Y Equivale à semivogal I e, portanto, terá fonema /y/. Exemplo: Yakult, Mickey, Nova York etc.
  • 27. Variações regionais para os Variações regionais para os Variações regionais para os fonemas das letras S, X e Z fonemas das letras S, X e Z fonemas das letras S, X e Z Os vocábulos que têm a letra s em final de sílaba ou palavra. (ex.: pastel, ônibus, mês) poderão ter fonema diferenciado nas diversas regiões do país. Mineiros e brasilienses, por exemplo, pronunciam esse s com o fonema /s/, enquanto os cariocas utilizam o fonema /x/.
  • 28. Variações regionais para os Variações regionais para os Variações regionais para os fonemas das letras S, X e Z fonemas das letras S, X e Z fonemas das letras S, X e Z
  • 29. EXEMPLO NA PRÁTICA: EXEMPLO NA PRÁTICA: EXEMPLO NA PRÁTICA:
  • 30.
  • 31. CLASSE: PÁG. CLASSE: PÁG. CLASSE: PÁG. 7 E 8 7 E 8 7 E 8 CASA: PÁG. CASA: PÁG. CASA: PÁG. 12 E 13 12 E 13 12 E 13 HORA DE EXERCITAR HORA DE EXERCITAR HORA DE EXERCITAR