SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
(99) 99119-3171
(99) 99119-3171
Olá!!! Somos da Excellence Educacional e iremos
te ajudar com essa atividade! Entre em contato conosco.
ATIVIDADE 01 - NUT - SAÚDE COLETIVA - 51/2024
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a trama de
relações entre os diversos fatores estudados através desses diversos enfoques. Um
adotado pela Comissão Nacional sobre os Determinantes Sociais da Saúde
(CNDSS) é o modelo de Dahlgren e Whitehead que inclui os Determinantes Sociais
da Saúde (DSS) dispostos em diferentes camadas. Com base na figura exposta
abaixo, Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren
e Whitehedad.
FONTE: FURTADO, M. D. D; OLIVEIRA, R. G. Saúde Coletiva. Maringá:
UniCesumar, 2017.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Importância do Uso dos Termos Técnicos em Enfermagem.ppt
Importância do Uso dos Termos Técnicos em Enfermagem.pptImportância do Uso dos Termos Técnicos em Enfermagem.ppt
Importância do Uso dos Termos Técnicos em Enfermagem.pptValdemilsonVieira
 
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptxComo conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptxDheniseMikaelly
 
Ta gastrostomia aliment-ent
Ta gastrostomia aliment-entTa gastrostomia aliment-ent
Ta gastrostomia aliment-entjaqueac2012
 
4.-Aula-Pré-natal.pdf
4.-Aula-Pré-natal.pdf4.-Aula-Pré-natal.pdf
4.-Aula-Pré-natal.pdfLivia Santana
 
Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Particularidades do centro_cirurgico_(1)Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Particularidades do centro_cirurgico_(1)Zeca Ribeiro
 
LAPAROTOMIA - Enfermagem Cirúrgica - Estudo de Caso
LAPAROTOMIA - Enfermagem Cirúrgica - Estudo de CasoLAPAROTOMIA - Enfermagem Cirúrgica - Estudo de Caso
LAPAROTOMIA - Enfermagem Cirúrgica - Estudo de CasoEnfº Ícaro Araújo
 
Atualizações SBV/SAV/RCP AHA 2020
Atualizações SBV/SAV/RCP AHA 2020Atualizações SBV/SAV/RCP AHA 2020
Atualizações SBV/SAV/RCP AHA 2020DiegoAugusto86
 
Materiais Cirurgicos e Tecnicas de Instrumentação
Materiais Cirurgicos e Tecnicas de InstrumentaçãoMateriais Cirurgicos e Tecnicas de Instrumentação
Materiais Cirurgicos e Tecnicas de InstrumentaçãoEduardo Bernardino
 
Atualizacao-Associacao-Americana-do-Coracao-2020-PT-PDF-22Brasil-Treinamentos...
Atualizacao-Associacao-Americana-do-Coracao-2020-PT-PDF-22Brasil-Treinamentos...Atualizacao-Associacao-Americana-do-Coracao-2020-PT-PDF-22Brasil-Treinamentos...
Atualizacao-Associacao-Americana-do-Coracao-2020-PT-PDF-22Brasil-Treinamentos...Lucas Miolo Rosa
 
Po sondagem nasogastrica-nasoenteral_2012.pdf-edison
Po sondagem nasogastrica-nasoenteral_2012.pdf-edisonPo sondagem nasogastrica-nasoenteral_2012.pdf-edison
Po sondagem nasogastrica-nasoenteral_2012.pdf-edisonEdison Santos
 
Programa melhor em casa
Programa melhor em casaPrograma melhor em casa
Programa melhor em casaAnielle Alves
 
Assistência ao paciente cardíaco POI
Assistência ao paciente cardíaco POIAssistência ao paciente cardíaco POI
Assistência ao paciente cardíaco POIRaquelzinha Vales
 
Questões de Concurso AULA 3
Questões de Concurso AULA 3Questões de Concurso AULA 3
Questões de Concurso AULA 3Aline Bandeira
 
Aula biossegurança dna
Aula biossegurança   dnaAula biossegurança   dna
Aula biossegurança dnaanadeiva
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadorozenaisna
 

Mais procurados (20)

Importância do Uso dos Termos Técnicos em Enfermagem.ppt
Importância do Uso dos Termos Técnicos em Enfermagem.pptImportância do Uso dos Termos Técnicos em Enfermagem.ppt
Importância do Uso dos Termos Técnicos em Enfermagem.ppt
 
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptxComo conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
Como conquistar a acreditação ONA - Rev 3 Mar-21.pptx
 
Seminário - dispositivos de infusão
Seminário -  dispositivos de infusãoSeminário -  dispositivos de infusão
Seminário - dispositivos de infusão
 
Centro cirurgico
Centro cirurgico Centro cirurgico
Centro cirurgico
 
Acesso apostila
Acesso apostilaAcesso apostila
Acesso apostila
 
Ta gastrostomia aliment-ent
Ta gastrostomia aliment-entTa gastrostomia aliment-ent
Ta gastrostomia aliment-ent
 
4.-Aula-Pré-natal.pdf
4.-Aula-Pré-natal.pdf4.-Aula-Pré-natal.pdf
4.-Aula-Pré-natal.pdf
 
Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Particularidades do centro_cirurgico_(1)Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Particularidades do centro_cirurgico_(1)
 
LAPAROTOMIA - Enfermagem Cirúrgica - Estudo de Caso
LAPAROTOMIA - Enfermagem Cirúrgica - Estudo de CasoLAPAROTOMIA - Enfermagem Cirúrgica - Estudo de Caso
LAPAROTOMIA - Enfermagem Cirúrgica - Estudo de Caso
 
Atenção Primária: um novo Sistema Único de Saúde para os Brasileiros
Atenção Primária: um novo Sistema Único de Saúde para os BrasileirosAtenção Primária: um novo Sistema Único de Saúde para os Brasileiros
Atenção Primária: um novo Sistema Único de Saúde para os Brasileiros
 
Atualizações SBV/SAV/RCP AHA 2020
Atualizações SBV/SAV/RCP AHA 2020Atualizações SBV/SAV/RCP AHA 2020
Atualizações SBV/SAV/RCP AHA 2020
 
Materiais Cirurgicos e Tecnicas de Instrumentação
Materiais Cirurgicos e Tecnicas de InstrumentaçãoMateriais Cirurgicos e Tecnicas de Instrumentação
Materiais Cirurgicos e Tecnicas de Instrumentação
 
Atualizacao-Associacao-Americana-do-Coracao-2020-PT-PDF-22Brasil-Treinamentos...
Atualizacao-Associacao-Americana-do-Coracao-2020-PT-PDF-22Brasil-Treinamentos...Atualizacao-Associacao-Americana-do-Coracao-2020-PT-PDF-22Brasil-Treinamentos...
Atualizacao-Associacao-Americana-do-Coracao-2020-PT-PDF-22Brasil-Treinamentos...
 
Po sondagem nasogastrica-nasoenteral_2012.pdf-edison
Po sondagem nasogastrica-nasoenteral_2012.pdf-edisonPo sondagem nasogastrica-nasoenteral_2012.pdf-edison
Po sondagem nasogastrica-nasoenteral_2012.pdf-edison
 
Programa melhor em casa
Programa melhor em casaPrograma melhor em casa
Programa melhor em casa
 
Assistência ao paciente cardíaco POI
Assistência ao paciente cardíaco POIAssistência ao paciente cardíaco POI
Assistência ao paciente cardíaco POI
 
Questões de Concurso AULA 3
Questões de Concurso AULA 3Questões de Concurso AULA 3
Questões de Concurso AULA 3
 
Aula biossegurança dna
Aula biossegurança   dnaAula biossegurança   dna
Aula biossegurança dna
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizado
 
Drenos e Sondas
Drenos e SondasDrenos e Sondas
Drenos e Sondas
 

Mais de excellenceeducaciona

MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51 / 2024
MAPA   –   DESENHO TÉCNICO  –  51 / 2024MAPA   –   DESENHO TÉCNICO  –  51 / 2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51 / 2024excellenceeducaciona
 
ETAPA 3 A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho técnico, a...
ETAPA 3 A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho técnico, a...ETAPA 3 A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho técnico, a...
ETAPA 3 A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho técnico, a...excellenceeducaciona
 
ETAPA 1 Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma linguag...
ETAPA 1 Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma linguag...ETAPA 1 Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma linguag...
ETAPA 1 Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma linguag...excellenceeducaciona
 
Atividade da ETAPA 3 A Descoberta da Projeção Isométrica Agora, você está dia...
Atividade da ETAPA 3 A Descoberta da Projeção Isométrica Agora, você está dia...Atividade da ETAPA 3 A Descoberta da Projeção Isométrica Agora, você está dia...
Atividade da ETAPA 3 A Descoberta da Projeção Isométrica Agora, você está dia...excellenceeducaciona
 
Atividade da ETAPA 2 Criando a Projeção Ortogonal Agora, você enfrentará um n...
Atividade da ETAPA 2 Criando a Projeção Ortogonal Agora, você enfrentará um n...Atividade da ETAPA 2 Criando a Projeção Ortogonal Agora, você enfrentará um n...
Atividade da ETAPA 2 Criando a Projeção Ortogonal Agora, você enfrentará um n...excellenceeducaciona
 
Atividade da ETAPA 1 Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabalhan...
Atividade da ETAPA 1 Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabalhan...Atividade da ETAPA 1 Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabalhan...
Atividade da ETAPA 1 Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabalhan...excellenceeducaciona
 
A IMPORTÂNCIA DO DESENHO NA ENGENHARIA Antes de iniciarmos a jornada do desen...
A IMPORTÂNCIA DO DESENHO NA ENGENHARIA Antes de iniciarmos a jornada do desen...A IMPORTÂNCIA DO DESENHO NA ENGENHARIA Antes de iniciarmos a jornada do desen...
A IMPORTÂNCIA DO DESENHO NA ENGENHARIA Antes de iniciarmos a jornada do desen...excellenceeducaciona
 
PARTE 2 a situação líquida da empresa é positiva ou negativa Por quê
PARTE 2 a situação líquida da empresa é positiva ou negativa Por quêPARTE 2 a situação líquida da empresa é positiva ou negativa Por quê
PARTE 2 a situação líquida da empresa é positiva ou negativa Por quêexcellenceeducaciona
 
PARTE 1 estruture o balanço patrimonial da empresa, usando o seguinte modelo
PARTE 1 estruture o balanço patrimonial da empresa, usando o seguinte modeloPARTE 1 estruture o balanço patrimonial da empresa, usando o seguinte modelo
PARTE 1 estruture o balanço patrimonial da empresa, usando o seguinte modeloexcellenceeducaciona
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...excellenceeducaciona
 
ETAPA 3: A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho téc...
ETAPA 3: A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico       No desenho téc...ETAPA 3: A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico       No desenho téc...
ETAPA 3: A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho téc...excellenceeducaciona
 
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabal...
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho   Quando estamos trabal...Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho   Quando estamos trabal...
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabal...excellenceeducaciona
 
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...excellenceeducaciona
 
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51/2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO –         51/2024MAPA – DESENHO TÉCNICO –         51/2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51/2024excellenceeducaciona
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...excellenceeducaciona
 
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabal...
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho   Quando estamos trabal...Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho   Quando estamos trabal...
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabal...excellenceeducaciona
 
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...excellenceeducaciona
 
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51/2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO –         51/2024MAPA – DESENHO TÉCNICO –         51/2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51/2024excellenceeducaciona
 
PARTE 2: a situação líquida da empresa é positiva ou negativa? Por quê?
PARTE 2: a situação líquida da empresa é positiva ou negativa? Por quê?PARTE 2: a situação líquida da empresa é positiva ou negativa? Por quê?
PARTE 2: a situação líquida da empresa é positiva ou negativa? Por quê?excellenceeducaciona
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...excellenceeducaciona
 

Mais de excellenceeducaciona (20)

MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51 / 2024
MAPA   –   DESENHO TÉCNICO  –  51 / 2024MAPA   –   DESENHO TÉCNICO  –  51 / 2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51 / 2024
 
ETAPA 3 A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho técnico, a...
ETAPA 3 A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho técnico, a...ETAPA 3 A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho técnico, a...
ETAPA 3 A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho técnico, a...
 
ETAPA 1 Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma linguag...
ETAPA 1 Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma linguag...ETAPA 1 Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma linguag...
ETAPA 1 Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma linguag...
 
Atividade da ETAPA 3 A Descoberta da Projeção Isométrica Agora, você está dia...
Atividade da ETAPA 3 A Descoberta da Projeção Isométrica Agora, você está dia...Atividade da ETAPA 3 A Descoberta da Projeção Isométrica Agora, você está dia...
Atividade da ETAPA 3 A Descoberta da Projeção Isométrica Agora, você está dia...
 
Atividade da ETAPA 2 Criando a Projeção Ortogonal Agora, você enfrentará um n...
Atividade da ETAPA 2 Criando a Projeção Ortogonal Agora, você enfrentará um n...Atividade da ETAPA 2 Criando a Projeção Ortogonal Agora, você enfrentará um n...
Atividade da ETAPA 2 Criando a Projeção Ortogonal Agora, você enfrentará um n...
 
Atividade da ETAPA 1 Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabalhan...
Atividade da ETAPA 1 Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabalhan...Atividade da ETAPA 1 Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabalhan...
Atividade da ETAPA 1 Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabalhan...
 
A IMPORTÂNCIA DO DESENHO NA ENGENHARIA Antes de iniciarmos a jornada do desen...
A IMPORTÂNCIA DO DESENHO NA ENGENHARIA Antes de iniciarmos a jornada do desen...A IMPORTÂNCIA DO DESENHO NA ENGENHARIA Antes de iniciarmos a jornada do desen...
A IMPORTÂNCIA DO DESENHO NA ENGENHARIA Antes de iniciarmos a jornada do desen...
 
PARTE 2 a situação líquida da empresa é positiva ou negativa Por quê
PARTE 2 a situação líquida da empresa é positiva ou negativa Por quêPARTE 2 a situação líquida da empresa é positiva ou negativa Por quê
PARTE 2 a situação líquida da empresa é positiva ou negativa Por quê
 
PARTE 1 estruture o balanço patrimonial da empresa, usando o seguinte modelo
PARTE 1 estruture o balanço patrimonial da empresa, usando o seguinte modeloPARTE 1 estruture o balanço patrimonial da empresa, usando o seguinte modelo
PARTE 1 estruture o balanço patrimonial da empresa, usando o seguinte modelo
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
 
ETAPA 3: A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho téc...
ETAPA 3: A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico       No desenho téc...ETAPA 3: A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico       No desenho téc...
ETAPA 3: A Importância da Perspectiva no Desenho Técnico No desenho téc...
 
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabal...
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho   Quando estamos trabal...Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho   Quando estamos trabal...
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabal...
 
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
 
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51/2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO –         51/2024MAPA – DESENHO TÉCNICO –         51/2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51/2024
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
 
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabal...
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho   Quando estamos trabal...Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho   Quando estamos trabal...
Atividade da ETAPA 1: Montando as Pranchas de Desenho Quando estamos trabal...
 
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
ETAPA 1: Iniciando no Desenho Técnico O desenho técnico serve como uma lingua...
 
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51/2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO –         51/2024MAPA – DESENHO TÉCNICO –         51/2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51/2024
 
PARTE 2: a situação líquida da empresa é positiva ou negativa? Por quê?
PARTE 2: a situação líquida da empresa é positiva ou negativa? Por quê?PARTE 2: a situação líquida da empresa é positiva ou negativa? Por quê?
PARTE 2: a situação líquida da empresa é positiva ou negativa? Por quê?
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
 

Último

HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturagomescostamma
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxLuisCarlosAlves10
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfSandra Pratas
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 

Último (20)

HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 

Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whitehedad.

  • 1. (99) 99119-3171 (99) 99119-3171 Olá!!! Somos da Excellence Educacional e iremos te ajudar com essa atividade! Entre em contato conosco. ATIVIDADE 01 - NUT - SAÚDE COLETIVA - 51/2024 Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a trama de
  • 2. relações entre os diversos fatores estudados através desses diversos enfoques. Um adotado pela Comissão Nacional sobre os Determinantes Sociais da Saúde (CNDSS) é o modelo de Dahlgren e Whitehead que inclui os Determinantes Sociais da Saúde (DSS) dispostos em diferentes camadas. Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whitehedad. FONTE: FURTADO, M. D. D; OLIVEIRA, R. G. Saúde Coletiva. Maringá: UniCesumar, 2017.