SlideShare uma empresa Scribd logo
ELEMENTOS DA ORAÇÃO
VITORIOSA
CARLOS ALLVARENGA
O ASSUNTO AQUI EXPOSTO TEM HAVER COM
A VIDA CRISTÃ PRÁTICA. NOSSO
CRISTIANISMO NÃO É O QUE DEVERIA SER E
UM DOS MOTIVOS E A POUCA IMPORTÂNCIA
QUE SE DA A ORAÇÃO.
ORAR PODE MUDAR TUDO.
NOSSA VIDA,NOSSO AMBIENTE, NOSSA
NAÇÃO.
ENTÃO,SABENDO DISSO, NOS
COLOQUEMOS PERANTE AQUELE QUE NOS
OUVE E NOS CHAMA A ORAR.
" CLAMA A MIM E RESPONDER-TE-EI"
JR 33.3
"A FUNÇÃO DA
ORAÇÃO NÃO É
INFLUENCIAR
DEUS,MAS
ESPECIALMENTE
MUDAR A NATUREZA
DAQUELE QUE ORA "
SOREN
KIERKEGAARD
INTRODUÇÃO
"A ORAÇÃO FEITA POR UM JUSTO PODE MUITO EM SEUS
EFEITOS." TIAGO 5.16( ACF)
Apesar de antiga, a frase : " Orar é o respirar
da alma" nunca ficou velha, apenas sem
muito uso pela atual geração de crentes.
Além do mais, ressalta uma verdade, assim
como o ar e imprescindível para a vida, a
oração mantém o crente vivo.
Deus tem várias maneiras de falar conosco,
mas nos só temos um jeito de falar com Ele,
esse jeito e a oração.
Orar consiste na mais sublime atividade
humana,onde se tem o privilégio de falar com
Deus e ouvi-lo. Orar é ter comunhão,
intimidade com Deus. E por meio da oração
que estabelecemos nosso relacionamento
com Deus.
I
Infelizmente ora-se pouco. Geralmente nas
emergências da vida. Quando isso acontece a
oração perde seu principal objetivo. Mais do
que falar sobre oração e ensinar a orar, Jesus
viveu em oração, foi homem de oração. Ele
ansiava pela comunhão com Deus. Quer
Avivamento,poder,salvação,milagres,famílias
abençoadas,um pais melhor,um mundo
melhor? Então ore.
Orar vai mudar sua vida. A oração vai
fortalecer sua comunhão com Deus e o
homem interior. Você estará mais forte para
enfrentar e derrotar o mundo, a carne e o
diabo.
Através da oração recebemos bençãos
espirituais,mentais e físicas.
Não podemos simplesmente orar
esporadicamente ou em momentos de crise,
precisamos viver em oração.
"Orando em todo o tempo com toda a oração
e súplica no Espírito, e vigiando nisto com
toda a perseverança e súplica por todos os
santos," Efésios 6:18
" Orai sem cessar " 1 Tessalonicenses 5.17
Faça da oração um estilo de vida.
Geralmente nos desculpamos, alegando falta
de tempo. Mas temos tempo para as outras
atividades. Temos tempo para dormir, comer,
divertir e trabalhar. Orar e questão de querer
é priorizar. Conta-se que Martinho Lutero
orava regularmente duas horas por dia,
exceto nos dias em que estava atarefado,
nestes dias, orava por três horas.
Ainda sobre a vida de oração de Lutero, disse
ele : " É bom que, de manhã cedo, se faça da
oração a primeira atividade, e da noite, a
última. E previne-te muito bem desses
pensamentos falsos e enganosos que dizem:
'Espera um pouco, daqui a uma hora vou orar,
mas antes ainda tenho que resolver isto ou
aquilo.' Porque com esse pensamento se
passa da oração para os afazeres que
prendem e envolvem a gente a ponto de não
mais sair oração o dia inteiro.'
Entre duas opções, escolha sempre a Oração.
Se quiser ter uma vida extraordinária não
abra mão desse recurso chamado Oração.
Devemos orar sempre, mas devemos
intensificar nossas orações quando não
estivermos com desejo de Orar.
Lembre-se não podemos apenas orar, temos
que prevalecer em oração.
"Nenhuma oração, nenhum poder; pouca
oração, pouco poder; Muita oração, muito
poder."
O objetivo da sua oração não é informar Deus, como se
Ele não soubesse o que você quer. A oração é para
você se informar. É para pensar no sentido de seus
desejos mais profundos. É para dar a você um senso de
contínua dependência d'Ele. É para reforçar em sua
mente que só Ele é capaz de suprir as suas
necessidades.
John Wesley.
ELEMENTOS PARA UMA ORAÇÃO BEM SUCEDIDA.
Precisamos entender que a oração não e algo
mágico tipo abrakadabra. Orar é mais que
dizer palavras, envolve quem somos. Mais
importante que a oração e as palavras usadas
é a pessoa que ora. No episódio em que Caim
e Abel ofereceram sacrifícios ao Senhor,
vemos isso claramente. Deus atentou
primeiro para o ofertante e depois para a
oferta(Gn 4.1-7). Em lucas 21.1-4 temos outro
exemplo. Jesus diz que a viúva deu a maior
oferta.Na parábola do Fariseu e do Publicano
vemos isso de maneira bem clara (Lucas
18.9-14). Dois homens oram, mas apenas um
e bem sucedido. Por que? Deus conhece
nosso interior, nossos motivos e intenções.
O que Deus quer ver quando oramos ?
1 -HUMILDADE
Esta-se diante de Deus, o Todo-Poderoso, o
Rei do Universo não ha do que se orgulhar.
Lembre-se das palavras de Tiago : " Deus
resiste aos soberbos,mas da graça aos
humildes" (Tg 4.6).
" revesti-vos de toda a humildade, porque
Deus resiste aos soberbos, mas da graça aos
humildes" ( 1 Pe 5.5). A soberba
de Nabucodonosor, levou-o a se transformar
em um animal(Dn 4.30-33). Abraão quando
intercedia pela cidades que seriam destruídas
disse ao Senhor : " Eis que sou pó e cinza" (Gn
18.27).
A humildade diante do Senhor fala de :
1) Reconhecer a Grandeza de Deus;
2) Nossa indignidade;
3) A nossa dependência D'Ele.
Essa parábola mostra essa verdade na
prática. Temos um fariseu orgulhos , cheio de
si e que proclama orgulhosamente suas
virtudes. Foi rejeitado pelo Senhor. Já o
publicano sente-se indigno, mas e ouvido pelo
Senhor.
2 - FÉ
"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque
é necessário que aquele que se aproxima de
Deus creia que ele existe, e que é
galardoador dos que o buscam. Hebreus 11:6.
Orar sem fé e perca de tempo. Aliás, acredito
que quem não tem fé sequer ora. A dúvida, a
incredulidade ata as mãos de Deus. Em
Nazaré , Jesus não fez muitos milagres. "E não
fez ali muitas maravilhas, por causa da
incredulidade deles. Mateus 13:58.
A fé é certeza, convicção. deus responde
baseado na nossa fé. " A fé é o gatilho que
dispara a ação divina".
" Se tu podes crer, tudo e possível ao que
crê." Mc 9.23.
A fé vê o invisível, crê no incrível e recebe o
impossível. " A fé vem pelo ouvir, e o ouvir da
palavra de Deus." Rm 10.17. Alimente sua fé
com os relatos dos poderosos feito de Deus,
narrados em sua palavra.
Um exemplo de fé pode ser visto no rei Josafá.
Ao ser informado que três exércitos vinham
contra ele, buscou ao Senhor." porém os
nossos olhos estão postos em Ti" ( 2 Cr
20.12). Deus respondeu a oração do Rei e
prometeu vitória. Bastava que fossem para a
batalha e entoassem louvores. Fizeram isso, e
os três exércitos se destruíram e houve
grande livramento (2 Cr 20.1-29).
A fé nos leva a ser ousados :
Abraaõ - Gn 18. 23 -32
Josué - Js 10.11 - 14
Ezequias - Is 38.1-8
Elias - 1 Rs 18. 19 - 46
3 - PERSEVERANÇA
Na maioria das vezes nossas orações não são
respondidas de imediato, dai a necessidade
de perseverança. A demora de Deus não e um
capricho. Deus tem seus propósitos para cada
um de nós. Por que Deus demora ?
Para que cresçamos na comunhão com
Ele e o conheçamos melhor;
Para fortalecer nossa fé e paciência;
Para trabalhar em nós. A oração não visa
mudar Deus, mas a nós;
Para refletirmos melhor sobre nossos
pedidos;
Ele tem planos melhores.
Perseverança tem haver com continuar, não
desistir. Jesus nos estimula a perseverança,
veja a parábola do Juiz iníquo (Lc 18.1-8). Um
outro exemplo pode ser visto na vida do
profeta Daniel. Ele orou até ser atendido, orou
por 21 dias(Dn 10.1-21) " Perseverai em
oração " (Cl 4.2), e a recomendação de Paulo.
4 - SANTIDADE
Vida com Deus requer santidade.
Se estivermos vivendo em pecado nossas
orações serão bloqueadas. Aliás, perde-se a
vontade de orar. Vejamos o que diz a palavra
de Deus : "Eis que a mão do SENHOR não está
encolhida, para que não possa salvar; nem
agravado o seu ouvido, para não poder ouvir.
Mas as vossas iniquidades fazem separação
entre vós e o vosso Deus; e os vossos
pecados encobrem o seu rosto de vós, para
que não vos ouça." Isaías 59:1,2.
Não podemos ocultar o pecado se quisermos
viver uma vida de oração. No Salmo 32 Davi
expressa essa verdade.
"Quando eu guardei silêncio, envelheceram os
meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.
Porque de dia e de noite a tua mão pesava
sobre mim; o meu humor se tornou em
sequidão de estio. (Selá.) Confessei-te o meu
pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia
eu: Confessarei ao Senhor as minhas
transgressões; e tu perdoaste a maldade do
meu pecado. "Salmos 32:3-5
O mesmo Davi, na sequência do salmo diz :
"Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a
tempo de te poder achar; "Salmos 32:6a
5 - PERDÃO
"E perdoa-nos as nossas dividas, assim como
nós perdoamos nossos devedores,.. Pois se
perdoardes aos homens as suas ofensas,
também vosso pai que esta nos céus vos
perdoara. Porém se não perdoardes aos
homens as suas ofensas, também vosso pai
celestial não perdoará as vossas" (Mt
6.12,14,15). O perdão e reciproco e é
condição para termos nossas orações
atendidas. " perdoai-vos uns aos outros, se
alguém tiver queixa contra outrem.Assim
como o Senhor vos perdoou, perdoai vos
também" (Cl 3.13).
" Apenas a experiência de ter sido perdoado
capacita-nos a perdoar os outros." Philip
Yancey
O perdão faz mais bem a seu doador do que
a quem o recebe.
6 - MOTIVAÇÕES CORRETAS
"E buscar-me-eis, e me achareis, quando me
buscardes com todo o vosso coração."
Jeremias 29:13-13
Deus é onisciente, nada pode ser ocultado
D'Ele, dai ninguém poder engana-lo. Ele
conhece nosso interior e também nossas
intenções e motivações. O salmista expressa-
se assim ; " se eu no meu coração atender a
iniquidade, o Senhor não me ouvira" (Sl
66.18). Nossas segundas intenções não
passam desapercebidas do Senhor.
'E não clamaram a mim com seu coração "
Oséias 7:14
"Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para
gastardes em vossos deleites." (Tg 4.3). Esses
que pedem e não recebem, são motivados por
desejos egoístas.
7 -OBEDIÊNCIA
De nada adianta termos
humildade,fé,perseverança, santidade,perdão
e motivações corretas se não estivermos
dispostos a obedecer. Sem nenhuma dúvida
devemos expor ao senhor nossos desejos ,
vontades e necessidades, mas precisamos
aceitar a sua vontade quanto ao assunto. "
Seja feita a tua vontade". Já ha algum tempo,
ensina-se erroneamente que não devemos
dizer "seja feita a tua vontade", pois essas
palavras denotam falta de fé.Dizem que o
crente deve determinar, ou seja, mandar em
Deus(absurdo). Se Jesus submeteu-se a
vontade de Deus, requer-se menos de nos?
"E qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a
receberemos, porque guardamos os seus
mandamentos, e fazemos o que é agradável à
sua vista." 1 João 3:22
CONCLUSÃO
Podemos ver que a oração e um meio de
Deus
trabalhar na nossa vida.
Cada elemento exposto aqui e indispensável
não apenas na oração, mas na própria vida
cristã.
Esses elemento são como elos de uma
corrente, um ligado ao outro e se faltar um a
corrente não sera tao eficiente .
Que sejamos despertados da negligência e
nos tornemos pessoas de oração
.Lembre-se que orar se aprende orando.
NOTAS
A versão bíblica utilizada foi ACF (Almeida
Corrigida e Fiel)
www.blogdometodistaunido.blogspot.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

38 1 e 2 timoteo=
38   1 e 2 timoteo=38   1 e 2 timoteo=
38 1 e 2 timoteo=
PIB Penha
 
Dons do espirito santo
Dons do espirito santoDons do espirito santo
Dons do espirito santo
WebExecutivo1
 
Panorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2CoríntiosPanorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2Coríntios
Respirando Deus
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
UEPB
 
Lição 29 Os dons espirituais
Lição 29   Os dons espirituaisLição 29   Os dons espirituais
Lição 29 Os dons espirituais
Wander Sousa
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Éder Tomé
 
A NECESSIDADE DE ORDEM NO CULTO
A NECESSIDADE DE ORDEM NO CULTOA NECESSIDADE DE ORDEM NO CULTO
A NECESSIDADE DE ORDEM NO CULTO
ibpd
 
Mente de cristo
Mente de cristoMente de cristo
Mente de cristo
Izau Melo
 
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e OfertasLição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
Éder Tomé
 
LIÇÃO 9 – Fidelidade, firmes na fé
LIÇÃO 9 – Fidelidade, firmes na féLIÇÃO 9 – Fidelidade, firmes na fé
LIÇÃO 9 – Fidelidade, firmes na fé
Erberson Pinheiro
 
Estudo Dízimos e Ofertas
Estudo Dízimos e OfertasEstudo Dízimos e Ofertas
Estudo Dízimos e Ofertas
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
A Família e a Igreja
A Família e a IgrejaA Família e a Igreja
A Família e a Igreja
Luan Almeida
 
Intimidade com Deus
Intimidade com DeusIntimidade com Deus
Intimidade com Deus
Antonio Sampaio
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Não fostes vós que me escolhestes a mim
Não fostes vós que me escolhestes a mimNão fostes vós que me escolhestes a mim
Não fostes vós que me escolhestes a mim
Pastora-Psicanalista Mérces Ministério Saúde Integral
 
O drama do sofrimento do justo
O drama do sofrimento do justoO drama do sofrimento do justo
O drama do sofrimento do justo
Eid Marques
 
Ordenanças bíblicas para a Igreja - EBD
Ordenanças bíblicas para a Igreja -  EBDOrdenanças bíblicas para a Igreja -  EBD
Ordenanças bíblicas para a Igreja - EBD
Augusto Marques
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
Márcio Melânia
 
SlideShare Lição 2, A Atuação do ESPÍRITO SANTO no Plano da Redenção, 1Tr21, ...
SlideShare Lição 2, A Atuação do ESPÍRITO SANTO no Plano da Redenção, 1Tr21, ...SlideShare Lição 2, A Atuação do ESPÍRITO SANTO no Plano da Redenção, 1Tr21, ...
SlideShare Lição 2, A Atuação do ESPÍRITO SANTO no Plano da Redenção, 1Tr21, ...
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
Mansidão torna o crente apto para evitar pelejasMansidão torna o crente apto para evitar pelejas
Mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
ABGF - Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias LTDA
 

Mais procurados (20)

38 1 e 2 timoteo=
38   1 e 2 timoteo=38   1 e 2 timoteo=
38 1 e 2 timoteo=
 
Dons do espirito santo
Dons do espirito santoDons do espirito santo
Dons do espirito santo
 
Panorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2CoríntiosPanorama do NT - 2Coríntios
Panorama do NT - 2Coríntios
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
 
Lição 29 Os dons espirituais
Lição 29   Os dons espirituaisLição 29   Os dons espirituais
Lição 29 Os dons espirituais
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
A NECESSIDADE DE ORDEM NO CULTO
A NECESSIDADE DE ORDEM NO CULTOA NECESSIDADE DE ORDEM NO CULTO
A NECESSIDADE DE ORDEM NO CULTO
 
Mente de cristo
Mente de cristoMente de cristo
Mente de cristo
 
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e OfertasLição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
 
LIÇÃO 9 – Fidelidade, firmes na fé
LIÇÃO 9 – Fidelidade, firmes na féLIÇÃO 9 – Fidelidade, firmes na fé
LIÇÃO 9 – Fidelidade, firmes na fé
 
Estudo Dízimos e Ofertas
Estudo Dízimos e OfertasEstudo Dízimos e Ofertas
Estudo Dízimos e Ofertas
 
A Família e a Igreja
A Família e a IgrejaA Família e a Igreja
A Família e a Igreja
 
Intimidade com Deus
Intimidade com DeusIntimidade com Deus
Intimidade com Deus
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
 
Não fostes vós que me escolhestes a mim
Não fostes vós que me escolhestes a mimNão fostes vós que me escolhestes a mim
Não fostes vós que me escolhestes a mim
 
O drama do sofrimento do justo
O drama do sofrimento do justoO drama do sofrimento do justo
O drama do sofrimento do justo
 
Ordenanças bíblicas para a Igreja - EBD
Ordenanças bíblicas para a Igreja -  EBDOrdenanças bíblicas para a Igreja -  EBD
Ordenanças bíblicas para a Igreja - EBD
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
SlideShare Lição 2, A Atuação do ESPÍRITO SANTO no Plano da Redenção, 1Tr21, ...
SlideShare Lição 2, A Atuação do ESPÍRITO SANTO no Plano da Redenção, 1Tr21, ...SlideShare Lição 2, A Atuação do ESPÍRITO SANTO no Plano da Redenção, 1Tr21, ...
SlideShare Lição 2, A Atuação do ESPÍRITO SANTO no Plano da Redenção, 1Tr21, ...
 
Mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
Mansidão torna o crente apto para evitar pelejasMansidão torna o crente apto para evitar pelejas
Mansidão torna o crente apto para evitar pelejas
 

Destaque

Elementos Da OraçãO
Elementos Da OraçãOElementos Da OraçãO
Elementos Da OraçãO
Escola EB 2,3 de S.Lourenço
 
Elementos Constituintes da Oração
Elementos Constituintes da OraçãoElementos Constituintes da Oração
Elementos Constituintes da Oração
helgom
 
Oração com fé - Davi sacer
Oração com fé - Davi sacerOração com fé - Davi sacer
Oração com fé - Davi sacer
hagyos
 
A oração
A oraçãoA oração
A oração
isaiasdsh
 
Palestra O poder da oração
Palestra O poder da oraçãoPalestra O poder da oração
Palestra O poder da oração
Angela Moraes
 
Gente de oração - Como Orar
Gente de oração - Como OrarGente de oração - Como Orar
Gente de oração - Como Orar
Michel Plattiny
 
Orar a palavra
Orar a palavraOrar a palavra
Orar a palavra
Roberta Marques
 
Buscando a intimidade com Deus
Buscando a intimidade com DeusBuscando a intimidade com Deus
Buscando a intimidade com Deus
Pastor Wanderley
 
Processos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavrasProcessos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavras
armindaalmeida
 

Destaque (9)

Elementos Da OraçãO
Elementos Da OraçãOElementos Da OraçãO
Elementos Da OraçãO
 
Elementos Constituintes da Oração
Elementos Constituintes da OraçãoElementos Constituintes da Oração
Elementos Constituintes da Oração
 
Oração com fé - Davi sacer
Oração com fé - Davi sacerOração com fé - Davi sacer
Oração com fé - Davi sacer
 
A oração
A oraçãoA oração
A oração
 
Palestra O poder da oração
Palestra O poder da oraçãoPalestra O poder da oração
Palestra O poder da oração
 
Gente de oração - Como Orar
Gente de oração - Como OrarGente de oração - Como Orar
Gente de oração - Como Orar
 
Orar a palavra
Orar a palavraOrar a palavra
Orar a palavra
 
Buscando a intimidade com Deus
Buscando a intimidade com DeusBuscando a intimidade com Deus
Buscando a intimidade com Deus
 
Processos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavrasProcessos morfologicos formação_palavras
Processos morfologicos formação_palavras
 

Semelhante a Elementos para uma oraçao vitoriosa

Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em praticaOração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
EnoqueReis5
 
Propósito com a oração.
Propósito com a oração.Propósito com a oração.
Propósito com a oração.
Quenia Damata
 
estudos 2.docx
estudos 2.docxestudos 2.docx
estudos 2.docx
sergio dos santos
 
Lição 13 – Orando sem Cessar
Lição 13 – Orando sem CessarLição 13 – Orando sem Cessar
Lição 13 – Orando sem Cessar
Éder Tomé
 
Licao 13 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 13 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 13 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 13 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
AndreLuizMontanheiro
 
Segredos de uma oração poderosa e eficaz
Segredos de uma oração poderosa e eficazSegredos de uma oração poderosa e eficaz
Segredos de uma oração poderosa e eficaz
Juraci Rocha
 
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
baixarlivros1
 
A oração muda as coisas r. c. sproul
A oração muda as coisas    r. c. sproulA oração muda as coisas    r. c. sproul
A oração muda as coisas r. c. sproul
Pastor Marcello Rocha
 
A oração muda as coisas r. c. sproul
A oração muda as coisas    r. c. sproulA oração muda as coisas    r. c. sproul
A oração muda as coisas r. c. sproul
Sheimon Mim
 
Ebook 264 oração-como-estilo-de-vida1
Ebook 264 oração-como-estilo-de-vida1Ebook 264 oração-como-estilo-de-vida1
Ebook 264 oração-como-estilo-de-vida1
Luiza Dayana
 
O poder da oração josivaldo oliveira
O poder da oração   josivaldo oliveiraO poder da oração   josivaldo oliveira
O poder da oração josivaldo oliveira
Josivaldo Oliveira
 
Livro ebook-oracao-como-estilo-de-vida
Livro ebook-oracao-como-estilo-de-vidaLivro ebook-oracao-como-estilo-de-vida
Livro ebook-oracao-como-estilo-de-vida
Luis Augusto Guimarães
 
O Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosO Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversos
edbtr
 
A oração do x.tão 2
A oração do x.tão 2A oração do x.tão 2
A oração do x.tão 2
Antenor Antenor
 
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdfIntercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
DenivalSouza1
 
Institutogamaliel.com 12 coisas-que_voc_precisa_saber_sobre_a_orao
Institutogamaliel.com 12 coisas-que_voc_precisa_saber_sobre_a_oraoInstitutogamaliel.com 12 coisas-que_voc_precisa_saber_sobre_a_orao
Institutogamaliel.com 12 coisas-que_voc_precisa_saber_sobre_a_orao
Instituto Teológico Gamaliel
 
Meus esboços 1
Meus esboços 1Meus esboços 1
Meus esboços 1
Carlos Allvarenga
 
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e práticaAs 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
Freekidstories
 
O que é oração
O que é oraçãoO que é oração
O que é oração
Joselito Machado
 
O poder da oração
O poder da oraçãoO poder da oração
O poder da oração
Pastora Rosinha Silva
 

Semelhante a Elementos para uma oraçao vitoriosa (20)

Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em praticaOração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
Oração:A chave da vitória que todo cristão tem que colocar em pratica
 
Propósito com a oração.
Propósito com a oração.Propósito com a oração.
Propósito com a oração.
 
estudos 2.docx
estudos 2.docxestudos 2.docx
estudos 2.docx
 
Lição 13 – Orando sem Cessar
Lição 13 – Orando sem CessarLição 13 – Orando sem Cessar
Lição 13 – Orando sem Cessar
 
Licao 13 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 13 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 13 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 13 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
 
Segredos de uma oração poderosa e eficaz
Segredos de uma oração poderosa e eficazSegredos de uma oração poderosa e eficaz
Segredos de uma oração poderosa e eficaz
 
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
 
A oração muda as coisas r. c. sproul
A oração muda as coisas    r. c. sproulA oração muda as coisas    r. c. sproul
A oração muda as coisas r. c. sproul
 
A oração muda as coisas r. c. sproul
A oração muda as coisas    r. c. sproulA oração muda as coisas    r. c. sproul
A oração muda as coisas r. c. sproul
 
Ebook 264 oração-como-estilo-de-vida1
Ebook 264 oração-como-estilo-de-vida1Ebook 264 oração-como-estilo-de-vida1
Ebook 264 oração-como-estilo-de-vida1
 
O poder da oração josivaldo oliveira
O poder da oração   josivaldo oliveiraO poder da oração   josivaldo oliveira
O poder da oração josivaldo oliveira
 
Livro ebook-oracao-como-estilo-de-vida
Livro ebook-oracao-como-estilo-de-vidaLivro ebook-oracao-como-estilo-de-vida
Livro ebook-oracao-como-estilo-de-vida
 
O Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosO Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversos
 
A oração do x.tão 2
A oração do x.tão 2A oração do x.tão 2
A oração do x.tão 2
 
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdfIntercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
 
Institutogamaliel.com 12 coisas-que_voc_precisa_saber_sobre_a_orao
Institutogamaliel.com 12 coisas-que_voc_precisa_saber_sobre_a_oraoInstitutogamaliel.com 12 coisas-que_voc_precisa_saber_sobre_a_orao
Institutogamaliel.com 12 coisas-que_voc_precisa_saber_sobre_a_orao
 
Meus esboços 1
Meus esboços 1Meus esboços 1
Meus esboços 1
 
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e práticaAs 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
 
O que é oração
O que é oraçãoO que é oração
O que é oração
 
O poder da oração
O poder da oraçãoO poder da oração
O poder da oração
 

Último

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 

Último (14)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 

Elementos para uma oraçao vitoriosa

  • 2. O ASSUNTO AQUI EXPOSTO TEM HAVER COM A VIDA CRISTÃ PRÁTICA. NOSSO CRISTIANISMO NÃO É O QUE DEVERIA SER E UM DOS MOTIVOS E A POUCA IMPORTÂNCIA QUE SE DA A ORAÇÃO. ORAR PODE MUDAR TUDO. NOSSA VIDA,NOSSO AMBIENTE, NOSSA NAÇÃO. ENTÃO,SABENDO DISSO, NOS COLOQUEMOS PERANTE AQUELE QUE NOS OUVE E NOS CHAMA A ORAR. " CLAMA A MIM E RESPONDER-TE-EI" JR 33.3
  • 3. "A FUNÇÃO DA ORAÇÃO NÃO É INFLUENCIAR DEUS,MAS ESPECIALMENTE MUDAR A NATUREZA DAQUELE QUE ORA " SOREN KIERKEGAARD
  • 4. INTRODUÇÃO "A ORAÇÃO FEITA POR UM JUSTO PODE MUITO EM SEUS EFEITOS." TIAGO 5.16( ACF) Apesar de antiga, a frase : " Orar é o respirar da alma" nunca ficou velha, apenas sem muito uso pela atual geração de crentes. Além do mais, ressalta uma verdade, assim como o ar e imprescindível para a vida, a oração mantém o crente vivo. Deus tem várias maneiras de falar conosco, mas nos só temos um jeito de falar com Ele, esse jeito e a oração. Orar consiste na mais sublime atividade humana,onde se tem o privilégio de falar com Deus e ouvi-lo. Orar é ter comunhão, intimidade com Deus. E por meio da oração que estabelecemos nosso relacionamento com Deus. I
  • 5. Infelizmente ora-se pouco. Geralmente nas emergências da vida. Quando isso acontece a oração perde seu principal objetivo. Mais do que falar sobre oração e ensinar a orar, Jesus viveu em oração, foi homem de oração. Ele ansiava pela comunhão com Deus. Quer Avivamento,poder,salvação,milagres,famílias abençoadas,um pais melhor,um mundo melhor? Então ore. Orar vai mudar sua vida. A oração vai fortalecer sua comunhão com Deus e o homem interior. Você estará mais forte para enfrentar e derrotar o mundo, a carne e o diabo. Através da oração recebemos bençãos espirituais,mentais e físicas.
  • 6. Não podemos simplesmente orar esporadicamente ou em momentos de crise, precisamos viver em oração. "Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos," Efésios 6:18 " Orai sem cessar " 1 Tessalonicenses 5.17 Faça da oração um estilo de vida. Geralmente nos desculpamos, alegando falta de tempo. Mas temos tempo para as outras atividades. Temos tempo para dormir, comer, divertir e trabalhar. Orar e questão de querer é priorizar. Conta-se que Martinho Lutero orava regularmente duas horas por dia, exceto nos dias em que estava atarefado, nestes dias, orava por três horas.
  • 7. Ainda sobre a vida de oração de Lutero, disse ele : " É bom que, de manhã cedo, se faça da oração a primeira atividade, e da noite, a última. E previne-te muito bem desses pensamentos falsos e enganosos que dizem: 'Espera um pouco, daqui a uma hora vou orar, mas antes ainda tenho que resolver isto ou aquilo.' Porque com esse pensamento se passa da oração para os afazeres que prendem e envolvem a gente a ponto de não mais sair oração o dia inteiro.' Entre duas opções, escolha sempre a Oração. Se quiser ter uma vida extraordinária não abra mão desse recurso chamado Oração. Devemos orar sempre, mas devemos intensificar nossas orações quando não estivermos com desejo de Orar.
  • 8. Lembre-se não podemos apenas orar, temos que prevalecer em oração. "Nenhuma oração, nenhum poder; pouca oração, pouco poder; Muita oração, muito poder."
  • 9. O objetivo da sua oração não é informar Deus, como se Ele não soubesse o que você quer. A oração é para você se informar. É para pensar no sentido de seus desejos mais profundos. É para dar a você um senso de contínua dependência d'Ele. É para reforçar em sua mente que só Ele é capaz de suprir as suas necessidades. John Wesley.
  • 10. ELEMENTOS PARA UMA ORAÇÃO BEM SUCEDIDA. Precisamos entender que a oração não e algo mágico tipo abrakadabra. Orar é mais que dizer palavras, envolve quem somos. Mais importante que a oração e as palavras usadas é a pessoa que ora. No episódio em que Caim e Abel ofereceram sacrifícios ao Senhor, vemos isso claramente. Deus atentou primeiro para o ofertante e depois para a oferta(Gn 4.1-7). Em lucas 21.1-4 temos outro exemplo. Jesus diz que a viúva deu a maior oferta.Na parábola do Fariseu e do Publicano vemos isso de maneira bem clara (Lucas 18.9-14). Dois homens oram, mas apenas um e bem sucedido. Por que? Deus conhece nosso interior, nossos motivos e intenções.
  • 11. O que Deus quer ver quando oramos ? 1 -HUMILDADE Esta-se diante de Deus, o Todo-Poderoso, o Rei do Universo não ha do que se orgulhar. Lembre-se das palavras de Tiago : " Deus resiste aos soberbos,mas da graça aos humildes" (Tg 4.6). " revesti-vos de toda a humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas da graça aos humildes" ( 1 Pe 5.5). A soberba de Nabucodonosor, levou-o a se transformar em um animal(Dn 4.30-33). Abraão quando intercedia pela cidades que seriam destruídas disse ao Senhor : " Eis que sou pó e cinza" (Gn 18.27).
  • 12. A humildade diante do Senhor fala de : 1) Reconhecer a Grandeza de Deus; 2) Nossa indignidade; 3) A nossa dependência D'Ele. Essa parábola mostra essa verdade na prática. Temos um fariseu orgulhos , cheio de si e que proclama orgulhosamente suas virtudes. Foi rejeitado pelo Senhor. Já o publicano sente-se indigno, mas e ouvido pelo Senhor.
  • 13. 2 - FÉ "Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam. Hebreus 11:6. Orar sem fé e perca de tempo. Aliás, acredito que quem não tem fé sequer ora. A dúvida, a incredulidade ata as mãos de Deus. Em Nazaré , Jesus não fez muitos milagres. "E não fez ali muitas maravilhas, por causa da incredulidade deles. Mateus 13:58. A fé é certeza, convicção. deus responde baseado na nossa fé. " A fé é o gatilho que dispara a ação divina". " Se tu podes crer, tudo e possível ao que crê." Mc 9.23.
  • 14. A fé vê o invisível, crê no incrível e recebe o impossível. " A fé vem pelo ouvir, e o ouvir da palavra de Deus." Rm 10.17. Alimente sua fé com os relatos dos poderosos feito de Deus, narrados em sua palavra. Um exemplo de fé pode ser visto no rei Josafá. Ao ser informado que três exércitos vinham contra ele, buscou ao Senhor." porém os nossos olhos estão postos em Ti" ( 2 Cr 20.12). Deus respondeu a oração do Rei e prometeu vitória. Bastava que fossem para a batalha e entoassem louvores. Fizeram isso, e os três exércitos se destruíram e houve grande livramento (2 Cr 20.1-29).
  • 15. A fé nos leva a ser ousados : Abraaõ - Gn 18. 23 -32 Josué - Js 10.11 - 14 Ezequias - Is 38.1-8 Elias - 1 Rs 18. 19 - 46
  • 16. 3 - PERSEVERANÇA Na maioria das vezes nossas orações não são respondidas de imediato, dai a necessidade de perseverança. A demora de Deus não e um capricho. Deus tem seus propósitos para cada um de nós. Por que Deus demora ? Para que cresçamos na comunhão com Ele e o conheçamos melhor; Para fortalecer nossa fé e paciência; Para trabalhar em nós. A oração não visa mudar Deus, mas a nós; Para refletirmos melhor sobre nossos pedidos; Ele tem planos melhores.
  • 17. Perseverança tem haver com continuar, não desistir. Jesus nos estimula a perseverança, veja a parábola do Juiz iníquo (Lc 18.1-8). Um outro exemplo pode ser visto na vida do profeta Daniel. Ele orou até ser atendido, orou por 21 dias(Dn 10.1-21) " Perseverai em oração " (Cl 4.2), e a recomendação de Paulo.
  • 18. 4 - SANTIDADE Vida com Deus requer santidade. Se estivermos vivendo em pecado nossas orações serão bloqueadas. Aliás, perde-se a vontade de orar. Vejamos o que diz a palavra de Deus : "Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça." Isaías 59:1,2. Não podemos ocultar o pecado se quisermos viver uma vida de oração. No Salmo 32 Davi expressa essa verdade.
  • 19. "Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. (Selá.) Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. "Salmos 32:3-5 O mesmo Davi, na sequência do salmo diz : "Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; "Salmos 32:6a
  • 20. 5 - PERDÃO "E perdoa-nos as nossas dividas, assim como nós perdoamos nossos devedores,.. Pois se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso pai que esta nos céus vos perdoara. Porém se não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso pai celestial não perdoará as vossas" (Mt 6.12,14,15). O perdão e reciproco e é condição para termos nossas orações atendidas. " perdoai-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outrem.Assim como o Senhor vos perdoou, perdoai vos também" (Cl 3.13). " Apenas a experiência de ter sido perdoado capacita-nos a perdoar os outros." Philip Yancey O perdão faz mais bem a seu doador do que a quem o recebe.
  • 21. 6 - MOTIVAÇÕES CORRETAS "E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração." Jeremias 29:13-13 Deus é onisciente, nada pode ser ocultado D'Ele, dai ninguém poder engana-lo. Ele conhece nosso interior e também nossas intenções e motivações. O salmista expressa- se assim ; " se eu no meu coração atender a iniquidade, o Senhor não me ouvira" (Sl 66.18). Nossas segundas intenções não passam desapercebidas do Senhor. 'E não clamaram a mim com seu coração " Oséias 7:14 "Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para gastardes em vossos deleites." (Tg 4.3). Esses que pedem e não recebem, são motivados por desejos egoístas.
  • 22. 7 -OBEDIÊNCIA De nada adianta termos humildade,fé,perseverança, santidade,perdão e motivações corretas se não estivermos dispostos a obedecer. Sem nenhuma dúvida devemos expor ao senhor nossos desejos , vontades e necessidades, mas precisamos aceitar a sua vontade quanto ao assunto. " Seja feita a tua vontade". Já ha algum tempo, ensina-se erroneamente que não devemos dizer "seja feita a tua vontade", pois essas palavras denotam falta de fé.Dizem que o crente deve determinar, ou seja, mandar em Deus(absurdo). Se Jesus submeteu-se a vontade de Deus, requer-se menos de nos? "E qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos o que é agradável à sua vista." 1 João 3:22
  • 23. CONCLUSÃO Podemos ver que a oração e um meio de Deus trabalhar na nossa vida. Cada elemento exposto aqui e indispensável não apenas na oração, mas na própria vida cristã. Esses elemento são como elos de uma corrente, um ligado ao outro e se faltar um a corrente não sera tao eficiente . Que sejamos despertados da negligência e nos tornemos pessoas de oração .Lembre-se que orar se aprende orando.
  • 24. NOTAS A versão bíblica utilizada foi ACF (Almeida Corrigida e Fiel) www.blogdometodistaunido.blogspot.com.br