SlideShare uma empresa Scribd logo
Educando com saude
Educando com saude
EDUCANDO COM SAÚDE
SESC
São José dos Campos
Maio 2012
Quem sou eu?
Adriano Batista
• Graduado em Administração de Empresas com
    Ênfase em Recursos Humanos.
•   Pós-Graduado em Psicologia Organizacional
•   MBA em Gestão Empresarial
•   3 anos de Experiência Internacional
•   Mais de 20 anos de Experiência em Empresas
    Multinacionais
•   8 anos de Experiência em Consultoria de
    Desenvolvimento Humano
Agenda
• O que é Saúde
• Promoção da Saúde
• Qualidade de Vida
• Qualidade de Vida no Trabalho
• Bem-Estar (Wellness)
• Saúde Ocupacional na Educação – Dados Estatísticos
• Processo de Mudança
• Roda da Saúde
• O que são Metas
• Como estabelecer Metas
• Estabelecimento de Metas
O QUE É SAÚDE?
Saúde
“Saúde é um estado de completo bem-estar físico,
 mental e social e não meramente a ausência de doença
 ou enfermidade.”

“Health is a state of complete physical, mental and social
 well-being and not merely the absence of disease or
 infirmity.”
                                              (OMS, 1946)
Promoção de Saúde

“É o processo de capacitação da comunidade para atuar
 na melhoria da sua qualidade de vida e saúde, incluindo
 uma maior participação no controle deste processo.”
                                            (OMS, 1986)
Qualidade de Vida
“A percepção do indivíduo de sua posição na vida no
 contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele
 vive e em relação aos seus objetivos, expectativas,
 padrões e preocupações."
                                            (OMS, 1994)
Qualidade de Vida no Trabalho
                            (QVT)
“Capacidade de administrar o conjunto das ações (...) no
 ambiente de trabalho, alinhada e construída na cultura
 organizacional, com prioridade para o bem-estar das
 pessoas nas organizações"
                                 (Limongi França, 2008)
Bem-Estar (Wellness)

“Bem-Estar é uma escolha, uma forma de vida, um
 processo, um eficiente canal de energia, uma
 integração mente, corpo, espírito e uma auto aceitação
 de si mesmo."
                                     (John Travis, 1970)
Saúde
Bem-Estar
                     Qualidade
(Wellness)
                      de Vida

             Saúde
QVT

                 Promoção
                 de Saúde
SAÚDE OCUPACIONAL
Um Pouco de História

   1700 - Livro De Morbis
     Artificum Diatriba (“As
     Doenças dos
     Trabalhadores”), de
     Bernardino Ramazzini
     (1633‐1714).
Anamnésia
“Um médico que atende um doente deve
 informa-se de muita coisas a seu respeito pelo
 próprio e por seus acompanhantes (...). A estas
 interrogações devia acrescentar outra: ‘e que
 arte exerce?’.”
                    (Bernardino Ramazzini,1700)
Doenças Ocupacionais
Alguns Capítulos do Livro de Ramazzini:

“Doenças dos Mineiros” (Capítulo I)
“Doenças dos Químicos” (Capítulo IV)
“Doenças dos Coveiros” (Capítulo XVII)
“Doenças dos que Trabalham em Pé” (XXIX)
“Doenças dos Escribas e Notários”
Outras profissões (> 40)
Classificação
Classificação das Doenças Relacionadas ao Trabalho de
 Ramazzini:
Grupo 1: Doenças diretamente causadas pela
 “nocividade da matéria manipulada”, de natureza
 relativamente específica;
Grupo 2: Doenças produzidas pelas condições de
 trabalho: “posições forçadas e inadequadas”,
 “operários que passam o dia de pé, sentados,
 inclinados, encurvados, etc.”.
Comparativo

Ramazzini       Hoje
            Riscos Físicos,
Grupo 1      Químicos e
              Biológicos

Grupo 2     Ergonômicos
ALGUNS DADOS
Sobre o perfil do professor

Quem são?


     77% são mulheres
     Idade média de 40 anos
     82% classe A/B
     53% declaram-se católicos
     27% com pais que completaram até 3ª série
     Fundamental ou analfabetos
     12% realizam outro trabalho remunerado
Sobre a profissão de professor

                                                  21% estão satisfeitos com a profissão
  53% dizem no amor à profissão sua               (número muito baixo – em pesquisas
  principal motivação para dar aula               similares o índice oscila entre 40% e
  63% dizem trabalhar no que gostam               60%)

  83% avaliam a profissão de professor            47% não estão contentes com o salário
  como muito importante                           54% estão insatisfeitos com os
                                                  benefícios


Sobre o papel que desempenham
   52% acham que o professor é muito responsável pelo papel que a
   escola ocupa na sociedade
   14% acreditam preparar o aluno para o futuro
   47% acham que o professor também faz o papel que deveria ser da
   família
   32% sentem que o que fazem não é valorizado pela sociedade
Sobre a sua qualidade de vida

-   63% relatam viver em nível significativo de estresse
-   48% sentem falta de mais segurança contra a violência



    40% apresentam diversas doenças/mal-estar de forma regular
    As queixas mais frequentes são:

           Dores musculares (40%)
           Impaciência (37%)
           Vontade de ficar em casa/não fazer nada (32%)

Existe a percepção de
que a profissão exige           às vezes o professor está num esgotamento tão grande
física e                        que ele não consegue dar aula e então ele não vai ou
psicologicamente dos            está de licença médica por problemas nas costas ou
professores                     depressão e vai ficar de licença...
Sobre sua formação e atuação em sala de aula


  70% estudaram em escola pública até ingressar na faculdade
  40% fizeram graduação em escola pública
  46% fizeram pós-graduação




  64% avaliam a formação inicial que tiveram como excelente ou muito boa
  49% acham que o ensino superior os preparou pouco para a realidade da sala de aula
  80% já participaram de algum curso de formação continuada
  90% estão satisfeitos com a própria didática
Educando com saude
Educando com saude
Educando com saude
Educando com saude
Processo de Mudança
Processo de Mudança




Mudança      Missão/ Visão
              Identidade            Quem?
Evolutiva

              Valores e             Por que?
              Cenças
Mudança
Generativa   Capacidades            Como?


             Comportamento          O que?

Mudança
Remediativa Ambiente                Onde, quando?
Roda da Saúde
         1
                      1 - Barulho
    10        2
                      2 - Comprometimento
                      3 - Burocracia
9                 3   4 - Pressão
                      5 – Falta de Foco
                       6 - Planejamento
8                 4    7 – Recursos
                      8 - Autoconhecimen
                      9 - Família
    7         5
         6
                      10- Investimento
Roda da Saúde
         1
                      1-
    10        2
                      2-
                      3-
9                 3   4-
                      5-
                       6-
8                 4    7-
                      8-
                      9-
    7         5
         6
                      10-
Metas
As pesquisas mostram que:
Menos de 3% da população tem metas específicas, pessoais ou
profissionais;

Aproximadamente 1% da população
coloca sua meta no papel.


Pessoas não planejam e falham
      Elas simplesmente não planejam!!!
Metas
Nas empresas:
o Menos de 15% dos profissionais identificam claramente suas
  metas e prioridades
   o metas mudam constantemente
   o muitas metas
   o não são comunicadas
o Apenas 19% estão comprometidos com as metas
o Gasta-se somente 49% do tempo focado nas metas
Minha Meta
Meta
Especificar




Sistêmica      Qual(is) área(s) da minha vida será(ão) afetada(s)?



Positiva


Evidência


Recursos

Tamanho        Atingível?


Alternativas   Plano B
Meta-Esperta
Específica
Sistêmica
Positiva
Evidência
Recurso
Tamanho
Alternativas
E     SPECÍFICA:
Você precisa especificar exatamente o que quer no tempo presente,
em uma linguagem que use imagens, sons, sensações, para ativar
padrões neurológicos que gerem novos resultados. A sua meta
precisa ser iniciada por você e depender de você.


→ O que você quer? Em que contextos? Onde? Quando?
Com quem?
→ O que, especificamente,você vai ver? Sentir?
Ouvir? Estar fazendo?
S          ISTÊMICA:
 Você deve considerar o efeito que a realização da sua meta em nível
sistêmico, isto é, como vai combinar com as suas outras metas, como
vai afetar outras áreas da sua vida, a sua família, o seu ambiente de
trabalho e etc.


 → Como a realização da meta vai afetar sua vida?
 O que você vai ganhar? Perder?
 Ela é congruente com seus valores?
P  OSITIVA:
A sua meta precisa ser elaborada em termos positivos. Uma meta
negativa, do tipo “Eu não quero comer demais”, cria um ensaio mental
desse comportamento. Também se inclui nesta categoria “Eu quero
parar de...”, “Eu quero viver sem...”.



→ A minha meta gera imagens daquilo que eu quero ao invés
daquilo que não quero?
E       VIDÊNCIA:
Você precisa ter uma evidência de que conseguiu a sua
meta e precisa ter “feedback” durante o processo para se
autocorrigir.



→ Como vou saber que estou conseguindo
me aproximar da minha meta?
Que evidência vou usar?
R         ECURSOS:
Você precisa identificar que recursos já têm e que recursos
precisa para levá-lo do estado atual para o estado desejado.



→ Que capacidades e recursos eu já tenho para me ajudar a
conseguir minha meta? Que outros mais eu preciso?
T        AMANHO:
A sua meta precisa ser trabalhada com um enfoque de tamanho
adequado. A meta grande demais precisa ser dividida em áreas a
serem trabalhadas separadamente.


→ A meta é desafiante?
→ É grande demais? Pequena demais?
→ Esse objetivo é possível de ser atingido?
A          LTERNATIVAS:
 A sua meta precisa ter opções no plano de ações. Uma opção é
 limitada, duas cria um dilema e, três, permite a escolha.



→ Qual é o seu plano de ação? Como você vai lidar
com as dificuldades ou desafios?

                                                    ESPERTA
Exemplos
Metas mal definidas               Metas bem definidas

o Ganhar mais dinheiro que        o Ganhar R$ 10.000,00 a mais do
  no ano passado                    que no ano passado

                                  o Emagrecer 5 kg nas próximas 12
o Perder peso                       semanas e atingir 18% de gordura
                                    corporal

o Melhorar meu                    o Receber avaliação A, melhorando
  desempenho profissional           minhas habilidades de liderança
                                    através de cursos e prática
Metas - Lembretes
o Metas difíceis são melhores que metas fáceis

o Metas podem e devem ser revisadas

o Escrever as metas aumenta muito a
  probabilidade delas serem atingidas

o Compartilhar metas demonstra ao universo
  nosso comprometimento em atingi-las.
Metas

Metas desafiantes criam o medo do
fracasso…


  … ausência de metas garantem
  o fracasso
Os grandes paralisadores
1.   Tempo

2.   Crenças limitantes

3.   Procrastinação

4.   Medo
FAÇA ROTINEIRAMENTE

 SE VOCÊ NÃO TEM DISCIPLINA,
     VOCÊ NÃO TEM NADA!

        ´´Nós somos o que fazemos
                  repetidamente´´
                        Aristóteles
FAÇA CERTO, AGORA!


      ´´Você não pode escapar à
     responsabilidade do amanhã,
       esquivando-se dela hoje.´´
1. Dedique tempo para trabalhar:




        é o preço do êxito.
2. Dedique tempo para pensar:




    é a fonte do poder.
3. Dedique tempo para divertir-se:




 é o segredo da juventude.
4. Dedique tempo para ler:




é a base do conhecimento.
5. Dedique tempo para ser útil ao outro:




esta vida é demasiada curta para sermos
                egoístas
6. Dedique tempo aos amigos:




    é o caminho da felicidade.
7. Dedique tempo para amar e ser amado:




    é este o privilégio dos deuses
8. Dedique tempo para sonhar:




 eleva a alma às estrelas.
9. Dedique tempo para rir:




alivia as tensões da vida.
10. Dedique tempo para planejar:




 o segredo de como encontrar tempo para as
           nove coisas anteriores.
Seja feliz!!!




Dedique seu tempo para a
       felicidade!
OBRIGADO!



https://www.facebook.com/aavbatista

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Qualidade de vida
Qualidade de vidaQualidade de vida
Qualidade de vida
Dayane Nascimento
 
Revista de nº 4 saúde mental e trabalho.
Revista de nº 4 saúde mental e trabalho.Revista de nº 4 saúde mental e trabalho.
Revista de nº 4 saúde mental e trabalho.
Sérgio Costa
 
Programa
ProgramaPrograma
Cuidando do cuidador
Cuidando do cuidadorCuidando do cuidador
Cuidando do cuidador
pastorlinaldo
 
Classes regulares.orientações gerais
Classes regulares.orientações geraisClasses regulares.orientações gerais
Classes regulares.orientações gerais
Jeferson Jlcaruso Contabilidade
 
Donald super
Donald superDonald super
Donald super
Fabiana Mourão
 

Mais procurados (6)

Qualidade de vida
Qualidade de vidaQualidade de vida
Qualidade de vida
 
Revista de nº 4 saúde mental e trabalho.
Revista de nº 4 saúde mental e trabalho.Revista de nº 4 saúde mental e trabalho.
Revista de nº 4 saúde mental e trabalho.
 
Programa
ProgramaPrograma
Programa
 
Cuidando do cuidador
Cuidando do cuidadorCuidando do cuidador
Cuidando do cuidador
 
Classes regulares.orientações gerais
Classes regulares.orientações geraisClasses regulares.orientações gerais
Classes regulares.orientações gerais
 
Donald super
Donald superDonald super
Donald super
 

Semelhante a Educando com saude

Diagnósticos de Enfermagem Negligenciados
Diagnósticos de Enfermagem NegligenciadosDiagnósticos de Enfermagem Negligenciados
Diagnósticos de Enfermagem Negligenciados
resenfe2013
 
Críticas à medicalização
Críticas à medicalizaçãoCríticas à medicalização
Críticas à medicalização
Centro Neurológico de Teresópolis
 
Saude nas organizações - Coaching e Counselling Biográfico
Saude nas organizações - Coaching e Counselling Biográfico Saude nas organizações - Coaching e Counselling Biográfico
Saude nas organizações - Coaching e Counselling Biográfico
Myrthes Lutke
 
Cartilha-Autocuidado-em-Saude-Mental ok.pdf
Cartilha-Autocuidado-em-Saude-Mental ok.pdfCartilha-Autocuidado-em-Saude-Mental ok.pdf
Cartilha-Autocuidado-em-Saude-Mental ok.pdf
MarceloInacio18
 
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
MarryCruz1
 
Qualidade de Vida no Trabalho
Qualidade de Vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho
Qualidade de Vida no Trabalho
Mariany Moura
 
Aula 2 educação e metodologias pedagógicas
Aula 2 educação e metodologias pedagógicasAula 2 educação e metodologias pedagógicas
Aula 2 educação e metodologias pedagógicas
Caroline Piske
 
Mundo ki Caminhos para o desenvolvimento Humano e Organizacional
Mundo ki  Caminhos para o desenvolvimento Humano e OrganizacionalMundo ki  Caminhos para o desenvolvimento Humano e Organizacional
Mundo ki Caminhos para o desenvolvimento Humano e Organizacional
jbgiljr
 
Qualidade de Vida no Trabalho
Qualidade de Vida no TrabalhoQualidade de Vida no Trabalho
Qualidade de Vida no Trabalho
Henrique Abrantes
 
Slides
SlidesSlides
Slides
Marie Santos
 
Ufrj11rosanelopeswebquest
Ufrj11rosanelopeswebquestUfrj11rosanelopeswebquest
Ufrj11rosanelopeswebquest
Rosane Lopes
 
saude mental Trabalho 01,02,2023.pptx
saude mental Trabalho 01,02,2023.pptxsaude mental Trabalho 01,02,2023.pptx
saude mental Trabalho 01,02,2023.pptx
RaissaMarySilva1
 
Qualidade de vida - Administração do Tempo e Finanças Pessoais
Qualidade de vida - Administração do Tempo e Finanças PessoaisQualidade de vida - Administração do Tempo e Finanças Pessoais
Qualidade de vida - Administração do Tempo e Finanças Pessoais
Alércio Bressano
 
Caderno 1º BIM 8º ANO.pdf
Caderno 1º BIM 8º ANO.pdfCaderno 1º BIM 8º ANO.pdf
Caderno 1º BIM 8º ANO.pdf
Mirian Roberta
 
O QUE VOCÊ PRECISA SABER, MAS NÃO APRENDE NA FACULDADE. slideshare
O QUE VOCÊ PRECISA SABER, MAS NÃO APRENDE NA FACULDADE.   slideshareO QUE VOCÊ PRECISA SABER, MAS NÃO APRENDE NA FACULDADE.   slideshare
O QUE VOCÊ PRECISA SABER, MAS NÃO APRENDE NA FACULDADE. slideshare
Joel Moraes
 
Joana_Atenção_centrada_pessoa
Joana_Atenção_centrada_pessoaJoana_Atenção_centrada_pessoa
Joana_Atenção_centrada_pessoa
comunidadedepraticas
 
Como viver com qualidade parte 2/3
Como viver com qualidade   parte 2/3Como viver com qualidade   parte 2/3
Como viver com qualidade parte 2/3
ABCursos OnLine
 
Projeto: Saúde
Projeto: SaúdeProjeto: Saúde
Projeto: Saúde
ataidepassos
 
Projeto: Saúde
Projeto: SaúdeProjeto: Saúde
Projeto: Saúde
ataidepassos
 
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Anestesiador
 

Semelhante a Educando com saude (20)

Diagnósticos de Enfermagem Negligenciados
Diagnósticos de Enfermagem NegligenciadosDiagnósticos de Enfermagem Negligenciados
Diagnósticos de Enfermagem Negligenciados
 
Críticas à medicalização
Críticas à medicalizaçãoCríticas à medicalização
Críticas à medicalização
 
Saude nas organizações - Coaching e Counselling Biográfico
Saude nas organizações - Coaching e Counselling Biográfico Saude nas organizações - Coaching e Counselling Biográfico
Saude nas organizações - Coaching e Counselling Biográfico
 
Cartilha-Autocuidado-em-Saude-Mental ok.pdf
Cartilha-Autocuidado-em-Saude-Mental ok.pdfCartilha-Autocuidado-em-Saude-Mental ok.pdf
Cartilha-Autocuidado-em-Saude-Mental ok.pdf
 
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
LIVRO UNICO psicologia bons estudos livro único...
 
Qualidade de Vida no Trabalho
Qualidade de Vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho
Qualidade de Vida no Trabalho
 
Aula 2 educação e metodologias pedagógicas
Aula 2 educação e metodologias pedagógicasAula 2 educação e metodologias pedagógicas
Aula 2 educação e metodologias pedagógicas
 
Mundo ki Caminhos para o desenvolvimento Humano e Organizacional
Mundo ki  Caminhos para o desenvolvimento Humano e OrganizacionalMundo ki  Caminhos para o desenvolvimento Humano e Organizacional
Mundo ki Caminhos para o desenvolvimento Humano e Organizacional
 
Qualidade de Vida no Trabalho
Qualidade de Vida no TrabalhoQualidade de Vida no Trabalho
Qualidade de Vida no Trabalho
 
Slides
SlidesSlides
Slides
 
Ufrj11rosanelopeswebquest
Ufrj11rosanelopeswebquestUfrj11rosanelopeswebquest
Ufrj11rosanelopeswebquest
 
saude mental Trabalho 01,02,2023.pptx
saude mental Trabalho 01,02,2023.pptxsaude mental Trabalho 01,02,2023.pptx
saude mental Trabalho 01,02,2023.pptx
 
Qualidade de vida - Administração do Tempo e Finanças Pessoais
Qualidade de vida - Administração do Tempo e Finanças PessoaisQualidade de vida - Administração do Tempo e Finanças Pessoais
Qualidade de vida - Administração do Tempo e Finanças Pessoais
 
Caderno 1º BIM 8º ANO.pdf
Caderno 1º BIM 8º ANO.pdfCaderno 1º BIM 8º ANO.pdf
Caderno 1º BIM 8º ANO.pdf
 
O QUE VOCÊ PRECISA SABER, MAS NÃO APRENDE NA FACULDADE. slideshare
O QUE VOCÊ PRECISA SABER, MAS NÃO APRENDE NA FACULDADE.   slideshareO QUE VOCÊ PRECISA SABER, MAS NÃO APRENDE NA FACULDADE.   slideshare
O QUE VOCÊ PRECISA SABER, MAS NÃO APRENDE NA FACULDADE. slideshare
 
Joana_Atenção_centrada_pessoa
Joana_Atenção_centrada_pessoaJoana_Atenção_centrada_pessoa
Joana_Atenção_centrada_pessoa
 
Como viver com qualidade parte 2/3
Como viver com qualidade   parte 2/3Como viver com qualidade   parte 2/3
Como viver com qualidade parte 2/3
 
Projeto: Saúde
Projeto: SaúdeProjeto: Saúde
Projeto: Saúde
 
Projeto: Saúde
Projeto: SaúdeProjeto: Saúde
Projeto: Saúde
 
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
 

Último

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 

Educando com saude

  • 3. EDUCANDO COM SAÚDE SESC São José dos Campos Maio 2012
  • 4. Quem sou eu? Adriano Batista • Graduado em Administração de Empresas com Ênfase em Recursos Humanos. • Pós-Graduado em Psicologia Organizacional • MBA em Gestão Empresarial • 3 anos de Experiência Internacional • Mais de 20 anos de Experiência em Empresas Multinacionais • 8 anos de Experiência em Consultoria de Desenvolvimento Humano
  • 5. Agenda • O que é Saúde • Promoção da Saúde • Qualidade de Vida • Qualidade de Vida no Trabalho • Bem-Estar (Wellness) • Saúde Ocupacional na Educação – Dados Estatísticos • Processo de Mudança • Roda da Saúde • O que são Metas • Como estabelecer Metas • Estabelecimento de Metas
  • 6. O QUE É SAÚDE?
  • 7. Saúde “Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não meramente a ausência de doença ou enfermidade.” “Health is a state of complete physical, mental and social well-being and not merely the absence of disease or infirmity.” (OMS, 1946)
  • 8. Promoção de Saúde “É o processo de capacitação da comunidade para atuar na melhoria da sua qualidade de vida e saúde, incluindo uma maior participação no controle deste processo.” (OMS, 1986)
  • 9. Qualidade de Vida “A percepção do indivíduo de sua posição na vida no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações." (OMS, 1994)
  • 10. Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) “Capacidade de administrar o conjunto das ações (...) no ambiente de trabalho, alinhada e construída na cultura organizacional, com prioridade para o bem-estar das pessoas nas organizações" (Limongi França, 2008)
  • 11. Bem-Estar (Wellness) “Bem-Estar é uma escolha, uma forma de vida, um processo, um eficiente canal de energia, uma integração mente, corpo, espírito e uma auto aceitação de si mesmo." (John Travis, 1970)
  • 12. Saúde Bem-Estar Qualidade (Wellness) de Vida Saúde QVT Promoção de Saúde
  • 14. Um Pouco de História 1700 - Livro De Morbis Artificum Diatriba (“As Doenças dos Trabalhadores”), de Bernardino Ramazzini (1633‐1714).
  • 15. Anamnésia “Um médico que atende um doente deve informa-se de muita coisas a seu respeito pelo próprio e por seus acompanhantes (...). A estas interrogações devia acrescentar outra: ‘e que arte exerce?’.” (Bernardino Ramazzini,1700)
  • 16. Doenças Ocupacionais Alguns Capítulos do Livro de Ramazzini: “Doenças dos Mineiros” (Capítulo I) “Doenças dos Químicos” (Capítulo IV) “Doenças dos Coveiros” (Capítulo XVII) “Doenças dos que Trabalham em Pé” (XXIX) “Doenças dos Escribas e Notários” Outras profissões (> 40)
  • 17. Classificação Classificação das Doenças Relacionadas ao Trabalho de Ramazzini: Grupo 1: Doenças diretamente causadas pela “nocividade da matéria manipulada”, de natureza relativamente específica; Grupo 2: Doenças produzidas pelas condições de trabalho: “posições forçadas e inadequadas”, “operários que passam o dia de pé, sentados, inclinados, encurvados, etc.”.
  • 18. Comparativo Ramazzini Hoje Riscos Físicos, Grupo 1 Químicos e Biológicos Grupo 2 Ergonômicos
  • 20. Sobre o perfil do professor Quem são? 77% são mulheres Idade média de 40 anos 82% classe A/B 53% declaram-se católicos 27% com pais que completaram até 3ª série Fundamental ou analfabetos 12% realizam outro trabalho remunerado
  • 21. Sobre a profissão de professor 21% estão satisfeitos com a profissão 53% dizem no amor à profissão sua (número muito baixo – em pesquisas principal motivação para dar aula similares o índice oscila entre 40% e 63% dizem trabalhar no que gostam 60%) 83% avaliam a profissão de professor 47% não estão contentes com o salário como muito importante 54% estão insatisfeitos com os benefícios Sobre o papel que desempenham 52% acham que o professor é muito responsável pelo papel que a escola ocupa na sociedade 14% acreditam preparar o aluno para o futuro 47% acham que o professor também faz o papel que deveria ser da família 32% sentem que o que fazem não é valorizado pela sociedade
  • 22. Sobre a sua qualidade de vida - 63% relatam viver em nível significativo de estresse - 48% sentem falta de mais segurança contra a violência 40% apresentam diversas doenças/mal-estar de forma regular As queixas mais frequentes são: Dores musculares (40%) Impaciência (37%) Vontade de ficar em casa/não fazer nada (32%) Existe a percepção de que a profissão exige às vezes o professor está num esgotamento tão grande física e que ele não consegue dar aula e então ele não vai ou psicologicamente dos está de licença médica por problemas nas costas ou professores depressão e vai ficar de licença...
  • 23. Sobre sua formação e atuação em sala de aula 70% estudaram em escola pública até ingressar na faculdade 40% fizeram graduação em escola pública 46% fizeram pós-graduação 64% avaliam a formação inicial que tiveram como excelente ou muito boa 49% acham que o ensino superior os preparou pouco para a realidade da sala de aula 80% já participaram de algum curso de formação continuada 90% estão satisfeitos com a própria didática
  • 29. Processo de Mudança Mudança Missão/ Visão Identidade Quem? Evolutiva Valores e Por que? Cenças Mudança Generativa Capacidades Como? Comportamento O que? Mudança Remediativa Ambiente Onde, quando?
  • 30. Roda da Saúde 1 1 - Barulho 10 2 2 - Comprometimento 3 - Burocracia 9 3 4 - Pressão 5 – Falta de Foco 6 - Planejamento 8 4 7 – Recursos 8 - Autoconhecimen 9 - Família 7 5 6 10- Investimento
  • 31. Roda da Saúde 1 1- 10 2 2- 3- 9 3 4- 5- 6- 8 4 7- 8- 9- 7 5 6 10-
  • 32. Metas As pesquisas mostram que: Menos de 3% da população tem metas específicas, pessoais ou profissionais; Aproximadamente 1% da população coloca sua meta no papel. Pessoas não planejam e falham Elas simplesmente não planejam!!!
  • 33. Metas Nas empresas: o Menos de 15% dos profissionais identificam claramente suas metas e prioridades o metas mudam constantemente o muitas metas o não são comunicadas o Apenas 19% estão comprometidos com as metas o Gasta-se somente 49% do tempo focado nas metas
  • 34. Minha Meta Meta Especificar Sistêmica Qual(is) área(s) da minha vida será(ão) afetada(s)? Positiva Evidência Recursos Tamanho Atingível? Alternativas Plano B
  • 36. E SPECÍFICA: Você precisa especificar exatamente o que quer no tempo presente, em uma linguagem que use imagens, sons, sensações, para ativar padrões neurológicos que gerem novos resultados. A sua meta precisa ser iniciada por você e depender de você. → O que você quer? Em que contextos? Onde? Quando? Com quem? → O que, especificamente,você vai ver? Sentir? Ouvir? Estar fazendo?
  • 37. S ISTÊMICA: Você deve considerar o efeito que a realização da sua meta em nível sistêmico, isto é, como vai combinar com as suas outras metas, como vai afetar outras áreas da sua vida, a sua família, o seu ambiente de trabalho e etc. → Como a realização da meta vai afetar sua vida? O que você vai ganhar? Perder? Ela é congruente com seus valores?
  • 38. P OSITIVA: A sua meta precisa ser elaborada em termos positivos. Uma meta negativa, do tipo “Eu não quero comer demais”, cria um ensaio mental desse comportamento. Também se inclui nesta categoria “Eu quero parar de...”, “Eu quero viver sem...”. → A minha meta gera imagens daquilo que eu quero ao invés daquilo que não quero?
  • 39. E VIDÊNCIA: Você precisa ter uma evidência de que conseguiu a sua meta e precisa ter “feedback” durante o processo para se autocorrigir. → Como vou saber que estou conseguindo me aproximar da minha meta? Que evidência vou usar?
  • 40. R ECURSOS: Você precisa identificar que recursos já têm e que recursos precisa para levá-lo do estado atual para o estado desejado. → Que capacidades e recursos eu já tenho para me ajudar a conseguir minha meta? Que outros mais eu preciso?
  • 41. T AMANHO: A sua meta precisa ser trabalhada com um enfoque de tamanho adequado. A meta grande demais precisa ser dividida em áreas a serem trabalhadas separadamente. → A meta é desafiante? → É grande demais? Pequena demais? → Esse objetivo é possível de ser atingido?
  • 42. A LTERNATIVAS: A sua meta precisa ter opções no plano de ações. Uma opção é limitada, duas cria um dilema e, três, permite a escolha. → Qual é o seu plano de ação? Como você vai lidar com as dificuldades ou desafios? ESPERTA
  • 43. Exemplos Metas mal definidas Metas bem definidas o Ganhar mais dinheiro que o Ganhar R$ 10.000,00 a mais do no ano passado que no ano passado o Emagrecer 5 kg nas próximas 12 o Perder peso semanas e atingir 18% de gordura corporal o Melhorar meu o Receber avaliação A, melhorando desempenho profissional minhas habilidades de liderança através de cursos e prática
  • 44. Metas - Lembretes o Metas difíceis são melhores que metas fáceis o Metas podem e devem ser revisadas o Escrever as metas aumenta muito a probabilidade delas serem atingidas o Compartilhar metas demonstra ao universo nosso comprometimento em atingi-las.
  • 45. Metas Metas desafiantes criam o medo do fracasso… … ausência de metas garantem o fracasso
  • 46. Os grandes paralisadores 1. Tempo 2. Crenças limitantes 3. Procrastinação 4. Medo
  • 47. FAÇA ROTINEIRAMENTE SE VOCÊ NÃO TEM DISCIPLINA, VOCÊ NÃO TEM NADA! ´´Nós somos o que fazemos repetidamente´´ Aristóteles
  • 48. FAÇA CERTO, AGORA! ´´Você não pode escapar à responsabilidade do amanhã, esquivando-se dela hoje.´´
  • 49. 1. Dedique tempo para trabalhar: é o preço do êxito.
  • 50. 2. Dedique tempo para pensar: é a fonte do poder.
  • 51. 3. Dedique tempo para divertir-se: é o segredo da juventude.
  • 52. 4. Dedique tempo para ler: é a base do conhecimento.
  • 53. 5. Dedique tempo para ser útil ao outro: esta vida é demasiada curta para sermos egoístas
  • 54. 6. Dedique tempo aos amigos: é o caminho da felicidade.
  • 55. 7. Dedique tempo para amar e ser amado: é este o privilégio dos deuses
  • 56. 8. Dedique tempo para sonhar: eleva a alma às estrelas.
  • 57. 9. Dedique tempo para rir: alivia as tensões da vida.
  • 58. 10. Dedique tempo para planejar: o segredo de como encontrar tempo para as nove coisas anteriores.
  • 59. Seja feliz!!! Dedique seu tempo para a felicidade!