SlideShare uma empresa Scribd logo
R$ 2,00
Atos Oficiais da
Câmara Municipal de
Pádua.
Comprometido
com a Verdade!
Suplemento Especial
Prefeitura Municipal
de Santo Antônio de
Pádua
Facebook: Jornal Opção do Noroeste Email:jornalopcaodonoroeste@gmail.com
Edição: 448 - 20 de Agosto de 2021
Toda Semana
nas Bancas
Presidente do Afeganistão deixa país e admite vitória
do Talibã, que assume controle do palácio presidencial
Depois do avanço relâmpago em direção à capital e maior cidade afegã, o grupo insurgente ordenou a seus combatentes que diminuam a
violência e permitam a passagem segura de qualquer pessoa que queira deixar o país. Saiba mais na Página 03
Brasil tem redução de
c a s o s e m o r t e s p o r
Covid-19 com exceção do
estado do Rio de Janeiro
Segundo os cientistas além da variante Delta, a retomada de crescimento de casos é
reflexo de um progresso lento da cobertura vacinal, em se considerando não apenas a aplicação
da primeira dose, mas do ciclo completo de vacinação, com a segunda dose. Página 02
PF faz buscas contra Sérgio
Reis e deputado Otoni de Paula
Após o vazamento de um áudio em que Sérgio Reis
defende a paralisação de caminhoneiros para pressionar
o Senado a afastar ministros do STF, subprocuradores-
gerais pediram à Procuradoria da República, no Distrito
Federal, a abertura de investigação a respeito do caso.
Saiba mais na Página 02
Edição 448 Jornal Opção do Noroeste
20 de Agosto de 2021
02
PF faz buscas contra Sérgio Reis e deputado Otoni de Paula
O deputado
federal Otoni de
Paula (PSC-RJ) e o
cantor Sérgio Reis são
alvos, nesta sexta-feira
(20), de mandados de
busca e apreensão
expedidos pelo Supremo
Tribunal Federal (STF). A
ação investiga incitação a
atos violentos e
ameaçadores contra a
democracia.
Ao todo, 13
m a n d a d o s f o r a m
autorizados pelo
ministro Alexandre de
Moraes e atendem a um
pedido da subprocuradora
Lindora Araújo, da
Procuradoria-Geral da
República (PGR). Houve
buscas em propriedades do
cantor e no gabinete de
Otoni na Câmara.
Os alvos são:
Sérgio Bavini (Sérgio
Reis, no nome artístico);
Otoni Moura de Paulo
Júnior, o deputado
federal Otoni de
Paula (PSC-RJ);
Alexandre Urbano
Raitz Petersen;
Antônio Galvan;
Bruno Henrique
Semczeszm;
Eduardo Oliveira
Araújo;
Juliano da Silva
Martins;
Marcos Antônio
Pereira Gomes, o Zéì
Trovão;
Turíbio Torres;
Wellington Macedo
de Souza.
Agentes da Polícia
Federal (PF) foram a 29
endereços no Distrito
Federal (1), além dos
estados de Santa Catarina
(6), São Paulo (2), Rio de
Janeiro (1), Mato Grosso
(1), Ceará (1) e Paraná (1).
“O objetivo das
medidas é apurar o
eventual cometimento do
crime de incitar a
população, através das
redes sociais, a praticar
atos violentos e
ameaçadores contra a
Democracia, o Estado de
Direito e suas Instituições,
bem como contra os
membros dos Poderes”,
afirmou a PF, em nota.
A GloboNews apurou
que há indícios de
ameaças a ministros do
STF, a senadores e ao
presidente do Senado,
Rodrigo Pacheco (DEM-
MG).
Moraes determinou
que todos os investigados,
à exceção de Otoni, não
podem se aproximar da
Praça dos Três Poderes.
Após o vazamento de
um áudio em que Sérgio
Reis defende a paralisação
de caminhoneiros para
pressionar o Senado a
afastar ministros do STF,
subprocuradores-gerais
pediram à Procuradoria da
República, no Distrito
Federal, a abertura de
investigação a respeito do
caso.
Em entrevista ao
jornal “O Globo”, o artista
disse se arrepender de ter
mandado o áudio para um
amigo.
Já Otoni foi
denunciado pela PGR ao
STF em julho de
2020 pelos supostos
crimes de difamação,
injúria e coação em vídeos
com ataques e ofensas a
Alexandre de Moraes. No
mês seguinte, a Justiça de
São Paulo determinou a
exclusão das postagens.
O G1 tenta contato
com o cantor e com o
parlamentar.
Nas redes sociais,
Otoni afirmou que “não há
nada melhor que não dever
nada a ninguém” e chamou
Moraes de “tirano”. “Não
tenho o que temer, pois
nunca incitei a população
contra as instituições
basilares da República”,
afirmou. “Mas sou e
continuarei sendo crítico
ao comportamento de
ministros do STF”,
emendou.
O parlamentar
acrescentou que foi
intimado a comparecer à
PF e que agentes levaram
um celular e um laptop.
Ofensas de deputado
a ministro
Otoni de Paula
também é alvo de um outro
inquérito por conta de dois
vídeos em que criticou
Moraes pela decisão que
libertou o blogueiro
Oswaldo Eustáquio, mas o
proibiu de usar as redes
sociais.
No vídeo, Otoni
chama Moraes de “lixo”,
“tirano” e “canalha”, entre
outras ofensas. Na ocasião,
o deputado era um dos
vice-líderes do governo
Bolsonaro. Ele já deixou o
cargo.
Otoni depois pediu
desculpas e disse que
“extrapolou”.
Moraes é o relator do
inquérito que investiga a
organização e o
financiamento de atos
antidemocráticos. O
deputado e o blogueiro são
investigados no inquérito.
O que dizem os
envolvidos
Otoni se manifestou
pelas redes sociais.
Em um vídeo logo
após o cumprimento do
mandado, disse:
“Não há nada melhor
do que você andar de
cabeça erguida. Não há
nada melhor do que você
não dever nada a ninguém.
Não há nada melhor
que a polícia vir na sua casa
e não ter dinheiro para ser
apreendido, não ter joias,
não ter relógio de ouro de
prata, de marca.
Se ficar rico, é
bandido. Não tem como
você ser um político e ficar
rico. Não tem como você
ser um pastor e ficar
milionário, a não ser que
seja empresário
paralelamente.
É bom ter a vida
limpa, graças a Deus.
Então dizer a quem
interessa que a postura nós
vamos manter a mesma, a
coragem nós vamos manter
a mesma. E vamos manter
essa mesma postura, e
vamos para cima, vamos
para frente.Tentando ver se
esse país muda, se esse país
a gente consegue ter dias
melhores nesta nação.
Vamos em frente,
mostrando que não temos
medo da tirania, seja ela de
quem for. Inclusive do
nosso tirano, senhor
ministro Alexandre de
Moraes. Que vergonha,
ministro. Que postura
antidemocrática o senhor
tem tido.”
Depois, postou:
Sobre a busca e
apreensão que sofri a em
minha residência, a pedido
da PGR, assinada pelo
MinAlexandre de Moraes,
afirmo que não tenho o
que temer, pois nunca
insitei [sic] a população
contra as instituições
basilares da República,
mas sou e continuarei
sendo crítico ao
comportamento de
ministros do STF, que
embora não pareçam, são
servidores públicos, como
qualquer um que trabalha
para o estado brasileiro.
Querem confundir crítica
a pessoa com crime contra
as instituições. Nenhum
ministro é o STF, assim
como nenhum deputado é
a Câmara Federal.
Lembrando que já
tive todos os meus sigilos
quebrados, sem que nada
houvesse sido encontrado
contra mim. Quanto a ter
adjetivado o Min
Alexandre de Moraes de
“déspota, lixo e esgoto do
STF”, fui processado por
ele e estou recorrendo da
sentença de pagamento de
indenização.
Fonte: G1
Brasil tem redução de casos e mortes por Covid-
19 com exceção do estado do Rio de Janeiro
Pela oitava semana
consecutiva houve uma
redução do número de casos,
internações e óbitos no país,
segundo o Boletim do
Observatório Covid-19 da
Fundação Oswaldo Cruz
(Fiocruz), divulgado hoje
(19). No decorrer das últimas
semanas, houve uma redução
das taxas de ocupação de
leitos de Unidade de Terapia
Intensiva (UTI) covid-19
para adultos no Sistema
Único de Saúde (SUS),
índice que vêm melhorando
no país.Aexceção é o estado
do Rio, que apresenta
aumento no indicador pela
terceira semana consecutiva,
voltando a atingir o patamar
de 70%, o que não ocorria
desde meados de junho.
De acordo com o
boletim, a taxa de
mortalidade geral do Brasil
diminuiu 0,9% ao dia,
enquanto a taxa de incidência
de casos de covid-19 foi
reduzida em 1,5% por dia.As
maiores taxas de incidência
ocorreram no Centro-Oeste
(Mato Grosso, Goiás e no
Distrito Federal), no Sul
(Paraná e Santa Catarina) e
alguns estados do Norte
(Roraima e Tocantins). As
maiores taxas de mortalidade
foram verificadas também
em estados do Centro-Oeste
(Mato Grosso do Sul, Mato
Grosso e Goiás), além do
Paraná, Rio de Janeiro e
Roraima.
O estudo do
Observatório Covid-19
aponta que permanece alta a
circulação do vírus. “Este
cenário preocupa ao
considerarmos que a
transmissão permanece alta e
a variante Delta se encontra
em circulação em vários
municípios, com potencial de
se disseminar”, dizem os
cientistas responsáveis pelo
trabalho.
Variante Delta
O cenário
epidemiológico do estado do
Rio de Janeiro concentra
vários casos identificados de
covid-19 em decorrência da
variante Delta, além de
sinalizar para o aumento da
incidência de Síndrome
Respiratória Aguda Grave
(SRAG). Também
apresentam indícios de
SRAG/Covid-19 ao longo
das últimas seis semanas, o
Rio Grande do Norte, a Bahia
e o Paraná. Cerca de 98% dos
casos de SRAG com
confirmação positiva é por
infecção do novo
coronavírus.
Os pesquisadores
defendem a importância da
aceleração da vacinação, do
uso de máscaras e do
distanciamento físico. “Há
também uma retomada da
circulação de pessoas nas
ruas próximas ao padrão
anterior à pandemia, devido
a uma sensação artificial de
que a pandemia acabou,
contribuindo para um
relaxamento das medidas de
prevenção por parte das
pessoas e gestores”, diz o
boletim.
Segundo os cientistas
além da variante Delta, a
retomada de crescimento de
casos é reflexo de um
progresso lento da cobertura
vacinal, em se considerando
não apenas a aplicação da
primeira dose, mas do ciclo
completo de vacinação, com
a segunda dose.
Segundo o boletim,
diante deste quadro, é
importante adaptar os
serviços de saúde para a nova
fase da pandemia no país,
intensificando as ações de
vigilância, testagem e
rastreamento de contatos. É
fundamental ainda reforçar
ações de atenção primária à
saúde, capazes de identificar
casos que necessitem de
cuidados intensivos, o que
possibilita também a
interrupção das cadeias de
transmissão.
Taxas de ocupação de
leitos
Além do Rio, o Paraná
também registrou aumento na
taxa de ocupação de leitos.A
taxa de ocupação de leitos
covid-19 para adultos no
estado teve um crescimento
de 59% para 61% e também
houve uma elevação
expressiva do indicador na
capital do estado, Curitiba
(65% para 73%).
Rondônia saiu da zona
de alerta, com queda no
indicador de 63% para 52%.
Foram registradas
expressivas reduções no
indicador em Mato Grosso
(79% para 61%), com o
incremento de leitos
disponibilizados (553 para
584), e em Goiás (78% para
69%), sem mudança
importante no número de
leitos.
Óbitos
Com ampliação da
cobertura vacinal para as
faixas mais jovens, o
processo de
rejuvenescimento da
pandemia no Brasil foi
revertido. Novamente as
internações hospitalares,
internações em UTI e óbitos
voltaram a se concentrar na
população idosa, que
apresenta maior
vulnerabilidade dentre os
grupos por faixas etárias.
Segundo o boletim, há
uma estagnação nesse
declínio para algumas faixas
etárias, especialmente entre
idoso, o que alerta para um
possível aumento das
internações e óbitos entre a
população mais idosas.
Fonte: Agência Brasil
Edição 448
20 de Agosto de 2021
Jornal Opção do Noroeste 03
Presidente do Afeganistão deixa país e admite vitória
do Talibã, que assume controle do palácio presidencial
O Talibã chegou
neste domingo (15)
a Cabul e entrou na
c a p i t a l
do Afeganistão após
horas de cerco e a fuga do
presidente,Ashraf Ghani.
O grupo extremista, que
defendia uma rendição
pacífica do governo,
afirmou ter tomado
controle do palácio
presidencial.
Abdullah Abdullah,
ex-vice-presidente e
chefe do Conselho
Superior para a
Reconciliação Nacional,
disse que Ghani
“abandonou a nação”.
Ghani disse que
deixou o país para evitar
um banho de sangue. Ele
afirmou que “incontáveis
patriotas seriam
martirizados e a cidade de
Cabul seria destruída” se
permanecesse.
“O Talibã venceu ...
e agora é responsável pela
honra, propriedade e
autopreservação de seus
compatriotas”, disse ele
em um comunicado
postado no Facebook.
“Agora eles
enfrentam um novo teste
histórico. Ou preservam o
nome e a honra do
Afeganistão ou dão
prioridade a outros
lugares e redes”,
acrescentou.
Segundo a rede
egípcia Al Jazeera, um
ex-guarda-costas do
presidente informou que
o Palácio presidencial foi
entregue oficialmente ao
Talibã.
Um alto oficial do
Ministério do Interior
afegão disse à agência de
notícias Reuters que
Ghani embarcou para o
Tajiquistão, que faz
fronteira com o norte do
Afeganistão.
Já o ministro do
Interior, Abdul Sattar
Mirzakwal, gravou um
vídeo em que garante
uma “transferência
pacífica de poder”.
“Os afegãos não
precisam se preocupar,
não haverá ataque”, disse
o ministro. “Haverá uma
transferência pacífica de
poder para um governo
de transição.”
O cerco doTalibã em
Cabul ocorre 20 anos
depois de o grupo
extremista ser expulso da
capital afegã pelos
Estados Unidos, que
invadiram o país dias
após os ataques de 11 de
setembro de 2001, e em
meio à retirada dos
militares norte-
americanos do país
Suhail Shaheen,
porta-voz do Talibã, fez
um “chamado ao
presidenteAshraf Ghani”
e a outros líderes para que
atuem também em uma
“transição pacífica de
poder” para o grupo
extremista islâmico.
“Nossa liderança
instruiu nossas forças a
permanecerem nos
portões de Cabul, não a
entrar na cidade”, disse o
porta-voz em uma
entrevista à BBC.
“Estamos aguardando
uma transferência pacífica
de poder.”
Shaheen já vem
anunciando o que pode ser
considerado uma série de
“medidas de governo”,
mesmo sem o
r e c o n h e c i m e n t o
oficial, como o respeito à
imprensa, à diplomacia e
a autorização para
que mulheres possam
deixar suas casas
sozinhas.
“Asseguramos às
pessoas, especialmente na
cidade de Cabul, que suas
propriedades e suas vidas
estão seguras”, disse o
porta-voz.
Direitos das
mulheres
Quando o Talibã
governou o Afeganistão
pela última vez, de 1996
a 2001, as mulheres não
podiam trabalhar, as
meninas não podiam
frequentar a escola e todas
tinham que cobrir o rosto
e estar acompanhadas por
um parente do sexo
masculino se quisessem
sair de casa.
As mulheres que
infringissem as regras às
vezes sofriam
humilhações e
espancamentos públicos
pela polícia religiosa do
Talibã que atuava sob uma
interpretação bastante
rígida da sharia, a lei
islâmica.
Desta vez, no
entanto, porta-vozes do
grupo garantem que irão
respeitar os direitos das
mulheres, com acesso à
educação e ao trabalho –
mas com a
obrigatoriedade do uso do
hijab, lenço que cobre os
cabelos e rosto.
Eles também
afirmaram que as
mulheres terão
autorização para deixar
suas casas sem a
companhia de um
membro homem da
família. Essa mudança no
discurso vem sendo
apontada por especialistas
em Oriente Médio como
uma forma do movimento
se aproximar da
c o m u n i d a d e
internacional.
Saída de diplomatas
Em um comunicado,
o Talibã garantiu neste
domingo que “todas as
embaixadas, centros
diplomáticos, instituições,
lugares e cidadãos
estrangeiros em Cabul não
enfrentarão nenhum
perigo”.
Os Estados Unidos
concluíram neste
domingo a retirada de seus
diplomatas que
trabalharam na embaixada
do país em Cabul e a
bandeira norte-americana
foi retirada do local. O
país também apressou a
emissão de vistos para
colaboradores, como
tradutores e jornalistas
afegãos que prestaram
serviços aos EUA.
“Aconteceu mais
rápido do que
pensávamos”, disse o
secretário de Estado dos
EUA,Antony Blinken, em
entrevista à rede
americana CNN.
Blinken disse que
Washington investiu
bilhões de dólares em
quatro governos dos EUA
nas forças do governo
afegão, dando a eles
vantagens sobre o Talibã,
mas, ainda assim, não
conseguiram impedir o
avanço do grupo.
O Itamaraty não tem
registro de brasileiros
vivendo no Afeganistão.
Também não está prevista,
por ora, medida de
proteção específica para
os funcionários da
embaixada em Islamabad,
uma vez que a cidade não
está em zona de conflito.
O R e i n o
Unido ordenou a saída
imediata de cidadãos
britânicos das cidades
afegãs.
O governo
da Alemanha enviou
aviões para ajudar na
retirada de seus
diplomatas, fechou sua
embaixada em Cabul e
pediu a saída imediata de
alemães que vivam no
país. Segundo reportagem
do jornal “Bild”,
tradutores e colaboradores
afegãos que atuaram com
o governo de Berlim
também serão retirados da
capital.
A Rússia não planeja
retirar seus funcionários
de sua embaixada em
Cabul, enquanto os
combatentes talibãs
cercam a capital afegã,
assegurou uma autoridade
russa à agência Interfax.
“ N e n h u m a
evacuação está
planejada”, declarou
Zamir Kabulov, o enviado
do Kremlin ao
Afeganistão, destacando
que estava “em contato
direto” com o embaixador
russo em Cabul, cujos
colaboradores continuam
a trabalhar na embaixada.
A Rússia é um dos
países que receberam
garantias do Talibã quanto
à segurança de suas
embaixadas, disse
Kabulov.
A Organização do
Tratado do Atlântico
Norte (Otan) confirmou
que continuará com sua
presença diplomática em
Cabul e oferecerá apoio
para que o aeroporto da
capital continue
funcionando, segundo
informações da agência de
notícias Reuters.
Neste domingo,
entretanto, anunciou que
todos os voos comerciais
foram suspensos no
aeroporto da capital afegã.
“A Otan está
constantemente avaliando
os desenvolvimentos no
Afeganistão”, disse um
funcionário da entidade
que não foi
identificado.”A segurança
de nosso pessoal é
primordial e continuamos
a ajustar conforme
necessário. Apoiamos os
esforços afegãos para
encontrar uma solução
política para o conflito,
que agora é mais urgente
do que nunca.”
Em abril, o
presidente Joe Biden
havia anunciado que
todos deixariam o
Afeganistão até 11 de
setembro deste ano.
O Talibã avançou
rapidamente depois de
que a maior parte das
forças lideradas pelos
EUA deixaram o país em
julho, e a chegada do
grupo extremista a Cabul
ocorre antes do previsto
pelas autoridades norte-
americanas.
Segundo a agência de
notícias Reuters, a
estimativa dos serviços de
inteligência norte-
americanos era que o
Talibã isolaria a capital em
setembro, e que uma
eventual tomada do poder
ocorreria apenas
novembro.
Salvo-conduto para
fuga
S e g u n d o
informações do jornal
“The NewYork Times”, o
Talibã afirmou em um
comunicado estar em
negociações com o
governo, mas não vai
tomar a capital afegã à
força. Ainda de acordo
com o jornal, o grupo
extremista diz que o
governo ainda não
respondeu a esse
comunicado.
Depois do avanço
relâmpago em direção à
capital e maior cidade
afegã, o grupo insurgente
ordenou a seus
combatentes que
diminuam a violência
e permitam a passagem
segura de qualquer pessoa
que queira deixar o país.
O Talibã ainda
sugeriu que mulheres se
dirijam a áreas protegidas,
declarou um líder do
grupo em Doha, no Catar.
“Não queremos que
um único civil afegão
inocente fique ferido ou
seja morto enquanto
tomamos o poder, mas não
declaramos um cessar-
fogo”, afirmou uma
autoridade do Talibã,
segundo a agência de
notícias Reuters.
No Vaticano, em seu
discurso semanal, o Papa
Francisco clamou por
diálogo no Afeganistão
para que cessem os
conflitos, a fim de que a
população afegã possa
viver em paz, segurança e
respeito mútuo.
Escalada do Talibã
Mais cedo, o Talibã
havia tomado a cidade de
Jalalabad, no leste do país,
o que fez a capital
Cabul ser a única das
grandes cidades afegãs
sob controle do governo.
As autoridades
informaram que a tomada
de Jalalabad ocorreu sem
confrontos e que a
segurança das estradas
que ligam o país ao
Paquistão estava
garantida.Anação vizinha
reagiu e fechou a
passagem de fronteira de
Torkham.
No sábado (14), o
Talibã tomou Mazar-i-
Sharif, principal cidade do
norte afegão; e Pul-e-
Alam, capital da província
de Logar, a 70
quilômetros de Cabul. Na
quinta-feira, já havia
assumido o controle de
Kandahar e Herat,
segunda e terceira maiores
cidades do país.
Também no sábado,
o presidente do
Afeganistão, Ashraf
Ghani, garantiu que o
combate contra o Talibã
continuava.
“A remobilização de
nossas forças de
segurança e defesa é nossa
prioridade número um e
medidas sérias estão
sendo tomadas para esse
fim”, disse Ghani, em um
discurso.
As ações do grupo
insurgente, que vem
controlando parte do país,
ganhou força com a
retirada das tropas
americanas, há cerca de
três semanas.
Em julho, os
americanos devolveram a
base aérea de Bagram –
principal instalação
militar do país – ao
governo afegão. Ainda há
soldados em Cabul, que
devem retornar aos EUA
até o dia 11 de setembro.
Fonte: G1
Edição 448 Jornal Opção do Noroeste
20 de Agosto de 2021
04
Complete a Palavra Cruzada
respondendo as Seguintes Questões
Morre a professora e ex-secretária de educação Vera Lúcia Kezen
Morreu nesta
terça-feira (17/08) a
professora e ex-
secretária municipal
de Educação e
Cultura de Santo
Antônio de Pádua,
Vera Lúcia Kezen
Camilo Jorge.
Carinhosamente
chamada de Dona
Vera, ela dedicou
mais de 50 anos de
sua vida à Educação,
“atuando como
professora da
educação infantil ao
ensino superior, assim
como a doçura, a
justiça, a verdade com
que guiou por tantos
anos aqueles que hoje
dão bons frutos em
prol de nosso
município” –
destacou a Secretaria
Municipal de
Educação de Pádua
em nota. Vera esteve
por 12 anos à frente
da Secretaria
Municipal de
Educação e Cultura.
Em julho de
2018, a docente
publicou o livro “Por
amor à Educação”,
que fala sobre os
inúmeros projetos,
conquistas e prêmios;
o trabalho em equipe,
as parcerias e os
desafios vivenciados
na sua gestão. Ela
também teve grande
participação na
fundação da Escola
Municipal Viva e
desde 2006 fazia parte
da APLAC –
Academia Paduana
de Letras, Artes e
Ciências.
Ainda em nota, a
Secretaria de
Educação de Pádua
afirmou que a marca
deixada pela
professora na rede
municipal elevou os
níveis educacionais
do município de
forma arrebatadora,
com a execução de
projetos importantes
nas áreas educacional
e cultural. “Quaisquer
que sejam as palavras,
não conseguirão
expressar sua
dedicação de mais de
50 anos, fica nosso
eterno obrigado,
nossa gratidão pelo
legado que nos
mostrou que o
“dinheiro está
chegando” para
concretizar sonhos
que fortaleçam o
querer, o acreditar
numa sociedade de
oportunidades iguais.
Que o mais
importante é manter a
garra, a vontade, a
esperança. Se faltar
tempo?! Encontramos
de meia noite às duas.
Afinal, Educação
acima de tudo!” –
publicou a Secretaria
de Educação.
Nas redes
sociais, o Colégio
Estadual Almirante
Barão de Teffé,
lamentou o
falecimento da
professora. “A
Família Barão de
Teffé manifesta o seu
mais profundo pesar
pelo falecimento da
exprofessora e ex-
secretária de
Educação, Vera
Lúcia Kézen Camilo
Jorge, ocorrido hoje.
Neste momento de
tristeza e dor,
solidarizamo-nos
com todos os
familiares e amigos
que admiravam-na
pela competência,
profissionalismo e o
valor que concedia
ao ato de educar” –
diz a publicação.
Fonte: SF Notícias
P O R T A R I A
Nº.069/2021.
LUIS CARLOS
DA SILVA, Presidente
da Câmara Municipal de
SantoAntônio de Pádua,
Estadodo Rio de
Janeiro, no uso de suas
atribuições legais, etc...
R E S O L V E:
Art. 1º - NOMEAR,
CINTIA MARTINS
DA SILVA
GONZAGA, como
Responsável pelos Bens
Almoxarifado da
Câmara Municipal de
SantoAntônio de Pádua
– RJ, revogando as
disposições em
contrário.
Art. 2º - Esta
Portaria entra em vigor
na presente data.
Art. 3º - Afixe-se,
publique-se e cumpra-
se.
Câmara Municipal
de Santo Antônio de
Pádua, 16 de Agosto de
2021.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EDIÇÃO 373 DE 18 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 373 DE 18 DE MARÇO DE 2020EDIÇÃO 373 DE 18 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 373 DE 18 DE MARÇO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 325
EDIÇÃO 325EDIÇÃO 325
EDIÇÃO 325
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 405 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2020EDIÇÃO 405 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 301
EDIÇÃO 301EDIÇÃO 301
EDIÇÃO 301
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 362 DE 08 DE JANEIRO DE 2020
EDIÇÃO 362 DE 08 DE JANEIRO DE 2020EDIÇÃO 362 DE 08 DE JANEIRO DE 2020
EDIÇÃO 362 DE 08 DE JANEIRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 332
EDIÇÃO 332EDIÇÃO 332
EDIÇÃO 332
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 412 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 412 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020EDIÇÃO 412 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 412 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 464 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 464 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2021EDIÇÃO 464 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 464 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2021
JulianoPena4
 
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020 EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 379 DE 29 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 379 DE 29 DE ABRIL DE 2020EDIÇÃO 379 DE 29 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 379 DE 29 DE ABRIL DE 2020
Afonso Pena
 

Mais procurados (20)

EDIÇÃO 373 DE 18 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 373 DE 18 DE MARÇO DE 2020EDIÇÃO 373 DE 18 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 373 DE 18 DE MARÇO DE 2020
 
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
 
EDIÇÃO 325
EDIÇÃO 325EDIÇÃO 325
EDIÇÃO 325
 
EDIÇÃO 405 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2020EDIÇÃO 405 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2020
 
EDIÇÃO 301
EDIÇÃO 301EDIÇÃO 301
EDIÇÃO 301
 
EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020
 
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
 
EDIÇÃO 362 DE 08 DE JANEIRO DE 2020
EDIÇÃO 362 DE 08 DE JANEIRO DE 2020EDIÇÃO 362 DE 08 DE JANEIRO DE 2020
EDIÇÃO 362 DE 08 DE JANEIRO DE 2020
 
EDIÇÃO 332
EDIÇÃO 332EDIÇÃO 332
EDIÇÃO 332
 
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 412 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 412 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020EDIÇÃO 412 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 412 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2020
 
EDIÇÃO 464 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 464 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2021EDIÇÃO 464 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 464 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2021
 
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 425 DE 12 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
EDIÇÃO 405 DE 28 DE OUTUBRO DE 2020
 
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020 EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
 
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
 
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 379 DE 29 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 379 DE 29 DE ABRIL DE 2020EDIÇÃO 379 DE 29 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 379 DE 29 DE ABRIL DE 2020
 

Semelhante a EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021

Carta Consórcio Nordeste
Carta Consórcio Nordeste Carta Consórcio Nordeste
Carta Consórcio Nordeste
Editora 247
 
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
Afonso Pena
 
Diz Jornal - Edição 244
Diz Jornal - Edição 244Diz Jornal - Edição 244
Diz Jornal - Edição 244
dizjornal jornal
 
Bolsonaro disseminou pandemia, dizem subprocuradores aposentados
Bolsonaro disseminou pandemia, dizem subprocuradores aposentadosBolsonaro disseminou pandemia, dizem subprocuradores aposentados
Bolsonaro disseminou pandemia, dizem subprocuradores aposentados
Marcelo Auler
 
Jornal o dia - COVID-19 EM MACEIÓ
Jornal o dia - COVID-19 EM MACEIÓJornal o dia - COVID-19 EM MACEIÓ
Jornal o dia - COVID-19 EM MACEIÓ
ODiaMais
 
Diz Jornal Edição 245
Diz Jornal Edição 245Diz Jornal Edição 245
Diz Jornal Edição 245
dizjornal jornal
 
Irresponsável
IrresponsávelIrresponsável
Irresponsável
Luiz Carlos Azenha
 
Representacao na PGR contra Bolsonaro
Representacao na PGR contra BolsonaroRepresentacao na PGR contra Bolsonaro
Representacao na PGR contra Bolsonaro
Paulo Souza
 
Conjuntura Semanal #091 J. S. Gabrielli
Conjuntura Semanal #091 J. S. GabrielliConjuntura Semanal #091 J. S. Gabrielli
Conjuntura Semanal #091 J. S. Gabrielli
TRAMPO Comunicação e Eventos Soares
 
Resposta interpelação
Resposta interpelaçãoResposta interpelação
Resposta interpelação
Luiz Carlos Azenha
 
14 brasil na atualidade
14 brasil na atualidade14 brasil na atualidade
14 brasil na atualidade
Thiago Carvalho
 
Tópicos essenciais da conjuntura internacional e brasileira-02-08-2023.pptx
Tópicos essenciais da conjuntura internacional e brasileira-02-08-2023.pptxTópicos essenciais da conjuntura internacional e brasileira-02-08-2023.pptx
Tópicos essenciais da conjuntura internacional e brasileira-02-08-2023.pptx
JosaelJarioSantosLim
 
Advogados pedem a interdição de Bolsonaro
Advogados pedem a interdição de BolsonaroAdvogados pedem a interdição de Bolsonaro
Advogados pedem a interdição de Bolsonaro
Joaquim de Carvalho
 
Manifestação do MPF pelo arquivamento do Inquérito contra Feller
Manifestação do MPF pelo arquivamento do Inquérito contra FellerManifestação do MPF pelo arquivamento do Inquérito contra Feller
Manifestação do MPF pelo arquivamento do Inquérito contra Feller
Marcelo Auler
 
Atualidades (retrô 2015)
Atualidades (retrô 2015)Atualidades (retrô 2015)
Atualidades (retrô 2015)
Alexandre Alves
 
Tpi abjd 020420
Tpi abjd 020420Tpi abjd 020420
Tpi abjd 020420
Luiz Carlos Azenha
 
Notícia-Crime André Mendonça - Minoria
Notícia-Crime André Mendonça - MinoriaNotícia-Crime André Mendonça - Minoria
Notícia-Crime André Mendonça - Minoria
Gisele Federicce
 
Jornal Inconfidência - Edição 198
Jornal Inconfidência - Edição 198Jornal Inconfidência - Edição 198
Jornal Inconfidência - Edição 198
Lucio Borges
 
Jornal O Dia - Cada um ajuda como pode
Jornal O Dia - Cada um ajuda como podeJornal O Dia - Cada um ajuda como pode
Jornal O Dia - Cada um ajuda como pode
ODiaMais
 
MPF vai apurar abandono de todas as vítimas do DDT
MPF vai apurar abandono de todas as vítimas do DDTMPF vai apurar abandono de todas as vítimas do DDT
MPF vai apurar abandono de todas as vítimas do DDT
CleideeAndrey Pais Do Eros
 

Semelhante a EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021 (20)

Carta Consórcio Nordeste
Carta Consórcio Nordeste Carta Consórcio Nordeste
Carta Consórcio Nordeste
 
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
 
Diz Jornal - Edição 244
Diz Jornal - Edição 244Diz Jornal - Edição 244
Diz Jornal - Edição 244
 
Bolsonaro disseminou pandemia, dizem subprocuradores aposentados
Bolsonaro disseminou pandemia, dizem subprocuradores aposentadosBolsonaro disseminou pandemia, dizem subprocuradores aposentados
Bolsonaro disseminou pandemia, dizem subprocuradores aposentados
 
Jornal o dia - COVID-19 EM MACEIÓ
Jornal o dia - COVID-19 EM MACEIÓJornal o dia - COVID-19 EM MACEIÓ
Jornal o dia - COVID-19 EM MACEIÓ
 
Diz Jornal Edição 245
Diz Jornal Edição 245Diz Jornal Edição 245
Diz Jornal Edição 245
 
Irresponsável
IrresponsávelIrresponsável
Irresponsável
 
Representacao na PGR contra Bolsonaro
Representacao na PGR contra BolsonaroRepresentacao na PGR contra Bolsonaro
Representacao na PGR contra Bolsonaro
 
Conjuntura Semanal #091 J. S. Gabrielli
Conjuntura Semanal #091 J. S. GabrielliConjuntura Semanal #091 J. S. Gabrielli
Conjuntura Semanal #091 J. S. Gabrielli
 
Resposta interpelação
Resposta interpelaçãoResposta interpelação
Resposta interpelação
 
14 brasil na atualidade
14 brasil na atualidade14 brasil na atualidade
14 brasil na atualidade
 
Tópicos essenciais da conjuntura internacional e brasileira-02-08-2023.pptx
Tópicos essenciais da conjuntura internacional e brasileira-02-08-2023.pptxTópicos essenciais da conjuntura internacional e brasileira-02-08-2023.pptx
Tópicos essenciais da conjuntura internacional e brasileira-02-08-2023.pptx
 
Advogados pedem a interdição de Bolsonaro
Advogados pedem a interdição de BolsonaroAdvogados pedem a interdição de Bolsonaro
Advogados pedem a interdição de Bolsonaro
 
Manifestação do MPF pelo arquivamento do Inquérito contra Feller
Manifestação do MPF pelo arquivamento do Inquérito contra FellerManifestação do MPF pelo arquivamento do Inquérito contra Feller
Manifestação do MPF pelo arquivamento do Inquérito contra Feller
 
Atualidades (retrô 2015)
Atualidades (retrô 2015)Atualidades (retrô 2015)
Atualidades (retrô 2015)
 
Tpi abjd 020420
Tpi abjd 020420Tpi abjd 020420
Tpi abjd 020420
 
Notícia-Crime André Mendonça - Minoria
Notícia-Crime André Mendonça - MinoriaNotícia-Crime André Mendonça - Minoria
Notícia-Crime André Mendonça - Minoria
 
Jornal Inconfidência - Edição 198
Jornal Inconfidência - Edição 198Jornal Inconfidência - Edição 198
Jornal Inconfidência - Edição 198
 
Jornal O Dia - Cada um ajuda como pode
Jornal O Dia - Cada um ajuda como podeJornal O Dia - Cada um ajuda como pode
Jornal O Dia - Cada um ajuda como pode
 
MPF vai apurar abandono de todas as vítimas do DDT
MPF vai apurar abandono de todas as vítimas do DDTMPF vai apurar abandono de todas as vítimas do DDT
MPF vai apurar abandono de todas as vítimas do DDT
 

Mais de Afonso Pena

EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021 EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 421 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 421 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 421 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 421 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2021
Afonso Pena
 

Mais de Afonso Pena (20)

EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
 
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021 EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 424 DE 05 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
 
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 422 DE 17 DE FEVEREIRO DE 2021
 
EDIÇÃO 421 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 421 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 421 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 421 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2021
 

EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021

  • 1. R$ 2,00 Atos Oficiais da Câmara Municipal de Pádua. Comprometido com a Verdade! Suplemento Especial Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua Facebook: Jornal Opção do Noroeste Email:jornalopcaodonoroeste@gmail.com Edição: 448 - 20 de Agosto de 2021 Toda Semana nas Bancas Presidente do Afeganistão deixa país e admite vitória do Talibã, que assume controle do palácio presidencial Depois do avanço relâmpago em direção à capital e maior cidade afegã, o grupo insurgente ordenou a seus combatentes que diminuam a violência e permitam a passagem segura de qualquer pessoa que queira deixar o país. Saiba mais na Página 03 Brasil tem redução de c a s o s e m o r t e s p o r Covid-19 com exceção do estado do Rio de Janeiro Segundo os cientistas além da variante Delta, a retomada de crescimento de casos é reflexo de um progresso lento da cobertura vacinal, em se considerando não apenas a aplicação da primeira dose, mas do ciclo completo de vacinação, com a segunda dose. Página 02 PF faz buscas contra Sérgio Reis e deputado Otoni de Paula Após o vazamento de um áudio em que Sérgio Reis defende a paralisação de caminhoneiros para pressionar o Senado a afastar ministros do STF, subprocuradores- gerais pediram à Procuradoria da República, no Distrito Federal, a abertura de investigação a respeito do caso. Saiba mais na Página 02
  • 2. Edição 448 Jornal Opção do Noroeste 20 de Agosto de 2021 02 PF faz buscas contra Sérgio Reis e deputado Otoni de Paula O deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) e o cantor Sérgio Reis são alvos, nesta sexta-feira (20), de mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A ação investiga incitação a atos violentos e ameaçadores contra a democracia. Ao todo, 13 m a n d a d o s f o r a m autorizados pelo ministro Alexandre de Moraes e atendem a um pedido da subprocuradora Lindora Araújo, da Procuradoria-Geral da República (PGR). Houve buscas em propriedades do cantor e no gabinete de Otoni na Câmara. Os alvos são: Sérgio Bavini (Sérgio Reis, no nome artístico); Otoni Moura de Paulo Júnior, o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ); Alexandre Urbano Raitz Petersen; Antônio Galvan; Bruno Henrique Semczeszm; Eduardo Oliveira Araújo; Juliano da Silva Martins; Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zéì Trovão; Turíbio Torres; Wellington Macedo de Souza. Agentes da Polícia Federal (PF) foram a 29 endereços no Distrito Federal (1), além dos estados de Santa Catarina (6), São Paulo (2), Rio de Janeiro (1), Mato Grosso (1), Ceará (1) e Paraná (1). “O objetivo das medidas é apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes”, afirmou a PF, em nota. A GloboNews apurou que há indícios de ameaças a ministros do STF, a senadores e ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM- MG). Moraes determinou que todos os investigados, à exceção de Otoni, não podem se aproximar da Praça dos Três Poderes. Após o vazamento de um áudio em que Sérgio Reis defende a paralisação de caminhoneiros para pressionar o Senado a afastar ministros do STF, subprocuradores-gerais pediram à Procuradoria da República, no Distrito Federal, a abertura de investigação a respeito do caso. Em entrevista ao jornal “O Globo”, o artista disse se arrepender de ter mandado o áudio para um amigo. Já Otoni foi denunciado pela PGR ao STF em julho de 2020 pelos supostos crimes de difamação, injúria e coação em vídeos com ataques e ofensas a Alexandre de Moraes. No mês seguinte, a Justiça de São Paulo determinou a exclusão das postagens. O G1 tenta contato com o cantor e com o parlamentar. Nas redes sociais, Otoni afirmou que “não há nada melhor que não dever nada a ninguém” e chamou Moraes de “tirano”. “Não tenho o que temer, pois nunca incitei a população contra as instituições basilares da República”, afirmou. “Mas sou e continuarei sendo crítico ao comportamento de ministros do STF”, emendou. O parlamentar acrescentou que foi intimado a comparecer à PF e que agentes levaram um celular e um laptop. Ofensas de deputado a ministro Otoni de Paula também é alvo de um outro inquérito por conta de dois vídeos em que criticou Moraes pela decisão que libertou o blogueiro Oswaldo Eustáquio, mas o proibiu de usar as redes sociais. No vídeo, Otoni chama Moraes de “lixo”, “tirano” e “canalha”, entre outras ofensas. Na ocasião, o deputado era um dos vice-líderes do governo Bolsonaro. Ele já deixou o cargo. Otoni depois pediu desculpas e disse que “extrapolou”. Moraes é o relator do inquérito que investiga a organização e o financiamento de atos antidemocráticos. O deputado e o blogueiro são investigados no inquérito. O que dizem os envolvidos Otoni se manifestou pelas redes sociais. Em um vídeo logo após o cumprimento do mandado, disse: “Não há nada melhor do que você andar de cabeça erguida. Não há nada melhor do que você não dever nada a ninguém. Não há nada melhor que a polícia vir na sua casa e não ter dinheiro para ser apreendido, não ter joias, não ter relógio de ouro de prata, de marca. Se ficar rico, é bandido. Não tem como você ser um político e ficar rico. Não tem como você ser um pastor e ficar milionário, a não ser que seja empresário paralelamente. É bom ter a vida limpa, graças a Deus. Então dizer a quem interessa que a postura nós vamos manter a mesma, a coragem nós vamos manter a mesma. E vamos manter essa mesma postura, e vamos para cima, vamos para frente.Tentando ver se esse país muda, se esse país a gente consegue ter dias melhores nesta nação. Vamos em frente, mostrando que não temos medo da tirania, seja ela de quem for. Inclusive do nosso tirano, senhor ministro Alexandre de Moraes. Que vergonha, ministro. Que postura antidemocrática o senhor tem tido.” Depois, postou: Sobre a busca e apreensão que sofri a em minha residência, a pedido da PGR, assinada pelo MinAlexandre de Moraes, afirmo que não tenho o que temer, pois nunca insitei [sic] a população contra as instituições basilares da República, mas sou e continuarei sendo crítico ao comportamento de ministros do STF, que embora não pareçam, são servidores públicos, como qualquer um que trabalha para o estado brasileiro. Querem confundir crítica a pessoa com crime contra as instituições. Nenhum ministro é o STF, assim como nenhum deputado é a Câmara Federal. Lembrando que já tive todos os meus sigilos quebrados, sem que nada houvesse sido encontrado contra mim. Quanto a ter adjetivado o Min Alexandre de Moraes de “déspota, lixo e esgoto do STF”, fui processado por ele e estou recorrendo da sentença de pagamento de indenização. Fonte: G1 Brasil tem redução de casos e mortes por Covid- 19 com exceção do estado do Rio de Janeiro Pela oitava semana consecutiva houve uma redução do número de casos, internações e óbitos no país, segundo o Boletim do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado hoje (19). No decorrer das últimas semanas, houve uma redução das taxas de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) covid-19 para adultos no Sistema Único de Saúde (SUS), índice que vêm melhorando no país.Aexceção é o estado do Rio, que apresenta aumento no indicador pela terceira semana consecutiva, voltando a atingir o patamar de 70%, o que não ocorria desde meados de junho. De acordo com o boletim, a taxa de mortalidade geral do Brasil diminuiu 0,9% ao dia, enquanto a taxa de incidência de casos de covid-19 foi reduzida em 1,5% por dia.As maiores taxas de incidência ocorreram no Centro-Oeste (Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal), no Sul (Paraná e Santa Catarina) e alguns estados do Norte (Roraima e Tocantins). As maiores taxas de mortalidade foram verificadas também em estados do Centro-Oeste (Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás), além do Paraná, Rio de Janeiro e Roraima. O estudo do Observatório Covid-19 aponta que permanece alta a circulação do vírus. “Este cenário preocupa ao considerarmos que a transmissão permanece alta e a variante Delta se encontra em circulação em vários municípios, com potencial de se disseminar”, dizem os cientistas responsáveis pelo trabalho. Variante Delta O cenário epidemiológico do estado do Rio de Janeiro concentra vários casos identificados de covid-19 em decorrência da variante Delta, além de sinalizar para o aumento da incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Também apresentam indícios de SRAG/Covid-19 ao longo das últimas seis semanas, o Rio Grande do Norte, a Bahia e o Paraná. Cerca de 98% dos casos de SRAG com confirmação positiva é por infecção do novo coronavírus. Os pesquisadores defendem a importância da aceleração da vacinação, do uso de máscaras e do distanciamento físico. “Há também uma retomada da circulação de pessoas nas ruas próximas ao padrão anterior à pandemia, devido a uma sensação artificial de que a pandemia acabou, contribuindo para um relaxamento das medidas de prevenção por parte das pessoas e gestores”, diz o boletim. Segundo os cientistas além da variante Delta, a retomada de crescimento de casos é reflexo de um progresso lento da cobertura vacinal, em se considerando não apenas a aplicação da primeira dose, mas do ciclo completo de vacinação, com a segunda dose. Segundo o boletim, diante deste quadro, é importante adaptar os serviços de saúde para a nova fase da pandemia no país, intensificando as ações de vigilância, testagem e rastreamento de contatos. É fundamental ainda reforçar ações de atenção primária à saúde, capazes de identificar casos que necessitem de cuidados intensivos, o que possibilita também a interrupção das cadeias de transmissão. Taxas de ocupação de leitos Além do Rio, o Paraná também registrou aumento na taxa de ocupação de leitos.A taxa de ocupação de leitos covid-19 para adultos no estado teve um crescimento de 59% para 61% e também houve uma elevação expressiva do indicador na capital do estado, Curitiba (65% para 73%). Rondônia saiu da zona de alerta, com queda no indicador de 63% para 52%. Foram registradas expressivas reduções no indicador em Mato Grosso (79% para 61%), com o incremento de leitos disponibilizados (553 para 584), e em Goiás (78% para 69%), sem mudança importante no número de leitos. Óbitos Com ampliação da cobertura vacinal para as faixas mais jovens, o processo de rejuvenescimento da pandemia no Brasil foi revertido. Novamente as internações hospitalares, internações em UTI e óbitos voltaram a se concentrar na população idosa, que apresenta maior vulnerabilidade dentre os grupos por faixas etárias. Segundo o boletim, há uma estagnação nesse declínio para algumas faixas etárias, especialmente entre idoso, o que alerta para um possível aumento das internações e óbitos entre a população mais idosas. Fonte: Agência Brasil
  • 3. Edição 448 20 de Agosto de 2021 Jornal Opção do Noroeste 03 Presidente do Afeganistão deixa país e admite vitória do Talibã, que assume controle do palácio presidencial O Talibã chegou neste domingo (15) a Cabul e entrou na c a p i t a l do Afeganistão após horas de cerco e a fuga do presidente,Ashraf Ghani. O grupo extremista, que defendia uma rendição pacífica do governo, afirmou ter tomado controle do palácio presidencial. Abdullah Abdullah, ex-vice-presidente e chefe do Conselho Superior para a Reconciliação Nacional, disse que Ghani “abandonou a nação”. Ghani disse que deixou o país para evitar um banho de sangue. Ele afirmou que “incontáveis patriotas seriam martirizados e a cidade de Cabul seria destruída” se permanecesse. “O Talibã venceu ... e agora é responsável pela honra, propriedade e autopreservação de seus compatriotas”, disse ele em um comunicado postado no Facebook. “Agora eles enfrentam um novo teste histórico. Ou preservam o nome e a honra do Afeganistão ou dão prioridade a outros lugares e redes”, acrescentou. Segundo a rede egípcia Al Jazeera, um ex-guarda-costas do presidente informou que o Palácio presidencial foi entregue oficialmente ao Talibã. Um alto oficial do Ministério do Interior afegão disse à agência de notícias Reuters que Ghani embarcou para o Tajiquistão, que faz fronteira com o norte do Afeganistão. Já o ministro do Interior, Abdul Sattar Mirzakwal, gravou um vídeo em que garante uma “transferência pacífica de poder”. “Os afegãos não precisam se preocupar, não haverá ataque”, disse o ministro. “Haverá uma transferência pacífica de poder para um governo de transição.” O cerco doTalibã em Cabul ocorre 20 anos depois de o grupo extremista ser expulso da capital afegã pelos Estados Unidos, que invadiram o país dias após os ataques de 11 de setembro de 2001, e em meio à retirada dos militares norte- americanos do país Suhail Shaheen, porta-voz do Talibã, fez um “chamado ao presidenteAshraf Ghani” e a outros líderes para que atuem também em uma “transição pacífica de poder” para o grupo extremista islâmico. “Nossa liderança instruiu nossas forças a permanecerem nos portões de Cabul, não a entrar na cidade”, disse o porta-voz em uma entrevista à BBC. “Estamos aguardando uma transferência pacífica de poder.” Shaheen já vem anunciando o que pode ser considerado uma série de “medidas de governo”, mesmo sem o r e c o n h e c i m e n t o oficial, como o respeito à imprensa, à diplomacia e a autorização para que mulheres possam deixar suas casas sozinhas. “Asseguramos às pessoas, especialmente na cidade de Cabul, que suas propriedades e suas vidas estão seguras”, disse o porta-voz. Direitos das mulheres Quando o Talibã governou o Afeganistão pela última vez, de 1996 a 2001, as mulheres não podiam trabalhar, as meninas não podiam frequentar a escola e todas tinham que cobrir o rosto e estar acompanhadas por um parente do sexo masculino se quisessem sair de casa. As mulheres que infringissem as regras às vezes sofriam humilhações e espancamentos públicos pela polícia religiosa do Talibã que atuava sob uma interpretação bastante rígida da sharia, a lei islâmica. Desta vez, no entanto, porta-vozes do grupo garantem que irão respeitar os direitos das mulheres, com acesso à educação e ao trabalho – mas com a obrigatoriedade do uso do hijab, lenço que cobre os cabelos e rosto. Eles também afirmaram que as mulheres terão autorização para deixar suas casas sem a companhia de um membro homem da família. Essa mudança no discurso vem sendo apontada por especialistas em Oriente Médio como uma forma do movimento se aproximar da c o m u n i d a d e internacional. Saída de diplomatas Em um comunicado, o Talibã garantiu neste domingo que “todas as embaixadas, centros diplomáticos, instituições, lugares e cidadãos estrangeiros em Cabul não enfrentarão nenhum perigo”. Os Estados Unidos concluíram neste domingo a retirada de seus diplomatas que trabalharam na embaixada do país em Cabul e a bandeira norte-americana foi retirada do local. O país também apressou a emissão de vistos para colaboradores, como tradutores e jornalistas afegãos que prestaram serviços aos EUA. “Aconteceu mais rápido do que pensávamos”, disse o secretário de Estado dos EUA,Antony Blinken, em entrevista à rede americana CNN. Blinken disse que Washington investiu bilhões de dólares em quatro governos dos EUA nas forças do governo afegão, dando a eles vantagens sobre o Talibã, mas, ainda assim, não conseguiram impedir o avanço do grupo. O Itamaraty não tem registro de brasileiros vivendo no Afeganistão. Também não está prevista, por ora, medida de proteção específica para os funcionários da embaixada em Islamabad, uma vez que a cidade não está em zona de conflito. O R e i n o Unido ordenou a saída imediata de cidadãos britânicos das cidades afegãs. O governo da Alemanha enviou aviões para ajudar na retirada de seus diplomatas, fechou sua embaixada em Cabul e pediu a saída imediata de alemães que vivam no país. Segundo reportagem do jornal “Bild”, tradutores e colaboradores afegãos que atuaram com o governo de Berlim também serão retirados da capital. A Rússia não planeja retirar seus funcionários de sua embaixada em Cabul, enquanto os combatentes talibãs cercam a capital afegã, assegurou uma autoridade russa à agência Interfax. “ N e n h u m a evacuação está planejada”, declarou Zamir Kabulov, o enviado do Kremlin ao Afeganistão, destacando que estava “em contato direto” com o embaixador russo em Cabul, cujos colaboradores continuam a trabalhar na embaixada. A Rússia é um dos países que receberam garantias do Talibã quanto à segurança de suas embaixadas, disse Kabulov. A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) confirmou que continuará com sua presença diplomática em Cabul e oferecerá apoio para que o aeroporto da capital continue funcionando, segundo informações da agência de notícias Reuters. Neste domingo, entretanto, anunciou que todos os voos comerciais foram suspensos no aeroporto da capital afegã. “A Otan está constantemente avaliando os desenvolvimentos no Afeganistão”, disse um funcionário da entidade que não foi identificado.”A segurança de nosso pessoal é primordial e continuamos a ajustar conforme necessário. Apoiamos os esforços afegãos para encontrar uma solução política para o conflito, que agora é mais urgente do que nunca.” Em abril, o presidente Joe Biden havia anunciado que todos deixariam o Afeganistão até 11 de setembro deste ano. O Talibã avançou rapidamente depois de que a maior parte das forças lideradas pelos EUA deixaram o país em julho, e a chegada do grupo extremista a Cabul ocorre antes do previsto pelas autoridades norte- americanas. Segundo a agência de notícias Reuters, a estimativa dos serviços de inteligência norte- americanos era que o Talibã isolaria a capital em setembro, e que uma eventual tomada do poder ocorreria apenas novembro. Salvo-conduto para fuga S e g u n d o informações do jornal “The NewYork Times”, o Talibã afirmou em um comunicado estar em negociações com o governo, mas não vai tomar a capital afegã à força. Ainda de acordo com o jornal, o grupo extremista diz que o governo ainda não respondeu a esse comunicado. Depois do avanço relâmpago em direção à capital e maior cidade afegã, o grupo insurgente ordenou a seus combatentes que diminuam a violência e permitam a passagem segura de qualquer pessoa que queira deixar o país. O Talibã ainda sugeriu que mulheres se dirijam a áreas protegidas, declarou um líder do grupo em Doha, no Catar. “Não queremos que um único civil afegão inocente fique ferido ou seja morto enquanto tomamos o poder, mas não declaramos um cessar- fogo”, afirmou uma autoridade do Talibã, segundo a agência de notícias Reuters. No Vaticano, em seu discurso semanal, o Papa Francisco clamou por diálogo no Afeganistão para que cessem os conflitos, a fim de que a população afegã possa viver em paz, segurança e respeito mútuo. Escalada do Talibã Mais cedo, o Talibã havia tomado a cidade de Jalalabad, no leste do país, o que fez a capital Cabul ser a única das grandes cidades afegãs sob controle do governo. As autoridades informaram que a tomada de Jalalabad ocorreu sem confrontos e que a segurança das estradas que ligam o país ao Paquistão estava garantida.Anação vizinha reagiu e fechou a passagem de fronteira de Torkham. No sábado (14), o Talibã tomou Mazar-i- Sharif, principal cidade do norte afegão; e Pul-e- Alam, capital da província de Logar, a 70 quilômetros de Cabul. Na quinta-feira, já havia assumido o controle de Kandahar e Herat, segunda e terceira maiores cidades do país. Também no sábado, o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, garantiu que o combate contra o Talibã continuava. “A remobilização de nossas forças de segurança e defesa é nossa prioridade número um e medidas sérias estão sendo tomadas para esse fim”, disse Ghani, em um discurso. As ações do grupo insurgente, que vem controlando parte do país, ganhou força com a retirada das tropas americanas, há cerca de três semanas. Em julho, os americanos devolveram a base aérea de Bagram – principal instalação militar do país – ao governo afegão. Ainda há soldados em Cabul, que devem retornar aos EUA até o dia 11 de setembro. Fonte: G1
  • 4. Edição 448 Jornal Opção do Noroeste 20 de Agosto de 2021 04 Complete a Palavra Cruzada respondendo as Seguintes Questões Morre a professora e ex-secretária de educação Vera Lúcia Kezen Morreu nesta terça-feira (17/08) a professora e ex- secretária municipal de Educação e Cultura de Santo Antônio de Pádua, Vera Lúcia Kezen Camilo Jorge. Carinhosamente chamada de Dona Vera, ela dedicou mais de 50 anos de sua vida à Educação, “atuando como professora da educação infantil ao ensino superior, assim como a doçura, a justiça, a verdade com que guiou por tantos anos aqueles que hoje dão bons frutos em prol de nosso município” – destacou a Secretaria Municipal de Educação de Pádua em nota. Vera esteve por 12 anos à frente da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. Em julho de 2018, a docente publicou o livro “Por amor à Educação”, que fala sobre os inúmeros projetos, conquistas e prêmios; o trabalho em equipe, as parcerias e os desafios vivenciados na sua gestão. Ela também teve grande participação na fundação da Escola Municipal Viva e desde 2006 fazia parte da APLAC – Academia Paduana de Letras, Artes e Ciências. Ainda em nota, a Secretaria de Educação de Pádua afirmou que a marca deixada pela professora na rede municipal elevou os níveis educacionais do município de forma arrebatadora, com a execução de projetos importantes nas áreas educacional e cultural. “Quaisquer que sejam as palavras, não conseguirão expressar sua dedicação de mais de 50 anos, fica nosso eterno obrigado, nossa gratidão pelo legado que nos mostrou que o “dinheiro está chegando” para concretizar sonhos que fortaleçam o querer, o acreditar numa sociedade de oportunidades iguais. Que o mais importante é manter a garra, a vontade, a esperança. Se faltar tempo?! Encontramos de meia noite às duas. Afinal, Educação acima de tudo!” – publicou a Secretaria de Educação. Nas redes sociais, o Colégio Estadual Almirante Barão de Teffé, lamentou o falecimento da professora. “A Família Barão de Teffé manifesta o seu mais profundo pesar pelo falecimento da exprofessora e ex- secretária de Educação, Vera Lúcia Kézen Camilo Jorge, ocorrido hoje. Neste momento de tristeza e dor, solidarizamo-nos com todos os familiares e amigos que admiravam-na pela competência, profissionalismo e o valor que concedia ao ato de educar” – diz a publicação. Fonte: SF Notícias P O R T A R I A Nº.069/2021. LUIS CARLOS DA SILVA, Presidente da Câmara Municipal de SantoAntônio de Pádua, Estadodo Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais, etc... R E S O L V E: Art. 1º - NOMEAR, CINTIA MARTINS DA SILVA GONZAGA, como Responsável pelos Bens Almoxarifado da Câmara Municipal de SantoAntônio de Pádua – RJ, revogando as disposições em contrário. Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na presente data. Art. 3º - Afixe-se, publique-se e cumpra- se. Câmara Municipal de Santo Antônio de Pádua, 16 de Agosto de 2021.