SlideShare uma empresa Scribd logo
R$ 2,00
Atos Oficiais da
Câmara Municipal de
Pádua.
Comprometido
com a Verdade!
Suplemento Especial
Prefeitura Municipal
de Santo Antônio de
Pádua
Facebook: Jornal Opção do Noroeste Email:jornalopcaodonoroeste@gmail.com
Edição: 390 - 15 de Julho de 2020
Toda Semana
nas Bancas
Saiba mais na Página 03
O material é uma inovação tecnológica na Odontologia Brasileira. Iguais a esse material odontológico, só existem dois no
mundo. Ele foi adquirido pelo setor de Odontologia do nosso município, coordenado pela Dra Renata do Valle Brum, com
incansável apoio da Secretária de Saúde Evaléria Caetano e do prefeito Josias Quintal. Saiba mais na Página 06
Odontologia adquire cimento inovador para atendimentos de emergência
atendidas no Consultório Odontológico de Campanha de Pádua
Santo Antônio de Pádua confirma
585 pessoas infectadas pelo Covid-19
Governo estima inflação menor
neste ano e salário mínimo
deve subir menos em 2021
O INPC baseia a correção anual do salário mínimo pelo
governo. Se essa redução prevista pelo governo se confirmar, e
não houver mudança no cálculo, o reajuste para o salário mínimo
de 2021 também deve ser menor do que o estimado
anteriormente. Saiba mais na Página 04
Edição 390 Jornal Opção do Noroeste
15 de Julho de 2020
02
Procurador pede que Tribunal de Contas da União
proíba Bolsonaro de propagandear o uso da cloroquina
O subprocurador Lucas
Rocha Furtado, do Ministério
Público junto ao Tribunal de
Contas da União (TCU), pede
que o TCU obrigue o
presidente Jair Bolsonaro a
parar de “propagandear o uso
da cloroquina e da
hidroxicloroquina no trato da
Covid-19”.
Na ação, ele também pede
que Bolsonaro repare os
cofres do Estado “caso as
despesas com o seu
tratamento contra o novo
coronavírus esteja sendo
custeadas com recursos
públicos”.
O documento aponta que
não há comprovação
científica de que a droga seja
de fato eficaz no tratamento
à doença que já matou mais
de 72 mil brasileiros. O
presidente brasileiro é um dos
defensores do uso do
medicamento -após anunciar
que foi diagnosticado com a
moléstia, ele publicou vídeo
no qual tomava um
comprimido de cloroquina.
“A crua verdade é que a
massa de brasileiros, em
grande parte ignara e sem
instrução, não tem meios nem
condições de decidir pelos
adequados caminhos a trilhar
nesta horrível crise
pandêmica”, afirma o
documento assinado por
Rocha Furtado.
“Essa importante e crucial
tarefa cabe às autoridades
científicas e à OMS
[Organização Mundial da
Saúde], bem como aos
políticos e aos gestores
públicos que se alinhem às
diretrizes por elas
estabelecidas. Dessarte, é de se
deduzir que somente políticos
e gestores públicos mal-
intencionados ou
irresponsáveis agem de forma
a contrariar o norte apontado
pela comunidade científica e
pela OMS nesta pandemia”,
segue o documento.
Fonte: Yahoo Notícias
Edição 390
15 de Julho de 2020
Jornal Opção do Noroeste 03
03
E
A Secretaria
Municipal de Saúde de
SantoAntônio de Pádua,
no Noroeste Fluminense.
O município possui 585
casos confirmados do
novo coronavírus.
Segundo o boletim
divulgado na tarde desta
quarta-feira (15/07) pela
Secretaria Municipal de
Saúde, o município do
Noroeste Fluminense
possui ainda 411 casos
considerados suspeitos.
Trinta e quatro pessoas
estão em isolamento
hospitalar. Segundo o
boletim, 438 pessoas já
se recuperaram, ou seja,
não apresentam sinais ou
sintomas da doença e
testaram IgG, indicando
que há presença de
anticorpos produzidos
para combater o vírus.
Os casos confirmados
ativos estão distribuídos
pelos bairros: São Pedro
(3), Boa Nova (3),
Mangueirão (2), Santa
Afra (5), São José (1),
Gabri (4), Monte Líbano
(2), Farol (10),
Dezessete (16), Campo
Alegre (1), Cidade Nova
(26), Paraoquena (2),
Santa Cruz (3), Glória
(2), São Félix (3), Parque
das Águas (3), Tavares
(2), Beira Rio (2), São
Luiz (5), Aeroporto (1),
Cehab (4), Baltazar (1),
Fonseca (3), Centro (9),
Ferreira (5), Alphaville
(2), Mirante (1),
Alequicis (1), Chácara
(6), Monte Alegre (4),
Salgueiro (1), Gerador
(1), Marangatu (2),
Ibitiguaçu (1), Meia
Laranja (1) e Chalé (1).
Texto: Afonso Pena
Santo Antônio de Pádua confirma 565 pessoas infectadas pelo Covid-19
Agencia Nacional da Saúde derruba na Justiça liminar
que obriga convênios a cobrirem teste sorológico
A Agência Nacional de Saúde
Suplementar (ANS) conseguiu derrubar
na Justiça decisão liminar que obrigava
os planos de saúde a oferecer testes
sorológicos para o novo coronavírus.
Trata-se do teste que detecta a
presença dos anticorpos IgA, IgG ou IgM
no sangue do paciente, produzidos pelo
organismo após exposição ao vírus.
A decisão é assinada pelo
desembargador LeonardoAugusto Nunes
Coutinho, de Pernambuco, que acata
argumento da ANS de que não é possível
“fazer uso de testes, de forma paulatina e
segura, como auxílio no mapeamento de
pessoas infectadas”.
“Considera-se presente, também, o
risco de dano grave ou de difícil
reparação, consubstanciado nos prejuízos
advindos da incorporação – por decisão
liminar – de nova tecnologia como
mínima obrigatória em setor regulado,
sem que haja qualquer garantia de
efetividade/segurança de tais tecnologias
(testes), permitindo-se a aplicação deles
em larga escala, com risco à população
beneficiária de planos de saúde e, em
última análise, ao próprio funcionamento
do setor (saúde suplementar – empresas
de plano de saúde)”, diz a decisão.
Em nota à reportagem do G1, aANS
diz que, apesar da decisão judicial desta
terça, os planos de saúde continuam
obrigados a fornecer o exame sorológico.
“O tema será levado para discussão
da Diretoria Colegiada da ANS, que
avaliará a medida a ser tomada. Enquanto
isso, segue válida a Resolução Normativa
nº 458, que desde o dia 29/06 obrigou os
planos de saúde a oferecerem os exames
sorológicos”, diz a agência.
A ANS afirma ainda que avaliação
técnica sobre a inclusão dos testes
sorológicos no rol de coberturas
obrigatórias estava em curso antes mesmo
da obrigatoriedade definida no mês
passado e está prevista para terminar nos
próximos dias.
A ANS havia incluído o teste
sorológico na lista de coberturas
obrigatórias dos planos de saúde no fim
de junho, atendendo a uma decisão judicial
dada em Ação Civil Pública movida pela
Associação de Defesa dos Usuários de
Seguros, Planos e Sistemas de Saúde
(Aduseps), de Pernambuco.Aentidade vai
recorrer.
“A atitude da ANS em ingressar com
um Agravo de Instrumento para derrubar
a liminar é uma afronta, uma falta de
respeito aos consumidores que pagam
pelos seus planos e seguros de saúde”, diz
Renê Patriota, coordenadora executiva da
Aduseps. “AANS não considera o exame
importante, pois as operadoras que devem
pagar pelo procedimento da sorologia.
Enquanto isso, aAnvisa autoriza farmácias
e drogaria a vender testes sorológicos.”
A liminar permitia que o exame
sorológico fosse realizado sem custo extra,
contanto que houvesse requisição feita por
um médico. Para encaminhamento, o
paciente teria que ter apresentado sintomas
de quadro gripal ou síndrome respiratória.
A decisão também é temporária e será
encaminhada para o colegiado da Segunda
Turma do Tribunal Regional Federal da
5ª Região (TRF5), que analisa o recurso.
Testes sorológicos
Desde de março, os planos de saúde
são obrigados a cobrir o exame RT-PCR,
que identifica a presença do material
genético do vírus, com coleta de amostras
da garganta e do nariz. Mas o teste não
consegue detectar infecções em estágio
inicial ou depois da cura da doença.
Outros seis tipos de exame que
ajudam no acompanhamento dos pacientes
estão previstos legalmente, mas
reportagem do G1 relata dificuldade de
pacientes a terem acesso aos exames.
O teste sorológico é indicado para
pessoas que tiveram sintomas da doença
há mais de dez dias, pois a produção de
anticorpos no organismo leva alguns dias
para ser detectada pelo exame.
“Serve para inquérito sorológico, ou
seja, para monitorar a população e
identificar a porcentagem de pessoas que
já foi exposta ao vírus, e para testes
individuais”, explicou em entrevista
recente ao G1 o virologista José Eduardo
Levi, pesquisador do Instituto de Medicina
Tropical da USP e Gestor de Pesquisa e
Desenvolvimento da Dasa
Ainda que se siga o protocolo, o teste
é criticado por parte dos especialistas, pois
coletas realizadas antes do período
recomendado – ou muito depois – podem
causar diagnósticos de falso negativo.Até
a decisão de hoje, a cobertura era
obrigatória nos planos da categoria
ambulatorial, hospitalar e referência.
Quando houve a liberação, a
Federação Nacional de Saúde
Suplementar (FenaSaúde) disse que a
resolução seria cumprida pelas operadoras
associadas, conforme as diretrizes
estabelecidas pelo órgão regulador, mas
que considerava a incorporação
“inadequada”, pois os testes sorológicos
não têm a “acurácia do RT-PCR, exame
já coberto pelos planos de saúde”.
Fonte: G1
Edição 390 Jornal Opção do Noroeste
15 de Julho de 2020
04
Governo estima inflação menor neste ano e salário
m í n i m o d e v e s u b i r m e n o s e m 2 0 2 1
A Secretaria de Política Econômica
(SPE) do Ministério da
Economia informou nesta quarta-feira
(15) que reduziu para 2,09% a
estimativa de inflação de 2020 pelo
Índice Nacional de Preços ao
Consumidor (INPC).
O INPC baseia a correção anual do
salário mínimo pelo governo. Se essa
redução prevista pelo governo se
confirmar, e não houver mudança no
cálculo, o reajuste para o salário mínimo
de 2021 também deve ser menor do que
o estimado anteriormente.
A Lei de Diretrizes Orçamentárias
(LDO) previu um salário mínimo de R$
1.079 em 2021, considerando uma
variação para o INPC de 3,28% em
2020. Hoje, o salário base é de R$
1.045.
Se a nova previsão para o INPC
de 2,09% se confirmar neste ano, a
correção pelo INPC elevará o mínimo
para R$ 1.066,84 a partir de janeiro. O
valor é R$ 12,15 menor do que os R$
1.079 estimados em abril deste ano.
De acordo com informações do
Departamento Intersindical de
Estatística e Estudos Socioeconômicos
(Dieese), o salário mínimo serve de
referência para 49 milhões de
trabalhadores no Brasil.
O valor para o salário mínimo de
2021 pode sofrer novas alterações no
decorrer deste ano, com base nas
projeções de inflação para o ano de
2020 (utilizadas como parâmetro para
correção).
A Constituição determina que o
salário mínimo tem de ser corrigido, ao
menos, pela variação do Índice Nacional
de Preços ao Consumidor (INPC) do ano
anterior.
Sem aumento real
Na LDO enviada ao Congresso este
ano, está prevista a correção do salário
mínimo apenas pela inflação, com base
na estimativa do INPC. Se isso for
cumprido, não haverá “ganho real”, ou
seja, o poder de compra de quem recebe
salário mínimo permanecerá inalterado.
Esse formato já foi adotado neste
ano, quando a área econômica concedeu
reajuste somente com base na inflação
de 2019.
Com isso, o governo mudou a
política de aumentos reais (acima da
inflação) que vinha sendo implementada
nos últimos anos, proposta pela
presidente Dilma Rousseff e aprovada
pelo Congresso.
A política de reajustes pela inflação
e variação do PIB vigorou de 2011 a
2019, mas nem sempre o salário mínimo
subiu acima da inflação.
Em 2017 e 2018, por exemplo, foi
concedido o reajuste somente com base
na inflação porque o PIB dos anos
anteriores (2015 e 2016) teve retração.
Por isso, para cumprir a fórmula
proposta, somente a inflação serviu de
base para o aumento.
Impacto nas contas públicas
Ao conceder um reajuste menor
para o salário mínimo, o governo federal
também gasta menos. Isso porque os
benefícios previdenciários não podem
ser menores que o valor do mínimo.
De acordo com cálculos do
governo, a cada R$ 1 de aumento do
salário mínimo cria-se uma despesa em
2020 de aproximadamente R$ 355
milhões.
Assim, um reajuste R$ 12,15 menor
do salário mínimo em 2021
representaria uma queda de cerca de R$
4,3 bilhões nas despesas criadas para o
governo federal.
Fonte: G1
Edição 390
15 de Julho de 2020
Jornal Opção do Noroeste
Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua
d i s p o n i b i l i z a r e t i r a d a d o I P T U 2 0 2 0
ATENÇÃO senhores
contribuintes, a Prefeitura
Municipal de Santo
Antônio de Pádua informa
que já se encontram à
disposição os carnês de
IPTU, ISS, Alvará e Taxa
de Vigilância Sanitária do
ano de 2020, no site da
P r e f e i t u r a ;
www.santoantoniode
padua.rj.gov.br.
Os carnês também
poderão ser retirados na
Coordenadoria Municipal
da Receita situada na Rua
Nilo Peçanha 72, Bairro
Chácara, ao lado do
INEA, das 12h às 17h.
Colocamos também a
disposição da população o
APP Cidade Mob,
disponível para Android e
IOS (APP Store). Neste
aplicativo é possível ter
acesso aos Tributos
Municipais, pagando com
maior comodidade pelo
Internet Banking.
A cota única com 10%
de desconto e a primeira
parcela dos Tributos
Municipais vencerão no
dia 10/08/2020, e somente
poderão ser pagas nas
Agências da Caixa
Econômica Federal, nas
casas lotéricas ou nos
correspondentes - CAIXA
AQUI.
Proteja-se do COVID-
19, evite aglomerações.
Se possível, emita sua
guia dos Tributos
Municipais pela internet.
Lembre-se, tenha
sempre em mãos o carnê
do ano anterior para
agilizar seu atendimento.
Fonte: Ascom Pádua
05
Edição 390 Jornal Opção do Noroeste
15 de Julho de 2020
Odontologia adquire cimento inovador para atendimentos de emergência
atendidas no Consultório Odontológico de Campanha de Pádua
O material é uma
inovação tecnológica na
Odontologia Brasileira.
Iguais a esse material
odontológico, só existem dois
no mundo. Ele foi adquirido
pelo setor de Odontologia do
nosso município, coordenado
pela Dra Renata do Valle
Brum, com incansável apoio
da Secretária de Saúde
Evaléria Caetano e do
prefeito Josias Quintal, para
abastecer o Consultório
Odontológico de Campanha,
montado para atender apenas
emergências, no CIEP266,
nesse momento tão difícil
para todos nós. Durante a
pandemia de COVID-19, há
recomendações de todos os
órgãos reguladores da
odontologia, bem como da
ANVISA, para que a caneta
de alta rotação (aquele
motorzinho que apesar de
temido e barulhento, é um dos
principais instrumentos da
odontologia) não seja
utilizada, pois gera aerossóis
que são partículas de saliva,
água e miccroorganismos,
contaminando o ambiente.
Este novo cimento,
dispensa a utilização da caneta
de alta rotação e muitas vezes,
da própria anestesia, tornando
o atendimento indolor e
seguro. Indicado para a
maioria dos atendimentos de
urgência odontológica, tem
um alto índice de sucesso,
salvando dentes antes
condenados e protegendo os
pacientes da contaminação por
COVID 19.
Em tempos difíceis para os
nossos pacientes, que tiveram
seus tratamentos suspensos,
por conta da pandemia, a
aquisição deste material traz
segurança e alto índice de
sucesso, pois, na maioria dos
casos de dor, ele cura e salva
o elemento dentário.
Fonte: Ascom Pádua
06

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EDIÇÃO 325
EDIÇÃO 325EDIÇÃO 325
EDIÇÃO 325
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 381 DE 13 DE MAIO DE 2020
EDIÇÃO 381 DE 13 DE MAIO DE 2020EDIÇÃO 381 DE 13 DE MAIO DE 2020
EDIÇÃO 381 DE 13 DE MAIO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 367 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2020
EDIÇÃO 367 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2020EDIÇÃO 367 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2020
EDIÇÃO 367 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 393 DE 05 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 393 DE 05 DE AGOSTO DE 2020EDIÇÃO 393 DE 05 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 393 DE 05 DE AGOSTO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 377 DE 15 DE ABRIL
EDIÇÃO 377 DE 15 DE ABRILEDIÇÃO 377 DE 15 DE ABRIL
EDIÇÃO 377 DE 15 DE ABRIL
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020 EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 395 DE 19 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 395 DE 19 DE AGOSTO DE 2020EDIÇÃO 395 DE 19 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 395 DE 19 DE AGOSTO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 329
EDIÇÃO 329EDIÇÃO 329
EDIÇÃO 329
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 408 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 408 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2020EDIÇÃO 408 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 408 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 370 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2020
EDIÇÃO 370 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2020EDIÇÃO 370 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2020
EDIÇÃO 370 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 384 DE 04 DE JUNHO DE 2020
EDIÇÃO 384 DE 04 DE JUNHO DE 2020EDIÇÃO 384 DE 04 DE JUNHO DE 2020
EDIÇÃO 384 DE 04 DE JUNHO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 383 DE 27 DE MAIO DE 2020
EDIÇÃO 383 DE 27 DE MAIO DE 2020EDIÇÃO 383 DE 27 DE MAIO DE 2020
EDIÇÃO 383 DE 27 DE MAIO DE 2020
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 

Mais procurados (20)

EDIÇÃO 325
EDIÇÃO 325EDIÇÃO 325
EDIÇÃO 325
 
EDIÇÃO 381 DE 13 DE MAIO DE 2020
EDIÇÃO 381 DE 13 DE MAIO DE 2020EDIÇÃO 381 DE 13 DE MAIO DE 2020
EDIÇÃO 381 DE 13 DE MAIO DE 2020
 
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
EDIÇÃO NOTÍCIAS 289
 
EDIÇÃO 367 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2020
EDIÇÃO 367 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2020EDIÇÃO 367 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2020
EDIÇÃO 367 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2020
 
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 427 DE 26 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
EDIÇÃO 419 DE 27 DE JANEIRO DE 2021
 
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021 EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 426 DE 19 DE MARÇO DE 2021
 
EDIÇÃO 393 DE 05 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 393 DE 05 DE AGOSTO DE 2020EDIÇÃO 393 DE 05 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 393 DE 05 DE AGOSTO DE 2020
 
EDIÇÃO 377 DE 15 DE ABRIL
EDIÇÃO 377 DE 15 DE ABRILEDIÇÃO 377 DE 15 DE ABRIL
EDIÇÃO 377 DE 15 DE ABRIL
 
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020 EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 389 DE 08 DE JULHO DE 2020
 
EDIÇÃO 395 DE 19 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 395 DE 19 DE AGOSTO DE 2020EDIÇÃO 395 DE 19 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 395 DE 19 DE AGOSTO DE 2020
 
EDIÇÃO 329
EDIÇÃO 329EDIÇÃO 329
EDIÇÃO 329
 
EDIÇÃO 408 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 408 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2020EDIÇÃO 408 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 408 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2020
 
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
EDIÇÃO 399 DE 16 DE SETEMBRO DE 2020
 
EDIÇÃO 370 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2020
EDIÇÃO 370 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2020EDIÇÃO 370 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2020
EDIÇÃO 370 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2020
 
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
EDIÇÃO 394 DE 12 DE AGOSTO DE 2020
 
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
EDIÇÃO 375 DE 01 DE ABRIL DE 2020
 
EDIÇÃO 384 DE 04 DE JUNHO DE 2020
EDIÇÃO 384 DE 04 DE JUNHO DE 2020EDIÇÃO 384 DE 04 DE JUNHO DE 2020
EDIÇÃO 384 DE 04 DE JUNHO DE 2020
 
EDIÇÃO 383 DE 27 DE MAIO DE 2020
EDIÇÃO 383 DE 27 DE MAIO DE 2020EDIÇÃO 383 DE 27 DE MAIO DE 2020
EDIÇÃO 383 DE 27 DE MAIO DE 2020
 
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
 

Semelhante a EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020

ATUALIDADES 26-8.pptx
ATUALIDADES 26-8.pptxATUALIDADES 26-8.pptx
ATUALIDADES 26-8.pptx
Marsellus Cardousous
 
Quarentena
QuarentenaQuarentena
Quarentena
Luiz Carlos Azenha
 
Cpi
CpiCpi
Resposta do Estado à recomendação
Resposta do Estado à recomendaçãoResposta do Estado à recomendação
Resposta do Estado à recomendação
Ministério Público de Santa Catarina
 
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel LisbôaQuimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Oncoguia
 
Conheça o plano de vacinação contra a covid-19 lançado pelo governo federal n...
Conheça o plano de vacinação contra a covid-19 lançado pelo governo federal n...Conheça o plano de vacinação contra a covid-19 lançado pelo governo federal n...
Conheça o plano de vacinação contra a covid-19 lançado pelo governo federal n...
Jornal do Commercio
 
EDIÇÃO 392 DE 29 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 392 DE 29 DE JULHO DE 2020EDIÇÃO 392 DE 29 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 392 DE 29 DE JULHO DE 2020
Afonso Pena
 
De que forma o legislativo pode ajudar? - Dep. Carmen Zanotto
De que forma o legislativo pode ajudar? - Dep. Carmen ZanottoDe que forma o legislativo pode ajudar? - Dep. Carmen Zanotto
De que forma o legislativo pode ajudar? - Dep. Carmen Zanotto
Oncoguia
 
Sp Prepara Regra Para Cobrar Planos De Saude Binder
Sp Prepara Regra Para Cobrar Planos De Saude BinderSp Prepara Regra Para Cobrar Planos De Saude Binder
Sp Prepara Regra Para Cobrar Planos De Saude Binder
IBGC Chapter Parana
 
Setemi News
Setemi NewsSetemi News
Setemi News
Setemi News
 
Experiências NE – PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE ÀS EMERGÊNCIAS...
Experiências NE – PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE ÀS EMERGÊNCIAS...Experiências NE – PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE ÀS EMERGÊNCIAS...
Experiências NE – PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE ÀS EMERGÊNCIAS...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Novo teste confirma_aids_em_20_minutos
Novo teste confirma_aids_em_20_minutosNovo teste confirma_aids_em_20_minutos
Novo teste confirma_aids_em_20_minutos
Ministério da Saúde
 
Lewandowski confirma validade do programa mais médicos íntegra da decisão
Lewandowski confirma validade do programa mais médicos íntegra da decisãoLewandowski confirma validade do programa mais médicos íntegra da decisão
Lewandowski confirma validade do programa mais médicos íntegra da decisão
José Ripardo
 
Agenda
AgendaAgenda
Avaliação do programa mais médicos do governo do brasil
Avaliação do programa mais médicos do governo do brasilAvaliação do programa mais médicos do governo do brasil
Avaliação do programa mais médicos do governo do brasil
Fernando Alcoforado
 
Retomada da Produção Nacional de Insulina
Retomada da Produção Nacional de InsulinaRetomada da Produção Nacional de Insulina
Retomada da Produção Nacional de Insulina
Ministério da Saúde
 
Apresentação do ministro da Saúde sobre a retomada da produção nacional de in...
Apresentação do ministro da Saúde sobre a retomada da produção nacional de in...Apresentação do ministro da Saúde sobre a retomada da produção nacional de in...
Apresentação do ministro da Saúde sobre a retomada da produção nacional de in...
Palácio do Planalto
 
Judicialização no Ministério da Saúde
Judicialização no Ministério da SaúdeJudicialização no Ministério da Saúde
Judicialização no Ministério da Saúde
REBRATSoficial
 
Relatório Anual da Saúde 2013
Relatório Anual da Saúde 2013Relatório Anual da Saúde 2013
Relatório Anual da Saúde 2013
Governo de Santa Catarina
 
Consensus03 JORNAL DOS CONSELHOS DE SAUDE
Consensus03 JORNAL DOS CONSELHOS DE SAUDEConsensus03 JORNAL DOS CONSELHOS DE SAUDE
Consensus03 JORNAL DOS CONSELHOS DE SAUDE
eneasc
 

Semelhante a EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020 (20)

ATUALIDADES 26-8.pptx
ATUALIDADES 26-8.pptxATUALIDADES 26-8.pptx
ATUALIDADES 26-8.pptx
 
Quarentena
QuarentenaQuarentena
Quarentena
 
Cpi
CpiCpi
Cpi
 
Resposta do Estado à recomendação
Resposta do Estado à recomendaçãoResposta do Estado à recomendação
Resposta do Estado à recomendação
 
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel LisbôaQuimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
Quimioterapia oral: Como estamos? - Raquel Lisbôa
 
Conheça o plano de vacinação contra a covid-19 lançado pelo governo federal n...
Conheça o plano de vacinação contra a covid-19 lançado pelo governo federal n...Conheça o plano de vacinação contra a covid-19 lançado pelo governo federal n...
Conheça o plano de vacinação contra a covid-19 lançado pelo governo federal n...
 
EDIÇÃO 392 DE 29 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 392 DE 29 DE JULHO DE 2020EDIÇÃO 392 DE 29 DE JULHO DE 2020
EDIÇÃO 392 DE 29 DE JULHO DE 2020
 
De que forma o legislativo pode ajudar? - Dep. Carmen Zanotto
De que forma o legislativo pode ajudar? - Dep. Carmen ZanottoDe que forma o legislativo pode ajudar? - Dep. Carmen Zanotto
De que forma o legislativo pode ajudar? - Dep. Carmen Zanotto
 
Sp Prepara Regra Para Cobrar Planos De Saude Binder
Sp Prepara Regra Para Cobrar Planos De Saude BinderSp Prepara Regra Para Cobrar Planos De Saude Binder
Sp Prepara Regra Para Cobrar Planos De Saude Binder
 
Setemi News
Setemi NewsSetemi News
Setemi News
 
Experiências NE – PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE ÀS EMERGÊNCIAS...
Experiências NE – PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE ÀS EMERGÊNCIAS...Experiências NE – PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE ÀS EMERGÊNCIAS...
Experiências NE – PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE ÀS EMERGÊNCIAS...
 
Novo teste confirma_aids_em_20_minutos
Novo teste confirma_aids_em_20_minutosNovo teste confirma_aids_em_20_minutos
Novo teste confirma_aids_em_20_minutos
 
Lewandowski confirma validade do programa mais médicos íntegra da decisão
Lewandowski confirma validade do programa mais médicos íntegra da decisãoLewandowski confirma validade do programa mais médicos íntegra da decisão
Lewandowski confirma validade do programa mais médicos íntegra da decisão
 
Agenda
AgendaAgenda
Agenda
 
Avaliação do programa mais médicos do governo do brasil
Avaliação do programa mais médicos do governo do brasilAvaliação do programa mais médicos do governo do brasil
Avaliação do programa mais médicos do governo do brasil
 
Retomada da Produção Nacional de Insulina
Retomada da Produção Nacional de InsulinaRetomada da Produção Nacional de Insulina
Retomada da Produção Nacional de Insulina
 
Apresentação do ministro da Saúde sobre a retomada da produção nacional de in...
Apresentação do ministro da Saúde sobre a retomada da produção nacional de in...Apresentação do ministro da Saúde sobre a retomada da produção nacional de in...
Apresentação do ministro da Saúde sobre a retomada da produção nacional de in...
 
Judicialização no Ministério da Saúde
Judicialização no Ministério da SaúdeJudicialização no Ministério da Saúde
Judicialização no Ministério da Saúde
 
Relatório Anual da Saúde 2013
Relatório Anual da Saúde 2013Relatório Anual da Saúde 2013
Relatório Anual da Saúde 2013
 
Consensus03 JORNAL DOS CONSELHOS DE SAUDE
Consensus03 JORNAL DOS CONSELHOS DE SAUDEConsensus03 JORNAL DOS CONSELHOS DE SAUDE
Consensus03 JORNAL DOS CONSELHOS DE SAUDE
 

Mais de Afonso Pena

EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021 EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
Afonso Pena
 

Mais de Afonso Pena (20)

EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
EDIÇÃO 450 DE 03 DE SETEMBRO DE 2021
 
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 449 DE 27 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 448 DE 20 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 447 DE 13 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
EDIÇÃO 446 DE 06 DE AGOSTO DE 2021
 
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 445 DE 28 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 444 DE 23 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 443 DE 16 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 439 DE 16 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 438 DE 11 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
EDIÇÃO 437 DE 04 DE JUNHO DE 2021
 
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021 EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 435 DE 21 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 434 DE 14 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
EDIÇÃO 433 DE 07 DE MAIO DE 2021
 
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021 EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 432 DE 30 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 431 DE 26 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 430 DE 16 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
EDIÇÃO 429 DE 09 DE ABRIL DE 2021
 
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
EDIÇÃO 428 DE 31 DE MARÇO DE 2021
 

EDIÇÃO 390 DE 15 DE JULHO DE 2020

  • 1. R$ 2,00 Atos Oficiais da Câmara Municipal de Pádua. Comprometido com a Verdade! Suplemento Especial Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua Facebook: Jornal Opção do Noroeste Email:jornalopcaodonoroeste@gmail.com Edição: 390 - 15 de Julho de 2020 Toda Semana nas Bancas Saiba mais na Página 03 O material é uma inovação tecnológica na Odontologia Brasileira. Iguais a esse material odontológico, só existem dois no mundo. Ele foi adquirido pelo setor de Odontologia do nosso município, coordenado pela Dra Renata do Valle Brum, com incansável apoio da Secretária de Saúde Evaléria Caetano e do prefeito Josias Quintal. Saiba mais na Página 06 Odontologia adquire cimento inovador para atendimentos de emergência atendidas no Consultório Odontológico de Campanha de Pádua Santo Antônio de Pádua confirma 585 pessoas infectadas pelo Covid-19 Governo estima inflação menor neste ano e salário mínimo deve subir menos em 2021 O INPC baseia a correção anual do salário mínimo pelo governo. Se essa redução prevista pelo governo se confirmar, e não houver mudança no cálculo, o reajuste para o salário mínimo de 2021 também deve ser menor do que o estimado anteriormente. Saiba mais na Página 04
  • 2. Edição 390 Jornal Opção do Noroeste 15 de Julho de 2020 02 Procurador pede que Tribunal de Contas da União proíba Bolsonaro de propagandear o uso da cloroquina O subprocurador Lucas Rocha Furtado, do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), pede que o TCU obrigue o presidente Jair Bolsonaro a parar de “propagandear o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina no trato da Covid-19”. Na ação, ele também pede que Bolsonaro repare os cofres do Estado “caso as despesas com o seu tratamento contra o novo coronavírus esteja sendo custeadas com recursos públicos”. O documento aponta que não há comprovação científica de que a droga seja de fato eficaz no tratamento à doença que já matou mais de 72 mil brasileiros. O presidente brasileiro é um dos defensores do uso do medicamento -após anunciar que foi diagnosticado com a moléstia, ele publicou vídeo no qual tomava um comprimido de cloroquina. “A crua verdade é que a massa de brasileiros, em grande parte ignara e sem instrução, não tem meios nem condições de decidir pelos adequados caminhos a trilhar nesta horrível crise pandêmica”, afirma o documento assinado por Rocha Furtado. “Essa importante e crucial tarefa cabe às autoridades científicas e à OMS [Organização Mundial da Saúde], bem como aos políticos e aos gestores públicos que se alinhem às diretrizes por elas estabelecidas. Dessarte, é de se deduzir que somente políticos e gestores públicos mal- intencionados ou irresponsáveis agem de forma a contrariar o norte apontado pela comunidade científica e pela OMS nesta pandemia”, segue o documento. Fonte: Yahoo Notícias
  • 3. Edição 390 15 de Julho de 2020 Jornal Opção do Noroeste 03 03 E A Secretaria Municipal de Saúde de SantoAntônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. O município possui 585 casos confirmados do novo coronavírus. Segundo o boletim divulgado na tarde desta quarta-feira (15/07) pela Secretaria Municipal de Saúde, o município do Noroeste Fluminense possui ainda 411 casos considerados suspeitos. Trinta e quatro pessoas estão em isolamento hospitalar. Segundo o boletim, 438 pessoas já se recuperaram, ou seja, não apresentam sinais ou sintomas da doença e testaram IgG, indicando que há presença de anticorpos produzidos para combater o vírus. Os casos confirmados ativos estão distribuídos pelos bairros: São Pedro (3), Boa Nova (3), Mangueirão (2), Santa Afra (5), São José (1), Gabri (4), Monte Líbano (2), Farol (10), Dezessete (16), Campo Alegre (1), Cidade Nova (26), Paraoquena (2), Santa Cruz (3), Glória (2), São Félix (3), Parque das Águas (3), Tavares (2), Beira Rio (2), São Luiz (5), Aeroporto (1), Cehab (4), Baltazar (1), Fonseca (3), Centro (9), Ferreira (5), Alphaville (2), Mirante (1), Alequicis (1), Chácara (6), Monte Alegre (4), Salgueiro (1), Gerador (1), Marangatu (2), Ibitiguaçu (1), Meia Laranja (1) e Chalé (1). Texto: Afonso Pena Santo Antônio de Pádua confirma 565 pessoas infectadas pelo Covid-19 Agencia Nacional da Saúde derruba na Justiça liminar que obriga convênios a cobrirem teste sorológico A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) conseguiu derrubar na Justiça decisão liminar que obrigava os planos de saúde a oferecer testes sorológicos para o novo coronavírus. Trata-se do teste que detecta a presença dos anticorpos IgA, IgG ou IgM no sangue do paciente, produzidos pelo organismo após exposição ao vírus. A decisão é assinada pelo desembargador LeonardoAugusto Nunes Coutinho, de Pernambuco, que acata argumento da ANS de que não é possível “fazer uso de testes, de forma paulatina e segura, como auxílio no mapeamento de pessoas infectadas”. “Considera-se presente, também, o risco de dano grave ou de difícil reparação, consubstanciado nos prejuízos advindos da incorporação – por decisão liminar – de nova tecnologia como mínima obrigatória em setor regulado, sem que haja qualquer garantia de efetividade/segurança de tais tecnologias (testes), permitindo-se a aplicação deles em larga escala, com risco à população beneficiária de planos de saúde e, em última análise, ao próprio funcionamento do setor (saúde suplementar – empresas de plano de saúde)”, diz a decisão. Em nota à reportagem do G1, aANS diz que, apesar da decisão judicial desta terça, os planos de saúde continuam obrigados a fornecer o exame sorológico. “O tema será levado para discussão da Diretoria Colegiada da ANS, que avaliará a medida a ser tomada. Enquanto isso, segue válida a Resolução Normativa nº 458, que desde o dia 29/06 obrigou os planos de saúde a oferecerem os exames sorológicos”, diz a agência. A ANS afirma ainda que avaliação técnica sobre a inclusão dos testes sorológicos no rol de coberturas obrigatórias estava em curso antes mesmo da obrigatoriedade definida no mês passado e está prevista para terminar nos próximos dias. A ANS havia incluído o teste sorológico na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde no fim de junho, atendendo a uma decisão judicial dada em Ação Civil Pública movida pela Associação de Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistemas de Saúde (Aduseps), de Pernambuco.Aentidade vai recorrer. “A atitude da ANS em ingressar com um Agravo de Instrumento para derrubar a liminar é uma afronta, uma falta de respeito aos consumidores que pagam pelos seus planos e seguros de saúde”, diz Renê Patriota, coordenadora executiva da Aduseps. “AANS não considera o exame importante, pois as operadoras que devem pagar pelo procedimento da sorologia. Enquanto isso, aAnvisa autoriza farmácias e drogaria a vender testes sorológicos.” A liminar permitia que o exame sorológico fosse realizado sem custo extra, contanto que houvesse requisição feita por um médico. Para encaminhamento, o paciente teria que ter apresentado sintomas de quadro gripal ou síndrome respiratória. A decisão também é temporária e será encaminhada para o colegiado da Segunda Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), que analisa o recurso. Testes sorológicos Desde de março, os planos de saúde são obrigados a cobrir o exame RT-PCR, que identifica a presença do material genético do vírus, com coleta de amostras da garganta e do nariz. Mas o teste não consegue detectar infecções em estágio inicial ou depois da cura da doença. Outros seis tipos de exame que ajudam no acompanhamento dos pacientes estão previstos legalmente, mas reportagem do G1 relata dificuldade de pacientes a terem acesso aos exames. O teste sorológico é indicado para pessoas que tiveram sintomas da doença há mais de dez dias, pois a produção de anticorpos no organismo leva alguns dias para ser detectada pelo exame. “Serve para inquérito sorológico, ou seja, para monitorar a população e identificar a porcentagem de pessoas que já foi exposta ao vírus, e para testes individuais”, explicou em entrevista recente ao G1 o virologista José Eduardo Levi, pesquisador do Instituto de Medicina Tropical da USP e Gestor de Pesquisa e Desenvolvimento da Dasa Ainda que se siga o protocolo, o teste é criticado por parte dos especialistas, pois coletas realizadas antes do período recomendado – ou muito depois – podem causar diagnósticos de falso negativo.Até a decisão de hoje, a cobertura era obrigatória nos planos da categoria ambulatorial, hospitalar e referência. Quando houve a liberação, a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) disse que a resolução seria cumprida pelas operadoras associadas, conforme as diretrizes estabelecidas pelo órgão regulador, mas que considerava a incorporação “inadequada”, pois os testes sorológicos não têm a “acurácia do RT-PCR, exame já coberto pelos planos de saúde”. Fonte: G1
  • 4. Edição 390 Jornal Opção do Noroeste 15 de Julho de 2020 04 Governo estima inflação menor neste ano e salário m í n i m o d e v e s u b i r m e n o s e m 2 0 2 1 A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia informou nesta quarta-feira (15) que reduziu para 2,09% a estimativa de inflação de 2020 pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O INPC baseia a correção anual do salário mínimo pelo governo. Se essa redução prevista pelo governo se confirmar, e não houver mudança no cálculo, o reajuste para o salário mínimo de 2021 também deve ser menor do que o estimado anteriormente. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) previu um salário mínimo de R$ 1.079 em 2021, considerando uma variação para o INPC de 3,28% em 2020. Hoje, o salário base é de R$ 1.045. Se a nova previsão para o INPC de 2,09% se confirmar neste ano, a correção pelo INPC elevará o mínimo para R$ 1.066,84 a partir de janeiro. O valor é R$ 12,15 menor do que os R$ 1.079 estimados em abril deste ano. De acordo com informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo serve de referência para 49 milhões de trabalhadores no Brasil. O valor para o salário mínimo de 2021 pode sofrer novas alterações no decorrer deste ano, com base nas projeções de inflação para o ano de 2020 (utilizadas como parâmetro para correção). A Constituição determina que o salário mínimo tem de ser corrigido, ao menos, pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior. Sem aumento real Na LDO enviada ao Congresso este ano, está prevista a correção do salário mínimo apenas pela inflação, com base na estimativa do INPC. Se isso for cumprido, não haverá “ganho real”, ou seja, o poder de compra de quem recebe salário mínimo permanecerá inalterado. Esse formato já foi adotado neste ano, quando a área econômica concedeu reajuste somente com base na inflação de 2019. Com isso, o governo mudou a política de aumentos reais (acima da inflação) que vinha sendo implementada nos últimos anos, proposta pela presidente Dilma Rousseff e aprovada pelo Congresso. A política de reajustes pela inflação e variação do PIB vigorou de 2011 a 2019, mas nem sempre o salário mínimo subiu acima da inflação. Em 2017 e 2018, por exemplo, foi concedido o reajuste somente com base na inflação porque o PIB dos anos anteriores (2015 e 2016) teve retração. Por isso, para cumprir a fórmula proposta, somente a inflação serviu de base para o aumento. Impacto nas contas públicas Ao conceder um reajuste menor para o salário mínimo, o governo federal também gasta menos. Isso porque os benefícios previdenciários não podem ser menores que o valor do mínimo. De acordo com cálculos do governo, a cada R$ 1 de aumento do salário mínimo cria-se uma despesa em 2020 de aproximadamente R$ 355 milhões. Assim, um reajuste R$ 12,15 menor do salário mínimo em 2021 representaria uma queda de cerca de R$ 4,3 bilhões nas despesas criadas para o governo federal. Fonte: G1
  • 5. Edição 390 15 de Julho de 2020 Jornal Opção do Noroeste Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua d i s p o n i b i l i z a r e t i r a d a d o I P T U 2 0 2 0 ATENÇÃO senhores contribuintes, a Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua informa que já se encontram à disposição os carnês de IPTU, ISS, Alvará e Taxa de Vigilância Sanitária do ano de 2020, no site da P r e f e i t u r a ; www.santoantoniode padua.rj.gov.br. Os carnês também poderão ser retirados na Coordenadoria Municipal da Receita situada na Rua Nilo Peçanha 72, Bairro Chácara, ao lado do INEA, das 12h às 17h. Colocamos também a disposição da população o APP Cidade Mob, disponível para Android e IOS (APP Store). Neste aplicativo é possível ter acesso aos Tributos Municipais, pagando com maior comodidade pelo Internet Banking. A cota única com 10% de desconto e a primeira parcela dos Tributos Municipais vencerão no dia 10/08/2020, e somente poderão ser pagas nas Agências da Caixa Econômica Federal, nas casas lotéricas ou nos correspondentes - CAIXA AQUI. Proteja-se do COVID- 19, evite aglomerações. Se possível, emita sua guia dos Tributos Municipais pela internet. Lembre-se, tenha sempre em mãos o carnê do ano anterior para agilizar seu atendimento. Fonte: Ascom Pádua 05
  • 6. Edição 390 Jornal Opção do Noroeste 15 de Julho de 2020 Odontologia adquire cimento inovador para atendimentos de emergência atendidas no Consultório Odontológico de Campanha de Pádua O material é uma inovação tecnológica na Odontologia Brasileira. Iguais a esse material odontológico, só existem dois no mundo. Ele foi adquirido pelo setor de Odontologia do nosso município, coordenado pela Dra Renata do Valle Brum, com incansável apoio da Secretária de Saúde Evaléria Caetano e do prefeito Josias Quintal, para abastecer o Consultório Odontológico de Campanha, montado para atender apenas emergências, no CIEP266, nesse momento tão difícil para todos nós. Durante a pandemia de COVID-19, há recomendações de todos os órgãos reguladores da odontologia, bem como da ANVISA, para que a caneta de alta rotação (aquele motorzinho que apesar de temido e barulhento, é um dos principais instrumentos da odontologia) não seja utilizada, pois gera aerossóis que são partículas de saliva, água e miccroorganismos, contaminando o ambiente. Este novo cimento, dispensa a utilização da caneta de alta rotação e muitas vezes, da própria anestesia, tornando o atendimento indolor e seguro. Indicado para a maioria dos atendimentos de urgência odontológica, tem um alto índice de sucesso, salvando dentes antes condenados e protegendo os pacientes da contaminação por COVID 19. Em tempos difíceis para os nossos pacientes, que tiveram seus tratamentos suspensos, por conta da pandemia, a aquisição deste material traz segurança e alto índice de sucesso, pois, na maioria dos casos de dor, ele cura e salva o elemento dentário. Fonte: Ascom Pádua 06