SlideShare uma empresa Scribd logo
Dinâmica interna e
externa do relevo
   geocontexto.blogspot.com
A crosta terrestre se encontra em
constante modificação
Forças internas (agentes endógenos)
 Tectonismo
 Vulcanismo
 Terremotos
Forças externas (agentes exógenos)
 Erosão
 Clima
 Tempo
 Estrutura da rocha
Tectonismo ou diastrofismo
  Forças que atuam de forma lenta e prolongada na superfície


Orogênese
Movimento tectônico que ocorre de forma
horizontal, e pode ter duas configurações:
convergente, quando duas placas se chocam; e
divergente, quando duas placas se afastam.




Epirogênese
Movimentos tectônicos no sentido vertical. Caso
esse movimento seja para cima, recebe o nome
de soerguimento e para baixo, subsidência.
Vulcanismo
Atividade de expulsão do material magmático
Ilhas oceânicas, de SP até o RS (terra roxa)
Maior parte do vulcões (80%) está concentrada no
círculo de fogo do pacífico
Gêiser
Jatos intermitentes e periódicos de água e de vapor de água a
elevadas temperaturas
Da camada freática que se localiza próxima da bolsa
magmática
Abalos sísmicos
Provocados pela
acomodação de
camadas,
vulcanismo e
principalmente pela
movimentação
tectônica
Acomodação de camadas
Desmoronamentos internos podem provocados
pela dissolução de rochas, circulação de água
subterrânea, acomodação de sedimentos
compactados, regiões de construções de
hidrelétricas
MG, RJ, RN, CE

Vulcanismo
Ao liberar enorme quantidade de energia por
meio de erupções, podem provocar violentos
tremores
Tectônica de placas
Movimento convergentes, divergentes e
transformantes
AGENTES EXTERNOS (EXÓGENOS)

Intemperismo ou Meteorização
Processo pelo qual as rochas são desgastadas, influenciados:
 Clima
Variação de temperatura, distribuição de chuva determina a
velocidade do intemperismo
 Relevo
Inclinação do relevo pode favorecer ou não a penetração de água
 Constituição mineralógica
Tipo de rocha
 Estrutura da rocha
Poros e fraturas que podem permitir uma maior percolação das
soluções
 Tempo
Velocidade com a qual a rocha intemperiza
Intemperismo químico ou
decomposição
Quebra da estrutura química dos minerais que compõem a
rocha
Climas quentes e úmidos
A água provoca uma reação química nas rochas
Minerais são quimicamente alterados ou dissolvidos
Intemperismo físico ou
desintegração mecânica
Rocha fragmentada por processo mecânico, não altera sua constituição
química
Climas quentes e secos ou frios e secos
Rochas em áreas áridas dilatam e contraem durante o dia
Gera desintegração
Intemperismo
biológico
Ação dos seres vivos
Atreladas ao
intemperismo físico e
químico
Bactérias e algas que
adentram fraturas
presentes na rocha
produzem ácidos que
desgastam a rocha
Raízes também
desgastam as rochas
EROSÃO
Fenômeno de desgaste da superfície do solo que modifica
suas formas
Pode ser natural ou antrópico
Desmatamento, plantio de monoculturas, retirada de cobertura
vegetal de áreas de encostas...
Processo erosivo engloba três etapas:
Desgaste
Retirada dos materiais de rochas preexistentes
Transporte
Arrastamento dos materiais arrancados, recebem o
nome de sedimentos
Acumulação
Deposição dos materiais transportados em áreas de
baixas altitudes
EROSÃO HÍDRICA
subdividida
Erosão fluvial
Rios escavam os leitos, ao longo de seu curso,
os rios formam vales, destroem rochas,
transportam sedimentos
Erosão pluvial
Retirada e transporte de material da superfície pelas águas da
chuva
Subdivide:
Erosão laminar
Agua corre uniformemente pela superfície,
transportando partículas
Forma amena de erosão e causa prejuízo nas
atividades agrícolas, coloração mais clara do solo
Assoreia rios
Erosão de ravinamento
Concentração do escoamento
superficial, processo que marca a
degradação do solo iniciada pela
erosão laminar gerando as ravinas,
Voçoroca
Estagio avançado de
degradação dos solos,
ocorrem em regiões de
encostas
Pode ser formado por
processos erosivos
superficiais e subperficiais
Erosão marinha
Movimento constante das ondas, provoca a abrasão dos
paredões rochosos do litoral
Forma falésias
Erosão marinha
Transporte e a acumulação de sedimentos pela ação das águas do mar
formam as praias (deposito de areia ou cascalho)
Erosão glacial ou glaciária
Degelo executa um processo erosivo de transporte e
acumulação de sedimentos
Formam vales profundos em forma de U ou V
Erosão eólica
Provocada pela ação do vento pode ocorrer:
Destruição
Vento retira e transporte as partículas mais finas das rochas e,
ao lançá-la, com violência, contra outras rochas, acaba
escavando-as, em um trabalho denominado corrasão ou
abrasão eólica
Acumulação
Deposito de materiais
Dá origem a formas de relevo, esculpe arcos naturais ou
forma desertos pedregosos
Resulta as dunas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
João José Ferreira Tojal
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
Suely Takahashi
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
Luciano Pessanha
 
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
ProfMario De Mori
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
moajr2
 
Atmosfera terrestre - Geografia
Atmosfera terrestre - GeografiaAtmosfera terrestre - Geografia
Atmosfera terrestre - Geografia
Positivo e Sesi
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Jones Godinho
 
Dinâmica interna e externa do relevo
Dinâmica interna e externa do relevoDinâmica interna e externa do relevo
Dinâmica interna e externa do relevo
João José Ferreira Tojal
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
Sérgio Luiz
 
Clima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetaisClima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetais
Prof.Paulo/geografia
 
Deriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placasDeriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placas
Cláudia Moura
 
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosAtmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Professor
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
Prof.Paulo/geografia
 
Formação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevoFormação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevo
Prof. Francesco Torres
 
Geologia
GeologiaGeologia
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
André Luiz Marques
 
Crosta terrestre
Crosta terrestreCrosta terrestre
Crosta terrestre
Roberta Sumar
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
karolpoa
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
João José Ferreira Tojal
 
Pirâmide etária
Pirâmide etáriaPirâmide etária
Pirâmide etária
Vitor Pereira Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
 
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
GEOLOGIA E RELEVO DO BRASIL
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
 
Atmosfera terrestre - Geografia
Atmosfera terrestre - GeografiaAtmosfera terrestre - Geografia
Atmosfera terrestre - Geografia
 
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizadoEstrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
Estrutura geológica e formas de relevo terrestre - atualizado
 
Dinâmica interna e externa do relevo
Dinâmica interna e externa do relevoDinâmica interna e externa do relevo
Dinâmica interna e externa do relevo
 
Tectonica Placas
Tectonica PlacasTectonica Placas
Tectonica Placas
 
Clima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetaisClima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetais
 
Deriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placasDeriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placas
 
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticosAtmosfera, tempo e fatores climáticos
Atmosfera, tempo e fatores climáticos
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
 
Formação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevoFormação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevo
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
Crosta terrestre
Crosta terrestreCrosta terrestre
Crosta terrestre
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
 
Pirâmide etária
Pirâmide etáriaPirâmide etária
Pirâmide etária
 

Destaque

Dinâmica do Relevo
Dinâmica do RelevoDinâmica do Relevo
Dinâmica do Relevo
Maria Olandina Machado
 
Dinâmica interna e externa do relevo
Dinâmica interna e externa do relevoDinâmica interna e externa do relevo
Dinâmica interna e externa do relevo
João José Ferreira Tojal
 
Dinamica interna e externa da terra (1ºano/mód.3)
Dinamica interna e externa da terra (1ºano/mód.3)Dinamica interna e externa da terra (1ºano/mód.3)
Dinamica interna e externa da terra (1ºano/mód.3)
Alexandre Alves
 
Aula 4 a geomorfologia e as diferentes feições do relevo
Aula 4 a geomorfologia e as diferentes feições do relevoAula 4 a geomorfologia e as diferentes feições do relevo
Aula 4 a geomorfologia e as diferentes feições do relevo
geopedrote
 
Agentes modeladores do relevo externos
Agentes modeladores do relevo externosAgentes modeladores do relevo externos
Agentes modeladores do relevo externos
Fernanda Lopes
 
Processos internos e externos responsáveis por mudanças na
Processos internos e externos responsáveis por mudanças naProcessos internos e externos responsáveis por mudanças na
Processos internos e externos responsáveis por mudanças na
Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto
 
Cap. 5 os agentes modeladores do relevo
Cap. 5   os agentes modeladores do relevoCap. 5   os agentes modeladores do relevo
Cap. 5 os agentes modeladores do relevo
profacacio
 
AGENTES EXTERNOS DO RELEVO
AGENTES EXTERNOS DO RELEVOAGENTES EXTERNOS DO RELEVO
AGENTES EXTERNOS DO RELEVO
Omar Fürst
 
Conceitos fundamentais da geomorfologia
Conceitos fundamentais da geomorfologiaConceitos fundamentais da geomorfologia
Conceitos fundamentais da geomorfologia
Girlene Virginia
 
DINÂMICAS DO RELEVO: AGENTES MODELADORES
DINÂMICAS DO RELEVO:  AGENTES MODELADORESDINÂMICAS DO RELEVO:  AGENTES MODELADORES
DINÂMICAS DO RELEVO: AGENTES MODELADORES
Josimar Nunes
 
Estrutura Forma Relevo
Estrutura Forma RelevoEstrutura Forma Relevo
Estrutura Forma Relevo
antoniogeo
 
Noções de Geomorfologia
Noções de GeomorfologiaNoções de Geomorfologia
Noções de Geomorfologia
Rogerio Silveira
 
Formas de relevo
Formas de relevoFormas de relevo
Formas de relevo
Colégio Nova Geração COC
 
Os Agentes do Relevo - Geografia
Os Agentes do Relevo - GeografiaOs Agentes do Relevo - Geografia
Os Agentes do Relevo - Geografia
Antonio Pinto Pereira
 
Paisagens terrestres e as formas de relevo
Paisagens  terrestres e as formas de relevoPaisagens  terrestres e as formas de relevo
Paisagens terrestres e as formas de relevo
Wanderson Benigno
 
Estrutura geológica e relevo brasileiro
Estrutura geológica e relevo brasileiroEstrutura geológica e relevo brasileiro
Estrutura geológica e relevo brasileiro
dela28
 
As paisagens e o relevo
As paisagens e o relevoAs paisagens e o relevo
As paisagens e o relevo
Salageo Cristina
 
Estrutura Geológica
Estrutura GeológicaEstrutura Geológica
Estrutura Geológica
Maria Olandina Machado
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
lidia76
 
O relevo e as suas formas
O relevo e as suas formasO relevo e as suas formas
O relevo e as suas formas
profacacio
 

Destaque (20)

Dinâmica do Relevo
Dinâmica do RelevoDinâmica do Relevo
Dinâmica do Relevo
 
Dinâmica interna e externa do relevo
Dinâmica interna e externa do relevoDinâmica interna e externa do relevo
Dinâmica interna e externa do relevo
 
Dinamica interna e externa da terra (1ºano/mód.3)
Dinamica interna e externa da terra (1ºano/mód.3)Dinamica interna e externa da terra (1ºano/mód.3)
Dinamica interna e externa da terra (1ºano/mód.3)
 
Aula 4 a geomorfologia e as diferentes feições do relevo
Aula 4 a geomorfologia e as diferentes feições do relevoAula 4 a geomorfologia e as diferentes feições do relevo
Aula 4 a geomorfologia e as diferentes feições do relevo
 
Agentes modeladores do relevo externos
Agentes modeladores do relevo externosAgentes modeladores do relevo externos
Agentes modeladores do relevo externos
 
Processos internos e externos responsáveis por mudanças na
Processos internos e externos responsáveis por mudanças naProcessos internos e externos responsáveis por mudanças na
Processos internos e externos responsáveis por mudanças na
 
Cap. 5 os agentes modeladores do relevo
Cap. 5   os agentes modeladores do relevoCap. 5   os agentes modeladores do relevo
Cap. 5 os agentes modeladores do relevo
 
AGENTES EXTERNOS DO RELEVO
AGENTES EXTERNOS DO RELEVOAGENTES EXTERNOS DO RELEVO
AGENTES EXTERNOS DO RELEVO
 
Conceitos fundamentais da geomorfologia
Conceitos fundamentais da geomorfologiaConceitos fundamentais da geomorfologia
Conceitos fundamentais da geomorfologia
 
DINÂMICAS DO RELEVO: AGENTES MODELADORES
DINÂMICAS DO RELEVO:  AGENTES MODELADORESDINÂMICAS DO RELEVO:  AGENTES MODELADORES
DINÂMICAS DO RELEVO: AGENTES MODELADORES
 
Estrutura Forma Relevo
Estrutura Forma RelevoEstrutura Forma Relevo
Estrutura Forma Relevo
 
Noções de Geomorfologia
Noções de GeomorfologiaNoções de Geomorfologia
Noções de Geomorfologia
 
Formas de relevo
Formas de relevoFormas de relevo
Formas de relevo
 
Os Agentes do Relevo - Geografia
Os Agentes do Relevo - GeografiaOs Agentes do Relevo - Geografia
Os Agentes do Relevo - Geografia
 
Paisagens terrestres e as formas de relevo
Paisagens  terrestres e as formas de relevoPaisagens  terrestres e as formas de relevo
Paisagens terrestres e as formas de relevo
 
Estrutura geológica e relevo brasileiro
Estrutura geológica e relevo brasileiroEstrutura geológica e relevo brasileiro
Estrutura geológica e relevo brasileiro
 
As paisagens e o relevo
As paisagens e o relevoAs paisagens e o relevo
As paisagens e o relevo
 
Estrutura Geológica
Estrutura GeológicaEstrutura Geológica
Estrutura Geológica
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
O relevo e as suas formas
O relevo e as suas formasO relevo e as suas formas
O relevo e as suas formas
 

Semelhante a Dinâmica interna e externa do relevo

Agentes formadores do relevo
Agentes formadores do relevoAgentes formadores do relevo
Agentes formadores do relevo
Fernando M. Knapik
 
Formação do relevo, erosão e intemperismo
Formação do relevo, erosão e intemperismoFormação do relevo, erosão e intemperismo
Formação do relevo, erosão e intemperismo
Ione Rocha
 
formação do relevo terrestre
 formação do relevo terrestre  formação do relevo terrestre
formação do relevo terrestre
AnaClaudiaHonorio
 
Litosfera
LitosferaLitosfera
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
rsaloes
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
turmac11
 
Aula revisão intemperismo
Aula  revisão intemperismoAula  revisão intemperismo
Aula revisão intemperismo
Carolina Corrêa
 
agentes do relevo.pdf
agentes do relevo.pdfagentes do relevo.pdf
agentes do relevo.pdf
Kleberdias17
 
Ficha informativa cn-7º-ano-dinamica-externa-da-terra-paisagens-geologicas
Ficha informativa   cn-7º-ano-dinamica-externa-da-terra-paisagens-geologicasFicha informativa   cn-7º-ano-dinamica-externa-da-terra-paisagens-geologicas
Ficha informativa cn-7º-ano-dinamica-externa-da-terra-paisagens-geologicas
Pelo Siro
 
Processose produtosdasedimentacao
Processose produtosdasedimentacaoProcessose produtosdasedimentacao
Processose produtosdasedimentacao
Petroleoecologia
 
Aula geologia 3
Aula geologia 3Aula geologia 3
Aula geologia 3
Gabriel Lecoque Francisco
 
O Ciclo das Rochas
O Ciclo das RochasO Ciclo das Rochas
O Ciclo das Rochas
hercoles mateus
 
EROSÃO.ppt
EROSÃO.pptEROSÃO.ppt
EROSÃO.ppt
NicolasTotti
 
10th estrutura do relevo
10th   estrutura do relevo10th   estrutura do relevo
10th estrutura do relevo
rodrigo_miranda
 
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRERevisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
Carlos Eduardo Oliveira
 
Agentes Externos do Relevo, apresentação elaborada para o 1º Ano do Ensino Mé...
Agentes Externos do Relevo, apresentação elaborada para o 1º Ano do Ensino Mé...Agentes Externos do Relevo, apresentação elaborada para o 1º Ano do Ensino Mé...
Agentes Externos do Relevo, apresentação elaborada para o 1º Ano do Ensino Mé...
ErotildeDamascenoSal
 
Agentes internos lili
Agentes internos    liliAgentes internos    lili
Agentes internos lili
Juliano Fernandes
 
Agentes internos
Agentes internosAgentes internos
Agentes internos
Juliano Fernandes
 
Aula Geografia
Aula Geografia Aula Geografia
Aula Geografia
Cris Crepaldi
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
Professor
 

Semelhante a Dinâmica interna e externa do relevo (20)

Agentes formadores do relevo
Agentes formadores do relevoAgentes formadores do relevo
Agentes formadores do relevo
 
Formação do relevo, erosão e intemperismo
Formação do relevo, erosão e intemperismoFormação do relevo, erosão e intemperismo
Formação do relevo, erosão e intemperismo
 
formação do relevo terrestre
 formação do relevo terrestre  formação do relevo terrestre
formação do relevo terrestre
 
Litosfera
LitosferaLitosfera
Litosfera
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Aula revisão intemperismo
Aula  revisão intemperismoAula  revisão intemperismo
Aula revisão intemperismo
 
agentes do relevo.pdf
agentes do relevo.pdfagentes do relevo.pdf
agentes do relevo.pdf
 
Ficha informativa cn-7º-ano-dinamica-externa-da-terra-paisagens-geologicas
Ficha informativa   cn-7º-ano-dinamica-externa-da-terra-paisagens-geologicasFicha informativa   cn-7º-ano-dinamica-externa-da-terra-paisagens-geologicas
Ficha informativa cn-7º-ano-dinamica-externa-da-terra-paisagens-geologicas
 
Processose produtosdasedimentacao
Processose produtosdasedimentacaoProcessose produtosdasedimentacao
Processose produtosdasedimentacao
 
Aula geologia 3
Aula geologia 3Aula geologia 3
Aula geologia 3
 
O Ciclo das Rochas
O Ciclo das RochasO Ciclo das Rochas
O Ciclo das Rochas
 
EROSÃO.ppt
EROSÃO.pptEROSÃO.ppt
EROSÃO.ppt
 
10th estrutura do relevo
10th   estrutura do relevo10th   estrutura do relevo
10th estrutura do relevo
 
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRERevisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
Revisão Geologia Geral 2012 - SARTRE
 
Agentes Externos do Relevo, apresentação elaborada para o 1º Ano do Ensino Mé...
Agentes Externos do Relevo, apresentação elaborada para o 1º Ano do Ensino Mé...Agentes Externos do Relevo, apresentação elaborada para o 1º Ano do Ensino Mé...
Agentes Externos do Relevo, apresentação elaborada para o 1º Ano do Ensino Mé...
 
Agentes internos lili
Agentes internos    liliAgentes internos    lili
Agentes internos lili
 
Agentes internos
Agentes internosAgentes internos
Agentes internos
 
Aula Geografia
Aula Geografia Aula Geografia
Aula Geografia
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
 

Mais de João José Ferreira Tojal

Oriente Medio
Oriente MedioOriente Medio
China e Índia - os dois gigantes asiáticos
China e Índia -  os dois gigantes asiáticosChina e Índia -  os dois gigantes asiáticos
China e Índia - os dois gigantes asiáticos
João José Ferreira Tojal
 
Africa Subsaariana
Africa SubsaarianaAfrica Subsaariana
Africa Subsaariana
João José Ferreira Tojal
 
Industria
IndustriaIndustria
Energia
EnergiaEnergia
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Transportes
TransportesTransportes
Teorias demograficas geo
Teorias demograficas geoTeorias demograficas geo
Teorias demograficas geo
João José Ferreira Tojal
 
Formação e desmembramento da urss
Formação e desmembramento da urssFormação e desmembramento da urss
Formação e desmembramento da urss
João José Ferreira Tojal
 
Europa - localização e aspectos naturais I
Europa - localização e aspectos naturais IEuropa - localização e aspectos naturais I
Europa - localização e aspectos naturais I
João José Ferreira Tojal
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
João José Ferreira Tojal
 
Africa - um continente pobre e cobiçado
Africa - um continente pobre e cobiçadoAfrica - um continente pobre e cobiçado
Africa - um continente pobre e cobiçado
João José Ferreira Tojal
 
Recursos minerais do brasil - I
Recursos minerais do brasil - IRecursos minerais do brasil - I
Recursos minerais do brasil - I
João José Ferreira Tojal
 
Coberturas vegetais do planeta e do brasil
Coberturas vegetais do planeta e do brasilCoberturas vegetais do planeta e do brasil
Coberturas vegetais do planeta e do brasil
João José Ferreira Tojal
 
Massas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do BrasilMassas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do Brasil
João José Ferreira Tojal
 
Globalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicosGlobalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicos
João José Ferreira Tojal
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
João José Ferreira Tojal
 
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamicaClimatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
João José Ferreira Tojal
 
Relevo do brasil
Relevo do brasilRelevo do brasil
Relevo do brasil
João José Ferreira Tojal
 
Os meios de orientação e os fusos horários
Os meios de orientação e os fusos horáriosOs meios de orientação e os fusos horários
Os meios de orientação e os fusos horários
João José Ferreira Tojal
 

Mais de João José Ferreira Tojal (20)

Oriente Medio
Oriente MedioOriente Medio
Oriente Medio
 
China e Índia - os dois gigantes asiáticos
China e Índia -  os dois gigantes asiáticosChina e Índia -  os dois gigantes asiáticos
China e Índia - os dois gigantes asiáticos
 
Africa Subsaariana
Africa SubsaarianaAfrica Subsaariana
Africa Subsaariana
 
Industria
IndustriaIndustria
Industria
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
 
Transportes
TransportesTransportes
Transportes
 
Teorias demograficas geo
Teorias demograficas geoTeorias demograficas geo
Teorias demograficas geo
 
Formação e desmembramento da urss
Formação e desmembramento da urssFormação e desmembramento da urss
Formação e desmembramento da urss
 
Europa - localização e aspectos naturais I
Europa - localização e aspectos naturais IEuropa - localização e aspectos naturais I
Europa - localização e aspectos naturais I
 
Asia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturaisAsia - aspectos naturais
Asia - aspectos naturais
 
Africa - um continente pobre e cobiçado
Africa - um continente pobre e cobiçadoAfrica - um continente pobre e cobiçado
Africa - um continente pobre e cobiçado
 
Recursos minerais do brasil - I
Recursos minerais do brasil - IRecursos minerais do brasil - I
Recursos minerais do brasil - I
 
Coberturas vegetais do planeta e do brasil
Coberturas vegetais do planeta e do brasilCoberturas vegetais do planeta e do brasil
Coberturas vegetais do planeta e do brasil
 
Massas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do BrasilMassas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do Brasil
 
Globalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicosGlobalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicos
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
 
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamicaClimatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
 
Relevo do brasil
Relevo do brasilRelevo do brasil
Relevo do brasil
 
Os meios de orientação e os fusos horários
Os meios de orientação e os fusos horáriosOs meios de orientação e os fusos horários
Os meios de orientação e os fusos horários
 

Dinâmica interna e externa do relevo

  • 1. Dinâmica interna e externa do relevo geocontexto.blogspot.com
  • 2. A crosta terrestre se encontra em constante modificação Forças internas (agentes endógenos)  Tectonismo  Vulcanismo  Terremotos Forças externas (agentes exógenos)  Erosão  Clima  Tempo  Estrutura da rocha
  • 3. Tectonismo ou diastrofismo Forças que atuam de forma lenta e prolongada na superfície Orogênese Movimento tectônico que ocorre de forma horizontal, e pode ter duas configurações: convergente, quando duas placas se chocam; e divergente, quando duas placas se afastam. Epirogênese Movimentos tectônicos no sentido vertical. Caso esse movimento seja para cima, recebe o nome de soerguimento e para baixo, subsidência.
  • 4. Vulcanismo Atividade de expulsão do material magmático Ilhas oceânicas, de SP até o RS (terra roxa) Maior parte do vulcões (80%) está concentrada no círculo de fogo do pacífico
  • 5. Gêiser Jatos intermitentes e periódicos de água e de vapor de água a elevadas temperaturas Da camada freática que se localiza próxima da bolsa magmática
  • 6. Abalos sísmicos Provocados pela acomodação de camadas, vulcanismo e principalmente pela movimentação tectônica
  • 7. Acomodação de camadas Desmoronamentos internos podem provocados pela dissolução de rochas, circulação de água subterrânea, acomodação de sedimentos compactados, regiões de construções de hidrelétricas MG, RJ, RN, CE Vulcanismo Ao liberar enorme quantidade de energia por meio de erupções, podem provocar violentos tremores
  • 8. Tectônica de placas Movimento convergentes, divergentes e transformantes
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12. AGENTES EXTERNOS (EXÓGENOS) Intemperismo ou Meteorização Processo pelo qual as rochas são desgastadas, influenciados:  Clima Variação de temperatura, distribuição de chuva determina a velocidade do intemperismo  Relevo Inclinação do relevo pode favorecer ou não a penetração de água  Constituição mineralógica Tipo de rocha  Estrutura da rocha Poros e fraturas que podem permitir uma maior percolação das soluções  Tempo Velocidade com a qual a rocha intemperiza
  • 13. Intemperismo químico ou decomposição Quebra da estrutura química dos minerais que compõem a rocha Climas quentes e úmidos A água provoca uma reação química nas rochas Minerais são quimicamente alterados ou dissolvidos
  • 14. Intemperismo físico ou desintegração mecânica Rocha fragmentada por processo mecânico, não altera sua constituição química Climas quentes e secos ou frios e secos Rochas em áreas áridas dilatam e contraem durante o dia Gera desintegração
  • 15. Intemperismo biológico Ação dos seres vivos Atreladas ao intemperismo físico e químico Bactérias e algas que adentram fraturas presentes na rocha produzem ácidos que desgastam a rocha Raízes também desgastam as rochas
  • 16. EROSÃO Fenômeno de desgaste da superfície do solo que modifica suas formas Pode ser natural ou antrópico Desmatamento, plantio de monoculturas, retirada de cobertura vegetal de áreas de encostas...
  • 17. Processo erosivo engloba três etapas: Desgaste Retirada dos materiais de rochas preexistentes Transporte Arrastamento dos materiais arrancados, recebem o nome de sedimentos Acumulação Deposição dos materiais transportados em áreas de baixas altitudes
  • 18. EROSÃO HÍDRICA subdividida Erosão fluvial Rios escavam os leitos, ao longo de seu curso, os rios formam vales, destroem rochas, transportam sedimentos
  • 19. Erosão pluvial Retirada e transporte de material da superfície pelas águas da chuva Subdivide: Erosão laminar Agua corre uniformemente pela superfície, transportando partículas Forma amena de erosão e causa prejuízo nas atividades agrícolas, coloração mais clara do solo Assoreia rios
  • 20. Erosão de ravinamento Concentração do escoamento superficial, processo que marca a degradação do solo iniciada pela erosão laminar gerando as ravinas, Voçoroca Estagio avançado de degradação dos solos, ocorrem em regiões de encostas Pode ser formado por processos erosivos superficiais e subperficiais
  • 21. Erosão marinha Movimento constante das ondas, provoca a abrasão dos paredões rochosos do litoral Forma falésias
  • 22. Erosão marinha Transporte e a acumulação de sedimentos pela ação das águas do mar formam as praias (deposito de areia ou cascalho)
  • 23. Erosão glacial ou glaciária Degelo executa um processo erosivo de transporte e acumulação de sedimentos Formam vales profundos em forma de U ou V
  • 24. Erosão eólica Provocada pela ação do vento pode ocorrer: Destruição Vento retira e transporte as partículas mais finas das rochas e, ao lançá-la, com violência, contra outras rochas, acaba escavando-as, em um trabalho denominado corrasão ou abrasão eólica Acumulação Deposito de materiais Dá origem a formas de relevo, esculpe arcos naturais ou forma desertos pedregosos Resulta as dunas